Incluir: Re educar, Re Significar - Uma porta para a Liberdade

of 9/9
[email protected] [email protected] RE Uma porta para A LIBERDADE... INCLUIR
  • date post

    05-Jun-2015
  • Category

    Education

  • view

    159
  • download

    4

Embed Size (px)

description

Projeto de Ação Social desenvolvido pelos educandos e educadores do CDI Comunidade Comunidade PIII, em Hortolândia (SP), apresentado no 10º Encontro da Cidadania da Rede CDI Campinas, em 27 de Outubro de 2012 na cidade de Campinas. Este projeto contempla a metodologia e a proposta político pedagógica do CDI Campinas, cuja missão é incluir digitalmente e socialmente crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, promovendo o exercício da cidadania.

Transcript of Incluir: Re educar, Re Significar - Uma porta para a Liberdade

2. Reeducar pra nssignifica mudarnossa forma de pensamento. Aprendendoa enxergar a educao e a escola comouma porta para a verdadeira liberdade.Somente atravs da educao quepodemos nosreconstruir, obtendoconhecimentopara evoluirever omundosob novas perspectivas. Podendoassim sermos cidadosparticipativos,conscientes e responsveis na sociedade . 3. AO SOCIALVOLTADA PARA: ALFABETIZAOe RESGATEdaLEITURA. 4. @Oda turma organizou uma gincana com a finalidadar a leitura entre os alunos. Foram escolhidos a s textuais: poemas, literatura de cordelfundamental e mdio) e soletrao de palavrasa alfabetizao). O juri composto por monitor doras avaliou e premiou as melhores apresentam kit de material escolar. 5. Acervo da Biblioteca Aprox. 4.000 livros.Ttulos-Auto Ajuda -Curiosidades -Cultura Geral -Enciclopdia-Filosofia -Religio-Romance -SociologiaEntre outrosOs emprstimos que eram de cerca de 70 a 80 livros emmdia aumentaram para aproximadamente 120 a 130locaes/ ms. 6. Importncia da escolaem nossas vidas. CAMINHOS FUTUROESPERANA MUDANA RESGATE VALORESDIGNIDADE CONHECIMENTO 7. 2. Nvel da estrutura de tpicosNossaEscola 3. Nvel da estrutura de tpicos4. Nvel da estrutura de tpicos 5. Nvel da estrutura de tpicos 6. Nvel da estrutura de tpicos 7. Nvel da estrutura de tpicos 8. Nvel da estrutura de tpicos 9. Nvel da estrutura de tpicos 8. AGRADECIMENTOS PESSOASQUENOSAPOIARAMNO PROJETO ORIENTADORAS AGENTES CDIFUNAP PENITENCIARIOSMARCIAPAULOCLELIADIMAS 9. CDI COMUNIDADEREEDUCANDOS- PIIIAlex Sandro MeirellesAldo Amrico RodriguesAntnio Marcos RibeiroEvandro Carlos MacedoEvandro Henrique G. OliveiraRodrigo Lus FerreiraThiago I. Germano Okamoto