Sabadao do povo 24

of 8/8
SÁBADO, 27 DE JULHO DE 2013 - EDIÇÃO Nº 24 - ANO 1 - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA LENÇÓIS PAULISTA - BOREBI AGUDOS - MACATUBA TEMPO E TEMPERATURA Máxima: 23C° Minina: 11C° Máxima: 24C° Minina: 10C° HOJE AMANHÃ Fonte: Climatempo www.farmaciahomeopaticalp.com.br Integrante do R.I. é demitido após agressão A família de um pa- ciente -foto- registrou na Polícia Civil uma agressão que teria sido cometida contra ele por um integrante do Res- gate Integrado, duran- te um atendimento na madrugada do último sábado, dia 20. Esse é o segundo caso de denún- cia envolvendo o R.I. este mês, serviço ad- ministrado pela OCAS (Organização Cristão de Ação Social), contra- tada pela Prefeitura de Lençóis Paulista. Pág. 4 DESPREPARO - Depois de sofrer uma convulsão e chamar a ambulância do Resgate Integrado pelo 0800 paciente é agredido com um soco no rosto quando voltava à consciência; filha do paciente presenciou a ação do integrante do Resgate e tentou defender o pai e diz que também foi agredida, só que verbalmente. Isso ocorreu a caminho do Pronto Socorro. Depois de atendido, pai e filha foram ao Plantão Policial para registrar Boletim de Ocorrência. A diretoria de Saúde informou que o integrante do R.I foi dispensado. Caso é segundo envolvendo conduta inadequada de socorristas noticiadas pelo Sabadão do Povo Agudos completa 155 anos hoje Agudos comemora hoje 115 anos e para marcar o ani- versário da cidade, o prefeito Everton Octaviani (PMDB), avaliou os avanços de sua ad- ministração nos primeiros seis meses de seu segundo manda- to, falou sobre investimentos em Educação, Saúde, Esporte, entre outras, e ainda sobre seu futuro político, já que seu nome vem se destacando como opção para ser candidato a deputado estadual pela região nas elei- ções do ano que vem. Página 6 Pita fala dos desafios e das conquistas do Legislativo Os primeiros seis meses da administração da Mesa Diretora da Câmara de Lençóis foram marcados por embates, desafios e conquistas, na avaliação de seu presidente, o médico José Humberto Pita (PR), que ce- deu entrevista ao jornal Sabadão do Povo na quarta-feira, dia 24, dois dias depois da volta do recesso e da nova composição da mesa, enquanto se instalava em sua sala, no prédio da nova sede. Na avaliação do presidente, as dificuldades administrativas se igualaram às políticas, assim as vitórias foram semelhan- tes. Manter a união e o foco de trabalho entre os vereadores é um dos pontos. Política e Café com Política Página 3 Eleição da Acilpa movimenta bastidores do comércio local Com a mudança da dire- toria da Acilpa (Associação Comercial e Industrial de Len- çóis Paulista), há a expectativa dos comerciantes associados quanto ao futuro da entidade. O atual presidente José Antô- nio da Silva, o Neno, já possui dois mandatos e não poderá se reeleger, mesmo tendo feito um trabalho positivo, segundo avaliam comerciantes ouvi- dos. Com o futuro em aberto, a Acilpa poderá passar por mudanças positivas. Otávio Diegoli Jr. dono do restau- rante Bom Gosto, possui o exemplo de seu pai, um dos fundadores da Acilpa nos anos 70, e espera que o melhor seja feito. “Espero que seja melhor em tudo, além do que foi até agora, apenas isso”, afirma. Página 5 Campeão Sul-americano voltará a lutar em Lençóis por novo título Daniel Dionísio Madeira, de 32 anos, é Bicampeão Sul- -americano, Bicampeão Bra- sileiro, Hexacampeão Brasi- liense, foi quinto colocado no Mundial da Turquia, em 2011, ainda participou da Copa In- ternacional no Irã, em 2012. O lutador confirmou presença e é uma das principais atrações da segunda edição da Copa Sanda de Kung Fu Profissional que a Federação Paulista e a Acade- mia Garra de Tigre promovem nos dias 24 e 25 de Agosto, em Lençóis Paulista. Dionísio relembra, em en- trevista por e-mail, de Brasília, ao Jornal Sabadão do Povo, que começou a treinar Sanda em 1999, ainda com 17 anos. O lutador considera o Sanda um estilo completo com socos, chutes e projeções. “É a moda- lidade mais rica em técnicas. Acredito que com crescimento do MMA essa seria a moda- lidade mais rica para iniciar. Pratico Jiu Jitsu, para apri- morar técnicas de solo, mas meu foco como competidor é o Sanda”, contou. Página 5
  • date post

    15-Mar-2016
  • Category

    Documents

  • view

    220
  • download

    0

Embed Size (px)

description

Jornalismo sério. Semanário lençoense com circulação em Lençóis Paulista, Borebi, Agudos e Macatuba.

Transcript of Sabadao do povo 24

  • Foto: Vanessa Souza

    SBADO, 27 DE JULHO DE 2013 - EDIO N 24 - ANO 1 - DISTRIBUIO GRATUITA LENIS PAULISTA - BOREBI AGUDOS - MACATUBA

    TEMPO ETEMPERATURA

    Mxima: 23CMinina: 11C

    Mxima: 24CMinina: 10C

    HOJE AMANH

    Fonte: Climatempo

    www.farmaciahomeopaticalp.com.br

    Integrante do R.I. demitido aps agressoA famlia de um pa-

    ciente -foto- registrou na Polcia Civil uma agresso que teria sido cometida contra ele por um integrante do Res-

    gate Integrado, duran-te um atendimento na madrugada do ltimo sbado, dia 20. Esse o segundo caso de denn-cia envolvendo o R.I.

    este ms, servio ad-ministrado pela OCAS (Organizao Cristo de Ao Social), contra-tada pela Prefeitura de Lenis Paulista. Pg. 4

    DESPREPARO - Depois de sofrer uma convulso e chamar a ambulncia do Resgate Integrado pelo 0800 paciente agredido com um soco no rosto quando voltava conscincia; filha do paciente presenciou a ao do integrante do Resgate e tentou defender o pai e diz que tambm foi agredida, s que verbalmente. Isso ocorreu a caminho do Pronto Socorro. Depois de atendido, pai e filha foram ao Planto Policial para registrar Boletim de Ocorrncia. A diretoria de Sade informou que o integrante do R.I foi dispensado. Caso segundo envolvendo conduta inadequada de socorristas noticiadas pelo Sabado do Povo

    Agudos completa 155 anos hojeAgudos comemora hoje

    115 anos e para marcar o ani-versrio da cidade, o prefeito Everton Octaviani (PMDB), avaliou os avanos de sua ad-ministrao nos primeiros seis meses de seu segundo manda-to, falou sobre investimentos em Educao, Sade, Esporte, entre outras, e ainda sobre seu futuro poltico, j que seu nome vem se destacando como opo para ser candidato a deputado estadual pela regio nas elei-es do ano que vem. Pgina 6

    Pita fala dos desafios e das conquistas do Legislativo

    Os primeiros seis meses da administrao da Mesa Diretora da Cmara de Lenis foram marcados por embates, desafios e conquistas, na avaliao de seu presidente, o mdico Jos Humberto Pita (PR), que ce-deu entrevista ao jornal Sabado do Povo na quarta-feira, dia 24, dois dias depois da volta do recesso e da nova composio da mesa, enquanto se instalava em sua sala, no prdio da nova sede. Na avaliao do presidente, as dificuldades administrativas se igualaram s polticas, assim as vitrias foram semelhan-tes. Manter a unio e o foco de trabalho entre os vereadores um dos pontos. Poltica e Caf com Poltica Pgina 3

    Eleio da Acilpa movimentabastidores do comrcio local

    Com a mudana da dire-toria da Acilpa (Associao Comercial e Industrial de Len-is Paulista), h a expectativa dos comerciantes associados quanto ao futuro da entidade. O atual presidente Jos Ant-nio da Silva, o Neno, j possui

    dois mandatos e no poder se reeleger, mesmo tendo feito um trabalho positivo, segundo avaliam comerciantes ouvi-dos. Com o futuro em aberto, a Acilpa poder passar por mudanas positivas. Otvio Diegoli Jr. dono do restau-

    rante Bom Gosto, possui o exemplo de seu pai, um dos fundadores da Acilpa nos anos 70, e espera que o melhor seja feito. Espero que seja melhor em tudo, alm do que foi at agora, apenas isso, afirma. Pgina 5

    Campeo Sul-americano voltar a lutar em Lenis por novo ttulo

    Daniel Dionsio Madeira, de 32 anos, Bicampeo Sul--americano, Bicampeo Bra-sileiro, Hexacampeo Brasi-liense, foi quinto colocado no Mundial da Turquia, em 2011, ainda participou da Copa In-ternacional no Ir, em 2012. O lutador confirmou presena e uma das principais atraes da segunda edio da Copa Sanda de Kung Fu Profissional que a Federao Paulista e a Acade-mia Garra de Tigre promovem nos dias 24 e 25 de Agosto, em Lenis Paulista.

    Dionsio relembra, em en-trevista por e-mail, de Braslia, ao Jornal Sabado do Povo, que comeou a treinar Sanda em 1999, ainda com 17 anos. O lutador considera o Sanda um estilo completo com socos, chutes e projees. a moda-lidade mais rica em tcnicas. Acredito que com crescimento do MMA essa seria a moda-lidade mais rica para iniciar. Pratico Jiu Jitsu, para apri-morar tcnicas de solo, mas meu foco como competidor o Sanda, contou. Pgina 5

  • FALE CONOSCO

    CNPJ: 14.647.331./0001-22 IE: 416.050.229.111

    Jornalista Responsvel: Tnia Morbi - Mtb: 52.193Redao e administrao Lenis Paulista

    Av. Jos Antonio Lorenzetti, 537Telefone (14) [email protected] - [email protected]

    CONTATO COMERCIAL: [email protected]

    Sugesto de Pautas: 9104.6460

    Registrado no Cartrio de Registros de Pessoas Jurdicasde Lenis Paulista sob nmero 008 - Folha 15 - Livro B1

    TODOS OS ARTIGOS SO DE RESPONSABILIDADEDE SEUS AUTORES

    Lenis Paulista - Borebi - Agudos - Macatuba

    EDITORIAL

    Sabado online: issuu.com/billymao/docs/

    Reflexo

    OPINIO

    Coluna do Portes

    Onde eu ponho...Gosto muito de ir para o centro de Lenis

    Paulista fazer minhas compras ou levar algum familiar para faz-las. Me lembro quando amos de chimbica fazer compras nas casas da Rua XV. Minha esposa adorava comprar tecido de chita para fazer vestidos. Igual aquela msica do Elomar: Ja que tu vai l pra feira, traga de l para mim... Bem, ultima-mente est complicado ir para o centro. Por todos os lados no h sequer uma vaguinha para estacionar.

    Parei ali perto da Casa Paccola e fui andar pela rua. Encontrei uns amigos e na prosa, fiquei sabendo que grande parte dos veculos estacionados na Rua XV de Novembro so dos proprietrios das lojas. Ai meu Deus! Qualquer um sabe que se o cliente, como eu, tem espao para estacionar, o consumo nas lojas aumenta. Agora, se o caboclo precisa ficar andando igual a um peru para achar vaga, vai comprar em outro lugar. Mesmo que esse lugar seja bem longe, mas que tenha rea para estacionar.

    Eu venho do stio todos os meses para estas compras e at no Armandinho j se preocuparam em criar mais vagas. No co-mrcio essa preocupao tambm precisa ser levada a srio pelos donos de lojas, se no...

    Norberto Portes construtor

    NAPOLEO BONAPARTE

    www.sucatanovaquadrinhos.blogspot.com

    LENIS PAULISTA, 27 DE JULHO DE 2013OPINIO2

    Papa Francisco: um pastor que tem o cheiro de suas ovelhas

    WELLINGTON ANSELMO MARTINS

    Todo homem lutacom mais bravura

    pelos seus interessesdo que pelosseus direitos

    PAPA NO BRASIL: ele est no meio de ns. Est aqui no Brasil. Trouxe consigo a sua visvel defesa da humildade, da simplicidade. A sua ntida luta contra formas de vaidade e individualismo. Ele est no meio de ns. Sua presena vista: no meio do povo, em carro aberto; com roupas muito mais simples que as dos papas anteriores; com um anel papal que ele rejeitou que fosse de ouro. Papa Francisco, o papa da humildade! Que chegou a declarar, recentemente, que: os pastores devem ter o mesmo cheiro de suas ovelhas.

    DEFESA DA HUMILDADE: o papa um franciscano de corao. Ele defende o voto de pobreza. E no a pobreza em si que virtude, mas a humildade e simplicidade que decorrem dela. Por isso, possvel ter muito sucesso na carreira como aconteceu ao cardeal Bergglio e continuar humilde. possvel ter dinheiro no bolso e continuar sendo simples; continuar rejeitando a ostentao e o exibicionismo. A humildade, ento, que a grande virtude: que afirma o outro (o prximo) como sendo igual, no menor e nem maior. Para o humilde, todos so iguais. Ou seja, a humildade no gera uma moral de escravos, como queria Nietzsche. A humildade o exerccio da igualdade entre as pessoas; a crtica da arrogncia. E a humildade no coisa natural das pessoas. Para que exista, ela precisa ser aprendida, lembrada e exercitada sempre.

    CRTICA DA VAIDADE: o vaidoso o naturalmente. A vaidade alimenta-se dos instintos humanos mais bsicos. Veja as crianas, como so egocntricas. Veja os adolescentes, como so vidos por autoafirmao. A defesa do ego humano (autopromoo pessoal) no precisa de quase nenhuma reflexo para existir. Por isso, natural que todo ser humano seja muito vaidoso! De encontro a isso, o capitalismo contemporneo, que estimula o individualismo, o consumismo e a ganncia, tem aquecido ainda mais esse fogo natural da vaidade humana.

    A FALCIA DO CONSUMISMO: o marketing comercial tem prometido que a felicidade vem junto com os produtos comprados. Muitas novelas da Globo e

    filmes de Hollywood vendem um estilo de vida ftil, vaidoso e estadunidense. Isso leva milhes de pessoas a se endividarem para poder consumir luxo. Leva jovens a um hedonismo imediatista, a uma grande exposio fsica nas redes sociais da internet: fazendo com que a venerao do corpo sobreponha-se valorizao de virtudes da alma.

    UMA RESPOSTA AO MUNDO: o mundo atual vive uma crise de liderana, uma crise de representao: um papa mais socialista, ento, muito pertinente a estes tempos. O mundo atual vive uma crise de valores: um papa mais franciscano, que defende a simplicidade como virtude, ento, muito pertinente a estes tempos. O mundo atual vive uma nova forma de organizao, mais horizontal, em rede, globalizada: um papa mais questionador, que valoriza o povo e critica certos elitismos, ento, muito pertinente a estes tempos. Ou seja, a pregao da humildade , sem dvida, uma bela resposta s dvidas da contemporaneidade.

    LIO DE MORAL: a vivncia da humildade na vida prtica est nas grandes atitudes e tambm nos pequenos detalhes. Est no no exagero das roupas que se usa; na marca mais popular do carro que se compra; na maior discrio da casa em que se mora. A humildade pode estar tambm no olhar, no tom de voz, no sorriso e no aperto de mo respeitosos. Pode estar no poltico que consegue conviver no meio do povo; no professor que dialoga sinceramente com seus alunos; no policial que no abusa das pessoas (quer cidads ou criminosas); no empresrio que desce do salto alto e convive humanamente com seus funcionrios etc. Enfim, a humildade predicado do respeito, da tolerncia, da igualdade. Humildade a lio que o papa Francisco (ele que sempre andou de nibus) est tentando ensinar a este mundo, este mundo que, de fato, carece de boas lies como essa.

    Wellington Anselmo Martins, professor, mestrando em Filosofia, graduado em Filosofia, e estudante de Jornalismo / [email protected]

    O Grande DiaALINE SOUSA

    O SONHO DE ALINEO SONHO DE ALINE

    Em uma das edies passadas, falei sobre como a paquera e o namoro nos Estados Unidos, que bem diferente da do estilo brasileiro. O noivado e casamento tambm tem suas diferenas.

    A maioria dos americanos saem de casa com 17 anos alguns para a faculdade, outros para a liberdade. Quando eles chegam na fase de namoro srio, os casais passam muitos anos apenas morando juntos.

    As mulheres americanas so as que man-dam no relacionamento, e se elas no derem o empurro na hora certa, o grande dia nunca sai. Geralmente eles se casam entre 28 e 32 anos, e por volta dessa idade a mulher co-mea a pressionar o namorado, ao ver todos as amigas se casando e formando famlias. Essa a hora em que o rapaz pula fora ou prope a namorada em casamento.

    A grande proposta envolve muito mais do que apenas dizer quer se casar comigo?. Americanos investem no mnimo 4 mil dla-res no anel de noivado, que equivale a quase 9 mil reais, por ser de diamante. O tamanho da pedra uma disputa de poder entre o crculo social. Diferente do Brasil, onde uma aliana vista por muitos como um convite ao adul-trio, aqui, os homens nem olham para uma mulher usando um anel com uma pedra de diamante grande, por no terem condies de dar-lhe um anel maior que aquele. Uma das minhas amigas foi proposta com um anel de 15 mil dlares, e ela diz que o tamanho da pedra, com certeza, intimida os homens que tentam se aproximar com segundas intenes.

    Depois de comprar o anel, vem o plano para uma proposta de casamento de forma bem criativa para que seja inesquecvel. A ideia surpreender a noiva, mesmo que ela j tenha ideia do que est por vir. Seja em lugares pblicos, com sustos, emoo, romantismo, participao dos amigos e familiares, em fim, vale tudo! E o que no pode faltar em nenhuma proposta ficar de joelho, colocar o anel de diamante no dedo esquerdo da mulher e fazer a famosa pergun-ta: Would you marry me? Quer se casar comigo? Ufa! Ainda bem que nasci mulher! S temos que dizer sim ou no. Mas a festa de noivado e o casamento por conta do pai da noiva.

    O tempo de noivado, na maioria dos casos, por volta de um ano, ou o tempo suficiente para que a noiva possa planejar o casamento, que sempre rene apenas os amigos mais prximos e famlia.

    No dia do casamento, a noiva recebe o anel de diamante acompanhado de uma outra aliana, o que diferencia uma mulher noiva de uma mulher casada. Os homens usam qualquer aliana a mais comum a de titnio. Quase no vejo alianas douradas como as do Brasil, e usar qualquer aliana na mo direita significa que a pessoa tem um relacionamento gay.

    Aline de Carvalho Sousa lenoense e mora atualmente nos Estados Unidos da Amrica / Perguntas e curiosidades: [email protected]

    Uma atitude que no encontra nenhum ti-po de argumento que a justifique, a agres-so contra um paciente, dentro de uma ambulncia, enquanto supostamente era socorrido depois de um problema de sau-de, pode ser um sinal de que existem mais problemas para serem solucionados na ad-minitrao pblica de Lenis Paulista do que possvel perceber.A agresso covarde de um integrante da equipe do Resgate Integrado contra um pa-ciente imobilizado deve servir de alerta pa-ra um problema que parecer ser bem mais srio do que simplesmente o despreparo do funcionrio (erro compartilhado com quem o contratou ) e a falta de humani-zao , nesse caso, um desvio pessoal que apenas o prprio cidado poder resolver - a contaminao de setores da administra-o pblica pelo descaso com o outro, por parte de quem se julga inatingvel. preciso lembrar que o funcionrio em questo era contratado por uma entidade que presta servios Prefeitura. A OCAS e a Prefeitura j foram questionadas pe-lo Ministrio Pblico anteriormente jus-tamente por contratao e prestao de servios serem feitas de forma irregula-res. Agora, pode ser que a contratao es-teja de acordo com o que prega a lei, mas e a capacidade de avaliar se o funcionrio que vai prestar determinado servio re-almente capacitado para tal. E a iseno de quem analiza e contrata? Tudo deve ser revisto. Tempo de casa no condio nica para qualidade de trabalhoA agresso foi corajosamente levada a pblico por familiares da vtima, mas ser esse realmente um caso isolado ou outras vtimas do despreparo e do desprezo por semelhantes esto encobertas por ai. Vti-mas da ao de quem acredita que porque ocupa um posto no servio pblico est acima de qualquer julgamento e pode c agir como bem entender.Enquanto muitos servidores municipais tambm so vtimas do julgamento de su-periores preciso que o fato lastimvel sir-va para despertar a ateno dos respons-veis pelos setores terceirizados do servio pblico, para que outros cidados lenoen-ses no sejam desrespeitados e agredidos por quem tem certeza de quem nunca ser punido pelo que faz.

    Covardia

    Na chegada, o carro do papa Francisco espremido entre txis e nibus, num baita engarrafamento na avenida Presidente Var-gas, centro do Rio, enquanto na larga pista ao lado, interditada, no se via uma nica bicicleta. Um vexame inexplicvel.

    Logo mais, no Palcio Guanabara, a presidente Dilma, em vez de um singelo discurso de boas-vindas ao papa, puxou e leu um discurso maior do que o da grande estrela do evento. Faltou semancol.

    Na mesma noite, enquanto o mundo queria saber a quantas andava o papa no Brasil, o que se via era uma guerra campal entre policiais, vndalos e infiltrados de toda ordem. Uma violncia vergonhosa.

    No dia seguinte, milhares de reprteres do mundo inteiro se esfalfavam para registrar os preparativos do grande evento, enquanto cariocas e no cariocas amargavam horas de pane no metr da cidade anfitri. Com-petncia zero.

    Ontem, com tudo vistoriado e checado, veio a grande concluso: impossvel fazer a missa de encerramento em Guaratiba, no

    ELIANE CANTANHDEVencemos para isso?

    Rio. O local virou um mar de lama s vspe-ras do gran finale. A culpa s da chuva?

    Em meio a tudo isso, as notcias domsti-cas nos governos e na mdia so desanima-doras: rombo histrico nas contas externas, emprego desacelerando, arrecadao deva-gar, quase parando. Os brasileiros gastaram mais de US$ 12 bilhes l fora no primeiro semestre, e os estrangeiros gastaram aqui menos em junho de 2013 do que em junho de 2012 --apesar da Copa das Confederaes. O paraso evapora.

    Segundo o New York Times, houve tenso, erros e protestos (contra Srgio Cabral) durante a visita do papa. E o Chi-cago Sun-Times, da cidade derrotada pelo Rio para a Olimpada, indaga, provocativo: Perdemos para isso?.

    Quando do certo, papa, Copa e Olim-pada so alavancas eleitorais poderosas. Quando do errado, o efeito proporcio-nalmente inverso

    Eliane Cantanhde jornalista

  • POLTICA 3LENIS PAULISTA, 27 DE JULHO DE 2013

    Fotos: Billy Mao

    TRANSPARNCIA

    SIMPLES - A estratgia adotada pelo presidente da Cmara dos vereadores de Lenis Paulista, Humberto Pita, para ter os vereadores novamente prximos, funcionou. Pita usou uma frmula simples para conseguir o intento: conversa sincera e humildade. ORELHA - Pita contou Coluna que pretende ouvir mais que falar. Dando ainda mais oportunidade para que os vereadores exponham suas ideias.ELE - A votao nominal para a Mesa Diretora, foi unnime quanto aos nomes sugeridos. Nardeli da Silva se disps, sabiamente, em fazer parte da Mesa como vice-presidente. Ticianelli Jr. foi convocado para tambm fazer parte.ELES - Os integrantes do PSDB se mantiveram afastados da Mesa, mas teceram elogios conduta e a forma com que foi realizada a escolha. Alm disso, reconheceram que necess-rio o corpo legislativo trabalhar junto para assim, atender os anseios da populao.HARPA - Mesmo no indo para a Mesa, o PSDB parece ter dado um salto rumo ao futuro. Se por um lado os vereadores tucanos seguem a risca os cerceamentos dos caciques do partido, por outro, usaram o bom senso em votar favorvel a nova composio da Mesa. Essa atitude ajuda na perpetu-ao da harmonia do poder legislativo.POSITIVO - Obviamente, para quem acompanha os trabalhos da Cmara, seria um retrocesso para os tucanos ficarem de picuinha e tentar deixar Pita e Anderson Prado sozinhos. A opinio pblica saberia diferenciar os interesses.NANA - Nardeli vai para a presidncia com a incumbncia de contribuir para a agilidade dos trabalhos da Casa de-vido sua experiencia como presidente e ainda, com a beno da prefeita Izabel Lorenzetti. Nardeli tramita bem pelo Gabinete e estando na Mesa Diretora poder ajudar na administrao executiva, com os projetos. A SOLUO - O presidente recebeu esta semana a reportagem do Sabado do Povo em seu novo gabinete. Pita se colocou disposio para resolver alguns problemas enfrentados pelos municpio. Tudo que depender do Le-gislativo, vamos fazer, agilizar. Temos que ser a soluo, no o problema. Problemas j existem demais na ci-dade. Temos que resolve-los, disse. AGORA JUNTOS - Se ficam apenas os dois na Mesa, Pita e Prado, os trabalhos continuariam normalmente, segundo informou o presidente. Po-rm, os outros vereadores estariam assinando uma carta de descompro-misso com a populao, colocando seus interesses pessoais e partidarios acima dos interesses dos eleitores e da populao, como foi publicado aqui, por diversas vezes.PALCIO TRANSPARENTE - Pela primeira vez o presidente Humberto Pita viu com bons olhos o apelido capicioso que tentam a todo custo colar no novo prdio administrativo da Cmara. No me importo que chamem de Palcio de Vidro. Repensando, cheguei a concluso de que at um bonito nome. Palcio remete automaticamente ao poder. E vidro, foi conseguido j h muito tempo e todos praticamente, so transparentes. E transparncia o que propomos ao poder legislativo. Nada escondido, nada escuro. Tudo limpo e transparente, contou o presidente.PORRRCOOOOO - Pita ainda usou um exemplo esportista para defender sua viso atual. Quando os corintianos chamaram a torcida Mancha Verde de porcos, tentando diminu-los de forma pejorativa, a torcida acolheu o apelido capicioso e adotou o porco como mascote do Palmeiras. Olha hoje, so milhares que tm orgulho de ser porco, brincou o presidente.ESTAMO JUNTOS! - Buscando una-nimidade o presidente Humberto Pita convidou os vereadores a visitarem as novas acomodaes no prdio adminis-trativo. Vrios vereadores j estiveram no prdio e definiram inclusive seus ga-binetes, onde atendero a populao.ATENDE - Alis, os gabinetes so dotados de infraestrutura para atender aos vereadores e a populao, e ainda, so estratgicamente posicionados para que todos se sintam vontade no prdio.L VEM ELE - Em Agudos, Everton Octaviani continua sua caminhada frente ao Executivo. A repercusso do transporte gratuito oferecido em Agudos foi grande durante as vrias manifestaes que houveram no pas. Segundo informou o prefeito, no era esperado tanta visibilidade da cidade na mdia nacional.PASSE LIVRE 1 - Sabemos que o transporte gratuito um trabalho social e isso ajudou que novas empresas viessem para o nosso municpio, contou Everton.

    PASSE LIVRE 2 - Com bastante de-senvoltura e trmite fcil pelos poderes estadual e recentemente, federal, Ever-ton da ares de que poder alar vo pelo Legislativo Estadual. Caso resolva aceitar uma candidatura a deputado, ficarei tranquilo porque meu vice Altair est em completa sintonia com nossa equipe administrativa, disse.PASSE LIVRE 3 - Alm de poder contar com uma equipe que no de-sampararia a Prefeitura e o municpio de Agudos, Everton poderia contar com seus contatos e o apoio das cidades que compe a microrregio de Bauru. O nome de Everton seria a opo forte para preencher uma lacuna deixada por alguns deputados da regio. O carisma, a simplicidade e o comprometimento do jovem prefeito o que poder lev-lo at a Assemblia Legislatica com o apoio da regio.FUNCIONA - O site da Cmara est realmente a todo vapor. Esta semana vrios leitores entraram em contato com a redao para comentar as informaes publicadas pelo jornal e tambm as informaes contidas no site. No necessrio a ajuda de ne-nhum funcionrio da Casa para obter as informaes. Todas esto l.UM CLICK - A prpria reportagem utilizou as informaes contidas no site para acrescentar na matria publicada na edio 23. O propsito de deixar tudo transparente est funcionando. L possvel consultar praticamente tudo sobre os vereadores e seus atos. Inclusive com informaes e notcias pertinentes ao mundo legislativo que so atualizadas constantemente pela assessoria de imprensa da Casa.CLICK - No link proposituras, voc pode acessar os Requerimentos, Moes e Indicaes feitas pelos ve-readores. Basta clicar no tem desejado e acrescentar de qual vereador voc quer obter informaes e elas surgiro. Acesse l, simples, prtico e trans-parente. http://www.camaralencois.sp.gov.br/proposituras.aspVOTA - Uma eleio que promete mexer com os bastidores do comrcio lenoense a eleio da prxima dire-toria da ACILPA. O Sabado do Povo traz matria sobre a eleio e sobre os atos da associao nesta edio.CONVERSA - Segundo conversas pelo comrcio da cidade, algumas pessoas estariam interessadas na vaga de presidente buscando visibilidade. Isso: visibilidade. Vrios nomes aparecem nas discusses.J - Anderson Prado, suposto can-didato, seria uma excesso, pois no precisaria de visibilidade atravs da Acilpa da forma que outras pessoas possam desejam. Isso porque j vereador e Delegado Parlamentar. E, claro, vai representar a classe comercial com toda sua garra.RADAR - O vereador Ailton Aparecido Tip falou da tribuna da Cmara sobre os gastos da Prefeitura com o uso dos radares em Lenis. Muitas vezes so os trabalhadores, os pais de famlia que esto fazendo algo para os seus, que so alvos desses radares. No justo gastar R$240 mil com aluguel, sendo possvel o prprio municpio aplicar outras formas de educao.MEIOS - Tip citou o antigo radar fixo que existiu na Avenida Naes Unidas, em Bauru, para mostrar que a educao pode ser conseguida. Mui-tas pessoas respeitam a sinalizao naquele trecho da avenida porque ali sempre existiu um radar fixo, ou lom-bada eletrnica. Mesmo no tendo mais o dispositivo no local as pessoas res-peitam. isso porque aprenderam que preciso respeitar Segundo Tip no d para ficar multando o lenoense dessa forma deliberada em forma de punio. possvel outros meios, disse.BOREBI - Indicao do Deputado An-dr do Prado - PR, para a construo do Centro de Convivncia Integral da Criana e Adolescente, chegou s mos do governador. O vereador Jos Roberto e o prefeito Man Frias haviam feito o pedido quando de uma visita ao gabinete do deputado.LINGUA PRETA - Ainda em tempo, a atual administrao de Man Frias e Pastor Adilson Vera tem causado desconforto na oposio ao PR, por enfrentar os problemas corriqueiros com desprendimento e rancor. Oportunistas, a oposio no perde a chance de deturpar os fatos ocorridos na admi-nistrao visando a desestabilizao.

    Mesa Diretora completapor Nardeli e Jr. Ticianelli

    Da redaoEm um clima de unio e con-

    cordncia entre os vereadores, foi definida a nova formao da mesa diretora da Cmara Municipal, na primeira sesso aps o recesso, na segunda-feira, dia 22. Por unani-midade, os vereadores elegeram para o cargo de vice-presidente, o vereador Nardeli da Silva (PSC) e como primeiro secretrio, Gumer-cindo Ticianelli Jnior (DEM).

    A formao da Mesa Dire-tora volta a ser completa, aps a renncia de Jonadabe Jos de Souza (PSC) e Manoel dos Santos Silva (PSDB), que ocupa-vam, respectivamente, os cargos ocupados, tendo Jos Humberto Pita (PR), como presidente e Anderson Prado de Lima (PV), como segundo secretrio.

    Na nova formao, o PSDB, partido com maior nmero de vereadores e que forma a base da prefeita Izabel Lorenzetti, perdeu a representao na Mesa, depois de no indicar nenhum nome para ser apreciado pelos vereadores.

    A escolha foi levada a plen-rio, depois de uma reunio a por-tas fechadas, que durou cerca de uma hora, antes do incio da ses-

    Embora PSDB no tenha indicado nomes, escolha foi unnime e demonstrou unio e consenso entre os 12 vereadores

    so. Apesar do tempo da reunio que confirmou os novos membros da mesa, a definio foi obtida com tranquilidade e sem maiores embates. Todos concordaram que Lenis Paulista precisa de uma Cmara unida, forte, de responsabilidade e de respeito. Agradeo aos vereadores pela hombridade e transparncia, disse o presidente da Mesa. Pita destacou que legalmente, ele o segundo secretrio poderiam manter a administrao da C-mara, mas que, caso houvesse a negao por parte dos vereadores em participar do Mesa, todos sai-riam fragilizados politicamente (ver nessa pgina).

    A sesso no teve projetos

    inscritos na ordem do dia.Ns precisamos que a cidade

    ande e essa Casa precisa trabalhar pensando na populao da cida-de, pensando nessa forma, essa Mesa no podia trabalhar da for-ma como estavam querendo, por isso ns vereadores concordamos que a Mesa seja completa para o bem de Lenis, disse Francisco de Assis Naves (PSDB).

    Estamos pagando pelo o que ocorreu l trs, com apenas dois na Mesa perderamos pluralidade e representatividade. Todos ns queremos uma Cmara forte, disse Ailton Tip Laurindo (PV).

    J Emerson Carrit Coneglian (PSDB) completou que alm de forte, a Cmara deve ampliar seu

    trabalho voltado populao. importante ter uma Cmara forte, mas com homens que trabalhem, ressaltou. Andr Sasso Coneglian (PSDB) disse se sentir dando um novo passo no trabalho desenvol-vido no Legislativo, aps o con-senso na formao da nova Mesa.

    Jonadabe de Souza destacou que o grupo de vereadores est mais forte, enquanto Nardeli da Silva ressaltou a importn-cia de manter a humildade no trato populao. isso que a populao espera: humildade dos polticos e que a crtica seja construtiva. Gumercindo Ticianelli se colocou como conciliador e interlocutor entre os vereadores e a Mesa.

    Tnia MorbiOs primeiros seis meses da

    administrao da Mesa Dire-tora da Cmara de Lenis foram marcados por emba-tes, desafios e conquistas, na avaliao de seu presidente, o mdico Jos Humberto Pita (PR), que cedeu entrevista ao jornal Sabado do Povo na quarta-feira, dia 24, dois dias depois da volta do re-cesso e da nova composio da mesa (ver nessa pgina), enquanto se instalava em sua sala, no prdio da nova sede administrativa.

    Na avaliao do presidente, as dificuldades administrativas se igualaram s polticas, assim as vitrias foram semelhantes. Manter a unio e o foco de trabalho entre os vereadores confirmada pela recom-posio da Mesa - e mudar a sede administrativa para o novo prdio mais acessvel e adequado para o atendimen-to populao foram as duas ltimas conquistas e exemplos de que sua administrao man-teve o mesmo direcionamento, apesar das dificuldades. No mudei um centmetro do que planejei.

    Desde que assumiu a pre-sidncia - o que j foi uma surpresa para o mdico que estreou na vida poltica leno-ense e s viu a possibilidade de comandar o Legislativo dois dias antes da eleio foram muitas determinaes difceis, desde as primeiras decises administrativas como demisses de cargos em con-fiana e rompimentos de con-tratos, que j perduravam h anos no Legislativo. Houve poca em que circulavam 30 funcionrios no concursados na Cmara e existia a deter-minao de 10 anos do Mi-nistrio Pblico e do Tribunal de Contas para que se fizesse concurso pblico, relembrou.

    Desde o comeo a adminis-trao de Pita fez economia dos recursos disponveis. Um exemplo foi o desligamento dos cargos de confiana, que imediatamente rendeu R$ 170

    No mudei um centmetro do que planejei afirmaPita, sobre desafios e conquistas do Legislativo

    mil aos cofres do Legislativo, chegando ao total de R$ 350 mil em quatro meses, segundo dados da Prefeitura.

    Tanto que ao aceitar a in-dicao dos vereadores Jona-dabe Jos de Souza e Manoel dos Santos Silva pela mu-dana para o prdio ao lado da antiga sede, Pita tinha em caixa dinheiro suficiente para pagar por trs anos de aluguel, apenas com a economia fei-ta. Mesmo assim, a deciso causou polmica. O prdio antigo estava totalmente ina-dequado e no tinha acessibili-dade nenhuma. Uma avaliao de um engenheiro, feita a meu pedido, apontou que o prdio apresentava risco grande para a vida humana, alertou Pita. Mesmo assim, o presidente reafirmou que a contratao do aluguel do novo prdio foi uma ao acordada pelos quatro integrantes da Mesa na poca.

    Enquanto o prdio da nova sede ficava pronto, coorde-nada pelo diretor da Cmara Gensio Simes, a equipe da Cmara trabalhou para colocar no ar o Portal da Transparncia, servio que vinha sendo pago pelas ad-

    ministraes anteriores, mas sem ser oferecido popula-o. Tivemos um trabalho muito grande, foi difcil nos livrarmos das empresas que estavam envolvidas, tivemos que mostrar ao Ministrio Pblico que o que havia de errado no havia sido feito por ns. Assim, todos tiveram um trabalho enorme para colocar o site no ar, que agora est de acordo com o que determina a Lei de Transparncia, re-conheceu.

    Nesse mesmo tempo, a direo da Cmara decidiu pela realizao do concurso pblico com a empresa que j havia sido contratada pela gesto anterior e que teve a participao de mais de 700 inscritos. Foi um grande desafio, mas oramos muito e tudo transcorreu da melhor forma possvel, comemo-rou. A compra de um veculo novo se somou s decises consideradas polmicas, mas que foi tomada para garantir a segurana dos vereadores.

    A instalao de ponto ele-trnico para controle da fre-quncia dos servidores e a criao de um pronturio mdico para os funcionrios

    so aes que devem, segundo o presidente, contribuir para a modernizao dos trabalhos. Os servidores nunca haviam feito exames mdicos peridi-cos, que so obrigatrios por lei, lamentou Pita.

    PoliticamenteFoi com uma conversa

    humilde, tranquila, de quem no manda, exige, quer punir ou ser maior que o outro, pe-dindo e oferecendo ajuda, que o presidente do Legislativo superou o momento poltico mais difcil do primeiro se-mestre de seu mandato: a desero de dois vereadores que compunham a mesa Manezinho e Jonadabe e a possibilidade que administrar apenas com apoio do primeiro secretrio Anderson Prado de Lima (PV). O consenso que unificou os vereadores foi comemorado por Pita.

    Esse momento foi subli-me, mas no foi fcil, porque estivemos longe da mdia, mas no paramos de trabalhar, eu, o Prado, o Nardeli, o Junior e o Tip. Mas, sem barganhar, sem fazer trocas, de qualquer maneira escusa, apenas para equacionar. Sabamos que o PSDB se reunia varias vezes para tentar impedir que a Mesa fosse completa. Eu e o Prado tnhamos a posio do Ministrio Pblico de que poderamos trabalhar at o fim do meu mandato, mas isso traria um desgaste muito grande para todos, e a partir do momento que mostramos para os vereadores que a responsabilidade era deles, de no compor a mesa, e que iriamos ficar convocando-os indefinidamente para isso, to-dos entenderam que melhor estarmos juntos e sermos vere-adores juntos. Foi um momen-to impar e vou me esforar muito para que isso continue. Vou ouvir mais. Hoje me sinto mais forte e tranquilo, mas, principalmente, mais feliz, por no ter mudado em nenhum minuto o meu sonho, que se tornou um objetivo e que foi atingido, concluiu.

    JUNTOS| Depois de reunio, vereadores foram unnimes na escolha

    LIDER| Pita d entrevista, em sua sala na nova sede do administrativo da Cmara

  • LENIS PAULISTA, 27 DE JULHO DE 2013GERAL4

    VIOLNCIA | Filha diz ter visto quando socorrista desferiu soco contra o rosto do pai; no detalhe, exame confirma agresso

    Filha acusa socorrista deagresso contra seu pai durante atendimento do R.I.Denncia segunda envolvendo Resgate Integrado apenas em julho; na primeira, socorristas usaram viatura para prender acusado de roubo

    Tnia MorbiA famlia de um paciente

    registrou na Polcia Civil uma agresso que teria sido cometida contra ele por um in-tegrante do Resgate Integrado, durante um atendimento na madrugada do ltimo sbado, dia 20. Esse o segundo caso de denncia envolvendo o R.I. este ms, servio adminis-trado pela OCAS (Organiza-o Cristo de Ao Social), contratada pela Prefeitura de Lenis Paulista (ver abaixo).

    Segundo Jssica de Souza, de 22 anos, seu pai Gilmar de Souza de 56 anos, sofreu recen-temente um aneurisma cerebral e desde que foi operado passou a ter convulses. Na madrugada do ltimo sbado, ela acionou o Resgate depois de mais uma crise do pai. Devido falta de conscincia, Gilmar teria ficado agitado, de acordo com a filha, que levou os resgatistas a imo-bilizarem o paciente na maca da ambulncia, mas colocando um cinto de segurana no pescoo de Gilmar. Ao acordar, o pa-ciente ficou ainda mais nervoso, momento em que Jssica afirma ter visto um dos resgatistas dan-do socos no rosto de seu pai. A agresso teria ocorrido quando a ambulncia estava prxima ao Pronto Socorro.

    Jssica contou que, aps o pai ser estabilizado no P.S, permaneceu ao seu lado no perodo da 1h s 4h da manh de sbado, tempo em que o outro resgatista da mes-ma equipe ficou no mesmo quarto, enquanto o suposto agressor registrou um boletim de preservao de direito na delegacia de polcia. Nele,

    confirma o fato, mas alega que apenas revidou uma agresso, que teria sido cometida por Gilmar, que estava imobili-zado na maca da ambulncia.

    Ao ter condies de procurar a polcia para registrar o fato, Jssica foi orientada a procurar a delegacia na segunda-feira, j que o delegado de planto no estava. Durante a semana, o de-legado Renzo Santi Barbin fez o pedido de exames de corpo delito e uma mdica do Pronto Socorro confirmou ferimentos nos lbios do paciente.

    Em casa, Gilmar tinha olhos e boca inchados, segun-do a filha, devido s agresses sofridas, imagens que foram registradas com exclusividade pelo reprter fotogrfico Billy Mao, na manh do dia 20.

    Papel de polciaO Resgate Integrado um

    grupo de atendimento de ur-gncia e emergncia, mantido pela Prefeitura de Lenis, atravs do repasse feito a Ocas, que administra o Pronto

    Socorro. No dia 6 de julho, o Sabado do Povo confirmou denncias de que a ambuln-cia do R.I. foi usada para aten-der uma ocorrncia policial.

    Uma foto do incio do ano, feita pelo fotgrafo Henrique Mucci, mostra quando dois so-corristas do servio de urgncia entregam um suspeito de roubo a uma equipe da Polcia Militar. Os dois perseguiram o suspeito de roubo a uma pada-ria do centro da cidade, depois que as vtimas denunciaram o crime, apesar de terem conhe-cimento de que a PM j estava na captura do suspeito.

    A conduta, reprovada ini-cialmente pelo diretor Mrcio Santarm, foi confirmada poste-riormente pela diretoria de Sa-de, sob a alegao de que o fato teria ocorrido quando a unidade era levada para higienizao no Almoxarifado Municipal.

    Outro lado Na sexta-feira, dia 26, a

    assessoria de imprensa da di-retoria de Sade informou que

    o resgatista havia sido suspen-so e posteriormente demitido de suas funes pela Ocas. Lamentamos profundamente o ocorrido, nos sensibilizamos e pedimos desculpas pelo des-conforto trazidos ao paciente e a seus familiares, mas refora-mos que trata-se de um evento isolado. O prprio funcionrio envolvido neste episdio fazia parte da equipe de resgate h vrios anos e sempre apre-sentou conduta exemplar. em equipamentos, disse o diretor de Sade Mrcio Santarm.

    O diretor ainda lembrou na nota do artigo do Cdigo Penal que estabelece pena de multa at seis meses de deteno para quem desacatar funcio-nrio pblico, para ressaltar que tambm os servidores so agredidos ou ameaados por usurios do servio pblico. No caso, a agresso comeou por parte do paciente. Infeliz-mente, ele tambm revidou de forma violenta, o que no o correto e foi punido por isso, concluiu o diretor.

    A Organizao Mundial da Sade considera o dia 28 de julho como Dia Internacional de Luta contra as Hepatites Virais. Por isso, a diretoria de Sade refora a campanha de conscientizao, levando informaes sobre transmis-so, sintomas e formas de preveno da doena para as unidades de sade, e para as escolas.

    Grave problema de sade pblica no Brasil e no mundo, a hepatite, a inflamao do fgado. Pode ser causada por vrus, uso de medicamentos, lcool e drogas, alm de doen-as autoimunes, metablicas e genticas. So doenas silen-ciosas, que nem sempre apre-sentam sintomas, mas podem ser sinalizadas por cansao, febre, mal-estar, tontura, en-

    joo, vmitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

    No Brasil, as hepatites vi-rais mais comuns so as cau-sadas pelos vrus A, B e C. Existem, ainda, os vrus D e E. Milhes de pessoas no Brasil so portadoras dos vrus B ou C e no sabem. Elas correm o risco de a hepatite evoluir para uma doena crnica e causar srios danos ao fgado, como cirrose e cncer. Por isso, o melhor cuidado a preveno, por meio do teste rpido e da vacinao, no caso das pes-soas que compem o grupo de risco.

    Hepatite A - Transmisso por meio da gua ou alimentos contaminados, ou via fecal--oral. Nesse caso, a melhor forma de preveno a higie-

    ne pessoal e do ambiente.Hepatites B e C - Transmis-

    so por meio do sangue. Obje-tos perfurantes, como alicates de unha, aparelho de barbear, instrumentos utilizados na aplicao de piercings e tatu-agens, podem ser responsveis pelo contgio. Usurios de drogas injetveis ou inalveis (que compartilham seringas ou pipadas) fazem parte do grupo de risco. O contgio tambm pode se dar atravs do sexo sem preservativo. Uma gestante portadora da doena pode transmiti-la ao beb.

    Hepatite pela rede munici-pal desde 2008

    2008 - 8 casos de Hepatite B e 9 casos de Hepatite C

    2009 - 3 casos de Hepatite B e 6 casos de Hepatite C

    2010 - 11 casos de Hepatite B e 6 casos de Hepatite C

    2011 - 12 casos de Hepatite B e 6 casos de Hepatite C

    2012 - 24 casos de Hepatite B e 13 casos de Hepatite C

    Em 2013, at o momento, foram 12 casos de Hepatite B, e 3 casos de Hepatite C

    Onde fazer o teste rpido?Ambulatrio da Avenida

    Brasil - teras e quartas--feiras, das 7h30 s 11h30, e das 14h s 16h30.

    ESF Caju - teras-feiras, das 14h s 17h.

    ESF Naes - quintas--feiras, das 15h s 17h, e nas sextas-feiras, das 10h s 11h.

    UBS Ubirama - todos os dias, das 7h30 s 11h30, e das 14h s 16h30.

    ESF Jlio Ferrari - quar-tas-feiras, das 15h s 17h.

    Uma segunda morte foi registrada como suspeita pela diretoria de Sade de Lenis, em relao gripe H1N1. A paciente era uma mulher, de 53 anos, moradora no Jlio Ferrari, que faleceu no domin-go, dia 21. A mulher esteve em Bauru h mais de um ms, portanto, se o diagnstico for confirmado como positivo significa que ela contraiu a gripe aqui em Lenis.

    Duas pessoas foram con-firmadas com gripe H1N1 em Lenis esse ano. Um pacien-te morreu e uma jovem segue hospitalizada.

    Segundo a assessoria de imprensa da Sade, a paciente que faleceu no domingo deu entrada no Pronto-Socorro na semana anterior com tosse e falta de ar. O mdico plan-tonista pediu um exame de Raio-X e diante do resultado

    pediu a internao. A paciente chegou a iniciar o tratamento com Tamiflu, mas houve com-plicao do caso.

    Atualmente em Lenis, a Vigilncia Epidemiolgica tem 38 notificaes de H1N1. Dois casos foram positivos. Um paciente de 55 anos, que estava no Hospital de Base e faleceu, e uma adolescente de 15 anos, que atualmente est internada no Hospital Estadu-

    al em Bauru. A jovem tambm no saiu de Lenis Paulista.

    A paciente que faleceu no domingo, no tinha histri-co de hipertenso, diabetes ou qualquer outra doena crnica. Alm dos cuidados de preveno em relao transmisso, a diretoria de Sade recomenda que as pessoas que estiverem com gripe no demorem a procu-rar um mdico.

    Mulher pode ser segunda vtima fatal de H1N1 em Lenis

    Sade intensifica aes para preveno e diagnstico de hepatites virais

    A Casa Caiu

    Um capotamento na ma-nh de quinta-feira, dia 25, na altura do quilmetro 313 da Rodovia Marechal Ron-don (SP-300), em Lenis Paulista deixou quatro pes-soas feridas. O acidente ocorreu por volta das 10h15.

    Segundo o Policiamento Rodovirio, um Renault Clio, com placas de So Paulo, se-guia pela rodovia no sentido

    Capital-Interior, quando, por motivos a serem esclarecidos, o condutor perdeu o controle do veculo e capotou.

    Os quatro ocupantes do carro, duas mulheres e dois homens, foram socorridos pela Unidade de Resgate da concessionria da rodovia e encaminhados ao Pronto--Socorro de Lenis com ferimentos leves.

    A regio de Bauru regis-trou queda de 40% no n-mero de homicdios dolosos em junho, contribuindo para a reduo do indicador na primeira metade do ano em relao ao mesmo perodo do ano passado. As informa-es constam das estatsticas mensais da criminalidade divulgadas na quinta-feira, dia 25, pela Coordenadoria de Anlise e Planejamento (CAP) da Secretaria da Se-gurana Pblica.

    No ms, as estatsticas mostram que o indicador de criminalidade teve seis casos a menos do que em junho do ano passado, quando 15 ocorrncias do tipo foram registradas. No compara-tivo semestral a queda foi de 2,67%, passando de 75 ocorrncias entre janeiro e junho de 2012, para 73 no primeiro semestre de 2013 - duas ocorrncias a menos.

    Latrocnios tambm recuam

    Outro importante indi-cador de criminalidade, os latrocnios ficaram estveis na comparao entre primei-ros semestres. Foram seis casos registrados em 2012 e a mesma quantidade neste ano. Em junho, no houve registro deste tipo de crime na regio de Bauru.

    Os furtos de veculo tive-ram diminuio de 15,38% no ms, o que representa 28

    casos a menos. O indicador de criminalidade passou de 182 casos em junho de 2012, para 154 no mesmo ms de 2013.

    A exemplo de junho de 2012, nenhuma ocorrncia de roubo a banco foi regis-trada na regio de Bauru em junho deste ano. Ainda no comparativo mensal, os roubos de veculo diminu-ram em trs ocorrncias, passando de 15 em junho do ano passado para 12 em junho de 2013.

    Nos seis primeiros meses deste ano foram efetuadas 5.363 prises na regio, con-tra 4.704 no mesmo perodo do ano passado. As polcias Civil e Militar de Bauru tam-bm alcanaram um recorde de prises no comparativo mensal. Em junho de 2013 foram 934 casos, contra 790 no mesmo ms de 2012.

    Os flagrantes de trfico de entorpecentes cresceram 3,79% no ms de junho e 16,20% no semestre. Na primeira comparao pas-saram de 211 para 219, e na segunda de 1.191 para 1.384.

    O nmero de armas apre-endidas pelas polcias cres-ceu 17,26% em Bauru neste semestre. As polcias fizeram 73 apreenses de armas a mais nos seis primeiros me-ses deste ano em comparao com o mesmo perodo do ano passado aumento de 423 para 496 apreenses.

    Carro capota na rodovia Rondon em Lenis Pasulista

    Regio de Bauru tem quedade homicdios em seis meses

    Rdio Fama 87.9 FMA RDIO COMUNITRIA DE BOREBI

    Fotos: Billy Mao

  • GERAL 5LENIS PAULISTA, 27 DE JULHO DE 2013

    Gabriele GabbahCom a mudana da diretoria

    da Acilpa (Associao Comer-cial e Industrial de Lenis Paulista), h a expectativa dos comerciantes associados quanto o futuro da entidade. O atual presidente Jos Antnio da Silva, o Neno, j possui dois mandatos e no poder se reeleger mesmo tendo feito um trabalho positivo para a Associao, segundo avaliam comerciantes ouvidos. Com o futuro em aberto, a Acilpa poder passar por mudanas positivas.

    Os comerciantes lenoenses esperam mudanas e melho-rias. Otvio Diegoli Jr. dono do restaurante Bom Gosto, possui o exemplo de seu pai, um dos fundadores da Acilpa nos anos 70, e por isso diz que espera sempre que o melhor seja feito. Espero que a nova presidn-cia seja melhor do que foi at agora, apenas isso, afirma.

    A Acilpa tem como intuito fomentar a economia lenoen-se juntamente com os comer-ciantes, dessa forma, fazendo valer todas as decises por eles tomadas. Sendo assim, a asso-

    ciao fundamental para o funcionamento do comrcio.

    Jos Augusto Paccola, o Geada, dono de joalheria, diz que toda mudana vlida para que haja benefcios para o comrcio. Tem que mudar sim, mas para melhor. Tudo vlido se for para melhor e o novo presidente precisa ter essa conscincia, ressalta.

    Um dos importantes ser-vios realizados pela Acilpa a recuperao de crdito, ou seja, realiza a cobrana e recupera o crdito de consu-midores inadimplentes. H tambm a assessoria jurdica, deixando um advogado dis-posio caso haja dvidas ou problemas, alm de disponi-bilizar cursos, tudo sem custo algum para o comerciante.

    Jos Hilton, do ramo de confeces, ressalta a im-portncia do comrcio, mas opina que a associao est enfraquecida. Seu nome vi-nha sendo cotado para con-correr presidncia, mas o comerciante diz que no deve disputar a eleio. A Acilpa sem dvidas uma fora para o comerciante, mas a falta de

    participao da maioria faz com que ela fique enfraqueci-da, lamenta.

    A respeito disso, o atual presidente ressalta que, apesar do aumento de mais de 100% dos associados, ainda falta in-tegrao. A dificuldade maior que tive e continuo tendo a falta de participao ativa dos associados nas assembleias, mas, isso vai ser mudado com o tempo e com as mudanas que j aprovamos no nosso

    estatuto, comentou Neno.Nestes quatro anos de presi-

    dncia, muito foi conquistado. Como exemplos, Neno cita uma moto comprada para estar disposio da associao, a reforma da sede e a aproxi-mao da Associao Rural e Acilpa. Ns conseguimos nos unir com a Facilpa e tornar o pavilho exclusivo dos lenoenses, salvo caso haja vagas e comerciantes de outras cidades queiram

    participar. Fizemos tambm a primeira chegada do Papai Noel e isso se tornou uma tradio e, hoje temos um grande apoio da Prefeitura e da polcia, afirma.

    Possveis candidatosO Sabado do Povo tentou

    contato com Paulo de Tarso, outro possvel candidato em potencial presidncia, mas no obtivemos resposta at o fechamento da edio.

    J Anderson Prado de Lima, empresrio que atua no ramo da comunicao e vereador, confirmou o desejo de concor-rer diretoria.

    Sua ideia de manter o trabalho de Neno, em tudo o que for aprovado pelos co-merciantes, mas dando mais abertura Acilpa, a partir das mudanas j aprovadas no Estatuto da entidade, que am-pliou o nmero de membros na diretoria. Meu objetivo, se eleito, reposicionar a Acilpa como entidade repre-sentante dos comerciantes, inclusive diante dos rgos polticos estabelecidos. Sou poltico, mas no vou fazer poltica na Acilpa, e sim, fortalecer a entidade diante dos rgos polticos, o que bem diferente, afirmou.

    Prado acredita que poss-vel, a partir do novo mandato, dobrar o nmero de asso-ciados e promover parcerias e convnios que atendam anseios e necessidades dos co-merciantes, mas tambm dos comercirios. Essa nossa proposta, agregar pessoas e valor Associao, disse.

    Eleio da Acilpa j esperada por comerciantesCom cerca de 500 associados, Acilpa ter mudana na presidncia em setembro; expectativa entre comerciantes que apesar das conquistas, pontos importantes, como representatividade do setor, precisam ser considerados

    DESENVOLVIMENTO ECONMICO

    O Projeto Formao de Lderes realizar a 5 edio da Profituro, Feira de Pro-fisses de Lenis Paulista (SP), nos prximos dias 29 e 30 de julho. O evento, que j faz parte do calendrio escolar dos jovens lenoen-ses, voltado especialmente para quem est no 3 ano ou j concluiu o ensino mdio e que busca informaes sobre profisses, mercado de traba-lho e o futuro profissional. A Profituro acontece no Salo da Igreja Matriz, das 19h s 22h30, com entrada gratuita.

    Neste ano, a feira oferecer oficinas e palestras voltadas ao mercado de trabalho, em-preendedorismo e apresen-tao das potencialidades na cidade e na regio.

    Para a coordenadora de Projetos Sociais do Grupo Lwart, Danieli Roza, a Profi-turo visa estimular a continu-ao dos estudos, orientando os jovens na escolha mais assertiva de uma profisso. A feira proporciona um ambien-te para a troca de informaes e experincias, a fim de sanar dvidas e estimular os jovens a almejarem um futuro profis-sional melhor, mais promis-

    sor, afirma.O evento ter foco nas reas

    de exatas, humanas e biolgi-cas, sendo que as profisses abordadas nas palestras so de cursos encontrados na cidade e regio, mas principalmente oportunidades de trabalho em nossa cidade.

    O Grupo Lwart, em suas aes voltadas para a co-munidade, tem como intuito incentivar os jovens na con-tinuao de seus estudos e incentiv-los mostrando ca-minhos e possibilidades para a formao profissional, bem como, estimular e apoiar seus colaboradores a participarem de atividades comunitrias para o desenvolvimento da cidadania.

    As profisses aborda-das sero Administrao de Empresas, Contabilida-de, Cursos Tcnicos, Direi-to, Engenharia Ambiental, Engenharia de Produo, Engenharia Florestal, Enge-nharia Mecnica, Logstica, Qumica, Relaes Pblicas e Tecnologia da Informa-o contando tambm com orientao para os estudos e palestra sobre Lenis e suas potencialidades.

    5 Profituro ser realizada entre os dias 29 e 30

    VENDE-SEYES 2007 AZUL

    3.000 KMNICO DONO

    TRATAR: 97918278RUA JOO DUTRA, 152

    COM LUZ

    PRECISA-SEMOTORISTA para caminho

    com experincia Habilitao compatvel com a funoInteressados encaminhar currculo para

    Rua Europa n53Aos cuidados da administrao

    Aeroporto lenoense regularizadoAnteriomente, o aeroporto Lenoense Angelo Simioni, era

    gerenciado pela Anac, Agncia Nacional de Aviao Civil e, com a delegao agora ser gerenciado pela Secretaria de Aviao Civil da Presidncia da Repblica. Com esta mudana, o aeroporto estar regularizado por at 35 anos. Segundo Leandro Orsi Diretor Jurdico da Prefeitura Municipal ainda no h previso de ampliao da pista e implantao de um centro de convenincia, como h no aeroporto bauruense, pois falta verba. A fbrica de aeronaves de pequeno porte, a Volato, est em fase final de instalao com o trmino de seu hangar, com previso da fabricao do modelo Volato 200, que possui 2 lugares para o final de 2013.

    Amanh, no ginsio dis-trital Eugnio Paccola, na Cecap, da partida entre o Palestra e o So Cristvo sai o segundo classificado para a final da Copa Municipal de

    Futebol Cidade do Livro. O jogo est previsto para as 10h.

    A equipe So Jos j est classificada para a final, de-pois de se classificar elimi-nando o Juventus por 2 a 0,

    no dia 14 de julho, jogando no estdio municipal Ar-changelo Brega (Brego).

    A Copa Municipal de Futebol Cidade do Livro promovida pela Liga Len-

    oense de Futebol Amador, com apoio da Prefeitura Mu-nicipal de Lenis Paulista.

    Os organizadores ainda no divulgaram o dia da grande final.

    Tnia MorbiDaniel Dionsio Madeira,

    de 32 anos, Bicampeo Sul-americano, Bicampeo Brasileiro, Hexacampeo Bra-siliense, foi quinto colocado no Mundial da Turquia, em 2011, ainda participou da Copa In-ternacional no Ir, em 2012. O lutador confirmou presena e uma das principais atraes da segunda edio da Copa Sanda de Kung Fu Profissional que a Federao Paulista e a Acade-mia Garra de Tigre promovem nos dias 24 e 25 de Agosto, em Lenis Paulista.

    Dionsio relembra, em en-trevista por e-mail, de Braslia, ao Jornal Sabado do Povo, que comeou a treinar Sanda em 1999, ainda com 17 anos. O lutador considera o Sanda um estilo completo com socos, chutes e projees. a moda-lidade mais rica em tcnicas. Acredito que com crescimento do MMA essa seria a moda-lidade mais rica para iniciar. Pratico Jiu Jitsu, para aprimo-rar tcnicas de solo, mas meu foco como competidor o Sanda, contou.

    Um dos resultados mais recentes desse empenho que no comeo desse ms, entre os dias 4 a 7 de julho, Daniel

    Campeo Sul-americano voltaa Lenis e lana desafio

    ESPORTES

    Dionsio se sagrou Campeo Sul-americano na categoria ate 80 kg, em Buenos Aires, na Argentina.

    Daniel Dionsio se diz ansioso para voltar a Lenis e participar da Copa Sanda. Participei desta Copa ano passado e fiquei muito satis-feito com toda organizao e o nvel dos competido-res. Competies como essa so de suma importncia para a preparao dos atletas em competies nacionais e internacionais. Na China, bero da modalidade, eles tm copas profissionais com grande frequncia, dando aos atletas ritmo de competio

    e reconhecimento. A organi-zao est de parabns pela inciativa. Fico na torcida pelo sucesso e prosperidade deste evento, comemorou.

    Eventos como o que acon-tece em agosto em Lenis, na opinio de Dionsio, tambm ajudam a difundir a moda-lidade, o que contribui para a busca de apoio. Treinar com seriedade requer tempo e tempo dinheiro. Tive que abdicar de muita coisa pessoal para me dedicar aos treinos. Investimento ainda a maior dificuldade, lamenta.

    O atleta conta que apesar de todas as dificuldades a sua determinao nunca mudou e

    garante que vale a pena todos os longos e duros anos de trei-namentos por alguns minutos de luta. Vale todos os dias e minutos longe da famlia, todas as coisas gostosas que deixamos de comer, festas e confraternizaes que abrimos mo de participar e as opor-tunidades profissionais que deixamos passar. Tudo isso vale muito a pena, afirma.

    Para a populao de Lenis e regio, o campeo deixa um convite. A Copa certeza de combates eletrizantes, pois conheo todos meus advers-rios e sei da competncia dos mesmos, para isso venho me preparando desde o incio do ano, depois de ficar 35 dias na China, treinando e ganho o Sul-americano, na Argentina. Podem esperar um Daniel Dio-nsio diferente, apesar de estar lutando uma categoria acima, vou para buscar esse ttulo e nada e ningum vai impedir que isso acontea, desafiou.

    A Copa Sanda de Kung Fu Profissional ser realizada no Tonico, nos dias 24 e 25 de agosto. A entrada gratuita, com a doao de um quilo de alimento no perecvel, que ser destinado a entidades assistenciais do municpio.

    Segundo finalista da Copa Cidade do Livro sai amanh

    ALTO| Conquista do Sul-Americano na Argentina

    CENTRO | Rua 15 pul-mo da econo-mia lenoense, por isso, nova diretoria da Acilpa deve fortalecer papel do comerciante nas decises do municpio

    Foto: Billy Mao

    Foto: Arquivo Pessoal

  • Billy MaoA prefeitura de Agudos dar

    sequncia, em breve, ao proje-to O ltimo Bandeirante do Sculo XX, que investigou e ir tornar pblica para Agudos e regio a trajetria de um agudense que se tornou um dos maiores desbravadores do norte do Mato Grosso, Ariosto Da Riva. Este pioneiro foi, at pouco tempo, desconhe-cido da populao agudense e agora todos sabero que ele pode ser considerado o filho mais ilustre da cidade, contou o prefeito Everton Octaviani.

    Filho de msicos, Arios-to nasceu em Agudos em 1915. Viveu sua infncia e adolescncia na cidade e o que mais o atraia, segundo relatos de parentes prximos, era a Serra da Jacutinga, ou serrinha de Agudos.

    O prefeito Everton Octa-viani afirmou que o nome de Ariosto, agora resgatado da

    histria, far parte dos ilus-tres da cidade. Nessa fase, o projeto deve atingir alunos da rede municipal de ensino, com distribuio de material impresso, vdeo document-rio e palestras sobre Ariosto Da Riva.

    O projeto O ltimo Ban-deirante, alm de resgatar uma das personalidades mais envolventes e intrigantes da histria do desbravamento da regio centro norte do Brasil, ir mostrar para crianas e jovens suas histrias, seu empenho em desbravar uma regio inspita para sua po-ca, como era o Mato Grosso, nas dcadas de 1940, 1950, para, de forma incansvel, realizar o sonho de povoar o pas, lembrou Everton.

    O prefeito ainda recordou que a ligao do desbravador existe ainda hoje em Agudos. Parentes prximos residem na cidade e sabem da saga realizada

    por Ariosto Da Riva. Ao ima-ginar que ele andava pelas ruas de Agudos, como um cidado comum, nos d orgulho em res-gatar sua histria. um bem que ainda pertence cidade, disse.

    O ProjetoA Prefeitura estuda inserir o

    projeto O ltimo Bandeiran-te do Sculo XX no calend-rio oficial da cidade, agilizar a criao do instituto atravs do qual, principalmente, alunos possam conhecer mais so-bre a histria desse cidado, incluindo culturalmente a sociedade no projeto. Hoje Agudos tambm tem seu filho ilustre e a histria desse cida-do, atravs desse personagem , acrescenta uma nova histria cidade, concluiu o prefeito Everton.

    O vdeo documentrio e palestra sobre o lti-mo Bandeirante do Brasil comearo a ser exibidos

    dentro de um cronograma que est sendo definido pela administrao e em breve, sero divulgados os pontos de exibio.

    Um intercmbio entre alu-nos da rede pblica de Agu-dos e os de Alta Floresta, principal cidade fundada por Ariosto tambm est sendo planejado e dever proporcionar que os alunos se aproximem para contar as histrias desses dois mundos, vivenciados e, de certa forma, construdos por Ariosto da Riva e seus familiares, que ainda hoje vivem no Mato Grosso, na regio onde esse agudense trabalhou.

    DESTAQUE REGIONAL

    LENIS PAULISTA, 27 DE JULHO DE 2013REGIONAL6

    Everton Octaviani surge como novo lder poltico da regio centro-oesteJovem prefeito de Agudos se destaca com uma adminis-trao moderna e buscando o bem estar da populao atravs de contatos polticos; Agudos foi destaque du-rante manifestaes ocorridas no pas, por transporte gratuito, o que rendeu verba e discurso em Braslia

    O ltimo Bandeirante do Sculo XX agudensee sua histria ter palestra e vdeo documentrio

    Tnia MorbiAgudos comemora hoje

    115 anos e para marcar o ani-versrio da cidade, o prefeito Everton Octaviani (PMDB), em entrevista ao Jornal Sa-bado do Povo, avaliou os avanos de sua administrao nos primeiros seis meses de seu segundo mandato, falou sobre investimentos em Edu-cao, Sade, Infraestrutura, Esporte, entre outras, e ainda sobre seu futuro poltico, j que seu nome vem se desta-cando como opo para ser candidato a deputado estadual pela regio nas eleies do ano que vem.

    Sobre Educao, Everton ressaltou a ampliao de va-gas nas creches-berrios e na escola de tempo integral e a valorizao do magist-rio, alm da reestruturao fsica das escolas, atravs de aquisio de mobilirios e equipamentos.

    A quantidade de espetcu-los culturais promovidos na cidade, mas principalmente a adeso da populao a esses eventos tambm motivo de comemorao no aniversrio

    de Agudos, na opinio do prefeito, mas o projeto Ruas de Lazer, promovido pelas se-cretarias de Cultura, Esportes e Comunicao destaque. uma estrutura montada nos bairros, com palco onde os artistas se apresentam. Tem mini futebol, Basquete 3 e so feitas aes na rea da Sade, ento um projeto que tem trazido bons frutos para a cidade.

    A expanso do Turismo representa o reconhecimento de um dos maiores potenciais da cidade, em sua opinio. Ns acreditamos muito no Turismo como ferramenta de desenvolvimento econ-mico e social, por isso temos investido muito no turismo pedaggico, religioso e de aventura ou ecolgico, porque acreditamos nos resultados que o turismo trar para nosso municpio, avaliou.

    No Esporte, Everton apon-tou o anseio em sediar os Jogos Regionais de 2016, e para isso vem investindo na construo de novas quadras e campos de areia, mas principalmente na obra do estdio municipal,

    que deve ser concluda em breve, aps a inaugurao do estdio distrital Renato Pardim, do Parque Pampulha. Para sediar os Jogos, o muni-cpio ter que estabelecer uma agenda positiva de feitos na infraestrutura esportiva e isso algo que certamente ampliar nosso compromisso com essa infraestrutura do municpio, afirmou.

    SadeDepois de conquistar mais

    de R$ 8 milhes em recursos e alguns milhares de reais em equipamentos e veculos para as reas de Esporte, Educa-o, Infraestrutura inclusive com aporte liberado de R$ 3 milhes para a construo da interligao dos acessos das avenidas Carvalho Pinto e Richard Freudemberg - e ter o nome da cidade reconhecido nacionalmente por manter o transporte pblico gratuito h mais de 10 anos, Everton Octaviani ressalta que ainda existem desafios a serem vencidos. Um dos maiores investir na Sade, que em sua opinio sofre em todo Brasil pela falta de comprometimen-

    to do Estado e da Unio. No s Agudos que tem sentido com essa omisso, que trata da falta de correo da tabela SUS e da falta de leitos em UTIs, lamentou o prefeito.

    Algumas conquistas j fo-ram feitas, como a ampliao da oferta de medicamentos, que chegou a 250 itens, e do nmero de mdicos, que em Agudos de 80 profissionais, quando a OMS preconiza que a cidade deveria ter 20, e a inaugurao do Centro Integrado em Sade Rosa Aparecida Francisco e da unidade de sade do Parque Pampulha, alm da UPA (Uni-dade de Pronto Atendimento) que deve ser inaugurada no prximo ms.

    Mas, os investimentos de-vem seguir nesse ano, quando a Prefeitura pretende ampliar em 100% a cobertura do PSF - reforo na forma preventiva de Sade assim como inves-tir no tratamento de urgncia e emergncia, com destinao

    de recursos para o Pronto Socorro. Hoje, so quatro mdicos que atendem plan-tes, a cada 12 horas, das 7h s 21h e das 21h s 7h. Iremos implantar o quinto plantonista, que far horrio das 9h s 21h, perodo de maior pico de aten-dimento. Ser um pediatra, j que a demanda de atendimen-to nesse horrio de 30% de crianas, explicou o prefeito.

    Ainda no P.S., a Prefeitu-ra de Agudos vai implantar uma Unidade de Cuidados Especiais, que deve mini-mizar o problema de falta de leitos da regio e ir oferecer cuidados especiais para estabilizar pacientes de risco. A ideia mant-los com dignidade at que a vaga seja disponibilizada, ressaltou Everton.

    Destaque regionalO desenvolvimento social

    e econmico de Agudos tem contribudo para a boa ava-liao do desempenho das

    cidades da regio, inclusive aquelas onde o jornal Sabado do Povo circula Borebi, Macatuba e Lenis. Nossa regio passa por um bom mo-mento, temos bons gestores frente das cidades, que tm encarado os desafios com mui-ta seriedade. Mas, temos que buscar uma unio ainda maior, porque temos que explorar as vocaes de cada municpio pelo bem da populao. Essas cidades esto em boas mos, tenho visto muitas conquistas acontecerem nesses munic-pios e notado que a populao est aprovando. Temos que aproveitar esse momento e as lideranas se unirem cada vez mais para que possamos avanar, avaliou.

    O bom desempenho da regio tem sido decisivo tam-bm para a definio do futuro poltico de Everton Octaviani, que considera a possibilidade de ser o candidato a deputado estadual. Hoje meu foco est voltado para a cidade, melho-rando servios pblicos e sua estrutura, mas claro que para Agudos seria muito positivo ter um deputado estadual. Eu administro a cidade com muito amor, gosto da poltica e da vida pblica e tenho von-tade de seguir carreira. Tenho convites do meu partido e de outros. Tenho vontade de con-correr, mas na hora preparada por Deus.

    A possibilidade de ser can-didato forte, segundo Ever-ton, porque ele pode contar com uma equipe que ir man-ter em Agudos sua forma de administrar. Tenho satisfao de ter meu vice-prefeito Altair Francisco Silva em total sinto-nia, de confiana e preparado para os desafios. Ento teria tranquilidade em saber que a cidade continuar em boas mos. Uma eleio assim se-ria um grande desafio, j que o municpio no tem numero suficiente (de eleitores) para eleger um deputado estadual, teria que contar com a regio. Graas a Deus tenho o carinho da regio e muitas lideranas importantes se propondo a ajudar. Mas, se for para o bem da cidade e da regio serei candidato sim, afirmou.

    MODELO| Everton consolidou reconhecimento na regio por administrao jovem e comprome-tida com populao, frente de Agudos

    FORA| Ariosto Da Riva, em foto do lbum de famlia, em MT

    Fotos: Billy Mao

    Foto: Arquivo

  • NEGCIOS VIRTUAIS

    GERAL 7LENIS PAULISTA, 27 DE JUNHO DE 2013

    PO DE ERVAS

    Receitaspara voc!Por Paulo Campanholi [email protected]

    TIRINHASEstranha Noite

    Cristiano TaioqueOs espantalides

    Michel Ramalho - michelramalho.blogspot.com

    Modo de preparar:

    No liquidificador bata os ovos com a gua, azeite, fermento, acar, sal, as ervas, alho e a cebola.

    Em uma tigela coloque a farinha e despeje, sempre misturando, o creme batido.Deixe crescer por uma hora e divida em duas formas para po de forma untada e enfa-

    rinhada.Asse em forno mdio, preaquecido, por 30 minutos at dourar.Bom apetite!

    Ingredientes:

    HORSCOPO

    ARI

    ES

    TOU

    RO

    GEM

    EOS

    CAN

    CR

    LE

    O

    VIRG

    EM

    LIBR

    A

    ESCO

    RPI

    O

    SARG

    ITRI

    O

    CAPR

    IC

    RNIO

    AQU

    RIO

    PEIX

    ES

    Neste perodo, tudo indica que suas responsabilidades devem aumentar, mas sem previso de um aumento tambm nos seus rendi-mentos. Mas no desanime!

    Aposte mais em um dilogo aberto em casa e alguns problemas podero ser resolvidos sem conflitos. Na paixo, aprenda a colocar seu amor em primeiro lugar.

    timo momento para usar toda a sua criatividade no ambiente profissional: colher bons frutos rapi-damente. Aproveite a semana para fortalecer os vnculos

    de carinho com o pessoal de casa. Deixe as crticas de lado. Nos assuntos afetivos, es-quea o que no gosta e curta ao mximo a companhia de quem ama.

    No faltar motivao no trabalho e com tanta ob-jetividade e eficincia ser fcil crescer na carreira. Quando estiver na presena de seus familiares, no tente

    agradar a todos, seja mais enftico(a) e conseguir resolver problemas. Aposte no entendimento com a sua cara-metade e no vai se arrepender.

    No campo profissional, aposte em sua originalidade e mostre que sabe como liderar um grupo de trabalho aos seus superiores neste momento. Em casa, use o

    seu bom-senso para criar um clima mais harmonioso entre seus parentes. um bom momento para rever antigos amigos. No romance, invista no dilogo.

    Seja mais determinado(a) ao expor suas ideias e seus projetos no servio. Con-trole a irritao ou no conseguir avanar em suas tarefas. Reserve um tempo

    para seus parentes ou poder sofrer co-branas deles. Se deseja ser feliz nos as-suntos do corao, aproveite o momento! Retribua o amor recebido.

    Os astros indicam que esta uma tima fase para sua carreira: fique de olho nas oportunidades que surgirem nesta fase. Boas notcias devem marcar o ambiente

    familiar e no faltar confiana entre seus parentes. Um astral apaixonado vai reinar nos assuntos do corao: curta o melhor da vida com o par.

    O desafio que ter que en-frentar no trabalho ser a falta de concentrao. Mas no faltaro inspirao e criatividade para se dar bem nos negcios. Em casa,

    respeite as opinies alheias, mesmo que no concorde com elas. Para melhorar a relao a dois, converse com quem ama. Um namoro pode comear agora.

    Aproveite a determinao tpica de Touro para realizar seus desejos profissionais. Mas deve agir com cautela ao lidar com documentos. Em famlia, assuntos que

    exijam seriedade devem ser tratados com discrio: seja cauteloso(a)! Vnus deixa as questes afetivas ainda mais quentes: curta o romance.

    Tudo indica que nesta se-mana, voc conseguir ver o resultado de todos os seus esforos profissionais, inclu-sive em sua vida financeira. No cenrio amoroso, aprenda

    a ceder de vez em quando e tudo vai fluir melhor agora. Na vida afetiva, esquea o passado se deseja ser feliz no presente e no futuro.

    Voc estar com um desejo de competir no trabalho e isso pode ajudar voc a melhorar as suas finanas: aposte nisso! Espere por bons momentos ao lado de

    seus familiares e aprenda com os conselhos recebidos. Sua confiana em seu poder de seduo vai se refletir em sua vida ntima: curta o momento!

    Para conquistar o to son-hado sucesso profissional, ser preciso aprender a tra-balhar em equipe: invista no dilogo entre colegas e ver como tudo vai correr

    bem. No permita que suas responsa-bilidades em casa se transformem em um fardo: mostre generosidade. O amor pre-cisa de simplicidade para fluir.

    Voc ter energia de sobra para se dedicar ao seu tra-balho, mas lembre-se de que os outros setores de sua vida tambm merecem sua ateno. No cenrio fa-

    miliar, aprenda a ser mais flexvel e no se cobre demais. A paixo passa por trans-formaes: entenda-se com o par e ver como a intimidade melhora.

    Gabriele GabbahSolotudo a empresa que

    disponibiliza servios diver-sos para a populao em ge-ral. Lanada em 2005, inicial-mente em Botucatu, agora est se expandindo pela regio, e, em exemplo disso, seu site ter novas sedes nas cidades de Ja, So Manuel e aqui em Lenis Paulista no endereo www.solotudo.com.br.

    Com o slogan e misso de ajudar as pessoas a ga-nharem tempo, a Solotudo tem como intuito ser um site multifuncional, no qual estar disponvel diversos servios

    Site que promete fazer as pessoas ganharem tempo lanado em Lenis Paulista

    teis, como ofertas, telefones e vagas de emprego, tudo de forma gratuita.

    A Gerente responsvel pela sede em Lenis Paulista, Mi-lene Cristina Bartolli, ressalta que a implantao do site na cidade importante devido viabilidade e procura das pessoas neste tipo de servio. H uma grande procura das pessoas por telefones de em-presas, empregos e ofertas no meio eletrnico, dessa forma ns agrupamos tudo em um nico lugar, facilitando e diminuindo o tempo ao se procurar essas informaes.

    Diz Milene.Para facilitar, o site divi-

    dido em vrias sees, como, por exemplo a SoluJobs para vagas de empregos, So-luHelp para projetos sociais e a SoluGenda, onde se pode encontrar agenda cultural e itinerrios de nibus interbair-ros e intermunicipais. Alm do site, as informaes podem ser consultadas atravs do telefone, com um atendimento personalizado.

    Para as empresas, h a disponibilidade de publicar ofertas e vagas de emprego gratuitamente.

    Site se prope agilizar a vida daqueles que procuram por produtos e servios seja por telefone, revista, internet e dispositivos para tablet e celular; dinmica inovadora

    A 10 Agrifam (Feira da Agricultura Familiar e do Trabalho Rural) acontece de 2 a 4 de agosto, com novidades para um pblico estimado em 35 mil visitantes. Com a pro-posta de levar alta tecnologia em produtos o departamento comercial da feira buscou novas opes de mquinas, implementos, produtos e ser-vios para ampliar a gama de atrativos oferecidos. A expec-tativa que o evento fomente nos trs dias, e nas propostas de negcios ps-Feira, a cifra de R$ 18 milhes.

    No setor de mquinas e equipamentos, alm das j tradicionais empresas expo-sitoras, mais marcas sero acrescentadas, oferecendo diversos modelos de tratores, implementos e demais produ-tos, tais como colheitadeiras de caf, ordenhadeiras, tan-ques de resfriamento, projetos de irrigao, entre outros. Um empreendimento de engenha-ria de impermeabilizao trar tanques redes que favorecem principalmente a piscicultura, que tem crescido no extremo oeste do Estado e tambm em propriedades que atuam com turismo rural.

    Na rea de servios e pro-dutos, haver a participao de uma empresa que oferece servios em gesto da produ-

    Agrifam traz novidades em sua 10 edio, no Recinto

    o agrcola, visando diminuir desperdcios financeiros aos agricultores.

    J no setor de combustveis renovveis, ser apresentada uma microdestilaria de etanol e cachaa que estar em fun-cionamento durante a Feira.

    No atendimento Institucional, a novidade nessa rea fica por conta da Secretaria da Agricultu-ra e Abastecimento de So Paulo que estar com uma unidade do Poupatempo do Produtor Rural, em que os agricultores tm acesso a mais de 50 servios prestados pelas coordenadorias e institutos da Secretaria.

    A 2 edio do Prmio Itesp de Agricultura Familiar acontece no segundo dia da Agrifam, no sbado, s 11h. A cerimnia ir premiar os trs finalistas nas categorias

    agricultor Familiar.O Concurso Inventor Rural

    tem nova premiao este ano, passando do montante de R$ 4,5 mil para R$ 6,2 mil. Ou-tra novidade desta edio a escolha por votao popular. Os visitantes conferiro as apresentaes dos inventos e podero votar em seu pre-ferido.

    Uma empresa da Nigria, de importao, comerciali-zao e distribuio de im-plementos agrcolas, ferra-mentas, peas de trator etc. enviar trs representantes para a Agrifam para discutir oportunidades de negcios com alguns dos expositores da feira e vislumbrar as tecno-logias brasileiras que podem ser inseridas na atividade rural nigeriana. (Com assessoria)

    VOLTA| Projeto Integrado voltar feira

    NOVIDADES| Servio da Solutudo est dispo-nvel em catlogo, pela internet e por telefone: de nmero de estabelecimento a agenda de eventos. Na foto, Rafael Regis Somera e rica Morales, scios/proprietrios da empresa

    Foto: Bruno Giraldi/PixelCaf Propaganda & Mkt

  • LENIS PAULISTA, 27 DE JULHO DE 2013Sua Imagem8

    Billy Mao Billy Mao

    AvilapanAvilapanPRODUTOS DE PADARIAS E CONFEITARIASFERMENTO FRESCO LEVASAF

    Elson Avila

    (14) 9643.4517

    Rua Otaviano Brizola, 168 - Vila Mamedina _ Lenis Paulista - SPFone: 14-3263.7300 - e-mail: [email protected]

    ACEITA-SE CARTES DE CRDITO

    EXPEDIENTE ATENDIMENTO AO PBLICO

    SESSES

    CMARA MUNICIPAL

    DE LENIS PAULISTA

    COMUNICADO A Cmara Municipal comunica que, com a mudana de sua sede

    administrativa para novo prdio, o atendimento pblico ocorrer da

    seguinte forma:

    E-mail: [email protected] - Site: www.camaralencois.sp.gov.br

    Das 08h00 s 17h00

    no Setor Administrativo Rua Pedro Natlio Lorenzetti, 970.

    Telefone (14) 3269-6000.

    Obs: No haver mais atendi-

    mento ao pblico no prdio do

    Plenrio, que continuar a ser

    utilizado para as Reunies dos

    Vereadores e demais eventos

    promovidos pela Cmara, Pre-

    feitura, entidades ou pela comu-

    nidade lenoense em geral.

    As sesses da Cmara Municipal de Lenis Paulista so realizadas

    todas as segundas-feiras, com incio s 19 horas, na Sala de Reunies

    Mrio Trecenti, localizada no edifcio da Praa das Palmeiras, 55, anexo

    Prefeitura. Nesses dias o pblico ter acesso ao plenrio a partir das

    18 horas.

    PREV Servios e DedetizadoraRua Antnio Pizzo, 187. Vila Habitacional

    Barra Bonita / SP

    (014) 3641.8480(014) [email protected]

    Fotos: Bruno Giraldi/PixelCaf Propaganda & Mkt

    JUNTO - J est trabalhando em Lenis, ao lado da Tenente PM Letcia Marestoni, o Tenente Andr Saito Arashiro. De Bauru, Arashiro atuava na Base Comunitria Sul, mas j havia atuado ao lado do Capito Valentim, na Base Comu-nitria Leste. Sigo a mesma mentalidade do Capito, de trazer a comunidade para prxima da polcia.

    BENO - Como acontece em todas as ltimas sextas-feiras do ms, ontem teve mais uma reunio de oraes na Cmara Municipal. Apesar do estado laico, todos os funcionrios e vereadores se uniram para ouvir as palavras do Pastor Joo. No prximo ms, um padre far parte da reunio para ajudar na proteo espiritual dos componentes da Casa.

    NOVIDADE Foi lanada oficialmente na noite de quinta--feira, dia 25, a revista Solutudo, que integra o novo ser-vio j disponibilizado em Lenis Paulista. Atravs dele, a populao pode ter informaes diversas, como nmeros de empresas e servios da cidade, tambm pelo site e por telefone (3269-7999). Criado em Botucatu, o novo servio

    tambm est disponvel por meio de aplicativo no celular. Grande nmero de empre-srios da cidade prestigiou o evento.