Módulo 6 monarquia e república romanas 111 112-113

Click here to load reader

  • date post

    11-Jul-2015
  • Category

    Documents

  • view

    745
  • download

    2

Embed Size (px)

Transcript of Módulo 6 monarquia e república romanas 111 112-113

  • Frum de Roma

  • ObjetivosCompreender a formao da civilizao romana

    Entender os conflitos sociais e a luta pela cidadania em Roma

  • LOCALIZAO GEOGRAFICA

  • 1. BREVE CRONOLOGIA

  • HISTRICA

    Gregos Sul da Pennsula.

    Italiotas Centro da Pennsula (latinos e sabinos).

    Etruscos Norte da pennsula.

    2. ORIGENS DE ROMA

  • LENDRIA

    Rmulo e RemoLoba capitolina, escultura em bronze, sculo V a.C.2. ORIGENS DE ROMA

  • Segundo tradio o primeiro rei foi Rmulo (Quirino). Os outros foram:Numa Pomplio (sabino) pacfico e prudente.Tulo Hostlo (latino) empreendeu uma guerra contra Alba Longa.Anco Mrcio (sabino) teria fundado o porto de stia, assegurando o domnio na embocadura do Tibre.Tarqunio o Antigo (etrusco) urbanizao de Roma.Srvio Tlio (etrusco) fortificao de Roma construo das muralhas.Tarqunio o Soberbo (etrusco) teria buscado uma aproximao com os plebeus.3. MONARQUIA ROMANA (753-509 a.C.)

  • POLTICA

    Rei concentrava os poderes militar e religioso.

    Senado chefe das famlias mais ricas e importantes.

    Assembleia Curiata papel consultivo (arstocracia, maioria dos votos)3. MONARQUIA ROMANA (753-509 a.C.)

  • SOCIEDADE

    Patrcios: donos das terras romanas, que originou a aristocracia patrcia, a elite rural e poltica. Originalmente os descendentes diretos do pater famlias.

    Clientes: dependentes dos patrcios, em troca de proteo eles cuidavam e trabalhavam para os patrcios.

    Plebeus: possivelmente se originaram dos parentes mais distantes do pater famlias e dos povos dominados por Roma, eram camponeses e artesos, no tinham nenhum direito poltico, porm, a grande maioria da populao

    3. MONARQUIA ROMANA (753-509 a.C.)

  • FIM DA MONARQUIA

    De acordo com a tradio o rei Tarqunio (etrusco), teria buscado uma aproximao com os plebeus, que custou a perda do apoio dos patrcios, este, provavelmente por receios de perder privilgios.3. MONARQUIA ROMANA (753-509 a.C.)

  • 4. REPBLICA ROMANA (509-27 a.C.)O Senado romano reunido na cria. Afresco de Cesare Maccari (1840-1919) Palazzo Madama

  • 4. REPBLICA ROMANA (509-27 a.C.)

    Estrutura poltica na RepblicaSenadoApreciao das propostas de lei;Geria as finanas pblicas;Fiscalizava os magistrados;Dirigia a poltica externa;Nomeava os governadores das provncias.Assembleias Centuriatas

    Formadas pelo conjunto dos cidadosElegiam os magistradosVotavam as leisMagistradosPoder executivo. Podiam ser cnsules, pretores, questores, edil, tribuno, censor, governador.Os cnsules comandavam o exrcito, convocavam o Senado, presidiam aos cultos pblicos.

  • Frum Romano. A Cria, esquerda, e a Rostra, direita.Rostra, prdio ao lado do Senado onde os polticos discursavam aos cidados romanos.

  • A Cria, sede do antigo Senado Romano.Interior da Cria, sede do antigo Senado Romano.

  • SOCIEDADE

    Patrcios: donos das terras romanas, que originou a aristocracia patrcia, a elite rural e poltica. Originalmente os descendentes diretos do pater famlias.Clientes: dependentes dos patrcios, em troca de proteo eles cuidavam e trabalhavam para os patrcios.Plebeus: possivelmente se originaram dos parentes mais distantes do pater famlias e dos povos dominados por Roma, eram camponeses e artesos, no tinham nenhum direito poltico, porm, a grande maioria da populaoEscravos: como resultado da expanso romana, povos conquistados foram transformados em escravos e se tornaram a base da mo de obra no mundo romano.

    4. REPBLICA ROMANA (509-27 a.C.)

  • REVOLTAS DA PLEBE

    Tribunos da Plebe: sua pessoa era inviolvel e dispunha de poder de veto, isto , podia suspender a aplicao de atos dos magistrados ou das decises do Senado que considerasse contrrios aos interesses dos plebeus

    2 tribunos 371 a.C. passou para 10 tribunos

    4. REPBLICA ROMANA (509-27 a.C.)

  • CONQUISTAS DA PLEBE

    450 a.C. Lei das 12 Tbuas: primeiras leis escritas de Roma;Asseguravam a igualdade jurdica entre patrcios e plebeus445 a.C. Lei Canulia: Permisso do casamento entre patrcios e plebeus;Expanso comercial: enriquecimento de alguns plebeus;Formao de uma nova aristocracia: os nobilitas (notveis);367 a.C. Leis Licnias:Um dos cnsules poderia ser plebeu;Os plebeus tambm participariam da partilha de terras e riquezas pilhadas;326 a.C. Fim da escravido por dvidas;287 a.C. Lei Hortnsia: Plebiscito, no qual a plebe exerceu maior influncia poltica.4. REPBLICA ROMANA (509-27 a.C.)

  • Em Roma, ocorreram vrios conflitos sociais provocados principalmente pela desigualdade entre ricos e pobres.

    1 Explique as razes dos conflitos entre plebeus e patrcios.

    2 Cite e explique as principais conquistas da plebe.Registre em seu cadernoExplorando o conhecimentoUtilize sua apostila...

  • Respostas 1 Embora sujeitos ao servio militar, os plebeus no tinham representao poltica e muitos deles sequer possuam um lote de terra.2 O direito de eleger representantes (tribunos da plebe), a publicao das leis escritas (Lei das Doze Tbuas), a permisso de patrcios e plebeus de se casarem (Lei Canuleia), o direito a participar do consulado (Lei Licnia), o fim da escravido por dividas (Lei Poetlia Papria), a distribuio de trigo a preos baixos para a plebe (Lei Flumentria).

  • 5. EXPANSO ROMANANecessidade de segurana face a vizinhos mais poderosos (1 fase) - Procura de novas zonas agrcolas - Procura de novos mercados - Procura de mo-de-obra escrava - Ambio dos generais romanos, que queriam glria e riqueza.

  • 1 faseOs Romanos conquistaram a Pennsula Itlica. Depois de derrotarem Cartago, passaram a dominar vrias regies em frica, as costas mediterrnicas da Pennsula Ibrica, a Sardenha, Crsega e Siclia.2 fase Roma conquistou o Mediterrneo Oriental (Grcia, a Macednia, parte da sia Menor, a Sria, a Judeia).3 faseRoma conquistou vrias regies da Europa (Glia, Pennsula Ibrica, Britnia, Dcia), para alm de outras regies.

    5. EXPANSO ROMANA

  • Guerras Pnicas (264 146 a.C.);ROMAX CARTAGO;Puni: ttulo romano aos cartagineses;Disputa pela Siclia e pelo comrcio no Mar Mediterrneo;237 a.C: Amlcar Conquista da Pennsula Ibrica218 a.C: Anbal Toma Sagunto e invade a Pennsula Itlica pelos Alpes.146 a.C.: Derrota final dos CartaginesesCartago: provncia romana

    5. EXPANSO ROMANA

  • Aps as conquistas, os Romanos passaram a chamar ao Mediterrneo mare nostrum, pois todas as regies do Imprio (com excepo da Gr-Bretanha) ficavam nas suas margens.5. EXPANSO ROMANA

  • Aps a grande expanso romanaGrande afluxo de riquezas e escravosNova classe social: homens novos ou cavaleiros (ordem equestre)Falta de ocupao para plebeAumento da corrupo nas estruturas do EstadoConcentrao de terras (ager publicus)Guerras civis (patrcios X militares X cavaleiros)6. CRISE DA REPBLICA ROMANA

  • Tibrio Graco

    conseguiu a aprovao de uma lei agrria (ager publicus): limitou a extenso territorial dos latifndios da nobreza e autorizou a distribuio de terras pblicas para os desempregados;Esta lei desagradou aos grandes proprietrios de terra;132 a.C: Assassinato de Tibrios e outros 500 partidrio desta lei;

    Caio GracoLei Frumentria: baixou o preo do trigo para os cidados pobres;123 a.C: morte de Caio Graco;136-132 a.C: Revolta de Escravos na Siclia chegaram a dominar a ilha73-71 a.C: Revolta de Spartacus mobilizou cerca de 90 escravosPerodo de grande instabilidade social

    6. CRISE DA REPBLICA ROMANA

  • Perodo dos Generais:

    General Mrio: pagamento de soldo aos guerreiros (soldados) e concesso de terras aos guerreiros depois de 25 anos de servio militar;

    General Sila: Proscries de Sila``: premiao pela cabea de lderes de revoltas;

    6. CRISE DA REPBLICA ROMANA

  • Triunviratos:

    1 Triunvirato (59 a.C): Jlio Csar, Pompeu e CrassoJlio Csar: comando do exrcito na Glia;58-51 a.C: Conquistou toda a Glia e parte da ilha da Bretanha;Pompeu: os regimentos da Espanha;Crasso: as foras militares no Oriente;54 a.C: Morte de Crasso em combate na Prsia;52 a.C: Pompeu nomeado nico cnsul de Roma Reao de Jlio Csar49 a.C: Jlio Csar pressionou o exrcito e foi nomeado Ditador Vitalcio

    6. CRISE DA REPBLICA ROMANA

  • Vercingetorix, chefe gauls, depe as armas perante os Romanos

  • Ditadura de Jlio Csar:

    Acumulou os poderes de cnsul, tribuno, sumo sacerdote e supremo comandante do exrcito;Distribuiu terras entre os soldados;Impulsionou a colonizao das provncias;Diminuiu o poder do Senado;Auxiliou Clepatra contra o seu irmo o fara Ptolomeu;44 a.C: Jlio Csar foi assassinado na escadaria do Senado por uma conspirao liderada por Brutus e Cssio.

    6. CRISE DA REPBLICA ROMANA

  • 2 Triunvirato: Marco Antnio, Lpido e Otvio

    Marco Antnio aliou-se com Clepatra31 a.C.: Batalha de Accio Marco Antnio X Otvio27 a.C.: Otvio aclamado imperador

    6. CRISE DA REPBLICA ROMANA

  • O casamento entre os romanosLeia o texto o casamento entre os romanos p. 8 e 9 e responda.

    1 Quais as caractersticas da famlia romana? H alguma semelhana com nossos conceitos de famlia atualmente.OBS: Apostila - Sistema [email protected] de ensino: 1 ano. 2. ed. Tatu, SP: Casa Publicadora Brasileira, 2011.

  • Roma era uma sociedade patriarcal. Isso quer dizer que grande parte dos membros daquela sociedade estava submetida autoridade exercida por algum pai de famlia, o patriarca. Assim, tinha-se uma famlia extensa, que inclua o ncleo com pais e filhos, e tambm os escravos, os agregados, os colonos, os animais e todos os bens da casa. Podemos estabelecer uma semelhana com a famlia moderna quanto ao papel desempenhado pelo pai, que durante muito tempo foi visto como principal (e nica) autoridade familiar. Atualmente, com as mudanas sociais e as conquistas de direitos pelas mulheres, surgiram novos arranjos familiares e uma nova concepo do papel do pai de famlia e sua autoridade, que foi relativamente reduzida.Resposta

  • Prxima aula Atividades Agora a sua vez - p. 9 e 10 De olho no vestibular - p. 10, 11, 12 e 13