Tudo © uma quest£o de manter a mente quieta, a .Para os seguidores de Buda, esse © o...

download Tudo © uma quest£o de manter a mente quieta, a .Para os seguidores de Buda, esse © o suprassumo

of 12

  • date post

    11-Nov-2018
  • Category

    Documents

  • view

    215
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Tudo © uma quest£o de manter a mente quieta, a .Para os seguidores de Buda, esse © o...

  • AMERICANA | SETEMBRO DE 2016 | AN0 19 | N 201 | EXEMPLAR GRATUITO

    IINFORMATIVO PeixinhoermelhoPV www.seareirosdejesus.com.brseareiros@seareirosdejesus.com.brdcd.seareiros@gmail.com

    MEDIUNIDADE

    Mediunidadee animismo P. 5

    ESTUDOS

    Em Kardece em Emmanuel P. 6

    ESTUDOS

    Joo Nunes Maia P. 7

    EVENTOS

    Doce Amizadedo Dia dos Pais P. 8

    COASSEJE

    Reunio de Diretoria, Conselho Deliberativo e voluntrios da Coasseje P. 9

    VISITAS DO MS

    C.E. Humberto de Campos P. 12

    O CORPO oespelho daMENTE"Tudo uma questo de manter a mente quieta, a espinha ereta e o corao tranquilo."PG. 03

  • Tiragem desta edio:1700 exemplares

    Distribuio gratuita

    Reservamo-nos o direito depublicar somente o queestiver de acordo com a

    linha editorial do veculo

    INFORMATIVO PEIXINHO VERMELHO Publicao do C. E. SEAREIROS DE JESUSR. Silvino Bonassi, 150 - B. N. Americana - CEP 13466-080 - Americana - SP

    Tel. (19) 3407.4552Departamento de Comunicao e Divulgao

    Jornalista responsvel: Antonio Orlando Cioldin - Mtb. N 14.320Edio: Nelson Schlosser | Diagramao: Nena Aparecida Pinto | Reviso Doutrinria: Marcus S. Agostinetto

    Reviso Ortogrfica: Mariana Vazquez Miano | Fotografia: Jubery RodriguesImpresso: Grfica Paineiras - (19) 3406.2650

    Setembro de 2016 www.seareirosdejesus.com.brInformativo Peixinho Vermelho02

    R E U N I E S P B L I C A SSegunda-feira 13h00 s 14h00Tera-feira20h00 s 21h00

    R E U N I E S D E E S T U D O SSegunda-feira14h00 s 15h00 salas: 1, 2, 3, 4 e 5 (5 grupos)20h00 s 21h00 salas: 1, 2, 4 e 5 e auditrio (5 grupos)Tera-feira20h00 s 21h00 Salas: 1, 3, 4 e 5 (4 grupos)Quarta-feira20h00 s 21h00- salas: 1, 2, 4 e 5 (4 grupos)Quinta-feira20h00 s 21h00 sala: 3 (1 grupo)Sbado14h15 s 15H15 sala: 4 (1 grupo)16h00 s 17h00 salas: 2 e 4 ( 2 grupos)Domingo09h45 s 10h45 sala: 1 ( 1 grupo)

    R E U N I E S M E D I N I C A SSegunda-feira15h15 s 16h15 salas: 1, 2 e 420h00 s 21h00 sala: 3 21h15 s 22h15 sala 2Quarta-feira14h00 s 15h00 sala: 2 20h00 s 21h00 sala: 3 21h15 s 22h15 salas: 2 e 4Quinta-feira08h45 s 10h00 sala: 420h00 s 21h00 salas: 1, 2, 4 e 5Sbado17h15 s 18h15 salas: 1 e 4Domingo08h00 s 10h00 sala: 2

    EVANGELIZAOINFANTOJUVENILTera-feira20h00 s 21h00 salas: 2, 6 e mini auditrioSbado14h00s 15h30 salas:1, 2, 3, 4 e 5

    MOCIDADESbado17h15 s 18h30 Sala: 2

    PLANTO DO SEAREIROSSegunda a sexta-feira das 09h00 s 11h00; das 12h00 s 17h00 e das 18h45 s 20h00Sbado das 14h00 s 17h00

    ATENDIMENTO FRATERNOSegunda-feira12h00 s 12h45 e 18h45 s 19h30Tera-feira18h45 s 19h30Quarta-feira12h45 s 13h30 e 18h45 s 19h30Quinta-feira9h00 s 9h45 e 18h45 s 19h30Sexta-feira18h45 s 19h30Sbado14h00 s 15h00 (somente para pais e evangelizandos)Domingo08h00 s 09h00 (somente passes)

    ATIVIDADES EXTERNASEvangelho na Casa Dia2 segunda-feira do ms, s 20h00Visitas FraternasQuinta-feira 14h00 s 16h00

    ATIVIDADES DO C.E.SEAREIROS

    DE JESUSMs espritaEDITORIAL

    PELA PRESIDNCIA

    Hippolyte Leon Denizard Rivail Allan Kar-dec, nasceu em 03 de outubro de 1804 em Lyon/Frana, em sua homenagem co-memora-se em outubro o Ms Esprita, ou Ms de Kardec.

    Em o Evangelho Segundo o Espiritismo, Ca-ptulo I, Allan Kardec diz:

    O Espiritismo a cincia nova que vem re-velar aos homens, por meio de provas irrecus-veis, a existncia e a natureza do mundo espiri-tual e as suas relaes com o mundo corpreo.

    Ele no-lo mostra, no mais como coisa so-brenatural, porm, ao contrrio, como uma das foras vivas, e sem cessar, atuantes da Natureza, como a fonte de uma imensidade de fenmenos at hoje incompreendidos e, por isso, relegados para o domnio do fants-tico e do maravilhoso.

    Portanto, o objetivo do Espiritismo pro-mover o estudo, a difuso e a prtica dos en-sinamentos da Doutrina, contidos nas obras

    de Allan Kardec, para todos que buscam orientao e amparo para os mais diversos problemas e tambm para quem busca co-nhecer e estudar.

    A divulgao da Doutrina Esprita feita por diversos meios, como palestras, grupos de estudos, livros, internet, etc.

    A USE (Unio das Sociedades Espritas) de Americana, Nova Odessa e Sumar, nos lti-mos anos tem antecipado o ms Esprita para setembro, sempre com os objetivos acima descritos.

    Neste ms de setembro ocorrero palestras especiais em diversas Casas Espritas, inclusi-ve no Seareiros. As programaes podero ser conferidas neste informativo.

    As palestras so abertas ao pblico em geral, independente de religio, sempre gra-tuitas, assim como toda prtica esprita. So tambm oportunidades de confraternizao e de conhecimentos que iluminam nossas vidas.

    Contamos com a sua participao nos eventos deste Ms Esprita.

  • www.seareirosdejesus.com.br Setembro de 2016Informativo Peixinho Vermelho 03

    Amedicina se rende a prticas antes consideradas alternativas. Est pro-vado que meditao, ioga e tcnicas de relaxamento previnem e ajudam a curar doenas. Tudo uma questo de manter a mente quieta, a espinha ereta e o co-rao tranquilo, cantava Walter Franco nos anos 70, no que era uma sntese do modo de vida hippie.

    Hoje, esses versos caberiam num re-latrio mdico. Pesquisas recentes do respaldo cientfico a uma crena que, divulgada no Ocidente pelo pessoal do paz-e-amor, est na base de filosofias orientais milenares a de que uma men-te apaziguada ajuda a prevenir doenas, acelera a recuperao fsica e at cura. O contrrio tambm se revelou verdadeiro. Pensamentos e sentimentos negativos contribuem para o surgimento de mo-lstias e atrapalham o restabelecimento de um doente. Rancor, hostilidade, res-sentimento e angstia podem estar na origem de distrbios cardacos, hiper-tenso, depresso, ansiedade, insnia, enxaqueca e infertilidade.

    Alm disso, o peso dos sentimentos ruins debilita o sistema imunolgico, fa-zendo com que o organismo se torne um alvo fcil de infeces, alergias e doenas autoimunes, como a artrite reumatoide. A partir dessa constatao, os pesquisado-res resolveram examinar a fundo mtodos de aprimoramento mental que, h pouco mais de duas dcadas, vinham embalados numa aura de puro misticismo.

    Ioga, meditao e relaxamento viraram objeto de inmeros estudos a respeito de sua eficcia teraputica. As concluses, at o momento, so bastante positivas. Depois de analisarmos com rigor o al-

    cance dessas tcnicas, passamos a utili-zar tais mtodos como linha auxiliar de alguns tratamentos, diz o psiclogo Jos Roberto Leite, coordenador da unidade de medicina comportamental da Univer-sidade Federal de So Paulo.

    Um dos maiores investigadores do poder da mente sobre a sade o car-diologista americano Herbert Benson, da Universidade Harvard, autor do livro Medicina Espiritual. Pesquisas condu-zidas por ele mostram que, em mdia, 60% das consultas mdicas poderiam ser evitadas, caso as pessoas usassem sua capacidade mental para combater naturalmente tenses que so causado-ras de problemas fsicos.

    A meditao, demonstra Benson, fi-gura entre as maneiras mais efetivas de fortalecer a mente. Meditar, no caso, no significa pensar detidamente sobre um determinado assunto ou aspecto da vida. Quer dizer justamente o contrrio: no pensar em nada durante uma certa parte do dia. dessa forma, esvazian-do a mente das atribulaes cotidianas, que os monges budistas tentam atingir o nirvana aquele estado de absoluta suspenso do ego atravs do qual se

    consegue escapar das aflies que cos-tumam tumultuar o crebro da maioria das pessoas, prejudicando sua sade. Para os seguidores de Buda, esse o suprassumo do conhecimento e da feli-cidade. evidente que no se pretende que uma pessoa comum, que s teve contato com Buda por referncias vagas, chegue ao nirvana ou algo que o valha.

    Mas, ainda que os limites da meditao sejam estreitos para quem est longe de ser um lama tibetano, eles so suficientes para fazer diferena. Num de seus estudos, Benson acompanhou durante cinco anos pacientes que aprenderam a meditar, para tentar controlar doenas coronrias crni-cas e outros problemas. Ele notou que os que meditavam de maneira disciplinada, todos os dias, tiveram taxas de recupe-rao superiores s do grupo de doentes que no levavam a srio a prescrio. O mdico americano tambm verificou que, graas tcnica, metade dos homens com baixo nmero de espermatozoides por efeito de stress havia melhorado sua pro-duo. Outro dado impressionante que quase 50% das mulheres com infertilida-de associada a dificuldades psicolgicas conseguiram engravidar. No h nada de transcendental nisso.

    Mas importante deixar claro que nenhum especialista srio minimizaria a importncia dos remdios, diz o cardio-logista Herbert Benson. Segundo ele, a longevidade e o bem-estar das pessoas es-to baseados num trip: remdios (no h substituto para a penicilina, por exemplo), cirurgias (a nica sada para uma grande quantidade de problemas) e os cuidados pessoais (que incluem exerccios para o corpo e para a mente). Ou seja, a medici-na preventiva agora prescreve no s dieta e ginstica, como tambm o cultivo das emoes e dos pensamentos positivos.

    O corpo o espelho da menteESPIRITISMO E MEDICINA

    POR ANNA PAULA BUCHALLAJUBERY RODRIGUES

    "60% das consultas mdicas poderiam ser evitadas, caso as pessoas usassem sua capacidade mental para combater naturalmente tenses que so causadoras de problemas fsicos

    HERBERT BENSON

  • Setembro de 2016 www.seareirosdejesus.com.brInformativo Peixinho Vermelho04

    Para dar inicio ao ms de Estudos Es-peciais no Seareiros, aconteceu no dia 08/08/2016 (segunda-feira), a partir das 20h00, a palestra com o tema O Po da Vida, tendo como expositor Artur Vala-dares. Artur, 26 anos, natural de Patro-cnio/MG, atualmente residindo em So Carlos/SP. Cursa doutorado em Engenha-ria Mecnica na EESC-USP. Estudioso e pesquisador do Evangelho e da Do