Projeto interdisciplinar final

of 32 /32
PROJETO INTERDISCIPLINAR ENSINO DA MATEMÁTICA AVM – FACULDADE INTEGRADA

Embed Size (px)

Transcript of Projeto interdisciplinar final

  • 1. PROJETO INTERDISCIPLINAR ENSINO DA MATEMTICA
    AVM FACULDADE INTEGRADA

2. Componentes do grupo:
Ana Cristina Oliveira Lemos
Karina Canado Valrio
Katiana Souza Reis
Maria Fernanda Teixeira Herig
Professor: HeitorAchilles
Agosto/2011
3. INTRODUO
O Tangram um quebra-cabea chins, de origem milenar. Seu nome original : Tch i Tch iao Pan, significa as sete tbuas da argcia. Ao contrrio de outros quebra-cabeas ele formado por apenas sete peas com formas geomtricas resultantes da decomposio de um quadrado, so elas:
2 tringulos grandes;
2 tringulos pequenos;
1 tringulo mdio;
1 quadrado;
1 paralelogramo.
Informao disponvel no site:
www.psicopedagogia.com.br/artigos/artigo.asp?entrID.

4. PROPOSTA:Avalie a pertinncia do uso desse software ao longo das sries do Ensino Fundamental I, sob o ponto de vista pedaggico.
O Software educacional Tangram um jogo computacional,conhecido muito pelo seu uso didtico e utilizado como mais um instrumento deapoio ao ensino da geometria plana. O jogo tem como principal objetivo estimular os educandos a identificar, descrever e comparar figuras geomtricas, desenvolver o raciocnio lgico, a criatividade, a capacidade de anlise e sntese. Com o manuseio do software espera-se que os educandos possam adquirir habilidades de visualizao, percepo e composio e decomposio de figuras,com participaoativa, levando o aluno aconstruirseuconhecimento.
5. O Tangram, como jogo ou como arte, possui um forte apelo ldico e oferece quele que o utiliza um envolvente desafio. Cada vez mais presente nas aulas de Matemtica e de outras disciplinas como a de artes por exemplo, as formas geomtricas que o compem, permitem que os profissionais da educao vejam neste material a possibilidade de inmeras exploraes no contexto escolar.
6. O Tangram ao ser utilizado nas aulas de matemtica propicia aos alunos o desenvolvimento do raciocnio geomtrico, percebe formasrepresenta figuras geomtricas atravs da construo e criao.
O software TANGRAM permite que se construa uma grande variedade de figuras a partir de sete peas. Com o uso do cursor as peas podem ser rotadas, refletidas, giradas, transladadas, etc. Esses movimentos permitem um enfoque construtivista na atividade realizada.
Com as sete peas possvel criar e montar figuras diversas como animais, plantas, pessoas, objetos, nmeros efiguras geomtricas.
Alm de trabalhar a lgica e a criatividade, retas, seguimentos de retas, pontos e vrtices.
7. Jogos como o Tangram permitem promover a compreenso do conceito, seu processo de construo e as habilidades envolvidas nessa construo. Por ser considerado uma ferramenta pedaggica o Tangram favorece a concentrao e ateno, desenvolve o raciocnio, possibilita a criao de estratgias e regras, trabalha com a emoo, desenvolve a capacidade indutiva, espacial, auditiva e visual, tudo de forma ldica e prazerosa.
8. Com o auxilio das sete peas do Tangran podemos abordar os seguintes assuntos no ambiente escolar:
- Desenho de formas geomtricas planas;
- Visualizao e representao de figuras planas;
- Explorao de transformaes geomtricas atravs de decomposio e composio de figuras;
- Compreenso das propriedades das figuras geomtricas planas;
- Representao e resoluo de problemas usando modelos geomtricos ;
- Noes de reas;
- Fraes;
- Identificao;
- Comparao;
- Descrio;
- Classificao;
9. O software Tangrampermite o desenvolvimento de habilidades importantes para a aquisio de conhecimentos em outras reastais como:
- Visualizao / diferenciao;
- Percepo espacial;
- Anlise / sntese;
- Desenho;
- Relao espacial;
- Escrita e
- Construo.
10. Proposta: Elabore uma atividade que inclua a utilizao desse software. Lembre-se que essa atividade deve se basear nos princpios da Didtica da Matemtica Francesa, em especial, e deve estar de acordo com os aspectos positivos e relevantes da Teoria das situaes didticas para o processo de ensino e aprendizagem.
O trabalho que o francs Guy Brousseau desenvolveu tornou-o um dos pioneiros da Didtica da Matemtica. Uma das suas teorias est definida como A Teoria das Situaes Didticas que foi desenvolvida por ele e se baseia no princpio de que cada conhecimento ou saber pode ser determinado por uma situao, entendida como uma ao entre duas ou mais pessoas. Partindo princpio pensamos que para que ela seja solucionada, preciso que os alunosmobilizem o conhecimento correspondente e para exemplificar este cenrio temos o jogo, que pode porexemplo se utilizado na sala de aula levar o estudante a usar o que j sabe para criar uma estratgia adequada.
11. Uma situao didtica acontece quando construmos perguntas para se chegar a resposta do problema. O papel do professor levar o aluno a construir conhecimentos atravs de perguntas que o estimula a construo. Por est respaldada em questes cientficas, na cincia matemtica a situao didtica permite que a prtica em sala de aula seja permeada de informaes embasadas em teoria e na prtica permitindo assim que o aluno identifique e desenvolva seu aprendizado de forma a agregar valor ao conhecimento adquirido antes de chegar a sala de aula.
12. Na teoria das situaes didticas existe um conceito de extrema importncia que o de "milieu" que em traduo literal do francs para o portugus seria a palavra meio. O "milieu" tudo que interage com o aluno de forma antagnica, ou seja, de forma a desafiar o aluno a encontrar respostas das situaes problemas.
Com base nesta teoria elaboramos atividades que buscam abarcar situaes que fazem parte da teoria das situaes didticas que so: Situao de ao, Situao de formulao, Situao de Validao e Situaes de institucionalizao.
Destarte, nesta atividade, oaporte ser dado asinvestigaes queconcebero o educandocomosujeito participativo na produo do conhecimento e considerar as formas particulares deaprendere pensardecadaaluno.
13. Dados da Atividade:
1.Objetivos da aula:
- Confeccionar o Tangram usando E.V.A.
- Desenvolver a linguagem oral e interpretativa atravs da contao de histria;
- Acessar o software Tangram atravs do uso do computador
- Identificar e classificar as peas que formam o Tangram
2.Durao das atividades
- Duas aulas de 55 minutos cada
3.Conhecimentos prvios trabalhados pelo professor com o aluno:
- Figuras geomtricas
4.Recursos: Computador, software Tangram,rgua, calculadora, E.V.A., tesoura, lpis preto, pilot .
14. As etapas e estratgias de realizaoSALA DE AULA:
1 Etapa: Por ser a primeira vez que os alunos tm acesso ao software Tangramconversaremoscom eles sobre histria doTangram, do que se trata, onde surgiu, sobre as peas e como elaboraremos a atividade utilizandoo software.
Alm de ter acesso ao software Tangram vamos construir o Tangrampasso a passo. O Tangram serconstrudo com EVA, rgua, pilot conforme exemplo abaixo:
15. 1 passo: Recorte o EVA ou o papel cartaz em forma de um quadrado:
16. 2 Passo: Trace um segmento de reta que vai do vrtice b ao vrtice h, dividindo o quadrado em dois tringulos iguais.
17. 3 Passo: Para encontrar o ponto mdio do segmento de reta BH, pegue o vrtice A e dobre at o segmento BH o ponto de encontro do vrtice A e do segmento BH ser o ponto mdio de BH.
18. Agora trace um segmento de reta que vai do vrtice A ao ponto D, formando trs tringulos.
19. 4 passo: Dobre o vrtice J at o ponto D assim formando dois pontos, um no segmento BJ e outro no segmento HJ.
20. Agora trace um segmento de reta do ponto E ao ponto I.
21. 5 Passo: Trace uma reta perpendicular do ponto D ao segmento EI.
22. 6 Passo: Trace dois segmentos de reta paralelos ao segmento DG e outro ao lado AH.
23. Aps confeccionar o Tangram conversaremos sobre as impresses que os nossos alunos tiveram durante sua confeco.
24. 2 Etapa: Contao de histria
Em circulo, cada aluno ser convidado a contar uma parte da histria abaixo.
UMA CIDADEQUADRADA
Era uma vez uma cidade onde todos eram iguais, todos eram quadrados, e ningum questionava nada. Porm, um dia, uma menina comeou a se dar conta dessa semelhana e perguntou a me o porqu das pessoas serem assim todas quadradas. A me simplesmente respondeu: "Porque sim!". A menina inconformada resolveu dobrar-se ao meio, e cortar-se, pois assim formaria outras formas. Ento assim procedendo, ela virou um pssaro, criou asa e conseguiu voar. Dessa maneira poderia conhecer outros lugares, ver outras pessoas. Porm a menina queria mais. Ento guardou uma das asas e dobrou a outra novamente ao meio, cortando-a e obtendo mais dois tringulos. Agora, ela que era um quadrado, transformou-se em trs tringulos e poderia formar uma srie de figuras.
25. Vamos ajud-la? Depois de brincar muito com os trs tringulos, ela pensou e decidiu no cortar outra vez o tringulo maior ao meio, mas encostou a sua cabea bem na metade do lado oposto. ao dobrar-se bem, resolveu cortar-se na dobra recm feita, ficando ento, com quatro figuras. Que feliz que estava, poderia brincar muito agora com todas essas partes, construindo mais formas. Vamos brincar com ela? Mas, acham que ela parou a? Que nada! Continuou suas descobertas, desta vez cortando ao meio o trapzio que havia formado. Sabe o que obteve? Isto mesmo, um par de sapatos! Vocs j imaginaram o quanto ela aproveitou! Caminhou, caminhou at cansar e viu que por todos os lugares onde ia, as pessoas eram sempre quadradas. Pobrezinha tanto andou que um dos dois sapatos quebrou o bico. A, caminhou igual ao Saci-Perer, e acabou quebrando o salto. Mas sabe o que aconteceu? Em vez de ficar triste ela ficou exultante, pois conseguiu dividir-se em sete partes. Agora, vamos tentar montar as sete partes, para construir o quadrado inicial?
26. Aps contar a histria acima perguntaremos se eles conhecem o nome das figuras que encontramos na histria. Conhecendo os alunos acreditamos que eles nomeiem com facilidade o tringulo e o quadrado (losango), j o paralelogramo, talvez eles no conheam, sendo necessrio voc apresentar. Pode ser que os alunos apontem o quadrado como sendo um losango, mostre que realmente ele um losango (quadriltero com todos os lados de mesma medida), porm, como todos os ngulos so retos ele tambm um quadrado.
27. LABORATRIO DE INFORMTICA
No laboratrio de informtica os alunos tero acesso ao software no qual visualizar as peas do Tangram.
Enquanto eles se familiarizam com o programa mostraremos como eles podero girar as formas colocando o mouse nos cantos das figuras onde aparecer um ponto no qual, segurando com o mouse, pode-se girar a forma. Para rotacionar a forma devem selecion-la e clicar no primeiro boto do lado direito . Alm disso, eles podero colorir as formas como quiserem, para isso, basta selecionar uma forma e a cor desejada no menu do lado direito.
28. Aps conhecerem o programa solicitaremos que eles identifiquem as formas geomtricas nomeando-as verbalmente e em seguida agrupar as peas de acordo com as mesmas caractersticas. Provavelmente eles iro fazer dois grupos um de tringulos e outro de quadriltero, ou trs um com tringulos, um com o quadrado e outro com o paralelogramo. Acontecendo estas situaes questionaremos quais os critrios utilizados para a classificao que eles realizaram.
29. No caso dos dois grupos, bem provvel que a classificao tenha sido pelo nmero de lados. J se fizeram trs grupos eles podem ter usado os nomes, tringulos, quadrado e paralelogramo, para classificar. Se as duas classificaes aparecerem, pergunte se existe alguma semelhana e/ou diferena nas classificaes e qual delas seria a mais adequada para usar na classificao das figuras geomtricas usando a nomenclatura pelo nmero de lados (tringulo e quadriltero).
Caso s aparea a classificao em trs grupos, questione se eles podem fazer de outra forma, usando apenas o nmero de lados. Assim, voc estar induzindo-os a classificar pelo nmero de lados.
30. Vamos lev-los a compreender que o paralelogramo um quadriltero assim como o quadrado. Aproveite esse momento para mostrar as caractersticas dos tringulos e dos quadrilteros.
A seguir, os alunos respondero os seguintes problemas:
-Com quais peas podemos cobrir o quadrado?
- Com quais peas podemos cobrir o tringulo maior?
- E o paralelogramo?
- Das sete peas, qual a de maior rea? E a de menor rea?
-Usando apenas o tringulo menor, quantos so necessrios para cobrir o quadrado, o tringulo mdio, o tringulo maior e o paralelogramo?
-Quais so as figuras planas existentes?
-Porque elas so consideradas planas?
-Qual a formula para realizarmos o clculo ?
- Os clculos das figuras planas sero realizados na calculadora do computador
31. Definio de papis: Os alunos assumiro o papel de pesquisador e construtor do conhecimento, com isso assumiro o papel de ativo e o professor ser o mediador do conhecimento.
Avaliao: esta ser realizada durante as atividades propostas. Observaremos a ao, atitude, interesse, perseverana na busca de solues,esprito de colaborao, participao de todos e no final, o aluno se auto-avaliar.
32. Sites consultados:

  • http://portfoliomatematica.no.sapo.pt/a_primeira_aula1.htm

33. http://educador.brasilescola.com/trabalho-docente/a-configuracao-geometrica-tangram.htm 34. http://brincandocomtangram2.blogspot.com http://pt.wikipedia.org/wiki/Teoria_das_situaes didticas 35. http://educarparacrescer.abril.com.br/aprendizagem/guy-brousseau-473927.shtml 36. http://revistaescola.abril.uol.com.br/matematica/fundamentos/pai-didatica-matematica-427127.shtml 37. www.psicopedagogia.com.br/artigos/artigo.asp?entrID.