PB 1 - GIMI - Soluções em Energia · NBR - IEC – 60694 NBR - IEC – 60129 NBR - IEC –...

of 8 /8
1

Embed Size (px)

Transcript of PB 1 - GIMI - Soluções em Energia · NBR - IEC – 60694 NBR - IEC – 60129 NBR - IEC –...

PB 1

2 3

Em Suzano, o Eng Nunziante teve que assumir sozinho a direo da GIMI, porm, o ideal de pai e filho foi passado para os netos do Eng Paschoal. Em 1997, passa a integrar a equipe a Eng Vera ngela Graziano Finotti. No ano seguinte, o Eng Vanderlei DAngelo Junior e em 1999 o Eng Nunziante Graziano.

Com as exigncias de certificao e de qualidade de seus produtos, a GIMI conquista em 1999 o certificado ISO 9000, que sustenta at hoje como estandarte da excelncia da gesto da qualidade de seus produtos e servios. Em 2003, a GIMI inicia sua trajetria de certificao dos produtos, com o lanamento do PICCOLO. Em 2006, nasce o MAGGIORE. Em 2007, noTTAbile. Em 2008, a vez do BIMBO. Em 2010, MICROCOMPACT e finalmente em 2013, o EOM-6.

O que se pode dizer hoje sobre a GIMI que ao longo destas 4 dcadas, o desenvolvimento e o pioneirismo que so a marca dessa empresa tem somente um nico objetivo: O Cliente.

08 de maio de 1971 - O Eng Paschoal Graziano, com vasta experincia no mercado de eletroeletrnica, e o filho Eng Nunziante Graziano Neto, com a garra e a determinao de um jovem engenheiro, fundaram a Indstria, Montagem e Instalaes GIMI Ltda.

Situada no bairro do Cangaba (Zona Leste de So Paulo), a GIMI era uma pequena empresa que contava com apenas 8 funcionrios, que muito se empenhavam no seu crescimento, trabalhando para que seus produtos atendessem s necessidades de seus clientes. Com o passar dos anos, a produo aumentou e passou a exigir novas instalaes para que a GIMI pudesse atender um mercado mais exigente e que a cada dia ampliava-se mais. O Eng Paschoal e o Eng Nunziante decidem ento transferir a fbrica para uma rea maior. Passam a investir grandes esforos na construo de uma nova sede e, em 1989, a GIMI muda-se para Suzano: 8.000 m de rea total, 3.000 m de rea construda, 60 funcionrios, modernizao dos equipamentos, produtos mais competitivos e maior participao no mercado.

Empresa

Relatrio de Ensaio

CERTIFICADO DO SISTEMA DE GESTO DA QUALIDADE ISO 9001:2008

2 3

Caractersticas Gerais

Normas Aplicveis

OM6 - EOM6

A unidade OM6 / EOM6 uma aparelhagem de mdia tenso que utiliza o gs SF6 como meio de isolamento e interrupo. O invlucro metlico hermeticamente selado e preenchido com gs presso de 1 Atm absoluta a 20 C. Internamente ao invlucro esto contidas de modo completamente isolado do exterior, todas as funes normalmente utilizadas em uma subestao de distribuio, como:

Conexo dos cabos de entrada. Interrupo / Seccionamento das linhas. Proteo de transformador com seccionador sob carga combinada com fusveis. Conexo dos cabos de sada ate o transformador. Vrias combinaes at 4 unidades de seccionamento por vaso.

A unidade OM6 / EOM6 indicada para utilizao em anel ou radial com tenses ate 24 kV para alimentao de transformadores de potncia varivel entre 50 kVA a 2000 kVA. A unidade EOM6 permite extenses conforme as necessidades da instalao. As principais caractersticas das unidades OM6 / EOM6 so:

Facilidade de instalao: Dimenso reduzida , unidade pr-montada , possibilidade de montagem em poste. Facilidade de utilizao: insensvel s condies climticas, mecanismos de comando simples e robustos, resistncia aos agentes atmosfricos, livre de manuteno. Segurana de operao: adequado grau de proteo do comando e da parte ativa; sinalizao clara e inequvoca definitiva; manobra manual de terra por vara de manobra ou eixo transmissor; manobra motorizada com comando eltrico local ou a distncia. Segurana Intrnsica: montagem em linha de produo certificada, utilizao de materiais idneos e oportunamente testados, controle de todos os componentes sobre o produto final. Extensibilidade: A caracterstica peculiar do EOM6 a adequao do quadro as exigncias de ampliao, tais como: o incremento do nmero de linhas de entrada e sada e o incremento do nmero de transformadores protegidos.

Conjunto de manobra e controle em invlucro metlico com isolamento integral em SF6, tipo GIS.

As unidades OM6 / EOM6 seguem prescries das seguintes normas:

NBR - IEC 60694 NBR - IEC 60129 NBR - IEC 60265-1 NBR - IEC 62271-200 NBR - IEC 60420

4 5

na frequncia nominal

do impulso atmosfrico

na frequencia industrial

do impulso atmosfrico

mdulo linha

mdulo transformador

carga ativa

cabos de carga

linhas em vazio

carga do transformador

IP 30 - Mecanismo / IP 65 - Componentes ativos

O conjunto de manobra em invlucro metlico extensvel de ambos os lados na regio dos barramentos por trs adaptadores de corrente que implementam isolao e correta distribuio do campo eltrico. Isso obtido atravs da utilizao de uma proteo de borracha elastomrica que garante um sistema livre de descargas parciais.

A unidade EOM6 fornecida com uma tampa e capas isolantes que so removidas quando uma nova coluna adicionada. Os adaptadores de corrente so projetados para a corrente nominal e de curto-circuito do sistema e so de fcil e segura instalao ate mesmo em piso irregular.

As unidades OM6 / EOM6 foram submetidas aos ensaios de tipo abaixo descritos: Ensaios de isolamento Ensaios de elevao de temperatura Ensaios de interrupo e estabelecimento em curto-circuito Ensaios de suportabilidade da corrente de curta durao e de aista para os circuitos principais e de terra Ensaios de funcionamento mecnico

Cada unidade produzida submetida aos ensaios de rotina previstos nas normas aplicveis para certificar a correspondncia ao tipo. Em particular, so exigidos:

Medio da resistncia dos circuitos principais Verificao da velocidade de abertura e fechamento Verificao da hermeticidade Ensaios de tenso suportvel a frequncia industrial dos circuitos principais e auxiliares

Ensaios

Caractersticas Eltricas

Expandibilidade

Tenso nominal

Frequncia nominal

Nvel de isolamento

Nvel de isolamento do seccionamento

Corrente nominal

Capacidade de interrupo

Corrente de curta durao por 1s

Capacidade de estabelecimento

Vida mecnica

Grau de proteo

(1)* sob encomenda: 20kA/3s 62,5kA pico

kV

Hz

kV

kV

kV

kV

A

A

A

A

A

A

kV

kApeak

ciclo

12

50-60

28

75

32

85

400-630

250

400-630

16

10

6,3

16 (1)*

16 (1)*

>2000

17,5

50-60

38

95

45

110

400-630

250

400-630

16

10

6,3

16 (1)*

16 (1)*

>2000

24

50-60

50

125

60

145

400-630

250

400-630

16

10

6,3

16 (1)*

16 (1)*

>2000

4 5

A unidade tipo T para proteo de transformadores utiliza fusveis de acordo com a norma IEC 60282 1 DIN 43625 com percursor mdio. A corrente nominal do fusvel escolhida baseada na potncia do transformador a ser protegida. Na escolha do fusvel deve se dar particular ateno ao valor da resistncia a frio Rf ohn dos fusveis, em relao a corrente nominal do transformador.

Os comandos de manobra podem ser motorizados para controle a distncia (OM6 / EOM6 tipo L).

A unidade Om6 e EOM6 Tipo L so equipados com mecanismo de operao manual por molas.

O mecanismo para unidade de proteo tipo T (Transformador) diferente, pois inclui bobina de abertura automtica por fusvel ou por atuao de rele. O comando OM6 / EOM6 Tipo L tambm pode ser fornecido na verso motorizada. O tempo de manobra de 3 segundos, a potncia mdia consumida 150W com pico de partida de 300W.

A tenso de alimentao : 24 48 110 Vd.c. ou 127 220 Va.c., a escolha. O comando da unidade OM6 e EOM6 pode ser fornecido preparado para futura motorizao. Neste caso a motorizao requerida posteriormente requer somente a montagem de componentes como motor, chicote, botes de comando, etc.

As unidades OM6 e EOM6 podem ser fornecidas com os seguintes acessrios:

Chave de manobra

Chave de fixao dos fusveis

Divisor capacitivo nas buchas de linha e transformador

Detectores (Tipo DIN)

Fusveis para utilizao nos mdulo tipo T

Mecanismo de motorizao

Indicador de falta terra

Bloqueio com chave

Contatos auxiliares na chave de linha e na chave de terra

Bobina de abertura para mdulo tipo T

Manmetro

Manmetro com contato

Sub Base de 250mm

Kit de expanso lateral (somente para EOM6)

Caixa de instrumentos

Janela de inspeo para teste de tenso nos cabos de chegada

Capa de proteo dos cabos intertravada com a chave de terra

O indicador de falha a terra e dispositivos de proteo so aplicveis conforme indicado no diagrama esquemtico abaixo :

Proteo de Transformadores

Comando de Manobra

Acessrios

Indicador de Falha

6 7

OM6 - 1E1TOM6 - 1L1T

OM6 - 2L1T

OM6 - 3L1T

OM6 - 2L2T

OM6 - 3L

OM6 - 4L

DIMEnSES:

Largura: 980mmProfundidade: 830mm (1290mm)*Altura: 1410mmPeso: 380kg

DIMEnSES:

Largura: 1355mmProfundidade: 835mm (1290mm)*Altura: 1410mmPeso: 450kg

DIMEnSES:

Largura: 1750mmProfundidade: 835mm (1290mm)*Altura: 1410mmPeso: 520kg

DIMEnSES:

Largura: 1972mmProfundidade: 835mm (1290mm)*Altura: 1410mmPeso: 610kg

DIMEnSES:

Largura: 1140mmProfundidade: 835mmAltura: 1410mmPeso: 480kg

DIMEnSES:

Largura: 1525mmProfundidade: 835mmAltura: 1410mmPeso: 650kg

Configuraes Padronizadas

* ( \ ) profundidade com receptculo de fusveis aberto.

6 7

EOM6 - 1L

EOM6 - 1T

EOM6 - 2L1B

EOM6 - 2L1T

EOM6 - 3L1T

LEGEnDA

DIMEnSES:

Largura: 370mmProfundidade: 835mmAltura: 1410mmPeso: 160kg

DIMEnSES:

Largura: 630mmProfundidade: 835mm (1290mm)*Altura: 1410mmPeso: 180kg

DIMEnSES:

Largura: 1365mmProfundidade: 835mm (1290mm)*Altura: 1410mmPeso: 500kg

DIMEnSES:

Largura: 1365mmProfundidade: 835mm (1290mm)*Altura: 1410mmPeso: 450kg

DIMEnSES:

Largura: 1760mmProfundidade: 835mm (1290mm)*Altura: 1410mmPeso: 500kg

1 manobra do IMS e chaves de aterramento2** indicadores de tenso capacitiva3 manobra do IMS de proteo de transformadores4 placa de identificao5 manobra ST de proteo de transformadores6** manmetro7 enchimento do gs SF6

8 buchas de entrada de linha9 vlvula de segurana10 fusveis MT11 buchas do transformador12 contatos plug-in de extenso

** sob encomenda

* ( \ ) profundidade com receptculo de fusveis aberto.

opcional padro

opcional padro

8 PB

ESCRITRIO COMERCIAL

Rua Itapura, n 300 - Sala 1301 - TatuapSo Paulo - SP CEP: 03310-000(+55 (11) 3306-3994

UnIDADE FABRIL

Estrada Porto da Ronda, n 3530 - Jd. RevistaSuzano - SP CEP: 08694-080(+55 (11) 4752-9900

www.gimi.com.br