Jornal Cidadao

Click here to load reader

  • date post

    16-Mar-2016
  • Category

    Documents

  • view

    217
  • download

    0

Embed Size (px)

description

Edicao 195

Transcript of Jornal Cidadao

  • Entraram em vigor a partir do dia 28 de outubro as novas regras para o uso de cheques que integram a resoluo 3.972 do Banco Central, publicada em 28 de abril. O texto, que pre-v uma srie de mudanas para o uso dos cheques no pas, exige que os bancos esclaream nos contratos os critrios para a concesso de tales e a data de impresso de cheques nas folhas envia-das aos clientes.

    Quando anuncia que o Itaquero ficar pronto em setembro de 2013, o presi-dente do Corinthians, An-drs Sanchez, est apenas agindo como torcedor. O prazo oficial para a conclu-so da arena dezembro de 2013. E olhe l.

    Segundo a 15 Pesquisa CNT de Rodovias 2011, divulgada na quarta-feira, 26, na sede da Confederao Nacional do Transporte, em Braslia (DF), 12,6% da malha so considera-das timos; 30%, bons; 30,5%, regulares; 18,1%, ruins; e 8,8% esto em pssimas condies.

    O Governador Marconi Perillo, presente nas comemoraes do cente-nrio de Caldas Novas, anunciou como presente para a cidade a construo de uma das trs unidades do Centro de Referncia e Excelncia de Recuperao de Dependentes Qumicos (Credeq) em Caldas Novas, para atender toda a regio Sul do Estado. A proposta do Credeq oferecer tratamento diferen-ciado ao dependente qumico.

    Uma ligao direta com o resto do mundo atravs da malha area brasileira. este o principal significado da chegada dos vos regulares em Caldas Novas pela compa-nhia Azul Linha Areas Brasileiras. A partir de 8 de dezem-bro, quem comprar uma passagem atravs do site www.

    A populao do Brasil, que chegou 190,7 milhes de pessoas em 2010, cresce no menor ritmo j registrado (1,12% ao ano) e de maneira desigual pelo territrio do pas, com as maiores taxas concentradas nas regies Norte e Centro-Oeste.

    Os senadores da Co-misso de Assuntos Sociais (CAS) aprovaram na quarta-feira, 26, a reduo da con-tribuio previdenciria de empregados e empregado-res domsticos. A aprova-o tem carter terminativo, valendo como deciso do Senado e no vai a plenrio para votao.

    Caldas Novas: vos regularesdevem alavancar o turismo

    voeazul.com.br ou do Call Center da empresa (11 4003-1118), poder desembarcar diretamente em Caldas Novas, sem necessidade fazer trajetos de nibus ou da aquisio pacotes tursticos. Isso porque a Azul j tem a autorizao da Agncia Nacional de Aviao Civil (Anac) para voar de

    Campinas (SP), a Caldas Novas. Os vos sero realizados com escala em Goinia, nas quintas-feiras e aos domingos, a partir de 8 de dezembro com os modernos jatos Embraer 190 e 195. As passagens j esto venda com preos a partir de R$ 199. pgina 4

    Pesquisa CNT de Rodovias 2011 avalia situao precria das estradas do pas

    Mais de 50% das rodovias do pas apresenta problemasNesta edio do levantamento foram avaliados 92.747 km, o que representa 100% da malha federal pavimentada, as principais rodovias estaduais pavimentadas e as concessionadas. So 1.802 km a mais do que o analisado na pesquisa anterior. Em Gois, na extenso total

    das rodovias, 71,5 esto em situao considera-da regular, ruim ou pssima e 28,5% so ava-liados como bom ou timo. No Centro-Oeste, 6,4% dos trechos esto em timas condies; 22,7% em bom estado; 35%, regulares; 26,7%, ruins; e 9,1% em pssimo estado.

    Recepcionado por autoridades no Aeroporto de Caldas Novas, Marconi anunciou melhorias para a cidade

    FOTO: Arquivo CNT

    FOTO: Wagnas Cabral

    Marconi garante construo deum Credeq emCaldas Novas

    pgina 6

    pgina 3

    Cheques tero data deimpresso

    Brasil: j somos190 milhes

    pgina 4

    pg. 5

    Senado aprova projeto para formalizarempregodomstico

    pgina 3

    Atraso nas obras doItaquero pode dar abertura da Copa a Braslia

    pgina 8

  • cenas

    resumidas

    Os alunos da rede de ensino de Caldas Novas roubaram a cena no desfi-le do Centenrio de Caldas Novas. Fantasias, alego-rias, coreografias, tudo planejado para encantar o pblico presente. Nem mesmo o tempo chuvoso atrapalhou.

    REDAO: Av. das Naes, Qd. 17 Lt. 11Jardim dos Turistas - Caldas Novas - Gois

    O Jornal Cidado uma publicao do Grupo I9 Grfica & Brindes e Editora LTDA

    INFORMAO COM RESPONSABILIDADE

    Helen Cristina CandidoDiretora Geral e Financeira

    Rodermil PizzoJornalista Responsvel

    Agncia ThoriumEditorao Eletrnica

    Dr. Nelson B. AlmeidaOAB/GO 5.179

    Dr. Ernani Teixeira

    Departamento Jurdico

    OAB/GO 14.104

    CRA GO/TO 5792 [email protected]

    TELEFAX: 64 - [email protected]@jornalcidadao.com

    CNPJ: 06.050.079/0001-41

    MTb JP 19.387/SP

    O JORNAL CIDADO NO SE RESPONSABILIZA PELOS CONCEITOS E OPINIES EMITIDOS NOS ARTIGOS ASSINADOS.

    A deciso do Superior Tri-bunal Federal suspendendo o aumento do IPI para car-ros importados at dezem-bro, confunde, atrapalha e em nada ajuda a imagem do Brasil perante os investido-res internacionais - os quais sem regras claras colocariam o pas abaixo da atual 126 posio, obtida em pesquisa do Banco Mundial denomi-nada Doing Business in a More Transparent World, cujo ttulo se explica por si. Uganda, Bangladesh, Eti-pia, Qunia, Jamaica e Kuwait esto frente. Haiti, Timor Leste, Iraque e Afega-nisto talvez nos ultrapas-sem em um futuro prximo.

    Trago como exemplo pa-ralelo as polticas das em-presas, as quais tais como as diretrizes governamentais, precisam ser claras, transpa-rentes e coerentes, sejam elas aplicadas a clientes, parcei-ros ou fornecedores. Os mais velhos talvez j tenham ex-perimentado a sensao de trocar uma empresa com planejamento de longo pra-zo, processos e mtodos, por outra no estilo feira livre ou banca de pastis, sobre as quais valem algumas pala-vras e causos.

    Imperam nestas compa-nhias o improviso e o jogo de cintura em promoes realizadas a toque de caixa, sempre a partir da segunda metade do ms. Com base no desespero para cumprir as quotas de vendas mal plane-jadas, lanam mo de des-contos por volume para fa-turarem at o ltimo dia do ms, o qual invariavelmente mais parece um campo de batalha.

    Vencida a guerra hora de contar os mortos e feridos. Altos nveis de estoques nos parceiros, inadimplncia, baixa rentabilidade e efici-ncia fabril, so alguns dos aspectos visveis. A primeira metade do ms dedicada para ajudar os parceiros a escoarem os produtos co-locados foradamente pelo prprio fabricante, os quais no raro, disponibilizam mais promoes e descontos, prejudicando a j sofrida margem. Uma analogia com a mquina de escrever com-pararia um ms com uma linha. Ao final do ano, doze linhas escritas da mesma maneira, voltando o carro todo o dia 30.

    Este ciclo acaba por con-taminar o canal de distribui-

    Aumento do IPI:o despreparo do governo

    artigo

    o, o qual espera sempre por melhores condies, pressionado o fabricante em troca de descontos, pro-gramas e subsdios para poder vender. Impossvel pensar em oferecer valor neste cenrio, cuja nego-ciao sempre pautada no menor preo e no maior prazo. Credibilidade, res-peito, confiana e imagem so itens que em geral pas-sam longe destas empresas, nas quais vale a mxima: o melhor negcio sempre o prximo.

    Empresas que ultra-passaram este estgio con-seguem planejar em lon-go prazo, estabelecendo e mantendo polticas e re-gras de negcio que orien-tam, sustentam e cobem a prtica da feira livre, agin-do com rigor e firmeza com seus parceiros, quando ne-cessrio. Quebrar este ciclo leva tempo, haja vista ne-cessrio demonstrar a con-sistncia da poltica, atra-vs de inovaes, eficincia, ganhos de escala e margens para os envolvidos.

    No obstante a suspen-so do IPI consideraria que o estrago j foi feito. Con-cordo que a deciso tem objetivos nobres, tais como preservar empregos e in-vestimentos das indstrias locais, assim como entendo que outros pases aplicam esta prtica com frequn-cia. Coloco em questiona-mento o modo apressado e abrupto com que foi im-plantada, claramente com base na presso dos maio-res fabricantes.

    Faltaram ao governo consistncia, firmeza, co-erncia e viso de longo prazo, avaliando as reais causas da perda de com-petitividade da indstria. Custo Brasil, alta carga tri-butria, logstica precria e encargos trabalhistas no podem ser desculpas para que o consumidor tenha menos opes de escolha. Concluo lembrando que nossa presidente esteve h alguns meses atrs em solo chins, distribuindo bene-fcios e subsdios para que empresrios trouxessem suas plantas ao pas. Mais contraditrio impossvel.

    Marcos Morita mestre em Administrao de Empre-

    sas, professor da Universidade Mackenzie e professor tutor da

    FGV-RJ. Contato: [email protected]

    www.marcosmorita.com.br

    FOTO

    S: Divulgao

    Nei BastosDiretor Administrativo

    CRA GO/TO 1546

    @carloslereia (...) sado a querida cidade de CaldasNovas

    q comemora hoje 100 anos de muita alegria. Deputado Federal Carlos Alberto Lereia

    , presente nas comemoraes, dedicou Caldas Novas uma

    mensagem no twitter.

    @Lucia_Vania Parabns Caldas Novas pelo aniversrio de 100 anos.Cidade privilegiada e paraso de guas termais que atrai turistas de todo o mundo

    Senadora Lcia Vnia manda seus parabns pelo centenrio

    atravs do twitter.

    ApoioA deputada Federal Magda Moffato (PTB) (foto)

    desmentiu atravs de nota em jornal de Goinia o fato de que apoiaria Evandro Magal (PP) nas eleies 2012. Magda afirma que o PTB tem candidato prprio prefeitura de Caldas Novas, Aparecido Sparapani, da GoisTurismo. Quanto ao apoio do governador Mar-coni Perillo, a deputada diz que est trabalhando para consegui-lo.

    TtuloA Cmara Municipal de

    Caldas Novas realizou na ltima semana solenidade de entrega de Ttulo de Ci-dado Caldasnovense a Luiz Francisco Nogueira Filho, o mestre Luizo, Marlo An-tnio Camargo, gerente do SESC e Walter Luiz, supe-rintendente do Aeroporto.

    CongressoNo 20 Congresso Nacio-