Sessão - Ética+Moral+Deontologia - IST

download Sessão - Ética+Moral+Deontologia - IST

of 59

  • date post

    04-Apr-2018
  • Category

    Documents

  • view

    217
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Sessão - Ética+Moral+Deontologia - IST

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    1/59

    Instituto Superior Tcnico

    Universidade Tcnica de Lisboa

    Departamento de Engenharia Civil e Arquitectura

    Unidade Curricular

    Competncias Transversais - I

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    2/59

    Carlos Rouco

    REVISES

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    3/59

    Carlos Rouco

    1. A liderana como arte e cincia.

    Revises

    2. Evoluo do conhecimento da lideranaatravs das diferentes teorias e modelos.

    3. Estilos de liderana.

    4. Estilos de liderana quanto tomada dedeciso.

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    4/59Carlos Rouco

    Agenda

    tica e Moral

    Caracterizao da tica Ocidental

    tica nas organizaes deontologia profissional

    Liderana pela tica

    tica, Moral e Deontologia

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    5/59Carlos Rouco

    1. Definir a tica e a moral

    Objectivos/ Competncias

    2. Compreender e explicar os valores ticos na

    tomada de deciso

    3. Explicar a importncia dos cdigosdeontolgicos e os seus valores.

    4. Caracterizar a liderana pela tica

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    6/59Carlos Rouco

    tica

    A tica a cincia relativa aos costumes,cincia da virtude,

    cincia do bem, cincia da felicidade.

    Finalidade a vida humana e os meios para a alcanar.

    Objectivo o juzo de apreciao no intuito de distinguir o bem e omal.

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    7/59Carlos Rouco

    tica Assume como seu objectivo elaborar uma reflexosobre os problemas e princpios fundamentais da moral.

    - Reflexo crtica: questiona as origens,liberdades,valores, finalidades, objectivos de aco

    e relaes com os outros.

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    8/59Carlos Rouco

    Moral A moral procura com que os indivduos seharmonizem voluntariamente, ou seja, de modo consciente elivre, os eu interesse colectivos de determinados gruposocial ou da sociedade inteira. A moral tem uma dimensomais prtica, liga-se ao agir quotidiano e s exignciasimediatas.

    - Pragmatizao das respostasdecorrentes da reflexo.

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    9/59Carlos Rouco

    TICA MORAL

    Sublinha o desejvel Impositiva: obriga prtica dobem, normas e interdies

    Viso de uma vida de aces boas Exigncia de universalidade esimultnea/ de coaco e restrio da liberdade

    Escrutina os valores e investiga Enuncia leis e conselhos

    os fundamentos das aces dohomem

    Paul Ricur (Politique 1)F. Qur (Lthique et la Vie)

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    10/59Carlos Rouco

    ...reservo a palavra tica para a viso de uma vida

    cumprida sob a gide das aces consideradas boas e a de

    moral para a vertente obrigatria marcada pelas normas,

    obrigaes, interdies caracterizada, por um lado, pela

    exigncia de universalidade e por outro, pelo efeito de coaco.

    Paul Ricurthique et moral

    Lectures 1

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    11/59Carlos Rouco

    tica da Virtude

    tica do Dever/Kantismo

    Utilitarismo

    Principialismo

    tica da Responsabilidade

    tica do Cuidado

    tica Casustica

    tica Contratualista

    Tipos de teorias de ticas

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    12/59Carlos Rouco

    TICA DO CUIDADO Carol Gilligan: contrape o valor do cuidado (feminino) ao dajustia (masculino).

    TICA DA RESPONSABILIDADE

    Hans Jonas: Devemos avanar de uma cincia eticamentelivre para uma cincia eticamente responsvel: de umatecnocracia que domina o homem para uma tecnologia que

    esteja ao servio da humanidade do prprio homem.

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    13/59

    Carlos Rouco

    TICA CASUSTICA Albert Jonsen e Stephen Toulmin: anlise caso a caso

    TICA CONTRATUALISTA Robert Veach: contrato mdico-doente, mdico-sociedade,

    princpios orientadores da relao mdico-doente(beneficncia, revelao-verdade, preservao da vida)

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    14/59

    Carlos Rouco

    Scrates

    (469 a.c. - 399 a.c.)

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    15/59

    Carlos Rouco

    EA possibilidade da virtude ser ensinada

    E Relao entre as vrias designaes da aret e a tese

    socrtica.

    Atravs de cuidados humanos, podem tornar os homens bons, j,tornar os maus em bons uma tarefa desafiante.

    Duas teses principais

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    16/59

    Carlos Rouco

    Plato

    (427 a.c. - 347 a.c.)

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    17/59

    Carlos Rouco

    Plato, segue o mtodo socrtico com duas distines: Aconfisso da ignorncia e um argumento (com perguntase respostas) que se aproxima da verdade.

    Formas de Conhecimento Tipos de Realidade

    Razo

    Saber, Cincia Mundo Inteligvel

    Sentidos

    Opinio, Crena Mundo Sensvel

    Conhecimento e realidade

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    18/59

    Carlos Rouco

    Aristteles

    (384 a.c. - 322 a.c.)

    Alexandre e Aristteles

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    19/59

    Carlos Rouco

    O ensino da coragem, como de outras virtudes

    morais, exige a prtica continuada.

    A tica eudemonista, a moralidade consiste na procura dafelicidade, tida como bem supremo.

    A felicidade associa-se ao Bem, Virtude e Alma e no aocorpo ou bens exteriores.

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    20/59

    Carlos Rouco

    Mas o que o Bem?

    O Bem agir de acordo com a razo.

    A felicidade acessvel a todos os homens?

    Mas o que a educao tica para Aristteles? cultivar nas pessoas traos capazes de viver o bem

    e de realizarem vidas felizes.

    O que distingue a educao moral em Aristteles e Plato?Aristteles enfatiza o carcter e a conduta e Plato o

    intelecto e o raciocnio.

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    21/59

    Carlos Rouco

    Aristteles destaca a:

    Coragemjusto equilbrio entre o medo e a temeridade.

    Temperanajusto equilbrio entre o desregramento e a insensibilidade.

    Mansidojusto equilbrio entre a prodigalidade e a avareza.

    Virtudes morais

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    22/59

    Carlos Rouco

    Aristteles destaca a:

    Magnificinciajusto equilbrio entre a falta de gosto e a mesquinhez.

    Magnanimidadejusto equilbrio entre a vaidade e a humildade.

    Afabilidadejusto equilbrio entre a obsequiosidade e o esprito conflituoso.

    Reservajusto equilbrio entre a timidez e o descaramento.

    Virtudes morais

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    23/59

    Carlos Rouco

    Quem deve fazer a Educao tica?

    pais para com os filhos? Estado para com os cidados?

    Educar o carcter de uma pessoa subordin-lo a preferir asvirtudes e a recusar tudo o que vil.

    Mas o que uma pessoa decente ou vil?

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    24/59

    Carlos Rouco

    Jesus de Nazar

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    25/59

    Carlos Rouco

    Identifica-se com as suas vidas.

    As ideias de subalternizao dalei face fconstituem um aspecto central

    na tica de Paulo.

    Como surgiu a tica deJesus e de Paulo? A sua base a f

    A tica de Jesus de Nazar e de Paulo de Tarsus

    S aps a ressurreio possvel aceder aoconhecimento perfeito.

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    26/59

    Carlos Rouco

    a sua mensagem defraternidade e de igualdade

    Qual a grande novidade na tica de Jesus ePaulo?

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    27/59

    Carlos Rouco

    Agostinho de Hipona(354-430)

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    28/59

    Carlos Rouco

    A procura da felicidade depende?

    A vida tica, iluminada por Deus e fertilizada pelo amor e

    sentimentos.

    A f mais do que a razo,

    a essncia da vida tica, o amor a base da tica.

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    29/59

    Carlos Rouco

    Toms de Aquino(1225-1274)

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    30/59

    Carlos Rouco

    As virtudes comuns

    A coragem

    A justia

    A temperana

    A prudncia

    Toms acrescenta as virtudes teologais da caridade, da f e da esperana

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    31/59

    Carlos Rouco

    O que ento serhumilde?

    Para compreendermos a tica de Aquino

    =Bens Interiores Bens Exteriores

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    32/59

    Carlos Rouco

    D. Antnio Ferreira Gomes(1970-82)

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    33/59

    Carlos Rouco

    Das violncias mais subtis,

    lembrando apenas trs

    Quanto ao matematismo questionase soma de quebrados poder dar um inteiro?

    Ao esteticismo, no h dvida

    que serve de inspirao s mais clebres obras de artes

    Quanto ao militarismo admite que enquanto houver guerra haver militares, masuma coisa o militar, outra coisa a militarite.

  • 7/30/2019 Sesso - tica+Moral+Deontologia - IST

    34/59

    Carlos Rouco

    CumprimentoTem relao