Informativo IPC nº 221

download Informativo IPC nº 221

of 4

  • date post

    18-Feb-2016
  • Category

    Documents

  • view

    216
  • download

    1

Embed Size (px)

description

Boletim Informativo da Igreja Presbiteriana de Canoas

Transcript of Informativo IPC nº 221

  • IPC - Interessados pela Palavra de Deus - Prestando Servio em Amor - Cultuando ao Deus vivo

    www.ipcanoas.com.br

    Domingo, 31 de maro de 2013 Ano V, Nmero 221 Informativo - IPC

    No se Esquea da Ressurreio

    e voc um cristo, pode se regozijar no fato de que Cristo levantou-se dos mortos como um conquistador, um campeo que

    vive para sempre, para reinar com seus santos. Isso se refere promessa baseada em nosso batismo na morte e ressurreio em Cristo a nossa esperana e a razo e base de tudo o que cremos.

    Mas, e se no houve a ressurreio? E, se a ressurreio de Jesus Cristo apenas um mito do primeiro sculo a ser ignorado ou marginalizado como uma questo secundria? As implicaes dessa abordagem so devastadoras para o cristianismo.

    Chamo sua ateno ao que Paulo escreveu em 1 Corntios 15.16-19, de modo que voc possa ver o que acontece quando esquece a ressurreio.

    Porque, se os mortos no ressuscitam, tambm Cristo no ressuscitou. E, se Cristo no ressuscitou, v a vossa f, e ainda permaneceis nos vossos pecados. E ainda mais: os que dormiram em Cristo pereceram. Se a nossa esperana em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens.

    Sem dvida, se Jesus ainda est no tmulo, se Ele perpetuamente o sofredor e nunca, o conquistador, ento voc e eu estamos desesperadamente perdidos. E, embora esse no seja o caso, quero focalizar no hipottico e, se que Paulo presume temporariamente, em 1 Corntios 15. E, se a ressurreio fosse um mito? E, se Jesus Cristo ainda estivesse morto e no tmulo?

    Em primeiro lugar, vocs ainda estariam em seus pecados, sob a tirania da morte, juntamente com o mais vil e incrdulo pago. Se Jesus no ressuscitou dos mortos, ento, o pecado ganhou a vitria sobre Ele e continua a ser vitorioso sobre voc tambm. Se Jesus permaneceu no tmulo, ento, quando voc morrer haver de permanecer morto. Alm do mais, visto que o salrio do pecado a morte

    (Rm 6.23), se voc tivesse de permanecer morto, a morte e a punio eterna seriam o seu futuro.

    A razo de confiarmos em Cristo para perdo de pecados. Porque do pecado que precisamos ser salvos. Cristo morreu pelos nossos pecados e foi sepultado, e... ressuscitou ao terceiro dia (1 Co 15.3-4). Se Cristo no ressuscitou, sua morte foi em vo, sua f nEle seria sem sentido, e seus pecados ainda seriam contados contra voc e no haveria nenhuma esperana de vida espiritual.

    Segundo, se no h ressurreio, ento, ainda mais: os que dormiram em Cristo pereceram (v. 18). Isso significa que todo santo do Antigo Testamento, todo santo do Novo Testamento, e todo santo desde que Paulo escreveu estaria sofrendo em tormento neste exato momento.

    Isso incluiria o prprio Paulo, os outros apstolos, Agostinho, Lutero, Calvino, Wesley, Moody, e os santos de f e orao que voc conheceu todo e qualquer crente, em todas as eras, tambm estaria no inferno. Sua f teria sido em vo, seus pecados no teriam sido perdoados, e seu destino seria a condenao.

    luz das outras consequncias, a ltima bem bvia: Se a nossa esperana em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos homens. Sem a ressurreio de Cristo, a salvao e as bnos que ela traz, o cristianismo seria sem sentido e lamentvel.

    Sem a ressurreio no teramos o Salvador, o perdo e o evangelho, jamais teramos a f significativa, nem a vida, e nunca poderamos ter esperana por alguma dessas coisas. Esperar em Cristo somente nesta vida seria ensinar, pregar, sofrer, sacrificar-se, e trabalhar inteiramente por nada. Se Cristo ainda est morto, ento Ele somente no tem habilidade de salvar voc no futuro, mas Ele tambm no pode lhe ajudar agora. Se Ele no estivesse vivo, onde estaria sua fonte de paz, alegria ou satisfao hoje? A vida crist seria uma galhofa, uma farsa, uma piada cruel e trgica.

    Se o cristo no tem um Salvador, seno Cristo; um Redentor, seno Cristo; e um Senhor, seno Cristo; e, se Cristo no ressurreto, Ele no est vivo; nesse caso, a nossa vida crist sem vida. Ns nada teramos para justificar nossa f, nosso estudo bblico, nossa pregao ou testemunho, nossa adorao e servio de culto a Ele, e nada para justificar nossa esperana nesta vida ou na prxima. Ns nada mereceramos, seno a compaixo reservada para os tolos.

    Mas, Deus sim ressuscitou dentre os mortos a Jesus, nosso Senhor, o qual foi entregue por causa das nossas transgresses, e ressuscitou por causa da nossa justificao (Rm 4.24-25). Porque Cristo vive, ns tambm viveremos (Jo 14.19). O Deus de nossos pais ressuscitou a Jesus, a quem vs matastes, pendurando-o num madeiro. Deus, porm, com a sua destra, o exaltou a Prncipe e Salvador, a fim de conceder a Israel o arrependimento e a remisso de pecados (At 5.30-31).

    No somos dignos de pena, pois Paulo imediatamente encerra a terrvel seo e, se, dizendo: Mas, de fato, Cristo ressuscitou dentre os mortos, sendo ele as primcias dos que dormem (1 Co 15.20). Como Paulo disse, no final de sua vida, sei em quem tenho crido e estou certo de que ele poderoso para guardar o meu depsito [i.e. sua vida] at aquele Dia (2 Tm 1.12).

    Aqueles que no esperam somente em Cristo para salvao so verdadeiros tolos; eles so os que precisam ouvir seu testemunho compassivo sobre o triunfo da ressurreio de Cristo. Ento, no esquea a ressurreio; regozije-se nela e glorie-se nela, pois Ele ressuscitou de fato.

    S

    PASTORAL

    John MacArthur

  • Domingo, 31 de maro de 2013 Ano V, Nmero 221 Informativo - IPC

    IPC - Interessados pela Palavra de Deus - Prestando Servio em Amor - Cultuando ao Deus vivo

    www.ipcanoas.com.br

    ANIVERSARIANTES DO MS DE MARO

    Ensina-nos a contar os nossos dias para que alcancemos corao sbio

    Salmo 90:12

    01 - Isaac Neves de Barcellos 03 - Pedro Berwanger 10 - Daniel Alves da Costa Filho 20 - Itamara Duarte Vargas Oliveira 21 - Cludio Antnio Cardoso Leite 30 - len Mariane da Silva Gorski 31 - lini Krebsky Bispo da Silva

    Deus abenoe a cada um com toda sorte

    de bnos espirituais!

    TESOURARIA DA IPC

    Se desejar contribuir financeiramente com a expanso do Reino de Deus atravs desta Igreja, deposite: Banco Bradesco Agncia: 275-5 C/C: 2204-7 Nome: Igreja Presbiteriana do Brasil em Canoas CNPJ: 15.210.813/0001-83

    Deus ama a quem d com alegria 2 Corntios 9:7

    Lembre-se Somente na IPC

    APRENDENDO SOBRE A BBLIA

    CAPTULO V DA PROVIDNCIA

    VII. Como a providncia de Deus se estende, em geral, a todos os crentes, tambm de um modo muito especial ele cuida da Igreja e tudo dispe a bem dela. Referncias: Ams 9:8-9; Mateus 16:18; Romanos 8:28; 1 Timteo 4:10.

  • Domingo, 31 de maro de 2013 Ano V, Nmero 221 Informativo - IPC

    IPC - Interessados pela Palavra de Deus - Prestando Servio em Amor - Cultuando ao Deus vivo

    www.ipcanoas.com.br

    DIA PREGADOR DICONOS BERARIO CORDEIROS JUNIORES TEEN BASES DA F ADULTOS

    31 EBD No haver em virtude da Viglia da Pscoa

    31 Culto Rev. Daniel Alves Fabiano e Rog. Gill Ktia/Rasa Demtrio/Daniel - - - -

    07 EBD Rev. Daniel Alves Flvio e Nunes DI DI DI Reinaldo Cynthia Rev. Daniel

    07 Culto Rev. Daniel Alves Rog. Moura e Roney DI DI - - - -

    Se no puder estar presente no dia escalado, providencie o substituto e informe ao pastor

  • Domingo, 31 de maro de 2013 Ano V, Nmero 221 Informativo - IPC

    IPC - Interessados pela Palavra de Deus - Prestando Servio em Amor - Cultuando ao Deus vivo

    www.ipcanoas.com.br

    Nossos Contatos

    Pastor Efetivo: Rev. Daniel Alves da Costa (51) 3059-9578 / 8111-9569 E-mail: pr.daniel_alves@hotmail.com

    Pastor Aux. Colaborador: Rev. Jedeias Almeida Duarte (11) 2812-6734 / 97017-2142 E-mail: revjedeias@gmail.com

    Pastor Emrito: Rev. Floyd Eugene Grady In memorian (51) 3501-4522 Marina (viva)

    Vice-Presidente: Pb. Antnio Ricardo Marinho (51) 3466-2503 / 9981-7681 E-mail: amarinho@espm.br

    1 Secretrio: Pb. Vilmar Diemer de Oliveira (51) 3059-3153 / 9823-1822 E-mail: vilmardiemer@gmail.com

    2 Secretrio: Pb. Paulo Rodrigues Wanderley (51) 3471-3493 / 9909-7038 E-mail: pauloswander@bol.com.br

    Secretaria da IPC: Seminarista Everton Piovesan (51) 8202-5581 E-mail: everton@ipcanoas.com.br

    Preldio ADORAMOS AO CRISTO RESSURRETO

    Leitura bblica: Lucas 24:1-9 Hino A chegada do Messias n 54 Orao LOUVAMOS AO CRISTO QUE REVIVEU

    Leitura alternada: 1 Corntios 15:1-20 Hino do ms Fonte Carmesim n 106 Consagrao de Dzimos e Ofertas Credo Apostlico Orao CELEBRAMOS AO CRISTO RESSURRETO

    Leitura unssona: J 19:23-26 Cnticos Congregacionais Orao (Sada das crianas) OUVIMOS DO MESSIAS QUE VENCEU

    Mensagem: Rev. Daniel Alves SERVIMOS AO CRISTO RESSURRETO

    Hino Aleluia ao Cristo Redivivo n 272 Orao Final Bno Apostlica Trplice Amm Posldio

    Plano Semanal de Leitura da Bblia

    Rua da Figueira, 383 - N. S. das Graas; Canoas (RS) - CEP 92110-040 - Fone: (51) 3059-9577 - E-mail: ipcanoas@ipb.org.br

    LITURGIA

    Tema:

    Texto:

    Anotaes: