Redes Sociais = Comunidades de prática Paula Cristina dos Reis [email protected]

Click here to load reader

download Redes Sociais = Comunidades de prática Paula Cristina dos Reis pcr.paula@yahoo.com.br

of 29

  • date post

    22-Apr-2015
  • Category

    Documents

  • view

    105
  • download

    2

Embed Size (px)

Transcript of Redes Sociais = Comunidades de prática Paula Cristina dos Reis [email protected]

  • Slide 1
  • Redes Sociais = Comunidades de prtica Paula Cristina dos Reis [email protected]
  • Slide 2
  • Comunidade de prtica: o que ? grupo de pessoas que se unem em torno de um mesmo interesse; Conceito novo? Clube da bocha Clube da cozinha Clube do tric
  • Slide 3
  • Espao real espao virtual
  • Slide 4
  • H o rompimento da fronteira da presencialidade
  • Slide 5
  • Comunidade de prtica + processo educacional Discente : sente necessidade de participar ativamente na construo de seu prprio conhecimento. Comunidade virtual: uma possibilidade
  • Slide 6
  • Perfil do educando Sujeitos cbridos
  • Slide 7
  • Cibridismo CIBER (digital) + HBRIDO (mistura) = CBRIDO Mistura do orgnico com a mquina
  • Slide 8
  • Parte de nossa memria est no computador; As redes sociais passam a ser arquivos digitais da memria; Fuso do Offline e do Online.
  • Slide 9
  • Universo de informaes busca rpida resposta rpida; Necessidade de ser partcipe valorizao do que sabe processo colaborativo.
  • Slide 10
  • Algum tem alguma ideia? Sujeito cbrido tem perfil colaborativo
  • Slide 11
  • Na educao: desafio Usar ao mximo a potencialidade das novas tecnologias de comunicao; Transmisso do conhecimento x processo de aprendizagem mtua e de construo contnua; Interao de alunos, professores-tutores, coordenadores, conectando-se como iguais.
  • Slide 12
  • Entrar + interagir + fidelizar em uma comunidade virtual Entrar assunto ou objeto em comum; Interagir Agem e interagem em funo de objetivos comuns; Fidelizar Desenvolvem o senso de pertencimento
  • Slide 13
  • Facebook: uma possibilidade Trabalho em duas frentes: as pginas e os grupos de discusso
  • Slide 14
  • Outras possibilidades Facebook; Youtube; Twitter; Yahoo respostas; Instagram; Google plus; Linked in
  • Slide 15
  • Atrair seguidores ativos no apenas curte, mas comenta (rplica, trplica) e compartilha Manter fidelidade Constncia;
  • Slide 16
  • Exemplo do trabalho com Facebook
  • Slide 17
  • As postagens Trabalho em equipe: Concepo da temtica (srie) Construo de um texto de base; Separao do texto nas sries dos posts; Transformao para linguagem prpria; Elaborao do post.
  • Slide 18
  • rea de GESTO
  • Slide 19
  • Slide 20
  • Slide 21
  • rea de EDUCAO
  • Slide 22
  • O que o aluno NO quer ver Propaganda; Recados; Calendrios; Cronogramas; Eventos; Convites. Use ferramenta prpria: crie eventos!
  • Slide 23
  • Atitudes esperadas No deixar a pgina abandonada: se no houver constncia, haver desistncia! O tutor da pgina: apaga spans, responde alunos, media discusses, responde questes, etc. Interao do professor e do coordenador; Aluno espera a presena do professor
  • Slide 24
  • Os grupos Uma temtica especfica Grande rea (Pgina) EDUCAO grupos: pedagogia no-escolar, Lingustica, Sociolingustica em sala de aula, etc. PRIVACIDADE Fonte: facebook.com
  • Slide 25
  • Os grupos Criar uma identidade visual para o grupo; Descrever de formar abrangente para facilitar a busca Usar o mesmo fluxo de produo da pgina (criao da temtica, separao em sequncia, criao de enquetes e perguntas) Fonte: facebook.com
  • Slide 26
  • GRUPO: aprendizagem, tendncias histricas e contemporneas
  • Slide 27
  • Slide 28
  • Voc ainda pode... Criar enquetes; Escolher alunos mediadores; Criar debates; Lanar temas para pesquisa; Construir coletivamente, ...
  • Slide 29
  • Paula Reis [email protected]