Mais Notícias - Edição 593

Click here to load reader

  • date post

    17-Mar-2016
  • Category

    Documents

  • view

    217
  • download

    2

Embed Size (px)

description

Rodoanel volta a ser alvo de discussão na Câmara

Transcript of Mais Notícias - Edição 593

  • TCE multa ex-prefeito Clvis Volpi por obra do Centro de Convenes

    QUINTA-FEIRA | 12 DE SETEMBRO DE 2013Ano IX | ED. 593

    Jornalista Responsvel:Danilo Meirawww.jornalmaisnoticias.com.br

    POLTICA

    POLTICA

    | PG.04

    | PG.05

    4823-4411

    O Rodoanel da DiscrdiaMais uma vez, os prejuzos causados pela obra do Trecho Leste do Rodoanel

    causam discusso na cidade. Desta vez, os vereadores questionaram a SPMar sobre os impactos da obra na cidade. Sem obter respostas satisfatrias por parte da

    empresa, um novo encontro entre as partes est agendado para a prxima semana.

    Entidade sofre para receber

    servio da Sabesp

    Cidade ir sediar prova no prximo

    domingo pela manh

    Jovem tenista faturou Torneio do

    Crculo Italiano

    Coleta de esgotocausa problemas

    ARIS

    Corrida de Rua causa interdies

    no trnsito

    Victor Bini conquista mais

    um ttulo

    ESPORTECIDADECIDADE | PG.19| PG.07| PG.06

  • 02

    PUBLICAO SEMANAL DE MAIS NOTCIAS EMPRESA JORNALSTICA LTDA.

    CNPJ: 05.531.420/0001-18email: [email protected]

    [email protected]

    EDITOR: ANTONIO CARLOS CARVALHO | JORNALISTA RESPONSVEL: DANILO MEIRA Mtb: 43.013

    REPORTAGEM: MARISA WALSICK | DIAGRAMAO E EDITORAO: GUSTAVO SANTINELLI

    DEPARTAMENTO COMERCIAL: SIDNEI MATOZO

    DEPARTAMENTO JURDICO: DR. GILMAR ANDRADE DE OLIVEIRA / DR. ERIC MARQUES REGADAS

    COLABORADORES: ELIANA MACIEL DE GES / RAUL CARLOS DE CARVALHO / ALA VOLOSHYN

    ADMINISTRAO: ELISETE HELENA PIMENTA | IMPRESSO: DIRIO LANCE

    DISTRIBUIO GRATUITA EM RIBEIRO PIRES, RIO GRANDE DA SERRA E REGIO DA REPRESA BILLINGS

    * O CONTEDO DOS ANNCIOS DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DOS ANUNCIANTES *

    Rua Olmpia Catta Preta, 194 1 Andar, Sala 2 CEP 09424-100

    Centro Ribeiro Pires SP Fone: 4828-7570 Fax: 4828-1599

    OPINIES 12 | setembro | 2013www.jornalmaisnoticias.com.br

    Nas ltimas semanas, o Rodoanel um dos assun-tos mais comentados da cidade. Agora, que a obra chegou a um estgio em que j mudou a paisagem urbana e seus primeiros impactos comeam a ser sentidos, Ribeiro Pires discute sobre sua utilida-de e respectivas compen-saes.

    At o presente momen-to, a cidade tem bancado uma srie de nus. Casas desapropriadas, ruas es-buracadas, poluio visual e do ar, alm de discusses a respeito de pagamento de tributos, em especial o ISS, cujo valor est sendo alvo de grande discusso, como j foi abordado nas pginas deste jornal.

    Mais recentemente, os vereadores entraram na discusso, questionando a SPMar, concessionria que est construindo a autoes-trada e ir oper-la por ao menos 32 anos aps a concluso, a respeito da compensao dos preju-zos causados pela obra. Esta semana, houve um primeiro encontro com a empresa, representada por seu diretor-executivo Luiz Alberto Lodi, na Casa de Leis. A explicao oral, contudo, no satisfez os edis, que agendaram ou-tra reunio para a prxima semana, como voc pode-r ler na pgina 4.

    Esta uma discusso que, verdade seja dita, po-deria no estar acontecen-

    do, j que o projeto origi-nal data dos anos 50 do sculo passado. De l para c, sob diversos nomes, acabou criando filhos, como as Marginais Tiet e Pinheiros e as avenidas Jacu Pssego (hoje esten-dida at Mau como liga-o entre a Zona Leste e Guarulhos a autoestrada) e Fbio Eduardo Ramos Esquivel, que liga Diade-ma ao resto da regio e a Capital. Mais tarde, j nos anos 80, virou Via Pe-rimetral Metropolitana, em projeto que por fim

    resultou no desenho final, cujas obras comearam h 15 anos, em 1998 quando, a bem da verdade, deve-riam ter sido concludas.

    Mas, como ela inevi-tvel, h diversos pontos de interrogao a serem discutidos que se iniciam com o sucateamento da Dersa (Desenvolvimen-to Rodovirio S.A), esta-tal que controlava todas as rodovias do Estado e hoje praticamente se limi-ta a prestar apoio tcnico e contabilizar a receita oriunda de Ferryboats e

    lanchas no litoral, e pas-sam pelos prejuzos am-bientais em uma rea de preservao ambiental, no caso a Mata Atlntica, e o fato de fazer com que a Grande So Paulo (ou periferia de So Paulo, se preferirem) arque com os erros histricos de plane-jamento urbano que fize-ram o trnsito da Capital literalmente travar.

    J que, de acordo com o planejamento da obra, o fato de Ribeiro Pires estar em duas periferias (da Ca-pital e do ABC) a inclui no rol de cidades do interior que iro colaborar com a melhora do trnsito paulis-tano, cabe ao municpio ao menos tentar amenizar os impactos de alguma ma-

    neira. Por isso, mais do que vlida a postura dos vereadores, mostrando assim a postura de verda-deiros representantes da populao. Para finalizar, duas perguntas: ser que a to sonhada ala que, segundo o prprio Lodi est 99.9% garantida ir compensar todos os preju-zos? Ser que as dezenas de veculos do ABC que cortam caminho por Ribei-ro Pires para no pagar o pedgio do Rodoanel (se-gundo os prprios moto-ristas) nos finais de tarde no vo virar milhares? A cidade tem virio para su-portar tamanha mudana? Essas sero, como se diz em novelas, cenas dos prximos captulos.

    A novela do Rodoanel ganha mais um captulo

    cabe ao municpio ao menos tentar amenizar os impactos

    de alguma maneira

    Bodas de ouro, termo ori-undo do latim que, em portu-gus, significa promessa, nome do perodo que se d quando um casal completa 50 anos de casamento. A se festeja o aniversrio da un-io, ocasio em que se reno-vam as promessas feitas na celebrao do casamento, havendo casais que o faz em cerimnia religiosa tal qual a inaugural.

    raro, apesar do avano da medicina que proporcion-ou o aumento da longevi-dade, algum casal comple-tar 50 anos de convivncia,

    porque, nesta poca, pelo menos um dos dois j se foi desta para uma etapa mel-hor. No meio artstico isso quase impossvel, por conta do moderno hbito de un-ies pouco durveis.

    Mas eis que temos uma importante exceo: o casal Tarcsio Meira e Glria Me-neses, um dos casais de maior sucesso na arte cnica brasileira, est completando bodas de ouro. Esses dois artistas so responsveis por momentos importantes do nosso entretenimento at os dias de hoje. Com

    certeza, um exemplo a ser seguido por outros casais, posto que sempre haja pre-juzo nas trocas de parceria marital, especialmente entre as crianas oriundas da rela-o descontinuada.

    Apesar de ser motivo de uma big festa, Tarcisio e Glria consideram o mo-mento uma coisa trivial. Ent-revistados, disseram: No vamos comemorar as bodas de ouro porque comemora-mos todos os dias. No existe receita para um casamento feliz, o segredo viver um dia aps o outro.

    O ator, conforme falou ao Jornal Zero Hora, revelou ainda que o casal nem se d conta do tempo que est junto, exceto quando algum pergunta. Glria concordou e brincou, sorrindo: As pessoas sabem mais que a gente.

    Se no fosse cmico seria trgico! Uma grande comemorao seria uma boa oportunidade de ende-usar este grande momento a ser desejado pelos jovens casais que do pouco valor a uma unio realmente es-tvel, especialmente visan-

    do um futuro regular para as crianas advindas desta relao, isto porque o mel-hor presente para os filhos a presena de pais e mes unidos em famlia.

    Porm, melhor alvitre comemorar estas bodas do jeito que der. Pode ser ven-do ou revendo o trabalho da dupla, que se encontra na ativa no teatro e na televiso. Que Deus a proteja e permi-ta que prossiga nos propor-cionando grandes prazeres teatrais e televisivos, porque sem ela a arte estaria inaca-bada.

    Tarcsio e Glria - Bodas de OuroARTIGO | Josenito Barros Meira OAB/SP 281838 advogado ps-graduado Milita na rea Cvel, Trabalhista e Desportista.

  • 03 RESUMO www.jornalmaisnoticias.com.br 12 | setembro | 2013

    COMENTRIOS

    acesse www.jornalmaisnoticias.com.br e comente nossas matrias!

    FOTO MAIS

    FALOU E DISSE

    Quinta-Feira 28 15 0%0%

    0%0%

    29 15

    29 1530 17

    Sbado

    Domingo

    Sexta-Feira

    Mxima Mnima Prob. Chuva

    TAPAS E BEIJOS

    Ser diferente normal

    Precisamos entender que na diferena que nos completamos, mas realmente temos que aprender aceitar a diversidade da qual tanto fala, porque ser que tudo que se apresenta contrrio a ns? Nos esqui-vamos e muitas vezes rejeitamos pelo simples fato de ser diferente.

    Por Nilvnia Reis em 05/09/2013

    Em breve, Rio Grande da Serra ir receber uma gran-de obra, a Praa do Mirante, um espao de lazer e en-tretenimento que ser erguida no terreno vazio que est localizado em frente Prefeitura, na Avenida Dom Pedro I. To logo seja inaugurada, certamente se tornar um marco da cidade. Enquanto isso, podemos ter uma noo de como ela ficar na projeo tridimensional acima.

    No IGP-M, a infla-o do aluguel que disparou na primei-

    ra previa de setembro.

    No programa Mais Mdicos que teve 74 % de aceitao

    popular.

    Monitoramos os outros pases para entender me-lhor o mundo, Barack Obama, presidente dos EUA, sobre revelaes de que o pas pratica espionagem contra outras naes.

    A classe mdia no tem dignidade Miguel Falabella falando sobre a 2 temporada

    do seriado P na Cova

    Cmara aprova venda de terrenos da Prefeitura

    O aluguel esta muito caro casas e terreno tambm sabemos que aqui e rea de preservao, mas acredi-to se o prefeito criar um loteamento poder fazer uma areia de compensao para proteger o meio ambiente gostamos de RP e no queremos mudar daqui, j chega que muitos de ns trabalhamos to longe.

    Por Rivaldo em 07/09/2013

    Uma nova praa para Rio Grande

    METEOROLOGIA

    Rdio Prola busca novo locutorA Rdio Prola da Serra FM est buscando um novo

    locutor para a apresentao do programa Nikkey, que era apresentado por Mikio Tanji, falecido em julho. O volunt-rio deve ser nissei e ter co