Mais Notícias - Edição 695

Click here to load reader

  • date post

    23-Jul-2016
  • Category

    Documents

  • view

    215
  • download

    1

Embed Size (px)

description

Destaque: Alckmin vem à Ribeirão e inaugura obra para evitar falta d'água

Transcript of Mais Notícias - Edição 695

  • QUINTA-FEIRA | 01 DE OUTUBRO DE 2015Ano XII | ED. 695

    Jornalista Responsvel:Danilo Meirawww.jornalmaisnoticias.com.br

    4823-4411

    The Huracn ter pratos nicos e sorteioThe Huracn ter pratos nicos e sorteio

    SPCI deve ser primeira secretaria extintaSPCI deve ser primeira secretaria extinta

    Apelo da Espanha ajuda a resgatar co em Ribeiro Apelo da Espanha ajuda a resgatar co em Ribeiro

    CIDADE | PG.06

    PPQ se encerra na prxima tera-feiraPPQ se encerra na prxima tera-feira

    CIDADE | PG.08

    Aps alguns adiamentos, o governador do Estado de So Paulo, Geraldo Alckmin, esteve em Ribeiro Pires para inaugurar a interligao entre os sistemas Rio Grande e Alto Tiet, obra vista como parte importante de um pacote

    emergencial para amenizar a crise hdrica que atinge o estado de So Paulo.

    Alckmin vem Ribeiro e inaugura obra para evitar falta dgua

    Prefeitura anuncia inaugurao do Tomgrafo para a prxima tera

    CIDA

    DE| P

    G.0

    6PO

    LTICA

    | PG

    .04

    EMPR

    ESAS

    | PG

    .09

    CIDA

    DE| P

    G.1

    5

  • 02

    PUBLICAO SEMANAL DE MAIS NOTCIAS EMPRESA JORNALSTICA LTDA.

    CNPJ: 05.531.420/0001-18email: [email protected]

    [email protected]

    EDITOR: ANTONIO CARLOS CARVALHO | JORNALISTA RESPONSVEL: DANILO MEIRA Mtb: 43.013

    REPORTAGEM: LVIA BIAZI | GRAZIELA NUNES

    DIAGRAMAO E EDITORAO: GUSTAVO SANTINELLI | DEPARTAMENTO COMERCIAL: SIDNEI MATOZO

    DEPARTAMENTO JURDICO: DR. GILMAR ANDRADE DE OLIVEIRA / DR. ERIC MARQUES REGADAS

    COLABORADORES: RAUL CARLOS DE CARVALHO / PROF. NELSON CAMARGO

    ADMINISTRAO: ELISETE HELENA PIMENTA

    DISTRIBUIO GRATUITA EM RIBEIRO PIRES, RIO GRANDE DA SERRA E REGIO DA REPRESA BILLINGS

    * O CONTEDO DOS ANNCIOS DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DOS ANUNCIANTES *

    Rua Olmpia Catta Preta, 194 1 Andar, Sala 2 CEP 09424-100

    Centro Ribeiro Pires SP Fone: 4828-7570 Fax: 4828-1599

    OPINIES 01 | outubro | 2015www.jornalmaisnoticias.com.br

    A importncia da orientao nas finanas e contabilidade

    Ser que a CPMF to ruim assim?Vivemos grave

    crise financeira e o Brasil est em ce-nrio de queda de valor de mercado, maxidesvalorizao da moeda e, como sada emergencial, o Governo Federal optou pelo aumento na tributao e a re-duo de subsdios (o que, alis, se re-fletiu em sua forma mais cristalina no tarifao da conta de luz).

    J cansado de tantos impostos com retorno baixo, cau-sou extrema revolta em muitos brasilei-ros a inteno de se retornar com a Con-tribuio Provisria Sobre Movimenta-

    o Financeira, a CPMF, que teve sua primeira encar-nao no governo FHC a fim de ajudar no financiamento da Sade pblica.

    H de se convir que, embora seja um dos menores impostos vigentes (entre 0,2% e 0,3%), a populao j che-gou ao limite da ca-pacidade de paga-mento de tributos. Mas ser que esse imposto seria to ruim assim? A res-posta : em termos.

    Explicao: h muitos anos o Brasil falha em fiscalizar a evaso fiscal. E quando usamos este termo, no estamos

    falando do cidado que no pede a nota fiscal, mas sim de grandes empresas e milionrios que, ma-landramente, fazem uso de manobras comerciais para pa-gar menos impostos. Segundo estudos, essas pequenas es-pertezas feitas por grandes empresas e multinacionais so-mam quase R$ 600 bilhes por ano. No aspecto prtico: a

    evaso de dinheiro pagaria com folga o oramento da Sade para 2015, que ficou em R$ 109 bilhes. Alis, o que se per-de com a corrupo, cerca de R$ 120 bi-lhes, j bancaria esta conta.

    Incrvel, no? Mas pode ficar pior, se considerarmos que parte das manobras est no limite da le-galidade, ou seja, podem ser questio-

    nveis, imorais, mas no exatamente ile-gais.

    A conta desse rombo fica para aqueles 95% da po-pulao que, infe-lizmente, no tm acesso a contadores ou advogados tribu-taristas de primeira linha.

    Nesse aspecto talvez resida (ainda que forma irnica) um dos poucos be-nefcios da CPMF, que seu aspecto fiscalizador. Como o imposto incide so-bre qualquer ope-rao de sada de capitais, uma alta movimentao re-sultaria em um sinal de alerta para as au-

    toridades fiscais.Ou seja: bem

    utilizado, o tributo poderia aliviar um pouco o combalido bolso do brasilei-ro comum que hoje, usando o slogan da campanha anti-im-postos da Fiesp, est pagando o pato - em que se pese o fato de que o sistema fi-nanceiro global pri-vilegia a arrecada-o de dinheiro da parte de quem tem dinheiro.

    Pena que, com a insacivel gana por recursos de nos-sos governantes, a chance de que isso acontea seja prxi-ma de zero. Infeliz-mente.

    bem utilizado, o tributo poderia

    aliviar um pouco o combalido bolso do brasileiro comum

    Muitas pessoas acredi-tam ter total conhecimento sobre finanas e contabili-dade. Porm, as escolhas podem ser precipitadas, o que gera tempo e dinheiro desperdiados. Por isso, embora muitos possam pensar o contrrio, contar com um tutor especializa-

    do pode ser muito til.Conheo casos de

    profissionais liberais, por exemplo, que acabavam gastando mais, por decla-rarem o imposto de renda de forma errada. Os servi-os de contabilidade para empresas e educao fi-nanceira para pessoas fsi-

    cas so capazes de acabar com dvidas do cotidiano e ajudar a no sermos en-ganados.

    Uma das aes mais rotineiras, na qual muitas vezes somos prejudica-dos, a negociao com os bancos, seja por em-prstimos, parcelamento

    de dvidas, pagamento de carto de crdito.

    Uma pessoa que no tem muito conhecimento sobre o assunto pode to-mar decises erradas ou no saber como conver-sar corretamente com o gerente, j o profissional financeiro conhece todas

    as leis, as possibilidades de negociao e, por isso, consegue o melhor acor-do.

    Embora sejam situa-es corriqueiras, elas podem nos causar muitas dvidas e nos levar a erros bsicos, que podem gerar srios problemas.

    O profissional financei-ro capaz de nos ensinar um pouco sobre o merca-do e sobre como ns de-vemos agir para que no nos enrolemos em confu-ses burocrticas. Afinal, nos dias de hoje, a pratici-dade fundamental para qualquer pessoa.

    ARTIGO | Por Dora Ramos, educadora financeira e especialista em contabilidade e controladoria

  • acesse www.jornalmaisnoticias.com.br e comente nossas matrias!

    METEOROLOGIA

    03 RESUMO 01 | outubro | 2015www.jornalmaisnoticias.com.br

    Quinta-Feira 24 18 60%60%

    64%80%

    29 18

    30 2019 16

    Sbado

    Domingo

    Sexta-Feira

    Mxima Mnima Prob. Chuva

    FOTO MAIS

    FALOU E DISSE

    TAPAS E BEIJOS

    Na semana passada, Ribeiro Pires recebeu a vi-sita de Mister Mo, o heri que veio ajudar a tornar o trnsito mais civilizado. Com o superpoder da mo que pede passagem aos motoristas, ele auxiliou os pedestres a atravessar a rua. Siga o exemplo!

    Para o Congres-so que aprovou o Estatuto da Fam-

    lia do Sculo retrasado.

    Para a presiden-te Dilma, que vetou financia-

    mento privado de cam-panhas.

    Quero um pas livre de corrupo e o PMDB o meu lugar Marta Suplicy, senadora, ao virar colega de Eduardo Cunha e Renan Calheiros

    O rodzio est descartadoGeraldo Alckmin, governador de So Paulo,

    aps inaugurao da interligao entre as represas

    O superheri da segurana

    CUBINHO | Mario Mastrotti

    Ms das Crianas ter festa e brincadeiras na Praa Central

    No ms das crianas o comrcio de Ribeiro Pires dar um presento para a garotada de Ribeiro.

    Nos prximos dois sbados, 3 e 10 de outubro, das 10h as 17h, a ACIARP ir oferecer trenzinho, brincadei-ras, pipoca e apresentaes no palco da Praa Central.

    Ento no se esquea: leve seus filhos para curtir o Criana Show!

    Novo Conselho da Juventude empossado em Ribeiro Pires

    O novo Conselho da Juventude de Ribeiro Pires recebeu posse na tarde da ltima quarta-feira (23). Presente durante a posse, a secretria de Poltica Co-munitria e Institucional, Aurlia Coelho, parabeni-zou os novos conselheiros.

    A votao que definiu os eleitos aconteceu em agosto, durante a 3 Conferncia da Juventude da ci-dade. O evento, aberto para todo o pblico, aconteceu na Escola Municipal Engenheiro Carlos Rohm e reu-niu grupos, associaes e entidades civis e religiosas, alm de jovens moradores, para discutir poltica.

    Foram empossados 14 pessoas (7 titulares e 7 su-plentes) da sociedade civil e mais 14, tambm com titulares e suplentes, do poder pblico, totalizando 28 muncipes.

  • 04 POLTICA 01 | outubro | 2015www.jornalmaisnoticias.com.br

    Cleo Meira pede para que Alckmin acelere instalao de mamgrafoA presidente do PTN

    de Ribeiro Pires, verea-dora Cleo Meira, esteve na inaugurao da liga-o entre as bacias do Rio Grande a Alto Tiet, no fi-nal da tarde de ontem.

    Aps o evento, em que esteve ao lado do gover-nador Geraldo Alckmin, tendo at mesmo auxilia-do uma criana a conhece--lo durante a coletiva de imprensa, ela aproveitou para manter uma rpida conversa e entregar-lhe um documento em mos.

    Segundo Cleo, que fa-lou ao Mais Notcias no local, um pedido espe-cial: h algum tempo so-licitei a instalao de um mamgrafo em Ribeiro Pires e fui atendida. Hoje, entreguei um documento pedindo para que o pro-cesso seja acelerado para assim atender s mulheres de Ribeiro Pires mais ra-pidamente.

    O governador recebeu a solicitao e deve ana-lisa-la nos prximos dias. (D.M.)

    Fuvest em Ribeiro Pires I

    Se nas eleies majori-trias, a situao est agita-da, nas proporcionais no diferente. As pr-coliga-es lutam para fechar o quadro de candidatos que, por sua vez, tambm repre-sentam multiplicadores da palavra dos postulantes ao Pao. Segundo nosso agente do SIA (Servio de Informaes Annimas), a coligao de situao seria formada por PMDB e PROS, formada com objetivo de lanar 34 no