P A G ESCOLA ESTADUAL PROFESSORA ELIZÂNGELA GLÓRIA …

of 12 /12
ESCOLA ESTADUAL PROFESSORA ELIZÂNGELA GLÓRIA CARDOSO Formando Jovens Autônomos, Solidários e Competentes ROTEIRO DE ESTUDOS Nº 03 1º BIMESTRE/2021 ÁREA DE CONHECIMENTO: Parte Diversificada Metodologias de Êxito COMPONENTE CURRICULAR/DISCIPLINA: Estudo Orientado PROFESSORES: Carla (23.01), ???? (23.02), Léia (23.03), Jodson (23.04), Sergio (23.05), Flávia (23.06) e Gilton (23.07) 2ª SÉRIE ESTUDANTE: CRONOGRAMA Período de realização das atividades: 31/05 a 16/06/2021 1ª parte: 31/05 a 08/06/2021 2ª parte: 09/05 a 16/06/2021 Devolução das atividades: até 11/06 Parte 1 e Parte 2 CARGA HORÁRIA DAS ATIVIDADES: 08 h/aulas COMPETÊNCIAS/HABILIDADES/OBJETIVOS DAS ATIVIDADES Este roteiro de estudos visa contribuir para o desenvolvimento do estudante em relação às seguintes competências gerais da BNCC: 2 Pensamento científico, crítico e criativo - Exercitar a curiosidade intelectual, o pensamento crítico, cientifico e a criatividade. 8 Autoconhecimento e autocuidado - Conhecer-se, compreender-se na diversidade humana e apreciar-se. 10 Responsabilidade e cidadania - Agir pessoal e coletivamente com autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e determinação. Habilidade/Objetivo: reconhecer a própria capacidade de aprendizagem auto didática e dominar técnicas que proporcionem o alcance deste objetivo. OBJETOS DE CONHECIMENTO/CONTEÚDOS (conforme assuntos propostos na sugestão para a primeira aula de Estudo Orientado para a 2ª série do Ensino Médio, a partir da página 110 do caderno de orientações para as aulas de Estudo Orientado, proposto pela SEDUC-TO.) PARTE I Repensando a rotina de estudos PARTE II A técnica de elaboração de resumos

Embed Size (px)

Transcript of P A G ESCOLA ESTADUAL PROFESSORA ELIZÂNGELA GLÓRIA …

ESCOLA ESTADUAL PROFESSORA ELIZÂNGELA GLÓRIA CARDOSO Formando Jovens Autônomos, Solidários e Competentes
ROTEIRO DE ESTUDOS Nº 03
1º BIMESTRE/2021
COMPONENTE CURRICULAR/DISCIPLINA: Estudo Orientado
2ª SÉRIE
1ª parte: 31/05 a 08/06/2021
2ª parte: 09/05 a 16/06/2021
Devolução das atividades: até 11/06 – Parte 1 e Parte 2
CARGA HORÁRIA DAS ATIVIDADES: 08 h/aulas
COMPETÊNCIAS/HABILIDADES/OBJETIVOS DAS ATIVIDADES
Este roteiro de estudos visa contribuir para o desenvolvimento do estudante em relação às seguintes competências gerais da BNCC: 2 – Pensamento científico, crítico e criativo - Exercitar a curiosidade intelectual, o pensamento crítico, cientifico e a criatividade. 8 – Autoconhecimento e autocuidado - Conhecer-se, compreender-se na diversidade humana e apreciar-se. 10 – Responsabilidade e cidadania - Agir pessoal e coletivamente com autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e determinação. Habilidade/Objetivo: reconhecer a própria capacidade de aprendizagem auto didática e dominar técnicas que proporcionem o alcance deste objetivo.
OBJETOS DE CONHECIMENTO/CONTEÚDOS (conforme assuntos propostos na sugestão para a
primeira aula de Estudo Orientado para a 2ª série do Ensino Médio, a partir da página 110 do caderno
de orientações para as aulas de Estudo Orientado, proposto pela SEDUC-TO.)
PARTE I
PARTE II
P A G E 1
AVALIAÇÃO
A avaliação ocorrerá de forma conceitual, procedimental, experimental e atitudinal visando a efetivação
da aprendizagem. Assim, o (a) estudante será avaliado (a) através da observação, por parte do
professor, de sua busca de interatividade com o professor através dos meios disponibilizados,
apresentando dúvidas ou contribuições (no caso de ter recursos tecnológicos e acesso à internet).
Também, por meio da resolução da atividade e entrega das folhas de respostas à escola, no decorrer de
cada semana, de acordo com os prazos estabelecidos. Dessa forma, prevalecerá a avaliação
interdimensional, observando a prática do exercício do protagonismo e dos 4 (quatro) pilares da
educação: Aprender a Ser, a Fazer, a Conhecer e a Conviver.
Roteiros online:
A avaliação ocorrerá de forma conceitual, procedimental, experimental e atitudinal visando a efetivação
da aprendizagem. Assim, o (a) estudante será avaliado (a) através da observação, por parte do
professor, de sua participação/interação nas aulas via Google Meet e outros meios disponibilizados pelo
professor para contato, apresentando dúvidas e/ou contribuições. Também por meio da resolução da
atividade e envio das respostas via Google Forms, no decorrer de cada semana, de acordo com os
prazos estabelecidos. Dessa forma, prevalecerá a avaliação interdimensional, observando a prática do
exercício do protagonismo e dos 4 (quatro) pilares da educação: Aprender a Ser, a Fazer, a Conhecer e
a Conviver.
Bibliografia Principal:
Instituto de corresponsabilidade pela educação. Disponível em: https://icebrasil.org.br/. Acesso em: 14 de abril de 2021. CADERNO DE ESTUDO ORIENTADO / ENSINO MÉDIO elaborado pelas técnicas pedagógicas da Gerencia de Educação Integral (GEI), em colaboração com a Gerencia de Ensino Fundamental e a Gerencia de Ensino Médio, integradas a Diretoria de Desenvolvimento da Educação (DDE) da Secretaria de Educação, Juventude e Esportes do Estado de Tocantins, e Assessoras de Educação Integral das Diretorias Regionais de Educação (DRE), em parceria com o Instituto Sonho Grande (ISG). BONS ESTUDOS!
PARTE I - PARA O PERÍODO DE 31/05 A 08/06/2021 ENTREGA DIA 11/06/2021
Repensando a Rotina de Estudos
Texto 1 – Estudo e Rotina em Tempos de Pandemia
Neste momento em que as aulas estão suspensas por causa da pandemia do covid-19 e para não atrasar
os estudos durante o período de distanciamento social, estamos vendo as escolas se reinventando, em um curto
espaço de tempo, para se adaptarem e oferecerem aos alunos uma rotina diária de atividades. Com a atual
realidade das aulas virtuais, os professores estão buscando novos formatos para a construção coletiva do
conhecimento, junto com seus alunos. Os estudantes estão experimentando uma rotina na qual nunca tinham
vivido antes. “Transferir” a sala de aula para dentro da sua casa é um desafio para alunos e para os professores
também.
Qual a melhor forma para estudar em casa?
Antes de tudo, o aluno precisa conscientizar-se do seu papel na construção do conhecimento. A
aprendizagem só acontecerá com dedicação, com responsabilidade e com autonomia. Quando o estudo é
planejado, respeitado e o aluno executa as suas atividades e tarefas com interesse, sua aprendizagem é
facilitada. E para isso, daremos algumas dicas:
Criar uma rotina
Crie uma rotina próxima a que você costumava ter antes da quarentena. Com isso, ficará mais fácil manter
os horários de estudos. É importante que você intercale atividades de estudos com outras, como por exemplo,
uma atividade física. A sua rotina te ajudará a combater a ansiedade e o tédio, sentimentos muito comuns nesse
momento.
Faça um cronograma de estudos
Estabeleça um cronograma de estudos. É importante que no seu cronograma os estudos sejam diários.
Uma boa opção é dividir o seu tempo para cada disciplina que você teve no dia (1ª aula – Geografia, 2ª aula –
Português…). Evite estudar à noite para não ficar agitado e ter um boa noite de sono.
Prepare o ambiente de estudos
Escolher o espaço de estudos faz toda a diferença! Encontre um espaço na sua casa em que a chance
de distrações seja pequena. É muito mais fácil ter distrações em casa, com a família em quarentena. Um ambiente
iluminado, arejado e silencioso é o ideal. Deixe ao seu alcance somente o material essencial para o estudo como
lápis, borracha, canetas, marcadores, blocos de anotações, caderno e livros. Ter o material próximo evita a
necessidade de parar a todo momento as atividades para buscar algo.Como o computador/notebook/celular é o
seu principal instrumento de estudo, evite entrar em redes sociais, sites, jogos e outros, durante as aulas e o
momento de estudos, para que você não perca o foco.
Assista às aulas online do início ao fim
Acompanhar as aulas online do início é fundamental para que não se perca durante as explicações e
resoluções dos exercícios. Durante as aulas não fique abrindo outras “salas de reuniões” e brincando com
emojis. Além de tirar a sua atenção, atrapalha a todos.
Use a internet a seu favor
A internet é a principal aliada do estudante que está em casa. O conteúdo online permite procurar
diferentes fontes de informação e complementar as atividades e os textos que estão nos livros didáticos. Busque
aulas on-line, professores youtubers e sites especializados para auxiliarem na aprendizagem.
Faça atividades físicas e tenha uma boa alimentação
Separe um tempo do seu dia para fazer atividades físicas. Exercitar-se faz bem para o corpo e a mente,
além de combater a ansiedade. Procure momentos que intercalam com as atividades de estudo. Convide seus
familiares, para juntos, se exercitarem. Com certeza serão momentos agradáveis e descontraídos. A sua
alimentação também deve ser equilibrada e saudável. Fique atento aos horários e ao equilíbrio alimentar.
Segundo os especialistas, o consumo excessivo de alimentos causará desequilíbrios no organismo. A ingestão
das vitaminas C e D também são importantes para combater o Covid –19, elas fortalecem o sistema imunológico.
O auxílio dos pais e dos responsáveis é muito importante
O acompanhamento familiar é fundamental, pois os adultos têm mais preparo e equilíbrio para lidarem
com as adversidades e, a sua participação poderá fazer toda a diferença. O momento pede para que vocês
assumam, parcialmente, as funções da escola na construção do conhecimento dos alunos.
Ajude seu filho a manter a rotina, se necessário. Esteja aberto às demandas que acontecerão. Demonstre
interesse e seja atencioso durante alguma dúvida. Tenha paciência, resiliência e perseverança durante esse
momento, ele será provisório.
P A G E 1
Texto 2 - Rotina de estudos na quarentena: por quê e como fazer?
Estabelecer uma nova rotina nunca é fácil, mas em tempos de mudança é sempre necessário para a
saúde mental e física. Confira algumas dicas para ajudar nessa tarefa!
Combinar metodologias de estudo é importante para manter uma rotina produtiva de aprendizado
Antes da pandemia, o dia-a-dia de muitos seguia conforme um manual invisível. Acordar, preparar-se para
sair de casa, ir ao trabalho ou local de estudo e, chegando lá, seguir outros parâmetros de divisão de tempo,
incluindo os intervalos de refeições e pausas entre cada atividade. Ao final do dia, voltar para casa e descansar.
Hoje, no entanto, esse passo-a-passo teve seus limites borrados por um fator que veio a ser um grande obstáculo
para várias pessoas: o ficar em casa.
Essa mudança trouxe diversas dúvidas e dificuldades para quem precisa se apegar mais devotamente à
uma rotina de estudos. “Para algumas pessoas, sair da rotina pode ser desastroso”, diz Sabrina Matos, psicóloga,
psicanalista e professora da graduação em Psicologia da Universidade de Fortaleza. “Lidar com alterações na
rotina implica sair da rota, da segurança. E tudo aquilo que fazemos de forma repetida pode ser pensado como
uma tentativa de dominar as imprevisibilidades da vida”, explica ela.
Como o imprevisível pode despertar a sensação de insegurança, é comum ouvir relatos ou experimentar
algum nível de ansiedade e falta de concentração para estudar, trabalhar ou até realizar tarefas domésticas. Uma
saída interessante para esse problema seria estabelecer uma nova rotina baseada na realidade atual já que, de
acordo com a psicanalista, ser mais metódico pode funcionar como uma forma de dominar a ansiedade para
algumas pessoas.
No entanto, Cecília Aguiar, professora-tutora do Programa Tutorial Acadêmico do Centro de Ciências
Jurídicas (PTA/CCJ), pontua que existe, sim, um desafio maior em conseguir manter o foco, principalmente em
uma atividade intelectual, mas que é importante treinar a concentração para construir um novo hábito. “Assim
como a gente treina para realizar determinada atividade física, uma habilidade com o corpo, a gente pode educar
e treinar nossa mente”, afirma a professora. Ela concorda que no início é sempre mais complicado, mas que a
mente vai tendo mais facilidade com o passar do tempo.
Para ajudar na elaboração de uma nova rotina, trouxemos algumas dicas baseadas na entrevista com a
professora Cecília:
Preparo prévio é importante!
Escolha um ambiente para chamar de seu. O ideal é que seja arejado, iluminado e que não tenha muitos
ruídos. Ter um “local de estudo” vai ajudar você a delimitar espaços e reforçar a ideia de que está se preparando
para esta atividade, como acontecia nos períodos de aula antes da pandemia.
Negocie seus espaços e tarefas. Ficar em casa com outras pessoas pode ser um problema para a
concentração, mas você pode fazer acordos com seus familiares/colegas, dividindo tarefas. Assim você assume
algumas tarefas domésticas e demais responsabilidades, além de respeitar seu tempo de estudo.
Cada atividade na sua hora. Determine uma esquema de tempo para o seu dia. Divida cada hora ou
espaço de tempo para realizar as atividades cotidianas, incluindo os estudos. Fazer um circuito de
responsabilidades ajudará na elaboração de uma rotina nova e pode te ajudar dando mais segurança para seu
dia-a-dia.
Botando a mão nos livros...
Divida seus estudos entre momentos de foco e pausas. Estabeleça seu período de concentração (30, 40
minutos, 1h) e os intercale com pausas curtas para tomar água, comer, ir ao banheiro ou ver as redes sociais.
Dosar o estudo pode fazer você produzir mais nem percebendo o tempo passar e evitando a dispersão.
Estabeleça recompensas para si. Um bom meio de incentivo pessoal é o de se permitir ter/fazer coisas
divertidas como prêmio por ter cumprido algo importante. Determine metas de estudo e dê a si mesmo uma
regalia, como um episódio novo de série, uma comida gostosa ou outra atividade extra que você queira muito.
Seja eclético nas metodologias. Combinar métodos de estudo é uma maneira eficaz de fixar melhor o
conteúdo estudado. Além de ler e grifar, tente responder algumas questões, faça algum exercício prático como
exemplo, monte grupos de estudos virtuais para socializar o conhecimento e sempre anote observações durante
a aula. Essas combinações certamente irão potencializar seu rendimento.
Disponível em: https://www.unifor.br/-/rotina-de-estudos-na-quarentena-por-que-e-como-fazer-
ATIVIDADES DE ESTUDO ORIENTADO
PARTE I - ENTREGA DIA 11/06/2021
1- Uma sugestão para combater a ansiedade e o tédio durante a pandemia é:
a) Estudar menos e assistir mais televisão
b) Criar uma rotina só para os estudos
c) Criar uma rotina nos aspectos gerais do dia a dia e levar os estudos do jeito que der
d) Criar uma rotina com hábitos saudáveis que intercale atividades de estudos com outras saudáveis
e) Vivemos uma situação que é impossível se livrar do tédio e da ansiedade
2- Para ter um bom resultado nos estudos, devemos:
a) estudar dia e noite feito loucos e tomar bastante café para resistir ao sono
b) criar um cronograma organizado, evitando estudar a noite e procurar dormir bem.
c) estudar apenas as matérias que temos mais dificuldades
d) estudar apenas as matérias que temos mais facilidade
e) sempre ouvir músicas enquanto estudamos
3- Quanto ao nosso espaço de estudos em casa, não devemos:
a) encontrar um local com menos distrações
b) procurar um local iluminado, arejado e silencioso
c) manter ao nosso alcance todo o material útil ao estudo
d) tomar cuidado com qualquer coisa que nos tire o foco
e) manter equipamentos como o celular sobre a mesa e conectado nas redes sociais
4- Durante as aulas online, devemos:
a) manter o foco no assunto, caderno e lápis à mão para anotações
b) fazer brincadeiras nos chats com os colegas
c) ficar procurando emojis engraçados para compartilhar
d) entrar na aula com um pseudônimo para não ser reconhecido
e) apenas ouvir a aula enquanto cuidamos de outras coisas em casa
5- Na sua rotina de estudos você não deve:
a) definir tarefas e dar a si mesmo algum prêmio após concluir a missão
b) usar diversas metodologias diferentes de estudo
c) montar grupos de estudos virtuais para socializar o conhecimento
d) estudar apenas o que der vontade no momento, sem criar uma rotina e um cronograma
---------------
https://forms.gle/5j4waVt6pvLKM45v5
--------------
PARTE II - PARA O PERÍODO DE 09/06 A 16/06/2021 ENTREGA DIA 11/06/2021
A técnica de elaboração de resumos
Texto 1 - como fazer resumo? aprenda as melhores técnicas e confira o passo a passo para resumir bem!
O resumo é uma ferramenta muito dinâmica na vida de um estudante. Pode ser utilizado para qualquer
matéria e possui inúmeras formas de ser feito. Para que sejam eficientes e úteis, você precisa conferir este
passo a passo sobre como fazer resumo, seja para estudar matérias ou para obras literárias!
Neste artigo sobre como fazer resumo você encontrará:
O que é resumo: características gerais e tipos de resumo
Passo a passo de como fazer resumo (10 etapas)
3 sugestões rápidas de como sintetizar frases
O resumo é um recurso utilizado na memorização e esclarecimento do que foi aprendido. O ato de
resumir é composto por uma tríade: ler, analisar e traçar apenas o que é essencial.
Todo estudante, por mais dedicado que seja, sempre passa por um momento de desespero quando
percebe que há muita matéria para revisar e que, talvez, não dê tempo. Outros ainda, sentem dificuldade na
hora de estudar em casa sozinhos; outros precisam do famoso resumo de uma obra literária ou matéria do
livro!
Tudo isso pode ser simplificado se você souber como fazer resumo!
Características gerais de um resumo
Mais adiante, vamos abordar como se deve fazer um resumo e todas as etapas que envolvem esse
processo. Porém, antes de tudo, é necessário ter as noções básicas que nortearão nosso processo.
É sempre indicado que o próprio estudante faça o resumo com as suas próprias palavras, de
preferência escrito à mão e de forma breve. Porque?
Isso ocorre porque o resumo deve ser apenas um material de consulta, para relembrar e preencher
lacunas importantes de um raciocínio que você pode desenvolver sozinho depois. Portanto, nele deve estar o
que é básico de forma sucinta.
Se há coisas demais escritas, você gasta muito tempo, não absorve tudo o que está escrito e não
estimula seu cérebro a continuar pensando sobre os desdobramentos daquilo.
Além disso, o ato de escrever à mão traz maior fixação do conteúdo, pois ao escrever, mais áreas do
seu cérebro são ativadas. Portanto, é como se o conteúdo fosse “armazenado na caixinha da visão, da
compreensão, da coordenação motora, etc.”
Tipos de resumo
Os resumos podem ser feitos em diversos formatos, pois cada tipo tem seu objetivo final e cada
pessoa assimila um conteúdo de uma forma e aproveita habilidades diferentes na hora de confeccionar.
É possível fazer resumos apenas com imagens, em formatos de listas, textos, diagramas, infográficos
e mapas mentais!
Os mapas mentais são muito indicados para estudar, pois há uma imagem central que é a base do
assunto e depois ramificações com os pontos mais importantes que explicam aquele tema. Cada
ramificação pode, ainda, ter subdivisões menores, criando uma imagem versátil e precisa.
É importante tentar se conhecer para perceber qual é a forma com a qual você mais tem afinidade e se
ela é adequada à matéria em questão.
10 passos para fazer um bom resumo
Fique atento a cada etapa que preparamos para você aprender como fazer resumo!
1. Tenha em mente seu objetivo
Estou fazendo o resumo para estudar uma matéria antes da prova? Estou fazendo para fixar um conteúdo
que acabei de aprender? Estou fazendo um resumo de uma obra literária para entregar a professora?
Essas perguntas são importantes, pois nortearão a quantidade de informações que você usará, a
linguagem a ser utilizada e os caminhos que você traçará para atingir o objetivo final.
2. Faça uma leitura atenta e calma do texto original
Para resumir algo, é necessário já saber como é o conteúdo extenso e depois prosseguir. Passar os
olhos em um texto e querer resumi-lo é muito arriscado, primeiro porque você não sabe tudo o que há nele
P A G E 1
e quais são as coisas importantes, segundo porque não dominou o assunto e o resumo poderá gerar
dúvidas.
3. Sublinhe as palavras-chave
Depois que você ler o texto e entender o que ele traz de importante, marque as ideias principais de
cada parágrafo, da mesma forma, proceda com as palavras-chave do texto, que devem fazer parte do seu
resumo.
No caso de um resumo de um livro, é inviável resumir cada parágrafo, logo, resuma os capítulos ou
os principais acontecimentos e qual foi o fato que proporcionou e determinou aquele desfecho.
Se não puder sublinhar, anote em uma folha à parte.
4. Pergunte a si mesmo
“O que”, “Como”, “Quando”, “Onde” e “Quem” são perguntas que você deve anotar numa folha à
parte sobre o assunto em questão. Elas irão direcionar o andamento do seu texto e a seleção de informações
úteis.
Imagine, também, quais as dúvidas que você teria se estivesse procurando o assunto ou lendo o
resumo. Responda-as completando seu resumo.
5. Crie associações
Elas podem facilitar você se lembrar do assunto. Pode-se usar de siglas, imagens comentários e adesivos.
6. Escreva
Depois de ter tudo claramente esquematizado e resumido, escreva. Crie um planejamento de
introdução, desenvolvimento e conclusão. Organize as ideias cronologicamente e faça observações com as
associações.
7. Coesão e coerência
O resumo não é um emaranhado de frases soltas, ele precisa fazer sentido, precisa ter
um encadeamento de raciocínio, por isso a esquematização anterior e compreensão total do tema é importante.
Além disso, se não souber o significado de uma palavra procure no dicionário ou evite usá-la. Encaixe tudo
num contexto claro.
8. Entre em detalhes apenas se for necessário
Ainda que o resumo seja tipicamente curto, não deixe de lado os detalhes quando forem
necessários. Se é preciso ter um conhecimento anterior para entender, explique. Pontue essa dependência ou
cite o que é necessário ter como base, mesmo que fique apenas como um lembrete.
9. Revisão final:
Depois de produzido, é muito importante fazer uma leitura final do resumo e identificar se as palavras e
ideias destacadas no planejamento estão contidas. Leia o texto em voz alta ou para um amigo, se tudo for
compreendido, está pronto e bem feito!
10. Citar a fonte:
No caso de resumos de obras literárias, é muito importante indicarmos de onde surgiram os dados:
autor, obra, páginas, capítulos, editora, ano de publicação, etc. Isso serve para validar o seu conteúdo na hora
que a professora corrigir, também, caso queira consultar para verificar e comprovar que você fez certo.
3 sugestões rápidas de como sintetizar frases
Separamos para você 3 métodos práticos de como fazer resumo de frases e agilizar o processo. Todos esses
métodos exigem uma boa capacidade de interpretação de texto. Confira:
Deleção:
Como sugere o nome, este processo consiste em apagar, cortar as partes que são
desnecessárias. Geralmente são os adjetivos, advérbios e frases equivalentes ou redundantes.
Exemplo:
“O velho jardineiro trabalhava muito bem. Ele arrumava muitos jardins diariamente.”
Se o foco de quem resume é ressaltar o que fazia a pessoa, podemos cortar os adjetivos e o advérbio na
primeira frase e eliminar a segunda. Ora, se o jardineiro trabalhava bem, é porque arrumava jardins. A frase
resumida seria:
Generalização
Essa ferramenta generalizar os elementos por meio da semântica, ou seja, do significado geral que ele
trazem.
Exemplo:
“Pedro comeu picanha, costela, alcatra e coração no almoço.”
Já que os elementos ressaltados são carnes, o resumo da frase seria:
“Pedro comeu carne no almoço.”
Construção
Essa técnica é semelhante a segunda, porém vai mais um pouco adiante. Pode-se substituir uma
sequência de fatos por uma ideia que se presume a partir da narrativa.
Exemplo:
“Maria comprou farinha, ovos e leite. Foi para casa, ligou a batedeira, misturou os ingredientes e colocou-os no
forno.”
Todas essas ações praticadas nos faz lembrar que são etapas de uma ação única. Portanto, a frase resumida
seria:
Disponível em: https://beduka.com/blog/materias/redacao/como-fazer-resumo/
Acesso em: 25/05/2021.
Texto 2 – Saiba como fazer resumos para concursos Obs.: observe que apesar deste texto falar sempre em fazer resumos para concursos, as técnicas sugeridas servem para o estudo para qualquer outra prova, como ENEM, vestibulares e mesmo as provas normais da escola.
Montar um resumo para concurso é uma boa maneira de revisar os conteúdos que você já estudou. Confira
o passo a passo neste artigo. Dentro da rotina do concurseiro, além de estudar, é necessário um tempo para revisar os conteúdos já
vistos. O resumo é a melhor forma de retomar o que já foi visto de forma prática e rápida. Porque, desse jeito, você não precisa reler um texto inteiro. Basta conferir suas anotações do que você entendeu.
Existem várias formas de sintetizar um assunto e o Concursos no Brasil reuniu uma série de curiosidades sobre como fazer resumo para concursos e os tipos de síntese que existem. Neste artigo, você também verá o que não fazer na hora de resumir um conteúdo. Como fazer resumo para concursos
P A G E 1
Ao estudar para concurso, não busque resumos na internet. Prefira as apostilas e materiais didáticos completos, porque resenhas são boas para revisar um conteúdo já estudado. Sendo assim, é ideal que você faça sua própria síntese de ideias, colocando o que você entendeu no papel como forma de memorizar. 1. Leia e marque as ideias principais
Os editais normalmente contam com uma parte de conteúdo programático, onde ficam disponíveis todos os assuntos a serem abordados na prova de concurso. Depois de ler e se inteirar sobre essas matérias, é interessante fazer um resumo das disciplinas mais importantes para poder revisar e fixar na mente. Sendo assim, o primeiro passo é marcar as ideias centrais que você encontrou.
Você pode fazer isso utilizando um marca-texto colorido para destacar as palavras-chave. Grife apenas as partes mais importantes. Se você quiser, faça anotações próximas às expressões marcadas. Dessa forma, você vai compreender mais fácil o que o texto quer dizer, além de perceber melhor em quais partes tem dúvida.
Caso o conteúdo que você está estudando seja mais tranquilo, termine de ler e volte para fazer as marcações. No entanto, se for algo denso e que você sinta dificuldades, faça os destaques durante a leitura para otimizar o tempo. 2. Monte um esquema
Agora que já tem as ideias centrais e as palavras-chave, monte um esquema que faça sentido para você. Pode ser em formato de tópicos ou com setas que criem uma linha de pensamento coerente. Faça o uso de colchetes, desenhos, figuras e tabelas quando possível. Atenção:
Um resumo esquematizado não é recriar o texto. São pontos importantes que vão te fazer lembrar do conteúdo como um todo. Por isso, sem enrolação. Vá direto ao ponto;
Na hora de fazer o resumo para concurso, coloque no papel apenas os assuntos que você já entendeu. Porque aquilo que ainda deixa dúvida e precisa de mais pesquisa, se for resumido, não fará sentido algum;
Utilize expressões, títulos, palavras e frases que façam sentido para você e te levem ao contexto geral; Anote os significados das novas expressões que você aprendeu. Principalmente para conteúdos mais densos, divida os assuntos em blocos para os deixar mais claro
possível e não ficar muito extenso. 3. Escreva à mão e com suas palavras
Pode parecer arcaico dizer “escreva à mão” considerando a quantidade de tecnologia que temos hoje para nos assessorar. No entanto, essa técnica de memorização é bastante eficiente. Então, para um primeiro momento, monte seu resumo à mão. Depois, quando o conteúdo já estiver fixo na sua mente, se você quiser reorganizar seu esquema e até acrescentar outras coisas poderá fazê-lo digitado.
O mais importante é fazer o resumo para concurso com suas próprias palavras. Assim, você escreverá aquilo que compreendeu de uma forma mais simples e inteligível. Dessa forma, quando você for usar seu esquema para revisar a matéria, não precisará retornar à apostila ou a outro material que você possua. 4. Use siglas e abreviações quando possível
Já que o resumo tem o objetivo de simplificar o conteúdo, abreviar palavras e usar siglas quando possível ajuda a diminuir ainda mais a densidade do assunto. Por exemplo, na área do Direito você pode reduzir expressões como:
Lei Complementar = LC;
Medida Provisória = MP;
Proposta de Emenda à Constituição = PEC. Essa é uma ótima dica para criar um fluxo mais rápido tanto na hora de anotar quanto no momento de
revisar. Mas é preciso ter cuidado! Abrevie apenas expressões que façam sentido para você não se perder depois e ficar sem entender aquilo que você mesmo escreveu.
Você pode até fazer uma legenda separada com todas essas siglas para usar no início e se acostumar com elas. 5. Utilize cores com objetivos
Um excelente estímulo para a memória visual é o uso de cores. Portanto, utilize diferentes canetas para diferenciar pontos importantes no resumo para concurso. Por exemplo: Vermelho para títulos e tópicos importantes; Azul para subtítulos e pontos que tenham importância média; Preto para o texto geral e observações complementares.
Desse modo, seu cérebro irá associar as palavras-chave às cores e a importância de cada parte. Essas três são exemplos básicos e fáceis de achar. Contudo, você pode usar outras cores se tiver mais canetas coloridas. Tenha cuidado, apenas, para não dar destaque para tudo. Selecione algumas canetas e use o mesmo padrão para todos os resumos.
P A G E 1
6. Coloque assuntos relacionados num mesmo espaço Na hora de fazer um resumo para concurso, você vai notar que alguns assuntos são relacionados. Esses
você deve colocar num mesmo espaço. Por exemplo, se você usar uma folha de papel, monte um esquema com os temas que interagem entre si e crie uma linha de pensamento lógica. A ideia é condensar em forma de associações para não bagunçar e confundir com outros conteúdos.
Essa técnica também estimula a memória visual e serve para tópicos, mapas mentais e até fichas. No caso das fichas, como são menores, separe os conteúdos por cor. 7. Faça exercícios para fixar a matéria
Você já leu, marcou as partes importantes e fez todo o seu esquema. Com o conteúdo fresco, é hora de fixar a matéria com exercícios. Fazendo isso você irá perceber o que realmente aprendeu e aquilo que falta no seu resumo para concurso. Desse jeito, será possível ver o que ainda falta estudar e assim atualizar a síntese que você fez. Tipos de resumo para concursos Ao criar um resumo para concurso, é preciso saber qual método funciona melhor para você. Veja os diferentes tipos de síntese de conteúdo: Tradicionais por tópicos
A melhor maneira de memorizar um assunto é transformando-o dentro das suas próprias palavras, como já foi dito anteriormente. Fazer um resumo para concurso em tópicos/lista com informações importantes que recapitulam o texto em poucas palavras. Esse modelo é linear e segue a ordem de leitura, assim como aprendemos a fazer na escola.
Você pode colocar em tópicos palavras-chave, títulos ou frases que remetam ao contexto geral. É uma espécie de lista das ideias principais que você conseguiu retirar de determinado assunto e te façam lembrar de outros detalhes que não estão expressos no seu resumo. Mapas mentais
Diferentemente da listagem em tópicos, os mapas mentais não seguem um estilo linear. O objetivo é ter uma ampla visão do conteúdo partindo de uma ideia foco e ramificando em outros pontos importantes. São ótimos para áreas que envolvem raciocínio lógico, porque são representações gráficas de um determinado tema.
Os mapas mentais são feitos com base em termos mais simplificados. Ou seja, usa-se mais palavras- chave do que frases inteiras para explicar algo. Eles formam uma teia de subtemas relacionados à ideia principal. Assim você coloca numa folha:
No centro o foco do assunto;
A partir do foco saem ideias secundárias;
Das ideias secundárias podem surgir outras ramificações de assuntos menores ou conclusões. Neste modelo de resumo para concurso, é legal usar diferentes cores associando temas e subtemas. Por
exemplo: Azul para a ideia central; Amarelo para ideias secundárias; Verde para observações menores e conclusões. Flashcards
Os flashcards são fichas que tem perguntas de um lado e as respostas do outro. Esse método de memorização serve como responder exercícios, assim você trabalha o conteúdo e se torna ativo na aprendizagem. Não é apenas ler e reler de forma passiva, é também uma forma de conferir se você realmente entendeu, memorizou e está preparado.
É importante que você crie suas próprias fichas, pois ao pensar nas perguntas e respostas você utiliza diferentes processos mentais. Esse esforço do cérebro irá te ajudar a gravar mais conteúdos a longo prazo.
Além disso, ao criar as perguntas e respostas, você utilizará o vocabulário com o qual está mais familiarizado. Provavelmente, irá usar termos mais simples do que aqueles que estão nas apostilas. Fazendo isso, a informação entrará com mais facilidade na sua cabeça. Ao organizar os flashcards, divida-os em três pilhas:
Perguntas que você não sabe a resposta;
Perguntas que você sabe, mas pode esquecer a resposta;
Perguntas que você sabe a resposta sem dúvida. Assim você pode diferenciá-las por cores e, na hora de estudar, começar com as mais difíceis. Quando já
estiver cansado, vá para as mais fáceis.
P A G E 1
Tabelas As tabelas são um pouco menos utilizadas para fazer resumos, no entanto podem ser bastante úteis por
dividirem os assuntos em blocos. Essa técnica pode ser aliada aos tópicos, assim dentro de cada quadradinho temático você ainda pode listar pontos importantes daquele subtema específico. O que não fazer em resumos para concursos?
Assim como existem dicas de como sintetizar um assunto de maneira coerente, existem algumas coisas que você não deve fazer na hora de criar um resumo para concursos. São elas:
Não faça resumo de todas as matérias. Dê preferência àquelas que são mais importantes, que precisam ser revisadas com mais frequência e/ou tenham mais peso na prova de concurso;
Não reescreva partes do texto, porque isso é apenas reproduzir o que você leu. O ideal é escrever aquilo que você entendeu da matéria;
Não escreva demais. Você está fazendo um resumo, não criando um novo livro ou apostila. Aqui o objetivo é uma ideia puxar a outra de forma simples;
Não se baseie no resumo de outra pessoa. O que seu colega escreveu faz 100% de sentido para ele e pode não fazer sentido para você. O resumo para concurso deve ser um gatilho para sua memória. Ou seja, ler aquelas poucas palavras
esquematizadas vai te fazer lembrar de tudo que foi estudado. Dentro do seu cronograma de estudos, o resumo será um grande aliado para a revisão de conteúdo.
Disponível em: https://www.concursosnobrasil.com.br/artigos/como-fazer-resumos-para-concursos.html
1- Sobre o resumo, nós podemos dizer que:
a) Nem todas as matérias podem ser resumidas
b) Existem várias formas de ser feitos e podem ser aplicados a qualquer matéria
c) não ajuda na memorização do que foi estudado
d) não é uma técnica útil na rotina de estudos
e) para resumir, basta copiar uma parte do texto
2- Qual das alternativas abaixo NÃO é uma forma de resumo?
a) diagrama
b) infográfico
d) listas
e) novela
3- O tipo de resumo muito indicado para estudar porque apresenta uma imagem central que é a base do
assunto e depois ramificações com os pontos mais importantes que explica aquele tema, sendo que cada
ramificação pode, ainda, ter subdivisões menores, criando uma imagem versátil e precisa, é conhecido como:
a) diagrama
b) infográfico
d) lista
e) novela
4- Uma forma de memorização onde o estudante utiliza fichas que tem perguntas de um lado e as respostas do
outro, são conhecidas como:
5- Na hora de fazer um resumo nós devemos:
a) fazer resumos de todas as matérias, mesmo das que temos mais facilidade
b) priorizar para fazer resumo das matérias que temos mais dificuldades
c) escrever no resumo apenas o que a gente não entendeu do conteúdo estudado
d) fazer resumos grandes que abordem o máximo possível do conteúdo estudado
e) buscar sempre resumos feitos por outras pessoas
6. Autoavaliação da aprendizagem:
Como você avalia a sua aprendizagem acerca do Objeto de Conhecimento (Conteúdos) deste Roteiro de
Estudos?
( ) Não estudei o conteúdo, apenas respondi as atividades.
Justifique sua resposta evidenciando suas dificuldades.
_________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________
---------------
https://forms.gle/L55GwxmD55hWb3PZA
acesso à internet.
Sobre a rotina de estudos
Como estudar para o ENEM em casa –
cronograma de estudos
estudos
trabalha
2021
para o ENEM
Como fazer resumos eficientes
https://www.youtube.com/watch?v=IvvlkBt-ecY
https://www.youtube.com/watch?v=UlOAbBLFUr8
boas anotações
https://www.youtube.com/watch?v=KroVD63_ys0