Livro de Joel

of 20 /20
Livro de Joel Estudo Panorâmico EBD – Igreja Batista Betel – Franca, SP 12 de junho de 2016 Rogério Nunes de Lima

Embed Size (px)

Transcript of Livro de Joel

Livro de JoelEstudo PanormicoEBD Igreja Batista Betel Franca, SP12 de junho de 2016Rogrio Nunes de Lima

Quem EscreveuJoel = O Senhor Deus = Jeov Deus

Filho de Petuel

Profeta que viveu, provavelmente, entre os sacerdotes, devido a seu conhecimento das liturgias e das profecias.

Diviso e composio do livro mostra erudio e cuidado artstico.

CronologiaNo se sabe ao certo quando foi escrito.

Problema: no h dados histricos e arqueolgicos a respeito do livro.

800 aC No cita os babilnios e persas, reinos que se tornaram potncias e dominaram Jud.

300 aC Citaes de vrios profetas, incluindo Daniel, que viveu no cativeiro; citao dos jnios, ou gregos, povo mais conhecido somente no Sculo IV aC.

LocalOsias e Eliseu viveram no reino de Israel, ao Norte.

Joel viveu e realizou seu ministrio e pregaes no reino de Jud, ao Sul.

Pontos PrincipaisTexto Principal:Rasguem o corao, e no as vestes. Voltem-se para o Senhor, para o seu Deus, pois ele misericordioso e compassivo, muito paciente e cheio de amor; arrepende-se, e no envia a desgraa. Joel 2:13

Tema do Livro: Necessidade de Avivamento e Relacionamento com Deus

Resumo do LivronfaseDesolaoExortaoRestauraoEmooTristeza AtualMudanaJbilo FuturoPontos PrincipaisPraga dos Gafanhotos

1.1 2.11Chamado ao Arrependimento

2.12 2.17Futuro de Jud

2.18 3.21Cristo em JoelPecado e ConsequnciasEsprito Santo convence do pecado, da justia e do juzoCristo julga mas tambm restaura

Praga dos Gafanhotos1.1 a 1.12Revoada de gafanhotos como acontece at o dia de hoje em determinados locais.

1.4 NVI Cortador, peregrino, devastador e devorador. ARA Cortador, voador, devastador e devorador. ACF Lagarta, gafanhoto, locusta e pulgo.1.10-12 Problemas em: campos, terra, trigo, parreiras (vinho), oliveiras (azeite), cevada, romzeiras, palmeiras, macieiras ALEGRIA (12)

A ConsiderarDeus tem o Universo sob suas ordens.

Mortificar e humilhar tambm so atitudes que Deus toma quando necessrio.

Deus pode utilizar criaturas e coisas frgeis e desprezveis para fazer coisas grandes.

Chamado ao Arrependimento1.13-20

1.14 Necessidade de um arrependimento coletivo e unido1.16-17 Problemas afetam o culto1.19-20 Joel clama ao Senhor e diz que at os animais clamam a Ele

A ConsiderarQuanto mais confiana depositamos nos deleites e no conforto fornecido por nossos sistemas, mais expostos estamos ao juzo de Deus.

Nunca colocar minha alegria e minha realizao em coisas que posso perder.

Dia do Senhor: Juzo2.1-11

Joel descreve o que se viu durante a praga: trevas causadas pelo nmero de gafanhotos (2); destruio (3); barulho (5); nuvem indestrutvel (7-9).2.11 Entende que o Senhor enviou os gafanhotos sobre Jud

A ConsiderarOs juzos de Deus so sempre benditos.

Nossos caminhos podem trazer dor, humilhao e vergonha. Deus pode sempre transformar nossos caminhos atravs do arrependimento, confisso e lamentao.

Novo Arrependimento2.12-17

2.12-13 Deixar as aparncias e se converter verdadeiramente.2.15-16 Arrependimento coletivo.2.17 Espera-se arrependimento dos lderes espirituais de Jud.

A ConsiderarTodos temos parte em pecados coletivos.

Papel dos lderes espirituais: alertar o povo, advertir sobre o pecado e revelar consequncias.

H diferena entre o DIZER e o FAZER: Comea com preocupao e choro pelo que se perdeu (TER) e termina com preocupao e choro pelo que se tornou (SER).Havia prtica da religio (EXTERNO) mas no da piedade (INTERNO). Separavam-se do pecador mas no do pecado.

A ConsiderarSobre a converso:Oposto da obstinao.

Converso desero, desobedincia e rebelio contra o estado em que nos encontramos.

Resposta do Senhor2.18-27

2.18-19 Mostrou zelo, teve piedade, respondeu2.23 D chuva conforme a sua justia2.25 Admisso de que a praga foi enviada pelo Senhor como juzo2.27 Propsito: mostrar que o Senhor Deus (nome de Joel)

A ConsiderarJoel prediz o derramamento do Esprito Santo e o princpio da comunho pessoal com Deus.

Dia do Senhor: Bno2.28-32

2.28-29 Bnos espirituais2.32 Salvao ao que clamar

A Considerar:A salvao est no Senhor. Como conciliar com a verdade de que tambm devemos implantar o Reino de Deus neste mundo?

Julgamento das Naes3.1-21

3.3 Desrespeito a direitos bsicos3.5-6 O tesouro valioso de Deus o seu povo3.12 Contraste com Isaas 3.13