PNL - AquisiçõEs 20092010

download PNL - AquisiçõEs 20092010

of 87

  • date post

    24-May-2015
  • Category

    Education

  • view

    2.231
  • download

    0

Embed Size (px)

description

Livros adquiridos com a verba do PNL e da Autarquia.

Transcript of PNL - AquisiçõEs 20092010

  • 1. Obras do Plano Nacional de Leitura
    Aquisies 2009/2010

2. 3. 4. Sinopse:
Este livro transporta-nos para o universo do imaginrio e do faz-de-conta. Constitudo por cinco maravilhosos contos de autoria de Matilde Rosa Arajo, complementados por mimosas ilustraes de Maria Keil, far o encanto de todas as crianas. Os poemas de Matilde Rosa Arajo e os desenhos de Maria Keil transportam-nos para o universo potico e mgico da criana, e para a forte ligao das autoras Natureza.
5. 6. Sinopse
As pessoas de quem as crianas gostam no podem simplesmente tra-las e desaparecer - esto em stios com nomes concretos como caixes, covas e cemitrios que elas podem ver - mas depois de respeitada a sua inteligncia, o que importa ajud-las a perceber que aqueles de quem gostamos continuam eternamente presentes na nossa vida.
7. 8. Sinopse
Algumas famlias so parecidas. Algumas famlias gostam de comer coisas diferentes. Algumas famlias gostam de se abraar. Abre este livro para leres acerca de todos os tipos de famlia.
9. 10. Sinopse
Recriao potica da Declarao Universal dos Direitos da Criana, esta publicao retoma, no estilo particular de Matilde Rosa Arajo, a defesa dos seus direitos fundamentais, apelando para uma atitude mais justa e mais protectora em relao infncia.
11. 12. Sinopse
O Livro das Lengalengas, curtas narrativas que Antnio Mota recolheu, foi concebido para os mais pequenos, mesmo para aqueles que ainda no descobriram o maravilhoso mundo das palavras. Entendido como um divertido jogo de palavras, contribui eficazmente para que a criana comece a adquirir motivao e gosto pela leitura e pela escrita.
13. 14. Sinopse
O que possvel fazer com este livro? Conhecer a grande aventura dos nmeros, primeiro nas mos da Bruxa MMM e depois nas asas das fadas. Conhecer muitas das utilidades dos nmeros. Ver e apreciar o quadro que um pintor clebre fez sobre os nmeros desaparecidos.
15. 16. Sinopse
s vezes h um hipoptamo aventureiro que se esgueira para dentro da cama de um certo menino, e molha-o todo. Mas o que acontecer se, alm deste hipoptamo, aparecerem tambm uma sereia friorenta e uma baleia viajante?
17. 18. Sinopse
Um conto, quase uma lengalenga, originrio da tradio oral africana. Com alguma ironia faz-nos ver os outros de maneira diferente.
19. 20. Sinopse
O livro ideal para filhos, filhas e especialmente mes. Livro cartonado, ilustrado a cores. Uma homenagem s mes num livro cheio de ternura. A minha me podia ser bailarina ou astronauta, podia ser uma estrela de cinema ou uma grande empresria. Mas a Minha me, que h-de gostar sempre de mim.
21. 22. Sinopse
O Milo o mais novo de uma famlia de pinguins carteiros. Mas no o ser por muito tempo... A me do Milo est a chocar um ovo que poder estalar a qualquer momento. Um dia, ela tem de partir para uma expedio em busca de comida, e algum ter de ficar a guardar o ovo. dado a escolher ao pequeno Milo entre entregar o correio ou ficar a guardar o ovo... O Milo, sem hesitar prefere ir entregar o correio, no sabendo que o pai por engano embrulha o ovo juntamente com os outros pacotes... Quando est a entregar a ltima carta, apercebe-se que h um pacote a mais e que tem de ser entregue rapidamente aos seus pais...
23. 24. Sinopse
O Lenny sente-se sozinho e gostava de ter um amigo. Como um anncio, ele escreve um papelinho e prende-o a uma rvore. Vai ento para casa esperar que o seu amigo chegue. Mas esperou, esperou, esperou S que o amigo no apareceu. Resolve ir verificar se o papelinho no caiu da rvore e ento que tropea na casa-ninho-mvel do Twick. O Lenny no tem tempo para conversas, mas o Twick convida-se a si prprio e diz que lhe faz companhia at que o seu amigo chegue finalmente . . .
25. 26. Sinopse
Este livro conta-nos a histria de um porquinho que no gostava de sopa de legumes. O porquinho obriga o seu pap a fazer ou sopa castanha (de chocolate), ou vermelha (de morango) ou laranja (de laranjas). Mas ser que estas sopas so mesmo boas? Ou ser que o porquinho vai acabar por preferir A SOPA VERDE?
27. 28. Sinopse
O Sapo tinha hibernado durante todo o Inverno e agora quer regressar ao lago, o seu lar, doce lar. Mas, ao chegar, o que que ele v? Um GRANDE e ASSUSTADOR Monstro do Lago, com garras enormes e muito, mas muito feio! Ser que o Sapo poder voltar a saltar e brincar no seu querido lago? Ser que ele e os amigos conseguiro descobrir o que realmente o Monstro do Lago?
29. 30. Sinopse
Era uma vez um pinto careca que encontrou uma bolsa cheia de moedas de ouro. Foi lev-las ao rei, muito animado, ps-se a andar pelo caminho real
31. 32. 33. Sinopse
Trava-lnguas (ou destrava-lnguas, como tambm se lhes chama) so pequenos textos, em prosa ou em verso, que jogam sobretudo com os sons das palavras e que se distinguem por serem normalmente difceis de dizer. Se forem ditos muito depressa, quase impossvel pronunci-los sem tropear. Neste livro, textos novos ou adaptaes de textos antigos da nossa literatura tradicional contam uma histria simples.
Exerccio de ouvido e de comunicao, a leitura de trava-lnguas um desafio divertido e educativo para todas as idades.
34. 35. Sinopse
E se um livro fosse mgico? E se todos os livros fossem mgicos? Parte descoberta da magia que existe em todos os livros, neste "meu livro" que teu. Boa Viagem!
36. 37. Sinopse
Nesta colectnea encontram-se cerca de sessenta textos poticosgeralmente breves, ricos em jogos de palavras e de fonemas com humor. Detecta-se uma forte presena animal, uma valorizao da natureza, a recriao de enigmas e o ritmo vivo. Alguns poemas baseiam-se em jogos numricos, a partir de uma sequencializao gradativa crescente.
38. 39. Sinopse
Hoje, s 10 horas, o H, nosso heri, habitante do abecedrio, humilde, honrado e honesto, perdeu uma perna enquanto praticava natao. A perna desapareceu no horizonte. O que h-de fazer o H? "Eu vou mas perguntar s outras letras do alfabeto se me podem ajudar. Talvez me possam dar um bocado de si prprias. Assim, eu fico outra vez um H como deve ser."
40. 41. 42. Sinopse
Selecta de poemas da tradio oral destinada aos mais pequenos. A escolha privilegia o folclore rimado infantil, no deixando, porm, de incluir romances tradicionais (como "A Nau Catrineta", "O Conde Torres", "O Conde Nilo" e "A Condessinha"), canes e outras poesias de origem popular sem destinatrio especfico.
43. 44. Sinopse
uma coleco de contos breves do escritor e pedagogo italiano Gianni Rodari. Em 1970, pelo conjunto da obra, Rodari foi galardoado com o Prmio Hans Christian Andersen, que veio reconhecer a qualidade da sua escrita e o seu extraordinrio contributo para a literatura infantil.
45. 46. Sinopse
Deste livro fazem parte quinze pequenos contos. Todos eles so uma agradvel companhia para as crianas e adultos, pois permite momentos de verdadeira leitura, aprendizagem e troca de experincias... So histrias verdadeiramente deliciosas no s pelo que contam, como tambm pelo irresistvel aroma de chocolate que as perfuma. Este livro permite, tambm, o enriquecimento do vocabulrio, jogar com as palavras e brincar com a gramtica e acentuao.
47. 48. Sinopse
Colectnea potica marcante no percurso literrio da autora, esta uma obra em que, uma vez mais, a infncia e a comunho com a me-natureza se revestem de particular importncia.
49. 50. Sinopse
Duas histrias muito antigas... Numa delas pretende provar-se que, grandes ou pequenos, todos tm lugar e prstimo nesta vida. Na outra fala-se sobretudo do lugar onde vivemos e de que conhecemos todos os cantos. Viajar muito bom, mas o regresso a casa , s vezes, bem melhor.
51. 52. 53. Sinopse
Este livro guarda a histria de amor, vivido distncia, entre Gustavo e Amlia, dois meninos-espantalho. A narrativa desenvolve-se a partir das vivncias dos dois heris e, ainda, das figuras que com eles convivem, sempre num cenrio naturalista. O amor, a amizade, a entreajuda, a solidariedade e, tambm, a crueldade (materializada na atitude de um caador) so as linhas que alimentam uma aco simples, mas tocante, que possui um inesperado desfecho.
54. 55. Sinopse
Os primos viajam com a bruxa Cartuxa at ao Plo Norte para salvarem uma baleia que est presa no gelo e enviou mensagens a pedir socorro.
56. 57. Sinopse
H muitos, muitos anos existiu a meio do oceano uma terra muito grande e muito rica chamada Atlntida. Nos montes havia grandes bosques de rvores gigantescas. Nos vales cresciam pomares que davam frutos saborosos. As pastagens eram abundantes e as vacas gordas e pachorrentas davam bom leite. Milhares de pssaros cantavam por entre a folhagem.
Os atlantes eram belos, saudveis e inteligentes.Construram cidades fantsticas, com casas enormes e confortveis, ruas largas e jardins bem cuidados. Os palcios tinham as paredes cobertas de marfim, ouro e prata. As jias eram feitas num material que s eles tinham, o oricalco, mais valioso do que o ouro.
A Atlntida desapareceu devido a um tremor de terra violentssimo. Foi engolida pelo mar numa s noite.A nica coisa que ficou de fora foram os cumes das montanhas, que se transformaram em ilhas e essas ilhas so os AORES. [...]
58. 59. Sinopse
Enciclopdia que ajuda as crianas a compreenderem melhor o modo como se organiza a sociedade em que se inserem e a vida quotidiana.
60. 61. 62. Sinopse
As palavras tambm brincam? Claro que sim! Estamos habituados a v-las muito ordenadas e bem comportadinhas nos livros de leitura, nos dicionrios e nas gramticas mas, de vez em quando, fogem para o recreio como crianas irrequietas.
63. 64. Sinopse
Que criana no gosta de animais?
Desd