Metal Gear Solid 2 Sons of Liberty

download Metal Gear Solid 2 Sons of Liberty

of 50

  • date post

    20-Jul-2015
  • Category

    Documents

  • view

    318
  • download

    5

Embed Size (px)

Transcript of Metal Gear Solid 2 Sons of Liberty

21/03/2007 By: Mauricio Chioro (Executioner) Metal Gear Solid 2 - Sons Of Liberty 50 pgs - Verso: 2.0 (HD) Proibida a venda / Distribuio gratuta

1 Aqui se encontra a histria do jogo Metal Gear Solid 2 - Sons of Liberty, portanto, se voc ainda no jogou, talvez no queira ler para no estragar as surpresas. Se voc jogou, mas no entendeu alguma coisa ou deixou de ler algum texto no jogo, pode ser que voc esclarea suas dvidas. Se voc jogou e entendeu tudo, timo, sugiro que leia mesmo assim e d suas opinies a respeito do texto a seguir. Sugestes so sempre bem vindas. 2 Como quase sempre na srie, Kojima no nos d 100% de explicaes. Parte da histria de todos os jogos apenas sugerida e devemos interpretar da maneira que nos for conveniente ou possvel. Portanto, parte do texto a seguir a minha interpretao sobre o enredo, somada aos fatos do jogo e algumas informaes tiradas de sites ou fruns que eu possa no ter visto ou simplesmente no tenha compreendido sozinho. Ento, parte do que est escrito aqui (leia-se: minhas dedues, teorias e algumas tradues), pode no ser a verdade absoluta. 3 - [NA] significa Nota do Autor, utilizada para alguma explicao a respeito de algum elemento da srie ou para esclarecimento de termos utilizados que so de improvvel conhecimento da maioria das pessoas, como siglas relacionadas a projetos, pessoas ou locais pouco comuns.

Metal Gear Solid 2 - Sons of Liberty

Infiltrao no Petroleiro

O rio Hudson, dois anos atrs Tnhamos informaes confidenciais de que um novo tipo de Metal Gear estava sendo transportado. A coisa toda fedia Mas nossos narizes j estavam congelados pelo frio h muito tempo. Solid Snake.

Ponte George Washington

A chuva castiga a histrica ponte em New York que corta o rio Hudson. Carros passam em alta velocidade. A nica pessoa ao relento um homem que caminha com uma longa e preta capa de chuva. Ele coloca uma de suas mos no bolso e puxa um mao de cigarros. Aps acend-lo, ele fuma um pouco e joga o cigarro em meio aos carros, dando uma ltima tragada. Repentinamente ele comea a andar mais rpido e depois a correr. Sua capa sai com a fora do vento e podemos ver apenas sua silhueta, praticamente invisvel, nada mais. Sem hesitar, ele pula da ponte e se joga

em direo ao rio. Mas, ele no aparenta tentar cometer um suicdio. Podemos ver uma corda elstica o segurar enquanto ele chega a seu destino, um grande navio cargueiro passando vagarosamente sob a ponte. A corda elstica se estica e por um momento podemos v-lo, quando sua camuflagem ptica parece falhar. O homem Solid Snake. Ele cai por alguns segundos e quando est perto o suficiente, se solta das amarras e aterrissa no convs. A queda dura. Sua camuflagem entra em curto e pra de funcionar. Devagar ele se levanta e observa a ponte ao fundo, da qual ele acabara de se jogar. Ao longe, solitariamente, um helicptero voa. Dentro dele, um homem vestido com farda militar. Ele segura um revlver Colt Single-Action e, observando por um binculo, fala consigo mesmo que Snake chegou bem a tempo, e vai saber de tudo em breve. O homem Revolver Ocelot. Snake ouve algo e corre em busca de abrigo atrs de algumas caixas no convs. Ele se ajoelha e coloca a mo em seu ouvido, chamando Otacon pelo Codec. Ele avisa que j est no local designado e est tudo bem, menos sua camuflagem, que se quebrou com o impacto da descida. Otacon diz que ele vai ter que se virar sem ela e seria uma boa ajuda, Snake responde que est satisfeito com o que tem, desde que ningum lhe d mais nenhum presente indesejado. Otacon sabe que ele se refere Naomi, mas prefere ir direto ao assunto que interessa.

Solid Snake O heri lendrio que salvou o mundo por trs vezes da ameaa de Metal Gear no passado. Um especialista em infiltraes que sempre completa a sua misso, no importando as dificuldades. Membro original da FOXHOUND, agora membro da Philanthropy, um grupo anti-Metal Gear.

As especificaes tcnicas do Metal Gear foram vendidas no mercado negro depois do incidente em Shadow Moses, graas a Ocelot. Agora, praticamente todos os estados maiores, grupos armados e etc. tm sua prpria verso do Metal Gear. Mas este que eles esto atrs varre o cho com todos os outros modelos e a nica descrio que se tem a de que se trata de um modelo anfbio. Provavelmente seja por isso que ele esteja sob a jurisdio da Marinha. O objetivo da misso fazer contato visual com o novo Metal Gear transportado pelo navio e conseguir evidncias fotogrficas dele. O primeiro passo Snake chegar aos nveis superiores, cabine de comando, e descobrir qual o destino do navio. Pouco se sabe sobre o novo modelo - como capacidades e mtodo de desenvolvimento assim como no se sabe se ele j est completo. Sabendo o lugar onde sero realizados os testes, Otacon pode chegar a algumas concluses e descobrir mais sobre o projeto. Snake deve evitar confrontos, pois o intuito apenas coletar evidncias de que um Metal Gear est sendo construdo e expor tudo para o mundo. Afinal, eles no so terroristas, e sim participam de uma organizao oficialmente reconhecida pela ONU, a Philanthropy, uma organizao antiMetal Gear. Snake possui apenas uma Beretta M92F, convertida em uma arma com tranqilizantes, cigarros (como sempre) e uma cmera digital. Ele olha pelo convs pela lente de aumento da cmera e v que existem soldados patrulhando o local, mas no esto armados. Ele pergunta a Otacon como ele conseguiu essas informaes. Otacon explica que hackeou arquivos do Pentgono e no deixou suspeitas, Snake est desconfiado e acha que pode ser uma armadilha. Ele v outros soldados e diz que parecem apenas civis. Otacon explica que, com todos os barcos circulando pelo local, colocar soldados armados num convs no seria uma boa idia, j que qualquer um pode ter uma ampla viso de todo o barco. Snake pergunta onde o Metal Gear deve estar guardado e Otacon fala que, com toda a tecnologia de satlites de hoje em dia, provavelmente ele esteja no compartimento de carga, bem abaixo do convs. De repente, Snake ouve o barulho de um helicptero se aproximando. Um dos soldados que patrulha o convs rapidamente atacado por outro soldado, fardado, com uma faca. Outros que patrulham o local tambm so mortos por diversos invasores e seus corpos so jogados dentro do rio. Snake e Otacon percebem que no so os nicos atrs do Metal Gear naquela noite. Outros helicpteros se aproximam e Snake corre para o outro lado do navio, em busca de uma melhor viso de tudo o que est acontecendo. Provavelmente se trata de um roubo, os soldados partem em direo sala de controle. O navio quase todo controlado por

computadores, pouco mais de 18 homens seria o suficiente para tomar o controle de um navio daquele tamanho. Snake pode ver em uma das entradas do navio um homem que parece dar as ordens aos outros. O homem vira-se. Ele possui bigode e cabelo curto, aparenta ter entre 50 anos e ser russo. O homem coloca seu chapu e Snake tira um foto dele, transmitindo a imagem para Otacon, a fim de conseguir uma identificao o mais rpido possvel. Outro helicptero se aproxima do navio e desta vez Snake consegue identific-lo pelo barulho do motor: um KA-60 Kasatka, o helicptero de Kamov, tambm conhecido como a Baleia Assassina.

Snake diz que precisam descobrir urgentemente quem so os soldados, Otacon acha que se trata de comando militar, Snake contesta, afirmando que o helicptero pode ser um KA-62, que um modelo civil. Otacon promete investigar e pede para Snake apenas fazer o necessrio l e no causar problemas demais. Ele o espera na Ponte Verrazano quando Snake j deve ter feito tudo o que precisa, saindo assim do navio. Snake segue em direo s portas que do acesso ao interior do navio e chega aos alojamentos. Ele atravessa o local e continua subindo, at chegar cabine de comando. Dois homens com roupas de cor laranja, aparentemente membros da equipe do navio, esto mortos, ele olha pela vidraa e v dois helicpteros sobrevoando prximos ao navio e constata que realmente so Kasatkas, aeronaves russas. Os helicpteros descem altura mnima em relao ao convs e mais soldados descem por cordas, rapidamente guardando a rea. Snake vai ao terminal de computadores e aps encontrar o que precisa, liga para Otacon pelo Codec. Snake d as coordenadas de direo do navio e Otacon rapidamente pode formular suposies sobre o local e a utilizao do Metal Gear. O destino fica a mais de 500 milhas da costa de Bermudas, no meio do atlntico. O prottipo provavelmente j esteja pronto para teste, sendo basicamente destinado a combate. A rea fica fora do alcance operacional da Segunda Frota, o que significa que o Metal Gear deve ser desenvolvido para operar de forma independente, sem assistncia naval. Otacon pede que Snake siga para o interior do navio a fim de chegar ao hangar onde ele est sendo guardado, quando interrompido por um barulho vindo do lado de fora de onde Snake est. Ele observa e v uma mulher na chuva do lado de fora segurando um rdio. Ele sai e se aproxima, podendo ouvir a conversa. Um homem do outro lado da ligao avisa que Shalashaska j chegou ao navio, ele est a caminho do hangar interno e pede um relatrio da situao dela. A mulher comunica que as salas de controle, comunicaes e das mquinas j esto sob o seu controle. Todas as sadas e entradas esto devidamente bloqueadas e os sensores infravermelhos j foram ligados, assim como os explosivos j foram plantados. O homem diz que a parte dela na misso est completa e que ela deve ir embora, pois o navio vai afundar, a mulher diz que ainda no terminou e neste momento podemos ver que o homem do outro lado da linha o mesmo homem de quem Snake tirou a fotografia, o comandante russo. O comandante diz ter um mau pressentimento sobre esta misso, diz que ela prometeu-lhe deixar a unidade quando seu servio acabasse. A mulher reluta, afirmando que seu lugar com a unidade. A mulher saca sua arma e dirige-se ao homem como sendo seu pai, falando que vai ficar e lutar. O comandante, pai dela, chama-a de Olga e diz que ela carrega o neto dele, ordenando que saia dali no prximo helicptero. Olga acaricia sua prpria barriga e assim que o helicptero surge, acena para que v embora, desligando o rdio em seguida. Snake aproveita o momento de distrao e sai de trs da caixa em que estava, apontando sua arma para ela, ordenando que no se mova. Olga vira-se lentamente e joga sua arma no cho a pedido de Snake, que tambm pede para ver seu rosto. A mulher tira o seu bon e o vento o joga contra o rosto de Snake, que no se distrai. Snake pergunta seu nome e ela diz ser

Otacon - Nome verdadeiro: Hal Emmerich. Lder do projeto e desenvolvimento do Metal Gear REX, mas desde o incidente em Shadow Moses, juntou-se a Snake para formar a Philanthropy, uma organizao dedicada a destruir o Metal Gear em todas as suas formas.

[NA] - Nikolai Ilyich Kamov. Comeou a construir as primeiras aeronaves com rotor e hlices em 1929, junto com N. K. Skrzhinskii. Por volta de 1940, eles criaram equipamentos com altas rotaes, incluindo o A-7-3, um dos nicos helicpteros armados a participar efetivamente de combates. Desde ento, a Agncia Kamov (conhecida tambm pela abreviao KA) se especializou em helicpteros compactos com rotor coaxial, adequados para servios navais e operaes que exigiam altas velocidades.

uma nmade, perguntando se americanos matam mulheres desarmadas tambm, Snake retruca, dizendo que tambm um nmade, quando v que ela carrega uma faca. Ele pede que ela jogue a faca e, quando Olga vai colocar a faca no cho, ele ordena que ela jogue-a para fora do convs. O navio balana violentamente e a chuva pra, Olga aproveita o momento e pega sua arma no cho, rolando para o seu lado direito enquanto dispara um tiro, Snake desvia por muito pouco e se afasta, a mulher se esconde atrs das caixas ao seu lado. Snake reconhece o movimento da mulher com a faca e com a arma e pergunta se ela uma Spetsnaz, Olga fala que ele teve sorte, ningum nunca se safou de um tiro como aquele, mas a sorte dele no vai durar duas vezes. Olga comea a atirar em Snake e ambos tentam se esconder, ela fala que sempre esteve na sua unidade desde que nasceu no campo de batalha, conflitos e vitrias foram os seus pais, a sua unidade sua famlia. Tudo o que ela tem a sua unidade e Snake no vai impedi-los. Snake consegue acertar um tiro de tranqilizante nela, que comea a cambalear. Olga tenta soltar alguns toldos que esto presos nas caixas para atrapalhar a viso de Snake, mas ele aproveita o momento e a pega de surpresa pelo outro lado, acertando-lhe outro tiro. Olga cai inconsciente, Snake se aproxima, a revista e pega sua arma, uma USP, porm j sem balas. Ao levantar-se, ele nota um pequeno veculo voador prximo ele, o objeto flutua no ar com pequenas hlices e faz alguns barulhos estranhos, afastando-se em seguida. um Cypher.

[NA] - O Cypher um tipo de veculo areo desenvolvido pela Sikorsky Aircraft Corporation. um aeromodelo de lanamento e pouso vertical que utiliza dois rotores opostos, enclausurados em um abrigo circular. O primeiro prottipo voou em abril de 1992. Desde ento, mais de 550 vos foram feitos em uma srie de demonstraes para o governo americano. O Cypher, que tem a forma de uma rosquinha (ou doughnut), pode carregar sensores ou cmeras em seu suporte superior ou ser usado como transporte para cargas de at 50 libras (23 quilos). Olga - Filha de Sergei. Tem um grande potencial como soldado, foi criada desde pequena no exrcito do pai.

Snake entra em contato com Otacon e diz que o navio j est inteiramente sob o controle dos soldados, que aparentam ser russos devido ao uniforme e ao sotaque, fora isso, ele no conseguiu descobrir mais nada. Mas Otacon j descobriu quem so eles. O comandante de quem Snake tirou a foto o Coronel do GRU, Sergei Gurlukovich, um dos aliados de Ocelot e com quem ele deveria se encontrar depois de Shadow Moses. Agora a situao mudou, Snake concorda e diz que acabou de ver um Cypher, e no era um da Marinha, mas do Exrcito. Otacon comea a ficar preocupado e revela a Snake que as informaes que conseguiu, no foram de maneira convencional e sim atravs de uma dica, um conselho annimo. Ele no de acreditar neste tipo de coisa, mas quem enviou as informaes assinou como E.E., e estas so as iniciais de sua irm mais nova, Emma Emmerich. Ele ficou intrigado, pois faz mais de 10 anos que no a v, e decidiu investigar, j que ningum sabia da existncia dela. Snake volta a dizer que tudo pode ser uma armadilha e Otacon pede para ele redobrar a ateno. Snake volta para a cabine de controle e segue em direo aos andares inferiores, passando pela sala de mquinas e chegando a uma pequena sala que leva aos corredores inferiores. Mas h algo de estranho, diversos sensores esto no local ligados a explosivos Semtex. Ele procura munio pelo local e carrega a arma que pegou de Olga, destruindo em seguida as unidades de controle, podendo assim passar pela porta. Ao chegar aos corredores que levam ao hangar inferior, um anncio feito ao navio todo, pedindo a todos que se apresentem dentro de 10 minutos ao hangar, para participarem do anncio do comandante, pois o navio j passou da Ponte Verrazano. Passando pelos longos corredores, ao chegar ao final do caminho em uma bifurcao, Snake ouve o barulho de uma porta sendo trancada e se esconde atrs de algumas caixas. Ao lado da porta recm fechada, trs soldados esto de guarda, um deles faz uma ligao pelo rdio. Eles avisam ao Coronel que todas as entradas para o hangar inferior foram lacradas, as partes superiores esto vazias e tomadas pelos seus soldados, desta forma, todos os soldados do navio esto no hangar para ouvir o discurso do comandante da Marinha e ningum sabe da presena dos invasores. Os trs soldados seguem em direo aos corredores e Snake no tem opo a no ser mat-los. To logo ele o faz, segue em direo a porta e a abre, entrando

no hangar, porm, um dos soldados havia ficado escondido e, assim que Snake atravessa a porta, ele o tranca l junto com os outros. Ao virar-se o soldado se assusta com a presena de um homem, mas logo nota que Ocelot e abaixa sua arma, perguntando o que ele faz ali, pois deveria estar com o Coronel. Ocelot surpreendentemente o mata com um tiro na cabea, dizendo que no se preocupe com o Coronel, pois logo ele tambm vai se juntar aos mortos. Snake, agora preso sem saber dentro do hangar, segue em direo s escadas e olha para baixo, onde pode ver dezenas de soldados alinhados, assistindo projeo do discurso do seu comandante em alguns teles. Otacon o chama pelo Codec. Snake diz que chegou ao hangar, mas demorou mais do que o esperado e j passaram do ponto de encontro, que seria a ponte, Otacon diz no ter problemas, mas Snake atenta para a possibilidade dos terroristas mudarem a rota do navio, pois esto fechando todas as sadas do hangar. Ambos chegam a concluso de que ningum ali vai ficar sabendo que esto sendo seqestrados com as sadas bloqueadas, os intrusos no vo querer enfrentar os Marines, pois esto todos fortemente armados, alm de serem maioria. Otacon rev o plano e diz a Snake que precisa de quatro fotos, uma de frente do Metal Gear, uma de cada lado e uma do logotipo dos Marines, que deve estar cravado na carcaa do tanque. Mas h um porm: algum parece estar monitorando a freqncia que eles esto utilizando, no esto interferindo, apenas observando. Devido a isso, Otacon no quer que Snake mande as fotos pela linha do Codec, por segurana. Ele diz que h uma estao de trabalho na sala onde est o Metal Gear, ele invadiu a rede da Marinha e plantou um programa para que Snake possa enviar as fotos por l. Otacon aproveitou tambm para roubar os arquivos do Comandante e ver o texto de seu discurso, que deve demorar algo entre seis e sete minutos. Este o tempo que Snake tem para chegar at a sala e fazer tudo sem ser visto. Snake desce as escadas e atravessa os trs grandes compartimentos do enorme hangar sem problemas, todos os soldados ento assistindo ao discurso. Ao chegar terceira sala, uma dzia de homens est em linha, ouvindo o discurso do Comandante em pessoa, que est em um local elevado, onde pode ser filmado por duas cmeras que ficam nas extremidades da sala. Ao fundo est, imponente, o Metal Gear Ray. Snake tira as fotos de que precisa e as envia para Otacon, logo na seqncia o Comandante termina a sua fala e dispensa os soldados. Todos ao seu redor o sadam e podem-se ouvir palmas de forma sarcstica ao fundo. Os soldados procuram a origem do som e um homem surge de trs do Metal Gear, batendo palmas e cumprimentando o Comandante, Scott Dolph, dizendo que o dom da fala a marca de um bom oficial. Mas tambm de um mentiroso, pois os americanos amam tanto o som de sua prpria voz que no conseguem falar a verdade. Dolph pede que ele identifique-se enquanto seus soldados apontam suas armas em direo ao homem. Ele se apresenta como Shalashaska, tambm conhecido como Revolver Ocelot! Os soldados partem em direo Revolver Ocelot - Russo. Ocelot, mas Dolph os impede e Membro original da pergunta o que Ocelot quer, se por FOXHOUND. Perdeu o seu acaso roubar o Metal Gear. Ocelot diz brao durante uma luta contra que no vai roub-lo, apenas pegar de Snake no incidente de Shadow volta, enquanto anda pela plataforma. Moses, mas conseguiu fugir Snake sai do local onde estava atrs com sucesso do local. Um do computador e vai para a base da fantico por armas, que tem plataforma em busca de uma melhor viso. Ao chegar ele nota a presena preferncia por revlveres. de outra pessoa l em cima. Gorlukovich se aproxima sorrateiramente por trs de Dolph e o rende com sua arma. O Coronel d alguns passos para trs com seu novo refm, os soldados ficam perdidos e Ocelot levanta sua mo, mostrando um detonador e avisando a todos que o navio est todo plantado com Semtex em suas principais estruturas, e vai afundar to logo ele aperte o boto. Nas outras salas os soldados observam tudo pelos teles, sem ter reao alguma. Ningum precisa morrer desnecessariamente, diz ele. Diversos outros soldados russos aparecem descendo por cordas, Ocelot os apressa e todos comeam a soltar as amarras do Metal Gear. Dolph pergunta o que diabos eles pretendem com o Ray. Gorlukovich diz que nasceu em Snezhinsk, tambm conhecido como Chelyabinsk-70, uma base de pesquisas nucleares. Depois do fim da Guerra Fria, sua terra foi tomada pelos americanos. Sua casa, amigos, sua dignidade, tudo foi vendido e tomado por

quem tinha mais poder: os Estados Unidos da Amrica. Mesmo a tecnologia que levou construo daquelas mquinas russa, desenvolvida por eles. A inteno fazer a Rssia renascer, e Ray a chave para isso. Porm, Ocelot o interrompe, e surpreende o seu outrora aliado, dizendo que sente em lhe informar que no tem a inteno de vender o Metal Gear, ele veio para peg-lo de volta, como disse h pouco. Sim, devolv-lo. Aos Patriots! O Comandante Dolph reconhece o nome e diz que isso impossvel, no podem ser os La-Li-Lu-Le-Lo. Gorlukovich fica furioso e pergunta se Ocelot o est traindo e se ele ainda est trabalhando com Solidus. Ocelot diz que nunca foi seu empregado, a Rssia pode apodrecer no que depender dele, pois ele a abandonou h muito tempo, desde a Guerra Fria. Gorlukovich se desespera e joga Dolph para frente, Ocelot tira sua capa, os soldados parecem tambm trair o Coronel e matam os que estavam com ele, Ocelot atira na seqncia e mata tanto Dolph quanto Gorlukovich. Assim que os mortos caem ao cho Ocelot ativa o detonador e todo o lugar comea a explodir, matando parte dos Marines. Ele sobe na plataforma superior e se aproxima da cabine do Metal Gear, diversos soldados atiram em sua direo, mas as balas, inexplicavelmente, desviam de seu corpo, no causando-lhe ferimento algum, enquanto ele caminha calmamente. Snake sai do lugar em que estava observando tudo e grita o nome de Ocelot. Ele se surpreende, mas to pouco possa falar algo, comea a agonizar. Ocelot tenta segurar seu brao direito, que parece tremer e tem diversas cicatrizes. Ele volta ao normal poucos segundos depois e fala com uma vez diferente, chamando Snake de irmo. Snake reconhece a voz, a mesma de Liquid Snake. Ocelot, que agora parece de certa forma possudo por Liquid, diz que no est mais novo como antigamente e que Snake tambm no, talvez seja por isso que Naomi adiou a sua hora no projeto FoxDie. O brao dele comea a tremer novamente, Ocelot agoniza e pede que Liquid saia de sua mente, mas em vo, Liquid ainda est no controle dele. Ele diz que este o preo de algum prodgio fisicamente. Dentro de alguns anos, Snake tambm ser apenas mais um clone morto de Big Boss, o material do qual eles foram feitos era de tima qualidade, porm velho. Big Boss j estava nos seus 50 anos quando foi clonado, mas ele, Liquid, ainda sobrevive atravs daquele brao. Snake nota que aquele brao deve ser o de Liquid e uma nova exploso o joga para baixo da plataforma, onde a gua j toma conta do local, inundando tudo aos poucos. O corpo de Gorlukovich bia pelo local e em seus ltimos segundos de vida ele clama pelo nome de sua filha, Olga. Ocelot, ainda dominado por Liquid, entra na cabine do Metal Gear, Snake sai de dentro da gua e o tanque comea a se mover, batendo a cabea no teto do hangar. Liquid diz que chegou a hora de Snake e ele vai afundar, junto com aquele navio. Snake tenta desviar-se de uma das pernas do tanque, mas atingido e jogado longe, quase inconsciente, ele tenta avisar Otacon que est com problemas. Nas plataformas superiores, Marines tentam atirar no Metal Gear com tudo o que tem, mas intil. Liquid esmaga todos com os braos do tanque, em seguida ele se abaixa, como se carregasse algum tipo de energia e ativa um laser, que comea a cortar as paredes do navio. Snake consegue se levantar e volta a superfcie da gua dentro do hangar. Ocelot est no comando do Metal Gear e parece ter recuperado a sua conscincia, ele fala com algum no rdio, avisando que tudo est seguindo como o planejado. Em seguida, ele submerge o tanque dentro do hangar j totalmente inundado, e continua falando ao rdio. Ele diz que estar no local combinado, conseguiu evidncia fotogrfica de Snake no local graas ao Cypher e mal pode esperar pelos jornais e notcias do dia seguinte. Por fim, ele fala que os planos oficiais da Marinha foram definitivamente acabados e despede-se de quem ele chama de Senhor Presidente. O navio j comea a afundar, Ocelot pula com o Metal Gear no mar e foge, Snake ainda est nos escombros do lado de fora, mas a grande onda gerada pelo mergulho do tanque faz com que ele suma no mar, enquanto Otacon grita pelo seu nome ao Codec.

Big Shell

Os cientistas tiveram que fazer milhares de clculos para criar a bomba atmica e determinar seus efeitos... Computadores e bombas atmicas, ambos so produtos da Segunda Guerra Mundial e cresceram juntos. - Era da Informao: Exibio de Pessoas, Informaes e Tecnologia Museu Americano da Histria Nacional, Instituto Smithsonian.

Ponte Verrazano, 29 de abril

Dois helicpteros sobrevoam o local durante o incio da manh. Coronel Campbell pergunta a Snake se ele lembra-se do incidente de dois anos atrs, quando um navio afundou naquele lugar. Snake confirma. Terroristas abriram um buraco em um navio petroleiro cheio de leo no processado, aproximadamente a 20 milhas da costa de Manhattam, um pesadelo clssico. No demorou muito para que o governo colocasse um cerca de proteo em volta de toda a baguna e ento se iniciou um enorme processo de limpeza, com a construo da Big Shell. Mas at hoje o limpeza no foi concluda. Leva tempo. E durante este tempo, a Big Shell se tornou um smbolo da proteo ambiental. Aproximadamente h seis horas atrs, a Big Shell foi tomada por um grupo armado. Membros originais do Esquadro Especial de AntiTerrorismo da Marinha, Dead Cell. um grupo altamente treinado e tem total controle sobre o lugar. Diversos helicpteros surgem pelo local trazendo um batalho de soldados. O agente da Foxhound est submerso nas redondezas da Big Shell e emerge para verificar a situao do lado de fora. Snake submerge novamente e passa por uma das grades de proteo, que j estava com um buraco. Campbell informa a demanda da Dead Cell: 30 bilhes de dlares. O alto preo tem o seu motivo. No dia do seqestro, acontecia uma tour financiada pelo governo no local, um VIP de um grande grupo conservador e uma pessoa do governo americano estava presente: James Johnson o presidente em pessoa. Se as demandas no forem atendidas, os terroristas planejam explodir todo o local. Todo o leo cru entrar em ignio e a Baa de Manhattan se tornar um inferno. E no apenas isso. Se os clordeos usados na descontaminao da gua do mar se misturarem com o leo, toxinas contendo nveis catastrficos de dixidos sero liberadas. O

Raiden Membro da Unidade de Foras Especiais FOXHOUND, no tem experincia em situaes reais de combate, mas suas habilidades como soldado foram aprimoradas via treino e simulao em realidade virtual. A infiltrao do Big Shell na verdade sua primeira misso.

ecossistema da Baa ser destrudo e o mar vai se tornar uma sopa txica por sculos, tornando-se o maior desastre ambiental da histria. Snake chega a uma doca dentro da Big Shell. Ele tem dois objetivos em sua misso. Primeiro: infiltrar-se nas instalaes da Big Shell e resgatar os refns e o presidente. Segundo: desarmar os terroristas da forma que for necessria. Snake chega superfcie do pequeno cais e analisa o lugar, que est vazio, ele sobe por uma escada e chega plataforma. Um grupo de SEALS da Marinha tambm est conduzindo uma operao de resgate no local, mas no uma operao em conjunto, sendo assim, ningum deve saber da presena de Snake ou da Foxhound. Ao chegar ao local, Snake chama Campbell pelo Codec. Ele avisa que o local est vazio e estranhamente j havia um buraco na grade, algum entrou antes dele na Big Shell. Campbell afirma que impossvel ser algum do SEAL Team 10, pois eles pousaram na estrutura utilizando helicpteros, como planejado. Campbell avisa que, de agora em diante, Coronel Campbell ir mudar o codinome de Snake, a partir de agora ele ser chamado de Comandante estratgico da Raiden. Ele deve seguir em direo aos andares superiores utilizando o Unidade de Foras Especiais elevador de carga que deve haver ali. Raiden segue em direo ao FOXHOUND. Comanda a norte e abre uma porta que leva ao corredor principal, um soldado est misso de infiltrao no Big cado, inconsciente. Raiden nota que ele Shell e d suporte a Raiden tem armas, granadas e todo o resto do via Codec. seu equipamento so russos. Campbell supe que seja um soldado de Gorlukovich. Talvez faa parte do exrcito privado que participou da tomada de Shadow Moses, h quatro anos atrs. possvel que eles estejam trabalhando para os terroristas como mercenrios, um exrcito sem pas. Raiden desliga e continua at chegar a uma pequena sala, onde est o elevador, depois da sala com um submarino, h dois outros soldados cados e um homem est subindo pelo elevador. Ele chama novamente o Coronel e avisa que, definitivamente, h outro intruso no local, e no parece algum que faa parte de um time e sim algum sozinho. Raiden no sabe quem o homem, mas ele tomou conta de todos os soldados do local. Campbell avisa que precisam conseguir a identificao de quem este homem, mas por hora, Raiden pode se aproveitar da situao e seguir em frente. Na rea h um terminal onde Raiden deve pegar informaes, como um mapa da rea, que ser utilizado em conjunto com o seu radar Soliton. Alm da ajuda de posicionamento via GPS, Campbell designou uma assistente para Raiden na misso, uma mulher, que o chama de Jack. Ele a reconhece - Rose - e fica nervoso, pois ela no deveria fazer parte da misso. Campbell explica que houve um acidente com a outra analista e Rosemary foi a substituta, alm disso, ela conhece Raiden melhor do que ningum. Raiden no aceita e Campbell diz que, aps o incidente de Shadow Moses, todos aprenderam a lio de que no importa quem voc seja, vai precisar de todo o apoio possvel para completar sua misso. Ele no tem escolha. Rose aproveita e faz dois pedidos ao Coronel. Primeiro, ela no aceitar ordens de Campbell que no sejam diretamente ligadas s suas obrigaes e segundo, a misso vem em segundo lugar em importncia para ela, pois a segurana de Jack prioridade, assim, ela manter uma gravao de todas as conversas entre ele e Campbell. O Coronel concorda, mas pede a ela que o chame de Raiden, e no de Jack. Rose muda a freqncia e fala a ss com Jack, perguntando se ele sabe que dia aquele. Raiden sabe que dia 29 de abril, mas no sabe se algum dia especial. Rose diz que vai insistir at que ele se lembre. Raiden desliga o Codec e os guardas retomam a conscincia, o que o obriga a ficar escondido atrs de algumas caixas at que o elevador desa de volta. Assim que o elevador chega, ele passa despercebido pelos soldados e consegue entrar. Enquanto o elevador sobe e passa pela parte externa da Big Shell, Raiden tira sua mscara de oxignio, revelando seu rosto de pele clara, cabelos longos e loiros. Ele no Solid Snake. Os terroristas chamam a si mesmos de Sons of Liberty (Filhos da Liberdade) e o nome de seu lder Solid Snake. O heri de Shadow Moses. Por isso, a mudana no codinome de Raiden. O elevador chega ao topo da construo, o sol castiga o local e diversos pssaros sobrevoam a estrutura. Campbell diz que no pode ser o verdadeiro Solid Snake, afinal, ele morreu quando o navio afundou h dois anos atrs.

O Coronel explica que o SEAL Team 10 j chegou s estruturas B e C e que o presidente foi visto pela ltima vez na estrutura B. A Big Shell composta por duas grandes instalaes, Shell 1 e Shell 2, cada uma delas consiste em um mdulo central e seis outras estruturas que as circulam, formando dois hexgonos ligados de ponta a ponta. Raiden est em cima da estrutura A da Shell 1. Raiden segue adiante e consegue achar o terminal daquela estrutura, atualizando suas informaes, ele tambm consegue uma arma de tranqilizantes no local. Ele entra em contato com Campbell e pergunta se realmente no h como entrar em contato com os SEALs. Campbell diz que sua misso confidencial e poucas pessoas sabem de sua presena ali, porm ,ele no precisa se preocupar, pois tudo est sendo organizado pelo Pentgono e pela NSDD (National Security Decision Directives), as ordens vm diretamente do vice-presidente e do secretrio de defesa. Raiden fica mais aliviado e segue em direo ponte que liga a estrutura A B. Campbell o chama e diz que interceptou uma das ligaes do SEAL Team 10, ambos escutam. O time Alpha conseguiu resgatar o presidente e tambm um pacote, o comandante deles os parabeniza, quando de repente ouvem-se tiros, os soldados parecem desesperados e gritos ecoam pela local, at a transmisso ser cortada. Campbell diz que o presidente deve estar em perigo e Raiden deve chegar imediatamente na estrutura B.

Vamp

Assim que Raiden chega a estrutura B, ele v uma cena grotesca. H sangue por toda parte, nas paredes e no cho, dois soldados dos SEALs esto mortos. Raiden saca sua recm adquirida M9 e entra na sala logo ao lado da entrada. Trs soldados esto patrulhando com suas armas a postos, procura de algo no local. Do nada, uma faca arremessada, acertando um deles direto no pescoo. Ele cai, agonizando. Os dois restantes comeam a atirar a esmo em algo que sequer podem ver. O inimigo move-se rapidamente pelo local enquanto desvia das balas. Ele pega outro dos soldados pelas costas e o fatia com sua faca, o homem tambm vai ao cho, gritando. O SEAL restante entra em pnico, comea a atirar pra qualquer lado e o seu Comandante o chama pelo rdio, mas no obtm resposta. O inimigo misterioso sai de seu esconderijo no teto e salta bem na frente do soldado com sua faca em punhos, ele descarrega o pente de sua metralhadora, mas o homem, de cabelos longos, desvia de todos os tiros e, quando acaba a munio do soldado, ele parte em sua direo, cortando seus punhos e suas pernas. Antes que o SEAL caia no cho, ele o segura e corta sua garganta, suavemente. O sangue jorra pela sala enquanto o homem misterioso parece estar em transe. Raiden entra vagarosamente na sala, ele atravessa metade dela e pode ver por entre algumas brechas, que o inimigo misterioso est sugando o sangue do pescoo do soldado. Ele vira seu rosto e deixa o corpo cair, puxa sua faca e olha fixamente para Raiden, que pergunta o seu nome. O homem de capa faz um corte em seu prprio peito e diz que hoje j foram cinco, talvez seis, ele perdeu a conta. Raiden ainda aponta sua arma para ele, mas o homem move-se rapidamente para as costas de Raiden e d um tapa em seu ombro, neste momento, outro SEAL invade a sala pela porta ao norte e manda Raiden se abaixar. O soldado atira em direo ao inimigo, Raiden se abaixa, mas o homem some. Ambos o procuram. Ele desce novamente do teto e cai ao lado do SEAL, cortando seu brao, sua arma cai no cho e o inimigo o joga contra a parede. Raiden pega a arma e aponta para o homem, que aproxima seu rosto do pescoo do soldado e diz sentir um cheiro estranho, algo familiar, talvez. O soldado pede que Raiden pare de olhar e comece logo a atirar, ele o faz, mas sem sucesso. Ouve-se uma voz feminina no rdio do inimigo, ela o chama de Vamp, ele dirige-se a ela como Queen. O soldado joga outro pente de balas para Raiden. A mulher pergunta a Vamp se ele j terminou por ali. Vamp responde que sim e que achou algo interessante, mas prefere cont-la pessoalmente. Raiden ainda recarrega a arma. A mulher diz que est na estrutura central, com o presidente. Raiden termina de recarregar e quando olha de novo para a direo de Vamp, ele sumiu, ele ento aponta a arma para o soldado. Vamp Membro da Dead Cell. Especialista em facas com grande capacidade fsica. Nasceu na Romnia.

PliskinVamp

O SEAL pede a Raiden que se acalme, pois ele no um inimigo. O soldado tira sua mscara e se apresenta como Tenente Iroquois Pliskin, tendo chegado ao local pelos helicpteros da Marinha. Uma barata cai de sua roupa. Pliskin pergunta de onde Raiden vem e a resposta Foxhound. Pliskin fala que a Foxhound se dissolveu e quer saber onde Raiden treinou antes de entrar para a unidade, sua experincia. Raiden fez parte dos treinamentos do Exrcito Fora XXI: treinamento virtual. Ele no possui experincia de campo. Campbell chama e Raiden avisa que o SEAL Team 10 foi exterminado, sobrando apenas um soldado, Pliskin, e que o presidente foi levado para outro local. Pliskin vai para a plataforma abaixo e Raiden o segue, ele aponta para algo. Um Capito da Marinha est morto e estirado ao cho, com ferimentos que parecem ser recentes, em uma de suas mos h uma algema cortada. Pliskin passa mal por alguns instantes e se senta numa escada prxima, acendendo um cigarro. Raiden pergunta quem diabos era aquele homem h pouco, sugando o sangue das pessoas e movendo-se de forma sobre-humana. Pliskin explica que aquele Vamp, um romeno, mago das facas, como ele mesmo pde observar. Vamp um dos membros da Dead Cell, uma Unidade de Foras Especiais criada pelo expresidente, George Sears. O nome originalmente deveria refletir as suas funes anti-terroristas, mas o grupo fazia exatamente o contrrio. Faziam ataques a complexos do governo, como uma forma de simulao de terrorismo, de maneira a treinar soldados virtuais como Raiden em situaes reais. Mas depois que o lder original da equipe morreu na priso, a unidade comeou a ficar descontrolada. Eles sempre agiram no limite, mas comearam a ficar cada vez mais extremos. Comearam a atacar aliados dos EUA e at mesmo civis. Estima-se que no menos do que uma centena de pessoas j tenha morrido em acidentes arranjados pela Dead Cell. Eles estavam oficialmente fora de controle, at que, h seis meses atrs, a unidade foi devastada, sobraram apenas trs dos membros originais, Vamp apenas um deles. Raiden diz que tem a informao de que o lder dos terroristas, e provavelmente para quem a Dead Cell esteja trabalhando, Solid Snake. Pliskin diz que impossvel, Snake morreu h dois anos atrs, no acidente com o navio que tornou necessria a construo da Big Shell. Seu corpo foi reconhecido e identificado. Snake est morto e enterrado. O resto dos soldados no local so militares russos, a Big Shell muito grande para ser tomada apenas pela Dead Cell. Pliskin pergunta por que Raiden no sabe de nada disso, pois deveria ter sido informado da situao. Raiden fica quieto. Pliskin d a ele um mao de cigarros e uma pistola SOCOM. Seu rdio toca e pode-se ouvir a voz dos outros SEALs da unidade Bravo, que esto entre as estruturas B e C. Eles reclamam porque tentam acertar algum mas no conseguem, Pliskin vai responder ao chamado, mas a ligao cortada ao som de uma exploso. Eles precisam chegar ponte que liga as duas estruturas, B e C. Pliskin resolve ficar mais alguns minutos no local para se recuperar e diz que conhece todo o local, qualquer dvida s entrar em contato, perguntando o nome dele em seguida. Ele responde: Raiden. Um nome estranho, mas melhor do que o que seus pais lhe deram... Raiden segue em direo ponte de coneco e recebe uma chamada de Rose no caminho. Ela pergunta de novo se ele sabe que dia ser amanh, Raiden no lembra.

Pliskin: Vamp um membro da Dead Cell. Nascido na Romnia, sua especialidade so as facas. Mas eu acredito que voc j saiba disto h essa hora. Quando ele era apenas um garoto, ele perdeu sua famlia em um ataque terrorista com uma bomba quando estavam na igreja. Seu corpo foi perfurado por um crucifixo, Vamp ficou enterrado nos escombros por dois dias antes de ser finalmente resgatado. Durante este tempo, ele sobreviveu alimentando-se do sangue de seus familiares, o que matava a sua sede. Assim ele adquiriu o gosto por sangue... Raiden: Ento por isso que o chamam de Vamp... Pliskin: No. Vamp no por causa de vampiro. porque ele homossexual... Raiden: ... Pliskin: Rumores indicam que Vamp era amante de Scott Dolph, o comandante da Marinha que morreu acidentalmente dois anos atrs. Scott Dolph tambm era o pai de Fortune, lder da Dead Cell. Raiden: Pai de Fortune? Mas Fortune e Vamp... Pliskin: Voc notou, hein? Nada mal para um novato... Raiden: ... Certo. Pliskin: Como voc disse, Vamp e Fortune so muito prximos. No amantes, mas muito prximos... Raiden: Amigos? Pliskin: No. H mais naquele relacionamento do que isso. Raiden: Mas Vamp era o amante do pai dela! Pliskin: Seria melhor se fosse amante da me dela? Eu no imagino que eles realmente se importem com isso que voc pensa. Mantenha o foco na misso. Raiden: Alis, voc j encontrou com ele antes? Pliskin: No... Raiden: Mas ele parecia te conhecer...

Rosemary Namorada de Raiden. empregada do exrcito como analista de dados e d suporte via Codec a ele durante a misso.

Pliskin: Verdade.... Bem, eu... No... ...No pode ser... Eu lhe disse que a Dead Cell um grupo de loucos... Eu no levaria a srio qualquer coisa que eles digam.

Dead Cell

Raiden: Conte-me mais sobre a Dead Cell. Pliskin: Dead Cell era uma unidade sombria dentro da organizao dos SEALs.

Rose diz que algo muito importante e Raiden promete terminar tudo at o dia seguinte. Ele pede a ela um favor: Raiden quer o mximo de informaes sobre Solid Snake, tudo o que existir sobre ele depois do incidente em Shadow Moses. Rose sabe que Snake morreu, ele pede que ela procure tudo e, se for necessrio, pea permisso de acesso a contedo confidencial ao Coronel.

FortuneRaiden: Certo. Eles tomavam conta de ataques surpresa em estruturas vitais do governo, no? Pliskin: Sim. Eles foram formados originalmente para tomar conta do sistema de segurana militar da nao. A unidade era o filhote do expresidente, George Sears... Dead Cell era uma unidade secreta exatamente do lado oposto das foras antiterroristas como a Delta Force e os SEALS. Raiden: Mas eles sempre foram um grupo de... Loucos? Pliskin: No. Eles ficaram estranhos quando o Coronel Jackson marido de Fortune foi preso. Raiden: Preso? Por qu? Pliskin: Corrupo. Ele apropriou-se de fundos do governo. Raiden: Parece que ele mereceu isso ento... Pliskin: Isso o que todo mundo dizia, menos os membros da Dead Cell. Eles sentiam que o Coronel havia sido vtima de acusaes falsas. O fato que, eles levaram o caso aos poderes necessrios, mas nunca conseguiram reabri-lo. Raiden: E havia alguma verdade no que eles diziam? Pliskin: Ningum sabe? Independente da situao, o nome da Dead Cell estava sujo. Raiden: E Jackson...? o Coronel

Raiden desliga o Codec e chega ponte. No meio do caminho dois soldados a postos atiram em direo passagem que leva ao Centro da Shell 1. Em frente a porta, est uma mulher, alta, morena, cabelos loiros. Ela carrega uma enorme arma, ao seus ps esto um homem bem vestido e uma maleta. Uma chuva de balas vai em sua direo, mas inexplicavelmente, nenhuma delas a acerta. Todas parecem deviar de seu corpo. Raiden fica perplexo. Um dos SEALs acha que ela deve ser aquela a quem chamam de Fortune. Vamp sai da porta de trs dela, pega o corpo do homem e a maleta, seguindo para dentro da estrutura central. Os soldados dizem que ele est levando o presidente e no devem permitir. Os dois partem em direo ponte e um deles lana uma granada em Fortune. Ela cai bem ao lado de seu p, mas no explode. Os SEALs Fortune Membro da continuam avanando, Fortune diz que este Dead Cell. Assim como seu mais um dia ruim, prepara sua arma e aponta nome sugere, ela tem para os soldados, perguntando se ningum vai muita sorte no campo de ser capaz de dar a ela a felicidade. Fortune batalha. atira uma rajada de energia nos soldados, vrios deles so atirados ao longe, alguns caem dentro do mar, a passarela destruda e quando a fumaa abaixa, apenas um soldado sobrevive pendurado em um pedao do que restou da ponte, at a ponte de metal se soltar e ele cair. Fortune vira as costas e segue para dentro do prdio principal. Raiden chama o Coronel e avisa que o SEAL Team Bravo tambm foi aniquilado. Ele pergunta onde esto os helicpteros que deveriam dar suporte. Campbell explica que esto em terra, pois descobriram que os inimigos tm um caa Harrier 2, e j que os SEAL Teams atraram a ateno dos terroristas, a presena de Raiden no foi notada. A misso est apenas nas mos dele. Raiden descobre que, na verdade, a invaso dos soldados foi uma armao para descobrirem o poder de fogo dos terroristas, suas capacidades de defesa e ao mesmo tempo permitir que ele entrasse no local sem perceberem. Ele no se conforma, mas Campbell afirma que os inimigos podem fazer algum tipo de retaliao, em resposta a esse ataque. Os refns podem estar em perigo ou at mesmo explodir tudo, causando uma catstrofe. Campbell modifica as prioridades da misso, agora Raiden deve, em primeiro lugar, desativar os explosivos que foram colocados em toda a Big Shell. O presidente pode esperar, mas a salvao do lugar no. Raiden no sabe desarmar bombas, mas Campbell explica que o ltimo SEAL Team trouxe com eles um especialista em explosivos, ele deve estar na estrutura C da Shell 1, onde Raiden deve encontr-lo. Raiden desabafa e diz que tudo est parecendo um pesadelo, nada daquilo parece real, o homem estranho que move-se de forma absurda, a mulher que no pode ser ferida. Ele chega a duvidar de que aquilo tudo est realmente acontecendo.

Pliskin: Ele estava preso em Leavenworth... Raiden: Estava... Significa que ele foi solto? Pliskin: Bem... De certa forma sim. Ele est morto. Aparentemente ele perdeu a vontade de viver e morreu na priso. Os membros da Dead Cell surpreenderamse com a morte de seu lder. Acabaram mudando radicalmente e tornaram-se incontrolveis. Raiden: E por isso eles entraram nesta operao terrorista? Pliskin: Parece uma boa razo, assim como qualquer outra...

Ele nem mesmo acredita que Rose esteja ali, naquela misso. Rose afirma que tudo real, com certeza, e que mesmo assim ela tomou a deciso de ficar com ele, independente daquilo ser real ou no, ela vai ficar com ele at o fim. Raiden ento fala que no vai deixar ela ser apenas um sonho ruim, portanto, ele vai continuar com o seu trabalho. Raiden desliga e segue em direo a estrutura C da Shell 1 para encontrar o homem que vai ajud-lo com as bombas.

Peter Stillman

Ao chegar dentro do prdio, Raiden nota um homem de joelhos prximo a algumas mesas e prateleiras, ele utiliza uma jaqueta com as iniciais do Departamento de Polcia de New York, Raiden aponta sua arma para o homem e ordena que no se mova. O homem levanta suas mos e fica de p. Ele no um policial, veio com o Team Bravo. Raiden explica que o Team Bravo foi todo morto. O homem move-se em direo a Raiden, lentamente, com a ajuda de uma bengala, Raiden manda-o no se mover de novo. Pliskin surge e diz que est tudo bem, e que no se deve sair apontando uma arma para qualquer um. O homem Peter Stillman. Professor Acadmico da NSEOD, em Indian Head e tambm consultor do Esquadro de Bombas do Departamento de Polcia de New York.

[NA] - NSEOD: Naval School Explosive Ordnance Disposal. A Naval Explosive Ordnance Disposal Technology Division (NAVEODTECHDIV) tem os traos de sua origem por volta da Segunda Guerra Mundial, quando a Marinha Americana reconheceu a necessidade de contrapor as avanadas e complexas armas desenvolvidas por outras naes. Em maio de 1941, a Naval Mine Disposal School foi estabelecida em Washington D.C. Depois daquele ano, a Naval Bomb Disposal School tambm foi criada. Em 1945, ambas as escolas se fundiram para formar a Naval Ordnance Disposal Unit e, por volta de 1946, mudaram-se para o prdio da Naval Powder Factory, em Indian Head, estado de Maryland.

Stillman deveria ter se aposentado, e na verdade o fez, mas no pode continuar fugindo de todo mundo desde que uma igreja famosa cheia de pessoas dentro foi varrida do mapa, graas a um erro dele. Tudo o que ele perdeu, foi uma perna. Stillman considerado o maior especialista em bombas que existe e Raiden pergunta o porque dele ter sado de sua aposentadoria. O motivo simples: um dos terroristas que ali se encontram foi um de seus alunos. O Imperador dos Explosivos. Fatman. Construiu uma bomba atmica quando tinha apenas 10 anos. Fatman foi praticamente criado por Peter. Os trs comeam a conversar. Sillman j est velho e deveria apenas supervisionar o trabalho de desarme das bombas. Pliskin no tem muita experincia com bombas e espera contar com a ajuda de Raiden tambm. Das pessoas que vieram com Stillman de helicptero, apenas mais um homem sobreviveu, um engenheiro, porm ele sumiu depois que comearam a aes, ele era o responsvel pela arquitetura e sistema de segurana da Big Shell e deveria burlar todas as portas para que o time de Stillman fizesse o seu trabalho. Raiden ento se d conta de que tero que desarmar as bombas sozinhos e fica preocupado, pois nunca fez isso antes. Campbell o chama e pede a Raiden que ajude Stillman da maneira que for necessria para desarmar os C4 que foram plantados na estrutura. Ele est pouco confiante e Rose tenta encoraj-lo. Stillman o tranquiliza, explicando que na verdade eles no precisaro desarmar as bombas, apenas congel-las utilizando um sistema que ele demonstra. Peter pega uma bomba embaixo da mesa e a ativa, pegando na sequncia um pequeno dispositivo que parece um extintor. Ele aponta para a bomba e usa uma espcie de refrigerao instantnea, congelando o detonador da bomba e a inutilizando. O efeito dura aproximadamente 24 horas. Stillman sabe que no tem mais do que eles dois para fazer o trabalho ento pede que eles verifiquem tudo, cada canto das estruturas e tentem imaginar onde algum como Fatman colocaria uma bomba. O que pode ser complicado, j que nem Pliskin nem Raiden o conhecem e tampouco os seus mtodos. Stillman disse que j pensou nisso tambm, ele pega um sensor que adaptou e que captura a essncia que Fatman deixa em suas bombas, como uma assinatura. Desde os tempos da escola, em Indian Head, Fatman no segue regas que no sejam as suas prprias, ele as inventa e as segue como uma religio. Ao ativar o sensor ligado aos seus radares, algumas nuvens amarelas so mostradas e tanto Raiden quanto Pliskin podem se guiar e ter uma melhor noo de onde estaro as bombas. A Big Shell um complexo enorme, para demolir uma estrutura como ela seriam necessrias bombas em pelo menos cada umas da estruturas que se ligam s duas centrais, o que seria algo em torno de seis

bombas na Shell 1 e seis na Shell 2, num total de 12, no mnimo. Pliskin e Raiden pegam seus sensores e radares, Pliskin se encarrega das Shell 2 e Raiden da Shell 1. Stillman lhe d um carto para que possa ter acesso a todas as reas nas proximidades. Ambos comeam a sair e Stillman os segue, pois quer ir junto. Pliskin diz que no, com aquela perna e mancando, ele apenas os atrasaria. Stillman concorda e decide ficar, dando assistncia pelo Codec e pensar em algum plano alternativo caso precisem, ele tambm pede que tomem cuidado, pois aquela uma situao perigosa. Pliskin diz Quem ousa, vence. Pliskin vai embora em direo ao Shell 2 e se despede com a frase Semper Fi. Stillman olha para Raiden e aps Pliskin sair, diz que ele no um SEAL. Semper Fi uma frase utilizada pela Marinha, que tem o costume de manter seus oficiais fora do campo de batalha, apenas passando informaes e controlando tudo de fora. Mas, o que Pliskin, falou, Quem ousa, vence um termo utilizado pelas Foras Areas Especiais da Inglaterra. Raiden pergunta se ele deve ser um terrorista, Stillman diz que no sabe e, se fosse desconfiar de algum ,desconfiaria de Raiden e no de Pliskin. Stillman entra em um grande armrio onde ficam guardados os suprimentos da cozinha, diz que no vai ter problemas ali e fecha a porta desejando sorte a Raiden. Raiden vasculha a estrutura C e acha um explosivo no banheiro feminino, congelando-o, ele avisa Stillman. H alguma coisa errada, pois o local no eficiente para uma demolio, at parece que no pretendem destruir tudo apenas causar danos. Alguma coisa est estranha, pois Fatman com certeza saberia que Stillman seria convocado a tentar desarmar suas bombas e no seria to descuidado. Raiden segue para a estrutura A e encontra com a ajuda dos sensores mais um explosivo na sala de bombas dgua. Stillman sabe que est errado. Apenas um amador colocaria explosivos em locais to inteis em relao estrutura toda. Alm disso, a quantia de explosivos parece pequena. Raiden continua sua busca e durante o caminho chamado por Rose. Rose tanta conversar com Raiden, perguntando como ele se sente diante daquilo tudo. Raiden est confuso e com medo, no foi treinado para aquele tipo de trabalho e tudo o que consegue fazer tentar manter a sua mente livre de pensamentos, para no deixar levar-se pelo medo. Rose sabe que talvez aquela no seja uma boa hora, mas Raiden diz ainda tentar se lembrar o que h de especial no dia seguinte, 30 de abril. Rose diz que aceitou aquele trabalho pois poderia observlo e assim conhec-lo de verdade. Ele um homem muito fechado, tem alguma barreiras que no deixa ningum passar quando o assunto sua vida pessoal. Raiden diz que no verdade e Rose decide encerrar a conversa, desligando o Codec. Raiden segue em direo ponte que liga as estruturas E e F, quando recebe outra chamada, desta vez de algum desconhecido. O indivduo manda-o ter cuidado, pois o local foi todo minado. Raiden pergunta quem , ele apenas se identifica como Deepthroat. Raiden reconhece o nome do evento de Shadow Moses e a pessoa ento muda, pedindo para ser chamada de Mr. X, dizendo ser um f dele e desligando em seguida. Raiden avisa o Coronel sobre o que aconteceu e ele apenas diz para ter cuidado, mas no se preocupar com o fato da pessoa ter se entitulado pela primeira vez de Deepthroat, pois quem usou este apelido j est morto: Gray Fox. Raiden atravessa o campo minado na ponte e chega estrutura E. Ao se aproximar de um lance de escadas ele v uma mulher falando ao rdio com algum desconhecido. Olga Gurlukovich. O homem do outro lado da linha avisa que j tomou conta de uma mosca chata e pergunta a situao. Coisas estranhas esto acontecendo, ele diz. Olga acabou de ver algum parecido com um Ninja Ciborgue, com espada e tudo. Alm disso, na ponte de conexo para a Shell 2 ela tambm viu algum escondendo-se dentro de uma caixa. O homem do outro lado diz j ter visto este truque antes e vai mandar intensificar as patrulhas pelo local. Olga desliga o rdio e Raiden sai de seu esconderijo apontando sua arma para ela. Ele manda-a se render e diz que deve ser algum da Dead Cell. O sol bate forte em seu rosto, Olga aproveita a chance e pula da escada para a estrutura inferior. Raiden avisa Pliskin que acabou de ver uma mulher armada, parecia russa. Pliskin sabe que se trata de Olga afinal, ao contrrio de Raiden, ele foi informado de toda a situao. Pliskin avisa que Olga controla um pequeno exrcito de mercenrios, provavelmente os mesmos que esto patrulhando a Big Shell. Ela lidera o grupo desde que seu pai morreu. Raiden desliga e sobe at o topo da estrutura E, chegando a uma espcie de heliporto, onde h um caa Harrier. No local, ele encontra mais uma bomba e a congela, avisando Stillman em seguida. Pliskin entra na conversa e avisa que checou um lugar fora dos planos conforme Stiilman pediu: a base da estrutura H. Ele tinha um pressentimento de que Fatman estava preparando alguma surpresa e estava certo. Um monte enorme de C4 estava plantado no local. E no apenas isso: essa que ele achou a prova dos sensores, toda lacrada para evitar qualquer tipo de odor detectvel. Pliskin as achou por sorte. Stillman sabe que podem haver mais destas e decide ir ajudar, pedindo a Pliskin que no tente congelar aquela, pois deve haver algum truque, os dois devem terminar com as suas bombas comuns e ele vai at aquela especial. Pliskin no quer que ele v, pois no tem uma perna e poder ser pego facilmente pelos terroristas.

Stillman ento revela um segredo, ele pode andar normalmente. Durante o incidente com a bomba, cinco anos atrs na igreja, mesmo com toda sua experincia, ele cometeu um erro. O local foi pelos ares e todas as pessoas e crianas l morreram. Durante todo este tempo ele mentiu. Stillman no perdeu a perna naquela exploso. Dezenas de mortos por causa de seu engano, ele tentou se esconder do crime que cometeu, queria que as pessoas sentissem d dele, de sua fraqueza. Ento ele mentiu ser uma vtima porque no podia encarar as famlias das vtimas, assim ele no tem nenhuma perna de prtese. Ele foi um covarde, mas pode andar normalmente com suas duas pernas e com elas que pretende parar Fatman, os crimes dele tambm so os seus. Pliskin diz que tudo bem, faro como ele deseja. Raiden continua vasculhando as estruturas e consegue achar as bombas restantes, avisando os dois quando termina a ltima. Pliskin ainda tem uma e Stillman j est com a bomba maior. Stillman avisa que deve haver outra daquela na Shell 1, e ambas em conjunto so suficientes para causar um grande estrago na Big Shell, ela provavelmente est na base da estrutura A, colocada estrategicamente. Stillman adaptou outro sensor para detectar a nova bomba, mas nada de radar, o mximo que conseguiu no pouco tempo que teve foi um efeito sonoro que aumenta conforme se aproxima da bomba. Stillman deixou o novo sensor na sala onde estava escondido, ele vai ficar ali para estudar o novo dispositivo e ver se pode congel-lo igual as outras. Raiden segue para a estrutura B e pega o novo sensor, avisando Stillman. Stillman diz que a nova bomba estranha, pois no foi ativada, os sensores funcionam mas o detonador est desligado. Pliskin entra em contato e diz que achou a ltima da Shell 2 e est prestes a congel-la. Stillman tenta avis-lo de algo que teve pressentimento, mas tarde. Pliskin congela o ltima e na mesma hora o detonador da bomba maior com Stillman liga o contador. Era uma armadilha. As bombas maiores foram feitas para serem ativadas quando todas as menores fossem desativadas. Um contador de poucos minutos se ativa e Raiden deve seguir rapidamente para a estrutura A, a fim de encontrar a outra. Raiden segue rapidamente para a estrutura A e no caminho Stillman d uma m notcia. A bomba em que ele est possui sensores de proximidade, no tem como ele sair de l. H menos de 30 segundos para aquela explodir, no h o que fazer. Stillman avisa Raiden que deve utilizar o congelante na outra bomba pois vai funcionar, mas ele deve utilizar distncia para no ser pego pelo sensor de proximidade. Quando ele acaba de falar, a bomba explode, sua linha cortada. Stillman est morto. Raiden segue pelo elevador at a base da estrutura A e acha a ltima bomba embaixo de um pequeno submarino no local. Da plataforma mais distante ele congela o dispositivo com sucesso.

Fatman

Raiden avisa o Coronel que desativou a bomba. A exploso na Shell 2 destruiu os dutos que levavam gua contaminada, a parte central do lugar est ficando alagada e o leo na superfcie do mar entrou em chamas. Porm, os produtos qumicos ainda esto contidos no havendo um perigo imediato. A Shell 1 no foi afetada, o preo foi alto, mas a ameaa das bombas foi resolvida. Coronel ordena a Raiden que volte para os andares superiores, ele comea a seu caminho de volta quando Coronel o chama de novo, poucos minutos depois. Os terroristas esto iniciando uma retaliao em resposta a neutralizao da bomba. Um refm foi morto - com um tiro na cabea - e outros sero mortos a cada hora dali em diante. As ordens de Raiden so para resgatar o presidente o mais rpido possvel, ele a prioridade. Raiden no se conforma em deixar os outros refns morrerem. Rose diz que infelizmente ele no pode salvar a todos. No sozinho. Coronel diz que no adianta ele confiar em Pliskin, ele inclusive desligou seu rdio e no faz parte daquela simulao, no sendo um fator determinante na misso. Raiden no entende o que o Coronel quer dizer e dito que sua misso deve manter-se apenas com ele, sozinho, e ningum mais. Nem mesmo novos SEALs ajudaro. Raiden segue em direo a sala do elevador e assim que chega ele est descendo, Fortune sai de dentro do local com sua enorme arma eltrica. Ela anda vagarosamente enquanto as diversas baratas no local se afastam dela. Fortune diz que est feliz pois ele estar vivo e sabia que um dia eles se encontrariam e pede para que ele acabe com ela, assim como fez com seu pai. Fortune comea a atirar descargas eltricas, Raiden consegue desviar por pouco e se esconde atrs de algumas caixas, sacando sua pistola SOCOM. Fortune nota que outra pessoa que est ali e no quem ela procurava. O elevador fecha as portas e comea a subir. Ela parece querer morrer e pede que Raiden acabe com ela, a Senhora Sorte. Sorte na guerra tudo o que ela , nada mais, sem ter o direito de morrer.

Raiden comea a fugir das descargas eltricas que Fortune usa contra ele e tenta acert-la de qualquer forma, mas todos os seus tiros erram o alvo, como se, inexplicavelmente desviassem do corpo dela. Ele atira at que suas balas acabem e de nada adianta. Fortune comea a recarregar sua enorme arma e Coronel contata Raiden de novo, avisando que Fatman entrou em contato com eles. Uma nova bomba foi colocada no heliporto e Fatman quer a presena dele l dentro de poucos minutos. Raiden desliga, o elevador desce, quando a porta se abre Vamp sai e caminha em direo a Fortune. Ele veio avisar que Fatman est descontrolado, vai tentar destruir o local, estragando os planos de todos. Vamp diz que toma conta do garoto. Fortune abaixa sua arma e diz que no era ele, infelizmente, mas que esperava algo mais daquele ali. Ele intil, pois no conseguiu mat-la, portanto, Vamp vai brincar com ele. Raiden aproveita a conversa dos dois e sai de trs da caixa, atirando novamente contra ambos. Todos as balas desviam de novo, mas uma delas acaba acertando Vamp bem no meio da testa. Ele cai para trs e Fortune o segura antes que seu corpo toque o cho. Raiden atira mais algumas vezes contra Fortune, ainda ao cho, mas as balas desviam de qualquer maneira de seu corpo. Ele volta para trs das caixas. Fortune se desespera e diz que aquela bala ela para ela e no para ele. Fortune no se conforma por no poder morrer, no quer ficar sozinha e pergunta como se falasse ao seu pai por quanto tempo ela ainda ser forada a viver. Ela comea a chorar, suas lgrimas caem sobre o rosto de Vamp. Raiden v que a mulher est sem reao e levanta-se, seguindo em direo ao elevador, ela fala para ele que pensou que ao menos ele daria a ela a paz que procura, mas nem mesmo mat-la ele foi capaz. Raiden continua andando em direo ao elevador e passa pelo dois, subindo em direo aos andares superiores. Fortune continua chorando e enquanto suas lgrimas caem no rosto de Vamp, ele solta uma respirao profunda e gelada, dizendo que no h motivos para ela ficar triste. Vamp afirma j ter morrido uma vez e no pode morrer de novo. Fortune se espanta. Raiden faz todo o caminho de volta para a estrutura E, onde est o heliporto. Ao chegar ao local, ele encontra outra bomba e a congela, como fez com as outras. Um homem comea a falar com ele, dizendo estar contente por ele ter chegado a tempo, pois gosta de pessoas pontuais. Raiden fica confuso e no sabe de onde vem a voz no heliporto cheio de containers e caixas. O homem se apresenta como Fatman. Ele sai de trs das caixas andando de patins e vestindo uma enorme roupa de proteo, segurando em sua mo uma taa de vinho com um canudo. Para Fatman, a vida curta. E as bombas dizem o tempo de vida durante todo o momento de sua existncia. Nada mais anuncia o prprio fim como se fosse ao som de trombetas. Ele bebe um pouco de seu vinho e diz que devem beber em homenagem a Stillman. Raiden diz que, se ele destruir a Big Shell, jamais conseguir a sua demanda, 30 bilhes de dlares em dinheiro. Fatman comea a rir e diz que no tem nada a ver com isso, sua ambies so bem mais simples: se tornar o mais famoso bombardeador de todos os tempos. Raiden fala que ningum vai se lembrar dele e Fatman diz que com certeza ele vai entrar para a histria como o homem que matou Peter Stillman. Ele continua, falando que ele (o lder da Dead Cell) morreu h seis meses atrs e a sua morte serviu para abrir a sua mente, para elev-lo a um patamar superior entre os devotos de seu trabalho. Para Raiden ele no passa de um criminoso comum e assim que vai ser lembrado. Fatman fica nervoso e joga sua taa ao cho, dizendo ser um artista. Por isso que ele no gosta dos chatos tipos militares. Est na hora de comear a festa. Fatman vai comear a plantar explosivos pelo local e Raiden deve desarm-los se quiser continuar vivo. Fatman comea a se mover por entre os containers e a colocar diversos C4s pelo local. Raiden corre atrs congelando todos assim que pode e tenta ao mesmo tempo acertar o terrorista maluco. Aps alguns minutos Fatman vai para um espao aberto, o suficiente para que Raiden atire nele. Uma das balas perfura a sua roupa de proteo e ele cai, arrastando-se at uma caixa prxima. Raiden segue em sua direo e encontra o seu corpo ensanguentado dizendo que a festa acabou. Fatman pega um dispositivo escondido em um de seus bolsos e aperta um boto, pode-se ouvir o som de um relgio e Raiden toma o aparelho dele, perguntando o que e o que ele fez. Fatman explica que aquele o detonador para a bomba mais poderosa do local, Raiden joga o dispositivo no cho e o destri. Fatman explica que no adianta, depois de iniciado o contador no pra. Raiden pergunta onde ele colocou a bomba e ele diz que est por perto, morrendo em seguida. Raiden liga o seu sensor de bombas e quando vai procurar pelo local, nota que na verdade, a bomba est no corpo de Fatman. Ele arrasta seu corpo e revela a grande quantia de explosivos, congelando-os.

Coronel o cumprimenta pelo trabalho mas alerta para o fato de que os refns ainda esto em perigo, principalmente o presidente, que ele deve resgatar o mais rpido possvel. Raiden no faz idia de onde ele possa estar e o Coronel sugere que ele d uma olhada na estrutura central da Shell 1, onde ele ainda no foi. Raiden recebe outra chamada, Pliskin. Aps a exploso, ele ficou inconsciente por um tempo, mas um amigo o ajudou, Raiden d a notcia de que Fatman j est morto e as bombas todas desarmadas. A Shell 2 est em frangalhos e Raiden pergunta sobre as toxinas, Pliskin diz nunca ter ouvido na a respeito sobre toxinas naquele lugar. Ambos decidem que isso no tem importncia agora. Eles precisam resgatar os refns. Sair da Big Shell de barco invivel, a nica maneira de helicptero, nenhum dos dois sabe pilotar, mas Pliskin diz que tem um amigo que ele trouxe que vai resolver este problema, depois ele o apresentar a Raiden. Ele explica que est no heliporto e o Harrier que estava l sumiu, o que pssimo caso resolvam atac-los durante um possvel fuga. Raiden pergunta se ele sabe onde est o presidente e Pliskin diz que no problema dele. As ordens de resgatar o presidente so de Raiden e no dele.

Raiden resolve seguir para o Core Shell 1 como o Coronel sugeriu e, aps descer as escadas do heliporto, um Ciborgue Ninja surge do nada e cai em sua frente. Raiden se assusta e aponta sua arma, pedindo que ele identifique-se. O Ninja responde que como ele, no tem nome. Raiden reconhece a voz: o misterioso Ciborgue Ninja Mr. X. Mr. X sugere que sigam para as plataformas mais ao fundo, a fim de evitar serem pegos por ali, pois precisam conversar:

Fatman Membro da Dead Cell. Especialista em explosivos que veste uma roupa blindada.

Raiden: Voc est com a FOXHOUND tambm? Mr. X: No sou nem inimigo nem amigo. Apenas um mensageiro dos La-li-lu-le-lo.

(Mr. X bate em seu capacete, pedindo para que mudem para nanocomunicao, via Codec).

Mr. X: Assim mais seguro, eu acho. Raiden: Seguro de que? Mr. X: De escutas, claro.. Raiden: Tudo bem - Por que voc me contatou? Mr. X: Eu recebi ordens para garantir ajuda a voc, incluindo dar-lhe informaes necessrias. Raiden: Ordenado por quem? Por que voc no se identifica? Mr. X: No h a necessidade de voc saber. Raiden: Eu decido o que preciso saber. Mr. X: Voc ainda no confivel para tomar tais decises. Ao invs disso, eu vou lhe dizer o que voc precisa saber. A atual localizao do presidente. Alis, a pessoa que sabe da atual localizao do presidente. Raiden: Quem ? Mr. X: Um Agente do Servio Secreto chamado Ames, atualmente mantido como refm junto com os outros.

Raiden: Servio Secreto, hum. Mr. X: O cabea de todos os detalhes da segurana do presidente. Ames foi implantado com o mesmo sistema VIP de nanomachines que o presidente. Se estiver ao seu alcance, podero se comunicar. Raiden: Por que voc est me dizendo isso? Mr. X: Preciso repetir? Raiden: No h razo para eu acreditar em nada disso. Voc entende isso? Mr. X: claro. Mas voc no tem escolha a no ser acreditar. Raiden: Voc no tem nenhuma outra informao? Onde esto os refns? Mr. X: Ha ha ha ha.

(Uma sala com 30 refns ou mais mostrada).

Mr. X: Os refns esto sendo mantidos no andar B1 na Sala de Conferncia do Shell 1 Core. Voc o achar l. Raiden: Mas como ele ? Mr. X: No sabemos nem se mesmo ele. Raiden: E como eu devo procurar por algum que no tem nem mesmo uma descrio? Mr. X: Use seus ouvidos. Raiden: E o que isso quer dizer? Mr. X: Ames tem um marcapasso. Voc pode ouvir o barulho da mquina junto com as batidas de seu corao. Raiden: E voc espera que eu ande no meio dos refns e escute as batidas do corao de todos eles? Mr. X: Os sons so muito diminutos para ouvir seno de forma ampiflicada - voc seria capturado imediatamente. Raiden: Ento o que devo fazer? Mr. X: Utilize um microfone direcional. Deve haver algum na Shell Core.

(Mr. X d a Raiden um carto).

Mr. X: Pegue isso. Este carto de segurana vai destravar todas as portas at nvel 3, incluindo as do Shell 1 core. chamado de PAN card. Ele trabalha junto com o campo eletromagntico do seu corpo. E tome cuidado. O Core mais bem guardado do que qualquer outro setor da Big Shell. Voc no vai a lugar nenhum vestido assim. Tente isso...

(Mr. X joga uma roupa de terrorista para Raiden).

Raiden: Um dos terroristas? Mr. X: As cmeras de segurana no vo deixar voc entrar no elevador se no estiver com o uniforme correto. Raiden: E voc quer que eu me disfarce?

Mr. X: Os homens designados para o Core tem roupas diferentes dos de outras reas. Mas s o uniforme no garante a sua passagem. Raiden: Voc est falando das armas. Mr. X: Sim, voc vai precisar de uma AK. Raiden: Mas eu os vi carregando AN94s. Mr. X: Todos os homens designados no Core carregam AKs. Raiden: Ento sem uma AKs-74u algum me descobriria realmente rpido. Mr. X: Voc pode tomar conta da arma por si s. Mais uma coisa... Raiden: E tem mais? Mr. X: Voc vai ter que passar pelo scanner de retina para entrar na Sala de Conferncias. Raiden: Biometria. Droga. Mr. X: Nada que no seja a coisa certa vai funcionar. Falhar no uma opo. Mr. X: Sugiro que seja rpido. Eles tem uma ogiva do lado deles. Raiden: Uma ogiva!? Eles tm uma arma nuclear COM eles? Mr. X: Voc no achou a presena contnua deles aqui um pouco incomum? Mesmo com o presidente como refm, isso como uma ilha - no existem meios visveis de se escapar... Raiden: Mesmo que eles tenham uma ogiva, o mssil no presta pra nada sem os cdigos de acesso. As travas de segurana no podem ser burladas... Mr. X: Eles no precisam burlar. Eles tm o cdigo.

(Vemos a imagem do Capito da Marinha morto ao lado de uma pasta).

Mr. X: Voc deve ter visto tambm, eu acredito - o homem da Marinha com algemas cortadas. A outra metade estava presa a uma mala. O boto nuclear. Agora eles o tm.. Raiden: Mas porque trariam a mala at aqui? Para uma estrutura de descontaminao? Mr. X: Mas eles tinham que trazer. Porque, antes de tudo, a Big Shell a coisa mais distante de uma estrutura de limpeza que existe. A Dead Cell no teve que trazer a ogiva at aqui com eles. Ela j estava bem aqui desde o comeo. Nada neste negcio o que parece ser. Raiden: Pra encobrir... Mas por qu? E pra qu? Mr. X: Pelo Metal Gear, que est guardado aqui.

(Vemos fotos do Metal Gear Ray).

Raiden: Metal Gear!? Mr. X: O prprio. O veculo bpede com capacidade nuclear de Shadow Moses. Esta lugar o centro de pesquisa e desenvolvimento da sua mais nova encarnao. Raiden: O que diabos est acontecendo?

Mr. X: Melhor perguntar para Ames o resto.

(Mr. X d a Raiden um telefone celular).

Raiden: Pra que isso? Mr. X: Voc deveria ficar contente em ter um. Mantenha-o no vibracall.

(Raiden olha para o telefone).

Raiden: Porque eu precisaria de um telefone celular?

(Quando Raiden olha de volta para frente, Mr. X sumiu. Ele rapidamente contata o Coronel).

Encontros

Raiden pergunta quem diabos era aquela pessoa agora h pouco e Coronel diz que no ningum deles pois no h ningum daquele tipo na unidade. Raiden conta tudo o que o Ninja lhe disse, sobre Metal Gear e Coronel afirma no fazer idia do que ele estava falando. Ele pede para Raiden manter-se focado na misso, pois vai mandar investigar essas informaes. Mesmo no sabendo quem a pessoa, eles no tem outra informao a respeito do presidente, ento tem que confiar nele. Raiden troca de uniforme e utiliza o disfarce que o Ninja lhe deu. Ele vai at o armazm da Shell 1 e acha uma metralhadora AK e o microfone, como o Ninja lhe disse, seguindo na sequncia para o Shell Core 1. O local muito bem patrulhado, mas ele consegue passar despercebido at chegar ao elevador que leva aos andares inferiores. Aps descer at o andar B1, ele rende um soldado e o leva at o leitor de retina na porta para a Sala de Conferncia, utilizando os olhos do inimigo, ele consegue entrar. A sala est cheia de pessoas amarradas ao cho com um soldado patrulhando. O Coronel o chama e avisa para ter cuidado ao tentar localizar Ames. Ele deve ter certeza de que achou a pessoa com o marcapasso, pois se conversar com algum que seja a pessoa errada, pode alarmar os guardas e a coisa vai ficar complicada. Raiden evita os locais onde o soldado est e com o microfone procura por um barulho diferente, ao chegar ao fundo da sala na parte sul, ele encontra um homem, amarrado e com vendas nos olhos. Ames. Ele se ajoelha prximo ao homem e pede que fique em silncio, enquanto tira a fita que tapa sua boca. Ele se apresenta como Richard Ames, mas no um Agente do Servio Secreto e sim algum enviado pelos La-Li-Lu-Le-Lo, da mesma forma que Raiden teria sido enviado tambm. Raiden fica confuso. Revolver Ocelot est assistindo tudo pela cmera na sala de segurana. Ames sabe que Raiden veio porque precisa saber onde o presidente est e pede para mudarem para o Codec. O presidente foi movido para o primeiro andar da Shell 2 Core. Mas ele no foi ferido, pois os terroristas precisam dele vivo por causa da mala. A mala em si no faz nada sozinha, ela o mais avanado sistema de segurana de armamento nuclear, mas a senha nada mais do que os sinais vitais do presidente. Batimento cardaco, padres de ondas cerebrais, presso sangunea e assim por diante. Essas informaes junto com o seu DNA servem como uma senha biomtrica, totalmente inviolvel. E a senha no pode ser utilizada se os padres mentais e fisiolgicos no estiverem normais. Em outras palavras, a senha tem que ser colocada pelo presidente por vontade prpria, no adianta for-lo ou coagi-lo. E como proteo esta senha precisa ser confirmada de hora em hora, se no for feita, o sistema cancela tudo. Por isso eles no podem machucar o presidente, pelo menos no at o lanamento. Raiden pergunta sobre o que ouviu a respeito do Metal Gear e Ames explica tudo. A mala tambm serve como a chave de lanamento do Metal Gear. Na verdade, a Big Shell no uma estrutura de descontaminao. Tudo foi planejado desde o comeo, o vazamento de leo, o afundamento do navio. A Big Shell foi construda com o intuto de desenvolver um novo modelo de Metal Gear. A inspeo que havia na hora do ataque terrorista era para checar o andamento do processo. Ames nota a presena de algum na sala ao lado e avisa que ele: Snake! Raiden usa o microfone para ouvir a conversa enquanto observa as silhuetas de duas pessoas atravs dos vidros escuros.

Ocelot dirige-se ao homem como King e avisa que Fatman morreu. O homem, supostamente Snake, diz que no tem problemas. Ocelot est desconfiado e no sabe porque Fatman os traiu, talvez por ter ficado realmente louco, mas em todo caso, vai checar tudo sobre ele para garantir. Snake acha que talvez Fatman trabalhasse para eles e ainda est preocupado com o intruso com a roupa de ciborgue. Segundo ele a Foxhound foi desfeita h quatro anos, ento s pode ser trabalho dos Patriots. Snake quer saber sobre os danos na Shell 2. O sistema de circulao de gua foi destrudo, em consequncia, os andares inferiores esto sendo alagados, porm, nada aconteceu ele. Explosivos SEMTEX e sensores foram colocados em locais estratgicos. A senha do presidente foi confirmada h pouco e precisar ser colocada apenas mais uma vez dentro de uma hora, depois, no precisaro mais dele. Snake pergunta sobre a ativao de uma unidade e Ocelot explica que os cdigos j foram colocados e precisam apenas que uma certa garota ative o sistema. Snake diz que faltam apenas alguns passos para o Outer Heaven. Olga entra na sala e pergunta para Ocelot quem o Ninja. Ele responde no saber e Olga diz que est desconfiada dele, Snake promete investigar o problema com o Ninja. Olga fica nervosa e aponta sua arma para Ocelot, que faz o mesmo. Ela avisa que o matar se ele a trair. Snake manda que parem, pois qualquer outro empregador que no ele no os aceitaria. Olga guarda sua arma e sai da sala. Ocelot comea a passar mal. Seu brao parece doer muito. Ele diz que culpa de Liquid, como se ele estivesse vivo e quisesse vingana. Snake diz que gastaram um fortuna no transplante em Lyon e Ocelot fala que nunca confiou nos franceses. Ele d um choque em seu prprio brao e acha estranho porque estes problemas esto se tornando cada vez mais frequntes, talvez por causa da presena dele. Snake diz que deixa tudo ali nas mos dele pois precisa cuidar do intruso e sai da sala. Raiden volta a falar com Ames e pergunta se aquele mesmo Solid Snake. o que parece, mas se Snake foi dado como morto e est ali, ou ele sobreviveu ou h dois deles. O que seria impossvel. Raiden conta a conversa. O cdigo j foi colocado, como Ames esperava. Mas se o cdigo precisa ser colocado pela vontade do prprio presidente, isso significa que ele est cooperando. Ames diz que verdade, pois ele deve ter se cansado de ser apenas um fantoche, mas no foi uma boa deciso tra-los. Eles esto sem tempo e os terroristas vo lanar a ogiva. Raiden estranha e fala que ainda no chegou o prazo das negociaes pelos 30 bilhes de dlares. Ames diz que isso no tem sentido nenhum, a inteno desde o incio sempre foi lanar o mssil, no uma ameaa, um fato. Raiden se surpreende, pois milhes de pessoas morreriam. Mas o plano uma detonao em grande altitude: o chamado efeito Compton. A total desabilitao de qualquer equipamento eletrnico devido ao pulso eletromagntico. Quando uma ogiva detonada na atmosfera, o resultado um pulso eletromagntico de 50 bilhes de megawatts. O campo de ao do EMMA pode chegar a dezenas de milhares de volts por metro, queimando praticamente todo tipo de equipamento eletrnico instantneamente. Raiden diz que se uma das grandes economias do mundo parar de funcionar, pode significar uma depresso mundial. Mas Ames explica que esse no o plano, e sim liberar Manhattan, torn-la totalmente desligada do mundo e transform-la em um tipo de repblica. Por isso a nome Sons of Liberty que os terroristas utilizam. Ocelot se aproxima e Ames desliga o Codec, pedindo a Raiden que pegue um carto de acesso no seu bolso, para que assim possa chegar at o presidente na Shell 2 Core. Ocelot se aproxima de Raiden, ainda disfarado, e pergunta o que ele faz, Ames diz que pediu ao soldado para tirar a fita de sua boca, apenas isso. Ocelot avisa que sempre soube que a DIA s tinha ratos mentirosos, Ames fica confuso e Ocelot pede que ele no negue, pois sabe que ele o Coronel Ames. Eles (Os Patriots) sabiam que o presidente iria tra-los e assim mandaram Ames para ficar de olho no presidente. Ocelot pega sua arma e aponta para a cabea dele, dizendo que ele falhou em completar a sua misso. Ames afirma que Ocelot nunca vai conseguir escapar dos La-Li-Lu-Le-Lo, mas de repente ele comea a passar muito mal. Ele tem convulses e tenta falar algo sobre Ocelot t-lo enganado, mas cai morto no cho antes de completar. Ocelot volta sua arma para Raiden e manda ele identificar-se. Outros soldados se aproximam e tiram sua mscara. Ocelot se diz feliz por finalmente o conhecer. No instante seguinte, Mr. X aparece na sala e pula em direo a Ocelot na tentativa de cortar o seu brao, mas ele consegue desviar do golpe. Os soldados comeam a atirar no Ninja, ele desvia as balas com sua espada, mas algumas delas acabam acertando refns. Ocelot ordena que parem, pois precisam dos refns vivos, Mr. X manda Raiden fugir enquanto Ocelot diz que o Ninja deveria estar morto. Raiden aproveita a cobertura que Mr. X lhe deu e corre em direo s escadas, soldados vo em sua direo, mas o Ninja o protege e novamente desvia das balas que o acertariam. Raiden consegue sair da Sala de Conferncias, mas agora os guardas da Shell 1 inteira esto atrs dele. Ele entra em contato com o Coronel para relatar o que aconteceu na sala e pedir explicaes.

Richard Ames est morto, no que parece ter sido um ataque cardaco, mas ao menos ele descobriu o lugar onde esto mantendo o presidente. Alm disso h a possibilidade de haver um Metal Gear sendo desenvolvido no local. Coronel age como se no soubesse de nada, mas Raiden no aceita suas desculpas. O presidente parece estar cooperando com os terroristas, mas h algo de estranho pois eles pretendem se livrar dele depois de tudo. Raiden deve seguir para o local e proteger o presidente a qualquer custo, esta sua prioridade. Ele, ainda disfarado, sai sorrateiramente da Shell 1 Core e segue em direo ponte que conecta a Shell 1 a Shell 2. No caminho, Pliskin o chama. Ele est na estrutura H da Shell 2, mas no pode chegar ao Core porque onde ele est foi parcialmente destrudo. Raiden ento deve seguir em direo ao Core para achar o presidente, Pliskin alerta-o para sensores e SEMTEX colocados na ponte de acesso ao local, ele deve tomar cuidado. Raiden analisa a rea com seus binculos e acha os painis de controle que ativam os sensores. Utilizando um rifle PSG1 que encontrou na Shell 1, ele destri os painis e consegue chegar ao outro lado, quando conversa com Pliskin de novo.

Parceiros

Pliskin conseguiu um helicptero inimigo Kasatka. Raiden avisa que o caa Harrier no estava no heliporto, ento Pliskin pode esperar companhia. Eles planejam resgatar os refns da Shell Core 1 em duas viagens, devido ao limite de passageiros que o helicptero suporta, afinal, um modelo civil e no militar. Pliskin na verdade no sabe pilotar a aeronave, ento apresenta a Raiden seu amigo e parceiro: Otacon. Ele desliga em seguida. Raiden chama o Coronel e pergunta se tem alguma informao sobre Pliskin e seu parceiro, pois os nomes continuam lembrando alguns de Shadow Moses. Rose explica. Hal Emmerich, tambm conhecido como Otacon, Ph.D., um dos sobreviventes de Shadow Moses Island. Juntou-se a Solid Snake depois do incidente e tornaram-se fugitivos procurado por atos terroristas de sua organizao anti-Metal Gear. Eles sabotaram e destruram um sem nmero de Metal Gears pelo mundo todo alm de terem sido responsveis pelo afundamento do navio h dois anos atrs, o qual levou a construo da Big Shell. Mas, para Raiden, eles no so terroristas. Ele no acredita que isso tenha realmente acontecido. Coronel confirma ser tudo verdade, at mesmo recuperaram o corpo de Solid Snake depois do incidente com o petroleiro. Rose diz que impossvel Snake estar ali ou seu parceiro, pois ambos morreram naquele dia. Mas isso tambm significaria que o lder dos terroristas no pode ser Solid Snake. Ao terminar a ligao, Raiden v um helicptero sobrevoando nas proximidades, o Kasatka, com Pliskin. Ele acena para Raiden como se apontasse em direo a estrutura E, Raiden olha e o helicptero se dirige naquela direo. Ao virar-se, Raiden nota a presena de outro homem na ponte em frente a porta. Algum que no estava ali h poucos segundos, vestido com uma longa capa escura. O homem misterioso diz que estava esperando-o, e chama Raiden de mensageiro dos Patriots. Raiden percebe que ele deve ser o chefe de tudo. O homem diz que o chefe sim, mas no s dali, pois ser o chefe que vai superar at mesmo Big Boss. Ele fica de frente para Raiden e diz o seu nome: Solid Snake! Neste instante, o helicptero com Pliskin e Otacon retorna ponte e Pliskin grita para Raiden, avisando que aquele no Solid Snake. O homem de capa fica surpreso, chama Pliskin de irmo e em seguida, de Snake... Raiden fica confuso.

Solidus Snake Detalhes desconhecidos.

Pliskin atira no homem encapuzado e acaba acertando um dos explosivos. As chamas queimam a sua capa enquanto ele foge da exploso. Ele veste um exoesqueleto, um verso pouco diferente da que o Ciborgue Ninja usa. Pliskin avisa o homem para parar de se passar por Snake e atira mais vezes, mas as balas no parecem causar qualquer dano em seu corpo. O homem diz que bem diferente de seu irmo, Liquid, ele comea a gritar e seus msculos aumentam de tamanho. Pliskin atira uma granada na direo do homem, que pula em cima de um cano prximo que carrega gua para a Shell 2, dizendo que aquilo pouco

para par-lo. Pliskin atira outra na sequncia, e esta parece acertar o alvo. Ele olha para baixo do cano e v o caa Harrier flutuando com o homem em cima de uma das asas, Vamp pilota o avio. Ele entra dentro do cockpit do avio e diz que o mundo precisa de apenas um Big Boss. Otacon afasta o helicptero enquanto o Harrier atira dois msseis em direo Raiden, ele escapa, mas grande parte da ponte fica destruda, e ele, preso no local. Pliskin joga um lana-foguetes Stinger para ele a pede que derrube o avio, pois o helicptero no tem chances contra ele. Vamp controla o caa em volta do local e descarrega suas armas contra Raiden, ele se esconde atrs de algumas estruturas na ponte e aguarda uma oportunidade, at conseguir acertar um tiro em cheio no Harrier. O avio comea a pegar fogo e a cair, bate na ponte durante a queda e o homem misterioso machuca um de seus olhos. Parece ser o fim deles. Mas, de surpresa, Metal Gear Ray sai de dentro da gua e agarra o caa no ar. O enorme tanque atira msseis por todo o local, um deles acerta o Kasatka, que comea fumaar, outro deles quase acerta Raiden, que jogado para trs e fica pendurado em uma pequena grade. O helicptero segue em direo ao heliporto e pousa enquanto Raiden tenta subir de volta para o que restou da ponte. Dentro do Harrier, o homem misterioso fica furioso e manda Vamp ir atrs deles. Vamp salta do avio e inexplicavelmente caminha sobre a gua, subindo em seguida toda a estrutura da ponte a p, enquanto Otacon e Pliskin observam tudo. Pliskin chama Raiden pelo Codec. Ele est bem, Otacon conseguiu pousar o helicptero, mas vai precisar de reparos, Raiden ter de seguir sozinho atrs do presidente. Ele pergunta se Pliskin o verdadeiro Solid Snake, a lenda que deveria estar morta. Pliskin confirma, na verdade, ele Solid Snake! Mas diz que lendas so apenas fico, algum conta e a histria segue adiante. Raiden diz que est ali porque sua misso e, se pudesse, fugiria pra bem longe de toda essa confuso, ele quer saber porque ele voltou, o que fez Snake continuar lutando. Um amigo de Snake certa vez lhe disse Ns no somos ferramentas do governo ou de qualquer outro. Lutar a nica coisa que eu sei fazer, mas pelo menos eu luto pelo que eu acredito... Na verdade, o corpo que recuperaram no navio era de Liquid Snake e no de Solid. Ele e Otacon roubaram o corpo e utilizaram-no para despistar os que os perseguiam. Agora eles so uma organizao com fins no-lucrativos que advoga pelas causas de civis. E esta causa a erradicao dos Metal Gears. Mas Raiden no entende o porque se arriscarem em algo to perigoso. Esta tambm era a maneira como Snake via as coisas h quatro anos atrs, quando homens o tiraram de seu descanso no Alasca. Mas eles perceberam que tinham uma responsabilidade com as geraes futuras. Aprender com os erros do passado e lutar pela mudana. E isso que os mantm vivos. A Philanthropy, grupo de Snake e Otacon recebeu informaes de que um novo prottipo de Metal Gear estava sendo desenvolvido na Big Shell, a informao veio de uma fonte confivel. Alm disso, Otacon tem um motivo pessoal para estar ali: sua irm est na Big Shell. Eles esto ali por motivos prprios e no porque algum os mandou. Snake desliga e Raiden contata Coronel e Rose. Ela estava preocupa com ele e parece aliviada por Raiden estar vivo. Raiden avisa o Coronel que o Metal Gear j esta ativo, mas ele explica que ainda no tarde, pois pode previnir o lanamento impedindo que o presidente reconfirme os cdigos. O local foi todo destrudo, mas pelas imagens de satlite, Rose diz que Raiden pode chegar a Shell 2 pelas tubulaes na lateral da ponte, j que o caminho principal foi destrudo. Raiden sabe que suas conversas so monitoradas e pergunta se o Coronel sabia que Pliskin na verdade era Solid Snake. Ele fala que talvez seja ele, mas Raiden no deve confiar naqueles homens, pois eles no fazem parte daquela simulao, so um fator desconhecido. Raiden se enfurece com este palavreado de simulao e Coronel diz que no interessa o que ele acha, desligando em seguida.

As peas do jogo

Raiden d a volta pela lateral da Shell 2 usando os canos de gua e chega ponte do lado oposto, finalmente chegando Shell 2. Ao entrar, ele encontra Olga conversando com o lder dos terroristas pelo rdio, o homem de capa misterioso. Raiden se esconde atrs de algumas caixas e utiliza seu microfone para ouvir a conversa atravs da parede, sem que o vejam. O homem avisa que Snake est no local e Olga quer vingana pelo que aconteceu com seu pai no navio. Olga continua desconfiando de Ocelot o que faz o lder terrorista a repreender. Ele pede que ela v com seus homens para fazer uma checagem final antes da confirmao do cdigo, mas que espere um pouco antes de mov-los, pois ainda h intrusos no local. Eles ainda precisam esperar uma hora antes de utilizar o presidente de novo e por isso devem garantir que ningum atrapalhe. Olga liga um dispositivo do lado de fora da sala ond