Informativo agosto 2014

download

of 9

  • date post

    26-Jun-2015
  • Category

    Spiritual
  • view

    58
  • download

    1

Embed Size (px)

description

Informativo agosto/2014 da Coordenao Nacional das FLD

transcript

  • 1. AGO/2014 S FRATERNIDADE LEIGA DOMINICANA N 71 IPresen a Lea Dominicana n.1EDITORIALNIVA S.DOMINGOS!Neste ms,em que celebramos Domingos,nosso in-formativo est pleno de nodadesfestejando nosso Fundador!Nossa perspectiva 01h21 para S.Domingos de Gusmo Como testemunha do Emngelho que en- che de Alegria a vida dos Discipulos Missionrios de Jesus e pedi:sua intercesso para uma vivncia mais el da vocago Cris-ti assumida per todos ns assim diz nosso irmo fraterno Denilson Santos de Jesus da Venervel Ordem Terceira de Salvador.(BA) BOA LETTURA!

2. smsrcmiso morra-ioni So Domingos:misericordia e compaixo _ Agosto para nos dominicanos o ms ide S50 Domingos.Na tarde de 6 de Qagosm de 1021 Domingos concluiu asua laboriosa jomada terrena,depois de uma vida totalmente dedicada ao servi- co dos irmos.Foi no convento de Bo- lonha. Domingos estava deitado num a pobre estrado de palha,na cela de frei iMoneta Cela e esuado eram empres- ftados,porque Domingos n50 tinha 11m 1 jlugar proprio para descansar:ia dor- imindo aqui e acol,sobretudo nos de-i graus dos altares da igeja onde,dei, vnoite,passava longas horas em orago.{u _ * Aos ades que o rodeavam chorandor. .. J.-"-ele deu as ltimas instruges e reco-' rnendou sobretudo cultivar a canidade,quer dizer:o amor para os irmos;de maneira es- pecial o amor aos excltiidos e aos pecadores.Domingos reco- mendava algo,de que ele proprio deu grande exemplo!De fato,na sua da ele foi um exemplo de servico iucansvel aos irmos,movido por aquele amor das enuanhas que proprio de cada me e pai de familia,para com os seus lhos.Quem de vocs mie e pai sabe bem disso!Foi por este tipo de a- mor aos irmos que o jovem esmdante Domingos n50 hesitou em vender tudo o que tinha,inclusive seus litro:de escola,para alimentar os pobres que passavam fome:No posso es- tudar sobre peles mortas,enquanto meus irmos morrem de fame".Foi por este mesmo amor que ele deixou a vida tran- quila e segura de cnego de Osma e se entregou pregago itinerante nas regies do sul da Franca,vivendo de esrnola,andando a p,dialogando sem cansar com os hereges,enen- tando com pacincia suas ciladas e ofensas.E foi por este a- mor que ele fundou a nossa Ordem,para que a pregaco do Emngelho pudesse chegar a todos os irmos,por toda parte,ate os conns do mundo.Tudo da ospiritualidade e do carisma da Ordem est imprepado deste amor das entranlias que moveu os passos e inspirou a aco apostolica de Domingos.Este amor o levou a se fazer proximo dos irmos,andando pelas estradas do mundo,plantando a tenda da santa prega- go junto tenda dos irmos.Este amor para os irmos de Domingos se manifestata nas suas longas glias notumas,frente do altar.Os ades o oux-iam gritar a Deus seu amor compassivo:Senhor,o que sera de meus irmos,o que sera dos pecadores! Neste gxito de compaixo,nesta splica de misericordia,o coraco de Domingos estava repleto de tantos rostos humanos encontrados durante o dia,marcados pelo sofrimento,pela opresso,pela violncia,pelo erro,pela pro- cura sincera da verdade!Domingos,Domingos de Gusmo,Domingos da humanidade toda!De ti nos cou a liberdade de recriar,em cada tempo e lugar,o sempre novo do amor,da 181111113, da compaixo.De ti aprendemos a liberdade de se doar sem limita,por amor!Acompanha-nos, Domingos,na nossa jomada de pregadores e pregadoras,pelas estmdas do nosso mondo ei Mariano S.Foralosso OP promotor 3. lisso na Cidade de Santa Rita De Caldas,MGA Provincia Santa Cruz das Irms Dominicanas de Santa Catarina de a Sena disponibilizou trs de suas Irms:Ir.Ana Zlia Lino,Ir.Lucineide e Ir. g i Monica para participarem da misso organizada pelos Padres Agostinianos de _ (DI f29 de julho a 02 de agosto.A0 termino do Triduo Preparatrio,houve a Orde- l! " il naco Presbiteral do nosso amigo,Pe.Wellington:presidida pelo Dom Iosi y. , Geraldo,Sr.Bispo (Assuncionista) atual bispo da Diocese de Iimzeiro da Ba-,Cf:' 3hia.Encerrando a cerimonia;houve uma confraternizago entre os presentes.Agradecemos a Deus pelos inmeros benecios distribuidos a todos e a cada g. um dos missionrios na realizago de to sublime tarefa.Corno nos diz Jesus: -' Ao gro de trigo amontoado apodrece e espalhado frutica.A semente do Reino langada na terra frtil do corago do povo Santa Ritense:crescer e produzir muitos frutos para maior gloria de Deus e bem dos nossos irmos (Teresa de Saldanha).Pelas Irms Dominicanas de Santa Catarina de Sena:Ir.Maria das Gragas Silva e Ir.Ana Zla Lino Casa Nossa Senhora do Amparo Amparo/ SP 4. lPresenga Leign Dominicanan71 3ag_2_SAVTORAL DONIINICANOT recho das catequeses da Papa Benlo XVI,sobre So Domingo:de Gusmo,o grande pregador: que seus seguidores adquirissem urna solida formago teologica e no hesitoucom desconanga para estas instituices culturais.As Constimiges da Ordem dosPregadores do muita importncia ao es- tudo Como preparaco para o apostolado. Domingos quis que seus ades se dedi-cia e piedade;um estudo mdado na al- ma de cada saber teologico,isto ,na Sagrada Escritura,e respeitoso diante das perguntas apresentadas pela razo.O de- senvolvimento da cultura impe queles que realizam 0 ministrio da Palavra,nosDorningos,com um gesto valente,quis i em envi-los in:miiversidades da epoca,i l ainda que muitos eclesisticos olhassem. cassem a ele sem reservas,com diligen-to e to repleta de talores evanglicosl minicanos)piedade.Em segundo lugar,D0- mingos,que se encarregou de alguns mosteiros femininos naFranca e em Roma,acreditou 3 profundamente na orago de in- - tercesso pelo xito do trabalho V apostolico.Somente no Paraiso mancompreenderemos quanto a ora- .f 950 das religiosas de clausura i? t acompanhou ecazmente a aco diversos niveis,uma boa preparago.Dol apostolica!A cada uma delas dirijo meu mingos foi canonizado em 1234 e e el l pensamento agradecido e carinhoso. mesmo que,com sua santidade,nos indi Queridos irmos e irms:que a xida de ca dois meios fundamentais para que ' Domingos de Gusmo nos leve a ser fer- aco apostolica seja penetrante.Antes vorosos na oraco,valentes na vivncia tudo,a devoco mariana que ele cultivo da t,profimdamente enamorados de Je- com ternura e que deixou Como herangj sus Cristo.Por sua intercesso,peoamos preciosa aos seus lhos espirituais,a Deus que enriqueca sempre a Igreja quais,na historia da Igreja,tiveram com autnticos pregadores do Evange- grande merito de difimdir a oraco dq lho. " (Papa Bento XVI) santo rosario,to querida pelo povo crisi (Facebook Vocacional Frades D0- 5. COORDENAQO NACIONAL FRATERNIDADES L15545EM LUTO"Saudades sin;tristeza n50!" Poisconamos na Ressurreico,na Pas-coa denitiva de Yeda Esteves,daFratemidade Leiga Dominicana 1Santa Rosa de Luna,do Leme,Rio , ;, _, ,de Janeiro.No dia 30 dejimho,de *marmi,Deus abriu os bragos paternos e recebeu no cu:Yeda Esteves,com seus 99 anos de vida e 77 anos Como leiga do minicanaTive o privilegio de conxiver com ela,nos dois ulti- mos anos de sua vida e aprendi muito.Ate nos derradeiros mo- mentos nais estava com o olhar firme,esperancoso,expres- sando uma conanqa em Deus e uma vontade de viver enor- me:queria fazer os 100 anos com as meninas,as amigas da atemidade em sua casa.Uma da plena dedicada familia dominicana Dialogar com Yeda,era um barxho de cultura,tinha uma pedagogia da uvncia fraterna,do saber comparti- lhado,do amor ao proximo. .. Sabia acolher em sua casa come uma lady,carinhosamente,amiga de todos,sem dferengas sociais.Uma te e alegria contagiantes.Frei Almy,proco da Paroquia Nossa Senhora do Rosario,do Leme,abriu as portas do convento,ontem,para que Yeda fosse velada na Igreja dos dominicanos.Uma missa foi celebrada,de corpo presente,di- ante dos Santos e santas dominicanos,para que eles,junto comtantos outros dominicanos facam a festa no ceu.Sua pscoa especial com ounos frades dominicanos,seus amigos de luta pela rustica e paz:Dom Celso,Dom Tomas Balduino,Frei Alano Porto de Menezes,Frci Domingos,Frei Rni Casablan,Frei Bene!(seu primeiro diretor espiritual) e tantos ou- troswDona Gilda Stormo,a amiga el,a acompanhou todos os dias de sua doenca.Uma verdadeira leiga dominicana.sem- pre presente e atenta as necessidades da amiga irm:amorosa e el.Yeda era leitora assidua.O ultimo livro que estava lendo e o comentou conosco:" Peregrinando a0 enconm;da Trinda- de",Paulinas,1997. " Todos os dominicanos tem amor pere- grinaco,buscam xiver a Trindade.Isto n50 facil".Algumas de sua falas em nossos ltimos encontros:" Trabalhei come mestra dos leigos.Tentei ser dominicana exigente,verdadeira.Enquanto mulheres,temos que ter a alma dominicana,ter a alma de S50 Domingos. " "Fora do evangellio,n50 1x5 da cris- t! " "Se-r dominicana, renovar a vida de Jesus nas pessoas,viver o evangelho.Fazer serio,sem sair dos trilhos;e ler o evangelho todos os dias,ter a alma aberta para a presenga de Jesus;e querer saber,saber,saber,poreni mais importante VIYCI,viver,viver o evangelho olhar para Deus com muita intimidade,mas acima de tudo oom muito fervor. " Que Dona Yeda,seja nossa intercessora diante de Deus,que nos faca mulheres pregadoras Como ela,coerentes com a VERDA- D51!! !Lourdinha Leal - Caardnradnra Nacinnal da:F ratti-iii dada:Laigu Dominicana:FR,HLWBRTO AGRADEJ :Carissimas F10 e Tunha, Muiissimo obrigado pelas INFOR MACES domnicanas e da "familia" que vocs sempre nos mandam,Com isto a genteacompanha um pouco o sentido da nossa vida e do nosso espirito.Obrigado at por vo- cs colocarem uma foto do velho que sou eu,que neste ms ceiebrou no barulho daqui os seus 90 4..anos. .. Continuem sempre escrevendo e trazendo informaces da Famia Dominicana nos seus800 anos.Um abrago Fr.HumbertoAgradecemos de coraco,as palavras de carinho e incentivo,que Deus lhe conceda muitos anos de vida para continuar semeando alegria,ternura e amor, u; -. 6. NOTCIAS DE CACONFRA IRNIZACO DA FLD SANTA ROSA DE LIMA! LLMEIRAApos a acolhida,as oraces para o Jubileu da Ordem e dezena do tergo dirigdas pela Ir.E jMaria Rita,nossa nsessora;Foram compartilhados o Informativo de junho e o almogoT;no Recanto N.S.do Rosa