Sade e Polui§£o Atmosf©rica - CETESB (PDF) .SADE E POLUI‡ƒO...

download Sade e Polui§£o Atmosf©rica - CETESB (PDF) .SADE E POLUI‡ƒO ATMOSF‰RICA Oficina Sobre os

of 26

  • date post

    04-Dec-2018
  • Category

    Documents

  • view

    215
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Sade e Polui§£o Atmosf©rica - CETESB (PDF) .SADE E POLUI‡ƒO...

  • SADE E POLUIO ATMOSFRICA

    Oficina Sobre os ndices de Qualidade do Ar da CETESB em So Paulo

    Iniciativa do Ar Limpo para Cidades da Amrica Latina

    24 de Julho de 2006

    Alfsio L. Ferreira BragaNcleo de Estudos em Epidemiologia Ambiental - LPAE, FMUSP

    Programa de Pediatria Ambiental, FMUNISAGT de Meio Ambiente e Sade da Sociedade Brasileira de Pediatria

  • Fatores de risco: Estimativas de mortalidade

    Populao mundial 6,05 bilhesMortalidade mundial/ano 55 milhes

    Fatores de risco bitos (milhes)Hipertenso 7,1 Tabagismo 4,9 lcool 1,8Riscos ambientais 4,5 ! Poluio do ar 0,8

    Riscos Ocupacionais 0,8! Partculas/cancerigenos 0,5

    Ezzati M, et al.Lancet 2002

  • Poluio Veicular

    Principal fonte de emisso para meio ambiente na maioria das reas urbanas

    Nas cidades a principal fonte de PM, NOx e CO

    Pnard-Morand & Annesi-Maesano. Breathe 204

  • Morbimortalidade e Poluio Veicular

    ustria, Frana e SuaPoluio do ar! 6% do total de bitos/ano (40.000)

    Poluio veicular! 3% do total de bitos/ano (20.000)! 25.000 novos casos de bronquite/ano! 290.000 episdios de bronquite (crianas)! 500.000 crises de asma! 16 milhes pessoas-dias com atividades restritas

    Knzli N, et al. Lancet 2000

  • Emisso relativa de poluentes por fontes-RMSP 2005. Cetesb

  • PNEUMOPATASPNEUMOPATAS CARDIOPATASCARDIOPATAS

    Populao Geral

  • Efeitos Respiratrios

    Admisso hospitalar e mortalidade Cncer de pulmo / infeces respiratrias Freqncia de crises asmticas Exacerbaes em pacientes com doenas cardiopulmonar crnica Funo pulmonar Sibilncia, tosse, aperto torcico Irritao olhos, nariz e garganta

  • Efeitos cardiovasculares

    Estudos de sries temporais! Mortalidade cardiovascular! Admisso hospitalar

    Funo autonmica! Freqncia cardaca! Variabilidade da freqncia cardaca! Presso arterial

    Impacto desfibriladores: arritmia cardacaEstudos de casos (crossover): Infarto miocrdioIndicadores sorolgicos de respostas sistmicas! Marcadores inflamatrios

  • Mortalidade e exposio crnica a PM 2,5Pope III e col. JAMA 2002

    500.000 adultos >30 anos: 50 estados EUAPerodo: 1982-1998Poluentes:PM10, SO2, NO2, O3, CO, PM2,5 mortalidade - PM2,5 , Sulfatos e SO2 ! A cada elevao do PM2,5 em 10 g/m3

    Mortalidade por doena cardiopulmonar: 9% Mortalidade por cncer de pulmo: 8%

  • Mortalidade Cardiovascular e Exposio Prolongada a Poluio

    Cncer Prevention Study IICoorte 319.000 indivduos > 30 anosElevao 10 g/m3 da concentrao de PM2,5Aumento mortalidade em! 12% para todas DCV! 18% doena isquemica do miocrdio! 13% por arritmia, ICC! 20% pneumonia e influenza em no fumantes

    Pope CA III e col. Circulation 2004

  • 1990 - 1994 2001 - 2004

    PM10

    Mortes Dirias

    70 g/m3

    47 g/m3

    12

    8

    Concentraes Mdias de PM10 e Mortes Dirias Atribudas Poluio do Ar em So Paulo.

    IES Brasil, 2004

  • O que isso significa para a sade da populao?

    Quanto esperar de queda nas concentraes dos poluentes nos prximos anos?

    Os benefcios da reduo dos efeitos adversos atribudos aos poluentes se distribuem de forma homognea na populao?

  • Fatores de RiscoConcentrao

    Dimenses da Partcula: PM0,1>PM2,5> PM10Umidade do ar

    Suscetibilidade! Morbidades asma, DPOC, ICC, arteriopatias! Idosos e crianas

    ! Tabagismo

    ! Integridade vias areas e defesas

    Polimorfismo gentico

    Estado Nutricional / Condio Socioeconmica

  • Exerccio

    AlteraAlteraes fisioles fisiolgicasgicas!! ventilaventilao minutoo minuto!! quantidade de ar inspirado pela bocaquantidade de ar inspirado pela boca!! velocidade do fluxo avelocidade do fluxo areoreo!! difusdifusoo

    Carlisle, AJ; Sharp, NCC. Br J Sports Med 2001, 35: 214-22.

  • Exerccio

    ExercExerccio intenso,por 30 min em trcio intenso,por 30 min em trfego pesadofego pesado

    NNveis de COHb em 10x= 10 cigarrosveis de COHb em 10x= 10 cigarros

    Carlisle AJ, Sharp NCC. Br J Sports Med 2001

  • Concentrao dos Poluentes e Efeitos Adversos

    Efeitos nos Mais Susceptveis

    Populao Geral

    Populao EfeitosSintomas

    Mortes

  • Curvas dose-resposta de mortalidade e exposio a PM10

    Daniels et al. Am J Epidemiol 2000

    Limiar: 50g/m3

  • Total de Mortes Dirias e PM10Braga et al., 2001

  • " Consultar os ndices de Qualidade do Ar

    Populao

    " Consultar as Previses Meteorolgicas e de Qualidade do Ar

    Boa

    Regular

    Inadequada

    M

    Pssima

  • Utilidade

  • Recomendaes

    Indivduos suscetveis devem evitar realizao de exerccios em ambientes externos em dias com piora qualidade do ar

    Crianas evitar exerccios ambientes externos com elevado nvel de poluentes

    Pacientes com DPOC podem exacerbar aps horas ou dias de aumento dos nveis de poluentes

    Doena coronariana, ICC, diabticos

  • Como o Mdico pode Aplicar os Conhecimentos Acumulados sobre os Efeitos dos Poluentes do Ar e as Doenas Respiratrias e as Previses Atmosfricas e de Poluio do Ar

    (Adaptado de Bernstein et al., 2004 J Allergy Clin Immunol)

    "Orientar os pacientes a:

    "Reduzir atividades fsicas em dias e horrios de maiores concentraes de poluentes

    "Evitar locais onde existem fontes relevantes de poluentes do ar (reas industriais e proximidades de vias com trfego intenso)

    "Usar a medicao corretamente (DR e DCV) e prever a necessidade de ajuste

    "Lutar para a preveno das doenas associadas exposio aos poluentes do ar apoiando medidas para reduzir a emisso de poluentes