LANÇAMENTO MUNDIAL 07.11 · grande objetivo de um avião fosse NÃO CAIR. O vídeo explicava que...

of 12/12
LANÇAMENTO MUNDIAL 07.11.17 LANÇAMENTO MUNDIAL 07.11.17 NÃO PERCAS TEMPO! espreita já algumas páginas NÃO PERCAS TEMPO! espreita já algumas páginas
  • date post

    09-Nov-2018
  • Category

    Documents

  • view

    213
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of LANÇAMENTO MUNDIAL 07.11 · grande objetivo de um avião fosse NÃO CAIR. O vídeo explicava que...

  • LANAMENTO MUNDIAL

    07.11.17LANAMENTO MUNDIAL

    07.11.17

    NO PERCAS TEMPO!espreita j algumas pginas

    NO PERCAS TEMPO!espreita j algumas pginas

  • O Greg s quer ter um Natal normal. Mas os pais trocam-lhe as voltas e marcam frias numa ilha paradisaca. O que que pode correr mal? Com os Heffleys? TUDO!Depois de um check-in atribulado e uma viagem de loucos, s faltavam mesmo os escaldes, os problemas de estmago, perseguies aquticas e um monte de criaturas venenosas. Que caos!

    PE-TE A MILHAS, GREG!, o que deves estar a pensar, no? Mas sair de uma ilha no assim to fcil, e esta escapadela de sonho vai transformar-se no maior pesadelo de sempre. A parte boa que bem talvez no haja uma parte boa!

  • Nem queria acreditar na minha sorte. Decidi que, assim que levantssemos voo, ia esticar me nos trs lugares e dormir uma soneca maneira.

    Era ainda MELHOR do que a primeira classe.

    Mas, mesmo antes de as portas se fecharem, um casal entrou. E tinham um BEB.

    ARFA!ARFA!

  • 46

    No pensei que aquelas pessoas ficassem na minha fila, porque s havia DOIS lugares livres. Mas o beb ficou ao COLO da me.

    Por acaso, se fosse eu a mandar na companhia area, a regra seria de apenas uma pessoa por lugar. Porque, se este casal tivesse GMEOS, imagino o caos.

    Perguntei lhes se algum deles queria trocar de lugar comigo, para poderem ficar ao lado um do outro. Mas a senhora disse que gostava da janela e o marido respondeu que preferia a coxia.

  • 47

    Logo a seguir, o piloto voltou a falar pelo intercomunicador. Disse que, antes de levantarmos voo, iam passar um pequeno vdeo sobre os procedimentos de segurana em caso de emergncia.

    Eu, que j estava nervoso s por ir voar, no gostei nada de saber que podia haver uma emergncia. Portanto, quando o vdeo comeou, fiz questo de ficar muito ATENTO.

    Mas acho que fui o NICO que prestou ateno. Todas as outras pessoas estavam a borrifar se.

    O incio do vdeo s falava de coisas bsicas, como ensinar a apertar o cinto de segurana.

  • 48

    Mas, depois disso, tornava se SRIO.

    A voz no vdeo disse que, se houvesse uma perda de presso na cabina, as mscaras de oxignio caam do teto. Bem, no sei o que a presso da cabina, mas no gostei l muito de saber que podamos PERD LA.

    No entanto, as pessoas do vdeo no pareciam NADA incomodadas quando as mscaras de oxignio caram. Na verdade, at pareciam FELIZES com isso.

    Depois, o vdeo ficava ainda PIOR. A voz disse que, em caso de uma aterragem forada na gua, o avio teria de ser evacuado.

  • 49

    A entrei MESMO em pnico. Pensava que o grande objetivo de um avio fosse NO CAIR.

    O vdeo explicava que havia sadas de emergncia no avio e que as pessoas sentadas nas filas onde estavam essas sadas tinham de abrir as portas para que todas as outras pessoas pudessem abandonar o avio.

    A sada de emergncia ficava na fila atrs da minha e apercebi me de que as pessoas l sentadas no estavam a prestar ateno NENHUMA ao vdeo. Por isso, fiz com que pousassem as revistas e ouvissem aquilo.

    TLECTLECTLEC

  • 50

    Os assistentes no pareciam nada preocupados com o facto de ningum estar a ouvir. Eles devem ter as suas PRPRIAS sadas de emergncia e, se houver algum problema, vou mas atrs DELES.

    O vdeo mostrava o avio na gua, com escorregas insuflveis a sair das portas de emergncia. Aquilo at dava ares de ser mesmo DIVERTIDO.

    IUPIIIII! ! !

    PSHHH

  • 51

    Depois, o vdeo dizia que as almofadas dos assentos serviam de dispositivos de flutuao, e que cada um tinha um apito incorporado. A, fiquei mesmo com dvidas, ento carreguei no boto por cima do meu lugar, para chamar um assistente de bordo.

    O que eu queria saber era: se cassemos em guas infestadas de tubares, seria assim muito aconselhvel soprar no apito? Para mim, isso era basicamente CONVIDAR os tubares para um almoo borla.

    O assistente de bordo respondeu que eu no precisava de me preocupar, porque as almofadas dos assentos eram revestidas de repelente de tubares e, portanto, eles nem sequer se aproximariam.

    PIII

  • 52

    Na altura fiquei satisfeito com aquela resposta, mas agora acho que ele estava s a despacharme.

    De qualquer forma, no cheguei a perceber o objetivo dos apitos. pouco provvel que algum nos oua a soprar num apito se estivermos perdidos no meio do oceano.

    E se tivermos a sorte de ver passar um navio de cruzeiro, acreditem em mim, ESSE pessoal no vai parar para nos socorrer.

    PIII PIII

  • J tens os outros livros do Greg?

    Livrode Atividades

    AprendeInglS11

  • O DIRIO DE UM BANANA, DIARY OF A WIMPY KID, WIMPY KID, a figura de Greg Heffley e o design das capas dos livrosso marcas registadas de Wimpy Kid, Inc. Todos os direitos reservados.

    2017 Booksmile, uma chancela da 20|20 Editora. Todos os direitos reservados.

    LANAMENTO MUNDIAL

    07.11.17LANAMENTO MUNDIAL

    07.11.17

    ESTE LIVRO RULA!

    ESTE LIVRO RULA!

    N. 1 de

    vendas

    Mais de1 milho

    de exemplares em Portugal