Informática básica - introdução

of 24 /24
Aula inaugural Informática básica Carlos Vinicius Veneziani dos Santos

Embed Size (px)

description

Aula inaugural do curso de Secretaria Escolar. PROFUNCIONARIO.

Transcript of Informática básica - introdução

  • 1. Aula inaugural Informtica bsicaCarlos Vinicius Veneziani dos Santos

2. Industrializao no mundoVimos no curso de Fundamentos de EAD quetodos os desenvolvimentos do homem no sentidode aumentar sua capacidade de atuar sobre a realidade so tecnologias. As tecnologias existem, portanto, desde a Pr-Histria, e so importantes e decisivas em vrias fases da aventura humana sobre o planeta. 3. Industrializao no mundoVrias invenes foram fundamentais para odesenvolvimento da espcie humana: domniodo fogo, roda, escrita, instrumentos agrcolas,imprensa, bssola, armas de fogo.A Revoluo Industrial marcou um momento degrande importncia para a humanidade, pois apartir dela os processos de trabalho passarama se beneficiar da tecnologia das mquinas.Em funo da Revoluo Industrial, tambm sedesenvolveram as ferrovias e navegaes. 4. Industrializao no mundoAps a Revoluo Industrial, a tecnologia foi setornando cada vez mais o centro do processoindustrial.As relaes entre as pessoas mudaram com osavanos nos transportes e nas comunicaes.Houve uma segunda Revoluo Industrial(eletricidade e petrleo) e uma terceira(automao e complexos industriais).Sculo XX foi marcado por avanos semprecedentes na tecnologia, com mudanas dosmodos de vida. 5. Industrializao no BrasilAt incio do sculo XX, Brasil um pas deeconomia agrria.Primeiros investimentos em indstria ocorremcom os bares do caf, por medo dainstabilidade da economia cafeeira.Primeira Grande Guerra faz com queimportaes brasileiras diminuam, e isso trazincentivo para indstria local.Governo Vargas investe na criao deestrutura para a indstria no pas. 6. Industrializao do BrasilVargas cria a Companhia Siderrgica Nacional(indstria de base).Governo JK estimula entrada de multinacionais edesenvolvimento da indstria automobilstica e debens de consumo.Ditadura militar investe no crescimento econmico,com medidas que geram altas taxas de crescimentomas acarretam endividamento externo.Dcada de 80 marcada por estagnao econmicano Brasil e no mundo. 7. Industrializao no BrasilDcada de 90 traz abertura de mercados doBrasil para tecnologia no exterior eestabilizaoeconmica, comdesregulamentao da economia e venda deestatais. Globalizao altera nveis deconcorrncia.A partir do sculo XXI, pas cresce em ritmoconstante, com ampliao da produo devrios setores da indstria, mas aumento depostos de trabalho principalmente no setortercirio. 8. Informtica no mundoDepois da Segunda Guerra Mundial, surgem oprimeiro computador (1946) e o transistor.Um dos mais importantes avanos da histriada microeletrnica a criao do circuitointegrado, em 1957.Os microprocessadores (1971), que socomputadores em um nico chip, tambm souma inveno fundamental, porque permitemutilizao dos recursos computacionais emaparelhos do nosso cotidiano. 9. Informtica no mundoOs microcomputadores foram criados nadcada de 70, mas s se popularizaram a partirdos anos 80.Um dos grandes responsveis por essapopularizao o software de sistemaoperacional que, na medida em que foiaperfeioado, tornou as funcionalidades dosPCs mais acessveis.O aprimoramento da interface nos micros daApple, com criao do sistema de janelas,tambm contribuiu para maior sucesso dosPCs. 10. Informtica no mundoO desenvolvimento das tecnologias decomunicao levou rpida popularizao dainternet, que permitiu a conexo de vriaspessoas ao redor do mundo.A internet mudou a forma como as pessoastrabalham e gerenciam informaes.Muitos dos programas da internet so dedomnio pblico e h um forte movimento paraque a maioria dos programas utilizados sejamde cdigo aberto. 11. Informtica no BrasilOs produtos de informtica mais avanadosdemoraram a chegar ao pas em funo dareserva de mercado da dcada de 80, quevisava possibilitar a criao de tecnologianacional nessa rea.Com o fim da reserva de mercado, o Brasilrapidamenteassimilou os produtostecnolgicos dos Estados Unidos e do Japo.Uso comercial da internet no Brasil comea em1995. 12. Informtica no BrasilApesar de estar muito popularizada, a internetainda no atinge boa parte da populao dopas.H esforos no sentido de trazer para a rede oscidados que no podem desfrutar de seusbenefcios, como os projetos de InclusoDigital.Brasil possuiplos tecnolgicosdeconsidervelimportncia,masgrandesproblemas na rea de difuso tecnolgica. 13. Revolues tecnolgicas e trabalhoAs mudanas na tecnologia sempreprovocamtransformaes no mundo do trabalho.Antes da Revoluo Industrial, o mundo ocidental erapredominantemente agrrio. Os produtos no-agrrioseram fabricados em manufaturas, com mestres eaprendizes que ensinavam seu ofcio. O trabalhadorera dono de seus meios de produo, e o ritmo dotrabalho era ditado por ele.Depois da Revoluo Industrial, o ritmo de produopassou a ser ditado pela mquina, e no pelo homem.E as mquinas, que eram os meios de produo, nopertenciam aos trabalhadores. 14. Revolues tecnolgicas e trabalhoNo decorrer dos anos, a indstria passou a empregarmais pessoas que a agricultura.A sociedade ps-industrial (com a microeletrnica e ainformtica, a partir dos anos 70) se caracteriza poruma maior necessidade de gerenciamento deprocessos, e no de execuo de atividadesespecficas. Trabalhadores precisavam de maisconhecimento, autonomia e participao.Com o desenvolvimento da tecnologia das mquinas,o desemprego passou a ser estrutural na indstria, eos empregos concentraram-se no setor de servios. 15. Revolues tecnolgicas e trabalhoNa sociedade da informao, a partir dadcada de 90, as comunicaes tornaram-semuito mais rpidas, possibilitando novasformas de trabalho, baseadas em informaocada vez mais qualificada e exigente. Hcriao de empregos na rea de altatecnologia.Por outro lado, houve uma reduo dos postosde trabalho comaltos salrios e grandecrescimento dos postos de trabalho temporrioe de baixa remunerao. Deteriorizao geralda qualidade de vida do trabalhador.