Sabadao 69

Click here to load reader

  • date post

    13-Feb-2016
  • Category

    Documents

  • view

    219
  • download

    1

Embed Size (px)

description

Jornal semanal com distribuição gratuita.

Transcript of Sabadao 69

  • 14 DE JUNHO DE 2014 - EDIO N 69 - ANO 2 - LENIS PAULISTA - CIRCULAO REGIONAL Mxima: 28Minina: 16C

    Mxima: 27CMinina: 17C

    HOJE AMANH

    Fonte: Climatempo

    MatrizRua Anita Garibaldi, 650

    Centro - Lenis Paulista/SP(14) 3264-3340

    3263-3985

    FilialAv. Pe. Saltio R. Machado, 563

    Centro - Ao lado do Frum(14) 3264-8248

    KOUBO - A FRUTA QUE EMAGRECE!

    Prefeitura gasta meio milho mas no quer discutir Facilpa

    Fora Ttica detm dois por roubo em Lenis Paulista

    Ovnis assustam moradores e instiga a curiosidade geral

    Fotos: Billy Mao

    NO SINAL - O caos no trnsito lenoense um problema dirio que se avoluma nos horrios de pico. Foto feita durante a travessia do semforo da 25 de Janeiro d uma amostra do cenrio. Apesar disso, muitos motoristas no respeitam a sinalizao na cidade. Pgina 6

    NA FRENTE - Na capital, Paulo Skaf dever ser a opo do 2 turno com apoio do PT. Skaf na inaugurao do Sesi local, ao lado do presidente Pita, com a famla Trecenti ao fundo, que doou a rea para a escola. Se Alckmin no se reeleger no 1 turno, manter-se no governo ser difcil. Poltica: Pgina 3

    NA FUMAA - Bombeiros apagam incndio em um caminho que estava estacionado em uma rua do Jardim Amrica. Logo depois do primeiro jogo da Copa, vizinhos perceberam a fumaa e chamaram a Brigada Militar. Ningum se machucou, mas o veculo ficou com a cabine destruda. Pgina 4

    NA ESTRADA, garotos brincam com pipa na margem da SP 300. Agora temporada de pipas e perodo de frias escolares; com a falta de opes, crianas se expem aos riscos, buscando alternativas para diverso Pgina 6

    NO NCLEO, garotos jogam bola, uma das poucas opes de diverso nas frias. Praa recebeu manuteno e areia no campo a pouco tempo. Outros pontos da cidade, como o Parque Parado, recebem manuteno regularmente Pgina 6

    Borebi ter mais 200 casas populares at 2015

    O Koubo uma opo natural para quem busca emagrecer de forma rpida, segura e sadavel.Qualidade e eficincia comprovados pela Anvisa

    BRINCADEIRA NO CU

    Em breve, a cidade de Borebi deve se transfor-mar em um canteiro de obras, com a expectativa de que 200 moradias po-pulares sejam constru-

    das, em parceria entre a Prefeitura Municipal e os governos Estadual e Federal, alm da Estao de Tratamento de Esgoto, cujas obras devem ter

    incio nos prximos dias.Na ltima quarta-feira,

    dia 11, o prefeito Manoel Frias Filho (PR) acertou os ltimos detalhes antes do incio da construo de

    50 casas que sero insta-ladas em uma rea cedida pela empresa Angicus. As moradias sero cons-trudas com recursos do Ministrio da Pesca, atra-

    vs do Programa Nacio-nal de Habitao Rural. O PNHR destina recur-sos do Oramento Geral da Unio (OGU) para agricultor familiar ou

    trabalhador rural, para a aquisio de material de construo, construo, concluso ou reforma e ampliao de moradias em rea rural. Pgina 5

    BRINCADEIRA NO CHO

    Nem a prefeita Izabel Lo-renzetti (PSDB), nem repre-sentantes da Associao Rural de Lenis Paulista atenderam ao convite da Cmara e com-pareceram ao encontro mar-cado para a ltima segunda--feira, 9, quando se pretendia debater possveis mudanas no formato da Facilpa e no

    uso do recinto onde a feira realizada. A prefeitura gastou em 2014, mais de 600 mil com a festa que defendida como particular, s que utili-za rea e estrutura municipal. Mudana do formato poderia beneficiar a todos, segundo a Cmara e, principalmente, o povo. Pgina 3

    O assunto ovni esteve pre-sente em vrias edies do jornal Sabado do Povo que agora, volta ao tema depois que um lenoense relatou ter visto vrias luzez estranhas cortanto o cu da cidade durante uma madrugada da semana passada. Por se tornar motivo de chacota e brincadeiras, muita gente no

    comenta sobre esses avista-mentos que vm, dia a dia, se tornando mais comum.

    Tambm na semana pas-sada, um objeto aparentando ser um balo rasgou o cu lenoense. O objeto era avermelhado com tons azu-lados e depois mudou de cor. Pgina 7

    Dois adolescentes foram detidos na madrugada de quarta-feira, dia 11, aps praticarem assalto a um ho-tel localizado s margens da rodovia Marechal Rondon (SP-300). Eles se envolveram em acidente durante o roubo. Outros dois envolvidos con-seguiram fugir, mas um deles

    foi preso na tarde do mesmo dia. O grupo estava a p e se-gundo informaes da Polcia Militar, divulgadas durante a semana, aps a tentativa frustradas eles renderam a atendente de um hotel e rou-baram de sua carteira cerca de R$ 300,00 e documentos pessoais. Pgina 4

  • LENIS PAULISTA, 14 DE JUNHO DE 2014OPINIO2

    Quer fazer parte da Pgina de Opinio? Escreva um artigo sobre algum assunto que voc ache relevante expressar e envie para [email protected] at a quarta-feira da semana e poderemos publica-lo. Coloque nome, formao, endereo e RG.

    FALE CONOSCO

    CNPJ: 14.647.331./0001-22 IE: 416.050.229.111

    Jornalista Responsvel: Tnia Morbi - Mtb: 52.193Redao e administrao Lenis Paulista

    Av. Jos Antonio Lorenzetti, 537Telefone (14) [email protected]

    CONTATO COMERCIAL: (14) [email protected]

    Sugesto de Pautas: (14) 3263-1740

    Registrado no Cartrio de Registros de Pessoas Jurdicasde Lenis Paulista sob nmero 008 - Folha 15 - Livro B1

    TODOS OS ARTIGOS SO DE RESPONSABILIDADEDE SEUS AUTORES

    Tiragem: 3.000 exemplaresCaderno DeCasaEmCasa: 20.000 exemplaresLenis Paulista - Borebi - Agudos - Macatuba

    EDITORIALSim, faltam opes e interesse

    billy mao

    Artigo pequeno sobre o passado

    Carga pesada pr. antonio carlos cabral

    H uma ilustrao muito usada que se refere a um homem que caminhava por uma estrada poeirenta carregando uma pe-sada mala. Para sua surpresa, um caminho parou e mandou que ele subisse na bolia. Aps alguns quilmetros o motorista in-comodado, perguntou ao carona porque ele continuava segurando a pesada mala. Ao que ele respondeu: O senhor j est me dando carona. Seria abuso pedir que levasse tambm minha mala.

    Essa pode ser uma parbola que ilustre algumas aes em nossa vida com relao a Deus. Apesar de sabermos que Ele quem nos mantm vivos, achamos que podemos carregar sozinhos as cargas desta vida. Por conta disso, no compartilhamos com Ele as nossas culpas, carregando-as du-rante dias, semanas, meses e at por anos, sem conseguir imaginar que possvel encontrar alvio e descanso enquanto na trajetria da vida.

    Vinde a mim, todos os que estai can-sados e sobrecarregados e Eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocs o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e

    humilde de corao e vocs encontraro descanso para as vossas almas. Pois o meu jugo suave e o meu fardo leve (Mat. 11.28-30).

    Nossas cargas vo se acumulando quan-do pensamos que se formos a Deus em busca de perdo muito rpido, podemos tornar o perdo barato e inconsequente. Ou no achar necessrio envolver Deus em assuntos particulares criados por nosso egosmo, falta de humildade ou vaidades pessoais. Ou at mesmo achar que no possvel conseguir o perdo de Deus. O nosso Pai celeste sempre estar disposto a

    ouvir o pedido de um corao arrependido que busque perdo e descanso.

    O brao do Senhor no est encolhi-do que no possa salvar, nem o seu ouvido to surdo que no possa ouvir ( Is. 59.1). Essa promessa contm um oceano profun-do de bnos e prazeres. O gozo dessas promessas faz com que tenhamos um cu nesta vida. Nada agrada mais a Deus do que ver suas promessas em circulao. Ele tem prazer em ver seus filhos trazendo suas cargas e depositando-as diante de seu trono e com isso fazendo-nos mais puros e dignos.

    Deus no ficar menos santo ao nos conceder santidade. No ficar menos puro ao limpar-nos de nossos pecados. Por isso podemos buscar a Deus em qualquer momento, certos de que na presena Dele receberemos misericrdia e encontrare-mos graa que nos ajude nos momentos de necessidade ( Heb. 4.16).Pr.

    Antnio Carlos Cabral Bacharel em Teologia pela Faculdade Teolgica Batista Grande ABC.

    ribamar fonseca

    Complexo de vira-lata

    Sabado online: issuu.com/billymao/docs/

    Reflexo

    Disseminado pelos meios de comunicao os tradicionais e os modernos o complexo de vira-lata acabou sendo incorporado por um considervel contingente de brasileiros, a includos alguns famosos que, teoricamente, deveriam ser mais esclarecidos. Com a cha-mada Grande Imprensa, coadjuvada pelas redes sociais na internet, dizendo todo dia que o governo no presta e o Brasil est mal, criou-se um clima de pessimismo no pas, de tal modo que, segundo pesquisa do Datafolha, 36% dos brasileiros acham que a situao vai piorar, quase metade da populao (48%) acredita que o desemprego vai aumentar e 64% cr no crescimento da inflao.

    Esses nmeros, no entanto, refletem apenas a situao criada justamente pela sistemtica campanha contra o governo, em que notcias negativas e outras forjadas so assimiladas sem contestao, como se efetivamente o Brasil estivesse no fundo do poo. As pessoas se dizem indignadas com o que todo dia est estampado nos jornais. Essa estratgia, destinada a desgastar e enfraquecer o governo dentro de um projeto poltico que tem como beneficirio o senador tucano Acio Neves, foi revelada h meses numa inconfidncia do senador lvaro Dias, do PSDB do Paran, que chegou a adiantar, inclusive, que os seus efeitos seriam sentidos aps um perodo de maturao. precisamente o que est acontecendo agora.

    As pesquisas so parte desse plano, que envolve um trabalho bem articulado na In-ternet, onde as postagens tendenciosas so compartilhadas por quem acredita alguns

    ingenuamente outros apaixonadamente que est prestando um bom servio ao pas. O pla-no funciona mais ou menos assim: a Grande Midia lana alguma coisa podre no ar e, em seguida, o instituto de pesquisa do esquema vai ver se o mau cheiro se espalhou. E as pessoas desavisadas obviamente m