Relatório Final do Projeto -...

of 22 /22
PROGRAMA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA Ciclo 2011/2012 Relatório Final do Projeto

Embed Size (px)

Transcript of Relatório Final do Projeto -...

  • PROGRAMA DE EFICINCIA ENERGTICA Ciclo 2011/2012

    Relatrio Final do Projeto

  • 2

    1) Objetivos do Projeto O projeto Boa Energia nas Escolas Ciclo 2011/2012 teve como objetivo principal promover a capacitao dos educadores das escolas municipais localizadas na rea de concesso da EDP Bandeirante em agentes multiplicadores dos conceitos de uso eficiente e seguro da energia eltrica, por meio das atividades previstas na metodologia PROCEL Educao, bem como estimular a realizao de aes pedaggicas que visem a sensibilizao das pessoas e as mudanas dos hbitos de consumo da comunidade escolar. Desta forma, o projeto buscou envolver professores e alunos da educao bsica de forma direta e, indiretamente, suas famlias e as comunidades do entorno, por meio da disseminao de informaes bsicas sobre o uso racional da eletricidade, com o objetivo de reduzir o desperdcio de energia eltrica em suas residncias, bem como disponibilizar aos participantes um conjunto de atividades educacionais (material didtico, unidade mvel de ensino, portal na internet, maquetes e experimentos), visando promover vivncias presenciais e interativas. 2) Descritivo e Detalhamento do Projeto 2.1. Descritivo do Projeto O projeto educacional Boa Energia nas Escolas utilizou a metodologia PROCEL Educao A Natureza da Paisagem Energia Recurso da Vida e lanou mo de diversas atividades complementares relacionadas aos princpios de uso racional e seguro da eletricidade, para disseminar conceitos, promover mudanas e/ou aquisio de hbitos positivos relacionados conservao de energia eltrica. O processo de capacitao dos educadores da rede municipal de ensino teve como base a aplicao da metodologia e utilizao dos materiais didticos do PROCEL Educao: Livro Clique, Livro do Professor, Livros 01, 02, 03, 04 e 05, lbum Seriado, Folder, Jogo Ldico Educativo e Programa de Vdeo. As aes pedaggicas e atividades complementares foram realizadas por meio do acesso a um conjunto de iniciativas disponibilizadas comunidade escolar, para que os educadores pudessem desenvolver o tema em sala de aula e envolver seus alunos e familiares. Objetivando ainda ampliar a sua abrangncia e permitir uma maior flexibilidade, o projeto contou com um Mdulo Itinerante Unidade Mvel de Ensino e um Mdulo Virtual Portal Educacional na Internet. O projeto, com a adoo desta mecnica, buscou difundir informaes sobre o tema e tambm possibilitou experincias presenciais e interativas dos professores, alunos e da comunidade escolar em geral. Foram estruturadas ainda diversas atividades de planejamento junto as Secretarias Municipais de Educao e/ou Diretorias de Ensino em 11 (onze) municpios, localizados na rea de concesso da EDP Bandeirante. 2.2. Detalhamento do Projeto Objetivando a realizao integral do projeto e cumprimento das metas previstas, o projeto Boa Energia nas Escolas foi dividido em 03 (trs) frentes operacionais e complementares: 2.2.1 PROCESSO DE CAPACITAO DOS EDUCADORES A primeira etapa do projeto consistiu no planejamento das atividades e no mapeamento do universo de escolas municipais a serem beneficiadas com a aplicao da metodologia PROCEL Educao, bem como a partir do desenvolvimento das seguintes atividades de campo:

  • 3

    a) Palestras de Sensibilizao

    Realizao de Palestras de Sensibilizao, com carga horria de 04 (quatro) horas de durao, envolvendo profissionais de educao e dirigentes de ensino dos municpios selecionados, para apresentao da estrutura do projeto, metodologia pedaggica, materiais didticos e atividades complementares.

    b) Cursos de Capacitao

    Realizao de Cursos de Capacitao, com carga horria de 08 (oito) horas de durao, com os educadores das escolas beneficiadas, para capacit-los no desenvolvimento de atividades e aplicao da metodologia do PROCEL Educao, e para que fosse estabelecido um enfoque interdisciplinar junto aos alunos sobre o combate ao desperdcio de energia eltrica. Durante os cursos de capacitao, os educadores tiveram acesso aos conceitos de gerao, transmisso, distribuio e usos finais de energia e ainda receberam diversos materiais didticos do PROCEL Educao. Esses materiais foram utilizados em sala de aula com os seus alunos.

    c) Reunies de Avaliao e Acompanhamento

    Realizao de Reunies de Avaliao e Acompanhamento do Projeto, com carga horria de 04 (quatro) horas de durao, envolvendo os educadores capacitados, objetivando mensurar a aplicao da metodologia e apresentar os trabalhos desenvolvidos com os alunos durante o ano letivo de 2012. As reunies de avaliao e acompanhamento foram realizadas aps um intervalo de 06 (seis) meses da realizao dos cursos de capacitao, para que os educadores pudessem desenvolver as atividades em sala de aula com seus alunos.

    2.2.2 MDULO ITINERANTE UNIDADE MVEL DE ENSINO O modulo itinerante consistiu no desenvolvimento, transformao e customizao de um caminho de mdio porte em uma Unidade Mvel de Ensino UME. Esse caminho foi totalmente personalizado e adaptado para receber toda infraestrutura necessria para a disseminao dos conceitos de uso racional e seguro de energia eltrica e para realizao das oficinas e demais atividades educacionais.

  • 4

    O projeto executivo da Unidade Mvel de Ensino contemplou a criao de ambientes cenogrficos que simulam os processos de gerao, transmisso, distribuio e usos finais de energia eltrica, alm de um espao para o desenvolvimento de atividades ldicas e interativas. O objetivo foi fazer com que a comunidade escolar, durante o processo de visitao Unidade Mvel de Ensino pudesse interagir, de forma concreta e presencial, com as prticas de utilizao racional da energia eltrica e preservao do meio ambiente, alm de proporcionar aos usurios, momentos de lazer e entretenimento. A) Unidade Mvel de Ensino Memorial Tcnico Caminho VW Constellation 15-180 Distncia Entre - Eixos: 4.800 mm Peso Bruto Total PBT: 13.000 kg Ano de Fabricao / Modelo: 2011/2011 Cor: Branca

    Ba Furgo Especial, tipo Unidade Mvel, customizada, com as seguintes dimenses 7,80 x 2,60 x 2,60 metros, maleiros e carenagens na parte inferior da base. O Furgo foi estruturado por uma porta palco automatizada por sistema hidrulico e dotada de uma Sala de Avano Lateral, dentro da qual foram criados espaos cenogrficos, instalados equipamentos multimdia e disponibilizados uma srie de experimentos ldicos e interativos. O ba internamente revestido com isolamento trmico e acstico, sistema de iluminao especial, rede de distribuio de energia eltrica, piso com tratamento antiderrapante, mobilirio e um sistema completo de climatizao.

    Experimentos e Maquetes Interativas A Unidade Mvel de Ensino UME equipada por um conjunto de experimentos e maquetes ldicas e interativas sobre os princpios da eletricidade, o uso da energia e suas aplicaes, tais como: Anel Saltador, Bicicleta Geradora de Energia, Maquete Interativa de Consumo, Arco Voltaico, Gerador de Van der Graaf, Pilha Humana, Comparativo entre Lmpadas, entre outros. B) Operacionalizao de Campo Unidade Mvel de Ensino A Unidade Mvel de Ensino UME percorreu, durante o ano letivo de 2012, um universo de escolas municipais beneficiadas pelo projeto, com uma equipe composta de monitores treinados e uniformizados, levando informaes e interagindo com os visitantes. Durante esse perodo, os educadores e alunos foram convidados a visitar a Unidade Mvel de Ensino, onde tiveram a oportunidade de participar de um circuito roteirizado e monitorado que proporcionou uma relao direta entre o indivduo e a energia, e, ao final de cada perodo de visitao, os alunos e professores receberam gibis, cartilhas e adesivos alusivos ao tema.

  • 5

    2.2.3 MDULO VIRTUAL PORTAL EDUCACIONAL O modulo virtual consistiu no desenvolvimento de um ambiente na internet, a partir da criao de um Portal Educacional com pginas e contedos sobre o uso racional e eficiente da energia, todo diagramado com fotos, jogos e atividades interativas. O Portal Educacional do projeto Boa Energia nas Escolas contem as seguintes pginas e/ou contedos:

  • 6

    Tipos e fontes de energia Histria da eletricidade na linha do tempo Os caminhos da energia Bom uso da energia Nossa turma

    2.3. Detalhamento Operacional do Projeto O projeto educacional Boa Energia nas Escolas teve inicio com o processo de sensibilizao e capacitao dos educadores na metodologia PROCEL Educao, que envolveu ainda o planejamento de atividades junto s Secretarias Municipais de Ensino e/ou Diretorias de Educao, a partir das seguintes aes operacionais: Contatos telefnicos e pessoais com os representantes legais das Secretarias Municipais de

    Ensino e/ou Diretorias de Educao, para agendamento e programao das atividades de campo. Realizao de Palestras de Sensibilizao com profissionais de ensino, com carga horria de 04

    (quatro) horas de durao. Realizao de Cursos de Capacitao Metodologia PROCEL Educao com, no mnimo, 05

    (cinco) educadores de cada escola beneficiada, com carga horria de 08 (oito) horas de durao. Deslocamento, montagem, operacionalizao e desmontagem da Unidade Mvel de Ensino, em

    cada municpio/escola beneficiada, nas datas e horrios previamente definidos. Atendimento monitorado do processo de visitao da comunidade escolar na Unidade Mvel de

    Ensino UME e orientao sobre o bom uso da energia eltrica. Realizao de Reunies de Avaliao Metodologia PROCEL Educao, envolvendo o universo

    de educadores capacitados, com carga horria de 04 (quatro) horas de durao. Criao, desenvolvimento de contedos e gerenciamento do Portal Educacional Boa Energia nas

    Escolas Internet. 3) Abrangncia do Projeto A EDP Bandeirante tem por objetivo a prestao de servios pblicos de energia eltrica. Atua em 28 (vinte e oito) Municpios do Estado de So Paulo, especificamente nas regies do Alto do Tiet e Vale do Paraba, atendendo aproximadamente 1,401 milhes de clientes e distribuindo 13.268 GWh/ano.

  • 7

    Durante o Ciclo 2011/2012, com o projeto Boa Energia nas Escolas buscou atender um universo de 11 (onze) municpios localizados na rea de concesso, conforme relao abaixo.

    Item Municpio Item Municpio 01 Aparecida 07 Mogi das Cruzes 02 Caraguatatuba 08 Po 03 Ferraz de Vasconcelos 09 Roseira 04 Guaratinguet 10 So Jos dos Campos 05 Itaquaquecetuba 11 So Sebastio 06 Lorena XX XXXX

    4) Metas e Benefcios do Projeto O projeto Boa Energia nas Escolas teve como meta beneficiar diretamente educadores e alunos da rede municipal de ensino fundamental em 11 (onze) municpios. Desta forma, o projeto beneficiou 170 (cento e setenta) escolas municipais, um universo de 838 (oitocentos e trinta e oito) educadores e um nmero estimado de 61.250 (sessenta e um mil e duzentos e cinqenta) alunos. Entretanto, a principal meta foi promover o consumo consciente e seguro da energia em favor da preservao do meio ambiente, bem como multiplicar o conhecimento e a mudana de comportamento junto s famlias e as comunidades do entorno. 4.1. Processo de Capacitao de Educadores a) Palestras de Sensibilizao de Diretores Durante os meses de Setembro e Outubro de 2011 foram realizadas 11 (onze) Palestras de Sensibilizaes, com carga horria de 04 (quatro) horas de durao, envolvendo dirigentes de ensino, coordenadores pedaggicos e/ou diretores das escolas municipais previamente selecionadas para participar do projeto. Na oportunidade foram apresentados os objetivos do projeto, a metodologia pedaggica e as metas, bem como foi discutida a importncia do comprometimento e participao efetiva dos educadores para xito do projeto.

    Nmero de Participantes Municpios Datas Horrios

    Escolas Diretores Caraguatatuba 19/09/2011 13h00 12 12 Ferraz de Vasconcelos 20/09/2011 08h00 24 18 Itaquaquecetuba 22/09/2011 08h00 12 15 Po 22/09/2011 13h00 18 15 Aparecida 27/09/2011 08h00 13 17 Guaratinguet 27/09/2011 13h00 13 23 Roseira 28/09/2011 08h00 09 14 So Sebastio 06/10/2011 08h00 15 34 Lorena 11/10/2011 08h00 18 14 So Jos dos Campos 19/10/2011 08h00 14 29 Mogi das Cruzes 19/10/2011 13h00 22 26 TOTAL 170 217

  • 8

    b) Cursos de Capacitao dos Educadores No total foram realizados 28 (vinte e oito) Cursos de Capacitao, com 08 (oito) horas de durao, envolvendo 838 (oitocentos de trinta e oito) educadores e/ou coordenadores pedaggicos de 170 (cento e setenta) escolas pblicas de ensino fundamental, onde foram abordados os conceitos de gerao, transmisso, distribuio e o uso racional e seguro da energia eltrica.

    Nmeros de Participantes Municpios Datas

    Cursos Escolas Educadores 14/02/2012 Aparecida 15/02/2012

    02 13 70

    29/03/2012 Caraguatatuba 30/03/2012

    02 12 56

    13/03/2012 14/03/2012 15/03/2012

    Ferraz de Vasconcelos

    16/03/2012

    04 24 119

    20/02/2012 Guaratinguet 01/03/2012

    02 13 63

    02/04/2012 Itaquaquecetuba 03/04/2012

    02 12 53

    07/02/2012 08/02/2012 Lorena 09/02/2012

    03 18 91

    19/03/2012 20/03/2012 21/03/2012

    Mogi das Cruzes

    22/03/2012

    04 22 101

    23/02/2012 Po 24/02/2012

    02 18 70

    16/02/2012 17/02/2012 27/02/2012

    Roseira

    28/02/2012

    04 09 111

    26/03/2012 So Jos dos Campos 27/03/2012

    02 14 70

    So Sebastio 06/03/2012 01 15 34 TOTAL GERAL 28 170 838

  • 9

    c) Reunies de Acompanhamento e Avaliao Aps um intervalo de 06 (seis) meses da realizao dos cursos de capacitao, nos meses de Setembro e Outubro de 2012, foram realizadas 28 (vinte e oito) Reunies de Avaliao e Acompanhamento do Projeto, com carga horria de 04 (quatro) horas de durao, envolvendo todos os educadores capacitados anteriormente. Durante as reunies, os educadores apresentaram as atividades que foram desenvolvidas, em sala de aula, com seus alunos, bem como puderam avaliar os resultados alcanados e explicitar a sua avaliao. Dentre os 838 (oitocentos e trinta e oito) professores capacitados, participaram das reunies de acompanhamento 828 (oitocentos e vinte e oito) docentes, ficando impossibilitados de comparecer 04 (quatro) professores de Caraguatatuba, 02 (dois) professores de Lorena, 03 (trs) professores de Mogi das Cruzes e 01 (um) professor de So Jos dos Campos, ausentes, devido a compromissos justificados por seus representantes legais. A dinmica da reunio consistiu em reunir os professores em grupo por unidade escolar e no preenchimento da ficha de avaliao do projeto. Em seguida, os educadores de cada escola comentaram sobre a implantao e a aceitao do projeto, bem como apresentaram aos demais presentes, as atividades realizadas em sua unidade escolar.

    Nmeros de Participantes Municpios Datas

    Escolas Capacitados Acompanhados 12/09/2012 M Guaratinguet 12/09/2012 T

    13 63 63

    17/09/2012 M 17/09/2012 T 18/09/2012 M

    Roseira

    18/09/2012 T

    09 111 111

    20/09/2012 M 20/09/2012 T 21/09/2012 M

    Ferraz de Vasconcelos

    21/09/2012 T

    24 119 119

    So Sebastio 27/09/2012 M 15 34 34 28/09/2012 M So Jos dos Campos 28/09/2012 T

    13 70 69

    01/10/2012 M Itaquaquecetuba 01/10/2012 T

    12 53 53

    02/10/2012 M Po 02/10/2012 T

    18 70 70

    04/10/2012 M Aparecida 04/10/2012 T

    13 70 70

    08/10/2012 M Caraguatatuba 08/10/2012 T

    12 56 52

    15/10/2012 M 15/10/2012 T 16/10/2012 M

    Mogi das Cruzes

    16/10/2012 T

    22 101 98

    22/10/2012 M 22/10/2012 T Lorena 23/10/2012 M

    18 91 89

    TOTAL GERAL 169 838 828 Durante as Reunies de Acompanhamento e Avaliao do Projeto Boa Energia nas Escolas, os educadores expressaram diversos comentrios sobre a aplicao do projeto em sua unidade escolar, tais como os exemplos transcritos abaixo:

  • 10

    A visita ao caminho, obviamente, foi o ponto mais comentado pelos alunos da escola, mas o estudo na conta de luz tambm trouxe muitas surpresas, pois eles no imaginavam que havia tanta informao. A leitura do livro O Clique foi muito legal e divertido, de acordo com a fala deles. Foram realizadas pesquisas sobre energia eltrica, outras fontes de energia, o consumo dos eletrodomsticos e a preveno e o cuidado com acidentes envolvendo a energia eltrica. Depoimento: EM Maria Jos da Cunha Sene Lorena Esse projeto est de parabns! Todo trabalho que se refere conscientizao um trabalho de formiga, mas um dia chega o resultado. Se inicia nas escolas, mesmo, pois os prprios filhos corrigem os pais para o bom uso da energia. Todo o projeto foi bem sucedido, desde a formao com os professores at a visita ao caminho mvel da EDP Bandeirante. Vocs esto de parabns!. Depoimento: EM Paulo Nunes Itaquaquecetuba Considerei muito importante a participao e o conhecimento adquirido com o projeto. Ao tratar da mudana de hbitos, lidamos com mudanas de paradigmas. O que apreendemos com as atividades do projeto so lies para a vida toda, criando uma postura de respeito natureza e ao bem-estar comum. um projeto que pede continuidade, deve fazer parte de um projeto educativo, buscando criar a humanizao e vida melhor a todos. Parabns!. Depoimento: EM Rio Comprido So Jos dos Campos

    4.2. Unidade Mvel de Ensino UME No perodo de 19/03/2012 a 04/10/2012, a Unidade Mvel de Ensino UME percorreu 11 (onze) municpios, levando informao e conhecimento de forma ldica e interativa para 34.677 (trinta e quatro mil e seiscentos e setenta e sete) estudantes e atendendo 124 (cento e vinte e quatro) escolas municipais de ensino fundamental, conforme cronograma abaixo.

    Unidade Mvel de Ensino UME Total de Atendimentos

    Municpios Nmero de Alunos Nmero de Escolas

    01 APARECIDA 2.614 07 02 ROSEIRA 740 06 03 LORENA 3.006 15 04 GUARATINGUET 3.198 12 05 SO JOS DOS CAMPOS 5.049 13 06 CARAGUATATUBA 2.346 12 07 SO SEBASTIO 3.051 16 08 PO 2.886 17 09 MOGI DAS CRUZES 2.691 07 10 FERRAZ DE VASCONCELOS 4.460 08 11 ITAQUAQUECETUBA 4.636 11

    TOTAL - UNIDADE MVEL DE ENSINO 34.677 124

  • 11

    Adicionalmente, foram realizadas atividades em reas pblicas durante o perodo de frias escolares nos municpios de Monteiro Lobato, Suzano e Jacare, totalizando o atendimento de 1.863 (Hum mil e oitocentos e sessenta e trs) pessoas.

    2.614

    740

    3.198

    5.049

    2.3462.691

    7 6 15 12 13 12 16 17 7 8 11

    3.006

    2.886

    3.051

    4.636

    4.460

    -

    1.000

    2.000

    3.000

    4.000

    5.000

    6.000

    APAR

    ECID

    A

    ROSE

    IRA

    LORE

    NA

    GUAR

    ATIN

    GUET

    SO

    JOS

    DOS

    CAM

    POS

    CARA

    GUAT

    ATUB

    A

    SO

    SEBA

    STI

    OPO

    MOG

    I DAS

    CRU

    ZES

    FERR

    AZ D

    E VA

    SCON

    CELO

    S

    ITAQ

    UAQU

    ECET

    UBA

    ALUNOS ESCOLAS

  • 12

    4.3. Portal Educacional na Internet Site: Boa Energia nas Escolas A internet hoje, alm de ser uma realidade, tambm a forma mais fcil e mais barata de se alcanar diversos tipos de pblicos. Num mundo globalizado como o de hoje, a internet se coloca como uma ferramenta extremamente eficaz de relacionamento e difuso de conhecimento. Durante o ano de 2012, cerca de 9.726 usurios puderam navegar no site Boa Energia nas Escolas, onde os internautas acessaram 75.786 pginas com diversos contedos sobre energia e sua histria, os caminhos que ela percorre e o bom uso da eletricidade, conforme dados extrados no link e detalhados abaixo: http://boaenergianasescolas.com.br/plesk-stat/webstat/.

  • 13

    4.4. Outros Benefcios Alm dos resultados em termos quantitativos e qualitativos alcanados pelo projeto, podemos destacar os seguintes benefcios diretos e indiretos, relacionados diretamente aos objetivos do projeto. a) Benefcios Diretos Comunidade Escolar: Difuso dos conceitos de uso racional e seguro da energia eltrica, por meio da capacitao de educadores, bem como atravs de atividades complementares e do fornecimento de materiais didticos. Educao do Pblico: Mudanas de comportamentos socioculturais, para garantir que haja uma mudana de percepo quanto ao uso racional e seguro da eletricidade. Cumprimento dos pressupostos do programa PROCEL Educao, atingindo resultados no combate ao desperdcio de energia eltrica, por meio da Educao Ambiental, da eficincia energtica e da preservao dos recursos naturais, dos quais se estima uma economia mdia de energia eltrica por aluno de 07 (sete) kWh/ms ou 84 kWh/ano, conforme dados estatsticos do PROCEL Educao Base 1990/2003. b) Benefcios Indiretos Estabelecimento de uma poltica de Eficincia Energtica nos Municpios e nas Escolas da Rede

    Pblica de Ensino, refletindo a incorporao pela comunidade escolar do conceito e adoo de economia de energia.

    Aumento expressivo da sensibilizao dos educadores, alunos e comunidade em geral sobre a natureza econmica da energia enquanto combustvel escasso e no-renovvel.

    Contribuio significativa disseminao de prticas de economia de energia, segurana, cidadania e preservao do meio ambiente.

  • 14

    5) Metodologia de Avaliao do Projeto Em se tratado de um projeto educacional, o projeto Boa Energia nas Escolas foi avaliado de acordo com a metodologia do PROCEL Educao. Esta avaliao levou em considerao a sazonalidade dos resultados, pois acompanha o consumo residencial dos alunos das escolas beneficiadas, por meio da anlise das contas de energia eltrica de um mesmo perodo. Portanto, o processo de avaliao buscou atender os seguintes objetivos: Registrar os resultados da participao da comunidade escolar em termos qualitativos e

    quantitativos. Contabilizar os resultados do projeto a partir da tabulao das Fichas de Cadastro e de

    Acompanhamento da Escola e das Fichas de Cadastro e de Acompanhamento da Residncia. Em termos prticos, a avaliao do projeto foi realizada nas fases de capacitao dos educadores, operacionalizao de campo e acompanhamento do projeto, como segue: Avaliao Inicial: Realizada durante o processo de capacitao dos educadores e/ou

    coordenadores pedaggicos. Avaliao dos Resultados: Comparativo analtico entre as contas de energia eltrica, por meio

    de uma amostra de alunos beneficiados, considerando a sazonalidade e a influncia do projeto. Avaliao Quantitativa: Tabulao e anlise dos dados de campo e do nvel de envolvimento

    das escolas e do corpo docente. a) Processo de Capacitao dos Educadores

    Itens Quantidades Nmero de Municpios Atendidos 11 Nmero de Escolas Beneficiadas 170 Nmero de Diretores de Ensino 217 Nmero de Educadores Capacitados 838 Nmero Estimado de Alunos Treinados 61.250 Nmero de Educadores Acompanhados 828

    Nota-se, no quadro abaixo, que, em mdia, 83,4% dos educadores avaliaram como timo o processo de capacitao. Os pontos de ateno referem-se apenas ao local de curso e a carga horria que, segundo os participantes, deveria ser maior.

    Avaliando a Capacitao Itens timo Bom Regular Ruim Total

    Organizao 761 76 01 - 838 Metodologia 758 78 02 - 838 Contedo 776 61 01 - 838 Capacitador 791 46 01 - 838 Local 555 242 37 04 838 Carga Horria 553 259 26 - 838

    Com relao avaliao das atividades, nota-se, no quadro abaixo, que, em mdia, 84,2% e 15,0% dos educadores avaliaram como timo e bom, respectivamente, as atividades educacionais desenvolvidas durante o curso.

    Avaliando as Atividades Itens timo Bom Regular Ruim Total

    Oficina de Conceitos 731 105 02 - 838 Exibio de Vdeos 715 120 03 - 838 Trabalho em Grupo 605 216 17 - 838 Orientaes e Dicas 773 63 02 - 838

  • 15

    Nota-se, no quadro abaixo, que, em mdia, 96,7% dos educadores responderam que os conceitos apresentados foram bem compreendido e 3,3% dos educadores responderam que os conceitos foram compreendido, porm, exigindo maior aprofundamento.

    Em Relao aos Conceitos

    Itens Bem compreendido

    Compreendido, porm, exigindo

    maior aprofundamento

    Necessitando de novas

    explicaes

    No compreendido

    Ambiente 825 13 - - Educao ambiental 815 23 - - Cidadania 816 22 - - Qualidade de vida 819 19 - - Energia 796 42 - - Conservao de energia 795 41 02 - Uso eficiente de energia 805 33 - -

    b) Processo de Acompanhamento das Escolas e das Residncias 169 Fichas de Cadastro de Escolas; 169 Fichas de Acompanhamento de Escolas; 2.500 Fichas de Cadastro de Residncias; 2.500 Fichas de Acompanhamento de Residncias.

    Resultados Finais Escolas Nmero de Escolas Acompanhadas 169 Nmero de Educadores Capacitados 838 Nmero de Educadores Acompanhados 828 Nmero de Educadores Envolvidos no Projeto 5.025 Nmero de Alunos Envolvidos no Projeto 72.643 Economia Mensal Estimada Total em kWh -147.769 Mdia de Economia Mensal Por Escola, em kWh -874,37 Mdia de Economia Mensal Em % por Escola -25,01%

    Resultados Finais Residncias

    Consumo Mensal Estimado Total Economizado, em kWh 44.243 Economia Mensal por Residncia, em kWh 18 Mdia Estimada de Ganho por Aluno Envolvido, em kWh/ms 0,61 Ganho Potencial Envolvendo Todos os Alunos, em kWh/ms 58.555

    c) Unidade Mvel de Ensino UME Conforme descrito no quadro abaixo, a Unidade Mvel de Ensino levou informao e entretenimento para 34.677 alunos e educadores de 124 (cento e vinte e quatro) escolas municipais, sendo que diversas escolas manifestaram formalmente satisfao e elogio ao projeto.

    Itens Quantidades Nmero de Municpios Atendidos 11 Nmero de Escolas Beneficiadas 124 Nmero de Alunos Atendidos 34.677 Nmero de Materiais de Apoio Distribudos Gibis 25.000 Nmero de Materiais de Apoio Distribudos Cartilhas 25.000 Nmero de Materiais de Apoio Distribudos Adesivos 25.000 Nmero de Materiais de Apoio Distribudos Cartazes 800

  • 16

    6) Promoo e Divulgao do Projeto Para promover e divulgar o Projeto Boa Energia nas Escolas foram realizadas diversas aes junto as Prefeituras e/ou Secretarias Municipais de Educao, principalmente, por meio de troca de informaes durante o processo de capacitao dos educadores e operacionalizao da Unidade Mvel de Ensino. Nesse sentido, o projeto despertou um forte interesse e foi amplamente divulgado no site das Prefeituras e nos meios e veculos de comunicao (televiso, rdio, sites, jornais, revistas, entre outros), conforme exemplo de matria abaixo publicada no site da Prefeitura Municipal de Caraguatatuba.

  • 17

    Ainda com o objetivo de estimular a participao da comunidade escolar foram entregues em todas as escolas participantes do projeto, um kit de material didtico PROCEL, composto por livros, jogos educativos e fitas de vdeo, alm da distribuio de materiais de apoio (gibis, cartilhas e adesivos) alusivos aos conceitos de uso racional e seguro da energia eltrica, conforme tabela abaixo.

    Livro Zero Clique: Indicado para os alunos do 1 ano do ensino fundamental e contm uma histria infantil que trata da economia de energia nas residncias. "O Clique" um texto que, de forma ldica e bem ilustrada, mostra atitudes para evitar o desperdcio de energia eltrica. Livro 01: Indicado para alunos do 2 e 3 ano do ensino fundamental. De forma ldica, apresenta uma histria que vincula a realidade de uma

    famlia s questes ambientais, convidando o leitor reflexo. Livro 02: Indicado para alunos de 4 e 5 anos do ensino fundamental e traz uma

    histria infantil acerca do cotidiano de uma famlia mostrando que a energia est em toda parte. Contm um texto ldico, informativo, com diversas dicas de economia de energia e que faz pensar sobre a responsabilidade de cada um em utilizar a energia de modo sustentvel. Livro 03: Indicado para alunos do 6 e 7 ano do ensino fundamental. So apresentados contedos relacionados transformao de matria em energia, formas

    de gerao de energia, energia no Brasil, desperdcio, conservao e uso adequado da eletricidade, dentre outros, num texto ldico, com muitas ilustraes e sugestes de como usar a energia sem desperdcio.

  • 18

    Livro 04: Indicado para alunos do 8 e 9 ano do ensino fundamental. O dia-a-dia de uma turma de alunos contado de forma ldica, apresentando conceitos como ambiente e energia, tipos de gerao de energia eltrica, potncia e tenso, reduo da conta de eletricidade, dentre outros. enfatizada a

    importncia de aes que ajudem a construo de um mundo sustentvel. Livro 05: Indicado para alunos do ensino mdio. Apresenta diversas informaes sobre energia e meio ambiente, como: histria da energia, leis da energia, matriz energtica brasileira, setor eltrico brasileiro, entre outras. Incentiva o leitor a refletir sobre a relao entre a energia, o desenvolvimento econmico e os impactos sociais e ambientais.

    Livro do Professor: Livro de apoio para os professores de todas as sries do ensino fundamental e mdio. Aborda: educao para a vida sustentvel; a questo ambiental; conferncias internacionais de meio ambiente e educao ambiental; princpios da educao ambiental; energia, tema gerador de mudanas; metodologia de implantao do Procel nas Escolas. Alm disso, apresenta sugestes de atividades que podem ser adaptadas realidade de cada escola.

  • 19

  • 20

    ITENS MUNICPIOS NOME DA ESCOLA

    01 01 APARECIDA ANISIO NOVAES EMEF 02 02 APARECIDA AURELIANO PAIXAO PROF EMEF 03 03 APARECIDA CHAGAS PEREIRA EMEF 04 04 APARECIDA EDGARD DE SOUZA DR EMEF 05 05 APARECIDA JOSE GERALDO LEMES VALLADAO PREF EMEIEF 06 06 APARECIDA MARIA APARECIDA DA ENCARNACAO PROFA EMEF 07 07 APARECIDA MARIA CONCEICAO PIRES DO RIO PROFA EMEF 08 08 APARECIDA MARIA HELENA C. L. BARBOSA PROFA EMEF 09 09 APARECIDA MANOEL IGNACIO DE MORAES EMEF 10 10 APARECIDA MARIETA VILELA DA COSTA BRAGA PROFA EMEF 11 11 APARECIDA SALGADO COMENDADOR EMEF 12 12 APARECIDA SOLON PEREIRA PREFEITO EMEF 13 13 APARECIDA VIRGULINA M. DE MOURA FAZERRI PROFA EMEF 14 01 CARAGUATATUBA ADOLFINA LEONOR SOARES DOS SANTOS PROF 15 02 CARAGUATATUBA ALAOR XAVIER JUNQUEIRA PROF EMEF 16 03 CARAGUATATUBA ANTONIA ANTUNES AROUCA PROFA EMEF 17 04 CARAGUATATUBA EMEF PROF. ANTONIO DE FREITAS AVELAR 18 05 CARAGUATATUBA BENEDITA PINTO FERREIRA EMEF 19 06 CARAGUATATUBA EDNA MARIA NOGUEIRA FERRAZ PROFA EMEF 20 07 CARAGUATATUBA LUCIO JACINTO DOS SANTOS PROF EMEF 21 08 CARAGUATATUBA LUIZ RIBEIRO MUNIZ PROF EMEF 22 09 CARAGUATATUBA MARIA APARECIDA UJIO PROFA EMEI 23 10 CARAGUATATUBA MARIA MORAES DE OLIVEIRA PROFA EMEF 24 11 CARAGUATATUBA MARIA THEREZA DE SOUZA CASTRO PROFA EMEF 25 12 CARAGUATATUBA RICARDO LUQUES SAMMARCO SERRA CIEFI 26 01 FERRAZ DE VASCONCELOS EDIFORP I 27 02 FERRAZ DE VASCONCELOS EDIFORP II 28 03 FERRAZ DE VASCONCELOS ABILIO SECUNDINO LEITE EMEF 29 04 FERRAZ DE VASCONCELOS ALFREDO FROES NETO DR EMEF 30 05 FERRAZ DE VASCONCELOS ANGELO CASTELLO PREFEITO EMEF 31 06 FERRAZ DE VASCONCELOS ANTONIO SCHIAVINATI EMEIF 32 07 FERRAZ DE VASCONCELOS ANTONIO BERNARDO CORREA EMEF 33 08 FERRAZ DE VASCONCELOS HALIM ABISSAMRA EMEF 34 09 FERRAZ DE VASCONCELOS HELMUTH HANS H. LOUIS BAXMANN PREF EMEF 35 10 FERRAZ DE VASCONCELOS JORACY CRUZ DR EMEF 36 11 FERRAZ DE VASCONCELOS JOSE SEBASTIAO EMEF 37 12 FERRAZ DE VASCONCELOS LUCIANO POLETTI EMEF 38 13 FERRAZ DE VASCONCELOS MANOEL GOMES DOS SANTOS GASTAO EMEF 39 14 FERRAZ DE VASCONCELOS MARIA ANDENA COSTA EMEIF 40 15 FERRAZ DE VASCONCELOS MARIA DA GLORIA DIAS HORVATH EMEIF 41 16 FERRAZ DE VASCONCELOS MARIA MARGARIDA ABREU FIGUEIREDO PROFA EMEF 42 17 FERRAZ DE VASCONCELOS MAURICE BOU ASSI CEI 43 18 FERRAZ DE VASCONCELOS MYRIAM PENTEADO RODRIGUES ALCKMIN EMEF 44 19 FERRAZ DE VASCONCELOS NURIMAR MARTINS HIAR PROFESSORA EMEF 45 20 FERRAZ DE VASCONCELOS RUY COELHO PROF EMEF 46 21 FERRAZ DE VASCONCELOS SARA TINEUE EMEF 47 22 FERRAZ DE VASCONCELOS SILVINO ANTUNES DE SOUZA EMEI 48 23 FERRAZ DE VASCONCELOS SYLVIA DA SILVEIRA DE MARTINI EMEI 49 24 FERRAZ DE VASCONCELOS TOM JOBIM EMEI 50 01 GUARATINGUET ALCINA SOARES NOVAES PROFA EMEF 51 02 GUARATINGUET ALIETE FERREIRA GONCALVES PROFA EMEIEF 52 03 GUARATINGUET ANA FAUSTA DE MORAES PROFA EMEF 53 04 GUARATINGUET ANDRE FREIRE PROF EMEIEF 54 05 GUARATINGUET FRANCISCA DE ALMEIDA CALOI PROFA EMEIEF 55 06 GUARATINGUET EMEFI DR GUILHERME EUGNIO FILIPPO FERNANDES 56 07 GUARATINGUET JOAO ROBERTO GUIMARAES PROF EMEIEF 57 08 GUARATINGUET JOSE AUGUSTO DO AMARAL PROF EMEIEF 58 09 GUARATINGUET JOSE BENEDITO AVERALDO GALHARDO PROF EMEF 59 10 GUARATINGUET MARIA APARECIDA BROCA MEIRELLES EMEF 60 11 GUARATINGUET MARIA CARMELITA DE MORAES PROFA EMEIEF 61 12 GUARATINGUET MARIA JULIA A. DO AMARAL MOREIRA PROFA EMEF 62 13 GUARATINGUET RAMAO GOMES PORTAO EMEF

  • 21

    ITENS MUNICPIOS NOME DA ESCOLA 63 01 ITAQUAQUECETUBA ALCEU MAGALHAES COUTINHO EM 64 02 ITAQUAQUECETUBA ARISTIDES JACOB ALVARES DR EM 65 03 ITAQUAQUECETUBA BENEDITO VIEIRA DA MOTA EM 66 04 ITAQUAQUECETUBA CHIOZO KITAKAWA ENGENHEIRO EM 67 05 ITAQUAQUECETUBA ISABEL ALVES DO PRADO EM 68 06 ITAQUAQUECETUBA JOSE PIACENTINI EM 69 07 ITAQUAQUECETUBA LEOLINO DOS SANTOS VEREADOR EM 70 08 ITAQUAQUECETUBA MARIA CRISTINA DINIZ DE ALMEIDA PROFA EM 71 09 ITAQUAQUECETUBA MARIA EULALIA NOBRE BORGES PROFA EM 72 10 ITAQUAQUECETUBA OLIVIA APARECIDA S C GUGLIELMO PROFA EM 73 11 ITAQUAQUECETUBA PAULO NUNES PROF EM 74 12 ITAQUAQUECETUBA ROSELI APARECIDA MENDES PROFA EM 75 01 LORENA ADELINA ALVES FERRAZ PROFA EM 76 02 LORENA APARECIDA M. G. DE OLIVEIRA CRUZ PROFA EM 77 03 LORENA CAIC EM 78 04 LORENA CLIMERIO GALVAO CESAR PROF EM 79 05 LORENA GERALDO JOSE RODRIGUES ALCKIMIN DR EM 80 06 LORENA HERMINIA FIGUEIRA DE AZEVEDO ALMEIDA PROFA EM 81 07 LORENA HORACIO VICTOR BASTOS EM 82 08 LORENA JANIO DA SILVA QUADROS PRESIDENTE EM 83 09 LORENA JOAO PAULO I PAPA EM 84 10 LORENA JOAO RENAUDIM DE RANVILLE PADRE EM 85 11 LORENA LEDA MARIA BILARD DE CARVALHO PROFA EM 86 12 LORENA MARIA ANTONIETA ARANTES FERREIRA PROFA EM 87 13 LORENA MARIA JOSE DA CUNHA SENNE PROFA EM 88 14 LORENA MARIO COVAS GOVERNADOR EM 89 15 LORENA MONICA SENNE DO N. DA SILVA PROFA EM 90 16 LORENA RUY BRASIL PEREIRA PROF EM 91 17 LORENA SANTA EDWIGES EM 92 18 LORENA VOVO FIUTA EM 93 01 MOGI DAS CRUZES AFONSO CAPORALI FILHO PROF EM 94 02 MOGI DAS CRUZES ALVARO DE CAMPOS CARNEIRO DR EM 95 03 MOGI DAS CRUZES ANA LUCIA FERREIRA DE SOUZA PROFA EM 96 04 MOGI DAS CRUZES IRACEMA BRASIL DE SIQUEIRA PROFA EMEI 97 05 MOGI DAS CRUZES ANTONIO PEDRO RIBEIRO EM 98 06 MOGI DAS CRUZES ARMINDO FREIRE MARMORA DESEMBARGADOR EM 99 07 MOGI DAS CRUZES CLAUDIO ABRAHAO ENG EM

    100 08 MOGI DAS CRUZES ETELVINA CAFARO SALUSTIANO PROF EM 101 09 MOGI DAS CRUZES FLORISA FAUSTINO PINTO PROFA EM 102 10 MOGI DAS CRUZES GUIOMAR PINHEIRO FRANCO PROFA EM 103 11 MOGI DAS CRUZES HENRIQUE PERES EMEI 104 12 MOGI DAS CRUZES ILDA PEREIRA PENA ALVAREZ PROFA EM 105 13 MOGI DAS CRUZES JACKS GRINBERG PROF EM 106 14 MOGI DAS CRUZES KAORU HIRAMATSU EM 107 15 MOGI DAS CRUZES MARIO PORTES PROF EM 108 16 MOGI DAS CRUZES MATHILDE PIRES DE CAMPOS MASCI PROFA EM 109 17 MOGI DAS CRUZES MAURILIO SOUZA LEITE FILHO PREFEITO EM 110 18 MOGI DAS CRUZES NARCISA DAS DORES PINTO EM 111 19 MOGI DAS CRUZES THEREZINHA SOARES PROFA EM 112 20 MOGI DAS CRUZES WANDA DE ALMEIDA TRANDAFILOV PROFA EM 113 21 MOGI DAS CRUZES WILMA DE ALMEIDA RODRIGUES PROFA EM 114 22 MOGI DAS CRUZES JOSE DE MOURA SANTOS JORNALISTA CCII 115 01 PO ANTONIA MELLO REGIANI EMEB 116 02 PO ANTONIETA MARIA FONSECA EMEB 117 03 PO CANDIDO JOSE BALAZAIMA PROF VEREADOR EMEB 118 04 PO CYBELE PAIVA VALSECCHI PROFA EMEB 119 05 PO EDISON ALVES DE OLIVEIRA EMEB 120 06 PO EUSTAQUIO PADRE EMEB 121 07 PO PADRE EUSTQUIO EMEB II 122 08 PO ANTONIO FRANCISCO DOS SANTOS EMEB

  • 22

    ITENS MUNICPIOS NOME DA ESCOLA 123 09 PO HEITOR GLOEDEN EMEB 124 10 PO JOAO PEDRO DE ALMEIDA DR EMEB 125 11 PO JOSE ANTONIO BORTOLOZZO PROF EMEB 126 12 PO JOSE JOAQUIM DE SOUZA EMEB 127 13 PO SR JOVIANO DA SILVA EMEB 128 14 PO MANOEL DA SILVA OLIVEIRA EMEB 129 15 PO MANOEL PETRONILIO DOS SANTOS EMEB 130 16 PO SUBHI ALEXANDRE MALUF EMEB 131 17 PO WALTER DE ALMEIDA MONTEIRO PROF EMEB 132 18 PO WALKIRIA JANNONI VIEIRA PROFA EMEB 133 01 ROSEIRA ANA BARROS SERNIGOI PROFA EMEIEF 134 02 ROSEIRA ERNESTO MARCONDES RANGEL PROF EMEIEF 135 03 ROSEIRA FRANCISCO DE PAULA SANTOS PROF EMEF 136 04 ROSEIRA GERALDO DE ALMEIDA SAMPAIO PROF PADRE EMEIEF 137 05 ROSEIRA JOAQUIM DE CAMPOS PROF EMEIEF 138 06 ROSEIRA ODILA DE SOUZA OLIVEIRA PROFA EMEIEF 139 07 ROSEIRA DONA SANTINHA E MINERVINA VALE EMEI 140 08 ROSEIRA HOMERO DE PAULA SANTOS CRECHE MUNICIPAL 141 09 ROSEIRA TEREZA DE JESUS TRANNIN PASIN CRECHE MUNICIPAL 142 01 SO JOS DOS CAMPOS ALVARO GONCALVES PROF EMEF 143 02 SO JOS DOS CAMPOS PEDRO DE ALCANTARA DOM EMEF 144 03 SO JOS DOS CAMPOS IGNEZ SAGULA FOSSA PROFA EMEF 145 04 SO JOS DOS CAMPOS LUCIA PEREIRA RODRIGUES PROFA EMEF 146 05 SO JOS DOS CAMPOS MARIA APARECIDA SANTOS RONCONI PROFA EMEF 147 06 SO JOS DOS CAMPOS MARIA AUGUSTA MOREIRA DA COSTA EM 148 07 SO JOS DOS CAMPOS MARIA OFELIA VENEZIANI PEDROSA PROFA EMEF 149 08 SO JOS DOS CAMPOS MARIANA TEIXEIRA CORNELIO PROFA EMEF 150 09 SO JOS DOS CAMPOS NORMA DE CONTI SIMAO EMEF 151 10 SO JOS DOS CAMPOS PALMYRA SANT'ANNA PROFA EMEF 152 11 SO JOS DOS CAMPOS POSSIDONIO JOSE DE FREITAS EMEF 153 12 SO JOS DOS CAMPOS RIO COMPRIDO NEI 154 13 SO JOS DOS CAMPOS ROSA TOMITA PROFA EMEF 155 14 SO JOS DOS CAMPOS RUTH NUNES DA TRINDADE PROFA EMEF 156 01 SO SEBASTIO ANTONIO LUIZ MONTEIRO PROFESSOR EM 157 02 SO SEBASTIO BAREQUECABA EM 158 03 SO SEBASTIO BORACEIA EM DE 159 04 SO SEBASTIO CYNTHIA CLIQUET LUCIANO PROFA EM 160 05 SO SEBASTIO SOLANGE DE PAULA EM 161 06 SO SEBASTIO EDILEUSA BRASIL SOARES DE SOUZA PROFA EM 162 07 SO SEBASTIO HENRIQUE BOTELHO EM 163 08 SO SEBASTIO IRAYDES LOBO VIANNA DO REGO PROFA EM 164 09 SO SEBASTIO LUIZA HELENA DE BARROS PROFA EM 165 10 SO SEBASTIO MARIA F. S. DE MOURA TAVOLARO PROFA EM 166 11 SO SEBASTIO MARIA VIRGINIA SILVA PROFA EM 167 12 SO SEBASTIO SEBASTIANA COSTA BITTENCOURT PROFA EM 168 13 SO SEBASTIO NAIR RIBEIRO DE ALMEIDA PROFA EM 169 14 SO SEBASTIO TOPOLNDIA DA EM 170 15 SO SEBASTIO WALFRIDO MACIEL MONTEIRO EM

    Site Verso 01 Jan/13