Jornal 10ª edição 2012 professora célia- corrigido

of 8 /8
Página 1 Data 03/05/2012 Celso Leite News Editorial 1 Playcenter 1 Atropelamento de ciclistas 2 Respeito 2 Opinião 3 Mundo melhor 3 Poesias 4 Entrevistas 5 Você sabia ? 6 Nesta edição: Indicação de Livro A perseguição—Sidney Sheldon. Um casal de japoneses sofre um acidente com seu jatinho particular! E seu único filho de 18 anos herda a compa- nhia Internacional Matsumo- to. Ao ler o testamento que seus pais deixaram, Masao (filho) descobre que se mor- rer a Companhia será do tio e nisso ele começa a perseguir o sobrinho tentando matá-lo. Ele consegue fugir mas com que ele conta pra pedir aju- da, já está nas mãos do tio Teruo. E por isso cai em uma armadilha. Quando seu tio o ameaça, um delegado entra na sala e o prende por tenta- tiva de homicídio. Barbara Negrão—8B 10ª Edição Representantes de sala/ Recadinhos 6 Participantes da Rádio 8 Boas vindas ao Coor- denador / oração 8 Editorial Há quase 40 anos o maior e mais conhe- cido parque de diversões da capital paulis- ta, o Playcenter vai fechar as portas em 29 de julho . O empreendimento sofria há anos com a queda no número de frequentadores, o alto preço dos quase 20 contratos de loca- ção do terreno e a repercussão negativa de acidentes. Inaugurado originalmente em 1971 na Avenida Brigadeiro Luís Antônio na frente do ginásio do Ibirapuera, na zona sul. O play Center abriu suas portas 2 anos depois na Margi- nal Tietê... E agora , o que faremos nós do Celso Leite sem o melhor dos nossos passeios ? Igor e Diego - 7B Play center fecha as portas A escola Celso Leite Ribeiro Filho vai ter muitas novidades em 2012. O jornal tem a partici- pação dos alunos, suas opiniôes , ideias, críticas e sugestões. Vamos ter muitos projetos para melhorar o nosso de- sempenho. É muito en- riquecedor participarmos dos projetos da escola: - Xadrez - Recuperação paralela de português - Recuperação paralela de matemática - Iniciação esportiva : vô- lei /handball - Educação patrimonial - Círculo de leitura - Academia estudantil de letras - Língua alemã - Nas ondas do rádio - Meio ambiental (horta e jardim ) Manuela Alves - 8A Foto da Redação

Embed Size (px)

Transcript of Jornal 10ª edição 2012 professora célia- corrigido

  • Pgina 1

    Data 03/05/2012

    Celso Leite News

    Editorial 1

    Playcenter 1

    Atropelamento de ciclistas

    2

    Respeito 2

    Opinio 3

    Mundo melhor 3

    Poesias 4

    Entrevistas 5

    Voc sabia ? 6

    Nesta edio:

    Indicao de Livro

    A perseguioSidney

    Sheldon.

    Um casal de japoneses sofre

    um acidente com seu jatinho

    particular! E seu nico filho

    de 18 anos herda a compa-

    nhia Internacional Matsumo-

    to. Ao ler o testamento que

    seus pais deixaram, Masao

    (filho) descobre que se mor-

    rer a Companhia ser do tio e

    nisso ele comea a perseguir

    o sobrinho tentando mat-lo.

    Ele consegue fugir mas com

    que ele conta pra pedir aju-

    da, j est nas mos do tio

    Teruo. E por isso cai em uma

    armadilha. Quando seu tio o

    ameaa, um delegado entra

    na sala e o prende por tenta-

    tiva de homicdio.

    Barbara Negro8B

    10 Edio

    Representantes de sala/ Recadinhos

    6

    Participantes da Rdio 8

    Boas vindas ao Coor-denador / orao

    8

    Ed itorial

    H quase 40 anos o maior e mais conhe-

    cido parque de diverses da capital paulis-

    ta, o Playcenter vai fechar as portas em

    29 de julho .

    O empreendimento sofria h anos com a

    queda no nmero de frequentadores, o

    alto preo dos quase 20 contratos de loca-

    o do terreno e a repercusso negativa

    de acidentes.

    Inaugurado originalmente em 1971 na

    Avenida Brigadeiro Lus Antnio na frente

    do ginsio do Ibirapuera, na zona sul. O

    play Center abriu

    suas portas 2 anos

    depois na Margi-

    nal Tiet...

    E agora , o que

    faremos ns do

    Celso Leite sem o

    melhor dos nossos

    passeios ?

    Igor e Diego - 7B

    P l a y c e n t er f e c ha a s po rt a s

    A escola Celso Leite Ribeiro

    Filho vai ter muitas

    novidades em 2012.

    O jornal tem a partici-

    pao dos alunos, suas

    opinies , ideias, crticas e

    sugestes.

    Vamos ter muitos projetos

    para melhorar o nosso de-

    sempenho. muito en-

    riquecedor participarmos

    dos projetos da escola:

    - Xadrez

    - Recuperao paralela de

    portugus

    - Recuperao paralela de

    matemtica

    - Iniciao esportiva : v-

    lei /handball

    - Educao patrimonial

    - Crculo de leitura

    - Academia estudantil de

    letras

    - Lngua alem

    - Nas ondas do rdio

    - Meio ambiental (horta e

    jardim )

    Manuela Alves - 8A

    Foto da Redao

  • P G I N A 2 C E L S O L E I T E N E W S

    Atropelamento de ciclistas

    No deve ser a primeira vez que vocs lem sobre

    atropelamentos de ciclista durante estes meses.

    Um caso que repercutiu bastante foi da biloga Juliana de 33

    anos, que sofreu um acidente na Av. Paulista. Segundo teste-

    munhas, ela foi fechada por um nibus, perdeu o equilbrio e,

    quando caiu, foi atropelada por um outro nibus.

    O motorista do nibus que a fechou foi indiciado por homicdio

    culposo (quando no h inteno de matar). Mas pagou fiana

    de R$1.500 e foi liberado. J o segundo motorista, que a atro-

    pelou no levou culpa.

    cada vez mais comum escutar essas notcias sobre ciclistas

    mortos, ou atropelados hoje em dia.

    O governo apoia o uso de bicicleta como meio de transporte , pois ajuda a no poluir o meio ambiente, alm de diminuir o trnsito. Mas h conflitos quando o assunto dividir as faixas com moto-ristas e motociclistas. Existem alguns sinais para ajudar os ciclistas a transitar nas fai-xas., como:

    Avisar com a mo que ir mudar de faixa; Quando for subir uma ladeira e ver que no consegue se

    guiar com a bike, descer e conduzi-la pela calada; No obrigatrio usar capacete, mas uma segurana

    para a sua vida;

    Assim como as motos, as bikes no tm o direito de transi-tar no meio dos demais automveis. Elas tm que transi-tar como os demais carros, em fila indiana.

    Vitria e Maria Vitria 8A

    Respeito demonstra um sentimento

    positivo por uma pessoa ou para

    uma entidade como uma religio ou

    uma nao.

    algo que todos merecem, mas

    nem todos recebem. Isso extrema-

    mente importante para o nosso

    mundo, respeitar e ser respeitado.

    No importa se negro, branco,

    pardo, magro, alto, baixo, todos me-

    recem ser respeitados. Os idosos na

    maioria das vezes acabam desabri-

    gados e mal tratados, pois seus fi-

    lhos no se importam mais com eles.

    Aline, gata e Tatiane - 7A

    Agressividade na escola

    A briga no modo de resolver as

    coisas na vida, primeiro temos que

    ter pacincia. Voc no quer virar

    um monstro, ento no cometa es-

    se ato.

    Pense antes de agir. Assim voc vai

    tornar o mundo muito melhor.

    Michael Frank 6C

    Respeito

  • P G I N A 3 C E L S O L E I T E N E W S

    As escolas

    deveriam trocar

    alunos que no

    querem nada com

    a vida por alunos

    que querem estu-

    dar.

    muito difcil conseguir aprender alguma

    coisa que o professor ensina quando tm

    muitos alunos que atrapalham.

    Nayara Santos - 7 D

    Opinio

    Acho que deveria ter vagas para bicicleta

    na escola para os alunos

    Assim a bicicleta ajudaria quem acorda

    atrasado a chegar na hora !

    Rozihelen Silva 8 C

    Desperdcio de alimentos

    No Brasil, o desperdcio de alimentos enorme.

    Jogar comida no lixo falta de respeito com os

    32 milhes de brasileiros que passam fome. Infe-

    lizmente quase toda a comida de restaurantes e

    feiras de rua vai por lixo. Imagine quantas pesso-

    as seriam beneficiadas com esses alimentos se

    fossem reaproveitados .

    Faa sua parte: No desperdice !

    Jessica de Jesus santos - 8 C

    Michael Douglas Silva8 C

    Cmeras na escola

    Pensamos no lado dos professores e da direo,

    mas eles tambm tm que pensar no nosso la-

    do! Quando olhamos para aquelas cmeras,

    sentimo-nos vigiados, como se nossa privaci-

    dade tivesse sido quebrada.

    Deveriam pedir uma autorizao porque quan-

    do essas cmeras forem ligadas, nossos direitos

    de imagem sero violados!

    Espero que vocs pensem no nosso lado por-

    que estamos pensando no de vocs!

    Muito obrigada pela ateno!

    Luana Velez E. Santos, - 7C

    Melissa B. Teodoro, - 7C

    Nathalia da S.. Santos Azevedo, 7C

  • C E L S O L E I T E N E W S P G I N A 4

    Adeus

    Que palavra essa?

    Dita com simplicidade

    Que machuca com tanta vonta-

    de!

    Parece que a maldade

    Ser sua eterna amizade.

    Vou embora

    Vou embora no para longe,

    Levo comigo momentos,

    Deixo aqui sentimentos

    Que com o tempo

    Vo como vento,

    Mas sobreviver ,

    O que ser eterno,

    Esqueo de dizer

    Vou embora, no para longe.

    Para a sala da frente

    que ser minha tristeza perma-

    nente.

    Em relao ao remanejamento

    de sala

    Acreditar em mim

    fcil acreditar nas pessoas.

    Nem sempre acreditamos em

    ns mesmos.

    Pensamos que no consegui-

    remos,

    s levantar a cabea e di-

    zer:

    Eu vou conseguir, eu acredi-

    to em mim

    Confiana o segredo para

    acreditar em si mesmo.

    Esperana, para ser otimista.

    Precisamos acreditar nas ou-

    tras pessoas e principalmente

    Acreditar na nossa capacida-

    de.

    Kelly de Oliveira Ling 7C

    .-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

    Lugar mgico

    Existe um lugar

    Que as pessoas

    vivem sorrindo

    E no tem tristeza.

    Esse lugar mgico,

    Maravilhoso, surpreendente.

    Onde tudo colorido,

    Esse lugar onde voc

    Se sente muito feliz!

    Nayara Guedes - 7D

    Relato de Experincia

    especialmente sobre

    O Dia Internacional

    das Mulheres

    O momento que percebi

    que no era apenas mais

    uma menina

    H uma poca da sua vida

    em que voc criana, pr-

    adolescente e

    aborrecente. Tudo isso

    marcado por idade.

    Tem pessoas que amadure-

    cem mais rpido que ou-

    tras, aprendem mais rpido

    que outras.

    O momento em que perce-

    bi que no era apenas mais

    uma menina foi quando ri

    daquilo que um dia j me

    decepcionou. Isso me fez

    amadurecer e me tornar

    outra pessoa.

    A menarca um fato que

    marca a vida de toda mu-

    lher. o momento que ela

    percebe que no apenas

    uma menina.

    Maria Vitria Ap. O. Silva

    8 A

    Me Carinho infinito

    Amor incontrolvel

    Pacincia impecvel

    A mulher guerreira

    De todos os dias

    Com sua luta do dia-a-dia

    Essa a mulher da vida

    Em meio a uma sociedade perdida

    Quem me dera um dia

    Ser essa grande herona

    Que ilumina a vida

    Todos os dias.

    Mayara Matos - 7C

  • C E L S O L E I T E N E W S P G I N A 5

    Prof Cida ,

    aposentou se neste ano no Cargo de

    Assistente de Direo e

    achou difcil esse momen-to por gostar

    muito dos alunos e da escola.

    1) Como funciona a funo do assistente de direo ?

    R participar da direo da escola na execuo de atividades pedaggicas e administrativas.

    2) O que a senhora leva para sempre desta escola, ou des-te cargo? R- A experincia do cargo foi muito boa, pois me pos-sibilitou estar mais em con-tato com vocs.

    3) A senhora sempre de-monstrou amor por ns alu-nos. Foi difcil quando caiu a ficha que estava aposenta-da? R No comeo foi difcil. Vocs me conquistaram. Sempre houve troca entre mim e vocs. Eu chamava ateno, cobrava disciplina e responsabilidade quando era necessrio, mas nunca desrespeitando-os. Vocs tambm nunca me faltaram com respeito.

    4) Deixe uma mensagem para todos os leitores

    R- Eu agradeo a todos pela colaborao, cooperao, harmonia e entrosamento que sempre houve entre

    todos do 1 perodo. Aos pais que foram presentes sempre que solicitados no acompanha-mento de seus filhos. diretora Rosimeire pela con-fiana que depositou em mim! A escola s existe porque exis-te aluno. H professor, diretor, coordenador e funcion-rios porque existem alunos. Todos precisam conviver em harmonia e respeito mtuo! E vocs, meus queridos alunos, EU OS AMO MUITO! Obriga-da por existirem, estaro para

    sempre no meu

    Entrevista feita pela aluna Maria Vitria8 A .-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

    Prof Leni ,

    professora de Educao Fsi-

    ca h 36 anos e est no Celso Leite h 10

    anos. Deixou a Educao Fscia para se dedicar ao Cargo de Assitente de Direo. Gosta

    muito do que faz.

    1) Por que escolheu deixar de

    ser professora para se dedicar a

    esse cargo?

    R: Sinto que nessa nova funo

    auxiliarei muito mais a escola,

    e assim fazendo com que os

    alunos se sintam orgulhosos de

    pertencerem a ela.

    2) Em relao ao cargo de as-

    sistente de direo quais so

    suas expectativas?

    R: Junto com todos os profissi-

    onais e alunos da escola, tornar

    a EMEF Celso Leite uma Es-

    cola de referncia

    3) Sua fama na escola de

    Durona o que a senhora acha

    disso?

    C o n h e a n o ssa a s s i st e n t e d e d i r e o a tu a l e a a n t e r i o r

    A imagem do Papai Noel , como

    conhecido hoje, homem idoso

    com barba grande, roupa bran-

    ca e ver-

    melha

    surgiu

    em uma

    das pro-

    pagandas da Coca-Cola de

    1931 porque antes disso o Papai

    Noel era verde.

    O dono da marca Coca-Cola pe-

    diu para o inventor do Papai

    Noel o Thomas Nast permisso

    para para usar o Papai Noel em

    uma de suas propagandas para

    aumentar as vendas no inverno

    em 1931.

    E, deste ento, o mundo conhe-

    ce o Papai Noel com as cores

    vermelho e branco

    R: S fachada sou muito frgil.

    4) Como foi a sua escolha esse

    cargo?

    R: Fui indicada pela senhora Dire-

    tora Rosemeire e aceitei por amor escola e aos alunos.

    5) Qual a mensagem que a senho-

    ra pode deixar para os alunos?

    R: Por mais longa que seja a sua

    caminhada ela sempre comea

    com o primeiro passo.

    Entrevista feita pelas alunas Hele-

    na Zuba e Talita Soares 7A

  • P G I N A 6 C E L S O L E I T E N E W S

    Recadinhos Representantes das Salas

    Foram eleitos os representantes

    de sala de aula e os suplentes que

    sero o elo de comunicao entre

    direo e alunos.

    6A -

    Representantes :

    Ana Beatriz da Silva Lira

    Cleyton da Silva Marques

    Suplentes:

    Rogelio Jasmon Morales dos Santos

    Juliana Stocco de Mesquita

    6B -

    Representantes :

    Paulo Csar Piaba da Silva

    Amanda Andrade da Silva

    Suplentes:

    Marcos Henrique de Oliveira Filho

    Thas Kelly do Nascimento

    6C -

    Representantes :

    Alice Vitoria Ferreira Soares

    Julia Tavares de Melo

    Suplente s :

    Lourrane da Silva Andrade

    Guilherme Santos do Nascimento

    6D-

    Representantes :

    Leonardo Monteiro Diniz

    Kethellen Conceio Alves

    Suplentes :

    Daniel Alves

    Gabrielle Freitas Silva

    7A

    Representantes :

    Carlos Eduardo da Silva Ramos

    Helena Zuba

    Suplentes:

    Sttefany Leonardo Moreira

    Luis Felipe Gonalves da Silva

    7B

    Representantes :

    Igor Matheus Santos Ferreira

    Kayane de Moura Ribeiro

    Suplentes:

    Ruan Carvalho

    Anglica Andrade Oliveira

    7C

    Representantes :

    Caio Bressane Viana dos Santos

    Mayara Matos Silva

    Suplentes :

    Leonardo Ferreira T. Nova

    Luana Velz E. Santos

    7D

    Representantes :

    Gabriel Sales Viana

    Nayara Santos de Oliveira

    Suplentes :

    Juliana Tavares de Melo

    Maria Helena David Silva

    8A

    Maria Vitria Ap. Oliveira Silva

    Vitoria Suellen Lopes Pinto

    Suplente:s:

    Sea Yun Mendona Jeong

    8B

    Michael Marques Barbosa

    Barbara Negro

    Suplentes:

    8C

    Flavio Gomes Pereira

    Jessica de Jesus Santos

    Suplente

    Carlos Manoel dos Santos Filho

    ATENO ALUNOS das 8s

    Este o nosso ltimo ano, e

    todos esperam que seja. Dou

    uma pequena dica: foco no es-

    tudo , que passe mais uma etapa

    com garra e fora .

    Kelly Henrique - 8 A

    -.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

    Para se conviver bem na escola

    1Horrio da escola : Entrada

    6:45 . Fechamento do porto

    impreterivelmente s 7:10.

    OBS: O Lanche ser servido das

    6:45 s 7:05.

    2No ser permitido jogar bola

    na entrada, intervalos e na sada.

    3 -Todos devero vir uniformiza-

    dos . O uso do uniforme dever

    ser rotina.

    2Alunos com atividades ex-

    traclasse devero apresentar

    crach no porto.

    3Os alunos devero se dirigir

    para sua sala rapidamente aps

    o sinal. Observar incio das aulas

    e intervalos.

    4No ser permitido aluno fora

    da sua sala nem esperar o pro-

    fessor na porta da sala.

    5Aluno que estiver atrapalhan-

    do a aula ser primeiramente

    encaminhado pra baixo e poste-

    riormente comunicado aos pais.

    Aux. de Direo : Leni

    .-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

    Observe o Blog da sala de leitura

    www.celsoleitesaladeleitura.

    blogspot.com

    Prof. Eduardo

  • P G I N A 7 C E L S O L E I T E N E W S

    Por que os Estados Uni-dos tm poucas chan-ces de ganhar no xa-drez?

    R: Porque ele perdeu as duas torres

    Gabriel Fiore - 8B

    .-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

    O que o trator e o parque

    de diverses tm em co-

    mum?

    R: Os dois tm rodas gi-

    gantes

    Onde os micrbios surfam ?

    R= No micro-ondas.

    O que a zebra falou para a

    mosca ?

    R= Voc est na minha listra

    negra.

    .-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

    O que o pinguim mais gosta

    de fazer?

    R= Nada.

    .-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

    Um cara foi na padaria e

    disse:

    - O po j saiu ?

    - Sim

    - Quando ele voltar voc me

    avisa.

    Rony - 8B

    .-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

    Qual a doena que todo carro tem?

    R:Pneumonia

    Gabriel Zuba - 8B

    .-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

    Qual o sapato que co-me pimenta?

    R: ardidas

    Joo Pedro - 8B

    .-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

    Papai Noel voc roe os dentes ?

    Ho,ho,ho....

    .-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

    Qual o filme que o Steve Jobs mais gostava?

    R: Kill Bill

    Na hora de relaxar, sempre

    bom procurar um lugar fresco,

    calmo e relaxante Como por

    exemplo o Parque Trianon, na

    Av. Paulista.

    Uma rea verde, com espao

    amplo, localizado bem na ave-

    nida mais grandiosa de So

    Paulo, com rea de lazer, par-

    ques para as crianas, lugares

    para fazer exerccios fsicos

    para os adultos, um lugar para

    uma boa caminhada e tam-

    bm para uma conversa com

    algum que voc gosta!

    Essa minha dica para quem

    gosta de natureza,

    Erica Andrade 8A

    HORA DE RELAXAR

  • P G I N A 8 C E L S O L E I T E N E W S

    Produo : Turmas da Manh

    Participao: Todas as sries do perodo

    da manh

    Diagramao: Prof Clia R. Garcia.

    Organizao: Clia , Eduardo e Edelma

    Reviso : Prof. Eduardo

    Professores da Manh : Ana, Antenor,

    Antonia, Beatriz , Clia, Celso, Claudia,

    Dbora, Donizete, Everton, Edelma, Edu-

    ardo, Fausto Keilth, Joo, Jlia, Igncio,

    Iris, Llia, Ligia, Marcos , Marta, Neila,

    Paulo, Rachel, Roberto Tavares, Srgio,

    Sibelle,, Suzana.

    POSL ; Eduardo e Everton

    POIES : Ana Claudia e Clia

    Equipe Tcnica

    Diretora : Rosimeire O. Soares Juraitis

    Assistentes de Direo: Leni Peixoto e

    Srgio Ribeiro Claro

    Coordenadores Pedaggicos : Jos Mario

    e Edna Guimares Vieira

    Auxiliar T. E.: Elen

    Ficha Tcnica

    Deus

    Senhor meu

    Deus e meu

    Pai,

    Agradeo por

    mais um dia de vida e por

    mais um dia de aula, pois a escola um dos

    melhores lugares para aprender.

    Peo que abenoe os meus cole-

    gas da escola Celso Leite. Sei que ns no merecemos, pai , mas

    tambm sei que tu tudo podes Perdoa os pecados dos teus filhos

    Senhor. Coloca tuas mos sobre ns para nos abenoar e livrar

    nos de todos os males desta vida.

    Amm

    Carlos Manoel - 8C

    Tivemos um nmero grande de inscritos para a Rdio 2012 ( 60 alunos ) . Por isso dividimos a turma da seguinte forma :

    Alunos Monitores : alunos que j eram da Rdio em 2011.

    Obs : Os alunos que faltarem trs vezes ( sem justificativa )sero excludos para darmos lugar aos que realmente querem participar.

    Horrio da Edio da Rdio : 5 Feira das 13:40 s 15:10 hs .

    Ser divulgado no Mural o dia que cada equipe dever compa-recer.

    Obs : Devero comparecer no horrio e com crach , caso con-trrio, a Glaucia no deixar entrar .

    -.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-..-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.

    Horrio de Pesquisa na Informtica : Os alunos que quiserem usar o Laboratrio de informtica fora do horrio de aula para pesquisa podero faz-lo desde que os pais autorizem:

    Alunos da Manh

    Todos os dias das 19:00 s 19:45 com a Professora Ana Clau-dia

    Alunos da Tarde :

    2 feira : das 10:30 s 12:00 hs

    4 Feira : das 9:30 s 11:00 hs

    Com a professora Clia

    .-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-..-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.

    Participantes da Rdio 2012

    Equipe Azul : 6A, 7A, 8A Equipe Laranja : 6B, 7 B e 8B

    Equipe Verde : 6C, 7C e 8C Equipe Amarela : 6D e 7D

    Equipe Vermelha : Alunos Monitores

    Seja bem vindo Coordenador Jos Mrio !

    Sua chegada, na Escola Celso Leite, foi maravilhosa, devido a conti-

    nuidade dos projetos do ano passado e outros que o senhor pre-

    tende realizar. A escola est mais organizada, as matrias esto

    mais focadas nos assuntos de 8serie, e ns estamos sendo incenti-

    vados a entrar em uma Escola Tcnica.

    OBRIGADA!

    Esperamos que os projetos dem certo!!!!

    Camila Silva Candido - 8A Larissa Vilas Boas - 8A

    Kelly Andrade .F Marcelino - 8A