Jornal de Patrocinio 08/05

Jornal de Patrocinio 08/05
Jornal de Patrocinio 08/05
Jornal de Patrocinio 08/05
Jornal de Patrocinio 08/05
download Jornal de Patrocinio 08/05

of 4

  • date post

    17-Mar-2016
  • Category

    Documents

  • view

    221
  • download

    4

Embed Size (px)

description

Edição 08/05/2013

Transcript of Jornal de Patrocinio 08/05

  • JORNAL DE PATROCNIO 08/05/2013G E R A LG E R A LG E R A LG E R A LG E R A L

    02

    NENHUM ESFORO SEREFICAZ SE FALTAR O AMOR

    Daniela AngonesiO amor, segundo o dicionrio Aurlio, tem duas

    definies que se encaixam perfeitamente ao que se propeneste texto: 1- Sentimento que predispe lguem a desejaro bem de outrem;

    2- Sentimento de dedicao absoluta de um ser a outro,ou a uma coisa.

    Todos os profissionais e administradores pblicosprecisam exercer suas profisses e cargos com amor aoprximo.

    Nenhum outro sentimento, ou objetivo, deve suplantara dedicao que se deve ter a outra pessoa, que precisados seus cuidados ou prstimos.

    Quem no consegue colocar o amor acima de todos osoutros objetivos, no deveria escolher tal profisso, ou talcargo.

    De que adianta tanto empenho para se eleger, se depoisno tem amor ao que fazem e s pessoas de que cuidam?O essencial o amor e o valor vida prpria e das outras.

    * Professora do Curso de Farmcia do CentroUniversitrio Newton Paiva

    * Fonte: Estado de Minas- 21-04-2013- Opinio

    BRINCANDO COM ASPALAVRAS

    Joaquim Correia

    Ns, os brasileiros, temos o costumede encurtar as palavras. Talvez, seja porque nossosPatrcios , os portugueses, falam muito depressa.Exemplifico: A palavra certa taramela; e ns falamosTRAMELA. Fechar a porta com a tramela.

    O nome do bichinho Mandorov e ns falamosMANDROV. O termo de tratamento pessoal era vossamerc. Passou para vosmec, Voc, c. E os internautasescrevem apenas vc. Exemplifico:

    - Voc besta, senhor?- Agora, c besta s!Tambm pudera... no portugus escorreito (correto) se

    ns o usarmos diariamente, ficaremos sendo antipticos.No meu tempo de escola, um certo professor deLinguagem assim se expressou: No usar-me-ei o meuportugus requintado nas minhas atividades cotidianasporque tornar-me-ei pernstico. A turma toda sorriu.Tcando em mido. No posso usar a linguagemcorretamente no dia-a-dia porque me acharo antiptico.

    Temos outro exemplo de um cidado que foi Delegacia de polcia dar queixa de um roubo de galinhase se expressou, mais ou menos assim. Senhor Delegas,no pelo valor intrnsego dos bpedes galimceos, maspela ousadia de haver ultrapassado as muralhas de meudomiclio. Queria dizer; pulado o muro do meu quintal eroubado minhas galinhas, que custam muito pouco, ouque de pouco valor. Gostaram?!

    * Membro da Academia Patrocinense de Letras.

    Cerefalco ser destaque em redenacional de televiso

    Dia News Nticias -Patrocnio possui um Centrode um local destinadoexclusivamente reproduoe treinamento de aves derapina. O Cerefalco, umdos maiores Centros damodalidade do Brasil e almde treinar aves da espcie,desenvolve trabalho deeducao scio ambientalcom o objetivo de preservaraves e cuida de animais quepodem estar ameaados,inclusive de extino.

    Esse trabalho reconhecido em todo o Brasilonde o falcoeiro eambientalista Carlos Leotreina aves para fazerem asegurana em aeroportos.

    Conhea o CerefalcoNa ltima semana, uma

    equipe da Rede Record deTeleviso esteve em

    Patrocnio onde realizou umagravao com Carlos Leo eir mostrar nessa semana noPrograma da Tarde com BritoJr., Ana Hikimann e TicianePinheiro a partir de 14h30min.

    No programa, o treinadorde animais, Gilberto Mirandair mostrar um pouco sobreo Centro de Reproduo deFalconiformes e Falcoaria.Ele ir mostrar a beleza dasHarpias que so as maiorese mais poderosas guias domundo.(foto)

    Carlos Leo destacou quea produo do programa e oMiranda mostraram como feito o treino com essas aves,alm de mostrar tambmfalces e gavies que socriados pelo Cerefalco.

    A exibio deve ser feitaentre quarta e quinta-feiradesta semana e

    posteriormente deve serreprisada no programaDomingo Espetacular. OCerefalco j participou devrios documentrios comsuas aves de rapina.

    Para Carlos Leo, amatria feita no Cerefalcorepresenta o reconhecimentodo trabalho que desenvolvidode forma sria e em famlia.

    Foi um sonho de um diamostrar, porque acredito quetem outras pessoas quetem o mesmo sonho quens temos e que no temessa oportunidade. Entopara ns isso t sendofantstico, sem dvidacomemorou Leo.

    Caf: Silas Brasileiro achou pouco, mas disse que opreo mnimo do caf a R$ 307/saca melhor que nada

    POL - Venilson Ferreira/Agncia Estado

    O presidente do ConselhoNacional do Caf (CNC),deputado federal SilasBrasileiro, disse, ontem, dia7, tera-feira ao Broadcastque o novo preo mnimo docaf de R$ 307/saca,anunciado ontem pelogoverno, ficou abaixo dasexpectativas dos produtores,

    mas melhor do que nada.Ele ressaltou que oscafeicultores queriam que opreo mnimo fosse corrigidopelo menos pelo custo deproduo calculado pelaCompanhia Nacional deAbastecimento (Conab) parasafra 2013/14 (R$ 336,16/saca), mas se conforma como fato de o governo terutilizado como parmetro oscustos da safra 2012/13 (R$304,72/saca). O importante que sejam feitos reajustesperidicos, afirmou odeputado, observando que opreo mnimo estavacongelado em R$ 261,69/saca h quatro anos.

    Na avaliao do CNC, querene as principaiscooperativas de caf do Pas,ao anunciar o novo preo

    mnimo o governo sinalizouque as novas medidas deapoio ao setor sero aprovadaspelo Conselho MonetrioNacional (CMN), o que devedar sustentao aos preos dogro no mercadointernacional. Ele recordouque, no ms passado, ogoverno alongou o prazo depagamento do financiamentode estocagem que estavaconcentrado no incio desteano, parcelando osvencimentos em 12 meses, oque contribui para evitar umapresso de venda de caf porparte dos produtores paraquitar as dvidas. Agora, apsa aprovao do preo mnimo,o setor aguarda a liberaodos R$ 3,1 bilhes do Fundode Defesa da EconomiaCafeeira (Funcaf) para

    financiar o custeio, colheitae estocagem.

    Silas comentou, ainda,que a quarta etapa dasmedidas para o setor sero apoio do governo federal comercializao, por meiode leiles de prmios paraequalizar preos (Pepro) ede opes de vendaspblicas. O setor pedeleiles para subsidiarpreos e garantir renda nacomercializao de at 8milhes de sacas de caf.No caso das opes, osprodutores pedem leilespara venda ao governo deat 2 milhes de sacas, queiriam para os estoquesoficiais se preos demercado ficarem abaixo dovalor sinalizado para oexerccio do ttulo.

  • JORNAL DE PATROCNIO 08/05/2013 O F I C I A LO F I C I A LO F I C I A LO F I C I A LO F I C I A L 03

    JanetteJaber Barbosa,Oficiala do Servio de Registrode Imveis desta Comarca dePatrocnio, Estado de Minas Gerais, naforma da lei, etc.

    FAZ SABER aos que o presente Editalvirem ou dele conhecimento tiverem que, nostermos do Art. 19, 3 da Lei Federal N 6.766, de19/12/1979, na redao que lhe deu a Lei N 9.785, de29/01/1999, encontram-se depositados neste ServioRegistral, cpia integral do Processo de Parcelamento deSolo Urbano denominado NEW GOLDEN PARKPATROCNIO constitudo de Memorial Descritivo, Planta,Autorizao Ambiental expedida pela SuperintendnciaRegional de Regularizao Ambiental do Tringulo Mineiro eAlto Paranaba, e da Secretaria Municipal de Meio Ambientee pelo Conselho Municipal de Conservao e Defesa do MeioAmbiente - CODEMA, conforme Processo Administrativo N038/2012 e Certido da Secretaria Municipal de Urbanismoaprovando o PARCELAMENTO de rea urbana em 614 Lotescom a criao de 35 Quadras junto Planta Cadastral daCidade, localizadas, todas elas, no Setor 26 do permetrourbano e identificadas com os seguintes nmeros: 040, 042,043, 044, 045, 046, 047, 048, 049, 050, 051, 052, 053, 054,055, 056, 057, 058, 059, 060, 061, 062, 063, 064, 065, 066,067, 068, 069, 070, 071, 072, 073, 074, 075 ,076, situadasno BAIRRO SO BENEDITO,desta Cidade, com frente paraas Ruas ValdemiraSrgia Soares, Joo Cunha, SebastioFerreira Sales, Zoroasto da Mota Machado, Braslia, Vitria,So Paulo, Maria Marques Silveira, Manaus, Joo Batista daMota, Ana Marra, Belo Horizonte, Esprito Santo, GildoGuarda, Edson Brasiel, Rio de Janeiro, Lenice Cunha Brasiel,e para as Avenidas Minas Gerais e Juvelino Ferreira de Souza,compreendendo a rea total de 420.000,00 m,parcelamentoeste promovido pela empresa Loteamento Green ParkResidenceSpeLtda, CNPJ/MF N 12.349.586/0001-83, comsede na Avenida Rui Barbosa, 1.621, sala 03, Bairro SoBenedito, nesta Cidade, em terreno de sua propriedade, tudoconforme Projeto elaborado pela Arquiteta Raquel MendesCarvalho, CAU N 34.676-4, e ART N 1-40851062, aprovadopela SMU - Secretaria Municipal de Urbanismo em 29/10/2012. O imvel ora objeto deste parcelamento encontra-sena disponibilidade jurdica exclusiva da empresa desde 30/08/2013, conforme R-5 da Matrcula N 3.202, f. 211, L 2-L;e R-2 da Matrcula N 19.034, f. 088, L 2-AAS desta Serventia. Todo aquele, pois que se julgar no direito ou tenhajusta razo para se opor ao registro de citado Loteamento,cabe formalizar, a devida impugnao junto a este ServioRegistral, localizado na Rua Marechal Floriano, 275, Salas201/203, Centro, Patrocnio, MG, dentro do prazo de 15dias, contados da ltima publicao do presente Edital,no horrio das 9:00 s 12:00 e das 14:00 s 18:00 h, findosos quais, ser feito o respectivo registro. Dado e passadoneste Servio Registral de Patrocnio, Circunscrio nica. Eu, Anna Louiza Denezine de Paula, Auxiliar de Escrevente,que o transcrevi. Eu, Altino Guimares Neto, OficialSubstituto do Servio de Registro de Imveis de Patrocnioque o subscrevo, dou f e assina.

    EDITAL

    NAES

    AV

    . FA

    RIA

    PER

    EIR

    A

    Morada Nova comemora 30 anosem grande estilo , SEM GUA

    Na noite de sbado (04/05) na avenida Blsamos,aconteceu a festa em comemorao de 30 anos do BairroMorada Nova, organizada por uma comisso de moradores.Compareceu um bom pblico a estilo francs, sem banho,tapeando a falta de banho, com muito perfume. Dentro dasatividades, os presentes se deliciaram com o bolo gigante(30 metros). Como bolo sempre meleca as mos, o jeito foipassar as mos na cala. O motivo principal foi imprecisoda gesto e impre