Seminario Nacional - Arquitetura Paisagistica em tempos de crise hidrica

Click here to load reader

download Seminario Nacional - Arquitetura Paisagistica em tempos de crise hidrica

of 26

  • date post

    25-Jul-2015
  • Category

    Design

  • view

    325
  • download

    1

Embed Size (px)

Transcript of Seminario Nacional - Arquitetura Paisagistica em tempos de crise hidrica

PowerPoint Presentation

Infraestrutura VerdeHidratao da paisagem urbana

Guilherme [email protected]

Disponvel a partir de 29/Abr em http://www.fluxus.eco.br

INFRAESTRUTURA CINZA vs. VERDE

Icones por http://www.epa.gov.br/greeninfrastructure

Infraestrutura cinza vs verdeInfraestrutura cinza composta 2Design para sobrevivncia

O que separa os dois apenas o tempo...t

Nosso planejamento de ocupao de espaos desconsidera a presena de gua, ou a importncia de sua presena para gerao de ambientes saudveis e duradouros. Planejar para gua, planejar para sobrevivncia. Nossa ocupao hoje gera desertos, mas ainda assim, se permitirmos, esses desertos voltam a se regenerar em altssimos graus de complexidade.Existe uma inteligncia essencial na natureza, que a da restaurao, da regenerao. Todo ambiente natural aps sofrer algum grave impacto, comea a se reestabelecer, se regenerar. Assim, a cura uma caracterstica desse planeta. A cura comea em passos simples, lentos, aumentando a diversidade e a complexidade dos elementos presentes no meio. Em terra firme, por exemplo, toda a restaurao inicia com processos naturais que permitam que a gua possa se estabelecer no local. Pelo crescimento de plantas pioneiras (daninhas?!?) que ajudam a descompactar o solo, e a reter gua para espcies mais exigentes3

MANUAL DE INSTRUES: CICLO GLOBAL

Toda gua que haver no planeta j existe, hojeA permanencia e continuidade da disponibilidade de agua no interior dos continentes em funcao da existencia de rvores (evapotranspirao).

Notar a limitacao de entrada de gua nos aquiferos profundos (recarga), e a extrao predatria atual desses volumes para abastecimento humano. Nossa herana consumida para pagar as contas mensais de carto de crdito! Uma hora vai acabar!4

MANUAL DE INSTRUES: CICLOS GLOBAL & LOCAL

O ciclo dagua global como uma composio de ciclos dagua locais5MANEJO INTEGRADO DE GUA

guas residuriasgua de chuvaAbastecimento de gua

Um empreendimento pode ser visto como um componente do ciclo dagua regional, mas tambm pode ser visto como um ciclo local, em si mesmo. O desafio do manejo integrado portanto, passa a ser atender a demanda local e restaurar o ciclo local com o manejo apropriado dos recursos locais (superficiais).6Reduo de consumoIntegrao de chuva e guas servidasUso de outras fontes locais para abastecimentoABORDAGEM ESTRATGICA

7

REDUCAO DE PERDAS

Reducao de consumo (basico):Quebra-ventoEspecies vegetais apropriadas (inclusive gremios de plantas)Cobertura de solo8

NaturalUrbanizadoSOLO & GUA: Escoamento em ambiente natural vs. UrbanizadoPadro de escoamento natural vs padro de escoamento em rea urbanizadaO caminho a adotar o de imitar as condies de escoamento com solues desenhadas para o contexto local

9

SOLO & GUA: Compactao & Escoamento

O caminho a adotar o de imitar as condies de escoamento com solues desenhadas para o contexto localCOMEAR PELA ESTRUTURA DO SOLO!

10gua de chuva: manejo no meio urbano

O melhor lugar para reter gua onde ele cai (controle na fonte)11JARDIM DE CHUVA: Anatomia

JARDIM DE CHUVA: Escolha de plantas

JARDIM DE CHUVA: Aplicacoes

Reduo de escoamento superficialMelhoria da qualidade de guaGesto na paisagem14JARDIM DE CHUVA: Aplicacao em industria (2015)

rea do jardim de chuva

Melhoria da qualidade da aguaRecarga do lencol e aumento da disponibilidade da agua para aproveitamento15

Biovaletas:

QualidadeRetenoPermeabilidadeRecargaFertilidadeSombreamentoMicroclimaUmidade

BIOVALETASDiferentes tipos de pavimento para diferentes solicitaesLiberao lenta para biovaletaFiltrao fsica e biolgicaPequenos arbustos, deposio de folhas no solo, reduo da manuteno, sade do soloCrescimento de rvores: aumento de umidade, melhoria do microclima, sombreamento, conforto trmico e reduo de ilhas de calorLiberao lenta para o lago16

BAIXO IMPACTO?!?Reducao do escoamento e melhoria da qualidade da aguaMelhoria do microclima Reduo de ilhas de calor, aumento de umidade, sombreamentoFertilidade do solo, vegetao nativa, criao de habitat para fauna local100% do atendimento para fins no potveis com gua de chuva16 milhes de litros/ano para fins no potveis - Economia anual de R$250.000 (dados de 2013)

ESTADIO NACIONAL DE BRASILIA (2012/2013)Lago como nucleo centralBacia de sedimentao, wetlands, lagoRecirculao, polimentoIrradiao de umidade levada pela corrente de ventoComplemento de aproveitamento interno: 100% do uso17INFRAESTRUTURA VERDE: Guias Municipais

INFRAESTRUTURA VERDE: O Caso de Portland (Revista Infraestrutura Pini )

1. Desconexao de calhasAno: 1993US$53/residencia+5.000m3/ano p/ lencol

2. Rios limposAno: 2000Reducao na taxa de drenagem

3. Telhados VerdesAno: 2006+US$54,35/m280.000m2 de novos telhados verdes (2013)Palestras, tours, apresentacoes

4. Ruas VerdesAno: 2006Economia de 135 milhoes500 iniciativas implantadas- Pico de cheia em 85%- Volume escoado em 60%- Poluicao difusa em 80%

Demanda vs. Produo de agua localDemandaLencol freatico 18,2m/dia

Ar Condicionado2,0m/diaCinzasPretagua Preta: Xm/diagua Cinza: 3.Xm/diaProduo

20Fontes locais: Reuso direto de agua cinza

Fonte: Oasis Design

Fontes locais: Agua de chuva

Captao de gua de chuva em blocos enterrados

http://www.cisternaja.org.br

22

Fontes locais: Reuso de agua cinza pos-tratamentoWetlands de fluxo horizontal para tratamento de gua cinza

Para saber mais!24

Movimento fonte e causa de toda vida - Leonardo da Vinci

O importante comearMovimento fonte e causa de toda vida

25Guilherme [email protected] http://www.fluxus.eco.br