Miolo logo novo - O Apocalipse para leigos em moldes gráficos · Publicado originalmente em...

Click here to load reader

  • date post

    10-Nov-2018
  • Category

    Documents

  • view

    212
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Miolo logo novo - O Apocalipse para leigos em moldes gráficos · Publicado originalmente em...

  • Braslia, DF

  • Braslia, DF

  • Copyright 2008, de Gentry Family TrustPublicado originalmente em ingls sob o ttuloThe Book of Revelation Made Easypela The American Vision,Powder Springs, Gergia, 30127-5385, EUA.

    Todos os direitos em lngua portuguesa reservados porEditora MonergismoSIA Trecho 4, Lote 2000, Sala 208 Ed. Salvador AversaBraslia, DF, Brasil CEP 71.200-040 www.editoramonergismo.com.br

    1 edio, 2016

    Traduo: Andr de Mattos DuarteReviso: Felipe Sabino de Arajo Neto e Rogrio PortellaCapa: Filipe SchulzProjeto grfico: Marcos R. N. Jundurian

    Proibida a reproduo por quaisquer meios,salvo em breves citaes, com indicao da fonte.

    Todas as citaes bblicas foram extradas daVerso Almeida Revista e Atualizada (ARA), salvo indicao em contrrio.

    Dados Internacionais de Catalogao na Publicao (CIP)(Cmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)

    Gentry Jr., Kenneth L. O Apocalipse para leigos / Kenneth L. Gentry Jr., traduo Andr de Mattos Duarte Braslia, DF: Editora Monergismo, 2016.

    182 p.; 21cm.

    Ttulo original: The Book of Revelation Made Easy

    ISBN 978-85-69980-23-0

    1. Escatologia 2. Teologia reformada 3. Bblia I. Ttulo

    CDD: 230

  • Steve Hill

    fiel servo de Cristo,meu bom amigo.

    Dedicado a

  • SUMRIO 7

    O APOCALIPSE PARA LEIGOS

    SUMRIO

    Prefcio segunda edio .............................. 11

    Prefcio ........................................................... 13

    Abreviaturas de escritos antigos ..................... 15

    1. Expectativa e interpretao ........................ 17

    A expectativa de Joo ................................ 18

    A interpretao de Joo ............................. 25

    AconfirmaodeJoo ............................... 35

    Concluso ................................................... 37

    2. Temaefluxoliterrio ................................... 39

    Temaliterrio .............................................. 39

    Fluxotemticodojulgamento .................... 57

    Concluso ................................................... 66

    3. A besta e sua fria ...................................... 69

    Introduo ................................................... 69

    Otempodabesta ....................................... 71

    A localizao da besta ................................ 72

    A autoridade da besta ................................ 73

    A cronologia da besta ................................. 75

    O carter da besta ...................................... 76

    Onmerodabesta ..................................... 78

    A ao da besta .......................................... 83

  • 8 SUMRIO

    O APOCALIPSE PARA LEIGOS

    A ressurreio da besta .............................. 84

    Concluso ................................................... 88

    4. Ameretrizeanoiva .................................... 91

    OtemadoApocalipse ................................ 92

    A grande cidade ......................................... 93

    A questo do status pactual ....................... 94

    O sangue dos santos .................................. 96

    As vestes da prostituta ............................... 100

    Opadrodenomeao .............................. 103

    Jooaplicanomespagos ......................... 105

    Joo denuncia Satans .............................. 106

    O contraste literrio .................................... 107

    Aapresentaodasmulheres .................... 109

    Concluso ................................................... 110

    5. Julgamentosprincipaiseseussignificados 113

    Aquedadasmontanhaseesconderijos nas cavernas ............................................... 115

    O sangue correndo e os freios dos cavalos 124

    Concluso ................................................... 127

    6. Omilnioeasressurreies ....................... 129

    OreinomilenardeCristo ............................ 129

    Osmilanos ................................................. 130

    A priso de Satans.................................... 132

    O reino de Cristo ......................................... 138

  • SUMRIO 9

    O APOCALIPSE PARA LEIGOS

    Asduasressurreies ................................ 142

    7. Anovacriaoeaigreja ............................ 157

    A nova criao declarada ........................... 158

    A descrio da nova noiva ......................... 160

    Aausnciadetemplo ................................. 162

    Concluso ................................................... 171

    Concluso ....................................................... 173

    Princpios bsicos ....................................... 173

    Personagenseaesprincipais ................. 175

    ConcordnciadoNovoTestamento ........... 176

    Bibliografia ...................................................... 179

  • PREFCIO SEGUNDA EDIO 11

    O APOCALIPSE PARA LEIGOS

    PREFCIO SEGUNDA EDIO

    Sou grato pela recepo entusiasmada da primeira edi-o de O Apocalipse para leigos. Tambm agradeo a disposi-o da American Vision de publicar esta nova edio. Neste novo prefcio, apresentarei uma breve explicao da necessi-dade da nova verso.

    Depois de cinco anos de intensa pesquisa e escrita, aca-bo de completar o rascunho do meu comentrio de 1500 pginas sobre o Apocalipse. Pelo fato de eu ter trabalhado todos os versculos do Apocalipse com profundidade, des-cobri alguns elementos de minha compreenso anterior que precisavam de correo. De forma especfica, fiz algumas mudanas importantes na minha compreenso de Apocalip-se20, o grande captulo em torno do qual o debate milenar se concentra. Assim, corrigi o captulo6 da primeira edio: O milnio e a nova criao.

    Dada a necessidade de trazer mais material para o de-bate de Apocalipse 20, decidi transformar o captulo 6 da primeira edio em dois captulos. Assim, nesta edio, o ca-ptulo6 agora intitulado: O milnio e as ressurreies, e o captulo7 agora se chama: A nova criao e a igreja.

    Nenhuma das minhas convices preteristas foi altera-da por essas mudanas. Na verdade, elas foram fortalecidas. Caso voc tenha lido a primeira edio do meu livro, espero que voc considere as mudanas encontradas aqui teis.

    Kenneth L. Gentry Jr., Th.D.Dia do Trabalho, 2010

  • PREFCIO 13

    O APOCALIPSE PARA LEIGOS

    Ambrose Bierce definiu o vocbulo apocalipse em The Devils Dictionary [Dicionrio do diabo] como um li-vro famoso em que Joo ocultou todo o seu conhecimento. A revelao feita pelos comentaristas que nada sabem. O Apocalipse to difcil e requer tanto conhecimento tcnico que um telogo j reclamou que os comentrios do Apoca-lipse muitas vezes so como um buraco negro, to densos que nenhuma luz lhes pode escapar.

    Uma das grandes ironias da Escritura que seu livro mais difcil chama-se Apocalipse [revelao, em grego]. Revelar significa descobrir, abrir com vistas com-preenso. Como pode um livro to intrincado como esse ser chamado revelao? Se dssemos nome ao livro, em vez de cham-lo Revelao de Jesus Cristo, poderamos ser tenta-dos a intitul-lo Mistrio do apstolo Joo. Na verdade, de tempos em tempos, o prprio Joo fica perplexo e confuso (Ap 7.13,14; 17.6,7; 19.10; 22.8,9).

    Uma das surpresas constantes da experincia pastoral o profundo interesse do novo convertido em estudar o Apo-calipse. A fascinao com seus mistrios no se limita aos bem preparados em estudos cristos, prontos para as coisas mais profundas de Deus. Essa curiosidade percorre todo o caminho de volta at os crentes mais novos em Cristo.

    Uma das grandes decepes do exegeta cristo srio consiste na quase inutilidade da proliferao de literatura sobre o Apocalipse. Quando combinamos a natureza mis-teriosa do Apocalipse com a fascinao contnua por ele, o

    PREFCIO

  • 14 PREFCIO

    O APOCALIPSE PARA LEIGOS

    mercado est pronto para gerar todo tipo de supostos espe-cialistas em profecias para atender demanda. Em vez de nutrir-se com o puro leite da Palavra, no raro o novo cristo alimentado com um milk-shake de interpretaes confusas sobre o Apocalipse.

    Neste pequeno estudo, voc descobrir as chaves ab-solutamente essenciais para destravar a mensagem de Joo, os marcos necessrios para seguir seu sinuoso caminho, e as identificaes requeridas para discernir suas figuras princi-pais e seus papis. No oferecerei uma exposio completa do texto; em vez disso, eu me concentrarei nas chaves neces-srias para abrir seu significado.1 Espero que este texto intro-dutrio ajude-o a entender o significado fundamental e a for-a propulsora geral do Apocalipse, pois s assim voc estar preparado para se engajar na exposio detalhada do texto.

    Kenneth L. Gentry Jr., Th.M., Th.D.Autor de Before Jerusalem Fell [Antes de Jerusalm cair]

    Diretor de NiceneCouncil.Com

    1 No momento trabalho em um comentrio acadmico extenso sobre o Apocalipse, cujo ttulo provisrio : The Divorce of Israel: A Redemptive-Historical Interpretation of the Book of Revelation. Nele, apresentarei um comentrio versculo por versculo e a anlise completa do livro.