Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

download Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

of 56

  • date post

    14-Oct-2015
  • Category

    Documents

  • view

    17
  • download

    1

Embed Size (px)

description

Os paradoxos da oração

Transcript of Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

  • 5/23/2018 Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

    1/56

  • 5/23/2018 Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

    2/56

  • 5/23/2018 Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

    3/56

  • 5/23/2018 Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

    4/56

    Uma publicao da Igreja Batista da Lagoinha

    1 Edio: dezembro/2013

    Capa e Diagramao:

    Junio Amaro

  • 5/23/2018 Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

    5/565

    APRESENTAO

    A orao uma das questes que mais produzparadoxos na vida do cristo. Ela , ao mesmo tem-

    po, simples e complexa, abstrata e concreta, escura

    e clara, verdadeira ou falsa, sim e no (com varia-

    es no espera). Ao contrrio de outros temas b-

    blicos, a orao assunto que poucos entendem afundo se podemos crer nesses que dizem que en-

    tendem. Muito se tem escrito a respeito, mas pou-

    co se tem vivido de fato na Igreja que, nos ltimos

    tempos, preferiu se dedicar mais sala de visitas do

    que ao quartinho de orao.

  • 5/23/2018 Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

    6/566

    Neste livro, reencontramos o pregador Gusta-

    vo Bessa exortativo, com seus costumeiros lam-

    pejos de memria privilegiada, citando e ana-

    lisando a prtica da orao na vida dos grandes

    evangelistas do passado, cujas Histrias comple-

    tas conhece e pode comparar com a orao que

    realizaram. A servio do tema orao, o autor re-

    vela sinceros paradoxos desses homens que nos

    elucidam a questo e parecem ter sido extradosda experincia atual de cada um de ns. Ele es-

    creve: A constante comunho com o Senhor trouxe

    ao corao de (David) Brainerd um misto de satis-

    fao e insatisfao. De um lado, ele era satisfeito

    pelo privilgio de poder vivenciar um profundo re-

    lacionamento com Deus. Por outro, ele era insatis-

    feito pela sua prpria condio imperfeita. Ele reco-

    nhecia o quanto ainda o seu corao era inclinado

    para o pecado e o quo profundamente precisava

    ser transformado pela ao sobrenatural de Deus.

    Na sequncia, em busca do equilbrio, o autor

    viaja nas cartas paulinas e encontra respostas claras

    aos paradoxos, produzindo reflexes que tornam

    este livro um texto que vai alm dos triviais, que te-

    mos lido a respeito do tema.

  • 5/23/2018 Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

    7/567

    A concluso surpreender sua expectativa, pois

    aponta uma verdade absolutamente incontestvel:

    um avivamento coletivo s acontecer depois de

    haver um avivamento individual, pois o propsito

    maior da orao nos relacionarmos com Deus e

    nos tornarmos cada vez mais parecidos com Jesus.

    Aps a leitura deste livro, mais um paradoxo lhe

    ser apresentado e voc ter que escolher: ficar na

    sala de visitas ou mudar para o quartinho de orao.Boa leitura!

    ATILANO MURADAS

  • 5/23/2018 Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

    8/568

  • 5/23/2018 Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

    9/569

    NO PODIAMAO MENOSPERMANECER

    DE P

    muito difcil algum ler o livro A vida de DavidBrainerde permanecer a mesma pessoa. Ainda que

    no seja uma leitura muito popular, h mais de 250

    anos esse livro tem incendiado o corao de vrios

    cristos. Joo Wesley, por exemplo, o homem que

    Deus usou para avivar a Inglaterra no sculo XVIII,

  • 5/23/2018 Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

    10/5610

    incentivou todos os pregadores a considerarem e

    imitarem a vida de David Brainerd.

    Uma das caractersticas mais notveis de Brai-

    nerd, como se pode notar no seu dirio pessoal, era

    a sua vida de orao. Em seu dirio, verificamos as

    tantas menes que ele faz sobre os seus momen-

    tos de orao e de intercesso diante de Deus. Nem

    sempre eram momentos fceis. Havia momentos

    de grande refrigrio como tambm de agonia e lutanesses perodos de orao.

    Contudo, aps tantas horas, dias e meses de

    orao e comunho com Deus, Brainerd pode ex-

    perimentar um avivamento em sua prpria vida e

    na vida dos pagos em favor de quem ele tanto in-tercedia. No dia 8 de agosto de 1745, podemos ler

    as seguintes palavras no seu dirio:

    Preguei tarde para os ndios, cujo nmero agora era de

    cerca de sessenta e cinco pessoas, entre homens, mulherese crianas. Meu sermo estava alicerado sobre Lucas

    14.16-23, para o qual fui favorecido por uma incomum

    liberdade espiritual. Entre os ndios houve um interesse

    muito visvel enquanto eu discursava publicamente; mas,

    em seguida, quando falava particularmente com um ou

  • 5/23/2018 Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

    11/5611

    outro que demonstrava estar sob mais forte impresso, foi

    que o poder de Deus pareceu descer sobre a assembleia

    como um vento impetuoso, o qual, com

    espantosa energia, derrubava a todos sua frente.

    Fiquei admirado diante da influncia espiritual que

    tomara conta quase que totalmente da audincia, no

    podendo compar-la com outra coisa seno com a fora

    irresistvel de uma poderosa torrente de uma inundao

    crescente, que, com seu insuportvel peso e presso, levade roldo a tudo e a qualquer coisa em seu caminho. Quase

    todas as pessoas, sem importar a idade, foram envolvidas,

    inclinando-se sob a fora da convico, e quase ningum

    foi capaz de resistir ao choque daquela surpreendente

    ao divina. Homens e mulheres idosos, que tinham sidoviciados em lcool por muitos anos, e at algumas crianas

    pequenas, de no mais de seis ou sete anos, pareciam

    estar aflitas devido ao estado de suas almas [...]. Estavam

    quase todos orando e clamando por misericrdia por toda

    parte da casa, e at do lado de fora da casa, e alguns delesno podiam ao menos permanecer de p.1

    Deus usou David Brainerd para vivenciar um dos

    mais impressionantes avivamentos da Histria da

    igreja. Sem dvida, a sua fome e sede por Deus, o

  • 5/23/2018 Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

    12/5612

    seu anelo pela presena do Salvador, a sua compai-

    xo pelos perdidos, a sua perseverana na orao e

    a sua dependncia do Senhor foram fundamentais

    para que ele fosse esse vaso de honra nas mos do

    Pai.

  • 5/23/2018 Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

    13/5613

    AMIZADE COMDEUS

    As oraes de Brainerd, longe de serem frias ou

    repetitivas, eram a expresso de um corao que

    ansiava por ter amizade com Deus. Em seu dirio,

    frequentemente, se notam expresses como: Des-

    frutei de vrias outras ocasies, doces e preciosas, de

    comunho com Deus [...], nas quais minha alma go-

    zou de indizvel consolo; Oh! Uma hora com Deus

    ultrapassa infinitamente todos os prazeres e deleites

    deste mundo terreno; Oh, meu Deus bendito! Dei-

    xe-me subir para bem perto dEle, e am-lo, e anelar1EDWARDS, Jonathan. A vida de David Brainerd. So Jos dos Campos: Fiel,

    1993.p.107-108.2Idem p.24.

    3 Ibidem p.24.

    4 Ibidem p.28.5 Ibidem p.29.6Ibidem p.33.

  • 5/23/2018 Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

    14/5614

    por Ele, e pleitear, lutar, e expandir-me at Ele, para

    libertao do corpo do pecado e da morte; Sentindo

    meus desejos centrados em Deus, tive grande atrao

    de alma por Ele, em vrios momentos do dia; Senti

    algo da doura da comunho com Deus, bem como

    a fora constrangedora de seu amor; quo notavel-

    mente esse amor cativa a alma, e faz com que todos

    os desejos e afetos centralizem-se em Deus!

    O nico desejo de Brainerd era poder se rela-cionar intimamente com Deus e ser o embaixador

    do Senhor no meio dos pagos. Como ele amava

    os perdidos e ansiava por v-los salvos! Como ele

    se angustiava por ver os indgenas aprisionados no

    lcool e escravizados pelo pecado! O seu corao,pode-se dizer, batia no mesmo ritmo do corao de

    Deus que, tambm por amor, desceu dos cus a fim

    de proclamar a salvao aos perdidos.

    A compaixo que Brainerd tinha dos perdidos

    era certamente um reflexo da compaixo do Salva-dor pelos pecadores. Por causa das tantas oraes,

    das muitssimas horas na presena do Senhor, dos

    inumerveis encontros com Jesus, dos incontveis

    momentos de comunho com o Pai Celestial, Da-

    vid Brainerd foi irresistivelmente influenciado pelo

  • 5/23/2018 Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

    15/5615

    amor do Senhor. A presena de Deus o afetou pro-

    fundamente, deixando-o mais parecido com Jesus

    Cristo.

    CONFORMARSE A JESUS CRISTO

    Esse o propsito maior da orao: levar-nos,

    por nossos perodos de relacionamento com Deus,

    a nos tornarmos cada vez mais parecidos com Je-

    sus. O Pai anseia que os seus filhos sejam confor-mados imagem do Seu primognito. Igualmente,

    essa a ardente expectativa de toda a criao. Ela

    ansiosamente aguarda que os filhos de Deus sejam

    revelados.

    Equivocadamente, alguns imaginam que essarevelao dos filhos de Deus est relacionada com

    a manifestao de sinais, maravilhas e prodgios.

    E, por isso, oram incessantemente pelos sinais so-

    brenaturais. Entretanto, ainda que a manifestao

    sobrenatural certamente acompanhe aqueles quecreem em Jesus, os sinais sobrenaturais no so

    uma evidncia confivel de que algum filho de

    Deus. No final do Sermo do Monte, o prprio Se-

    nhor Jesus afirmou que, no ltimo dia, muitos se

    7Romanos 8.298Romanos 9.19

  • 5/23/2018 Livro eBook Os Paradoxos Da Oracao

    16/5616

    aproximaro dEle, dizendo terem realizado diversos

    prodgios e maravilhas; e que, apesar disso, a des-

    peito de todos os sinais sobrenaturais, eles sero