V01 empreendendo no comex (versão final) (1)

Click here to load reader

  • date post

    14-Jun-2015
  • Category

    Education

  • view

    393
  • download

    5

Embed Size (px)

description

Slides referentes a palestra "7 passos de como empreender no comércio exterior", realizada pelo palestrante Carlos Araújo, no dia 02/10.

Transcript of V01 empreendendo no comex (versão final) (1)

  • 1. Prof. Carlos Arajo

2. Apresentao do PalestranteCarlos Arajoww.fb.com/comexblogProfessor Universitrio eDespachante Aduaneiro.Autor e editor do site www.comexblog.com 3. muito comum ver empresrios tendodificuldades em conseguir o cadastrono Radar. O motivo?Problemas oriundos da constituio daempresa. Detalhes simples, mas queprecisam ser revistos por umespecialista, principalmente na reacontbil e fiscal. 4. O mercado de atuao A criao da sua empresa Preparando a sua empresa Obtendo o Radar O sistema de Gerenciamento Mapeando os Processos Capacitao e treinamentoContnuo 5. Quais rgos interferem emmeu negcio? Anvisa? Mapa? Exrcito? Denatran? Quais requisitos precisocumprir? Armazm Climatizado? Distribuio exclusiva?Selagem e Etiquetagem? Como funciona adistribuio? Preciso ter frota prpria? Trabalharei com ovarejo ou atacado? Venderei pela internet? Quem so meusconcorrentes? Grandes? Pequenos? 6. No fcil ser empreendedor noBrasil, principalmente na rea decomrcio exterior O investimento comea muito antesde ser efetuar o primeiro negcio A RFB no entende que voc precisafaturar primeiro, para depois gastar Voc ir assumir muitas despesas,muito antes de estar autorizado a seroperador de comrcio exterior Ficou sem humor? 7. Ser comercial (ter CNPJ e InscrioEstadual) Ter um objeto social condizente com asua operao Ter um escritrio fsico e dispor decondies operacionais quecomprovam sua capacidadeoperacional Demonstrar capacidade econmica efinanceira que suporte as transaescomerciais; 8. Distribuio e o Comercio de Bens Importados, inclusive a Importaoe a Exportao de Produtos em gerais, Ferramentas, materiais deescritrios, produtos utilidades domesticas, CNAE 46.93-1/00; Distribuio e o Comrcio de Bens Importados, inclusive a Importaoe a Exportao de veculos automotores, CNAE: 4511-1/03; Distribuio e o Comrcio de Bens Importados, inclusive a Importaoe Exportao de motocicletas e motonetas, CNAE: 4541-2/01; Distribuio e o Comrcio de Bens Importados, inclusive a Importaoe a Exportao de peas e acessrios para veculos automotores,CNAE: 4530-7/01; Distribuio e o Comrcio de Bens Importados, inclusive a Importaoe a Exportao de equipamentos eletrnicos, CNAE: 4652-4/00; Distribuio e o Comrcio de Bens Importados, inclusive a Importaoe a Exportao de equipamentos de informtica e perifricos, CNAE:4651-6/01; 9. Radar um dispositivo quepermite detectar objetosdentro de uma reapredeterminada. No comrcio exterior, essasituao se traduz paraacompanhar cada passo dosintervenientes no comrcioexterior 10. O Radar (Sistema de Rastreamento da Atuaodos Intervenientes Aduaneiros) o sistema dehabilitao e credenciamento para atuar comcomrcio exterior.Estes procedimentos esto disciplinados na INRFB 1.288/12. 11. A Receita Federal do Brasil (RFB) o rgoresponsvel por deferir os pedidos dehabilitao da pessoa fsica responsvel porpessoa jurdica importadora ou, no Siscomex.Os objetivos do Radar so: autorizar os interessados a atuarem comcomrcio exterior, visando a segurana dasoperaes e a preservao da imagem dopas no exterior; permitir acesso ao Siscomex, que oambiente eletrnico utilizado para registrodas operaes. 12. Tambm conhecida comohabilitao (ou senha) no Radar , ahabilitao para utilizar o Siscomexconsiste no exame prvio daquelesque pretendem realizar operaesde comrcio exterior. Toda pessoa fsica ou jurdica, antesde iniciar suas operaes decomrcio exterior deve comparecera uma unidade da Receita Federalpara obter sua habilitao. 13. Requerimento, Atos constitutivos, Certides Documentos de identificao Balano patrimonial Demonstrativo de resultados Prova da integralizao ou aumento decapital; E mais um conjunto enorme de documentos. A no-apresentao de qualquer um dosdocumentos relacionados anteriormentedever ser justificada por escrito, e podeacarretar no indeferimento e/ouarquivamento do pedido. 14. EXPRESSA: destinada s empresas constitudas sob aforma de sociedade annima de capital aberto, comaes negociveis em bolsa de valores ou no mercadode balco; autorizadas a utilizar o Despacho AduaneiroExpresso (Linha Azul); empresas pblicas ou deeconomia mista 15. ILIMITADA: a antiga modalidadede Radar Ordinrio, destinada apessoa jurdica cuja estimativa dacapacidade financeira seja superiora US$ 150.000,00 (cento ecinquenta mil dlares/EUA).LIMITADA: trata-se da antigamodalidade de Radar Simplificado,a qual destinada a pessoa jurdicacuja estimativa da capacidadefinanceira, seja igual ou inferior aUS$ 150.000,00 (cento e cinquentamil dlares). 16. Empresas mal assessoradas A contabilidade no est em dia Valores no comprovados Dificuldades de demonstrar aintegralizao do capital Dificuldades em reunir todos osdocumentos necessrios Altos custos para constituir a empresa,obter o radar e s depois poder operar Poucos recursos humanos na ReceitaFederal para atender a demandacrescentes de pedidos 17. Apesar de existir algumas grifes desoftware, o comrcio exterior carregaalgumas peculiaridades. O bordo escolha bem preciso serlevado a srio. Comece por empresas j estabelecidasno mercado. Pergunte. Vejas pontosfracos e fortes. Questione. No fcil desenvolver uma soluocaseira. Evite essa armadilha. As opes por Computao nasNuvens j uma realidade. 18. Um software de gesto em comrcioexterior precisa ser integrado com asoutras reas Ele precisa entender e compreender asparticularidades da Receita Federal preciso ter conexo com o Siscomex(importar dados) Ele precisa conhecer os tipos deimportao (Conta e Ordem, Prpria,Encomenda) Ele precisa ser bem parametrizado,principalmente a parte contbil 19. Integrao das informaes digitadasatravs de um nico banco de dados Reaproveitamento das informaesdigitadas Banco de Dados confivel, que permitaagilidade no input das informaes,evitando redigitao e reduzindo o erro Integrao com outros softwares demercado Completa ferramenta de follow-up,permitindo gerenciar cada etapa doprocesso 20. Os processos A integrao entre setores, deforma sistmica e contnua O custo de cada processo A cadeia de suprimento As finanas A contabilidade 21. RESPONSABILIDADE AMBIENTALNECESSIDADEDE INOVAOFORA DE TRABALHO(MINORIAS)PRESSO DOSACIONISTASTECNOLOGIACONCORRNCIAEXCESSO DEOFERTAGLOBALIZAOIMPACTOEXPECTATIVASDO CLIENTESOCIALINCENTIVOS/INGERNCIAS DOGOVERNO 22. Voc fez algum cursorecentemente? Em qual modalidade? Quais pontos fortes e fracosde cada um? Voc acha que o mercado jacolheu a modalidade EADcomo forma decapacitao? 23. O mercado de atuao A criao da sua empresa Preparando a sua empresa Obtendo o Radar O sistema de Gerenciamento Mapeando os Processos Capacitao e treinamentoContnuo 24. www.facebook.com/AbracomexADMewww.facebook.com/comexblogContatos:www.abracomex.org | [email protected] Skype: abracomex | Telefone: 4062-0660 Ramal:0405