Teleconferência de Resultados 1T17 - braskem-ri ... 1T16 499 Europa EUA 188 103 161 219 212...

Click here to load reader

  • date post

    25-May-2020
  • Category

    Documents

  • view

    1
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Teleconferência de Resultados 1T17 - braskem-ri ... 1T16 499 Europa EUA 188 103 161 219 212...

  • Teleconferência de Resultados

    1T17

    Relações com Investidores São Paulo, 15 de Maio de 2017

  • RESSALVA SOBRE DECLARAÇÕES FUTURAS

    Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são

    apenas fatos históricos, mas refletem as metas e as expectativas da direção da

    Braskem. As palavras "antecipa", "acredita", "espera", "prevê", "pretende",

    "planeja", "estima", "projeta", "objetiva" e similares são declarações prospectivas.

    Embora acreditemos que essas declarações prospectivas se baseiem em

    pressupostos razoáveis, essas declarações estão sujeitas a vários riscos e

    incertezas, e são feitas levando em conta as informações às quais a Braskem

    atualmente tem acesso.

    Esta apresentação está atualizada até 31 de março 2017 e a Braskem não se

    obriga a atualizá-la mediante novas informações e/ou acontecimentos futuros.

    A Braskem não se responsabiliza por operações ou decisões de investimento

    tomadas com base nas informações contidas nesta apresentação.

    2

  • DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS – NÃO REVISADO PELOS AUDITORES

    3

    COMUNICADO AO MERCADO

    São Paulo, 15 de maio de 2017 - A BRASKEM S.A. (BM&FBOVESPA: BRKM3, BRKM5 e BRKM6; NYSE: BAK; LATIBEX: XBRK) anuncia aos seus acionistas e ao mercado em geral que divulgou nesta data as informações do primeiro trimestre de 2017 não revisadas pelos auditores, com o objetivo de manter o mercado informado sobre o seu desempenho operacional e financeiro.

    Embora siga evoluindo nas avaliações necessárias de seus processos e controles internos, conforme divulgado ao mercado por meio dos Fatos Relevantes datados de 22/02/17 e 28/03/17, a Companhia ainda não concluiu os trabalhos junto aos auditores independentes, o que a impossibilita de divulgar referidas informações devidamente revisadas.

    A Braskem seguirá envidando seus melhores esforços para finalizar os trabalhos acima referidos com a maior brevidade possível.

  • 4

    BRASIL:

     Taxa média de utilização dos crackers: 95%, 6 p.p. superior ao 1T16 e 5 p.p superior ao 4T16 refletindo:

    o bom desempenho operacional de todas as centrais petroquímicas,

    o normalização da operação na central da Bahia após parada programada ocorrida no 4T16,

    o maior disponibilidade de matéria-prima nacional para o cracker do Rio de Janeiro e,

    o recebimento de etano importado dos Estados Unidos também no cracker do Rio de Janeiro;

     Demanda de resinas (PE, PP e PVC): 1,2 milhão de toneladas, expansão de 5% em relação ao 1T16 e em

    linha com o 4T16;

     Vendas de resinas no mercado doméstico: 844 mil toneladas, expansão de 8% e 2% em relação ao 1T16 e

    ao 4T16, respectivamente, superior a expansão do mercado o que permitiu crescimento do market share

    em 2 p.p;

     Exportações:

    o Resinas: 430 mil toneladas de resinas, expansão de 3,5% em relação ao 1T16 e 4T16;

    o Petroquímicos Básicos: 334 mil toneladas, expansão de 27% e 23% em relação ao 1T16 e 4T16 -

    recorde da Companhia no trimestre;

     EBITDA: R$ 2.391 milhões (US$ 761 milhões), incluindo o resultado das exportações, representando 68%

    do consolidado de segmentos da Companhia

    DESTAQUES BRASIL (1T17)

    Não revisado pela auditoria

  • Mercado Brasileiro de Resinas Termoplásticas (kton)

    BRASIL

    Vendas Totais de Resinas – (kton)

    (*) Fonte IHS - 55% PE, 32% PP Ásia e 13% PVC Ásia

    1.223

    1.218

    1.168

    1T17

    5%

    0%

    1T16

    4T16

    780 846 890 824 844

    415 454 424 415 430

    1.300

    2T161T16

    1.194

    3T16

    1.314

    3%7%

    1.2741.239

    1T174T16

    Vendas Mercado BrasileiroExportações

    2.391

    1.821

    2.2062.2932.165

    3T16 4T162T161T16 1T17

    EBITDA (R$ milhões) Spread Resinas (US$/t)*

    16% 18% 18% 18% 25% Margem EBITDA

    642 743 649 657675

    1.1241.0711.1081.057948

    422 467

    4T163T16

    1%2%

    365

    1T172T16

    382

    1T16

    306

    Spread ResinasPreço Médio MPPreço Médio Resinas

    5

    Não revisado pela auditoria

  • 6

    Estados Unidos e Europa:

     Taxa média de operação das plantas de PP: 101%, 1 p.p. superior ao 1T16 e 6 p.p superior ao 4T16 em

    função da parada programada de Marcus Hook neste período;

     Volume de Vendas : 534 mil toneladas, 7% e 6% superior em relação ao 1T16 e 4T16, respectivamente

    - recorde da Companhia no trimestre;

     EBITDA: US$ 188 milhões (R$ 592 milhões), representando 17% do consolidado de segmentos da

    Companhia;

     Em janeiro, foi dado o início da operação da nova planta de Polietileno de Ultra-Alto Peso Molecular

    (PEUAPM) UTEC em La Porte, no estado norte-americano do Texas.

    DESTAQUES EUA, EUROPA e MÉXICO

    México:

     Taxa de operação média das plantas de PE: 97%, 24 p.p superior ao 4T16;

     Produção de PE: 250 mil toneladas, 29% superior ao 4T16, em linha com o planejado;

     Vendas: 264 mil toneladas, 47% destinadas ao mercado mexicano;

     EBITDA: US$ 171 milhões (R$ 536 milhões), representando 15% do consolidado de segmentos da

    Companhia.

    Não revisado pela auditoria

  • ESTADOS UNIDOS E EUROPA

    7

    Vendas Estados Unidos e Europa- PP (kton): Spread PP EUA (US$/t)

    Spread PP Europa (US$/t)

    348 359 352 380

    156 144 149 154

    352

    147

    7%

    1T17

    534

    4T16

    501

    3T16

    503

    2T16

    504

    1T16

    499

    EUAEuropa

    188

    103

    161

    212219

    1T16 3T162T16 1T174T16

    EBITDA (US$ milhões)

    21% 34% 32% 25% 24% Margem EBITDA

    860 742 617 588 573

    1.613 1.3851.4511.462

    1.040 797720

    3T16

    834

    2T161T16

    683

    4T16

    -3%

    1T17

    1.543

    Spread PP-PropenoPropeno USGPP EUA

    491 513 463 438 453

    1.323 1.2311.2191.231

    1.130

    869 793756718639

    1T17

    +3%

    1T16 3T162T16 4T16

    PP Europa Propeno Europa Spread PP-Propeno

    Não revisado pela auditoria

  • MÉXICO

    8

    Vendas PE México (kton)

    60 82

    93

    117

    33

    124

    140 199

    54

    153

    3T16 1T174T162T16

    20

    264

    Mercado MexicanoExportações

    EBITDA (US$ MM)

    104

    66

    2

    171

    1T172T16 4T163T16

    Spread PE México (US$/t)

    Taxa de Utilização (%)/ Produção de PE (kt)

    3% 40% Margem

    EBITDA

    981 1.077 941 1.018878

    995 1.1911.1181.2161.132

    117 173177140151

    4T16

    8%

    2T16 3T161T16 1T17

    Etano USGCPE EUA Spread PE-Etano

    48%

    64 62

    39 67

    87

    89

    76 85

    72%

    SET

    72%

    AGO

    78%

    99%97%

    44%

    96%

    DEZNOV

    94%

    OUT

    Tx. OcupaçãoProdução

    57%

    JAN FEV MAR

    Não revisado pela auditoria

  • DESTAQUES DO 1T17

    9

    Braskem - Consolidado:

     EBITDA: US$ 1.144 milhões (R$ 3.598 milhões), 45% superior ao mesmo período do ano anterior, em

    função do:

    o aumento de 2% no spread médio internacional de resinas termoplásticas produzidas pela Braskem

    no Brasil e de 64% nos spreads de petroquímicos básicos no mercado internacional;

    o maior volume de vendas em todos os segmentos; e

    o bom desempenho do complexo no México, que no mesmo período do ano passado estava ainda

    em fase de ramp up.

     Lucro Líquido: R$ 1.905 milhões no Consolidado e R$ 1.799 milhões na Controladora

    o Lucro por ação no trimestre (desconsiderando as ações em tesouraria) de R$ 2,26 por ação

    ordinária ou preferencial classe “A” e, R$ 0,61 por ação preferencial classe “B”.

     Alavancagem corporativa medida pela relação Dívida Líquida/EBITDA em dólares registrada no trimestre

    foi de 1,57x. Considerando os efeitos do Acordo Global firmado com as autoridades, a alavancagem ficou

    em 1,82x;

     Em março, a Companhia realizou o pagamento da penalidade para o Department of Justice ("DoJ") no

    montante de US$ 94,8 milhões.

    Não revisado pela auditoria

  • 10

    EBITDA 1T17 x 1T16

    US$ milhões

    Câmbio Médio 1T16: 3,91 R$/US$

    Câmbio Médio 1T17: 3,14 R$/US$

    283

    227

    84

    EBITDA 1T17

    1.144

    Custo Fixo, DVGA e Outros

    19

    Margem de Contribuição

    VolumeSpreads

    55

    CâmbioEBITDA 1T16

    791

    EBITDA de US$ 1.144 milhões no 1T17, 45% superior ao 1T16:

     Spreads petroquímicos básicos

     Bom desempenho operacional das plantas e do complexo

    petroquímico no México;

     Maior volume de vendas em todos os segmentos;

    Não revisado pela auditoria

  • PERFIL DA DÍVIDA E ALAVANCAGEM

    Dívida Líquida / EBITDA (US$)

    (a) Não inclui Project Finance do México (b) Valor de face USD 957 milhões, com atualizaçã