material

download material

of 57

  • date post

    28-Feb-2018
  • Category

    Documents

  • view

    212
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of material

  • 7/25/2019 material interessante.pdf

    1/57

    PR-ENTREGA

    CORRIMO TUBULAR FIXADO EM GUARDA-CORPO

    DescrioConstituinte Tubo de ao carbono galvanizado, tipo industrial,

    =11/2, espessura=2,25mm. Tubo de ao carbono galvanizado em curva de raio=

    3cm, tipo industrial, 1 1/2, esp. = 2,25mm.

    Chapa de ferro galvanizado =1 1/2 x .

    Chapa de ferro galvanizado =70mm, esp.:3mm (parafixao na alvenaria)

    Grapa de barra chata de ferro galvanizado de 1 x

    1/8 (para fixao na alvenaria)

    Barra chata de ferro galvanizado de 1 x 1/8 (para

    fixao no guarda-corpo)

    Acessrios Parafusos de ao zincado =8mm (5/16), cabea

    sextavada, com porca (para fixar no guarda-corpo)

    Acabamentos Tubos, barras e chapas:

    - Pintura esmalte sinttico sobre fundo paragalvanizados.

    Pontos de solda e corte:- Galvanizao a frio; fundo para galvanizado epintura esmalte sinttico.

    Prottipo comercial Galvanizao a frio:- QUIMATIC (CRZ)

    - GLASURIT (Glacozinc)

    APLICAO Em escadas, de acordo com as medidas bsicas e com

    as adaptaes e detalhes necessrios para cadasituao especfica, seguindo os critrios:

    - Devem ser constitudos, inclusive nos patamares;- Utilizar corrimos intermedirios quando a largurade cada lance for superior a 2,20m, mantendolargura livre mnima de 1,20m e mxima de 1,80mentre os corrimos.

    EXECUO Rebarbas nas emendas e cortes do tubo, barras echapas.

    As soldas dos tubos devem ser contnuas em todaextenso da rea de contato.

    Antes da aplicao do fundo para galvanizados, toda asuperfcie dos tubos, barras e chapas deve estarcompletamente limpa, seca e desengraxada.

    Todos os locais onde houver pontos de solda e/oucorte devem estar isentos de poeira, gordura, graxa,sabo, ferrugem ou qualquer outro contaminante(recomenda-se limpeza mecnica com lixa de ao oujato abrasivo grau2, para receber 1 demo, a pincel,de galvanizao a friotratamento anticorrosivocom osto de zinco .

    Em alvenaria, fixao com grapa a cada 100cm nomximo. A grapa deve penetrar no mnimo 9cmna alvenaria.

    Em tubo de =2, fixao com parafuso e porca.O parafuso deve ser bem apertado para evitarfalta de rigidez no corrimo.

    As extremidades devem ser finalizadas em curva,avanando 30cm em relao ao final da escada.

    RECEBIMENTO Tubos, barras e chapas devem ter,

    necessariamente, as bitolas indicadas; No sero aceitos corrimos com rebarbas,

    empenados, desnivelados, fora de prumo ou deesquadro, ou que apresentem quaisquer defeitosdecorrentes do manuseio, transporte oumontagem.

    Verificar se as soldas nos tubos esto contnuasem toda a extenso da rea de contato;

    Exigir certificado de galvanizao a fogo, emitidopela empresa galvanizadora, para todos os tubos,barras e chapas ou nota fiscal discriminada dofornecedor;

    Verificar o tratamento dos pontos de solda ecorte com galvanizao a frio;

    Verificar a aderncia e a uniformidade da camadade pintura, atentando para que no apresentem

    falhas, bolhas, irregularidades ou quaisquerdefeitos decorrentes da fabricao e domanuseio.

    Verificar a rigidez do conjunto.

    SERVIOS INCLUDOS NOS PREOS Corrimo montado e instalado. Galvanizao a frio, fundo para galvanizados e

    pintura.

    CRITRIOS DE MEDIO m por comprimento em projeo horizontal

    instalado.

    NORMAS NBR 9050 - Acessibilidade a edificaes,

    mobilirio, espaos e equipamentos urbanos.

    NBR 9077 - Sadas de emergncia em edifcios.

    03/03Departamento de EngenhariaDENGEGerncia Corporativa de Normas e padresGNOP

    Elaborao 07/14 Verso 1

  • 7/25/2019 material interessante.pdf

    2/57

    ACESSIBILIDADEGuia de instrues tcnicas deAcessibilidade para apoio aoProjeto Arquitetnico dos Correios

    63Elaborao julho/2014

    Verso 1

    Departamento de EngenhariaDENGE

    Gerncia Corporativa de Normas e PadresGNOP

    NormasA Associao Brasileira de Normas TcnicasABNT, uma das bases desse Guia, publicou duas normas pertinentes sobre Guarda-Corpo:

    NBR 9077:2003Sadas de emergncia em edifcios e NBR 9050:2004Acessibilidade a edificaes, mobilirio, espaos e equipamentos urbanos.

    Aqui, a NBR 9050 no esclarece muita coisa e as condies que determinam a necessidade do guarda-corpo e suas caractersticas soencontradas na NBR 9077, como segue.

    Definio dada pela NBR 9077:01:Guarda ou Guarda-Corpobarreira protetora vertical, macia ou no, delimitando as faces laterais abertas de escadas, rampas,patamares, terraos, balces, galerias e assemelhados, servindo como proteo contra eventuais quedas de um nvel para outro.

    14.2 GUARDA-CORPOS

    Pgina 1 de 5

    14

    Geral Sempre que houver um desnvel 19cm, corredores, balces, terraos,

    mezaninos, patamares, escadas, rampas, sadas de emergncia, seroprotegidas por guarda-corpo;

    Exceto em ocupaes industriais, comerciais de alto risco, atacadistas edepsitos, onde so proibidas, as guardas constitudas por balaustradas,grades, telas e assemelhados, isto , as guardas vazadas devem:

    1. Ter balastres verticais, longarinas intermedirias, grades,telas, vidros de segurana laminados ou aramados e outros,de modo que uma esfera de15 cm de dimetro no possapassar por nenhuma abertura;

    2. Ser isentas de aberturas, salincias, reentrncias ou quaisquerelementos que possam enganchar em roupas;

    3. Ser constitudas por materiais no estilhaveis, exigindo-se ouso de vidros aramados ou de segurana laminados, se for ocaso.

    Dimensionamento A altura das guardas, internamente, deve ser no mnimo, de 1,05 m ao

    longo dos patamares, corredores, mezaninos, e outros, podendo serreduzida para at 92 cm nas escadas internas, quando medidaverticalmente do topo da guarda a uma linha que una as pontas dosbocis ou quinas dos degraus.

    A altura das guardas em escadas externas, de seus patamares, debalces e assemelhados, quando a mais de 12,00 m acima do soloadjacente, deve ser de, no mnimo, 1,30 m, medido como especificado.

    Haver guarda-corpo, sempre que

    houver desnvel 19cm no protegido

    por paredes adjacentes

  • 7/25/2019 material interessante.pdf

    3/57

    ACESSIBILIDADEGuia de instrues tcnicas deAcessibilidade para apoio aoProjeto Arquitetnico dos Correios

    64Elaborao julho/2014

    Verso 1

    Departamento de EngenhariaDENGE

    Gerncia Corporativa de Normas e PadresGNOP

    NBR 9077:2001Exigncias estruturaisAs guardas de alvenaria ou concreto, as grades de balaustradas, as paredes, as esquadrias, as divisrias leves e outros elementos de construo que

    envolva as sadas de emergncia devem ser projetados de forma a: Resistir a cargas transmitidas por corrimos nelas fixados ou calculadas para resistir a uma fora horizontal de 730 N/m aplicada a 1,05 m de altura,

    adotando-se a condio que conduzir a maiores tenses; Ter seus painis, longarinas, balastres e assemelhados calculados para resistir a uma carga horizontal de 1,20kPa aplicada rea bruta da guarda ou

    equivalente da qual faam parte; as reaes devidas a este carregamento no precisam ser adicionadas s cargas especificadas na alnea precedente.

    14.2. GUARDA-CORPOS

    Pgina 2 de 5

    ATENO

    A altura das guardas-corpos emescadas externas, de seus

    patamares, de balces e

    assemelhados, quando a maisde 12,00 m acima do soloadjacente deve ser de no

    mnimo 1,30 m.

    14

  • 7/25/2019 material interessante.pdf

    4/57

    PR-ENTREGA

    GOOGLE HEARTInserir imagem

    Departamento de EngenhariaDENGEGerncia Corporativa de Normas e padresGNOPReviso 0

    ACESSIBILIDADEFICHA DE IDENTIFICAO DO EDIFCIO

    (Unificar a Ficha de Identificao no caso de vrios cadastros)

    CORREIOSREGIONAL RESPONSVEL ADMINISTRATIVO: DEPARTAMENTO/SETOR FONE DE CONTATO

    UNIDADE/EDIFCIO MCU

    ENDEREO CEP

    TIPO(S) DE OCUPAO

    ( ) Operacional ( ) Administrativo ( ) Agncia ( ) Cultural ( ) SadeTIPO DE APROPRIAO

    ( ) Prprio ( ) Alugado ( ) Cedido ( ) Outroespecificar__________________________________

    FINALIDADE DO SERVIO/OBRA

    ANO DE CONSTRUO EDIFCIO TOMBADO

    ( ) NO ( ) SIM

    rgo de tombamento _____________________________________N DE PAVIMENTOS DO EDIFCIO N DE PAVIMENTOS OCUPADOSPELODEPARTAMENTO/SEO

    N DE PAVIMENTOS PARA INTERVENO

    REA DO TERRENO REA DO EDIFCIO REA DE INTERVENO

    QUANTIDADE DE ENTRADAS QUANTIDADE DE ENTRADAS ACESSVEIS

    QUANTIDADE DE RAMPAS QUANTIDADE DE RAMPAS ACESSVEIS

    QUANTIDADE DE ESCADAS QUANTIDADE DE ESCADAS ACESSVEIS

    QUANTIDADE DE ELEVADORES QUANTIDADE DE ELEVADORES ACESSVEIS

    PROBLEMAS RECORRENTES

    VISTORIADORES

    OBSERVAES

    Responsvel Tcnico_______________________________________________

    CAU/CREA ______________________________ Data____________________

    Departamento de EngenhariaDENGEGerncia Corporativa de Normas e padresGNOP

    Elaborao 07/14 Verso 1

    GOOGLE EARTHInserir imagem

  • 7/25/2019 material interessante.pdf

    5/57

    PR-ENTREGA

    UNIDADE________________________________________________________________________ CEP/MCU ___________________

    ACESSIBILIDADEPLANILHA DE VERIFICAO n7 GUARDA-CORPOS

    ITEM

    LEGISLAOSITUAO CONFERIDA SI

    M

    NO

    PARCIAL

    NOSE

    APLICA

    OBSERVAOLei /

    NormaItem

    1Decreto5.296:04

    Art. 18

    A construo de edificaes de uso privado multifamiliare a construo, ampliao ou reforma de edificaes de

    uso coletivo devem atender aos preceitos daacessibilidade na interligao de todas as partes de usocomum ou abertas ao pblico, conforme os padres das

    normas tcnicas de acessibilidade da ABNT.

    GUARDA-CORPO

    3ABNT NBR9050:04

    6.7.2Se existente, o guarda-corpos possui altura mnima de

    1,05m.

    2

    ABNT NBR9077:01

    4.8.1.1Qualquer desnvel 19cm est protegido por guarda-