Res, Non Verba

Click here to load reader

  • date post

    19-Jul-2015
  • Category

    Documents

  • view

    51
  • download

    1

Embed Size (px)

Transcript of Res, Non Verba

  • RES, NON VERBA

  • FATOS, NO PALAVRAS

  • Desde j vo-lo digo antes que suceda, para que, quando suceder, vs creais quem eu sou.(Joo, 13:19)

  • Olhai para as minhas mos e os meus ps, pois sou Eu mesmo: uma viso no tem carne e osso como vedes que Eu tenho; apalpai-me e vede.(Lucas, 24:39)

  • Quem no entende no cr, embora aceite como verdade este ou aquele princpio, esta ou aquela doutrina.

  • No h convico onde no h conhecimento de causa.

  • Jesus sempre deu provas das teorias que pregava, como tambm do carter messinico de que se achava investido.

  • Diferentes de outras doutrinas, onde as pessoas no se sentem satisfeitas quando lhes pedem provas ou se lhes apontam falhas, Jesus nunca se importou com os questionamentos.

  • Pelo contrrio, sempre se disps a apresentar provas (fatos).

  • O Filho de Deus foi bastante humilde para apresentar, em todas as oportunidades, provas autnticas e positivas, com relao doutrina e s verdades que ao mundo vinha revelando no desempenho de sua misso na Terra.

  • Jesus no se preocupava de fazer proslitos a todo o preo.O nmero, a quantidade pouco se lhe dava. Ele queria que vissem e sentissem a Verdade tal como Ele a via e sentia.

  • Por isso, falava razo, apresentando o testemunho eloqente dos fatos em abono de suas asseres; falava ao corao exemplificando a palavra em atos de renncia e da mais pura caridade.

  • Deus e a imortalidade constituam os temas e assuntos fundamentais de seus sermes, de suas parbolas, de suas mximas.Tudo disse e demonstrou.

  • Tudo diz e demonstra hoje.

  • Assim como Jesus que ao lado da teoria colocou a prova; a palavra fez seguir a ao; faamos ns hoje.Coloquemos todo o conhecimento da palavra de Deus em ao.

  • Jesus concretizou a Divindade em si mesma, refletindo, como Filho, as qualidades, os atributos e os poderes do Pai.

  • Deu testemunho da imortalidade, morrendo, ressurgindo e apresentando-se tal como era antes, aos olhos e ao tato de seus discpulos maravilhados.

  • Como Jesus, precisamos seguir somente a um senhor. Faamos da mesma forma...E afastar-nos dos falsos cristos com falsas filosofias, porque, como adverte o Mestre dos Mestres:

  • Ningum pode pr outro fundamento, alm do que j est posto pelo Cu, a saber: Jesus Cristo.

  • RES, NON VERBA

  • Voltando-se Jesus para a grande multido que o acompanhava, disse: Quem no colocar minha doutrina acima do pai, me, irmo, mulher e filhos e at da prpria vida, no pode ser meu discpulo. Aquele que no transportar a sua cruz e no renunciar a tudo quanto tem, tampouco pode ser meu discpulo.E para seguir a Jesus... em Lucas est escrito:

  • Pois qual de vs, querendo construir uma torre, no se assenta primeiro a fazer as contas da despesa, para ver se tem como acabar a obra? E isto para no acontecer que, aps haver lanado os alicerces, e no a podendo acabar, d ensejo a ser escarnecido, dizendo-se: Aquele homem comeou a construir e no pde acabar.E para seguir a Jesus... em Lucas est escrito:

  • Jesus no se preocupa em ter um grande nmero de seguidores de seu ideal. Jesus quer homens compenetrados, convencidos e perfeitamente conscientes dos seus deveres.

  • Com a facilidade com que se entusiasma num momento dado, arrefece tambm diante do primeiro obstculo a remover.

  • Jesus no pretende arrebatar, mas convencer.No hipnotizava atuando sobre os sentidos por meio de aparatosos ritualismos: dirigia-se razo, falava aos coraes.

  • Jesus jamais tentou ganhar adeptos iludindo-os com falazes promessas.Salientou bem as dificuldades que teriam a vencer, e precisou com a mxima clareza as condies que deveriam preencher os que quisessem ser seus discpulos.

  • Da mesma forma, hoje, Jesus no nos esconde a dificuldade do caminho. Compara-o trajetria do Calvrio: cada um deve levar a sua Cruz, se quiser segui-lo.

  • Para ser ainda mais claro...Aconselha aqueles que pretendem seguir-lhe as pegadas a medir primeiramente as suas foras, assim como o homem que, tendo em vista construir uma obra, deve balanar previamente seus haveres para evitar ridculos insucessos.

  • No se interessa porQuantidademas sim pelaQualidade.O Verdadeiro Cristianismo: