O Pedrinho de Monteiro Lobato, Pedrinho de Lourenço Filho: dois

Click here to load reader

  • date post

    08-Jan-2017
  • Category

    Documents

  • view

    221
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of O Pedrinho de Monteiro Lobato, Pedrinho de Lourenço Filho: dois

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - UFSC

CENTRO DE CINCIAS DA EDUCAO - CED

PROGRAMA DE PS-GRADUAO EM EDUCAO - PPGE

Raquel de Abreu

O PEDRINHO DE MONTEIRO LOBATO E O PEDRINHO DE

LOURENO FILHO: DOIS INTELECTUAIS, DOIS BRASIS

Florianpolis

2014

RAQUEL DE ABREU

O PEDRINHO DE MONTEIRO LOBATO E O PEDRINHO DE

LOURENO FILHO: DOIS INTELECTUAIS, DOIS BRASIS

Tese apresentada como requisito para a obteno do

ttulo de Doutora em Educao, pelo Programa de

Ps-Graduao em Educao do Centro de Cincias

da Educao CED - na linha de Pesquisa

Sociologia e Histria da Educao, pela

Universidade Federal de Santa Catarina UFSC.

Orientadora: Profa. Dra. Maria das Dores Daros

Coorientadora: Profa. Dra. Eliane Santana Dias

Debus

Florianpolis, 25 de fevereiro de 2014.

Raquel de Abreu

O PEDRINHO DE MONTEIRO LOBATO E O PEDRINHO DE

LOURENO FILHO: DOIS INTELECTUAIS, DOIS BRASIS

Esta tese foi julgada adequada para obteno do ttulo de Doutora em

Educao, e aprovada em sua forma final pelo Programa de Ps-

Graduao em Educao da Universidade Federal de Santa Catarina

PPGE/UFSC.

Florianpolis, 25 de fevereiro de 2014.

________________________________

Dra. Luciane Maria Schlindwein

Coordenadora PPGE/UFSC

Banca examinadora:

_________________________

Dra. Maria das Dores Daros

(CED/UFSC - Orientadora)

_________________________

Dra. Eliane Santana Dias Debus

(CED/UFSC - Coorientadora)

_________________________ Dra. Maria Cristina Soares

Gouva (UFMG)

_________________________

Dra. Maria Teresa Santos

Cunha (UDESC)

_________________________

Dra. Elizabeth Farias da Silva

(CFH/UFSC)

_________________________ Dra. Ione Ribeiro Valle

(CED/UFSC)

Para Francisco Jos de Abreu, primo que conheci por ocasio do socorro s vtimas da grande enchente que devastou a cidade de Tubaro (SC), em maro de 1974, quando ramos adolescentes.

Estamos juntos desde ento, numa feliz parceria. A cada dia aprendo

um pouco mais com ele, pessoa generosa, meu esteio em todos os momentos. Chico, esta tese dedicada a ti!

AGRADECIMENTOS

Ao Governo Federal brasileiro, por disponibilizar uma bolsa de

estudos MEC-REUNI entre os anos 2010 e 2012 e, logo aps, uma

Bolsa Capes no ltimo ano do curso de doutorado. Sem tal subsdio

financeiro o desenvolvimento deste trabalho de tese seria inviabilizado

ou comprometido.

Ao Programa de Ps Graduao em Educao da Universidade

Federal de Santa Catarina PPGE/UFSC, nas figuras de seu colegiado e

servidores, por todo apoio recebido durante o curso.

Aos professores, que desde o meu ingresso no mundo escolar,

de 1965 at os dias atuais, despertaram e incentivaram o meu gosto pelo

saber, pela pesquisa e o meu olhar para alm do bvio.

Agradeo, especialmente, minha orientadora Dra. Maria das

Dores Daros, que desde o curso de mestrado estimula meu interesse pela

Histria e Sociologia da Educao brasileira, respeitando minha

liberdade e criatividade nas escritas. Agradeo tambm coorientadora

Dra. Eliane Santana Dias Debus, por me apresentar o mundo

maravilhoso, controverso e significativo das escritas de e sobre

Monteiro Lobato. s duas professoras, pela dedicao e ateno, muito

obrigada!

minha famlia, Francisco Jos de Abreu, companheiro sempre

atencioso e entusiasmado com meu aprendizado; aos nossos filhos,

Rafael, Juliana e Lucas, que valorizam todos os meus projetos, ouvem

com ateno minhas novas descobertas e esto sempre dispostos a me

socorrer nas dificuldades em relao ao mundo dinmico e

imprescindvel da internet. minha me, Helena, que se orgulha da

filha, primeira pessoa da famlia a alcanar tantos anos de escolaridade.

Aos colegas e professores do Grupo de Pesquisa Ensino e

Formao de Professores em Santa Catarina (GPEFESC), pelo estmulo,

amizade e enriquecimento terico.

No poderia de deixar de agradecer Dra. Elizabeth Farias da

Silva, professora de Sociologia, que acompanha minha trajetria

acadmica desde o primeiro dia de aula no curso de Cincias Sociais da

UFSC. Seu rigor, ateno e gentilezas, so detalhes exemplares que

marcaram minha vida como estudante desta universidade desde agosto de 1999 at estes primeiros meses de 2014.

Muito obrigada!

Os brasileiros so entusiastas do belo, amigos da sua liberdade e mal sofrem perder as regalias que uma vez adquiriram.[...]Empreendem

muito, acabam pouco. Sendo os atenienses da Amrica, se no forem

comprimidos e tiranizados pelo despotismo. (JOS BONIFCIO DE

ANDRADA E SILVA, 2000, p.97).

Conheces essa doena febricitante que se apossa de

ns nas glidas misrias, essa nostalgia de um pas

que ignoramos, essa angustia vinda da curiosidade?[...] l que se precisa ir viver, e l

que se precisa ir morrer. (CHARLES BAUDELAIRE, 2009, p. 99-101)

RESUMO

No final do ano de 1921 a editora da Revista do Brasil publicou um

livro infantil do intelectual Monteiro Lobato (1882-1948), O Saci, onde

emerge Pedrinho, seu personagem menino que passou a fazer parte das

aventuras do Stio do Picapau Amarelo. Trinta e dois anos mais tarde,

1953, a Edies Melhoramentos lanou Pedrinho, o primeiro volume da

coleo de livros didticos Srie de leitura graduada Pedrinho do intelectual Loureno Filho (1897-1970). A srie protagonizada pelo

personagem menino nos quatro livros de leitura da coleo. Os dois

Pedrinhos apresentam caractersticas semelhantes, tanto pela faixa

etria, como por seus perfis de personalidade. Ambos so curiosos,

ativos, autnomos, interessados por leituras diversas, gostam de

assuntos cientficos e so valorizados pela coragem, responsabilidade e

honestidade que manifestam. O objetivo desta tese identificar e

analisar as perspectivas socializadoras dos intelectuais para seus

personagens meninos e as formas de representao das instituies

sociais brasileiras, por seus padres culturais e valorativos, nos escritos

sobre o Brasil e os brasileiros para o pblico infantil de Monteiro

Lobato e Loureno Filho. Enquanto a socializao do Pedrinho de

Lobato se desenvolve nos perodos de frias escolares, o Pedrinho de

Loureno Filho vive a maior parte de suas experincias socializadoras

entre a escola, a casa da famlia e seus arredores. Dessa forma, a

hiptese inicial parte da ideia de que o personagem menino de Loureno

Filho est vinculado ao mundo da obrigao, da moral instituda, dos

deveres e da ordem enquanto que o Pedrinho de Monteiro Lobato est

vinculado ao mundo dos direitos, da liberdade e do prazer que o cenrio

das frias escolares pode proporcionar. Metodologicamente faz-se um

estudo comparado (pesquisa bibliogrfica, com destaque reviso

histrica, aplicando-se os princpios fundamentais do conhecimento

sociolgico) entre os livros da Srie de leitura graduada Pedrinho de Loureno Filho e os livros O Saci, Geografia de Dona Benta e Caadas de Pedrinho de Monteiro Lobato. Para tanto, as anlises esto

fundamentadas prioritariamente nos escritos tericos de mile

Durkheim, Max Weber, Marcel Mauss, Pierre Bourdieu, Quentin Skinner, Peter Berger, Srgio Buarque de Holanda e Roberto DaMatta,

entre outros cientistas sociais. A pesquisa assinala como os intelectuais

Monteiro Lobato e Loureno Filho se inserem no campo educacional e

literrio brasileiro, por suas trajetrias, lugares ocupados, campos por

onde transitaram e as redes de sociabilidade tecidas por cada um deles.

Seus Pedrinhos percorrem diferentes e semelhantes Brasis retratados nas

perspectivas do arcaico e do moderno para cada intelectual. Enquanto o

Brasil do Pedrinho de Lobato um pas de contradies, o Brasil do

Pedrinho de Loureno Filho uma nao harmoniosa. Os dois

Pedrinhos so idealizaes de dois intelectuais brasileiros, num Pas que

se modernizava nas primeiras dcadas do sculo XX em meio a um

processo de escolarizao tardia. Os personagens so representaes de

meninos essencialmente brasileiros contextualizados em tempos e

lugares de um Brasil interpretado por cada um de seus idealizadores, os

intelectuais paulistas e brasileiros, Monteiro Lobato e Loureno Filho.

Palavras chave: Loureno Filho; Monteiro Lobato; Projetos de Brasil;

Socializao; Sociologia da Educao.

ABSTRACT

In late 1921 Revista do Brasil (Brazils Magazine) published O Saci (The Saci), an article by intellectual Monteiro Lobato, in which we are

introduced to Pedrinho (Little Peter), his boy character who later

became part of the roster in the adventures of Stio do Picapau Amarelo

(Yellow Woodpecker Ranch). Thirty-two years later, in 1953,

Melhoramentos Publishing released Pedrinho, first in the Srie de leitura graduada Pedrinho (Little Peter Gradated Series) collection of textbooks from intellectual Loureno Filho (1897-1970). The main

character in this four-book series is a boy named Pedrinho. Both

Pedrinhos display common traits of age or personality. Both are curious,

active, autonomous, keen on assorted readi