Justificativas para Manutenção/para Alteração de Gabaritos ...

Click here to load reader

  • date post

    08-Jan-2017
  • Category

    Documents

  • view

    214
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Justificativas para Manutenção/para Alteração de Gabaritos ...

1

JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENO/PARA ALTERAO DE GABARITOS PRELIMINARES

De acordo com o EDITAL N. 16/2010, que rege este Concurso Pblico, argumentaes inconsistentes, extemporneas, que estiverem fora das especificaes estabelecidas para a interposio, que contiverem questionamentos de natureza administrativa (por exemplo, relacionados s normas previamente estipuladas em Edital) no obtero resposta da banca avaliadora e, por isso, no tero respostas publicadas na Internet. No sero computadas as questes no assinaladas na grade de respostas, nem as que contiverem mais de uma resposta, emenda ou rasura, ainda que legvel.

NIVEL SUPERIOR

LNGUA PORTUGUESA

QUESTO 03 - MANTIDA. A questo solicita que sejam analisadas as assertivas luz das informaes contidas no texto. A assertiva I est correta, visto que, entre as linhas 10 e 14, o autor apresenta situaes previsveis na vida do ser humano, como o fato de uma mulher querer ou no ser me, e do homem se afastar de uma paixo, qualificando ambos homem e mulher como pratos pequenos, que querem se afastar das experincias, desses modos de gozo. Conclui que, nessas circunstncias, esses seres foram feitos para permanecerem do tamanho que tem, ou seja, no se expondo a situaes novas. No pargrafo seguinte, apresenta nova situao, dizendo que, em dados momentos a vida nos apresenta novos fatos que nos podem horrorizar e fascinar (l. 16). O conetivo e, nessa estrutura frasal, informa que as duas situaes ocorrem concomitantemente. J em relao assertiva II, esta tambm est correta, como pode ser observado nas diversas metforas que comparam os seres humanos a pratos, cujas fendas e arranhes correspondem s marcas e aos sofrimentos passados pelo ser humano. A assertiva III tambm correta, pois, como pode ser visto ao longo do texto, as situaes vo se construindo em uma direo, e cabe pessoa observar e avaliar a forma como ir enfrent-las, seja atravs de escadas ou de varas. Segundo o autor, talvez isso ocorra porque somos feitos de forma tal que precisamos nos afastar de certas experincias, de certos modos de gozo, para podermos funcionar (l. 09-10). Isso significa que as situaes so previsveis, mas muitas vezes no podem ser percebidas pela pessoa estar to envolvida com a situao. A ltima assertiva tambm invlida: as dificuldades devem ser transportas com calma. preciso apenas de tempo para observ-lo com calma, medir sua altura, deduzir sua espessura. Precisamos de perseverana para suportar a ideia de que sero necessrias vrias tentativas, que nos machucaremos no meio do caminho (l. 46-48). QUESTO 04 - MANTIDA. Em relao construo da questo, faz-se necessrio afirmar que a interpretao faz parte da prova. Dessa maneira, dever-se-ia inferir que as afirmaes feitas deveriam ser analisadas, e no somente lidas. Alm disso, a segunda parte do enunciado deixa claro que as alternativas so nmeros que completam as lacunas das assertivas. A lacuna da primeira assertiva corretamente preenchida pelo nmero 4, pois quatro palavras sofreriam alteraes caso a forma verbal somos fosse flexionada na primeira pessoa do singular, como pode ser visto a seguir: - No entanto, somos s vezes pegos por situaes nas quais acabamos por nos confrontar com aquilo que nos horroriza e fascina. (l. 15). - No entanto, sou s vezes pego por situaes nas quais acabo por me confrontar com aquilo que me horroriza e fascina. J a lacuna da segunda assertiva preenchida pelo nmero 2, pois, ao alterar h (verbo impessoal) para existe (verbo pessoal) preciso fazer a concordncia do sujeito, como pode ser visto: H pessoas que parecem estar sempre espera de uma catstrofe. Existe pessoa que parece estar sempre espera de uma catstrofe.

2

Dessa forma, a nica alternativa correta a D. QUESTO 05 - MANTIDA. Em relao s propostas de alterao em perodos do texto, pode-se afirmar que todas provocam alteraes na estrutura dos respectivos perodos em que se encontram, em virtude da transitividade dos verbos e de suas regncias. - Assertiva I: Em Um homem no se recupera desses solavancos, ele se torna uma pessoa diferente e eventualmente a nova pessoa encontra novas preocupaes (l. 01), caso o verbo torna (transitivo direto) fosse substitudo por transforma (transitivo indireto), haveria necessidade de insero da preposio em: ele se transforma em uma pessoa diferente. - Assertiva II: Em Prato que nunca mais ser usado para visitas, mas que servir para guardar biscoitos tarde da noite (l. 04), a substituio de servir (transitivo indireto) para utilizar (verbo pronominal) provocaria a necessidade da insero do pronome se: mas que se utilizar para guardar biscoitos. - Assertiva III: Em Mas ele tambm poder descobrir que, mesmo depois da quebra, ainda capaz de se colar (l. 21), a substituio de descobrir (transitivo direto) para dar-se conta (transitivo indireto) provocaria a necessidade de insero da preposio de: poder dar-se conta de que ainda capaz de se colar. QUESTO 06 - MANTIDA. Todas as lacunas pontilhadas apontadas pela questo so corretamente completadas por crase, como pode ser visto a seguir: - somos, s vezes pegos por situaes (l. 15 primeira ocorrncia): a crase obrigatria, visto que representa a locuo adverbial cujo ncleo feminino; - tal experincia poder levar diminuio do medo (l. 23): existem as duas exigncias para a ocorrncia da crase: a palavra regente exige o uso da preposio a (levar a) e a palavra regida permite o uso do artigo, pois feminina. - parecem estar sempre beira de uma catstrofe (l. 43): da mesma forma que na assertiva I, a crase representa a locuo adverbial cujo ncleo feminino. As assertivas I e V no so opostas: enquanto a primeira afirma que em todas as lacunas o uso da crase obrigatrio; a ltima afirma que nenhuma das lacunas no pode no conter a crase, pois a palavra prescindir significa no levar em conta (Dic. Aurlio eletrnico) QUESTO 08 - MANTIDA. Em relao ao acento grfico em determinadas palavras do texto e de possveis alteraes, apenas as assertivas I e II esto corretas, como pode ser visto a seguir: -Na assertiva I, caso fosse suprimido o acento de servir, haveria alterao no tempo verbal: de futuro do presente (servir) para pretrito mais-que-perfeito (servira); - Na assertiva II, a retirada de acento em at provocaria mudana em relao classe gramatical: de advrbio (at) para verbo (ate primeira pessoa do presente do subjuntivo do verbo atar); o que tambm ocorre em experincia: de substantivo para verbo (experencia terceira pessoa do futuro do pretrito do verbo experienciar); - J na assertiva III, as duas ocorrncias de vir na linha 50 representam uma das possveis flexes do verbo vir, no do verbo ver. QUESTO 09 - MANTIDA. Em relao terceira assertiva, faz-se necessrio observar que, em todas as ocasies do texto, inclusive no ttulo, a palavra pratos utilizada no sentido conotativo, uma metfora para referir-se ao ser humano. Na frase como esses outros pratos que pintamos de outra forma para disfarar as rachaduras. (l.21-23), tambm constri-se o sentido metafrico, porque refere-se a outras situaes em que os pratos (seres humano) no se quebram, mas ficam rachados. A situao especfica a qual esta metfora representa (pratos rachados) no explicitada pelo autor,

3

ficando a cargo do leitor a construo da interpretao. Caso a expresso pratos fosse entendido no sentido literal, a coerncia do texto se desmantelaria. QUESTO 11 - MANTIDA. A questo solicita que sejam analisadas as afirmaes que so feitas a respeito das possveis inferncias relacionadas a palavras ou expresses do texto. Dessa forma, apenas as assertivas II e III so corretas, como pode ser visto a seguir: - Em Um homem no se recupera desses solavancos, ele se torna uma pessoa diferente e eventualmente a nova pessoa encontra novas preocupaes (l. 01-02), pode-se inferir, a partir da palavra novas, que outras preocupaes surgem quando se torna uma pessoa diferente. No possvel afirmar que no havia preocupaes antes, portanto a assertiva I est incorreta. - Em Prato que nunca mais ser usado para visitas (l.04), o advrbio nunca pressupe que, at aquele momento, o prato no era utilizado para servir visitas. Entretanto, como a anlise deve ser feita no contexto da frase, no h como desvincular do advrbio nunca o outro advrbio que o modifica (mais). No ocorre ali uma locuo adverbial, mas sim, um advrbio de intensidade que modifica um de tempo. A pressuposio se d pela compreenso da relao sinttica e semntica dos termos modificados e modificadores. Dessa maneira, a assertiva II est correta. - Em Se bem elaborada, tal experincia poder levar diminuio do medo daquilo que, um dia, fomos obrigados a excluir (l.23-24), a ideia de incerteza introduzida pela conjuno subordinativa se. Isso no significa que somente a conjuno carrega toda a ideia da orao, mas que ela introduz uma orao subordinada adverbial condicional, cuja ideia de hiptese/condio pressupe uma incerteza, j que indica uma realidade que no verdadeira. Alm disso, a incerteza indicada pela proposio reiterada pela forma verbal poder. QUESTO 12 - MANTIDA. Em relao primeira assertiva da questo 12, o nexo De fato (l.06) confirma o que foi posto no pargrafo anterior. Entretanto, o que segue no um argumento mais consistente nem tampouco novo, mas sim um aprofundamento e uma explicitao do que foi dito anteriormente. Dessa forma, a segunda parte da assertiva invalida a afirmao. QUESTO 14 - MANTIDA. Segundo o Manual de Redao da Presidncia da Repblica (2002, p. 11): O aviso, o ofcio e o memorando devem conter as seguintes partes: (...) (b) local e data em que foi assinado, por extenso, com alinhamento direita. A assertiva II est, portanto, correta.

INFORMTICA PARECER DA BANCA Antes de iniciar as respostas aos recursos dos candidatos, transcrevem-se, a seguir, apenas, um resumo dos tpicos do ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS - CONHECIMENTOS GERAIS PARA TODOS OS CARGOS DE NVEL D E E, previstos no EDITAL DE CONCURSO PBLICO N 16/2010, da Universidade Federal de Cincias da Sade de Porto Alegre (UFCSPA), referentes NOES DE INFORMTICA. "1. 1 Sistema operacional e ambiente Linux. 2 Edio de textos, planilhas e apresentaes em ambiente Linux. 3 Sistema operacional e ambiente Windows. 4. Edio de textos, planilhas e apresentaes em ambiente Windows. 5 Conceitos bsicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet. 6 Conceitos bsicos, ferramentas,aplicativos e procedimentos de Intranet. 7 Conceitos de

4

organizao e de gerenciamento de informaes, arquivos, pastas e programas. 8 Segurana da informao. 8.1 Procedimentos de segurana. 8.2 Noes de vrus e pragas virtuais. 8.3 Noes de firewall. 8.4 Aplicativos para segurana (antivrus, anti-spyware, etc). 8.5 Procedimentos de backup ". Alm disso, o seguinte texto introdutrio se aplica a todas as questes dessa prova: "Para a resoluo das questes desta prova, considere os seguintes detalhes: (1) o mouse est configurado para uma pessoa que o utiliza com a mo direita (destro) e usa, com maior frequncia, o boto esquerdo, que possui as funcionalidades de seleo ou de arrastar normal, entre outras. O boto da direita serve para ativar o menu de contexto ou de arrastar especial; (2) os botes do mouse esto devidamente configurados com a velocidade de duplo clique; (3) os programas utilizados nesta prova foram instalados com todas as suas configuraes padro, entretanto, caso tenham sido realizadas alteraes que impactem a resoluo da questo, elas sero alertadas no texto da questo ou mostradas visualmente, se necessrio; (4) no enunciado e nas respostas de algumas questes existem palavras que foram digitadas entre aspas, apenas para destac-las. Neste caso, para resolver as questes, desconsidere as aspas e atente somente para o texto propriamente dito; e (5) para resolver as questes dessa prova considere, apenas, os recursos disponibilizados para os candidatos, tais como essas orientaes, os textos introdutrios das questes, os enunciados propriamente ditos e os dados e informaes disponveis nas Figuras das questes, se houver.". QUESTO 16 - MANTIDA. 1. Introduo A montagem dessa questo est devidamente amparada no item "3 Sistema operacional e ambiente Windows.", do contedo programtico transcrito acima. O enunciado introdutrio dessa questo diz o seguinte: "A questo 16 baseia-se na Figura 1 que mostra, intencionalmente, apenas, parte de uma das janelas do Windows Vista. Nessa Figura, esto sendo exibidas as pastas existentes em um disco removvel." O enunciado propriamente da questo o seguinte: "QUESTO 16 - A Figura 1 mostra, apenas, parte de uma das janelas do Windows Vista. Nesse caso, pode-se afirmar que: I. Ao ser dado um clique, com o boto esquerdo do mouse, exatamente sobre o boto apontado pela seta n 1, ser mostrado, no local apontado pela seta n 4, as seguintes pastas: "Contas", "Documentos" e "Provas". II. Dando-se um clique, com o boto esquerdo do mouse, sobre a palavra "Provas", apontada pela seta n 2, ser mostrado, no local apontado pela seta n 4, as seguintes pastas: "Fsica" e "Matemtica". III. Ao ser dado um clique, com o boto esquerdo do mouse, exatamente sobre o boto apontado pela seta n 3, continuaro a ser mostradas, no local apontado pela seta n 4, as seguintes pastas: "Abril", e "Julho". Quais esto corretas? A) Apenas I. B) Apenas I e II. C) Apenas I e III. D) Apenas II e III. E) I, II e III. " 2. Parte expositiva Antes de iniciar a parte expositiva, referente ao contedo da questo propriamente dita, deve-se ressaltar que o Windows Vista um sistema operacional Windows, como constante no edital de concurso, sendo um dos mais utilizados atualmente. O fato do candidato no trabalhar com esse sistema operacional no pode ser utilizado como parmetro para a anulao da questo. Apresenta-se, a seguir, consideraes sobre os itens I, II e III:

5

Item I - est errada: ao ser dado um clique, com o boto esquerdo do mouse, exatamente sobre o boto apontado pela seta n 1, continuar a ser mostrado, no local apontado pela seta n 4, as pastas "Abril" e "Julho". Nesse caso, a nica alterao que ocorrer que ser mostrado, no local apontado pela seta n 1, um menu com as seguintes pastas: Contas", "Documentos" e "Provas"; Item II - est correto: dado-se um clique, com o boto esquerdo do mouse, sobre a palavra "Provas", apontada pela seta n 2, ser mostrado, no local apontado pela seta n 4, as pastas "Fsica" e "Matemtica"; Item II - est correto: ao ser dado um clique, com o boto esquerdo do mouse, exatamente sobre o boto apontado pela seta n 3, continuar a ser mostrado, no local apontado pela seta n 4, as seguintes pastas: "Abril", e "Julho". Nesse caso, a nica alterao que ocorrer que ser mostrado, no local apontado pela seta n 3, um menu com as seguintes pastas: "Abril", e "Julho". 3. Parte conclusiva

- A questo foi elaborada baseando-se em conceitos versando sobre "3 Sistema operacional e ambiente Windows.", cujo contedo est perfeitamente amparado dentro do ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS - CONHECIMENTOS GERAIS PARA TODOS OS CARGOS DE NVEL D E E, previstos no EDITAL DE CONCURSO PBLICO N 16/2010, da UFCSPA, referentes NOES DE INFORMTICA.

Em conseqncia, h somente uma alternativa que responde corretamente a questo e a divulgada com o gabarito oficial. No h razes tcnicas que justifiquem a troca do gabarito ou a anulao desta questo, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. RECURSO INDEFERIDO - QUESTO MANTIDA.

QUESTO 18 - MANTIDA. 1. Introduo A montagem dessa questo est devidamente amparada nos itens "2 Edio de textos, planilhas e apresentaes em ambiente Linux. 4. Edio de textos, planilhas e apresentaes em ambiente Windows.", do contedo programtico transcrito acima. O enunciado introdutrio dessa questo diz o seguinte: "A questo 18 baseia-se na Figura 3, que mostra a janela principal do BrOffice.org Calc 3.2, na qual a seta n 1 aponta para o cursor do mouse." O enunciado propriamente da questo o seguinte: "QUESTO 18 - Na janela principal do BrOffice.org Calc 3.2, mostrada na Figura 3, ao ser dado um clique, sobre o boto esquerdo do mouse, pode-se afirmar que a rea de trabalho, dessa planilha eletrnica, ser mostrada da seguinte forma: ". 2. Parte expositiva Ao contrrio do afirmado pelo candidato, as alternativas A) e B) no so iguais. O mesmo deixou de observar a barra de status que diferente, e ambas alternativas esto erradas. 3. Parte conclusiva

- A questo foi elaborada baseando-se em conceitos versando sobre "2 Edio de textos, planilhas e apresentaes em ambiente Linux. 4. Edio de textos, planilhas e apresentaes em ambiente Windows", cujo contedo est perfeitamente amparado dentro do ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS

6

- CONHECIMENTOS GERAIS PARA TODOS OS CARGOS DE NVEL D E E, previstos no EDITAL DE CONCURSO PBLICO N 16/2010, da UFCSPA, referentes NOES DE INFORMTICA.

Em conseqncia, h somente uma alternativa que responde corretamente a questo e a divulgada com o gabarito oficial. No h razes tcnicas que justifiquem a troca do gabarito ou a anulao desta questo, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. RECURSO INDEFERIDO - QUESTO MANTIDA.

ATUALIDADES / LEGISLAO

QUESTO 21 - MANTIDA A Instruo n 363-32.2010.6.00.0000 - Resoluo n 23.215 Dispe sobre o voto em trnsito na Eleio Presidencial de 2010:

O Tribunal Superior Eleitoral, usando das atribuies que lhe conferem o artigo 23, IX, do Cdigo Eleitoral e o artigo 105 da Lei n 9.504, de 30 de setembro de 1997, resolve expedir a seguinte instruo:

Art. 1 Os eleitores em trnsito no territrio nacional podero votar no primeiro e/ou no segundo turnos das eleies de 2010 para Presidente e Vice-Presidente da Repblica em urnas especialmente instaladas nas capitais dos Estados (Cdigo Eleitoral, art. 233-A).

Disponvel em www.tse.gov.br

QUESTO 29 - MANTIDA. A questo foi elaborada com base no texto extrado de site oficial, disponvel no endereo: http://www.ufcspa.edu.br/index.php/institucional/normas-e-documentos-institucional, onde pode ser encontrado o Estatuto da UFCSPA vigente na data da edio do edital do presente concurso pblico. O enunciado da questo solicita que seja assinalado V ou F paras cinco afirmativas, relativas forma de eleio ou de indicao de membros integrantes dos Conselhos Superiores. O artigo quinze - Inciso X estabelece que o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extenso (CONSEPE) constitudo por um representante da comunidade externa. Complementam o artigo quatro pargrafos, onde estabelecem a forma de eleio ou indicao dos representantes integrantes desse Conselho. Constata-se, pela leitura dos pargrafos, que as redaes de todos iniciam por: Os representantes, ou seja, no plural, muito embora a composio, em alguns casos, seja atravs de um representante. O disposto no pargrafo quarto indica que ... o seu mandato ser pelo prazo de dois anos..., donde se conclui que se trata do mandato de um representante. Assim, a indicao pelo Reitor de um representante da comunidade externa, que integra o CONSEPE, verdadeira.

7

Portanto, a alternativa D corresponde resposta certa, visto que se trata da nica afirmativa falsa, porque diz que os representantes da comunidade docente, em ambos os Conselhos, so indicados pelo Reitor. Enquanto que o correto : eleitos pelos seus pares. Improcedente o recurso, ficando mantida a questo.

CONHECIMENTOS ESPECFICOS

FISIOTERAPEUTA

QUESTO 32 - MANTIDA. Recurso negado, pois a questo apresentava apenas uma resposta correta, na qual o candidato teria que apenas interpretar. QUESTO 34 - MANTIDA. Recurso negado, pois a avaliao cardiorespiratria aplicada tambm em pacientes em ventilao mecnica, logo se faz necessrio o conhecimento em ventilao mecnica. QUESTO 37 - MANTIDA. Recurso negado, pois est claro na literatura que uma contrao muscular dita isomtrica quando o msculo no se encurta durante a contrao e dita isotnica quando ele se encurta. (GUYTON, 8 Ed., p. 67). Questo est bem clara com opes bem definidas. QUESTO 42 - MANTIDA. Recurso negado, pois, de acordo com a literatura, o fuso muscular monitora a velocidade e durao do alongamento. (KISNER, Exerccios Teraputicos, p. 114). QUESTO 45 - MANTIDA. Recurso negado, pois os corpos vertebrais no rodam para o lado cncavo, e sim, para o lado convexo, questo bem clara. QUESTO 47 - MANTIDA. Recurso negado, pois este teste determina a estabilidade da poro longa do bceps, est bem definido na literatura, propedutica ortopdica

JORNALISTA QUESTO 31 - MANTIDA. A montagem da questo est devidamente amparada no item Jornalismo Cientfico do contedo programtico. O candidato pede a anulao da questo, alegando que no h alternativa incorreta, o que solicitado pelo enunciado. O candidato reproduz trecho do artigo no qual a questo se baseou (A sade na mdia: uma viso crtica, de Wilson da Costa Bueno). A prpria leitura atenta do trecho citado pelo candidato, no entanto, ratifica a incorreo da alternativa B. Segundo o texto do artigo, ao concentrar o foco na doena, as matrias de sade desviam a ateno da ausncia de polticas de sade, deixando de entender o processo pelo qual se criam condies para a emergncia de epidemias ou para o retorno de velhas enfermidades. A alternativa B afirma exatamente o contrrio: o foco na doena pressupe a ateno prioritria s polticas de sade e ao processo pelo qual se criam condies para a emergncia de epidemias. Sendo assim, a alternativa B est incorreta e corresponde ao gabarito. No h razes que justifiquem a troca de gabarito ou a anulao desta questo, devendo ser mantido, portanto, o gabarito previamente divulgado. BIBLIOGRAFIA: BUENO, Wilson da Costa. A sade na mdia: uma viso crtica. In: Comunicao para a sade on line. Disponvel em: . QUESTO 33 - MANTIDA. A montagem da questo est devidamente amparada no item As funes do jornalista e suas caractersticas (redator, reprter, editor, pauteiro, reprter-fotogrfico e afins) do contedo programtico. O candidato questiona a alternativa correta (E), alegando que no cabe ao reprter o planejamento visual da pgina, e sim ao diagramador. O enunciado da questo, porm, claro: Os jornalistas que saem s ruas para apurar as informaes, e os encarregados de planejar

8

visualmente a pgina do jornal so, respectivamente. O uso do advrbio respectivamente indica que a primeira funo da alternativa (reprter) refere-se funo de apurar as informaes e a segunda (diagramador) refere-se funo de planejar visualmente a pgina. Portanto, a alternativa E est correta. No h razes que justifiquem a troca de gabarito ou a anulao desta questo, devendo ser mantido, portanto, o gabarito divulgado. BIBLIOGRAFIA: TRAVANCAS, Isabel. O mundo dos jornalistas. So Paulo: Summus Editorial. QUESTO 34 - MANTIDA. A montagem da questo est devidamente amparada no item A reportagem e suas caractersticas do contedo programtico. O candidato alega que a alternativa B est correta, ao contrrio do gabarito preliminar divulgado, que indica como correta a alternativa A. Tomando-se o enunciado da alternativa B (na reportagem de fatos, o mais importante o desenrolar dos acontecimentos que comea sempre pelo fato mais atraente, para ir descendo aos poucos na exposio de detalhes), porm, observa-se que ele no condiz com a classificao proposta por de Maria Helena Ferrari e Muniz Sodr, que embasam a questo. Na obra Tcnica de reportagem: notas sobre a narrativa jornalstica (pgina 5), os autores definem reportagem de ao (e no de fatos) como o relato mais ou menos movimentado, que comea sempre pelo fato mais atraente, para ir descendo aos poucos na exposio dos detalhes. A alternativa A corresponde a uma caracterstica da reportagem documental apontada pelos autores. Portanto, a alternativa A est correta e corresponde ao gabarito. No h razes que justifiquem a troca de gabarito ou a anulao desta questo, devendo ser mantido, portanto, o gabarito j divulgado. BIBLIOGRAFIA FERRARI, Maria Helena e SODR, Muniz. Tcnicas de reportagem: notas sobre a narrativa jornalstica. So Paulo: Summus Editorial, 1986.

QUESTO 38 - MANTIDA. O candidato argumenta que a alternativa C no a correta. Aparentemente, houve uma confuso por parte do candidato, pois o gabarito preliminar aponta de fato a alternativa D como correta (e portanto a C como incorreta). No h razes que justifiquem a troca de gabarito ou a anulao desta questo, devendo ser mantido, portanto, o gabarito j divulgado. QUESTO 42 - MANTIDA. A montagem da questo est devidamente amparada no item Os principais softwares de produo e edio de textos e imagens e suas caractersticas, do contedo programtico. O candidato alega que o CorelDrawn pode ser utilizado eventualmente como um software para a diagramao de pginas e que a questo deveria frisar quais so os softwares desenvolvidos especialmente para a diagramao (e no que podem fazer a funo especial de diagramao). O enunciado da questo, no entanto, claro ao indagar sobre softwares especializados para a diagramao de pginas. O enunciado no fala em funo especial de diagramao. O CorelDrawn um programa de design grfico e no se constitui em um software especializado para diagramao. No h razes que justifiquem a troca de gabarito ou a anulao desta questo, devendo ser mantido, portanto, o gabarito divulgado. QUESTO 45 - MANTIDA. A montagem da questo est devidamente amparada no item A assessoria de imprensa e suas caractersticas do contedo programtico. O candidato solicita a mudana do gabarito da alternativa D para E, o que consideraria correta a assertiva II, que diz que A avaliao dos resultados da assessoria de imprensa baseia-se essencialmente na veiculao obtida junto mdia. O candidato alega que a afirmao dbia, pois a avaliao feita pelo assessor seria diferente da avaliao feita pelo cliente. O candidato sustenta sua afirmativa com base em artigo postado no site da Associao Brasileira de Comunicao. Ao utilizar o advrbio essencialmente, o texto da assertiva II no abre margem a ambiguidades. Alm disso, conforme Jorge Duarte, no artigo Produtos e servios de uma assessoria de imprensa (IN: DUARTE, Jorge (org). Assessoria de imprensa e relacionamento com a mdia), a avaliao baseada apenas na veiculao na mdia limitada, ineficiente e tende a ser enganosa, at porque o objetivo de uma assessoria deve ser mais a boa interao com a imprensa do que o aumento do espao ocupado nos veculos de comunicao (pg.

9

241). Na mesma publicao, Wilson da Costa Bueno, no artigo Medindo o retorno do trabalho de assessoria de imprensa, observa que a atividade de relacionamento com a mdia por parte da assessoria deve ser avaliada com base em dois instrumentos, alm do material veiculado pela mdia: o esforo de divulgao pela assessoria e a auditoria de imagem (pg. 394). No h razes que justifiquem a troca de gabarito ou a anulao desta questo, devendo ser mantido, portanto, o gabarito divulgado. BIBLIOGRAFIA DUARTE, Jorge (org). Assessoria de imprensa e relacionamento com a mdia. So Paulo: Atlas, 2008. QUESTO 46 (1) - MANTIDA. A montagem da questo est devidamente amparada no item A assessoria de imprensa e suas caractersticas do contedo programtico. O candidato alega que a questo possui duas respostas possveis, a B (O objetivo do release informar, subsidiar e orientar o jornalista, bem como promover a organizao do evento, sendo recomendvel o uso de bons adjetivos) e a E (A difuso em larga escala de releases um dos maiores erros das assessorias de imprensa), esta ltima apontada como a correta no Gabarito preliminar. O candidato usa como argumento o artigo Release: histria, tcnica, usos e abusos, de Jorge Duarte (IN: DUARTE, Jorge (org). Assessoria de imprensa e relacionamento com a mdia). Embora no artigo citado o autor admita que palavras como novo, indito, novidade, lanamento (...) ajudam a despertar o interesse, ele sustenta tambm, entre as regras bsicas de texto do release: evite adjetivos, frases longas, jarges, repetio de idias e palavras, voz passiva, ordem indireta e oraes intercaladas. Alm disso, a alternativa B incorre em erro ao afirmar que o objetivo do release promover a organizao do evento. O mesmo autor observa textualmente que o release para informar, subsidiar ou orientar o jornalista, no para bajular o assessorado, ou promover as qualidades da organizao, diferenciando o release da simples propaganda e desaconselhando critrios e abordagem publicitria. No h razes que justifiquem a troca de gabarito ou a anulao desta questo, devendo ser mantido, portanto, o gabarito divulgado. Alm disso, atendendo colocao de outro candidato que no embasa sua afirmao em bibliografia e cita especificamente as alternativas D e E, fazem-se as seguintes afirmaes: A alternativa D (Devem ser evitadas palavras como novo, indito ou novidade, que tendem padronizao e vulgarizao) apontada como incorreta segundo o gabarito preliminar. Ela est contemplada no artigo Release: histria, tcnica, usos e abusos, de Jorge Duarte (IN: DUARTE, Jorge (org). Assessoria de imprensa e relacionamento com a mdia), no qual o autor afirma que palavras como novo, indito, novidade, lanamento (...) ajudam a despertar o interesse. No mesmo artigo, o autor tambm afirma, textualmente que a difuso em larga escala de releases um dos maiores erros das assessorias de imprensa e pode lev-la da desconfiana desmoralizao, o que contempla a alternativa E (A difuso em larga escala de releases um dos maiores erros das assessorias de imprensa), apontada como correta conforme o gabarito. No h razes que justifiquem a troca de gabarito ou a anulao desta questo, devendo ser mantido, portanto, o gabarito divulgado. BIBLIOGRAFIA DUARTE, Jorge (org). Assessoria de imprensa e relacionamento com a mdia. So Paulo: Atlas, 2008.

PEDAGOGO QUESTO 35 - MANTIDA. De acordo com a bibliografia consultada e por meio dela elaborada a questo Margarita Ballester [et al.]. Avaliao como apoio aprendizagem. Porto Alegre: Artmed (2003) na pgina 25 a autora coloca Toda atividade de avaliao um processo em trs etapas: coleta de informao, que pode ser ou no instrumentada; anlise dessa informao e concluso sobre o resultado dessa anlise; tomada de decises de acordo com a concluso. Logo a 1 parte da sentena assim como a 3 parte estariam corretas, estando a alternativa A correta. QUESTO 40 - MANTIDA. De acordo com o autor consultado Arnaldo Niskier Filosofia da Educao: uma viso crtica. So Paulo: Loyola, 2007 na pgina 127 e 128 no captulo sobre o Naturalismo

10

referido que as fontes do naturalismo podem ser situadas em pensadores como Montaigne e Comnio. Para Montaigne a educao deveria ser toda processada ativamente, sem imitao, mas com anlise crtica, atendendo as necessidades do corpo e do esprito e envolvendo mudana nas atitudes bsicas do aluno. Analisando as definies das outras concepes referidas, a que est de acordo com a afirmao feita o Naturalismo. Portanto a alternativa B est correta. QUESTO 41 - MANTIDA. A questo foi elaborada a partir da bibliografia de Arnaldo Niskier - Filosofia da Educao: uma viso crtica, no sendo fundamental para a sua resoluo a identificao do autor abordado. Em livros ligados a Histria da Educao como, por exemplo, o de Maria Lcia de Arruda Aranha cita-se o Iluminismo, a Escola Nova e a Educao Popular, sendo, portanto, de fcil identificao as afirmativas referidas sobre as mesmas. A palavra dialtica, de origem grega, remete ao dilogo, a contraposio de ideias que leva a outras ideias, sendo utilizada em diferentes doutrinas filosficas. Por isso na pedagogia dialtica (uma pedagogia do conflito) ela no descarta as contradies do prprio indivduo porque a educao no neutra e no sendo neutra ela dialoga com o indivduo e com a instituio escola. Logo, esto certas todas as afirmativas. QUESTO 42 - MANTIDA. A questo foi elaborada a partir do livro - Histria da educao e da pedagogia de Maria Lcia de Arruda Aranha e na alternativa contestada no necessrio expor o perodo histrico, pois o mesmo no auxiliaria na resoluo da mesma. Sabe-se que na histria da educao a educao elementar completava-se por volta dos 13 anos e nessa poca sabe-se que os pobres eram encaminhados para algum ofcio e as crianas de famlia rica eram encaminhadas ao ginsio. Dos 16 aos 18 anos que a educao assumia uma dimenso cvica de preparao militar. Portanto, a alternativa C incorreta. QUESTO 44 - MANTIDA. A pedagogia montessoriana segundo Maria Lcia de Arruda Aranha privilegia o ambiente, adequando-o ao tamanho das crianas. O trabalho com o material didtico o que estimula o desenvolvimento sensrio-motor. Alm disso, Montessori dava ateno prioritria escrita, que, segundo ela, deveria preceder a leitura. Logo, a alternativa que completaria a questo de forma correta seria a alternativa E. QUESTO 48 - MANTIDA. O autor Lino de Macedo em sua obra Cinco estudos de educao moral (pgina 44 e 45) faz referncia do autor citado pelo candidato Piaget. Deixando claro que em Piaget foram encontrados trs estgios: 1) o das crianas pequenas (at trs anos) - ainda no tem uma compreenso da prtica das regras, isto , enquanto jogam como querem no tem conscincia da obrigatoriedade de um certo modo de jogar; 2) o das crianas entre trs a oito ou nove anos que comeam a ver as regras como uma coisa sagrada e obrigatria , ou seja, as regras so colocadas como to reais e so consideradas imutveis, toda modificao tida como uma transgresso, sendo esse comportamento percebido ao observar as crianas nessa faixa etria quando brincam ou jogam juntas. E finalmente o terceiro estgio o da conscincia das regras - o grupo constri as combinaes para si em benefcio de todos, nesse caso, as regras podem ser modificadas desde que todo o grupo veja necessidade disso. Logo, a primeira parte da sentena est correta.

PROGRAMADOR VISUAL QUESTO 40 - MANTIDA. A questo 40 avalia os conhecimentos do candidato dentro do escopo de tipografia, sistemas de classificao e anatomia de tipos. De acordo com AMBROSE, 2009 e SANDERS & MCCORMICK, 1993: "De maneira geral, as fontes so classificadas com base nas suas caractersticas. H quatro categorias bsicas: romana (Roman), gotica/sem serifa (Gothic), cursiva (Script) e medieval (Block) (Sandres and McCormick, 1993). Em termos gerais romana a classe em que encontramos todas as fontes com serifa; as fontes gticas so sem serifa; a categoria cursiva descreve as fontes que simulam a caligrafia; e a medieval designa as fontes baseadas na caligrafia manuscrita alem." As alternativas "A", "C", "D" e "E" correspondem a categorias bsicas de classificao de tipos, e portanto so incorretas. Mesmo no conhecendo as quatro categorias bsicas de classificao apresentadas, o candidato pode seguir uma rota secundria de resoluo da questo, utilizando conhecimentos bsicos

11

em anatomia de tipos. Dentro das alternativas apresentadas, a nica que no corresponde a uma categoria de classificao a opo "B" Itlica. Itlico se refere a uma variedade de fonte inclinada com o objetivo de promover nfase. Itlico, llight, negrito, condensado ou estendido so verses de anatomia dentro de um estilo ou famlia tipografica, e no correspondem a um critrio de categorizao bsico de classificao de tipos, pois a grande maioria das fontes tem estas verses dentro de suas famlias. Logo, a nica alternativa correta para a questo "B". BIBLIOGRAFIA: AMBROSE, Gavin. Fundamentos de Design Criativo / Gavin Ambrose; Paul Harris; traduo Edson Furmankiewicz. Porto Alegre: Bookman, 2009. p. 84, 96. SANDERS, Mark & MCCORMICK, Ernest. Human Factors in Engineering and Design - McGraw-Hill, 1993. QUESTO 43 - MANTIDA. O recurso apresentado pelo candidato no se justifica, uma vez que a alternativa apontada como correta pelo candidato a alternativa certa para a questo. Abaixo apontamos a justificativa. De acordo com MARTINS, 2009: O sistema Pantone padronizado de especificao de cores nas tintas de impresso. O Pantone fornece um guia com milhares de cores e padres apresentados exatamente como aparecem quando impressas em diferentes tipos de papis. Os modelos de cor RGB e CMYK so os mais utilizados , principalmente o CMYK que padro para impresso comercial. Mas existem vrios modelos desenvolvidos para uma variedade de aplicaes em editorao eletronica e imagem grfica, como HSB, o CIE Lab, o Sistema Pantone e Cor Indexada. Nas alternativas apresentadas, somente uma delas no corresponde a um modelo de cor. A alternativa "E" TWAIN, de acordo com MARTINS, 2009: "Atualmente todos os scanners so compatveis com o padro TWAIN (Technology Withoutan Interesting Name), um drive independente que funciona como link entre software de manipulao e o software controlador do scanner." Portanto TWAIN se refere a um driver de integrao de plataformas e no um modelo de cor. A nica resposta correta para a questo "E" TWAIN. BIBLIOGRAFIA: MARTINS, Nelson. A imagem digital na editorao. Rio de Janeiro: Senac Nacional, 2009, p. 43, 61 - 80.

RELAES PUBLICAS QUESTO 31 - MANTIDA. A assertiva sobre os veculos de comunicao dirigida... como o prprio candidato escreveu ficou claro que se refere a veculos de comunicao dirigida. Quero enfatizar que no houve nenhum outro recurso de desentendimento ou interpretao contrria de ao que foi exposto, por isso, considero o entendimento geral da questo por todos os demais candidatos. Portanto, no h razes tcnicas que justifiquem a anulao dessa questo, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. QUESTO 39 ANULADA. Considerando que nenhuma das alternativas da conta do enunciado. QUESTO 43 - MANTIDA. A questo analisada uma transcrio literal do autor. Quero enfatizar que no houve nenhum outro recurso de desentendimento ou interpretao contrria de ao que foi exposto, por isso, considero o entendimento geral da questo por todos os demais candidatos. Portanto, no h razes tcnicas que justifiquem a troca do gabarito ou a anulao dessa questo, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado.

12

QUESTO 44 - ALTERAO DO GABARITO E PARA C. Informo que as argumentaes dos(as) candidatos(as) esto corretas, pois nem sempre os projetos/programas trazem retorno econmico/rentabilidade s organizaes. Sugiro a troca do gabarito da letra E para a letra C.

SECRETARIO EXECUTIVO QUESTO 34 - MANTIDA. Tendo em vista que o conhecimento do cdigo de tica profissional faz parte das habilidades tcnicas, humanas e gerenciais da secretria (item 2 do programa). Quanto s questes/assertivas histricas, elas fazem parte da profisso, do dia a dia da secretria, no necessariamente deve-se ler a respeito, pois pela prpria formao universitria j se sabe. Portanto, no h razes tcnicas que justifiquem a anulao dessa questo, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. QUESTO 35 - ANULADA. Informamos que as argumentaes dos (as) candidatos (as) esto corretas, j que a questo elaborada saiu incompleta, faltando informar que o (a) candidato (a) deveria marcar a questo atravs das assertivas I, II, III, IV e no a, b, c, d, e. QUESTO 36 - MANTIDA. A argumentao do (a) candidato (a) est incorreta, pois a alternativa que est incorreta fala sobre: a linguagem da equipe um aspecto importante a ser observado em reunies; quanto aos termos utilizados muito comum usar os termos eu ou mim, sendo que o termo correto ns ou nosso. S o conjunto de pessoas que justifica a palavra equipe. Portanto, no h razes tcnicas que justifiquem a anulao dessa questo, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. QUESTO 38 - MANTIDA. Segundo Kaspary, consta nas pginas 19 a 21 (2003) e na pgina 17 (1988), exatamente o que est escrito na assertiva C: A conciso segundo Albalat, a arte de encerrar um pensamento no menor nmero possvel de palavras. A clareza consiste em expressar exatamente um pensamento ou emoo. Portanto, no h razes tcnicas que justifiquem a troca do gabarito ou a anulao dessa questo, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. QUESTO 40 - ANULADA. Informamos que as argumentaes dos (as) candidatos (as) esto corretas, j que a questo elaborada saiu errada, faltando informar a opo das assertivas I e II tambm como erradas e as I, IV e VI como corretas, ou seja, apenas a V est incorreta. QUESTO 49 - MANTIDA. A argumentao do(a) candidato(a) est incorreta, pois para se ter conhecimento de 5S necessrio saber o significado dessas palavras, no necessariamente saber de uma lngua estrangeira, mas como se utiliza na administrao e um expediente importado l do Oriente, mais precisamente do Japo ps-guerra, chamado de 5 S. Este nome provm de cinco palavras japonesas iniciadas pela letra s: Seiri, Seiton, Seisou, Seiketsu e Shitsuke. Para entender o que 5S se deve conhecer os cinco sensos que constituem um sistema fundamental para harmonizar os subsistemas produtivo pessoal - comportamental, constituindo-se na base para uma rotina diria eficiente. Portanto, no h razes tcnicas que justifiquem a troca do gabarito ou a anulao dessa questo, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado.

REGENTE QUESTO 49 - MANTIDA. O enunciado bem claro quanto idia de EDUCAO enquanto disciplina que engloba muitas disciplinas, ou seja, um ramo do conhecimento humano cujo conceito

13

interdisciplinar. Ora, a nica resposta que contm este conceito interdisciplinar a letra C. Ela engloba todas as outras questes, por isso a resposta correta.

TECNICO DESPORTIVO QUESTO 34 - MANTIDA. A alternativa Verdadeira (V), conforme o gabarito da questo. Isto se justifica pois de acordo com WEINECK (2000), os ossos das pessoas que se encontram na faixa etria da infncia ou adolescncia so mais flexveis, devido ao acmulo de material orgnico mole. No perodo de crescimento os ossos ainda no esto completamente ossificados o que permite uma maior flexibilidade, porm menor resistncia do sistema esqueltico a batidas, quedas, impacto forte ou cargas. A flexo no provocada exclusivamente pela articulao (flexo de um segmento sobre o outro), mas tambm pela capacidade da estrutura modificar-se em um determinado ngulo, como os ossos de crianas e adolescentes. Portanto no h erro na questo e a alternativa correta a D. QUESTO 44 - MANTIDA. Isso se justifica porque a questo no est afirmando que os jogadores devem experimentar Posies Alternadas, mas sim, como o prprio candidato recorrente reconhece, um mtodo interessante. A questo no fala em qual nvel de treinamento ele deve ser usado, o que no a torna invlida. Ademais, as questes e alternativas da prova no so voltadas, principalmente, ao trabalho com alto nvel, pois isto no est especificado no Edital, que ao falar do objetivo do trabalho do tcnico desportivo, afirma:

desenvolver com estudantes e outras pessoas interessadas, as prticas de ginstica e outros exerccios fsicos. Ensinar as tcnicas de jogos simples; Treinar atletas nas tcnicas de diversos jogos e outros esportes; instruir os atletas sobre os princpios e regras inerentes a cada um deles. Encarregar-se do preparo fsico dos atletas. Acompanhar e supervisionar as prticas desportivas. Executar outras tarefas de mesma natureza e mesmo nvel de dificuldade. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extenso.

O edital visa um profissional com conhecimentos aplicveis a grupos heterogneos de alunos, onde se trabalhe em prol do esporte para todos e no com foco principal no alto nvel. Neste sentido a questo 44 no contm erros.

QUESTO 45 - MANTIDA. O candidato traz um argumento baseado no senso comum sobre pessoas surdas, ou seja, considerando seus limites, mais que suas potencialidades. Ademais a alternativa da questo 45 no afirma que todos os atletas surdos competem de igual para igual, e sim que alguns competem com bastante sucesso. De acordo comJoseph P. Winnick (2004, p. 203) em seu livro, Educao fsica e esportes adaptados: As habilidades esportivas dos atletas surdos variam tanto quanto as da populao ouvinte desde atletas sem habilidades at os altamente habilidosos. Os atletas surdos so capazes de competir de igual para igual com os ouvintes, e alguns competem com bastante sucesso. J em 1883, os atletas surdos competiam profissionalmente nos Estados Unidos. Naquele ano, Edward Dundon se tornou o primeiro jogador surdo do beisebol profissional de que se tem notcia. Acredita-se que os sinais de mo utilizados pela arbitragem foram desenvolvidos por causa dele. Acredita-se que o ato de reunir os jogadores para combinar as jogadas foi adotado pela primeira vez no time de futebol americano da Gallaudet University, para evitar que os times adversrios, tambm formados por surdos, bisbilhotassem as suas jogadas (Strassler, 1994, apud Winnick, 2004). Alguns atletas surdos se tornaram tcnicos de times de ouvintes, como Albert Berg, que foi o primeiro tcnico da PurdueUniversity, em 1887. QUESTO 49 - MANTIDA. A questo 49 no necessita ser anuladas pelos seguintes motivos: - A alternativa a ser assinalada na questo 49 a alternativa A, portanto o candidato precisaria saber que a alternativa A contm uma informao incorreta sobre o sistema de Repescagem que um dos sistemas de competio mais populares, utilizados e amplamente estudado na Educao Fsica.

14

- O Sistema de competio Bagnall-Wildest descrito na maioria dos livros sobre organizao de competies esportivas (exemplo: DAVI, Rodrigues. Organizao de eventos esportivos. 2. Ed. Londrina, PR: Poit, 2000), sendo do conhecimento daqueles que buscaram informaes acerca dos contedos do concurso. - O termo em ingls, assim foi mantido, em respeito nomenclatura original e na forma como usada no Brasil e aparece na bibliografia, no havendo necessidade de nenhuma traduo do ingls para portugus para saber como este sistema funciona. Diversas denominaes e nomenclaturas que so usadas na lngua de origem, no so traduzidas e temos inmeros casos dentro da Educao fsica em diversos esportes e expresses, como: performance, jump, step, crow,entre outras.

NVEL MDIO E TCNICO

LNGUA PORTUGUESA QUESTO 01 - MANTIDA. A questo solicita que sejam analisadas as assertivas luz das informaes contidas no texto e somem-se os nmeros que antecedem s corretas. vlido notar que h um nmero anterior a cada afirmao. Somam-se os nmeros que antecedem a afirmao, e no um nmero anterior ao que nmero da afirmao. Dessa forma, a assertiva I est correta, visto que o bom senso em relao etiqueta deve ser aplicado em diferentes situaes. Observe as seguintes passagens do texto: - O bom senso vale tambm ao entrar em contato com outras culturas. (l. 24) O uso de tambm pressupe que o bom senso deve ser observado em outras situaes, alm de retomar a situao descrita no pargrafo anterior, em que se faa sobre a etiqueta na internet. - unnime que a etiqueta contempornea bem mais simples. Os detalhes que o Rei-Sol se preocupou em passar para a Corte por meio de pequenos bilhetes no caram em desuso, apenas sofreram adaptaes e se tornaram mais flexveis para acompanhar a modernidade. Segundo Fabio, o princpio bsico da atualidade ser educado com todos e se aprimorar como ser humano. (l. 29-32) O ltimo pargrafo, a concluso, retoma tudo o que foi argumentado no texto: preciso ter flexibilidade e bom senso nas diversas ocasies. O ltimo pargrafo tambm mostra que a assertiva II est incorreta visto que os comportamentos sociais no esto baseados em regras rgidas, mas na flexibilidade e que a afirmao III est correta houve mudanas nas regras sociais para acompanhar as mudanas do mundo moderno. Faz-se necessrio afirmar que a expresso tempos modernos retoma a palavra utilizada no texto (modernidade), sendo usada como um sinnimo e no como referncia a uma poca histrica. QUESTO 02 - ANULADA. Visto a no correspondncia entre a citao feita na questo e suas possveis inferncias, anula-se a questo. QUESTO 03 - MANTIDA. A questo solicita que sejam avaliadas as assertivas incorretas em relao ortografia das palavras. Todas as assertivas esto incorretas, como pode ser visto a seguir: - Na assertiva I, em O que muitos ta__am de meros melindres... (l. 09), a lacuna deve ser preenchida por ch e no por x, pois significa acusar (tachar) e no tributar imposto (taxar); - Na assertiva II, em Na hora da tria__em (l. 13), deve ser preenchida por g e no por j; o que no ocorre em ... no deve re__eitar uma pessoa que te adicionou no Orkut ou Facebook., preenchida corretamente por j; - Na assertiva III, em Nesses ambientes, o ideal manter a d__scrio, no expor amigos, parentes e, muito menos, a si mesmo, a lacuna preenchida por i e no por e, pois o significado adequado ao contexto refere-se qualidade de ser discreto, e no ao ato de descrever.

15

QUESTO 04 - MANTIDA. Em relao conjuno subordinativa se presente nas linhas 18 (segunda ocorrncia) e 21, ela introduz a ideia de condio/hiptese, podendo ser substituda por caso (CEGALLA, 2007, p.292). No entanto, se houvesse a substituio, deveriam haver alteraes nas formas verbais de ambas as frases: - Se voc no bate a porta na cara de ningum que vai te visitar passaria a ser Caso voc no bata a porta na cara de ningum que vai te visitar; - Esses sites tm ferramentas que, se voc deletar ou bloquear algum, nem vo perceber ficaria Esses sites tm ferramentas que, caso voc delete ou bloqueie algum, nem vo perceber. Essas alteraes fazem com que a alternativa C seja a correta, e no a B. importante ressaltar que mesmo que no poderia substituir se, por ser uma conjuno subordinativa concessiva, ou seja, exprime a ideia de concesso. QUESTO 05 - MANTIDA. Em relao terceira assertiva, no se pode afirmar que as palavras um, nimo e unnime so cognatas. Segundo Cegalla (2007, p.93), cognatos so vocbulos que procedem de uma raiz comum. Como pode ser rapidamente observado, um e nimo no possuem a mesma raiz, elas so claramente diferentes. Independente da palavra unnime ser derivada de um + anime do latim unus (um) + anima (alma) , a segunda parte da assertiva est incorreta. Faz-se necessrio lembrar que, no edital, os aspectos envolvidos na questo esto relacionados aos itens (3) Ortografia oficial e (11) Significao das palavras, considerando que a compreenso de cognato est relacionada amplitude vocabular. QUESTO 07 - MANTIDA. Em relao aos fragmentos do texto considerados, pede-se que se analisem as palavras acentuadas e assinale-se verdadeiro ou falso. Dessa forma, a primeira assertiva falsa, pois contrrio e est admitem grafia sem acento, passando a ser contrario (forma verbal) e esta (pronome demonstrativo). J a segunda assertiva verdadeira, pois o acento circunflexo nas formas verbais tem e tm serve para diferenciar a palavra em relao pessoa no caso todas tm e nenhuma tem. Por fim, a ltima assertiva tambm est correta, pois a palavra porm, sem acento, assume outra classe gramatical de conjuno para verbo. Faz-se necessrio lembrar que a questo refere-se somente acentuao, e no a questes de ordem semntica. QUESTO 08 - MANTIDA. A nica alternativa cuja interpretao do fragmento do texto est correta a D, pois a ao de deletar ou de bloquear algum significa tir-lo ou no aceit-lo nas relaes do mundo virtual. necessrio observar que, apesar de a ao de bloquear pressupor a de j ter aceitado, no momento em que se bloqueia algum, no se quer mais conviver com a pessoa, ou seja, ela no mais aceita naquele espao. Em relao alternativa A, ela est incorreta, pois as normas sociais, segundo Cludia Matarazzo, foram criadas para facilitar e ajudar a convivncia social, no para deix-la mais prtica/rpida. QUESTO 09 - MANTIDA. No perodo abaixo, somente trs mudanas seriam necessrias caso a expresso As pessoas fosse substituda por Todo mundo, como pode ser visto abaixo: - As pessoas que conhecem as regras de comportamento se sentem adequadas em qualquer local ou situao e isso reflete positivamente. (l. 14-15) Todo mundo que conhece as regras de comportamento se sente adequado em qualquer local ou situao e isso reflete positivamente. O enunciado solicita que seja indicado o nmero de mudanas, no havendo qualquer solicitao quanto alterao de flexo, seja de gnero ou de nmero, tanto que a prpria substituio inicial j possui alterao de flexo e de gnero, sendo, portanto, parmetro para a anlise das demais.

16

QUESTO 10 - MANTIDA. Em relao assertiva III, pode-se afirmar que regras, preceitos e detalhes esto no mesmo valor semntico: todas se referem etiqueta, tanto que o prprio autor usa um pelo outro para referir-se a mesma relao de determinao, conforme Bechara (2008, cap.11). QUESTO 11 - MANTIDA. A assertiva II est clara: pede-se para verificar se o elemento coesivo no qual poderia substituir em que, presente na linha 23, sem que houvesse alterao sinttica ou semntica. Essa alterao no possvel, pois em que retoma a expresso uma foto. A nica alterao possvel seria na qual, atendendo aspectos de regncia e gnero do termo retomado. QUESTO 12 - MANTIDA. Em relao ocorrncia de vrgulas em frases do texto, todas as assertivas esto erradas. As vrgulas da linha 11 no so usadas pela mesma justificativa (uma separa um adjunto adverbial e a outra, um aposto); a da linha 16 no separa oraes coordenadas (separa uma orao subordinada adverbial); e a da linha 20 no poderia ser suprimida, visto que a orao principal representada por seja virtualmente ou no, e a subordinada (Sempre vai haver maneira de ser educado) est deslocada. QUESTO 15 - MANTIDA. Em relao aos pronomes de tratamento, deve-se observar que, apesar de serem da segunda pessoa, eles so utilizados com as formas verbais e os pronomes possessivos da terceira pessoa (CEGALLA 2007, p. 182). Dessa forma, apesar de serem considerados os sujeitos da orao, a concordncia se dar de forma especial: na terceira pessoa do singular. Assim, as nicas assertivas corretas so a I e a III, pois na II a concordncia do pronome possessivo est errada (segunda pessoa do plural).

INFORMATICA PARECER DA BANCA Antes de iniciar as respostas aos recursos dos candidatos, transcrevem-se, a seguir, apenas, um resumo dos tpicos do ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS - CONHECIMENTOS GERAIS PARA TODOS OS CARGOS DE NVEL D E E, previstos no EDITAL DE CONCURSO PBLICO N 16/2010, da Universidade Federal de Cincias da Sade de Porto Alegre (UFCSPA), referentes NOES DE INFORMTICA. "1. 1 Sistema operacional e ambiente Linux. 2 Edio de textos, planilhas e apresentaes em ambiente Linux. 3 Sistema operacional e ambiente Windows. 4. Edio de textos, planilhas e apresentaes em ambiente Windows. 5 Conceitos bsicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet. 6 Conceitos bsicos, ferramentas,aplicativos e procedimentos de Intranet. 7 Conceitos de organizao e de gerenciamento de informaes, arquivos, pastas e programas. 8 Segurana da informao. 8.1 Procedimentos de segurana. 8.2 Noes de vrus e pragas virtuais. 8.3 Noes de firewall. 8.4 Aplicativos para segurana (antivrus, anti-spyware, etc). 8.5 Procedimentos de backup ". Alm disso, o seguinte texto introdutrio se aplica a todas as questes dessa prova: "Para a resoluo das questes que seguem,considere os seguintes detalhes: (1) os programas utilizados nesta prova foram instalados com todas as suas configuraes padro, entretanto, caso tenham sido realizadas alteraes que impactem a resoluo da questo, elas sero alertadas no texto da questo ou mostradas visualmente, se necessrio; e (2) para resolver as questes dessa prova considere, apenas, os recursos disponibilizados para os candidatos, tais como essas orientaes, os

17

textos introdutrios das questes, os enunciados propriamente ditos e os dados e informaes disponveis nas Figuras das questes, se houver.". QUESTO 16 - MANTIDA. 1. Introduo A montagem dessa questo est devidamente amparada no item "1 Sistema operacional e ambiente Linux.", do contedo programtico transcrito acima. O enunciado introdutrio dessa questo diz o seguinte: "QUESTO 16 - Considere as seguintes assertivas sobre o sistema operacional Linux: I. Linux o ncleo de um sistema operacional que pode ser distribudo gratuitamente, assim como adaptado e aperfeioado, de modo a atender as necessidades dos usurios. II. A combinao do ncleo do Linux com ferramentas de software, drivers, utilitrios, interfaces de usurio e outros softwares, como, por exemplo, o sistema grfico XFree86 X Window System, cria uma distribuio Linux, tal como o Fedora e o Ubuntu, dentre outras. III. Uma das limitaes do Linux que ele trabalha, apenas, com os sistemas de arquivos FAT32 e NTFS, para leitura e gravao de dados em um disco rgido. Quais esto corretas? A) Apenas II. B) Apenas III. C) Apenas I e II. D) Apenas II e III. E) I, II e III.." 2. Parte expositiva O "Linux" um software operacional gratuito e livre lanado ao mundo pelo primeira vez por Linus B Torvalds, em 1991. O ncleo desse sistema operacional, o "Linux", tambm conhecido como "kernel". Torvalds mantm os direitos da marca registrada "Linux". A combinao do ncleo desse sistema operacional, dito "kernel" ou, tambm, "Linux", com ferramentas de software, drivers, utilitrios, interfaces de usurio e outros softwares, como, por exemplo, o sistema grfico XFree86 X Window System, cria uma distribuio "Linux", tal como o "Fedora" e o "Ubuntu", dentre outras. Apesar disso, o ncleo de qualquer distribuio o "Linux". Entretanto, normalmente apesar das pessoas em geral se referirem a esse sistema operacional apenas como "Linux", na verdade "Linux" o ncleo do sistema operacional e, como dito anteriormente, tambm referenciado como "kernel". Traando um paralelo, acontece, nesse caso, algo semelhante ao que ocorre com computadores pessoais onde as pessoas e o mercado referenciam o gabinete de um computador, do tipo "desktop", simplesmente como "CPU", quando "CPU" , na verdade, apenas o processador. O fato das pessoas, diversos autores e o mercado referenciarem "Linux" como sistema operacional no torna errado o aspecto do "Linux" ser o ncleo de um sistema operacional. Maiores detalhes podem ser obtidos nas seguintes bibliografias:

BALL, Bill e DUFF, Hoyt. Dominando Linux: Red Hat e Fedora. So Paulo: Pearson Education do Brasil, 2004, pgina XXXI;

BALL, Bill, PITTS, David [et all]. Dominando Red Hat Linux 7. Rio de Janeiro: Cincia Moderna Ltda., 2002, pgina 1

Linux (ncleo). Disponvel em :. Acesso em: 07 nov. 2010.

Linux. Disponvel em :. Acesso em: 07 nov. 2010.

18

3. Parte conclusiva

- A questo foi elaborada baseando-se em conceitos versando sobre "1 Sistema operacional e ambiente Linux.", cujo contedo est perfeitamente amparado dentro do ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS - CONHECIMENTOS GERAIS PARA TODOS OS CARGOS DE NVEL D E E, previstos no EDITAL DE CONCURSO PBLICO N 16/2010, da UFCSPA, referentes NOES DE INFORMTICA.

Em conseqncia, h somente uma alternativa que responde corretamente a questo e a divulgada com o gabarito oficial. No h razes tcnicas que justifiquem a troca do gabarito ou a anulao desta questo, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. RECURSO INDEFERIDO - QUESTO MANTIDA.

QUESTO 17 - MANTIDA. 1. Introduo A montagem dessa questo est devidamente amparada nos itens "2 Edio de textos, planilhas e apresentaes em ambiente Linux. 4. Edio de textos, planilhas e apresentaes em ambiente Windows.", do contedo programtico transcrito acima. O enunciado introdutrio dessa questo diz o seguinte: "A questo 17 baseia-se na Figura 1, que mostra a janela principal do BrOffice.org Writer 3.2, a partir da qual se pode observar que est sendo elaborado um documento, no qual os textos apontados pelas setas n 1 e 2 encontram-se selecionados."

O enunciado propriamente da questo o seguinte: "QUESTO 17 - Aps observar a janela principal do BrOffice.org Writer 3.2, mostrada na Figura 1, pode-se afirmar que os pargrafos que se encontram selecionados, apontados pelas setas n 1 e 2, esto: A) negritados, em itlico e alinhados esquerda.

19

B) negritados, em itlico e justificados. C) negritados e justificados. D) alinhados esquerda. E) justificados. ". 2. Parte expositiva Antes de iniciar a parte expositiva, referente ao contedo da questo propriamente dita, deve-se ressaltar que o BrOffice.org Writer um editor de texto que pode ser instalado e executado em sistemas operacionais Windows e Linux. Observando-se a Figura 17, v-se que se encontram selecionados, simultaneamente, os pargrafos apontados pelas setas n 1 e 2. Nesse caso, sobre a formatao do pargrafo apontado pela seta n 1, pode-se afirmar que:

no se pode afirmar, com certeza, se est ou no negritado; aparentemente parece estar, mas no h como concluir, com certeza, a respeito;

comparando-se visualmente, esse pargrafo com o apontado pela seta n 2, pode-se concluir que no est em itlico;

no est sublinhado; no est alinhado esquerda, pois est marcado o cone correspondente ao alinhamento

justificado, na barra de ferramentas; no est centralizado, pois est marcado o cone correspondente ao alinhamento justificado, na

barra de ferramentas; no est alinhado direita, pois est marcado o cone correspondente ao alinhamento

justificado, na barra de ferramentas; est justificado, com certeza.

Sobre a formatao do pargrafo apontado pela seta n 2, pode-se afirmar que:

visualmente parece que apenas parte do texto desse pargrafo encontra-se em negrito e no todo o pargrafo. Ressalte-se que h uma diferena bastante grande entre parte do pargrafo estar selecionado e todo ele;

comparando-se visualmente, com o pargrafo apontado pela seta n 1, pode-se concluir que est em itlico;

no est sublinhado; no est alinhado esquerda, pois est marcado o cone correspondente ao alinhamento

justificado, na barra de ferramentas; no est centralizado, pois est marcado o cone correspondente ao alinhamento justificado, na

barra de ferramentas; no est alinhado direita, pois est marcado o cone correspondente ao alinhamento

justificado, na barra de ferramentas; est justificado, com certeza.

Para dirimir eventuais dvidas, analisa-se, a seguir, o enunciado de cada uma das alternativas da questo. O enunciado claro ao afirmar "Aps observar a janela principal do BrOffice.org Writer 3.2, mostrada na Figura 1, pode-se afirmar que os pargrafos que se encontram selecionados, apontados pelas setas n 1 e 2, esto:". Portanto, os pargrafos que se encontram selecionados, apontados pelas setas n 1 e 2, devem ser analisados como um todo e no apenas parte deles (o texto do enunciado fala do pargrafo e no de parte do pargrafo). Para dirimir eventuais dvidas, analisa-se, a seguir, cada uma das alternativas dessa questo:

Alternativa A) (errada): pode afirmar que os pargrafos os dois pargrafos em questo no esto negritados, pois se estivessem negritados estaria marcado o cone correspondente na barra de ferramentas. Pode-se afirmar que os dois pargrafos no esto em itlico, pois se estivessem em itlico estaria marcado o cone correspondente na barra de ferramentas. Pode-se

20

afirmar que os pargrafos no esto alinhados esquerda, pois se os dois pargrafos estivessem estaria marcado o cone correspondente na barra de ferramentas. Alternativa errada.

Alternativa B) (errada): pode afirmar que os pargrafos os dois pargrafos em questo no esto negritados, pois se estivessem negritados estaria marcado o cone correspondente na barra de ferramentas. Pode-se afirmar que os dois pargrafos no esto em itlico, pois se estivessem em itlico estaria marcado o cone correspondente na barra de ferramentas. Pode-se afirmar que os pargrafos esto justificados, pois est marcado o cone correspondente na barra de ferramentas. Alternativa errada, uma vez que h itens errados na alternativa.

Alternativa C) (errada): pode afirmar que os pargrafos os dois pargrafos em questo no esto negritados, pois se estivessem negritados estaria marcado o cone correspondente na barra de ferramentas. Pode-se afirmar que os pargrafos esto justificados, pois est marcado o cone correspondente na barra de ferramentas. Alternativa errada, uma vez que h item errado na alternativa.

Alternativa D) (errada): pode-se afirmar que os pargrafos no esto alinhados esquerda, pois no est marcado o cone correspondente na barra de ferramentas e sim outro cone, o de alinhamento justificado. Alternativa errada.

Alternativa E) (correta): pode-se afirmar que os pargrafos em questo esto justificados, pois est marcado o cone correspondente na barra de ferramentas. Alternativa correta.

Nesse caso, pode-se afirmar que os pargrafos que se encontram selecionados, apontados pelas setas n 1 e 2, esto justificados. 3. Parte conclusiva

- A questo foi elaborada baseando-se em conceitos versando sobre "2 Edio de textos, planilhas e apresentaes em ambiente Linux. 4. Edio de textos, planilhas e apresentaes em ambiente Windows", cujo contedo est perfeitamente amparado dentro do ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS - CONHECIMENTOS GERAIS PARA TODOS OS CARGOS DE NVEL D E E, previstos no EDITAL DE CONCURSO PBLICO N 16/2010, da UFCSPA, referentes NOES DE INFORMTICA.

Em conseqncia, h somente uma alternativa que responde corretamente a questo e a divulgada com o gabarito oficial. No h razes tcnicas que justifiquem a troca do gabarito ou a anulao desta questo, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. RECURSO INDEFERIDO - QUESTO MANTIDA.

QUESTO 18 - MANTIDA. 1. Introduo A montagem dessa questo est devidamente amparada nos itens "2 Edio de textos, planilhas e apresentaes em ambiente Linux. 4. Edio de textos, planilhas e apresentaes em ambiente Windows.", do contedo programtico transcrito acima. O enunciado introdutrio dessa questo diz o seguinte: "A questo 18 baseia-se na Figura 2, do BrOffice.org Calc 3.2, a partir da qual possvel observar os seguintes detalhes: (1) encontram-se selecionadas as linhas de nmeros 4, 6 e 9; e (2) ativou-se o menu apontado pela seta n 1, a partir de uma clula da linha de nmero 9." O enunciado propriamente da questo o seguinte: "QUESTO 18 - Na janela principal do BrOffice.org Calc 3.2, mostrada na Figura 2, ao ser selecionado o item de menu apontado pela seta n 2, pode-se afirmar que ".

21

2. Parte expositiva Antes de iniciar a parte expositiva, referente ao contedo da questo propriamente dita, deve-se ressaltar que o BrOffice.org Calc um software de planilha eletrnica que pode ser instalado e executado em sistemas operacionais Windows e Linux. Conforme dito no texto introdutrio da questo, encontram-se selecionadas as linhas de nmeros 4, 6 e 9; e sabe-se que o menu apontado pela seta n 1 foi ativado, a partir de uma clula da linha de nmero 9. Nesse caso, considerando o que est escrito no texto introdutrio da prova, ou seja, os programas utilizados nesta prova foram instalados com todas as suas configuraes padro, pode-se afirmar que, ao ser selecionado o item de menu apontado pela seta n 2, ser mostrada a caixa de dilogo da alternativa D). Ressalte-se, ainda, como est escrito, tambm no texto introdutrio da prova, para resolver as questes dessa prova o candidato deveria considerar e se ater, apenas, aos recursos disponibilizados para os mesmos, tais como essas orientaes, os textos introdutrios das questes, os enunciados propriamente ditos e os dados e informaes disponveis nas Figuras das questes, se houver e no imaginando situaes, fazendo consideraes sobre enunciados que no existem, criando hipteses, etc. 3. Parte conclusiva

- A questo foi elaborada baseando-se em conceitos versando sobre "2 Edio de textos, planilhas e apresentaes em ambiente Linux. 4. Edio de textos, planilhas e apresentaes em ambiente Windows", cujo contedo est perfeitamente amparado dentro do ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS - CONHECIMENTOS GERAIS PARA TODOS OS CARGOS DE NVEL D E E, previstos no EDITAL DE CONCURSO PBLICO N 16/2010, da UFCSPA, referentes NOES DE INFORMTICA.

Em conseqncia, h somente uma alternativa que responde corretamente a questo e a divulgada com o gabarito oficial. No h razes tcnicas que justifiquem a troca do gabarito ou a anulao desta questo, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. RECURSO INDEFERIDO - QUESTO MANTIDA.

QUESTO 20 - MANTIDA. 1. Introduo A montagem dessa questo est devidamente amparada nos itens "8 Segurana da informao.", do contedo programtico transcrito acima. O enunciado introdutrio dessa questo diz o seguinte: "A questo 20 baseia-se na Figura 4, que mostra uma pgina eletrnica do portal do Ministrio da Educao, na Internet." O enunciado propriamente da questo o seguinte: "QUESTO 20 - No dia 01 de outubro de 2009, o Ministrio da Educao divulgou, em seu portal na Internet, o adiamento das provas do Exame Nacional do Ensino Mdio (ENEM), marcadas para os dias 03 e 04 de outubro de 2009, devido divulgao no autorizada de informaes e contedos sigilosos dessas provas, ocorrida na noite de quarta-feira, 30 de setembro de 2009, em So Paulo. Nesse caso, a revelao de informaes e contedos sigilosos a indivduos no autorizados, caracteriza a violao do princpio bsico da segurana da informao chamado de".

22

2. Parte expositiva Essa questo apresenta um mostra uma pgina eletrnica do portal do Ministrio da Educao, na Internet, informando o adiamento das provas do Exame Nacional do Ensino Mdio (ENEM), marcadas para os dias 03 e 04 de outubro de 2009, devido divulgao no autorizada de informaes e contedos sigilosos dessas provas. Conforme consta nas normas ABNT NBR ISO/IEC 17799:2005 e ABNT NBR ISO/IEC 27001:2006 e constante no site do Governo Federal (http://dsic.planalto.gov.br/) a segurana da informao consiste na preservao da confidencialidade, integridade e disponibilidade e, adicionalmente, outras propriedades, tais como autenticidade, responsabilidade e outras. Ressalte-se que, apesar das diversas caractersticas que compem a segurana da informao, as suas partes componentes podem ser conceituadas e avaliadas individualmente. No caso dessa questo, apresentou-se aos candidatos, apenas, um aspectos que violao do sigilo por terceiros, caracterizando a violao da confidencialidade. No possvel a partir dos textos disponibilizados realizar qualquer outra considerao a respeito. Segundo o site http://dsic.planalto.gov.br/noticias/46-seguranca-da-informacao-e-comunicacoes, a autenticidade refere-se a propriedade de que a informao foi produzida, expedida, modificada ou destruda por uma determinada pessoa fsica, ou por um determinado sistema, rgo ou entidade. Como pode-se observar, essa definio no se enquadra nos termos dessa questo. Ressalte-se, ainda, como est escrito, tambm no texto introdutrio da prova, para resolver as questes dessa prova o candidato deveria considerar e se ater, apenas, aos recursos disponibilizados para os mesmos, tais como essas orientaes, os textos introdutrios das questes, os enunciados propriamente ditos e os dados e informaes disponveis nas Figuras das questes, se houver e no imaginando situaes, fazendo consideraes sobre enunciado que no existe, tecendo hipteses, etc. 3. Parte conclusiva

- A questo foi elaborada baseando-se em conceitos versando sobre "8 Segurana da informao", cujo contedo est perfeitamente amparado dentro do ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS - CONHECIMENTOS GERAIS PARA TODOS OS CARGOS DE NVEL D E E, previstos no EDITAL DE CONCURSO PBLICO N 16/2010, da UFCSPA, referentes NOES DE INFORMTICA.

Em conseqncia, h somente uma alternativa que responde corretamente a questo e a divulgada com o gabarito oficial. No h razes tcnicas que justifiquem a troca do gabarito ou a anulao desta questo, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. RECURSO INDEFERIDO - QUESTO MANTIDA.

ATUALIDADE/LEGISLAO QUESTO 21 - MANTIDA. O edital do concurso estabelece como programa da prova de atualidades 1. Tpicos relevantes e atuais de diversas reas e, cita como exemplos, no limitando a essas, algumas reas do conhecimento, tais como: poltica, economia, sociedade, educao, tecnologia, energia, relaes internacionais, desenvolvimento sustentvel, responsabilidade socioambiental, segurana e ecologia, e suas vinculaes histricas. O assunto referido na questo, alm de atual foi objeto de destaque em diversos veculos de comunicao.

23

QUESTO 22 - MANTIDA. A Instruo n 363-32.2010.6.00.0000 - Resoluo n 23.215 Dispe sobre o voto em trnsito na Eleio Presidencial de 2010:

O Tribunal Superior Eleitoral, usando das atribuies que lhe conferem o artigo 23, IX, do Cdigo Eleitoral e o artigo 105 da Lei n 9.504, de 30 de setembro de 1997, resolve expedir a seguinte instruo:

Art. 1 Os eleitores em trnsito no territrio nacional podero votar no primeiro e/ou no segundo turnos das eleies de 2010 para Presidente e Vice-Presidente da Repblica em urnas especialmente instaladas nas capitais dos Estados (Cdigo Eleitoral, art. 233-A).

Disponvel em www.tse.gov.br

QUESTO 30 - MANTIDA. A questo foi elaborada com base no texto extrado de site oficial, disponvel no endereo: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L8112compilado.htm, onde pode ser encontrado o Regime Jurdico dos Servidores Pblicos Civis da Unio, das autarquias e das fundaes pblicas federais vigente na data da publicao do edital do presente concurso. O artigo oitavo possui o seguinte texto legal: ... Art. 8o So formas de provimento de cargo pblico: (grifamos) I - nomeao; (grifamos) II - promoo; III - ascenso;(Revogado pela Lei n 9.527, de 10.12.97) IV - transferncia; (Revogado pela Lei n 9.527, de 10.12.97) V - readaptao; VI - reverso; VII - aproveitamento; VIII - reintegrao; IX - reconduo. Pela leitura do artigo acima transcrito, constatamos que a nomeao, indicada no inciso I, uma das formas de provimento de cargo pblico prevista naquele dispositivo legal. Portanto, a alternativa B a exceo da questo e corresponde a resposta certa, visto que a ascenso e a transferncia no so mais formas de provimento de cargo pblico previstas no artigo oitavo do regime citado, uma vez que foram revogadas atravs da Lei n 9.527 de 10.12.1997. Improcedentes os recursos, ficando mantida a questo.

CONHECIMENTOS ESPECFICOS

ASSISTENTE EM ADMINISTRAO QUESTO 31 - MANTIDA. A questo foi elaborada com base no programa divulgado atravs do Anexo I do edital publicado para o presente certame, onde trata sobre Princpios fundamentais que regem a Administrao Federal: enumerao e descrio.

24

Qualquer autor renomado, que for consultado, vai citar que os princpios fundamentais que regem a Administrao Federal, e que continuam orientando a Administrao Pblica Federal, foram estabelecidos pelo Decreto-Lei 200/1967. So eles: planejamento, coordenao, descentralizao, delegao de competncia e controle. (vide pgina 749, Hely Lopes Meirelles Malheiros Editores 2009) O programa publicado solicitou, tambm, que os candidatos tivessem noes bsicas de legislao: Normas Constitucionais sobre Administrao Pblica e servidores pblicos (Constituio Federal/88 com suas alteraes). Nessa parte do programa que se encontram os princpios bsicos da Administrao Pblica (Caput do Artigo 37 da CF - legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficincia), e que foram objeto da questo n 44 desse certame. Portanto, os princpios bsicos da Administrao Pblica, que so inerentes a toda a Administrao Pblica, so assuntos distintos dos princpios fundamentais que regem a Administrao Federal. Improcedentes os recursos, ficando mantida a questo. QUESTO 32 - MANTIDA. Idalberto CHIAVENATO um dos autores brasileiros mais conhecidos e respeitados na rea de Administrao de Empresas e Recursos Humanos. Sua bibliografia abrange mais de trinta livros de grande destaque no mercado, alm de uma infinidade de artigos em revistas especializadas. As definies expressas na questo relativas ao conceito de organizao devem ser de domnio dos candidatos, visto serem necessrias ao desenvolvimento das tarefas inerentes ao cargo, e que foram requeridas no programa das provas, que foi publicado atravs do anexo I do edital do presente certame. Portanto, improcedentes os recursos ficando mantida a questo. QUESTO 33 - MANTIDA. A questo foi elaborada com base na Lei n 8.112 de 11.12.1190 e suas alteraes posteriores, que representam o Regime Jurdico dos Servidores Pblicos Civis da Unio, as autarquias e das fundaes pblicas federais. As afirmaes arroladas na questo so objeto do Ttulo IV, que trata do Regime Disciplinar, Capitulo I dos Deveres, do referido Regime. O artigo 116 estabelece os deveres do servidor e o inciso IV dispe que: ... IV cumprir as ordens superiores, exceto quando manifestamente ilegais; (grifamos) Segundo o mencionado regime, nem todas as ordens superiores devero ser cumpridas pelo servidor. Assim, a regra possui essa exceo, que representam as ordens quando manifestamente ilegais, e que corresponde a uma das afirmativas falsas da questo. Improcedente o recurso, ficando mantida a questo. QUESTO 36 - MANTIDA. A questo foi elaborada com base nas disposies contidas na Lei n 8.112 de 11.12.1190 e suas alteraes posteriores, que representam o Regime Jurdico dos Servidores Pblicos Civis da Unio, as autarquias e das fundaes pblicas federais.

25

As afirmativas e definies arroladas na questo so objeto do Ttulo III, que trata dos Direitos e Vantagens, e mais precisamente no Capitulo I do Vencimento e da Remunerao e no Capitulo II Das Vantagens, do referido Regime. No teria sentido que os contedos dos captulos I e II do ttulo III do mencionado regime, no fossem objetos de questes no presente concurso, uma vez que foram indicados no programa das provas, que foi publicado atravs do anexo I do edital do presente certame. Prova est que a pontuao da indicao do contedo (direitos e vantagens) encontra-se entre uma vrgula e um ponto-e-vrgula e no entre um ponto-e-vrgula e dois pontos. Improcedente o recurso, ficando mantida a questo. QUESTO 37 - MANTIDA. A questo foi elaborada com base em conceitos extrados do Manual da Presidncia da Repblica, 2 Edio, revisada e atualizada (2002). Segundo o capitulo I do referido manual, que trata dos aspectos gerais da redao, item 1.2 - A Linguagem dos Atos e Comunicaes Oficiais, conclui que: ..., que no existe propriamente um padro oficial de linguagem; o que h o uso do padro culto nos atos e comunicaes oficiais. claro que haver preferncia pelo uso de determinadas expresses, ou ser obedecida certa tradio no emprego das formas sintticas, mas isso no implica, necessariamente, que se consagre a utilizao de uma forma de linguagem burocrtica. (grifamos) Portanto, o uso do padro oficial de linguagem, apontado na alternativa A, a exceo, e que corresponde resposta certa da questo. Improcedentes os recursos, ficando mantida a questo. QUESTO 38 - MANTIDA. A questo foi elaborada com base em conceitos extrados do Manual da Presidncia da Repblica, 2 Edio, revisada e atualizada (2002). O item 8.2 do capitulo II do referido manual estabelece as normas quanto forma e estrutura do correio eletrnico para a transmisso de documentos. Quanto afirmativa IV, que se refere regra de encaminhamento de arquivo, o mencionado manual estipula que A mensagem que encaminha algum arquivo deve trazer informaes mnimas sobre seu contedo. No que se referem afirmativa V, as normas para confirmao estabelecida no citado manual dispe que: Sempre que disponvel, deve-se utilizar recurso de confirmao de leitura. Portanto, a alternativa A a que corresponde resposta certa, visto que as afirmativas I, II e III arroladas na questo esto corretas, enquanto que as afirmativas IV e V no esto de acordo com o mencionado manual. Improcedentes os recursos, ficando mantida a questo.

26

QUESTO 41 - MANTIDA. A questo foi elaborada com base nas disposies contidas na Lei n 8.666/1993 e que poder ser encontrada no site oficial disponvel no endereo: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L8666cons.htm, onde consta o texto vigente na data da publicao do edital do presente concurso. O artigo vinte e dois, objeto da questo, possui o seguinte texto legal: ... Art. 22. So modalidades de licitao:

I - concorrncia; II - tomada de preos; III - convite; IV - concurso; V - leilo. ...

Pela leitura do artigo acima transcrito, constatamos que a modalidade concurso, indicada no inciso IV, uma das modalidades de licitao apontadas naquele dispositivo legal. Portanto, a alternativa D a que corresponde resposta certa, visto que o prego no uma modalidade de licitao prevista na lei n 8.666/1993 e sim na Lei 10.520/2002. Improcedente o recurso, ficando mantida a questo. QUESTO 45 - MANTIDA. A questo foi elaborada com base na Constituio Federal e que poder ser encontrada no site oficial disponvel no endereo: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm, onde consta o texto vigente na data da publicao do edital do presente concurso. As afirmativas arroladas na questo so objeto da seo II dos servidores pblicos, do captulo VI da administrao pblica, o Ttulo III da organizao do Estado, e que trata das Normas Constitucionais sobre Administrao Pblica e servidores pblicos (Constituio Federal/88, com suas alteraes), conforme consta no programa divulgado no Anexo I do edital do certame. O caput do artigo trinta e nove possui o seguinte texto legal: ... Art. 39. A Unio, os Estados, o Distrito Federal e os Municpios instituiro, no mbito de sua competncia, regime jurdico nico e planos de carreira para os servidores da administrao pblica direta, das autarquias e das fundaes pblicas. (grifamos) Complementa o pargrafo terceiro do mencionado artigo: ... 3 Aplica-se aos servidores ocupantes de cargo pblico o disposto no art. 7, IV, VII, VIII, IX, XII, XIII, XV, XVI, XVII, XVIII, XIX, XX, XXII e XXX, podendo a lei estabelecer requisitos diferenciados de admisso quando a natureza do cargo o exigir. (grifamos) Assim, com a Constituio de 1988 os servidores pblicos gozam dos direitos assegurados aos trabalhadores do setor privado, conforme disposto no artigo 39 e pargrafo acima transcrito. Com base naquele dispositivo legal, dentre os trinta e quatro incisos de direitos assegurados ao trabalhador urbano e rural, quatorze incisos foram garantidos aos servidores pblicos, dentre os quais destacamos: Art. 7 - ...

27

VII - garantia de salrio, nunca inferior ao mnimo, para os que percebem remunerao varivel; (grifamos)

... VIII - dcimo terceiro salrio com base na remunerao integral ou no valor da aposentadoria; IX - remunerao do trabalho noturno superior do diurno; (grifamos) ... XV - repouso semanal remunerado, preferencialmente aos domingos; ... XVII - gozo de frias anuais remuneradas com, pelo menos, um tero a mais do que o salrio

normal; (grifamos) ...

Pela leitura dos incisos acima transcritos, constatamos que: - a garantia de salrio para os que percebem remunerao varivel, nunca poder ser inferior ao salrio mnimo. - a remunerao do trabalho noturno ser sempre superior do diurno. Portanto, a alternativa D a que corresponde resposta certa, visto que dentre as afirmativas apresentadas, segundo as disposies da Constituio Federal de 1988, so corretas apenas a III, IV e V. Improcedentes os recursos, ficando mantida a questo. QUESTO 46 - MANTIDA. Antonio Cesar Amaru MAXIMIANO um professor e pesquisador brasileiro entre os mais conhecidos e respeitados na rea de Administrao. A obra citada (Introduo Administrao 2008) se prope a fazer uma abordagem introdutria sobre Administrao e destinada a todos que se iniciam nessa rea, sejam eles alunos de cursos profissionalizantes de nvel mdio ou de graduao. As definies expressas na questo relativas ao desenvolvimento de equipes de trabalho devem ser de domnio dos candidatos, visto serem necessrias ao desenvolvimento das tarefas inerentes ao cargo, e que foram requeridas no programa das provas, que foi publicado atravs do anexo I do edital do presente certame. Portanto, improcedentes os recursos ficando mantida a questo. QUESTO 47 - MANTIDA. Idalberto CHIAVENATO um dos autores brasileiros mais conhecidos e respeitados na rea de Administrao de Empresas e Recursos Humanos. Sua bibliografia abrange mais de trinta livros de grande destaque no mercado, alm de uma infinidade de artigos em revistas especializadas. As definies expressas na questo relativas ao desempenho profissional devem ser de domnio dos candidatos, visto serem necessrias ao desenvolvimento das tarefas inerentes ao cargo, e que foram requeridas no programa das provas, que foi publicado atravs do anexo I do edital do presente certame. Portanto, improcedentes os recursos ficando mantida a questo. QUESTO 48 - MANTIDA. O enunciado da questo solicita que seja marcada a alternativa que completa correta e respectivamente, as lacunas deixadas em texto anteriormente transcrito.

28

As alternativas so: A) Progresso por Capacitao Profissional - Progresso por Mrito Profissional. B) Promoo por Capacidade Promocional Promoo por Mrito Promocional. (grifamos) C) Progresso por Classificao Provisria Progresso por Mrito Provisrio. D) Promoo por Capacitao Profissional Promoo por Mrito Profissional. (grifamos) E) Proposio por Classificao Profissional Proposio por Mdia Profissional. Assim, cotejando as palavras acima grifadas, constata-se que as alternativas B e D so diferentes entre si. Improcedente o recurso, ficando mantida a questo. QUESTO 50 - MANTIDA. Antonio Cesar Amaru MAXIMIANO um professor e pesquisador brasileiro entre os mais conhecidos e respeitados na rea de Administrao. A obra citada (Introduo Administrao 2008) se prope a fazer uma abordagem introdutria sobre Administrao e destinada a todos que se iniciam nessa rea, sejam eles alunos de cursos profissionalizantes de nvel mdio ou de graduao. As definies expressas na questo relativas aos tipos de estrutura organizacional devem ser de domnio dos candidatos, visto serem necessrias ao desenvolvimento das tarefas inerentes ao cargo, e que foram requeridas no programa das provas, que foi publicado atravs do anexo I do edital do presente certame. Portanto, improcedentes os recursos ficando mantida a questo.

TCNICO DE LABORATRIO/REA QUESTO 32 MANTIDA. A questo solicitava a identificao de itens que expem trabalhadores de laboratrios aos agentes infecciosos. QUESTO 34 MANTIDA. Segundo a ABNT, no seu documento oficial MB-3119, Registrado no INMETRO como NBR 11588, o qual trata de 'Vidraria volumtrica de laboratrio - Mtodos de aferio da capacidade e de utilizao', os itens 'Limpeza da superfcie interna da vidraria', 'Temperatura da vidraria' e 'Temperatura do lquido' esto corretos e o item 'Umidade relativa do ar' est incorreto. QUESTO 35 ALTERAO DO GABARITO B PARA A. Detectou-se equvoco de gabarito. Quando em repouso, a micropipeta deve ser ajustada no seu volume mximo. QUESTO 38 MANTIDA. Por definio, misturas lquidas podem ser divididas em quatro tipos: solues, suspenses, colides e emulses. No h erro na ordem das definies apresentadas. A obra "Motta, VT (2003): Bioqumica Clnica para Laboratrio. Quarta Edio. Ed. Mdica Missau" apresenta claramente o contedo confirmatrio. QUESTO 42 MANTIDA. Por definio, 'Deionizao' um processo de troca de ons para obter gua reagente de alta resistividade. Consta da utilizao de colunas contendo resinas de trocas inicas que retm as impurezas existentes na gua. No elimina substncias no ionizadas, como silicatos,

29

algumas substncias orgnicas e algumas impurezas em suspenso. A resistividade da gua purificada por destilao menor que a gua obtida por deionizao, devido principalmente pela presena de CO2, H2S, NH3 e outros gases ionizados presentes na gua original. A obra "Motta, VT (2003): Bioqumica Clnica para Laboratrio. Quarta Edio. Ed. Mdica Missau" apresenta claramente o contedo confirmatrio. QUESTO 49 MANTIDA. Segundo o edital, entre outros, seriam abordados assuntos referentes a 'mtodos e preparao de lminas para microscopia', 'princpios fundamentais para o preparo de solues e reagentes' e 'preparo de corantes'. QUESTO 50 MANTIDA. A nica alternativa que completa corretamente os passos citado no enunciado a da letra 'A'. A obra "Rosenfeld, R (2007): Fundamentos do Hemograma do Laboratrio Clnica. Rio de Janeiro. Guanabara-Koogan" apresenta claramente o contedo confirmatrio.

Porto Alegre, 16 de novembro de 2010. Comisso de Concursos da Fundatec.