Relatorio 10 eletrotecnica

of 8 /8
3 - MATERIAIS UTILIZADOS Motor elétrico trifásico; Variac trifásico; Amperímetros Analógicos; Voltímetros analógicos; Tacômetro Digital; Autotransformador; Contatores; Dial; Chaves tipo Botoeira Cabos de conexão. 4 - PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL 4.1 Partida Direta Figura 1-a: Esquema de partida direta. [1]

Embed Size (px)

description

Eletrotécnica relatório lab 10

Transcript of Relatorio 10 eletrotecnica

3 - MATERIAIS UTILIZADOS

1. Motor eltrico trifsico; 1. Variac trifsico;1. Ampermetros Analgicos;1. Voltmetros analgicos;1. Tacmetro Digital;1. Autotransformador;1. Contatores;1. Dial;1. Chaves tipo Botoeira1. Cabos de conexo.

4 - PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL

4.1 Partida Direta

Figura 1-a: Esquema de partida direta. [1]

Figura 1-b: Foto de montagem para partida direta. Com a montagem experimental da figura 1-a e 1-b medimos as correntes de partida, a corrente do motor aps a partida (corrente a vazio) e sua rotao (RPM) para trs diferentes tenses.

5.2 Partida Direta com Reverso de Movimento

Figura 2: Esquema de partida Direta com Reverso de Movimento. [1]

Com a montagem experimental da figura 2, medimos as correntes de partida, a corrente do motor aps a partida (corrente a vazio) e sua rotao (RPM) para a tenso de 220V (RST e SRT), ou seja, invertendo uma das fases. Tal inverso foi responsvel pela inverso do movimento do rotor. A corrente de reverso era bastante alta, quando comparada com a nominal e com a de partida, mostrando que o motor tem grande dificuldade em inverter seu movimento j estando ligado, j que necessrio vencer a inrcia e ainda inverter a rotao. Isso mostra que h um esforo extremo nessa execuo.

5.3 Partida com chave automtica ESTRELA/TRINGULO

Figura 3-a: Esquema de partida com Chave Automtica ESTRELA/TRINGULO. [1]

Figura 3-b: Foto da montagem para partida com Chave Automtica ESTRELA/TRINGULO.

Com a montagem da figura 3-a e 3-b, mediu-se as correntes de partida para a tenso de 220V, apenas variando o tempo para que o motor mudasse sua ligao de estrela para triangulo (tempo do rel). Tambm aferiu-se a corrente do motor aps a partida (corrente a vazio). Para essa montagem verificou-se tambm os valores para as tenses em estrela e posteriormente em delta, esperado que a tenso no motor em estrela fosse em torno 220/ e em torno de 220V quando conectado em triangulo.

5.4 Partida com Chave Compensadora

Figura 4-a: Esquema de Partida com chave compensadora. [1]

Figura 4-b: Foto da montagem para partida com chave compensadora.

Com o esquema da figura 4-a e 4-b, mediu-se as correntes de partida e a corrente do motor aps a partida (corrente a vazio) para trs porcentagens de tenso diferentes enviadas pelo auto-transformador. Como na chave estrela/triangulo, aps um tempo configurado a tenso de linha aps a comutao do motor passou a ser a total (em torno de 220V).

5 - RESULTADOS E DISCUSSES

5.1 Partida Direta

Tabela 1 Valores medidos para partida direta do motor.V (Volts)In (A) orrrente NominalIp (A) Corrente de partidaIo (A) Corrente a Vazior (RPM)(Rotao)

2200,7741,5000,6503590

1700,7741,3000,5003549

1300,774---------------

5.2 Partida Direta com Reverso de Velocidade

Tabela 2 Valores medidos para partida do motor de forma direta com reverso do sentido de movimento.V (Volts)In (A) cor. NominalIp (A) Cor. de partidaIo (A) Cor. a Vazior (RPM)(Rot)Sentido de RotaoCor. de Reverso (A)

220 (RST)0,7741,4000,6503600Anti-Horrio2,4

220 (SRT)0,774----0,6503600Horrio----

5.3 Partida com chave automtica ESTRELA/TRINGULO

Tabela 3 Valores medidos para partida do motor com chave automtica ESTRELA/TRINGULO.t (s) Ajuste RelIn (A) orrrente NominalIp (A) Corrente de partidaVs (Tenso de linha em Y)Icom (A) Cor. De comutaoVs (V) Tenso de linha()Io (A) Corrente a Vazio ()

51,922,81301,0225,40,8

31,922,51311,2225,60,9

11,922,61331,2225,30,9

5.4 Partida com Chave Compensadora

Tab. 4 Valores medidos para partida do motor com chave compensadora.Tap autotrafo (%)Tenso de linha (partida)In (A) Corrente nominalIp (A) Cor. De partida(motor)Ip (A) Cor. De partida (rede)Io (A) Corrente Vazio em regime Tenso na Linha (Aps Comutao)

50114,21,924,85,61,6226,3

65146,61,925,45,01,6225,3

80181,01,92>6,0>6,01,6226

No primeiro mtodo (partida direta ou partida a plena tenso), notamos que a corrente de partida muito alta em relao corrente nominal, podendo dessa forma haver um desgaste prematuro do motor. Tambm notamos que a corrente de partida no mtodo direto bem mais alta que quando comparada com as dos outros mtodos de partida. Quanto maior a tenso aplicada maior a corrente de partida obtida. Quando tentamos ligar o motor utilizando uma tenso de 130 V ele no partiu.Quando se reverte o sentido da velocidade de rotao, tem-se um pico de corrente (corrente de reverso), a corrente deve vencer a inrcia e ainda inverter o sentido de rotao, sendo uma corrente bem mais alta que a de partida e nominal. A partida com chave automtica estrela/tringulo e a com chave compensadora utilizam uma tenso mais baixa no incio, sendo vantajoso em relao partida direta.No primeiro caso o motor est ligado inicialmente em estrela, dessa forma a tenso de fase 220/. Aps certo tempo que configurado pelo operador a ligao passa para delta e a tenso se torna a nominal. Quando a ligao passa de estrela para delta aparece uma nova corrente devido ao aumento de tenso (a de comutao).No mtodo com chave compensadora foi utilizado um autotransformador, que consiste em se mandar ao motor, inicialmente, uma parcela da tenso da linha (50%, 65% ou 80%). Aps o tempo configurado no dial, os contatores atuam e a tenso passa a ser a nominal. 6 CONCLUSO

Atravs do experimento pudemos conhecer os mtodos de partida e analisar a importncia de se ter diferentes mtodos, j que a corrente de partida do motor pode ser muito mais alta que a nominal conforme o mtodo, assim deve-se escolher o mais adequado para proteger o motor.

7 - REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS

[1] Roteiro Laboratrio de eletrotcnica (Prof. Fbio e Prof. Melange)