Juliano Guilherme

of 16 /16
apresenta

description

Juliano Guilherme - Pintura no País das Maravilhas. Caza Arte Contemporanea

Transcript of Juliano Guilherme

Page 1: Juliano Guilherme

apresenta

Page 2: Juliano Guilherme
Page 3: Juliano Guilherme

PINTURA DA PINTURA

De nada adianta olhar rapidamente. Olhar atenciosa, lenta e profundamente é uma condição básica para se apreender a pintura de Juliano Guilherme. Ancorada numa figuração livre de matriz barroco-expressionista, constituindo-se de diversas camadas de cor-imagens-matéria que emergem em diferentes tempos para a percepção, sua pintura reclama a agudez de um olhar perfurante que vai encontrar, em meio a campos cromáticos, massas de cor, velaturas, ilusórios vazios, formas emboladas e traços gráficos, sutilezas pictóricas e elementos figurativos aplicados através de sucessivas camadas de tinta, que não se oferecem imediatamente ao olhar. Há uma dinâmica de contrastes, escalas variadas figuras semi-encobertas, imagens dentro de imagem, outras fragmentárias e descontínuas, camuflagens, borrões, rabiscos e escorridos que só aos poucos se deixam isolar pelo olhar. Contemplar suas pinturas exige atividade.

Juliano pinta figuras. Mesmo que toda figuração tenda a suscitar narrativas, a instigar a imaginação, a sugerir ações, em sua pintura – um caldeirão de imagens – as figuras resistem a se organizar como numa cena, a conceder um fio narrativo, porque aspiram a ser mais pictóricas que imagéticas. Sua manobra parece inverter a hierarquia da “pintura conforme a figura” para propor a “figura conforme a pintura”. A figura é a fachada, a arte da pintura é o interior. Jamais pensa como um artista abstrato. Conhece o poder de sugestão de qualquer figuração e sabe que não deve perder o controle sobre suas imagens. Sua memória é carregada e seu imaginário é vasto podendo sugerir uma abertura para o derramamento do inconsciente. Mas não. Suas pinturas são frutos de um lento processo artesanal, carregadas de detalhes sutis, mediados por muita reflexão e experimentação. Cada figura deve ser pensada também como signo pictórico, como cor, forma, linha, textura, volume de tinta etc..., e não deve obedecer a uma ordem aleatória, mas a um princípio de ordenação de um espaço. São seres que devem integrar uma composição, um complexo de relações formais. Sem prejuízo para a espontaneidade e a liberdade formais, há um quase disfarçado rigor em suas obra, cujos contrastes entre um grande elenco de efeitos pictóricos trazem ao espectador a consciência da pintura e suas potencialidades como um código visual – pintura da pintura.

Distante dos modismos e das atrações comerciais, Juliano vem trilhando a mais de duas décadas um caminho seguro, tendo conquistado um pleno domínio do ofício de pintor e uma linguagem marcante, carregada de dramaticidade e individualidade, que o distinguem hoje como um dos mais interessantes pintores em atividade no Rio de Janeiro.

Jorge DuarteMaio de 2011

Page 4: Juliano Guilherme

Aconteceu - da série bêbado, 2004óleo, acrílica, carvão e grafite s/ tela120x110cmR$ 5.500,00

Page 5: Juliano Guilherme

Batman, 2001óleo, acrílica, carvão e grafite s/ tela

190x160cmR$ 7.500,00

Page 6: Juliano Guilherme

Blues Monk, 2005óleo, acrílica, carvão e grafite s/ tela170x145cm(vendido)

Page 7: Juliano Guilherme

Herói, 2001óleo, acrílica, carvão e grafite s/ tela

190x170cmR$ 9.000,00

Page 8: Juliano Guilherme

A visita da bela camponesa à cidade do Rio de Janeiro, 1999óleo, acrílica, carvão e grafite s/ tela150x170cm(vendido)

Page 9: Juliano Guilherme

Mamãe eu quero mamar - da série bêbado, 1997/2002óleo, acrílica, carvão e grafite s/ tela

170x150cmR$ 8.200,00

Page 10: Juliano Guilherme

Piquenique na floresta amarela - série Adão&Eva, 2002óleo, acrílica, carvão e grafite s/ tela170x150cmR$ 8.200,00

Page 11: Juliano Guilherme

Bye bye, África , 1997óleo, acrílica, carvão e grafite s/ tela

160x190cmacervo Galeria Cândido Mendes

Page 12: Juliano Guilherme

Cristo Picotado, o homem e seus pregos, 2005óleo, acrílica, carvão e grafite s/ tela65x80cmR$ 3.700,00

Page 13: Juliano Guilherme

Leonardo sur l´herbe, penetra: Cândido Portinari , 2011óleo, acrílica, carvão e grafite s/ tela

190x170cmR$ 9.000,00

Page 14: Juliano Guilherme

S/ Título, 2007óleo, acrílica, carvão e grafite s/ tela120x100cmR$ 5.500,00

Page 15: Juliano Guilherme

Alice, Kandinsky, Jerônimo e Marco no País das Maravilhas , 2011óleo, acrílica, carvão e grafite s/ tela

170x200cmR$ 9.000,00

Page 16: Juliano Guilherme

Rua do Rezende, 52.Lapa - Rio de Janeiro

[email protected]

cazaartecontemporanea.blogspot.comfacebook.com/cazaartecontemporanea