Unespciência 52

Click here to load reader

  • date post

    07-Apr-2016
  • Category

    Documents

  • view

    261
  • download

    1

Embed Size (px)

description

Maio de 2014 ∞ ano 5 ∞ Número 52

Transcript of Unespciência 52

  • Brasil ainda conhece pouco o potencial produtivo dos seus

    solos. Novos mtodos de anlise e mapeamento do terreno j

    permitem uma agricultura de alta preciso e sustentvel

    Terra vista

    unespcinciaSa

    tlite Rap

    idEye

    Usina

    So

    Martin

    ho

    ASTRONOMIA OIAPOQUE E CHU VO AO ESPAO

    BNDES A EXPANSO DO BANCO PELAS AMRICAS

    MADEIRA NOVO COMPENSADO RECUPERA MATA

    maio de 2014 ano 5 nmero 52 R$9,00

    UC52_Capa_03.indd 1 23/04/2014 12:37:56

  • Artistas da revoluo,do CPC era da TV

    www.editoraunesp.com.br

    Produzir contedo, Compartilhar conhecimento. Editora Unesp, desde 1987.

    Uma anlise do ambiente

    cultural brasileiro durante o

    regime militar, perodo em

    que os artistas procuraram

    aproximar-se do povo,

    no numa tentativa de

    avaliar se tiveram ou no

    xito na busca, mas sim

    compreender sua ao e

    seus objetivos polticos.

    compreender sua ao e compreender sua ao e compreender sua ao e compreender sua ao e compreender sua ao e compreender sua ao e compreender sua ao e compreender sua ao e compreender sua ao e compreender sua ao e compreender sua ao e compreender sua ao e compreender sua ao e

    seus objetivos polticos.seus objetivos polticos.seus objetivos polticos.seus objetivos polticos.

    Em busca dopovo brasileiro

    Autor: Marcelo RidentiR$: 64,00450 pg.

    C

    M

    Y

    CM

    MY

    CY

    CMY

    K

    anuncio_busca_povo_brasileiro.pdf 1 17/04/14 16:26

  • carta ao

    leitor

    GovernadorGeraldoAlckmin

    SecretriodeDesenvolvimentoEconmico,CinciaeTecnologiaRodrigoGarcia

    UNIVERSIDADEESTADUALPAULISTAReitorJulioCezarDuriganVice-reitoraMarilzaVieiraCunhaRudgePr-reitordeAdministraoCarlosAntonioGameroPr-reitordePs-GraduaoEduardoKokubunPr-reitordeGraduaoLaurenceDuarteColvaraPr-reitoradeExtensoUniversitriaMaringelaSpottiLopesFujitaPr-reitoradePesquisaMariaJosSoaresMendesGianniniSecretria-geralMariaDalvaSilvaPagottoChefedeGabineteRobervalDaitonVieiraAssessor-chefedaAssessoriadeComunicaoeImprensaOscarDAmbrosio

    PresidentedoConselhoCuradorMrioSrgioVasconcelosDiretor-presidenteJosCastilhoMarquesNetoEditor-executivoJzioHernaniBomfimGutierreSuperintendenteadministrativoefinanceiroWilliamdeSouzaAgostinho

    unespcinciaDiretorderedao PabloNogueiraEditores-assistentes AndrJulioeGuilhermeRosaColunistas LucianoMartinsCostaeOscarDAmbrosioArte HankDesign(RicardoMiura)Assistentedearte AndraCardosoColaboradoresAliceGiraldi,FbiodeCastro,GilbertoAmndola(texto);AgnciaOphelia,GuiGomes,LuizMachado,MichelaBrgidaRodrigues(foto);Marceleza,MarcusPenna(ilustrao)Reviso MariaLuizaSimesProjetogrfico BuonoDisegnoProduo MaraReginaMarcatoApoiodeinternet MarceloCarneirodaSilvaApoioadministrativo ThiagoHenriqueLcioEndereoRuaQuirinodeAndrade,215,4oandar,CEP01049-010,SoPaulo,SP.Tel.(11)5627-0323.www.unesp.br/revista;[email protected]

    PARAASSINARwww.livrariaunesp.com.br

    Diretor-presidenteMarcosAntonioMonteiroDiretoravice-presidenteMariaFelisaMorenoGallegoDiretorindustrialIvailJosdeAndradeDiretordegestodenegciosJosAlexandrePereiradeArajoTiragem 15milexemplaresproibidaareproduototalouparcialdetextoseimagenssemprviaautorizaoformal.

    Fazermaiscommenos

    O mundo vai precisar aumentar em 70% a produ-o de alimentos nas prximas quatro dcadas, se quiser manter a salvo da fome e da desnutrio os nove bilhes de pessoas que, acredita-se, iro compar-tilhar nosso planeta em 2050. Estas projees colossais vieram das mesas dos tcnicos da Organizao das Na-es Unidas para a Alimentao e Agricultura (FAO), o rgo da ONU que lidera as iniciativas internacionais para erradicao da fome e da insegurana alimentar e que dirigido pelo brasileiro Jos Graziano. As perspectivas tornam-se ainda mais complexas

    quando se leva em considerao o contexto socioam-biental que nosso planeta atravessa. Por um lado, o crescimento demogrfico soma-se exploso do con-sumo vivida nos ltimos 15 anos, puxada, em parte, pela elevao do poder aquisitivo das populaes de Rssia, China e, claro, Brasil. Por outro, o fantasma das mudanas climticas j sinaliza que o atual modelo de explorao de recursos naturais est impactando o meio ambiente de forma potencialmente desastrosa. Se realmente quiser sobreviver, e ainda dar conta

    do crescimento populacional das prximas dcadas, a humanidade ter que encontrar uma maneira de produzir mais alimentos usando menos recursos. E na busca de solues para esta complexa equao que se insere o trabalho que est sendo desenvolvido pelo grupo de pesquisa Caracterizao dos Solos para Fins de Manejo Especfico (CSME), liderado pelo professor Jos Marques Jr., da Unesp de Jaboticabal. Trabalhando em parceria com grandes empresas do setor agrcola, os pesquisadores do CSME tm buscado maneiras de otimizar recursos como adubos, defensivos agrcolas e combustvel de trator, a fim de reduzir custos, aumentar a produo e, principalmente, zelar pela integridade e pela qualidade do solo. A agricultura brasileira j se tornou sinnimo de produtividade em todo o mundo. Quem sabe vir a ser conhecida, tambm, por sua sustentabilidade.

    maio de 2014.:.unespcincia 3

    PabloNogueiradiretorderedao

    UC52_Editorial_01.indd 3 16/04/2014 20:04:41

  • sumrio

    unespcincia .:. maio de 20144

    Aros no espao Astrnomo da Unesp colabora na primeira observao de anis ao redor de asteroide.

    Equipe da universidade coopera com pesquisadores da sonda New Horizons,

    da Nasa, para levantar as possibilidades de que Pluto tambm seja envolvido por

    estruturas semelhantes

    Um banco continentalPesquisa analisa emprstimos do BNDES para obras em pases da Amrica Latina. Projetos incluem sistemas de nibus, linhas de metr e redes de distribuio de gs urbano. Grandes construtoras brasileiras foram maiores beneficiadas

    Estudo de campo

    A unio faz a ostraProjeto de cultivo de ostras em antigo quilombo em Cananeia, no litoral sul paulista, torna-se referncia internacional de extrativismo com vis socioambiental. Pesquisadores de So Vicente acompanham o trabalho de quilombolas para avaliar o quanto a atividade impacta o ambiente

    Capa

    Conhecendo cada palmo de choNovas metodologias na rea de anlise do solo j esto permitindo a fazendas e usinas de cana aumentarem a produtividade atravs da implementao de uma agricultura de preciso. Projeto vai mapear, em nvel indito de detalhes, terras de 40% do territrio de So Paulo

    18

    36

    30

    26

    UC52_Sumario_02.indd 4 16/04/2014 20:06:38

  • cartas

    50 anos depois do golpe, uma pesquisa historiogrfica rigorosa reescreve a histria do Brasil durante a ditadura,

    e j elucidou dezenas de casos de tortura e execuo

    Iluminando os pores

    unespcincia

    Alexia Sa

    nti/Ag

    ncia Oph

    elia

    ESTRESSE MAL ATINGE AT PADRES E PASTORES

    CAMARO ESPCIE NATIVA LUTA CONTRA INVASOR

    TRANSPLANTE NOVA TCNICA COMBATE REJEIO

    abril de 2014 ano 5 nmero 51 R$ 9,00

    UC51_Capa_04.indd 1 21/03/2014 11:43:02

    Perfil Tereza YamabeIn the aftermath of Fukushima event, a

    number of countries in the world have started to consider geothermal as an environmentally friendly source of energy. What needs to be realized in this context, however, is that geothermal energy is not without risks either. The city of Basel/Switzerland for example abandoned a geothermal drilling project after a series of small earthquake hit the town in 2009. In this context, Terezas work, which was internationally published, is very important and can help to provide a better understanding of the interaction of the geothermal field with fluid injections/extractions.

    TraduoComo consequncia do evento Fukushima, diversos pases em todo o mundo comearam a considerar a energia geotrmica como uma fonte de energia amigvel ao meio ambiente. O que preciso destacar neste contexto, no entanto, que a energia geotrmica tambm no isenta de riscos. A cidade de Basel, na Sua, por exemplo, abandonou um projeto de perfurao geotermal depois que uma srie de pequenos terremotos atingiu a cidade em 2009. Neste contexto, o trabalho de Tereza, que foi publicado internacionalmente, muito importante e pode ajudar no melhor entendimento da interao do campo geotermal com as injees e extraes de fluidos.Prof. Dr. Frank Scherbaum, por e-mail

    revistaunespciencia

    @unespciencia

    Tv: www.tv.unesp.br/unespcienciaSite: www.unesp.br/revistablogE-mail: [email protected]

    maio de 2014 .:. unespcincia 5

    Como se fazDo guapuruvu, espcie nativa ainda pouco usada, surge um compensa-do que ajuda no reflorestamento

    PerfilA carreira de Loris Rampazzo mudou a forma como a academia interpreta a arte da pintora Djanira

    ArteRestaurao de painel do artista Cirton Genaro recupera memria da resistncia ditaduda militar

    Click!Cultura de clulas-tronco, feitas para pesquisa no Hemocentro de Botucatu, vira uma mar vermelha

    Estao de trabalhoNa sala de reunies de Paulo Machado, mscaras, carrinhos e bonecos contam histrias

    Quem diriaO camaro que sobe sem medo no prprio predador e a tartaruga que pe ovos no ninho do temido jacar

    LivrosAnlise de obra de Monteiro Loba-to para adultos recupera influncia do escritor na vida do pas

    Ponto crticoNo campo miditico, o debate de ideias inclui at a performance como estratgia de convencimento

    6

    12

    16

    42

    44

    46

    48

    50

    UC52_Sumario_02.indd 5 16/04/2014 20:07:20

  • texto Gilberto Amndola foto Michela Brgida Rodrigues

    O jovem casal morou no Jardim Paulistano, nas proximidades da Rua Macei. Mas, um pouco antes da Revoluo de 1932, tiveram que abandonar o local. Naquela regio, estavam levantando trincheiras por