National Conferência da Sociedade Civil em Angola - Willy Piassa 2012/12/13

download National Conferência da Sociedade Civil em Angola - Willy Piassa 2012/12/13

of 12

Embed Size (px)

description

National Conferência da Sociedade Civil em Angola - Willy Piassa 2012/12/13

Transcript of National Conferência da Sociedade Civil em Angola - Willy Piassa 2012/12/13

  • 1. SISTEMA NACIONAL DE INFORMAO TERRITORIAL AGENDA DOS OBJECTIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILNIO EM ANGOLA APS 2015 Por WILLY PIASSA HUMPATA 13 de Dezembro 2012 VI CONFERNCIA NACIONAL DA SOCIEDADE CIVIL ANGOLANA
  • 2. SISTEMA NACIONAL DE INFORMAO TERRITORIAL Contedo: 1. O mundo e o desenvolvimento 2. Angola e os indicadores dos ODMs: realizaes e perspectivas 3. Alguns desafios dos ODMs para Angola ps 2015 Tanque Serra Tombo Kikuxi I Tanque I Faz Sol Cass Vitrona Guengue Tanque Serra Quenguela Norte 10 de Dezembro Calivoto Mussulo Tanque Serra Tanque II Nova Esperanca Bem Vindo 12A Weji Maca Km 9A Mulemvos Cidade Universitario Ceramica Golf I Ca Cambamba II Grafanil Mulemvos Km 14 A Chinguar Cabolombo 12B Caop A Paraiso Camama Sede No Terra Nova I Caop C Mateia II Cassenda Km 9B Sap Chimbicato Vila de Estoril Tanque Serra 14B(Cambire) Dala Muleba Tala Hadi KM 32 Nova Vida Boa Vista Cazenga Popular Ngola Kiluanje INORAD Luanda Sul Palmeirinhas D Vila Da Mata Augusto Ngangula Boa Esperanca Rocha Pinto Zona A Cateba Moxico Salinas Imbondeiro B Calemba Mabor Viana II Regedoria Catambor Terra vermelha Nova Esperanca Maianga Vila Nova Comandante Bula Futungo de Belas Morro Bento II Tungango Mbondo Chapeu C Nelito Soares Candua Morro Bento I Cambamba I 11 De Novembre Lixeira Sao Joao Ilha Do Cabo Vila de Estoril Rangel A Sao Pedro Sao Pedro Da Barro Sector 3 Ingombota Cazenga Municipal Santo Antonio Kawelele Mota Bairro do Gamek Vitoria e Certa Partido Pescadore Sector 1 Marcal Sector2 Cariango Camuxiba Popular 28 de Agosto Precol Compao Cambamba I Imbondeiro Bairro Da Paz C.T.T Imbondeiros Prenda Malanginho Combustiveis Kawelele Farol Das Lagostas Marconi Maria Eugenia Neto Terra Nova Corimba Bairro Operario Sector 4 Cardoso Mulemba Banga We Chapas Sagrada Esperanca Roque Santeiro E 15 Casa Branca Agostinho Neto Ilha Da Madeira Cacuaco Sede Zona A Samba Grande Boa Esperana 500 casas ???? Chicala II 1 De Maio Ecocampo Jemba (4 de Abril) Sagrada Esperanca Val Saroca Cemiterio Bairro Militar Campismo Chicala I Porto Pesquerio Anangola Bandeira Ossos Bairro Azul Petrangol Adriano Moreira Bairro Sujo Saneamento Anteiro Sao Paulo Encibi Cassequel Buraco Sarmento Rogrigues Martir De Kifangondo Cassequel do Imbondeiro Kikolo Sede Anangola ???? Samba Pequena Coreia (???) Miramar Praia De Bispo Nguanha SambizangaBairro Cruzeiro Madame Berma Cassequel Lourenco Bairro da Policia Forno de Cal Bairro chines Zangado Cemiterio Novo Nova Esperanca Cambamba I Futungo de Belas Morro Bento I Quenguela Norte Tanque Serra Cardoso VIANA SAMBA KILAMBA KIAXI CAZENGA MAIANGA SAMBIZANGA INGOMBOTA RANGEL VIANA SEDE C BENFICA RAMIRO CAMAMA KIKOLO CACUA GOLFE FUTUNGO MUSSULO ESTORIL CAZENGA PALANCA TALA HADI CASSEQUEL ROCHA PINTO HOJI YA HENDA NGOLA KILUANJE PRENDA SAMBA MAIANGA TERRA NOVA SAMBIZANGA KINANGA RANGEL NEVES BENDINHA MARCAL ILHA DO CABO 89900009000000901000090200009030000
  • 3. SISTEMA NACIONAL DE INFORMAO TERRITORIAL O Mundo e o Desenvolvimento O mundo nunca produziu tanta riqueza do que agora; A populao mundial nunca cresceu tanto do que a partir do sc.XX. A desigualdade entre as pessoas nunca foi to grande. A paz e o bem-estar mundial posta em causa devido s desigualdades entre os ricos e os pobres Os ODMs vieram para dar resposta aos desafios da pobreza
  • 4. SISTEMA NACIONAL DE INFORMAO TERRITORIAL Angola e os indicadores dos ODMs: realizaes e perspectivas INDICADORES 1. Erradicar a pobreza extrema e a fome Meta 1 a)- Diminuir pela metade entre 1990 e 2015 as pessoas que vivem com rendimentos a baixo de $1 por dia isso no aplicvel a Angola (Luanda). Meta 1 b) alacanar empregabilidade completa e decente para todos, incluindo mulheres e crianas - Taxa de Crescimento do PIB por pessoa empregada Meta 1 c) diminuir pela metade a proporo de pessoas que sofrem de fome - Prevalncia de crianas subnutridas abaixo de cinco anos
  • 5. SISTEMA NACIONAL DE INFORMAO TERRITORIAL Garantir que todos os rapazes e raparigas terminem o ciclo completo do ensino primrio Promover a igualdade de gnero e a autonomizao da mulher 2. Alcanar o Ensino Primrio Universal
  • 6. SISTEMA NACIONAL DE INFORMAO TERRITORIAL Indicadores - Reduzir em dois teros a taxa de mortalidade de menores de cinco anos. - Melhorar a sade materna - - reduzir em trs quartos a taxa de mortalidade materna 3. Reduzir a mortalidade infantil
  • 7. SISTEMA NACIONAL DE INFORMAO TERRITORIAL - Reduzir para metade a percentagem da populao sem acesso permanente gua potvel Garantir a sustentabilidade ambiental
  • 8. - Melhorar consideravelmente a vida de pelo menos 100 milhes de habitantes de bairros degradados, at 2020 SISTEMA NACIONAL DE INFORMAO TERRITORIAL
  • 9. SISTEMA NACIONAL DE INFORMAO TERRITORIAL ALGUMAS REALIZAES Sucessos - Tem havido maior produo de alimentos em algumas localidades do pas (apesar de ameaas da seca) - Introduo de cultivos resistentes seca H maior insero de crianas no ensino Tem havido maior agressividade do Estado Angolano para dar resposta a problemtica dos assentamentos informais o mtodo no sempre a mais recomendvel Maior acesso gua (potvel?) Tem havido maior reconhecimento e insero da mulher na vida politica, econmica e social do pas H um declinio nas taxas de mortalidade infantil
  • 10. SISTEMA NACIONAL DE INFORMAO TERRITORIAL Perspectiva Angola no ir alcanar os ODMs at ao ano de 2015 Deve haver maior parceria entre o governo e a sociedade civil reforar as parcerias pblico-privadas. A populao angolana ir continuar a crescer e a distribuio das riquezas e o combate s assimetrias sero o maior desafio
  • 11. Os membros activos da SC devem ser mais activos na produo de mais pessoas altruistas que pensem no colectivo ao invs do individual Precisamos de encorajar mais o contraditrio no h crescimento quando todos pensam e agem da mesma forma. CS deve ser persistente SISTEMA NACIONAL DE INFORMAO TERRITORIAL
  • 12. SISTEMA NACIONAL DE INFORMAO TERRITORIAL Obrigado