Jornal Santuario junho 2010

of 6 /6
“Casa do Coração” Santuário Santuário Sagrado Coração de Jesus | Junho de 2010 Resgate histórico e Missa Festiva, no dia 2 de junho, marcam as comemorações Atualmente, a comunidade do bairro Itaum é formada por mais de 25 pastorais e movimentos, conta com 45 grupos bíblicos de reflexão e reúne, a cada final de semana, mais de 1000 pessoas em suas missas. Mas, poucos frequentadores da Comunidade São Judas Tadeu, que virou ponto de referência na zona sul de Joinville, sabem que ela foi a quarta igreja católica fundada na cidade. Este e outros marcos da história da São Judas estão sendo resgatados em virtude das comemo- rações dos seus 45 anos de fundação. O ponto alto da celebração está marcado para o dia 2 de junho, quando será celebrada a Missa Festiva dos 45 anos. A celebração encerrará a tradicional car- reata de Corpus Christi na Paróquia. Comunidade São Judas celebra 45 anos de evangelização Todos são convidados especiais Quem foi à missa nos últimos finais de sema- na na São Judas saiu com a missão de levar um convite especial para àqueles que prestaram con- tribuição valiosa durante a trajetória da comuni- dade. Após a celebração, no dia 2 de junho, um bolo com três metros de comprimento e uma canja quentinha darão um sabor todo especial à confra- ternização. Além da partilha, será possível visitar uma ex- posição que vai relembrar os padres, a fundação, as construções, as vocações, as festas e os even- tos que têm marcado as mais de quatro décadas de atuação da São Judas em Joinville. Entre os registros importantes estão todas as missões já promovidas na comunidade. Quem se prepara para as Missões Querig- máticas em 2010, acumula a experiência de ter vivido seu primeiro tempo de evan- gelização nas ruas em 1966 com a visita e as procissões dos padres redentoristas vindo de Aparecida do Norte. Estas e outras memórias estão sendo resgatadas para a Missa Festiva e valem ser conferidas de perto. Toda a comunida- de está mobilizada para a celebração no dia 2: os grupos bíblicos de reflexão devem deixar suas casas seguindo em procissão para a igreja onde, em ação de graças, aguardarão a chegada da Carreata. Comunidade vive momento de preparação para as Missões Querigmáticas Salão Linência (antigo Salão Fluminense), onde tudo começou, em 1965 Reforma no presbitério atualiza a construção datada de 1969

Embed Size (px)

description

Jornal Santuario junho 2010

Transcript of Jornal Santuario junho 2010

  • Casa do Corao

    SanturioSanturio Sagrado Corao de Jesus | Junho de 2010

    Resgate histrico e Missa Festiva, no dia 2 de junho, marcam as comemoraes

    Atualmente, a comunidade do bairro Itaum formada por mais de 25 pastorais e movimentos, conta com 45 grupos bblicos de reflexo e rene, a cada final de semana, mais de 1000 pessoas em suas missas. Mas, poucos frequentadores da Comunidade So Judas Tadeu, que virou ponto de referncia na zona sul de Joinville, sabem que ela foi a quarta igreja catlica fundada na cidade.

    Este e outros marcos da histria da So Judas esto sendo resgatados em virtude das comemo-raes dos seus 45 anos de fundao. O ponto alto da celebrao est marcado para o dia 2 de junho, quando ser celebrada a Missa Festiva dos 45 anos. A celebrao encerrar a tradicional car-reata de Corpus Christi na Parquia.

    Comunidade So Judas celebra 45 anos de evangelizao

    Todos so convidados especiaisQuem foi missa nos ltimos finais de sema-

    na na So Judas saiu com a misso de levar um convite especial para queles que prestaram con-tribuio valiosa durante a trajetria da comuni-dade. Aps a celebrao, no dia 2 de junho, um bolo com trs metros de comprimento e uma canja quentinha daro um sabor todo especial confra-ternizao.

    Alm da partilha, ser possvel visitar uma ex-posio que vai relembrar os padres, a fundao, as construes, as vocaes, as festas e os even-tos que tm marcado as mais de quatro dcadas de atuao da So Judas em Joinville.

    Entre os registros importantes esto todas as

    misses j promovidas na comunidade. Quem se prepara para as Misses Querig-mticas em 2010, acumula a experincia de ter vivido seu primeiro tempo de evan-gelizao nas ruas em 1966 com a visita e as procisses dos padres redentoristas vindo de Aparecida do Norte.

    Estas e outras memrias esto sendo resgatadas para a Missa Festiva e valem ser conferidas de perto. Toda a comunida-de est mobilizada para a celebrao no dia 2: os grupos bblicos de reflexo devem deixar suas casas seguindo em procisso para a igreja onde, em ao de graas, aguardaro a chegada da Carreata.

    Comunidade vive momento de preparao para as Misses Querigmticas

    Salo Linncia (antigo Salo Fluminense), onde tudo comeou, em 1965

    Reforma no presbitrio atualiza a construo datada de 1969

    Uma dcada de devoo e amorUma dcada de devoo e amorUma dcada de devoo e amorUma dcada de devoo e amor

  • www.santuarioscj.inf.br www.santuarioscj.inf.br

    Cerco de Jeric

    Vem a o 7 Cerco de Jeric, que ser promovido de 17 a 23 de julho, na Capela Nossa Senhora do Ro-srio. Neste perodo, esto sendo previstas missas dirias com ado-rao ao Santssimo Sacramento, sem interrupo. Aguardem mais informaes na prxima edio do Jornal do Santurio.

    Encontro de religiosos

    O Noviciado Nossa Senhora de Fti-ma de Jaragu do Sul promoveu, no in-cio de maio, um encontro dos religiosos que tm at 15 anos de votos perptuos. O Pe. Lus Antnio Nunes da Silva e o Pe. Nilson Helmann, da Parquia Santu-rio Sagrado Corao de Jesus, esteve entre os 28 participantes do encontro.

    Na oportunidade, Ivana Ftima Mi-gueli, do Instituto de Aconselhamento e Terapia do Sentido de Ser, de Curitiba (PR), falou sobre sade e qualidade de vida. A palestrante chamou a ateno dos participantes para as experincias que nos nutrem como ser humanos e que nos ajudam a vivermos de forma saudvel a vida consagrada religiosa.

    O encontro, motivado pela alegria, pela descontrao e pela fraternidade, se caracterizou por uma intensa partilha entre os religiosos.

    ,

    MENSAGEM DO PROCO SANTO DO MS

    2ARTIGO

    Encontro e comunho na Casa do CoraoPe. Claudionor Jos Schmitt, scj

    Neste ms de junho, a nossa Comunidade tem a graa de celebrar dois mo-mentos muito especiais: a Festa do Corao de Je-sus, nosso padroeiro, e os 10 anos do Santurio Sa-grado Corao de Jesus, a Casa do Corao.

    Acolhemos de corao agradecido, como dom de Deus, estes acontecimen-tos. Queremos deix-los ressoar, em nossos cora-es, como convite e mo-

    tivao para buscarmos uma revitalizao espiri-tual; rede nirmos o nosso per l espiritual e missio-nrio; fazermos com que o nosso seguimento a Je-sus tome um novo vigor e a nossa misso um novo ardor.

    Que a celebrao des-tes eventos nos leve a xar nosso olhar no Cora-o de Cristo para:

    * aprofundar, vivenciar e partilhar a espiritualida-de do Corao de Jesus

    como fonte e raiz de nos-sa experincia de f, de nossa vida e misso;

    * alimentar a certeza que Ele caminha conosco e oferece o seu Corao como abrigo protegido e seguro para descansar-mos e saciarmos nossa sede de vida, amor, ale-gria e paz;

    * abrir o nosso corao para que Ele faa sua mo-rada permanente e o edu-que para o acolhimento, a misericrdia, o perdo, a

    solidariedade e a fraterni-dade.

    Queremos aproveitar estes momentos de graa para ir beber da fonte da Salvao e fazer memria das tantas graas, benef-cios espirituais, frutos de evangelizao, de santi -cao, gestos de gratuida-de que se multiplicam nes-ta Casa do Corao. Com profunda gratido, teste-munhar que encontramos um Corao irmo que pulsa junto ao nosso.

    Faz quase 50 anos que o santo Papa Joo XXIII anunciou a realizao do Conclio Va-ticano II. Como afirmou o prprio Papa Ron-calli, o Conclio marcou a entrada de novos ventos para a Igreja, o que lhe garantiu a abertura de suas janelas e portas. Nascido no dia 25 de novembro de 1881, em Sotto Il Monte, Norte da Itlia, o Papa Joo XXIII era filho de pobres pais empregados. Ele se tornaria padre, secretrio do Bispo e profes-sor de seminrio. Depois de ter exercido im-portantes encargos, tornou-se Patriarca de Veneza. Cinco anos depois, foi eleito Papa. Morreu no dia 3 de junho de 1963 e foi bea-tificado no ano 2000.

    EDITORIALAlessandra Ogeda

    Local de peregrina-o, que oferece a paz e o nimo adequados para sentir o Corao de Cristo como presen-a certa na vida crist. O Santurio Sagrado Corao de Jesus com-pleta uma dcada de caminhada inspirando no apenas a cidade de Joinville e as co-munidades que tornam este local especial, mas tambm todos os peregrinos que sabem a importncia do ma-nancial de verdade e de bondade que, nas palavras de Bento XVI, caracterizam o Sagra-do Corao.

    Como o proco Claudionor Jos Sch-mitt muito bem definiu na edio anterior do Jornal do Santurio, as celebraes dos 10

    anos devem ser tam-bm um momento de reflexo. poca prop-cia para congregar um olhar ponderado para a caminhada que j foi feita ao mesmo tempo em que se permita a projeo de uma mira-da ousada e corajosa para o futuro.

    A vivncia da f no Sagrado Corao pas-sa pela devoo indivi-dual, marcante no San-turio nas celebraes das primeiras sextas-feiras de cada ms, mas deve, tambm, passar pela fraterni-dade e pelo desejo de receber bem a todos os peregrinos e visitantes que compartilham da mesma f.

    O desafio da unida-de dentro da Parquia deve andar de braos dados com a misso

    de levar a Palavra de Cristo Amor para todos queles que necessi-tam sentir no somen-te o palpitar do corao, mas, de maneira mais profunda, o palpitar de uma presena confi-vel, real, a presena de Cristo, corao do mun-do, ainda nas palavras do Papa Bento XVI.

    Participe deste grande momento para o Santurio, acompa-nhando de perto cada dia da programao especial planejada com muito amor pelos sacerdotes e paroquia-nos. A partir do dia 4, a Novena do Sagrado Corao lhe convida a redescobrir a fora deste smbolo da f crist. Venha viver co-nosco o infinito amor de Deus presente no Sagrado Corao!

    OPINIO 2 PASTORAIS E MOVIMENTOS 11

    Parquia promove Retiro Querigmtico nos dias 26 e 27, na Comunidade So Judas Tadeu

    O contedo tradicional dos re-tiros querigmticos apresentado de forma especial para os jovens. Esta a novidade do evento pro-gramado para os prximos dias 26 e 27 de junho na Comunidade So Judas Tadeu. Para o encontro, que propiciar uma experincia pessoal dos jovens com Jesus, so espera-dos entre 40 e 50 participantes.

    Cada Conselho Pastoral Comu-nitrio (CPC) que integra a Par-quia Sagrado Corao de Jesus ficou responsvel por indicar os

    jovens que iro participar do retiro. O contedo que vamos tratar continua sendo o mesmo dos anos anteriores. A diferena estar na linguagem, na forma e na dinmica do retiro. Vamos trabalhar bem a parte musical, por exemplo, como forma de cativar os jovens, adianta Os-valdo da Rosa, coordenador das misses.

    O retiro de anncio que abor-da o amor de Deus e temas como o pecado e Jesus Salva-

    o ser promovido em um final de semana. A mudana na din-mica, este ano, ser feita com o Perseverai, que a continuao natural do Retiro Querigmtico. Desta vez vamos promover o Perseverai nos cinco sbados de julho, pelas tardes, para fa-cilitar a participao dos jovens que, em anos anteriores, tinham compromissos nas quintas-fei-ras noite, quando ele normal-mente era promovido, comenta Osvaldo.

    Um retiro coma linguagem dos jovens

    Uma re exo sobre o sacerdcioNo corao de Cristo aberto na cruz nasce o homem de corao novo

    Foi na solenidade do Corao de Jesus, no ano de 2009, a inaugurao do Ano Sacerdotal. Tendo como intuito a renovao interior e espiritual de to-dos os sacerdotes, o Papa Bento XVI, aproveitando o ensejo dos 150 anos do nascimento de Santo Cura dArs, convidou-nos a rezar, orar, re etir e interceder pe-los sacerdotes.

    O homem novo nasci-do no amor do Corao de Cristo os sacerdotes - se-gundo Bento XVI, so cha-mados e convidados a per-manecer nesse amor, de forma especial e particular. Eis o convite procedente do prprio Mestre: Permane-cei no meu amor... sede meus amigos (Jo 15,9). esse o convite que nasce do Corao de nosso Deus e que ressoa em nossa

    vida e em nosso proceder. Somos sempre instigados a renovarmos nosso amor a Deus e nos colocarmos em inteira doao pelo bem do Reino. O sacerdote, sobretudo, impulsionado por esse amor, por esse convite, redescobrindo a amizade com Cristo, faz de sua vida uma vida de doa-o integral. O sacerdcio o amor do Corao de Jesus.

    O verdadeiro sacerdote marcado por esse amor incondicional que permeia toda a sua existncia, fa-zendo com que ele exale o perfume divino. O segredo de um bom sacerdote se encontra, portanto, na pai-xo que ele tem por Cristo; nessa paixo nasce a sua delidade. Todas as suas atitudes, todas as suas aes devem lembrar as aes do Cristo Jesus que

    resgatou a humani-dade por meio de sua entrega total e de sua obedincia ao Pai.

    Unidos Euca-ristia, os sacerdotes cumulam de graas o povo santo de Deus e os elevam graa divina, tornando pre-sente o maior dom do amor de Deus pela humanidade: o pr-prio Cristo Jesus.

    Que o trmino desse Ano Sacerdotal no arrefea nossos coraes e nossas oraes para com os sacerdotes. A orao indispensvel para a santi cao de todos.

    Cristo, que con-tinua a falar hoje de corao a corao por meio dos sacer-dotes, cumule de gra-as a todos!

    Pe. Nilson Helmann, scj

    Papa Joo XXIII

    ANUNCIAO

    Seguem os preparativos para o trabalho missionrioA equipe das pr-misses se reuniu no dia 5 de maio como parte dos preparativos para o retiro no nal de

    junho. O palestrante Osvaldo da Rosa promoveu a meditao da Palavra, atravs do Evangelho de Lucas que trata da Anunciao lembrando que maio o Ms Mariano.

    Na segunda parte do encontro, Ktia Borges, coordenadora do CPC da So Judas Tadeu, comentou sobre o senso que est sendo promovido na comunidade.

  • www.santuarioscj.inf.br www.santuarioscj.inf.br

    Dia das Mes celebrado com alegria nas comunidades

    GERAL

    Re exes e homenagens marcaram esta data to especial

    DEHONIANOS

    Evento em Blumenau contou com uma forte presena dos grupos de orao do SCJ e de outras parquias

    RCC de Joinville teve a maior participao em congresso

    310PASTORAIS E MOVIMENTOS

    Jairo Tadeu

    A Diocese de Joinville, atravs de suas diversas parquias, foi a que teve o maior nmero de integran-tes entre as caravanas que participaram do Congres-so Estadual da Renovao Catlica (RCC), em Blume-nau. A Parquia Santurio Sagrado Corao de Jesus encarregou-se de levar os membros de todas as suas comunidades.

    Com a presena de in-tegrantes da RCC de todo o Estado e tambm de es-tados vizinhos, o evento

    contou com a participao de membros do Conselho Nacional da RCC. Alm de pregadores que levaram os congressistas a uma experi-ncia com o amor de Deus.

    Missas proporcionaram momentos de graas e bnos

    O tema tratado pelo con-gresso Proclama a Palavra, anuncia a Boa Nova segue uma programao plane-jada para o ano inteiro. As pregaes foram seguidas de momentos de muita ora-o, assim como pela ado-

    rao ao Santssimo Sacra-mento, encerrando sempre com as missas.

    O Bispo de Blumenau, D. Jos Negri, esteve presen-te durante grande parte do

    evento, celebrando a missa de encerramento no domin-go, destacando a alegria dos participantes e a im-portncia do evento para a Diocese.

    pedir a bno me ou a me abenoar o seu filho.

    Segundo Roseli Manes Sche-pli, na celebrao daquele dia, o Pe. Nilson recordou que Je-sus prepara os seus discpu-los para sua misso e promete enviar o Esprito Santo. Assim, eles so desafiados a construir comunidades capazes de dar respostas audazes diante dos desafios.

    Durante a Missa, Pe. Nilson declarou ainda que todos so convidados pelo mesmo Esp-rito Santo a dar continuidade misso como discpulos e mis-sionrios, a instaurar o Reino de Deus em nossa vida, famlia e comunidade.

    A celebrao do dia 9 de

    O ms de maio muito es-pecial para todos ns. Primeiro, porque celebramos o Ms Ma-riano, o perodo em que se tor-na ainda mais forte e manifesta a devoo dos fiis com a Vir-gem. Depois, porque neste ms tambm se comemora o Dia das Mes. Este ano, as diferentes co-munidades da Parquia Sagrado Corao de Jesus celebraram de maneira muito carinhosa o dia 9 de maio.

    Na Divino Esprito Santo, o Pe. Nilson Helmann presidiu uma Missa s 8h na qual todas as mes que estavam na Igreja foram convidadas a abenoar a comunidade. Na ocasio, o pa-dre fez uma importante reflexo: raro nos dias de hoje um filho

    maio na comunidade Nossa Se-nhora do Rosrio foi presidida pelo Pe. Luis Antnio. Segundo Arnaldo Truppel, as mes foram homenageadas de forma simb-lica e com muito carinho pelas crianas da catequese. A Igreja estava lotada, com uma tima participao dos fiis.

    Na comunidade So Judas Tadeu, por sua vez, a Infncia Missionria e os alunos da cris-ma se uniram para homenagear todas as mes que estavam na igreja naquele dia. Com mui-to amor e carinho, as crianas participaram de uma encenao enquanto os futuros crismandos cantaram uma bela msica para todas as mes presentes, co-menta Antnio Luiz Geraldo.A Parquia Santurio Sagrado Corao de Jesus possui

    grupos de orao da RCC em todas as comunidades.Na Matriz, o grupo se rene as quintas-feiras aps as

    missas; na So Judas, tambm as quintas-feiras a partir das 19h; na N. Sra. do Rosrio, as segundas-feiras a partir das 19h; na Divino Esprito Santo as quartas-feiras e na Sagrada Famlia tambm as quartas-feiras com incio s 19h.

    Foto

    : Ale

    ssan

    dra

    Oge

    da

    O Noviciado Nossa Se-nhora de Ftima de Jaragu do Sul promoveu, nos dias 1 e 2 de maio, um retiro para leigos dehonianos tendo como assessor o Pe. Tito, scj. No dia 22, catequistas e crismandos promoveram o tero luminoso na Comuni-dade Divino Esprito Santo.

    Estes eventos ressaltam a importncia do exemplo do Pe. Dehon, um ouvinte de Jesus. Como ele, tantos homens e mulheres no tem-po de Jesus ouviam, medi-tavam e colocavam em pr-tica as palavras do Mestre.

    Como leigos dehonianos, devemos nos pr a escutar. No basta ir ao povo, pre-ciso estar com o povo, anun-ciar e construir juntos o Rei-no do Corao de Jesus nas pessoas e na sociedade. Incrementar a cultura da re-conciliao entre ns como testemunho capaz de inspi-rar a transformao social.

    Neste sentido, as ca-ractersticas fundamentais de uma parquia dehonia-na so a comunho ecle-sial, a disponibilidade e a solidariedade oblativa. S assim encontraremos a medida justa de solidarie-dade e reparao.

    Um corao que escuta, aprende e anuncia

    Roseli Manes SchepliFoto: Arnaldo Truppel Foto: Antnio Luiz Geraldo Foto: Matilde Goulart Lopes

    Comemorar 57 anos de vida uma ddiva e feste-jar 57 anos de sacerdcio uma bno! No prximo dia 28 de junho, o Pe. Humberto Domingos Penso (conhecido pelas comunidades como Tigro) celebra 57 anos de vida sacerdotal. Um sacerdcio el, cora-joso e feliz! Se hoje o nosso Papa chora por alguns lhos que se desviaram do caminho, pode louvar e agradecer a Deus por muitos outros que, como o Pe. Humberto, souberam vencer os obstculos, as ten-taes e os desa os, doando sua vida a Deus e aos irmos.

    Parabns Pe. Humberto! Somos felizes por desfru-tar do seu sacerdcio e de sua amizade.

    Paroquianos

    Fidelidade gera felicidade

    Foto

    : Ale

    ssan

    dra

    Oge

    da

    CARISMTICOS COMEMORAES

    Participe da RCC

  • www.santuarioscj.inf.br www.santuarioscj.inf.br

    IGREJA INICIAO CRIST

    Encerramento do Ano Sacerdotal ser uma festa de todos

    Momento de optar com conscincia por Jesus Cristo

    Solenidade do Sagrado Corao de Jesus do Santurio coincide com Missa em Roma Comunidades se preparam para as

    celebraes do Sacramento da Crisma no incio de julho

    4FORMAO

    O Ano Sacerdotal ins-titudo pelo Papa Bento XVI, em 19 de junho de 2009, segue para seu encerramento neste ms de junho. Inmeros even-tos sero organizados no Vaticano e na Igreja pelo mundo todo. Paralelamen-te ao evento em Roma no dia 11, ser promovido no Santurio Sagrado Cora-o de Jesus, em Joinvil-le, a Solenidade do Cora-o de Jesus.

    Nas palavras do Car-deal D. Cludio Hummes, Prefeito da Congregao para o Clero: O encerra-mento do Ano Sacerdotal no constituir propria-mente um encerramento, mas um novo incio. Ns, o povo de Deus e os pas-tores, queremos agrade-cer a Deus por este per-odo privilegiado de orao e de re exo sobre o sa-cerdcio. Ao mesmo tem-po, propomo-nos de estar sempre atentos ao que o Esprito Santo quer nos dizer.

    A organizao logstica do evento que vai encerrar o Ano Sacerdotal, entre os dias 9 e 11 de junho, ser feita pela Obra Romana para as Peregrinaes (ORP), rgo ligado ao Vaticano. uma festa de

    9VIDA LITRGICA

    Dia 3 de julho, 18h: A comu-nidade So Judas Tadeu re-ceber a comunidade Divino Esprito Santo e seus cris-mandosDia 11 de julho, 8h: Crisma das co-munidades Sagrada Famlia e Nos-sa Senhora do RosrioDia 11 de julho, 9h30: A comunidade Matriz celebra o sacramento

    Agende-se

    Iniciao vida crist

    O encontro da Escola de Iniciao Vida Crist, promovido no dia 15 de maio, teve como palestrante o Pe. Nilson Helmann. O novo sacer-dote da Parquia Sagrado Corao de Jesus fez uma excelente palestra, na avaliao de Antnio Luiz Geraldo. Quem no veio ao encontrou per-deu a apresentao do Pe. Nilson, que encantou a todos com sua simplicidade e grande sabe-doria, comenta. A orao inicial do encontro foi um momento de grande uno e f, sentimento que perdurou por toda a palestra. No momento em que o sacerdote falava do Mistrio, os as-sistentes do encontro se surpreenderam com a chegada de um co de grande porte que entrou na sala calmamente, sentou e cou com as pa-tas cruzadas at a hora do lanche. Ele acabou sendo acariciado por todos os presentes, a rma Antnio.

    Assembleia Geral da CNBBA 48 Assembleia Geral da CNBB, promo-

    vida de 4 a 13 de maio em Braslia, contou em seu encerramento com uma orao e uma gran-de celebrao dos participantes no auditrio da Conferncia Nacional dos Trabalhadores do Co-mrcio, onde foi realizado o evento. A sesso de encerramento contou com a presena especial do cardeal brasileiro Dom Cludio Hummes, prefeito da Congregao para o Clero. Logo aps, a presi-dncia da CNBB fez um balano das discusses desses dez dias de plenrias em uma ltima co-letiva a jornalistas. Para Dom Geraldo, a Assem-bleia teve uma pauta bastante longa. O tema central Discpulos e Servidores da Palavra de Deus e a Misso da Igreja no Mundo ocupou boa parte das discusses. Segundo o presidente da CNBB, foram debatidos como temas prioritrios: as CEBs e, principalmente, a aprovao das dire-trizes para a formao sacerdotal no Brasil. Como temas paralelos, citou a anlise da conjuntura so-cial e tambm da conjuntura eclesial do pas.

    Congresso Eucarstico

    A Igreja Catlica no Brasil viveu um momento es-pecial entre os dias 13 a 16 de maio com o Congres-so Eucarstico Nacional (CEN). Milhares de partici-pantes, entre eles, sacerdotes e leigos participaram das celebraes e dos simpsios promovidos pela Conferncia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

    A celebrao aconteceu na Esplanada dos Ministrios, em Braslia, e foi presidida pelo prefeito da Congregao para o Clero, cardeal dom Cludio Hummes e concelebrada por cen-tenas de bispos e padres de todo o Brasil.

    Durante sua homilia, o cardeal D. Cludio Hum-mes a rmou que o 16 Congresso Eucarstico Nacional manifestou que a eucaristia o centro da Igreja e da vida dos cristos. Ele tambm apontou Jesus Eucarstico como fora do discpulo mis-sionrio. Lembrando palavras do Papa Bento XVI sobre a Eucaristia, o cardeal destacou que a Euca-ristia tem tudo a ver com o domingo e que os is no podem deixar de participar da eucaristia no dia do Senhor. Domingo sem missa no um domingo completo, frisou.

    Educao CatlicaA Associao Nacional de Educao Catlica do

    Brasil (ANEC) promover de 21 a 23 de julho, no Centro de Convenes Ulysses Guimares, em Bra-slia, o Congresso Nacional de Educao Catlica sob o tema Educao, Inovao e Empreendedo-rismo Global. O objetivo do evento o de propiciar momentos de re exo que podem contribuir de for-ma direta para melhorias na realidade educacional dos participantes que representam instituies de ensino catlicas de todo o pas.

    Antnio como assessor responsvel pela Pasto-ral Catequtica.

    CompreendaPara entender um

    pouco mais sobre a ca-minhada de f, preciso re etir sobre o percurso iniciado com o batismo e que segue at o Sacra-mento da Crisma.

    Recebe-se o batis-mo, levado pelos pais e padrinhos, faz-se a preparao para a Primeira Eucaristia tambm

    A Parquia Santurio Sagrado Corao de Je-sus viver em junho uma poca de con sses e con rmaes para o ba-tismo. Cada comunidade prepara seus catequi-zandos para este impor-tante compromisso. Os crismandos adultos, por sua vez, iro participar, no dia 20, de um retiro no Noviciado dos Capuchi-nhos. E no ms de julho, todas as comunidades que integram a parquia iro participar das Cele-braes do Sacramento da Crisma.

    As celebraes, no prximo ms, sero pre-sididas pelo Bispo de Joinville, Dom Irineu, e contar com o Pe. Lus

    acompanhado pelos pais. Depois, vem o Sa-cramento da Crisma que constitui com os demais o conjunto dos sacra-mentos da Iniciao Crist.

    A con rmao do ba-tismo muito importan-te, pois a pessoa quando criana no tem ainda a conscincia completa do Sacramento. Com a

    uno da Crisma se for-talece a fora especial do Esprito Santo para tornar o crismando realmente testemunha de Cristo.

    Esta converso como testemunha uma opo de f do catequizando e no mais de seus paren-tes, por isso chamada de Sacramento da Ma-turidade Crist e Opo por Jesus Cristo.

    Foto

    : Ant

    nio

    Lui

    z G

    eral

    do

    Nicolau Monteiro

    Dia 3 de julho, 18h: A comu-nidade So Judas Tadeu re-ceber a comunidade Divino Esprito Santo e seus cris-

    Dia 11 de julho, 8h: Crisma das co-munidades Sagrada Famlia e Nos-

    Dia 11 de julho, 9h30: A comunidade

    mo, levado pelos pais e padrinhos, faz-se a preparao para a Primeira Eucaristia tambm

    todos, lembram os orga-nizadores ao conclamar a presena de sacerdotes, leigos e religiosos para o evento, em Roma.

    Durante estes trs dias ocorre o Congresso Inter-nacional de Sacerdotes, alm das comemoraes do 150 aniversrio de falecimento de So Joo Maria Vianney, institudo padroeiro dos sacerdotes.

    A programao do Con-gresso Internacional dos Sacerdotes, que ter lugar em Roma no mesmo pe-rodo, comea na Baslica de So Paulo Fora dos Muros.

    Ali, haver orao, se-minrio sobre Converso e Misso, exposio do Santssimo Sacramento, espao para a con sso e a celebrao da Missa.

    Logo no segundo dia, o evento ser transferido para a Baslica de Santa Maria Maior. O papa Ben-to XVI con rmou a sua presena nesse local. No dia 11, haver o encerra-mento o cial do Ano Sa-cerdotal e a solenidade do Sagrado Corao de Jesus, quando o Papa presidir uma Missa na Baslica de So Pedro.

  • www.santuarioscj.inf.br www.santuarioscj.inf.br

    PADROEIRAFESTIVIDADES QUESTO SOCIAL

    Orao e alegria na festa da Sagrada Famlia

    Uma semana de oraes e re exes para o Pentecostes

    Uma festa maravilhosa, que contou com a partici-pao da comunidade, ale-gria contagiante, boa comi-da e muita orao. De 9 a 16 de maio, a comunidade Sagrada Famlia esteve em festa, alegrando-se pelo dia de sua padroeira.

    Da variada programa-o, podemos destacar as manifestaes de f, como as pardias criadas pelos Grupos Bblicos de Re e-xo (GBR) que homenage-aram as famlias na tera-feira; a noite de graas com o Dicono Jesus; e o trduo que preparou a grande fes-ta do nal de semana. As comunidades que prepara-ram o trduo presentearam a an tri com uma imagem

    do Sagrado Corao de Jesus.

    Proco destaca a impor-tncia da doao

    No domingo, Pe. Clau-dionor disse em sua ho-milia que para entender a misso devemos doar a vida como Jesus. O proco acrescentou que ao fazermos as coisas de Deus, ns passamos pelo Sagrado Corao pelo qual devemos nos apai-xonar. A Sagrada Fam-lia a nossa inspirao, a rmou.

    Na celebrao de s-bado, Pe. Humberto dis-se que o mais importante no a Igreja, mas sim os irmos, que so o sacrrio vivo de Jesus.

    Trduo de preparao, noite de graas e pardias dos GBR se destacaram na programao

    Comunidade Divino Esprito Santo vivenciou diariamente a sua f atravs de celebraes eucarsticas

    5COMUNIDADES8COMUNIDADES

    Aniversrio Pe. Lus

    No dia 13 de junho, alm de celebrarmos nosso padroeiro paroquial, comemoramos tambm a vida de nosso vigrio, Padre Lus Antnio. Junto ao Co-rao de Jesus, celebramos a sua vida colocada a servio no desprendimento e na ousadia.

    Com sua presena marcante, de esprito alegre, com garra e dedicao, Pe. Lus nos ensina a ter-mos alegria no servio e coragem para instaurarmos o Reino do Corao de Jesus nas almas e na so-ciedade.

    Rezemos, pois, para que ele, nascido do Cora-o de Deus, continue a fomentar o amor e a alegria nos coraes daqueles que no conhecem a fonte do amor. Parabns Pe. Lus e muitas felicidades!

    Unidade dos cristos

    Dentro da programao da Semana de Orao pela Unidade dos Cristos, a Parquia Santurio SCJ promoveu, juntamente com a Parquia Cris-to Bom Pastor da Igreja Evanglica de Con sso Luterana no Brasil, uma Celebrao Ecumnica conjunta no dia 22 de maio.

    Presidida pelo Pe. Lus Antnio, scj, a cerim-nia foi concelebrada pelo pastor Renato Creut-zberg. Em sua homilia, pastor Renato destacou que apesar de nossas diferenas, temos o mes-mo objetivo, que o de proclamar a graa do Evangelho de Jesus Cristo.

    Fizeram-se presentes na celebrao a fam-lia do pastor Renato e o presidente da Parquia Cristo Bom Pastor, Carlo Kadur. No dia 30 os ca-tlicos retriburam a visita.

    Pela primeira vez, a Parquia Santurio Sagrado Corao de Jesus promoveu no dia 1 de maio a Romaria do Trabalhador.

    As comunidades Sagrada Famlia, Divino Esprito Santo, So Judas Tadeu e Matriz fo-ram em procisso, at a Igreja de Nossa Se-nhora do Rosrio para assistir a uma Missa presidida pelo proco Pe. Claudionor Jos Schmitt. Contribuiu para o sucesso da Ro-maria, um dia ensolarado, assim como a par-ticipao de pessoas de todas as idades.

    A Missa de encerramento contou com a presena dos padres Alberto Huber, Lus An-tnio Nunes da Silva e com a homilia feita pelo Pe. Nilson Helmann. Foi sem dvida um momento especial e muito gratificante para a nossa comunidade, comenta Maria Odete de Oliveira, do Conselho Pastoral Comunitrio (CPC) do Rosrio.

    Durante a celebrao promovida no Dia do Trabalhador, os fiis rezaram por condies justas de trabalho e por mais emprego. No final da Missa, as pessoas que levaram at a Igreja as suas Carteiras de Trabalho recebe-ram ainda uma bno especial.

    Caminhada marcou a 1 Romaria do Trabalhador

    Foto

    : Eds

    on d

    e Fa

    rias

    Foto

    : Mat

    ilde

    Gou

    lart

    Lop

    es

    Uma semana de ce-lebraes eucarsticas preparou a Parquia Sa-grado Corao de Jesus para o Pentecostes. A Co-munidade Divino Esprito Santo vivenciou atravs de oraes, devoo e re exes este perodo to importante para a Igre-ja. Um dos pontos altos das comemoraes foi a Festa das Tendas, no dia 22, quando a Divino Esp-rito Santo recebeu todas as demais comunidades que compem a parquia para viver momentos de partilha, fraternidade e comunho.

    O primeiro dia da se-mana de preparao para Pentecostes contou com missa presidida pelo Pe. Jorginho, da Catedral. Na ocasio, o padre comen-

    Roseli Manes Schepli

    tou que at o Conclio Va-ticano II, o Esprito Santo s era lembrado na Festa do Divino, mas que aps aquele momento foi reto-mada a teologia do Esp-rito Santo.

    Estamos no trinio missionrio e muitas pes-soas ainda no conhe-

    cem o Esprito Santo, que a alma da Igreja. Foi Ele quem deu coragem aos apstolos para que fosse anunciada a Boa Nova, e por obra Dele que temos f. O Esprito Santo quem derrama sobre ns os carismas e os dons e Ele que nos

    leva para celebrar a fes-ta da partilha, comentou Pe. Jorginho.

    Em todos os demais dias da semana, os dife-rentes grupos e is que integram a comunidade participaram de celebra-es animadas e repletas do Esprito Santo.

    Foto

    : Arn

    aldo

    Tru

    ppel

    Foto

    s: E

    dson

    de

    Faria

    s

    Foto

    s: E

    dson

    de

    Faria

    s

    Edson de Farias

    Pe. Nilson Helmann

  • www.santuarioscj.inf.br www.santuarioscj.inf.br

    anos10 de Santuario

    ESPECIAL ESPECIAL6 7

    Momento de celebrar e viver a devoo ao Sagrado CoraoFestas litrgicas e popularesconclamam as comunidades a viverem intensamente a sua f

    Fonte de restaurao e de paz, o Sagrado Corao de Jesus celebrado neste ms de junho com ainda mais fora e dinamismo. Os is que sentem a graa do amor de Cristo em seu cotidiano tero este ms, contudo, um motivo todo especial para vivenciar a sua f: as celebraes dos 10 anos do Santurio Sagrado Corao de Jesus, morada da paz e local de conforto para os devotos.

    No dia 4 de junho, comea a programao para a Novena do Sagrado Corao de Jesus. At o dia 13 sero promovidas missas dirias no Santurio com uma dinmica toda especial. A primeira sexta-feira do ms, tradicionalmente dedicada para o Padroeiro, abrir a Novena com a exposio da imagem histrica do Sagrado Corao de Jesus na porta principal da Matriz.

    A celebrao das 19h contar com a acolhida da imagem e da vela da novena, assim como o envio dos coordenadores da festa deste ano. Alm das celebraes dirias no Santurio, a festa litrgica do Padroeiro prev missas especiais nas comunidades So Judas Tadeu, Sagrada Famlia, Nossa Senhora do Rosrio e Divino Esprito Santo.

    A partir do dia 11, comear o Trduo da Festa do Padroeiro no Santurio. Os preparativos para a cele-brao daquela sexta-feira, presidida pelo Pe. Nilson Helmann, comeam s 18h com a imagem histrica do Sagrado Corao de Jesus sendo colocada na frente do Santurio como forma de acolhida aos is.

    A procisso festiva dever intercalar o canto com as aclamaes e vivas puxados pelo animador Paulo Becher. Nesta ocasio, a comunidade tambm acolher a vela e os smbolos que integraram a Novena at quela data.

    No domingo, dia 13, sero celebradas missas a partir das 6h30, com destaque para a procisso de entrada no Santurio s 9h30 e para a missa solene presidida pelo Proco Claudionor Jos Schmitt, que se iniciar em seguida com o tema Casa do Corao.

    Local de peregrinao e de entrega ao Sagrado Corao de Jesus, o Santurio que agora celebra sua primeira dcada de caminhada tem as suas origens na devoo criada com a fundao da Parquia em 1916. Os primeiros anos desta histria continuam vivos na imagem do Padroeiro feita em madeira e doada para a comunidade em 1919. Neste momento de comemoraes no Santurio, se faz ainda mais importante o resgate da venerao ao Sagrado Corao.

    A primeira sexta-feira de cada ms dedicada ao divino Corao de Jesus. Os is so convidados a dedicar estes dias para a reparao da frieza, do desprezo, da ingratido e dos sacrilgios que Cristo muitas vezes sofreu na Eucaristia. Tambm o momento de agradecer ao amor de Jesus, honrando e venerando o seu divino Corao.

    Vamos aproveitar esta data de comemoraes para reforar a nossa f nas promessas feitas em cada primeira sexta-feira e para louvar ao Sagrado Corao cantando as oraes especiais criadas para o aniversrio do Santurio.

    Oremos juntos !Consagrao ao Sagrado Corao de JesusCorao de Jesus, tu s a fonte do amor, da vida e da santidade. No Teu Corao, somos chamados a beber da fonte da salvao, a experi-

    mentar a verdadeira paz e alegria, a fortalecer a nossa vocao e a participar do teu amor solidrio.

    Ns te louvamos, porque sempre nos chamas para mais perto do teu Co-rao e nele nos ofereces um abrigo seguro onde descansar. Por isso, com alegria, acolhemos o teu convite: Vinde a mim.

    Com o sincero desejo de viver e testemunhar o teu amor, aqui estamos para consagrar nossa vida ao teu Sagrado Corao e con ar tua proteo nossas comunidades, nossos projetos e trabalhos. Que o sangue e a gua que jorram de teu Corao nos dem um corao novo para servir com gra-tuidade aos nossos irmos e irms. Amm.

    Consagrao do Santurio Corao de Jesus, no Santurio do teu lado aberto, ns contemplamos

    e celebramos a maior prova do teu amor por ns. Ns te agradecemos porque, neste Santurio, zeste a tua morada para

    estares perto de ns, fazeres teu corao pulsar junto ao nosso, seres nosso companheiro e amigo em nossa peregrinao para o Santurio Eterno.

    Ns te bendizemos, porque aqui, na escuta da Palavra, na frao do Po e no Perdo, descobrimos os segredos ntimos do teu Corao e alimenta-mos a certeza da tua presena amiga que nos acolhe, sustenta, reanima e conforta na caminhada.

    Volve o teu olhar misericordioso a este Santurio e a todos que nele tra-balham. Acolhe, junto do teu Corao, nossas famlias, nossas comunidades e a todos ns, peregrinos do teu amor. Amm.

    Imagem do padroeiro acompanha os is desde 1919

    Participe das celebraesDia 4, 19h: Missa no Santurio Dia 5, 19h: Missa no SanturioDia 5, 19h30: Novena nos setores 1, 2, 3 dos GBRDia 6, 19h: Missa na Comunidade So Judas TadeuDia 6, 19h: Missa no SanturioDia 7, 19h: Missa no SanturioDia 7, 19h30: Novena nos setores 4, 5, 6 dos GBRDia 8, 19h: Missa no SanturioDia 8, 19h30: Missa na Comunidade Sagrada FamliaDia 9, 19h: Missa no SanturioDia 9, 19h30: Missa na Comunidade Nossa Senhora do RosrioDia 10, 19h: Missa no SanturioDia 10, 19h30: Missa na Comunidade Divino Esprito SantoDia 11, 19h: Missa de Solenidade do Sagrado Corao de Jesus no SanturioDia 12, 19h: Missa no Santurio Dia 13, 6h30, 8h, 17h, 19h: Missas no SanturioDia 13, 9h30: Procisso seguida de Missa Solene no SanturioDia 30, 19h: Missa Solene no Santurio em comemorao aos seus 10 anosDia 2 de julho, 14h: Comemorao dos 10 anos do Santurio na Igreja Matriz, com Missa Paroquial s 19h

    Local de peregrinao e de entrega ao Sagrado Corao de Jesus, o Santurio que agora celebra sua primeira dcada de caminhada tem as suas origens na devoo criada com a fundao da Parquia em 1916. Os primeiros anos desta histria continuam vivos na imagem do Padroeiro feita em madeira e doada para a comunidade em 1919. Neste momento de comemoraes no Santurio, se faz ainda mais importante o resgate da venerao ao Sagrado Corao.

    A primeira sexta-feira de cada ms dedicada ao divino Corao de Jesus. Os is so convidados a dedicar estes dias para a reparao da frieza, do desprezo, da ingratido e dos sacrilgios que Cristo muitas vezes sofreu na Eucaristia. Tambm o momento de agradecer ao amor de Jesus, honrando e

    Vamos aproveitar esta data de comemoraes para reforar a nossa f nas promessas feitas em cada primeira sexta-feira e para louvar ao Sagrado Corao cantando as oraes especiais criadas para o

    Corao de Jesus, tu s a fonte do amor, da vida e da santidade. No Teu Corao, somos chamados a beber da fonte da salvao, a experi-

    mentar a verdadeira paz e alegria, a fortalecer a nossa vocao e a participar

    Ns te louvamos, porque sempre nos chamas para mais perto do teu Co-rao e nele nos ofereces um abrigo seguro onde descansar. Por isso, com

    Com o sincero desejo de viver e testemunhar o teu amor, aqui estamos para consagrar nossa vida ao teu Sagrado Corao e con ar tua proteo nossas comunidades, nossos projetos e trabalhos. Que o sangue e a gua que jorram de teu Corao nos dem um corao novo para servir com gra-

    Corao de Jesus, no Santurio do teu lado aberto, ns contemplamos

    Ns te agradecemos porque, neste Santurio, zeste a tua morada para estares perto de ns, fazeres teu corao pulsar junto ao nosso, seres nosso companheiro e amigo em nossa peregrinao para o Santurio Eterno.

    Ns te bendizemos, porque aqui, na escuta da Palavra, na frao do Po e no Perdo, descobrimos os segredos ntimos do teu Corao e alimenta-mos a certeza da tua presena amiga que nos acolhe, sustenta, reanima e

    Volve o teu olhar misericordioso a este Santurio e a todos que nele tra-balham. Acolhe, junto do teu Corao, nossas famlias, nossas comunidades

    Imagem do padroeiro acompanha os is desde 1919

    Foto

    s: A

    less

    andr

    a O

    geda

    Foto

    s: A

    less

    andr

    a O

    geda