Monografia - Portais Corporativos - Uma Ferramenta Estratégica de Apoio à Gestão do Conhecimento...

download Monografia - Portais Corporativos - Uma Ferramenta Estratégica de Apoio à Gestão do Conhecimento - Um Estudo de Caso no DETRAN/AL

of 88

  • date post

    19-Oct-2014
  • Category

    Technology

  • view

    5.575
  • download

    2

Embed Size (px)

description

Monografia de graduação no bacharelado em Ciência da Computação pela UFAL Portais Corporativos - Uma Ferramenta Estratégica de Apoio à Gestão do Conhecimento - Um Estudo de Caso no DETRAN/AL

Transcript of Monografia - Portais Corporativos - Uma Ferramenta Estratégica de Apoio à Gestão do Conhecimento...

tIUniversidade Federal de Alagoas

Centro de Cincias Exatas e NaturaisDepartamento de Tecnologia da Informao

Trabalho de Concluso de Curso

Portais Corporativos: Uma ferramentaestratgica de apoio a gesto do

conhecimento - Um estudo de caso noDETRAN/AL

Thiago Jos Tavares vilathiago.avila@detran.al.gov.br

Orientador:Olival de Gusmo Freitas Jnior, Dr.

Macei, Fevereiro de 2005

Thiago Jos Tavares vila

Portais Corporativos: Uma ferramentaestratgica de apoio a gesto do

conhecimento - Um estudo de caso noDETRAN/AL

Monografia apresentada como requisito par-cial para obteno do grau de Bacharel emCincias da Computao do Departamentode Tecnologia da Informao da Universi-dade Federal de Alagoas.

Orientador:

Olival de Gusmo Freitas Jnior, Dr.

Macei, Fevereiro de 2005

Monografia apresentada como requisito parcial para obteno do grau deBacharel em Cincias da Computao do Departamento de Tecnologia da In-formao da Universidade Federal de Alagoas, aprovada pela comisso exam-inadora que abaixo assina.

Olival de Gusmo Freitas Jnior, Dr. - OrientadorDepartamento de Tecnologia da Informao

UFAL

Fred Freitas, Dr. - ExaminadorDepartamento de Automao e Sistemas

UFSC

Vrginia Brbara de Aguiar Alves, Msc. - ExaminadoraDepartamento de Biblioteconomia

UFAL

Macei, Fevereiro de 2005

Resumo

Na atual conjuntura empresarial a busca por diferenciais competitivos uma

tarefa bastante complexa e decisria na disputa pelo mercado. Entretanto,

o conhecimento corporativo de cada empresa a caracteriza de forma mpar e

se for bem administrado e gerenciado, fatalmente oferecer a corporao um

grande diferencial competitivo sobre o seu negcio. O estudo dos portais cor-

porativos visa oferecer ao mundo empresarial, uma ferramenta estratgica de

apoio a deciso e gesto do conhecimento e neste contexto propomos neste

projeto a definio de uma arquitetura de um Portal do conhecimento cor-

porativo para o Departamento Estadual de Trnsito de Alagoas baseado em

uma estrutura de comunidade virtual de aprendizado e trabalho visando criar

neste estado inicial, uma cultura de tecnologia no intuito de incluir o capital

humano da empresa na construo de uma estrutura que d ao departamento

as condies necessrias para prestar um servio da melhor qualidade pos-

svel ao cidado alagoano.

Palavras-ChavePortais corporativos, Comunidades virtuais, Ambientes de colaborao, Co-

municao eletrnica, Trnsito.

i

Abstract

Inside actual enterprise places, the search for competitive diferentials is an

hard, complex and decision job for conquer a secure place at corporate world.

The enterprise knowledge foreach corporation makes itself unique and if can

be better managed, will offer a good diferential about your business. Corpo-

rate Portals can offer to enterprise world, a lot of decision support strategic

tools and knowledge managment. Inside this context we propose a corporate

knowledge portal architecture for Traffic Department Of Alagoas, Brazil. This

tool will be based inside a virtual community structure that will try in your ini-

tial degree, create a tecnology culture with the objective to include enterprise

human funds in process of creation of a structure that may offer to depart-

ment, the better conditions to support people from Alagoas state with the most

quality that can be possible.

KeywordsCorporate portals, Virtual communities, Collaboration enviroment, Elec-

tronic communication, Traffic.

ii

Agradecimentos

Neste momento, aproveito este espao para agradecer imensamente s pes-

soas que contribuiram direta e indiretamente para a realizao deste trabalho.

Gostaria de agradecer a Deus, constantemente presente, motivando-me edando orientaes para continuar firme e forte, inclusive no momento em que

decidi optar por esta linha de pesquisa. Sou extremamente grato a Ele, pela

minha sade e de minha esposa Mariana, minhas filhas Maria Luiza e Las

Maria, que estiveram ao meu lado de forma incansvel, fortalecendo-me at a

concluso deste trabalho.

A minha me, Maria de Ftima, pelo seu esforo em me oferecer a opor-

tunidade de estar me formando como Bacharel em Cincias da Computao.

Ao meu padrasto, Antonio Soares, por me aceitar como filho e me desafiar

com constantes provocaes. Ao meu pai, Marclio vila, pela oportunidade

de t-lo novamente por perto e acreditar que o perdo um sentimento nobre

e gratificante. Agradeo tambm aos meus irmos Janvitor, Ernani, Marclio

e Cristiane vila.

Ao professor Jason Santana, por me acompanhar durante o ensino funda-

mental e mdio, me estimulando a ser um aluno estudioso e dedicado, mesmo

nas horas mais dificeis. sua amizade e companherismo, eu dedico este tra-

balho.

Aos professores Olival de Gusmo Freitas Jnior (orientador), pela aceitao

imediata em me guiar at o presente momento com esta pesquisa, colaborando

muito para o desenvolvimento deste trabalho. Ao professor Alejandro C. Fr-

ery, pelas cobranas rgidas, prem necessrias que mudaram radicalmente

o meu modo de ver o mundo acadmico. Aos professores Evandro de Barros

Costa, Marcus de Melo Braga, Eliana Silva de Almeida, Fred Freitas, Cid Cav-

alcanti de Albuquerque, Paulo Coutinho, Virgnia Brbara Alves pelo suporte

e considerao durante toda a minha formao acadmica, assim como neste

trabalho.

Ao TCI/UFAL por me formar como profissional e indviduo digno de disponi-

bilizar meus servios para a sociedade alagoana e brasileira.

Ao DETRAN/AL, por oferecer um vasto campo de pesquisa, tal como a

iii

iv

maioria das provocaes e desafios em torno deste trabalho. Agradecimentos

especiais para Eliane Roquette, Cristiano Vales, Ana Karla Ferreira, Hermann

Jackson, Fbio Pinheiro, Armando Sousa, Cludio Torres, Alexandre Casado,

Thiago Costa, Antnio Porfrio, Betnia Ferreira, Vitria Barbosa, Niedson Vas-

concelos, Loureno Leirias, Edira Soares, Wilton Costa, Wellington Miranda,

Zeferino Alencar e ao brilhante trabalho e a pessoa do Sr. Jos Eugnio de

Barros Filho, Diretor Geral desta instituo e principal motivador para a im-

plementao das etapas cruciais deste rduo trabalho.

Aos amigos-irmos Tatiana Batistela, dle Mrcio e Paulo Peterson por

tudo que j fizeram por mim at hoje e a todos os verdadeiros amigos que me

suportaram em diversas fases da minha vida.

Gostaria ainda, de agradecer a algumas pessoas que no conheo pessoal-

mente, mas foram de grandiosa importncia para esta pesquisa. Inicialmente

a Aline Maria Toledo, pela sua brilhante monografia sobre Portais Corpora-

tivos, que tornou-se o principal motivador para toda a minha pesquisa desen-

volvida na rea. Agradeo tambm a Ricardo Saldanha, e a todos os usurios

dos sites IntranetPortal e Webinsider, a lista de discusso WI_Intranet, queforam fonte de pesquisa inesgotveis deste trabalho, ao canadense James

Atkinson por ter criado o phpBB e a toda a comunidade mundial que o su-

porta colaborando constantemente para o engrandencimento deste poderoso

aplicativo e a toda a comunidade de software livre do Brasil e do mundo.

Sumrio

1 Introduo 11.1 O Trnsito e as Comunidades . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11.2 Justificativa da pesquisa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 21.3 Definio do Problema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 31.4 Objetivos do Trabalho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3

1.4.1 Objetivo Geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 31.4.2 Objetivos Especficos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3

1.5 Metodologia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 41.6 Estrutura do Trabalho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4

2 Estado da Arte 62.1 Dado, Informao e Conhecimento . . . . . . . . . . . . . . . . . . 62.2 Gesto do Conhecimento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8

2.2.1 Construo do Conhecimento . . . . . . . . . . . . . . . . . 92.2.2 Conhecimento Tcito e Explcito . . . . . . . . . . . . . . . . 102.2.3 Processo de criao do conhecimento . . . . . . . . . . . . . 11

2.3 Portais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 132.3.1 Portais quanto ao contexto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 142.3.2 Portais quanto a evoluo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 152.3.3 Portais quanto a funcionalidade . . . . . . . . . . . . . . . . 162.3.4 Os componentes de um portal corporativo . . . . . . . . . . 17

2.4 Ambientes e ferramentas de colaborao . . . . . . . . . . . . . . . 202.4.1 Comunidades de Prtica . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 222.4.2 Comunidades e ambientes virtuais . . . . . . . . . . . . . . 232.4.3 Gesto de indivduos em Comunidades Virtuais . . . . . . . 252.4.4 Benefcios e Resultados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 282.4.5 Gesto de Comunidades . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 30

3 O Ambiente phpBB 333.1 Origem do phpBB . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 333.2 O phpBB . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 34

3.2.1 Estrutura organizacional do phpBB . . . . . . . . . . . . . . 343.2.2 Os papis dos individuos numa comunidade virtual phpBB 353.2.3 Recursos do phpBB . . . . . . . . . . . . . . . . .