Jogral Vocacional

of 31 /31
1 ANIMAÇÃO VOCACIONAL JOGRAL VOCACIONAL Pe. Antônio de Lima Brito, NDS

Embed Size (px)

description

Animação vocacional mais um instrumento para o despertar

Transcript of Jogral Vocacional

  • 1ANIMAO VOCACIONAL

    JOGRAL VOCACIONAL

    Pe. Antnio de Lima Brito, NDS

  • 3ANIMAO VOCACIONAL

    Objetiva-se, com o jogral O Cha-mado, oferecer Animao Voca-cional mais um instrumento para o despertar. Em busca de uma lingua-gem mais acessvel, sobretudo, aos adolescentes, alguns textos bblicos foram reelaborados sem, entretanto, comprometer seu signifi cado.

    O Chamado tem quatro partes. A primeira trata da vocao de Maria; a segunda relata o dilogo vocacio-nal de Jesus com alguns pretendes-tes ao discipulado, as exigncias do seguimento e os nomes dos doze apstolos. A terceira refere-se con-verso e grandeza de Paulo, como

    JOGRALVOCACIONAL

    Pe. Antnio de Lima Brito, NDS

    INTRODUO

  • 4apstolo do Reino de Deus. A quarta apresenta o perfi l de Cristo, feitos do Messias, ensinamentos do Mestre, envio dos apstolos e promessa de Jesus. Os doze acolhem tudo e par-tem para a misso recebida (1).

    Em vista de ampliao da possibili-dade de utilizao, fi zemos, com uma parte do jogral, um segundo, deno-minado Jogral Vocacional-Resumido, adequado a circunstncias que ofe-recem pouco espao de tempo.

  • 5ANIMAO VOCACIONAL

    NDICE

    OBSERVAES 6

    SUGESTES 7OPO 1OPO 2OPO 3

    ORAO VOCACIONAL 8

    O CHAMADO 9PRIMEIRA PARTE 9SEGUNDA PARTE 11

    TERCEIRA PARTE 14 QUARTA PARTE 17

    CONCLUSO 21 CITAES BBLICAS 22

    BIBLIOGRAFIA 25

    O CHAMADO (REDUZIDO) 26CITAES BBLICAS 30

  • 6 O B S E R V A E S 1 - Escolher bons leitores. 2 - Preparao da leitura. 3 - Local adequado. 4 - Se possvel, dispensar microfone. 5 - Impedir monoplio da palavra. 6 - Promover a alegria. 7 - Na hiptese da 3 opo, no havendo dramatizao, a durao mxima ser de 30 minutos.

    ABREVIATURAST-L = Todos os Leitores

  • 7ANIMAO VOCACIONAL

    S U G E S T E S

    OPO 1 a) Fazer o jogral de uma s vez, inserindo canto vocacional no incio de cada parte e no fi m da ltima.b) Discutir, em grupo, a proposta do jogral.c) Realizar um plenrio aberto.d) Sintetizar o plenrio em uma frase curta.e) Ler trs vezes a frase, com repetio do pblico.f) Durao mxima: 40 minutos.g) Encerrar com orao e canto.

    OPO 2 a) Proclamar o jogral por parte.b) Discutir, com assemblia, cada parte.c) Escolher, em cada unidade, a melhor frase vinda do auditrio.d) Com repetio de todos, ler trs vezes a frase escolhida.e) Durao mxima: 50 minutos.f) Pedir a algum para fazer uma orao, antes do canto fi nal.f) Canto vocacional s no incio e fi m do jogral.

    OPO 3a) Executar o jogral todo, sem interrupo.b Solicitar aos leitores a dramatizao do jogral.c) Tempo: 10 minutos para preparao e 10 para apresentao.d) Intervalo de 10 minutos, aps apresentao da dramatizao.e) Convidar algumas pessoas (Leigo, religioso/a, padre e um jovem) a testemunhar sua vocao.f) Durao total mxima: 60 minutos.g) Canto vocacional s no princpio e trmino.h) Orao antes do canto de despedida.

  • 8ORAO VOCACIONAL

    Pai, sabemos que sacrifi caste teu Filho, para sal-var a humanidade inteira. Desejas salv-la com a ajuda de todos. O prprio Jesus, entretanto, cons-tatou que a messe grande e os operrios so poucos. H muita gente que ainda no conhece teu Filho encarnado, Caminho, Verdade e Vida Plena. Em muitos lugares, h igreja fechada, altar sem sacerdote, Palavra sem pregador. Por isso, ns Te suplicamos, pela intercesso da Virgem Ma-ria: envia-nos mais padres, religiosos, religiosas, agentes leigos. Santifi ca e conserva os que j nos deste. Aumenta seu andor missionrio; que a Igre-ja tenha, em qualidade e quantidade, os operrios necessrios realizao de teu Reino. Amm.

  • 9ANIMAO VOCACIONAL

    O C H A M A D O

    PRIMEIRA PARTE

    Leitor 1 A vocao de Maria foi assim: Leitor 2 Deus mandou o anjo Gabriel dizer virgem Maria, ca-sada com Jos:

    Leitor 3 Alegre-se, cheia de graa, o Senhor est com voc.

    Leitor 4 Maria no entendeu a saudao do anjo. Gabriel, en-to, acrescentou:

    Leitor 5 No tenha medo, Maria, voc est na graa de Deus. Voc ter um fi lho a quem chamar Jesus.

    Leitor 6 Ele ser grande, ser chamado Filho do Altssimo. Deus lhe dar o trono de Davi, seu pai; ele reinar na casa de Jac, para sempre, e seu Reino no ter fi m.

    Leitor 7 Maria disse ao anjo: Como vai ser isso, se eu no co-nheo homem algum?

  • 10

    Leitor 1 O anjo respondeu: Maria, o Esprito Santo vir so-bre voc e o poder do Altssimo vai cobr-la com sua sombra; por isso, o Santo que vai nascer ser chamado Filho de Deus. Saiba que para Deus nada impossvel.

    Leitor 2 Maria exclamou: Se assim, eis aqui a serva do Se-nhor. Faa-se em mim segundo a sua Palavra (1-a).

    Leitor 3 Atendendo ao recenseamento estabelecido por C-sar Augusto, imperador romano, Jos e Maria foram a Belm.

    Leitor 4 Estando a, chegou o dia do parto, Jesus nasceu e no havendo lugar adequado, foi colocado numa manjedoura.

    Leitor 5 O anjo do Senhor apareceu a uns pastores e a glria de Deus envolveu-os de luz. Como eles fi caram com medo, o anjo disse-lhes:

    Leitor 6 No temam. Eu trago a vocs e a todo mundo uma grande alegria: nasceu hoje, em Belm, cidade de Davi, o Salva-dor, Cristo, o Senhor.

    Leitor 7 De repente, o anjo e uma multido do exrcito celeste passaram a louvar a Deus, dizendo:

    T-L Glria a Deus no mais alto dos cus e paz na terra aos homens que Ele ama (2).

    Leitor 1 Informado em sonho, pelo anjo, sobre o intuito de He-rodes de matar Jesus, Jos fugiu para o Egito com o Menino e sua me (3). A Famlia Sagrada permaneceu no Egito at a morte do

  • 11

    ANIMAO VOCACIONAL

    perseguidor. Ordenado pelo anjo, Jos reconduziu esposa e fi lho terra de Israel, indo morar em Nazar (4).

    Leitor 2 Levada pela fi delidade ao seu sim, Maria no abando-nou seu fi lho nem mesmo na hora de sua morte na cruz, quando foi dada, como me, a Joo e Igreja (5).

    SEGUNDA PARTE

    Leitor 3 Caminhando ao longo do Mar da Galilia, Jesus viu dois irmos: Simo, chamado Pedro, e seu irmo Andr, que lan-avam a rede ao mar, pois eram pescadores. Disse-lhes (6):

    Cristo Sigam-me e farei de vocs pescadores de Ho-mens (7).

    Leitor 4 Eles, deixando imediatamente as redes, o segui-ram (8).

    Leitor 5 Continuando a caminhada, Jesus viu, no barco, os irmos Tiago e Joo, consertando as redes com seu pai Zebedeu e os chamou (9).

    Leitor 6 Eles, largando prontamente o barco e o pai, segui-ram Jesus (10).

    Leitor 7 No dia seguinte, Jesus encontrou Filipe e o convo-cou, dizendo-lhe: (11)

  • 12

    Cristo Siga-me (12).

    Leitor 1 Indo adiante, Jesus viu Mateus, sentado na coletoria de impostos, e falou-lhe (13):

    Cristo Siga-me (14).

    Leitor 2 Este se levantou e o seguiu (15).

    Leitor 3 Um de seus discpulos lhe disse: Mestre, permite-me primeiro enterrar meu pai, (16). Jesus respondeu:

    Cristo Siga-me e deixe que os mortos enterrem seus mortos (17). Aquele que ama pai ou me mais do que a mim no digno de mim. Quem ama fi lho ou fi lha mais do que a mim no digno de mim. O que no toma sua cruz e me segue no digno de mim (18). Quem pe a mo no arado e olha para trs no apto para o Reino de Deus (19).

    Leitor 4 Um escriba falou a Jesus, Mestre, te seguirei aonde quer que fores (20).

    Cristo Ah, ? As raposas tm tocas e as aves do cu ninhos, mas o Filho do Homem no tem, porm, onde reclinar a cabea (21). Aquele que quiser ser o primeiro entre vocs, seja o servo de vocs. Assim como o Filho do Homem que no veio para ser servido, mas para servir e dar a vida pela redeno de muitos (22). No existe discpulo superior ao mestre, nem servo supe-rior ao seu senhor. Basta que o discpulo se torne como o mestre e o servo como o seu senhor (23). Eu desci do cu no para

  • 13

    ANIMAO VOCACIONAL

    fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. E a vontade de quem me enviou esta: que eu no perca nenhum daqueles que ele me deu, mas o ressuscite no ltimo dia (24).

    Leitor 5 Jesus, eu tambm quero te seguir. Alm de tudo que j falaste, h necessidade de alguma coisa a mais?

    Cristo Sim. Se voc quer me seguir, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Porque quem quiser salvar a sua vida, perd-la-; mas o que perder a sua vida por amor de mim e do Evangelho, salv-la- (25).

    Leitor 6 Em certa ocasio, um jovem perguntou a Jesus: Mes-tre, que devo fazer de bom para possuir a vida eterna? (26).

    Cristo Por que voc me pergunta sobre o que bom? Um s o bom. Se voc quer entrar para a vida, guarde os mandamentos (27).

    Leitor 7 O rapaz indagou: Quais mandamentos? (28).

    Cristo No mate, no cometa adultrio, no roube, no le-vante falso testemunho, honre seu pai e sua me e ame seu pr-ximo como a si mesmo (29).

    Leitor 1 Tenho observado todas essas coisas. O que me fal-ta ainda? (30).

    Cristo Se voc quer ser perfeito, v, venda tudo o que tem, d o dinheiro aos pobres e voc ter um tesouro no cu. Depois venha e siga-me (31).

  • 14

    Leitor 2 Quando ouviu isso, o rapaz foi embora muito triste, porque era muito rico (32).

    Cristo Eu garanto a vocs que um rico difi cilmente entrar no cu. E digo ainda: mais fcil um camelo entrar pelo buraco de uma agulha, do que um rico entrar no Reino de Deus (33).

    Leitor 3 Ouvindo isso, os discpulos fi caram muito espantados e perguntaram:

    Leitor 4 Se assim, quem poder se salvar? (34)

    Cristo Para os homens isso impossvel, mas para Deus tudo possvel(35). No se perturbem. Vocs acreditam em Deus; creiam tambm em mim (36).

    TERCEIRA PARTE

    Leitor 1 Eis os primeiros discpulos, feitos apstolos por Jesus:

    Leitor 2 Pedro,

    Leitor 3 Andr,

    Leitor 4 Tiago, fi lho de Zebedeu,

  • 15

    ANIMAO VOCACIONAL

    Leitor 5 Joo,

    Leitor 6 Filipe,

    Leitor 7 Bartolomeu,

    Leitor 8 Tom,

    Leitor 9 Mateus,

    Leitor 10 Tiago, fi lho de Alfeu,

    Leitor 1 Tadeu,

    Leitor 2 Simo, o zelota,

    Leitor 3 Judas Iscariotes (37).

    Leitor 5 Entre os discpulos e apstolos posteriores ressur-reio de Jesus, destaca-se Paulo de Tarso. Com o intuito de prender os cristos, ele estava indo a Damasco, quando foi envol-to por uma luz. Ao cair por terra, ouviu uma voz que lhe dizia:

    Cristo Saul, Saul, por que voc me persegue?

    Leitor 6 Quem que est falando?

    Cristo Eu sou Jesus, a quem voc est perseguindo. Le-vante-se.Voc levar meu nome s naes pags, aos reis e aos fi lhos de Israel (38).

  • 16

    Leitor 7 Paulo abraou com tanta garra a Cristo e misso, que chegou a fazer belssimas declaraes de amor ao Redentor e evangelizao. Diz ele: J no sou eu que vivo, mas cristo que vive em mim.

    Leitor 1 Minha vida presente na carne, eu a vivo pela f no Filho de Deus, que me amou e se entregou a si mesmo por mim (39).

    Leitor 2 Considero como esterco tudo que perdi, para ganhar a Cristo (40).

    Leitor 3 Eu no quis saber outra coisa entre vs (comunida-de de Corinto) a no ser Jesus Cristo crucifi cado (41).

    Leitor 4 Quem nos separar do amor de cristo?

    Leitor 5 A tribulao ?

    Leitor 6 A angstia ?

    Leitor 7 A perseguio ?

    Leitor 1 A fome ?

    Leitor 2 A nudez ?

    Leitor 3 O perigo ?

    Leitor 4 A espada ?

  • 17

    ANIMAO VOCACIONAL

    Leitor 5 Assim est escrito: Por sua causa somos postos morte o dia todo.

    Leitor 6 Somos considerados como ovelhas destinadas ao ma-tadouro.

    Leitor 7 Em tudo isto, porm, somos mais que vencedores, graas quele que nos amou (42).

    T-L Ai de mim, se eu no evangelizar (43).

    Leitor 1 Este homem para mim um instrumento especial (44). Com essas palavras, ditas a Ananias, aps a converso de Paulo, Jesus previu a grandeza desse apostolo para o seu Reino.

    QUARTA PARTE

    Leitor 2 Por que Jesus atraia multides e gozava de tanta fama? (45).

    Leitor 3 Porque era um missionrio ardoroso. Pregava a Boa Nova do Reino com autoridade dentro e fora do Templo e Sinago-gas (46).

    Leitor 4 Era muito solidrio com o povo. Sentia o problema das pessoas. Tinha compaixo dos que viviam como ovelhas sem pas-tor (47), dos que sofriam algum tipo de difi culdade (48).

  • 18

    Leitor 5 Transformava gua em vinho (49).

    Leitor 6 Multiplicava po e peixe, para alimentar a multido que o procurava (50).

    Leitor 7 Curava os enfermos, defi cientes fsicos, mentais e possessos. (51).

    Leitor 1 Perdoava e ensinava o perdo (52).

    Leitor 2 Defendia os acusados (53).

    Leitor 3 Ressuscitava mortos (54).

    Leitor 4 Denunciava hipocrisias (55).

    Cristo O que o povo pensa a meu respeito? Quem eu sou para ele? (56).

    Leitor 5 Uns dizem que Joo Batista, outros que Elias ou algum dos profetas (57).

    Cristo E vocs, o que pensam de mim? (58).

    Leitor 6 Tu s o Messias (59).O Cristo, fi lho de Deus vivo (60).

    Leitor 7 Tu s o Filho de Deus, tu s o Rei de Israel (61).

    Leitor 1 Tu s o Santo de Deus (62.

  • 19

    ANIMAO VOCACIONAL

    Cristo Que lhes parece do Cristo? (63).

    Leitor 2 o que batiza no Esprito Santo (64).

    Leitor 3 o Profeta de Nazar da Galilia (65). O verdadei-ro Profeta (66).

    Leitor 4 o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (67).

    Leitor 5 Quem este? (68). Cristo Eu sou a Luz do mundo, quem me segue no anda nas trevas, mas ter a Luz da Vida (69). Eu vim trazer vida abundante. Eu sou o Bom Pastor que d a vida por suas ovelhas. (70). Eu sou ungido pelo Esprito do Senhor para comunicar uma boa notcia aos pobres, libertar os presos, oprimidos, curar os cegos e proclamar a salvao (71).

    Leitor 6 Quem julgam ser este, que at o vento e o mar lhe obedecem? (72).

    Cristo Eu sou o Po vivo descido do cu (73). Eu sou o Po da vida; quem vem a mim no ter jamais fome; e o que cr em mim no ter mais sede (74).

    Leitor 7 Quem este? (75).

    Cristo Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ningum vai ao Pai a no ser por mim (76). Eu sou a Ressurreio e a Vida. Quem cr em mim, ainda que morra viver (77).

  • 20

    T-L Jesus, o que devemos fazer para trabalhar nas obras de Deus? (78).

    Cristo A obra de Deus que acreditem naquele que ele enviou (79).

    T-L Mestre, eis que abandonamos tudo e te seguimos; que haver, ento, para ns? (80).

    Cristo No foram vocs que me escolheram, mas fui eu que os escolhi e os designei para ir produzir fruto permanente (81).Em verdade eu lhes digo, no h quem tenha deixado casa, mulher, ir-mo, pais ou fi lhos por causa do Reino de Deus, sem que receba muito mais neste tempo e, no mundo futuro, a vida eterna (82).

    T-L Sabemos que s verdadeiro e ensinas o caminho de Deus(83). Tu tens palavras de vida eterna e ns cremos e reco-nhecemos que s o Santo de Deus (84). Tu s o Caminho que nos conduz ao Pai. (85).

    Cristo Vo, pois, e faam que todas as naes se tornem discpulos, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Esprito Santo e ensinando-as a observar tudo quanto lhes ordenei. E eis que estarei com vocs todos os dias at a consumao dos scu-los (86).

  • ANIMAO VOCACIONAL

    21

    CONCLUSO

    As sugestes dadas, para emprego deste material didtico, no dispensam a criati-vidade dos Agentes Vocacionais. Cremos que exploraro a fora da Palavra de Deus contida no jogral, em favor das vocaes. Rogamos aos usurios que vitalizem seu ministrio com a graa de Deus, obtida pela orao fervorosa.

  • 22

    SEGUNDA PARTE 6 Mt 4, 18-19

    7 Mt 4, 19

    8 Cf. Mt 4, 20

    9 Mt 4, 21

    10 Mt 4, 22

    11 Jo 1, 43

    12 Jo 1, 43

    13 Mt 9, 9

    14 Mt 9, 9

    15 Mt 9, 9

    16 Mt 8, 21

    17 Mt 8, 22

    18 Mt 10, 37-39

    19 Lc 9, 62

    20 Mt 8, 19

    21 Mt 8, 20

    22 Mt 20, 26-28

    23 Mt 10, 24-25

    24 Jo 6, 38-39

    25 Mc 8, 35

    26 Mt 19, 17

    27 Mt 19, 17

    28 Mt 19, 18

    29 Mt 19, 18-19

    30 Mt 19, 20

    31 Mt 19, 21

    32 Mt 19, 22

    33 Mt 19, 23-24

    34 Mt 19, 25

    35 Mt 19, 26

    36 Jo 14, 1

    PRIMEIRA PARTE1 Cf. At 1-28

    1-a Cf. Lc 1,26-38

    2 Cf. Lc 2,1-14

    3 Cf. Mt 2, 23-15

    4 Cf. Mt 2,19-23

    5 Cf. Jo 19, 25-27

    C I T A E S B B L I C A S

  • 23

    ANIMAO VOCACIONAL

    TERCEIRA PARTE37 Cf. Mt 10, 1-5

    38 Cf. At 9, 1-15

    39 Gl 2, 2-21

    40 Fl 3, 8

    41 1Cor 2, 2

    42 Rm 8, 35-37

    43 1Cor 9, 16

    44 At 9, 15

    QUARTA PARTE45 Cf. Mt 4, 24 - 25; Jo 6, 2.5; 12, 19

    46 Cf. Mt 4, 23; 5, 2; 5, 19; 7, 29; 9, 35; 11, 1; 13, 54;

    26,55; Mc 4, 2; Lc 4, 14-31

    47 Cf. Mt 9, 36-8

    48 Cf. Mt 11, 2-6

    49 Cf. Jo 2, 3

    50 Cf. Mt 13, 14-21

    51 Mt 4, 24; 14, 14

    52 Cf. Lc 15, 4-7; 7, 36-50 ; 15, 8-10; 15, 11-32; 19, 1-10;

    Mt 9, 4-13; 18, 21-35; Jo 8, 1-11

    53 Cf Jo 8, 1-11; Mt 9, 10-13

    54 Cf Mt 11, 2-6; Lc 7, 11-17; Jo 11, 25-44; 12, 17

    55 Cf. Mt 4, 23-25; Mt 23, 13-36

    56 Mc 8, 27

    57 Mc. 8, 28

    58 Mc 8, 29

    59 Mc 8, 29

  • 24

    CONTINUAO QUARTA PARTE60 Mt 16, 16

    61 Jo 1, 49

    62 Mc 1, 24

    63 Mt 22, 41-42

    64 Jo 1, 33

    65 Mt 21, 11

    66 Jo 7, 40

    67 Jo 1, 29

    68 Mt 21, 10

    69 Jo. 8, 12

    70 Jo 10, 10-11

    71 Cf Lc 4, 16-21; Is 61, 1-2

    72 Mc 4, 40

    73 Jo 6, 51

    74 Jo 6, 35

    75 Mt 21, 10

    76 Jo 14, 6

    77 Jo 11, 25

    78 Jo 6, 28

    79 Jo 6, 29

    80 Lc 18, 28

    81 Jo 15, 16

    82 Lc 18, 28-30

    83 Mt 22, 16

    84 Jo. 6, 68-69

    85 Cf. Jo 14,16

    86 Mt 28,19-20

  • B I B L I O G R A F I A

    Bblia de Jerusalm, Ed. revista. So Paulo, Paulus, 1985.

    Bblia Sagrada, Ed. Pastoral. So Paulo, Paulus, 1990.

    Bblia Traduo Ecumnica (TEB), So Paulo, Loyola, 1994.

    FABRIS, R., MAGGIONI, B. Os Evangelhos II. So Paulo, Loyola, 1992.

    25

    ANIMAO VOCACIONAL

  • 26

    O C H A M A D O (RESUMIDO)

    Cristo Quem dizem que eu sou (1).

    Leitor 1 Uns dizem que Joo Batista, outros que Elias ou algum dos profetas (2).

    Cristo E para vocs quem eu sou? (3).

    Leitor 2 Tu s o Messias (4). O Cristo, Filho de Deus vivo (5).

    Leitor 3 Tu s o Filho de Deus, tu s o Rei de Israel (6).

    Leitor 4 Tu s o Santo de Deus (7). Cristo Que lhes parece do Cristo? (8).

    Leitor 1 o que batiza no Esprito Santo (9).

    Leitor 2 o Profeta de Nazar da Galilia (10). O verda-deiro Profeta (11).

    Leitor 3 o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mun-do (12).

    Leitor 4 Quem este? (13).

  • 27

    ANIMAO VOCACIONAL

    Cristo Eu sou a Luz do mundo, quem me segue no anda nas trevas, mas ter a Luz da Vida (14). Eu sou o bom Pastor que d a vida por suas ovelhas (15).

    Leitor 1 Quem julgam que este, que at o vento e o mar lhe obedecem? (16).

    Cristo Eu sou o Po vivo descido do cu (17). Eu sou o Po da vida; quem vem a mim, no ter jamais fome; e o que cr em mim no ter mais sede (18).

    Leitor 2 Quem este? (19)

    Cristo Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida (20). Eu sou a Ressurreio e a Vida. Quem cr em mim, ainda que morra viver (21).

    Leitor 3 Caminhando Jesus ao longo do mar da Galileia, viu dois irmos: Simo, chamado Pedro, e seu irmo Andr, que lan-avam a rede ao mar, pois eram pescadores. Disse-lhes: (22).

    Cristo Sigam-me e farei de vocs pescadores de Homens (23).

    Leitor 4 Eles, deixando imediatamente as redes, o segui-ram. Continuando a caminhar, viu outros dois irmos: Tiago, fi lho de Zebedeu, e seu irmo Joo, no barco com o pai Zebedeu, a consertar as redes. E os chamou. Eles, deixando imediatamente o barco e o pai, seguiram Jesus (24).

    Leitor 1 No dia seguinte, Jesus... encontrou Filipe e disse-lhe (25):

  • 28

    Cristo Siga-me (26).

    Leitor 2 Indo adiante, viu Jesus um homem chamado Ma-teus, sentado na coletoria de impostos e disse-lhe (27).

    Cristo Siga-me (28).

    Leitor 3 Este levantando-se, o seguiu (29).

    Cristo Sou o Caminho, a Verdade e a Vida (30).

    T-L Mestre, sabemos que s verdadeiro, e que ensinas o caminho de Deus (31).Tu tens palavra de vida eterna e ns cremos e reconhecemos que s o Santo de Deus (32).

    Leitor 4 Mestre, eu te seguirei aonde quer que fores (33).

    Cristo Ah, ? As raposas tm tocas e as aves do cu ni-nhos, mas o Filho do Homem no tem onde reclinar a cabea (34). Aquele que quiser ser o primeiro entre vocs, seja o servo de vocs. Assim como o Filho do Homem que no veio para ser servido, mas para servir e dar a vida pela redeno de muitos (35). No existe discpulo superior ao mestre, nem servo supe-rior ao seu senhor. Basta que o discpulo se torne como o mestre e o servo como o seu senhor (36).

    Leitor 1 Mestre, seguir-te-ei aonde quer que fores (37).

    Cristo Se voc quer me seguir, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Porque quem quiser salvar a sua vida, per-d-la-; mas quem perder a sua vida por amor de mim e do Evan-gelho salv-la- (38).

  • 29

    ANIMAO VOCACIONAL

    Leitor 2 Jesus, que faremos para trabalhar nas obras de Deus? (39).

    Cristo A obra de Deus que acreditem naquele que ele enviou (40).

    Cristo Vo, pois, e faam que todas as naes se tornem discpulos, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Esprito Santo e ensinando-as a observar tudo quanto lhes ordenei. E eis que estarei com vocs todos os dias at a consumao dos scu-los (41).

    T-L Senhor, eis que abandonamos tudo e te seguimos; que haver, ento, para ns? (42).

    Cristo Em verdade eu lhes digo, no h quem tenha dei-xado casa, mulher, irmo, pais ou fi lhos por causa do Reino de Deus, sem que receba muito mais neste tempo e, no mundo futu-ro, a vida eterna (43).

    T-L Mestre, sabemos que s verdadeiro, e ensinas o caminho de Deus. (44).Tu tens palavras de vida eterna e ns cremos e reconhecemos que s o Santo de Deus (45).

    Cristo Venham, ento, comigo e farei de vocs pescado-res de homens (46).

    ABREVIATURAST-L = Todos os Leitores

  • 30

    1 Mc 8, 27

    2 Mc 8, 28

    3 Mc 8, 29

    4 Mc 8, 29

    5 Mt 16, 16

    6 Jo 1, 49

    7 Mc 1, 24

    8 Mt 22, 41-42

    9 Jo 1, 33

    10 Mt 21,11

    11 Jo 7, 40

    12 Jo 1, 29

    13 Mt 21, 10

    14 Jo 8, 12

    15 Jo 10, 11

    16 Mc 4, 4

    17 Jo 6, 51

    18 Jo 6, 35

    19 Mt 21, 10

    20 Jo 14, 6

    21 Jo 11, 25

    22 Mt 4, 18-19

    23 Mt 4, 19

    24 Mt 4, 20-22

    25 Jo 1, 43

    26 Jo 1, 43

    27 Mt 9, 9

    28 Mt 9, 9

    29 Mt 9, 9

    30 Jo 14, 6

    31 Mt 22, 16

    32 Jo 6, 68-69

    33 Mt 8, 19

    34 Mt 8, 20

    35 Mt 20, 26-28

    36 Mt 10, 24-25

    37 Mt 8, 19

    38 Mt 8, 35

    39 Jo 6, 28

    40 Jo 6, 29

    41 Mt 28-19-20

    42 Lc 18, 28

    43 Lc 18, 28-30

    44 Mt 22, 16

    45 Jo 6, 68-69

    46 Mt 4, 19

    C I T A E S B B L I C A S

    PARTE RESUMIDA

  • O AMOR A MAIOR

    E MAIS PERFEITA EXPRESSO

    DA F