208 - PEB - SERIES INICIAIS REVISADA.pdf

of 28 /28
PREFEITURA MUNICIPAL DE UBERABA Concurso Público EDITAL Nº 01/2012 PEB – SÉRIES INICIAIS Código 208 LEIA COM ATENÇÃO AS SEGUINTES INSTRUÇÕES 1 - Este caderno contém as questões da PROVA OBJETIVA. 2 – Use, como rascunho, a Folha de Respostas reproduzida ao final deste caderno. 3 - Ao receber a Folha de Respostas da PROVA OBJETIVA: confira seu nome, número de inscrição e o cargo; assine, A TINTA, no espaço próprio indicado. ATENÇÃO: FOLHA DE RESPOSTA SEM ASSINATURA NÃO TEM VALIDADE. 4 - Ao transferir as respostas para a Folha de Respostas: use apenas caneta esferográfica azul ou preta; preencha, sem forçar o papel, toda a área reservada à letra correspondente à resposta solicitada em cada questão; assinale somente uma alternativa em cada questão. Sua resposta NÃO será computada se houver marcação de mais de uma alternativa, questões não assinaladas ou questões rasuradas. NÃO DEIXE NENHUMA QUESTÃO SEM RESPOSTA. A Folha de Respostas da PROVA OBJETIVA não deve ser dobrada, amassada ou rasurada. CUIDE BEM DELA. ELA É A SUA PROVA. O tempo de duração das provas abrange a assinatura da Folha de Respostas, a transcrição das respostas do Caderno de Questões da Prova Objetiva para a Folha de Respostas. ATENÇÃO - Nos termos do Edital nº 01/2012, “Poderá ainda ser eliminado o candidato que [...]: portar arma(s) no local de realização das provas [...]; portar, mesmo que desligados [...] quaisquer equipamentos eletrônicos [...] ou de instrumentos de comunicação interna ou externa, tais como telefone celular [...] entre outros; deixar de entregar as Folhas de respostas das Provas Objetiva [...].” (subitem 8.2.30, alíneas “d”, “e” e “i”) DURAÇÃO MÁXIMA DA PROVA: QUATRO HORAS Data: ____/____/______

Transcript of 208 - PEB - SERIES INICIAIS REVISADA.pdf

  • PREFEITURA MUNICIPAL DE UBERABA

    Concurso Pblico EDITAL N 01/2012

    PEB SRIES INICIAIS Cdigo 208

    LEIA COM ATENO AS SEGUINTES INSTRUES

    1 - Este caderno contm as questes da PROVA OBJETIVA. 2 Use, como rascunho, a Folha de Respostas reproduzida ao final deste caderno. 3 - Ao receber a Folha de Respostas da PROVA OBJETIVA:

    confira seu nome, nmero de inscrio e o cargo; assine, A TINTA, no espao prprio indicado.

    ATENO: FOLHA DE RESPOSTA SEM ASSINATURA NO TEM VALIDADE.

    4 - Ao transferir as respostas para a Folha de Respostas:

    use apenas caneta esferogrfica azul ou preta; preencha, sem forar o papel, toda a rea reservada letra correspondente resposta

    solicitada em cada questo; assinale somente uma alternativa em cada questo. Sua resposta NO ser

    computada se houver marcao de mais de uma alternativa, questes no assinaladas ou questes rasuradas.

    NO DEIXE NENHUMA QUESTO SEM RESPOSTA. A Folha de Respostas da PROVA OBJETIVA no deve ser dobrada, amassada ou rasurada. CUIDE BEM DELA. ELA A SUA PROVA.

    O tempo de durao das provas abrange a assinatura da Folha de Respostas, a transcrio das respostas do Caderno de Questes da Prova Objetiva para a Folha de Respostas. ATENO - Nos termos do Edital n 01/2012, Poder ainda ser eliminado o candidato que [...]: portar arma(s) no local de realizao das provas [...]; portar, mesmo que desligados [...] quaisquer equipamentos eletrnicos [...] ou de instrumentos de comunicao interna ou externa, tais como telefone celular [...] entre outros; deixar de entregar as Folhas de respostas das Provas Objetiva [...]. (subitem 8.2.30, alneas d, e e i)

    DURAO MXIMA DA PROVA: QUATRO HORAS

    Data: ____/____/______

  • 2

  • 3

    A T E N O

    Senhor(a) Candidato(a),

    Antes de comear a fazer a prova, confira se este caderno contm, ao todo, 40 (quarenta) questes objetivas, cada uma constituda de 4 (quatro) alternativas, assim distribudas: 15 (quinze) questes de Portugus, 10 (dez) questes de Conhecimentos Gerais/Atualidades e Legislao/Temas Educacionais Bsicos e 15 (quinze) questes de Conhecimentos Especficos, todas perfeitamente legveis.

    Identificando algum problema, informe-o imediatamente ao aplicador de provas para que ele tome as providncias necessrias.

    Caso V.S no observe essa recomendao, no lhe caber qualquer reclamao ou recurso posteriores.

  • 4

  • 5

    Lngua Portuguesa

    INSTRUO As questes de 1 a 15 relacionam-se com o texto abaixo. Leia-o com ateno antes de responder a elas.

    GUA: uma questo de atitude e conscincia

    Ana Paula Braga

    5

    10

    15

    20

    25

    A gua necessria para a vida. No toa que, quando se cogita a possibilidade de vida extraterrestre, chega-se logo busca do elemento em outros planetas. A existncia de gua em estado lquido na superfcie de um planeta considerada pela cincia um forte elemento a favor da vida. E, se a vida abunda na Terra, o mesmo no podemos dizer dos recursos hdricos, sabidamente finitos.

    A nossa existncia depende dessa substncia incolor, inspida e inodora. [...] Sua disponibilidade distribuda de forma irregular pelo planeta e, muitas vezes, incompatvel com as concentraes urbanas. Gerenciar esse recurso to importante em escala global um enorme desafio. por isso que, h 20 anos, no dia 22 de maro, a Organizao das Naes Unidas (ONU) divulgou a Declarao Mundial dos Direitos da gua. Foi oficializado, ento, o primeiro Dia da gua, data criada para estimular a reflexo e a discusso sobre esse frgil recurso natural.

    Disparidade Motivos no faltaram para a iniciativa da ONU. O crescente aumento da

    populao humana na Terra, aliado aos nossos maus hbitos consumistas e m gesto dos recursos naturais, nos levam a perspectivas preocupantes. Para se ter uma ideia, segundo dados do Sistema Nacional de Informaes sobre o Saneamento (SNIS), do Ministrio das Cidades, no ano passado, cada brasileiro consumiu cerca de 150 litros de gua por dia. J para o resto do mundo, a ONG WWF aponta um consumo de 140 a 200 litros por dia para o europeu, e de 200 a 250 litros para um norte-americano enquanto que em algumas regies da frica h somente 15 litros de gua disponveis, por dia, para cada morador. No bastasse o grande consumo humano do recurso, poluio e processos como a urbanizao, industrializao, irrigao e a construo de reservatrios so, hoje, uma grande ameaa gua doce e potvel.

    O TEMPO: ambiente sustentvel. Belo Horizonte, 3 de maro de 2012 (Texto adaptado).

  • 6

    Questo 1 O ttulo do texto sugere que o tema a ser tratado

    A) contestvel. B) desprezvel. C) questionvel. D) respeitvel.

    Questo 2 Dos problemas tratados no texto NO se pode dizer que sejam

    A) futuros. B) imaginrios. C) presentes. D) reais.

    Questo 3 O tema do texto NO ilustrado com dados

    A) abrangentes. B) pesquisados. C) quantificadores. D) tranquilizadores.

    Questo 4 A nossa existncia depende dessa substncia incolor, inspida, inodora. (linha 6)

    No texto, a frase acima transcrita refere-se, especificamente, aos recursos

    A) fluviais. B) hdricos. C) minerais. D) naturais.

  • 7

    Questo 5 Foi oficializado, ento, o primeiro Dia da gua [...] (linha 11)

    A partir do que explicitado no texto, a criao do Dia da gua pode ser considerada

    A) dispensvel. B) equivocada. C) oportuna. D) portentosa.

    Questo 6 Foi oficializado, ento, o primeiro Dia da gua, data criada para estimular a reflexo e a discusso sobre esse frgil recurso natural. (linhas 11-12)

    No texto, o adjetivo acima sublinhado aplica-se gua porque ela

    A) consumida sem medida. B) de utilidade vital. C) muito pouco eficiente. D) relativamente escassa.

    Questo 7 [...] em algumas regies da frica h somente 15 litros de gua disponveis, por dia, para cada morador. (linhas 22-23)

    Levando em considerao outros dados numricos explicitados no texto, o que se transmite nessa frase reflete uma situao, principalmente,

    A) aleatria. B) dinmica. C) incomparvel. D) injusta.

  • 8

    Questo 8 No toa que [...] chega-se logo busca do elemento em outros planetas. (linhas 2-3)

    Nessa frase, o acento grave colocado sobre as palavras sublinhadas indica, especificamente,

    A) crases. B) monosslabos tonos. C) nasalizaes. D) slabas tnicas.

    Questo 9 A existncia de gua em estado lquido [...] considerada pela cincia um forte elemento a favor da vida. (linhas 3-4)

    A expresso sublinhada nessa frase deve ser adequadamente classificada como

    A) agente da passiva. B) complemento nominal. C) predicativo. D) sujeito.

    Questo 10 Sua disponibilidade distribuda de forma irregular pelo planeta [...] (linhas 6-7)

    Pode-se considerar que as duas expresses sublinhadas nessa frase so

    A) dois adjuntos adnominais. B) dois adjuntos adverbiais. C) a primeira, adjunto adnominal; a segunda, adjunto adverbial. D) a primeira, adjunto adverbial; a segunda, adjunto adnominal.

  • 9

    Questo 11 [...] data criada para estimular a reflexo e a discusso sobre esse frgil recurso natural. (linhas 11-12)

    A orao sublinhada nesse fragmento de frase indica

    A) causalidade. B) explicao. C) finalidade. D) temporalidade.

    Questo 12 O crescente aumento da populao humana [...] aliado aos nossos hbitos consumistas e m gesto dos recursos naturais, nos levam a perspectivas preocupantes. (linhas 15-17)

    A concordncia da palavra sublinhada nessa frase feita, no texto, com

    A) crescente aumento. B) maus hbitos. C) perspectivas preocupantes. D) populao humana.

    Questo 13 [...] enquanto que em algumas regies da frica h somente 15 litros de gua disponveis, por dia, para cada morador. (linhas 22-23)

    A conjuno acima sublinhada confere orao que introduz um sentido de

    A) comparao. B) concluso. C) consequncia. D) oposio.

  • 10

    Questo 14 No bastasse o grande consumo humano do recurso, poluio e [...] a urbanizao [...] so, hoje, uma grande ameaa gua doce e potvel. (linhas 23-26)

    A orao sublinhada nessa frase pode ser adequadamente analisada como

    A) aditiva. B) alternativa. C) condicional. D) conformativa.

    Questo 15 No bastasse o grande consumo humano do recurso [...] (linha 23)

    A forma verbal sublinhada nesse fragmento de frase est conjugada no tempo

    A) futuro. B) imperfeito. C) perfeito. D) presente.

  • 11

    Conhecimentos Gerais/Atualidades

    Questo 16 Considerando discusses atuais sobre os temas meio ambiente, cidadania e globalizao, analise as seguintes afirmativas e assinale a alternativa CORRETA.

    A) Ao implantar uma nova indstria no mercado estrangeiro, inicialmente existe uma sobrecarga de impostos que se dilui posteriormente.

    B) A globalizao ou mundializao do mercado tem como objetivo principal criar novos postos de trabalho.

    C) A preferncia dada ao uso de energia nuclear se justifica pelo risco zero apresentado s geraes futuras.

    D) Existem diversas linhas de anlise do fenmeno da globalizao apresentando vises bastante diferenciadas acerca de seus impactos na vida econmica, poltica, social e cultural do mundo contemporneo.

    Questo 17 Considerando que a qualidade de vida est diretamente relacionada com a possibilidade de trabalho bem remunerado e uma condio ambiental que promova sade e bem-estar, analise as seguintes afirmativas.

    I. Um grande benefcio do mercado global a garantia da manuteno de emprego bem remunerado em todas as regies do planeta.

    II. A confrontao entre prejuzos e benefcios de uma deformao geogrfica deve ser avaliada cuidadosamente para verificar se a soma dos benefcios obtidos compensa largamente a soma dos prejuzos resultantes.

    III. O Estado de Bem-Estar Social est relacionado com salrios decentes, auxlio desemprego, auxlio doena, semana de cinco dias de trabalho.

    IV. A abertura das fronteiras comerciais tem como objetivo a manuteno das caractersticas regionais nos quesitos costume e escolarizao.

    V. A ideia de que [...] todo homem tem deveres para com a comunidade diz respeito participao poltica que tambm implica cuidados com o meio ambiente.

    A anlise permite concluir que esto CORRETAS apenas as afirmativas

    A) I, II e III. B) II, III e V. C) III, IV e V. D) II, III e IV.

  • 12

    Questo 18 Segundo Carvalho (2000), analise as seguintes afirmativas a respeito da desnacionalizao e assinale a alternativa INCORRETA.

    A) Na medida em que grandes empresas de alta tecnologia dos pases avanados se unem e ainda recebem apoio de seus governos fica cada vez mais difcil para os pases emergentes subir a escada da industrializao.

    B) A desnacionalizao vem aumentando em nosso Pas, seja por meio das privatizaes, seja via presso sobre empresrios brasileiros para venderem seus negcios.

    C) No processo atual da globalizao, as pequenas e mdias empresas so as mais favorecidas, pois recebem investimentos que potencialmente as transformam em grandes empresas.

    D) Em todo o mundo, o mercado vai se reorganizando de acordo com sua prpria lgica, e os governos tm dificuldades de reagir s mudanas.

    Questo 19 De acordo com B. A. Carvalho em A globalizao em xeque quando discute o Leilo de Entrada relativo instalao de uma empresa em novo territrio, analise a seguinte proposio e assinale a alternativa CORRETA.

    O Leilo de Entrada se refere:

    A) aos incentivos fiscais que a empresa recebe para sua instalao. B) ao valor que as transnacionais assumem e empregam na sade, na educao e na

    segurana do novo territrio.

    C) ao valor de negociao que as transnacionais oferecem em beneficio direto para comunidade do local onde vo se instalar.

    D) ao valor que as transnacionais pagam para terem seu direito de trabalho assegurado.

  • 13

    Questo 20 Analise os seguintes trechos sobre impactos sociais e culturais extrados de S.M. Branco O meio ambiente em debate.

    um erro muito comum, em nossos dias, considerar o crescimento econmico, por si s, como sinnimo de desenvolvimento de um povo ou de uma nao.

    Em nome do desenvolvimento isto , de um crescimento econmico baseado em tcnicas agrcolas, industriais, habitacionais e de lazer importadas , extinguem-se os coqueiros do Nordeste, a pesca em saveiros e jangadas, a fauna do Pantanal, a flora da Amaznia e todas as peculiaridades culturais que os acompanham.

    Considerando as ideias desse autor, assinale a afirmativa INCORRETA.

    A) O crescimento econmico no acompanhado de melhoria da qualidade de vida no pode gerar felicidade que o principal objetivo do desenvolvimento de uma sociedade.

    B) Um grande risco do chamado desenvolvimento (ou mania de desenvolvimento) o de igualar as culturas, transformando o mundo numa aldeia global.

    C) Os pases realmente desenvolvidos do mundo no sacrificam suas culturas em favor de um desenvolvimento que beneficie muito mais as indstrias e o comrcio do que a nao.

    D) A ideia de desenvolvimento sustentvel implica que se trabalhe para que uma comunidade sustente a mudana dos rios e da indstria sugeridos para o seu crescimento.

  • 14

    Legislao / Temas Educacionais Bsicos

    Questo 21 Analise as seguintes afirmativas sobre o uso das tecnologias na educao e assinale com V as verdadeiras e com F as falsas.

    ( ) O conhecimento das especificidades e das implicaes do uso pedaggico de cada mdia disponvel no contexto escolar propicia ao professor propor situaes para que o aluno possa integr-las de forma significativa e adequada no desenvolvimento do seu projeto.

    ( ) A preparao do professor para o uso de tecnologias fundamental para que a educao seja baseada na transmisso da informao.

    ( ) A internet na escola garantia da insero crtica das novas geraes e dos professores na cibercultura.

    ( ) A criao de redes de conhecimento na escola significa assumir a tica da interao e colaborao entre alunos, professores, funcionrios, dirigentes, especialistas e comunidade.

    Assinale a alternativa que apresenta a sequncia de letras CORRETA.

    A) (V) (F) (V) (F) B) (F) (V) (F) (V) C) (V) (F) (F) (V) D) (F) (V) (V) (F)

    Questo 22 Com relao educao inclusiva, assinale a alternativa INCORRETA.

    A) Na perspectiva da educao inclusiva, a educao especial passa a integrar a proposta pedaggica da escola, definindo como seu pblico-alvo os alunos com deficincia, transtornos globais de desenvolvimento e altas habilidades/superdotao.

    B) Com a Declarao de Salamanca (1994), institudo o princpio de que as escolas do ensino regular devem educar todos os alunos, enfrentando a situao escolar de excluso das crianas com deficincia, das que vivem nas ruas ou que trabalham, das superdotadas, em desvantagem social e das que apresentam diferenas lingusticas, tnicas ou culturais.

    C) importante capacitar o professor e toda a equipe de funcionrios da escola para receber e lidar com o portador de necessidade especial.

    D) De acordo com a Poltica Nacional de Educao Especial na perspectiva da Educao Inclusiva, os sistemas de ensino devem garantir a transversalidade da educao especial desde a educao infantil at o ensino mdio.

  • 15

    Questo 23 As Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educao Infantil renem princpios, fundamentos e procedimentos para orientar as polticas pblicas e a elaborao, planejamento, execuo e avaliao de propostas pedaggicas e curriculares da Educao Infantil.

    Numere a COLUNA II de acordo com a COLUNA I relacionando fundamentos e procedimentos correspondentes aos propostos por essas diretrizes.

    COLUNA I COLUNA II 1. Avaliao

    2. Eixos do currculo

    3. Concepo de Proposta Pedaggica

    ( ) As prticas pedaggicas devem garantir experincias que ampliem a confiana e a participao das crianas nas atividades individuais e coletivas.

    ( ) Deve garantir que as instituies de Educao Infantil cumpram a sua funo sociopoltica e pedaggica, promovendo a igualdade de oportunidades educacionais entre as crianas de diferentes classes sociais no que se refere ao acesso aos bens culturais e s possibilidades e vivncias na infncia.

    ( ) As instituies de Educao Infantil devem garantir a documentao especfica que permita s famlias conhecer o trabalho da instituio junto s crianas e os processos de desenvolvimento e aprendizagem da criana na Educao Infantil.

    Assinale a alternativa que apresenta a sequncia de nmeros CORRETA.

    A) (1) (2) (3) B) (3) (2) (1) C) (2) (3) (1) D) (2) (1) (3)

  • 16

    Questo 24 Analise as seguintes afirmativas referentes avaliao e aprendizagens significativas.

    I. A finalidade da avaliao necessita ser considerada ao se planejarem os meios de avaliar e construir os instrumentos mais adequados.

    II. A avaliao somativa traz todas as informaes necessrias s regulaes no trabalho do professor e da professora em funo do desenvolvimento dos aprendentes, conscientizando-os dos percursos de aprendizagem destes.

    III. A avaliao formativa acontece todo o tempo, fazendo parte do aprendizado cotidiano do aluno e engloba as aprendizagens relativas aos conhecimentos, nas dimenses conceitual e procedimental e no nvel do aprendizado de valores e atitudes.

    A partir dessa anlise, pode-se concluir que esto CORRETAS

    A) apenas as afirmativas I e II. B) apenas as afirmativas I e III. C) apenas as afirmativas II e III. D) todas as afirmativas.

    Questo 25 Analise as seguintes afirmativas sobre a Educao de Jovens e Adultos (EJA) e assinale a alternativa INCORRETA.

    A) A EJA deve constituir-se em um espao acolhedor, instigando os educandos criticidade e no visando apenas sua formao tcnica/profissionalizante.

    B) A escola voltada EJA , ao mesmo tempo, um local de confronto de culturas e um local de encontro de singularidades.

    C) Para examinar as possibilidades de leitura na educao de jovens e adultos, importante que se analisem as concepes que fundamentam o ato de ler.

    D) O estudo da realidade e a organizao do conhecimento englobam as etapas que devero estar presentes no planejamento, seja esse de longo ou de mdio prazo, como tambm o de sala de aula.

  • 17

    Conhecimentos Especficos

    Questo 26 O professor estar contribuindo para o processo de alfabetizao das crianas, ao propor que os alunos

    A) circulem as letras do seu nome em um verso de um poema. B) identifiquem a finalidade de gneros textuais mais familiares. C) reconheam diferentes gneros a partir do seu formato. D) visitem as instalaes da escola para verificar onde esto escritos letreiros, placas de

    identificao, cartazes, cardpios etc...

    Questo 27 Em relao ao trabalho com a leitura literria, INCORRETO afirmar que

    A) uma excelente fonte de contribuio para o desenvolvimento de habilidades de compreenso, interpretao e construo de sentidos de textos.

    B) possibilita o acesso da criana ao rico acervo de contos de fadas, de fbulas, de poemas que so gneros textuais no muito comuns em nossa sociedade.

    C) tem um importante valor formativo no desenvolvimento das crianas. D) torna o mundo e a vida compreensveis, porque ela revela outros mundos e outras

    vidas.

    Questo 28 Para desenvolver o eixo de ensino da apropriao do sistema de escrita, o professor dever propor atividades que levem o aluno a

    A) participar das interaes cotidianas em sala de aula, escutando com ateno e compreenso, respondendo as questes propostas pelo professor e expondo opinies nos debates com os colegas e com o professor.

    B) procurar saber ou levantar hipteses sobre a presena dos smbolos que representam os nmeros e palavras em calendrio, listas telefnicas, folhetos com preos de mercadorias etc.

    C) reconhecer e classificar, pelo formato, diversos suportes da escrita, tais como livros, revistas, jornais, folhetos.

    D) revisar e reelaborar a prpria escrita, segundo critrios adequados aos objetivos, ao destinatrio e ao contexto de circulao previstos.

  • 18

    Questo 29 Ao trabalhar com o eixo de ensino da leitura, o professor dever propor atividades que desenvolvam as seguintes capacidades, EXCETO

    A) antecipar contedos de textos a serem lidos em funo de seu suporte, de seu gnero e de sua contextualizao.

    B) identificar finalidades e funes da leitura, em funo do reconhecimento do suporte, do gnero e da contextualizao do texto.

    C) levantar e confirmar hipteses relativas ao contedo do texto que est sendo lido. D) reconhecer unidades fonolgicas como slabas, rimas, terminaes de palavras etc.

    Questo 30 Leia a seguinte situao.

    Se o aluno quer escrever um caso engraado, deve saber que pode usar uma linguagem simples, prxima da que usada no seu cotidiano, com grias e expresses coloquiais, frases curtas, estruturas sintticas frequentes na conversa descontrada, como o cara, quando ele viu que eu estava na sala, ele saiu correndo que nem um louco, ou eu vi ele entrando na casa e eu peguei e fui atrs. Mas se estiver redigindo uma notcia para sair no jornal da escola, dever saber usar outro tipo de vocabulrio e de estruturao sinttica, por exemplo: No ltimo fim de semana, foram disputadas, no campinho em frente escola, duas partidas do campeonato de queimada do turno da tarde."

    FAE/CEALE/SEEMG. Coleo Orientaes para o Ciclo Inicial de Alfabetizao: Cadernos do CEALE - 1, 2, 3, 4, 5 e 6. Secretaria de Estado da Educao de Minas Gerais. 2003

    Saber agir da forma descrita significa que esse aluno sabe:

    A) avaliar afetivamente o texto, fazer extrapolaes. B) buscar pistas textuais, intertextuais e contextuais para ler nas entrelinhas (fazer

    inferncias), ampliando a compreenso. C) construir compreenso global do texto lido, unificando e inter-relacionando

    informaes explcitas e implcitas, produzindo inferncias.

    D) usar a variedade lingustica apropriada situao de produo e de circulao, fazendo escolhas adequadas quanto ao vocabulrio e gramtica.

  • 19

    Questo 31 Analise as seguintes afirmativas sobre a capacidade de usar a lngua falada em diferentes situaes escolares, buscando empregar a variedade lingustica adequada.

    I. Em uma festa familiar, roda de amigos ou em uma conversa descontrada, falar bem usar o dialeto cotidiano, de um modo coloquial.

    II. Participando de uma reunio de trabalho com o chefe e os colegas, em uma discusso com outros membros da comunidade sobre o Oramento Participativo ou assembleia de trabalhadores no sindicato, falar bem saber expor a prpria opinio com clareza e educao, numa linguagem mais cuidada que a de uso caseiro.

    III. Saber adequar o modo de falar s circunstncias da interlocuo uma capacidade lingustica de valor e utilidade na vida do cidado e, por isso, que deve ser desenvolvida na escola.

    IV. Um procedimento relativamente usual e que pode ser til para o desenvolvimento da fluncia e adequao da lngua falada das crianas solicitar-lhes que deem avisos ou recados para o professor ou os alunos de outras turmas.

    A anlise permite concluir que

    A) apenas a afirmativa I est correta. B) apenas as afirmativas II e III esto corretas. C) apenas as afirmativas I e IV esto corretas. D) todas as afirmativas esto corretas.

  • 20

    Questo 32 Lugar, territrio, regio e paisagem so algumas das categorias espaciais com as quais a geografia opera no intuito de explicar as relaes entre a sociedade e a natureza. A despeito da diversidade de sentidos atribudos a esses conceitos, por parte das diferentes correntes do pensamento geogrfico, possvel reconhecer certo consenso quanto importncia de se situar essas categorias no estudo da geografia desde as sries iniciais.

    Em relao abordagem das categorias espaciais no estudo da geografia nas sries iniciais, INCORRETO afirmar

    A) que a categoria lugar deve trabalhar a realidade do estudante sem se ater, unicamente, aos limites administrativos do bairro ou do municpio em que este vive.

    B) que a partir do espao vivido que o estudante nomeia o real, ou seja, constri sua identidade, d significado ao mundo, reconhece a diversidade e atua como sujeito social.

    C) que o estudo do espao no a somatria das categorias tomadas separadamente, mas sim em seu conjunto, buscando compor sua totalidade.

    D) que, partindo-se do nvel local ao mundial, hierarquicamente, o estudante compreender mais objetivamente os processos envolvidos na construo do espao.

  • 21

    Questo 33 A discusso acerca do papel da geografia na educao bsica pressupe considerar, cada vez mais, o processo de educao geogrfica. Assim, mais que simplesmente ensinar e aprender os contedos geogrficos, esse processo evidencia o quanto importante o estudante compreender a dinmica do mundo em que vive, bem como a sua espacialidade.

    Sobre o processo de educao geogrfica, assinale com V as afirmativas verdadeiras e com F as falsas.

    ( ) A alfabetizao geogrfica pressupe que o estudante desenvolva no apenas a capacidade de ler o espao via aparncia das paisagens, mas tambm a capacidade de apreender os significados contidos na leitura desses espaos.

    ( ) O fato de a alfabetizao geogrfica destacar a quantificao como elemento bsico para o estudo dos fenmenos geogrficos confere cartografia importncia vital como instrumento de apoio leitura do espao.

    ( ) Pedagogicamente, a alfabetizao geogrfica busca dialogar continuamente, tanto com as pessoas e a sociedade, quanto com a natureza, elementos fundamentais na produo e na organizao do espao.

    ( ) Um dos maiores desafios postos alfabetizao geogrfica fazer com que o estudante seja capaz de realizar a leitura da palavra por meio da leitura do mundo, assim como fazer a leitura do mundo via leitura da palavra.

    Assinale a alternativa que apresenta a sequncia de letras CORRETA.

    A) (V) (F) (V) (V) B) (V) (V) (F) (F) C) (F) (V) (V) (V) D) (V) (F) (V) (F)

  • 22

    Questo 34 Considerando as orientaes curriculares contemporneas, analise as seguintes afirmativas sobre as relaes entre os procedimentos metodolgicos e as aprendizagens no ensino de histria e assinale com V as verdadeiras e com F as falsas.

    ( ) A histria escolar no pode prescindir de um aprofundamento das noes de tempo histrico e de espao, bem como da metodologia necessria e adequada a ser utilizada no processo de aprendizagem de tais noes durante os anos iniciais da educao bsica.

    ( ) A renovao do ensino de histria pressupe rupturas radicais com a tradio escolar, porque a prtica escolar j comprovou que os mtodos e os contedos tradicionais no contribuem para a formao dos alunos e devem ser abolidos em nome do novo.

    ( ) O estabelecimento de relaes entre os conceitos prvios dos estudantes e os conhecimentos escolares, por parte do professor, so menos importantes do que a verificao da capacidade dos alunos para definir palavras e conceitos ao longo do estudo de um tema.

    ( ) O estudo das representaes sociais na histria pode auxiliar o aluno a desenvolver a compreenso de que os indivduos so marcados pelos grupos sociais dos quais fazem parte, a par de terem um modo de conhecer individual.

    Assinale a alternativa que apresenta a sequncia de letras CORRETA.

    A) (F) (V) (V) (F) B) (V) (F) (F) (V) C) (V) (F) (V) (F) D) (F) (V) (F) (V)

  • 23

    Questo 35

    Intervenes pedaggicas especficas, baseadas no trabalho de pesquisa histrica, provocam significativas mudanas nas compreenses das crianas pequenas sobre quem escreve a Histria. Por exemplo: passam a considerar a diversidade de fontes para obteno de informaes sobre o passado, discernindo sobre o fato de que pocas precedentes deixaram, intencionalmente ou no, indcios de sua passagem que foram descobertos e conservados pelas coletividades. Podem compreender que os diferentes registros so fontes de informao para se conhecer o passado.

    BRASIL. Ministrio da Educao e do Desporto. Parmetros Curriculares Nacionais. Histria; anos iniciais. Braslia: MEC/SEF, 1997, p.39.

    Refletindo sobre as proposies terico-metodolgicas acerca dos usos de fontes no ensino de histria, nos anos iniciais da educao bsica, assinale a afirmativa INCORRETA.

    A) A grande maioria dos documentos foi produzida com a inteno de registrar para a posteridade como era a vida em uma determinada poca, podendo ser compreendidos como obras humanas que registram, cada uma delas, a complexidade das relaes coletivas dos grupos sociais.

    B) A leitura didtica de um documento histrico pode ser favorecida com a coleta de informaes que so internas e externas a ele, tais como a histria do autor e da tcnica de registro, o material de que feito, os personagens histricos e os acontecimentos ali descritos.

    C) O modelo eurocntrico para o estudo da histria pode ser problematizado, por exemplo, por meio da realizao de anlises de documentos histricos produzidos em diferentes espaos e/ou por populaes negligenciadas no discurso didtico, como produes culturais asiticas e africanas.

    D) Os estudos da histria local podem ser favorecidos pela anlise de fontes histricas que permitam aos estudantes identificar a dinmica do lugar, as transformaes que o espao vivenciou, tais como fotografias que retratam um mesmo recorte espacial em tempos histricos diferentes.

  • 24

    Questo 36 Leia o texto a seguir.

    Ideias, como a compreenso da relevncia de aspectos sociais, antropolgicos e lingusticos na aprendizagem da matemtica, imprimiram novos rumos s discusses curriculares. Essas ideias influenciaram as reformas que ocorreram mundialmente a partir de ento e tiveram como objetivo, conforme afirmam os PCN (1997, vol. 3), adequar o trabalho escolar a uma nova realidade marcada pela crescente presena dessa rea do conhecimento em diversos campos da atividade humana.

    Em relao a esse processo, CORRETO afirmar que as propostas curriculares do ensino de matemtica, nos anos iniciais, devem contemplar:

    A) o predomnio do ensino da lgebra. B) a importncia da formalizao de conceitos. C) um amplo espectro de contedos. D) o trabalho constante com conjuntos.

    Questo 37 Em relao ao saber matemtico, de fundamental importncia que o professor procure, em sua formao, contemplar alguns dos aspectos descritos abaixo. Analise-os e assinale a alternativa INCORRETA.

    A) Conhecer a histria dos conceitos matemticos para mostrar aos alunos a matemtica como cincia sempre aberta incorporao de novos conhecimentos.

    B) Conhecer os obstculos envolvidos no processo de construo de conceitos para compreender melhor alguns aspectos da aprendizagem dos alunos.

    C) Compreender que o conhecimento matemtico formalizado precisa, necessariamente, ser transformado em saber escolar para se tornar passvel de ser ensinado/aprendido.

    D) Compreender que o conhecimento para ser pleno e transfervel precisa ser contextualizado em uma situao especfica e influenciado por condies de ordem social e cultural.

  • 25

    Questo 38 Conhecer diversas possibilidades de trabalho em sala de aula de fundamental importncia para que o professor construa uma prtica capaz de contribuir para a construo do conhecimento de seus alunos.

    Os PCN (1997, vol. 3) destacam algumas delas, EXCETO

    A) a resoluo de problemas para avaliar se os alunos compreenderam o que foi proposto e se so capazes de empregar o que lhes foi ensinado como definies, tcnicas e demonstraes.

    B) as tecnologias da informao usadas como motivadoras na realizao de tarefas exploratrias e de investigao e de percepo da importncia do uso de meios tecnolgicos.

    C) os jogos como fonte de significados e que, portanto, possibilitam compreenso, geram satisfao e formam hbitos que se estruturam num sistema.

    D) a histria da matemtica como veculo de informao cultural, sociolgica e antropolgica e, nesse sentido, um instrumento de resgate da prpria identidade cultural.

    Questo 39 A atividade Parmetros em Ao (Brasil, 1999) foi planejada para ser realizada em um contexto de formao de profissionais de educao, propiciando o estabelecimento de vnculos com as prticas locais.

    Nessa perspectiva, assinale a alternativa que NO est diretamente relacionada aos objetivos da proposta acima.

    A) Propiciar o debate e a reflexo sobre o papel da escola e do professor na perspectiva do desenvolvimento de uma prtica de transformao da ao pedaggica.

    B) Possibilitar ao aluno o desenvolvimento da capacidade de compreender, respeitar e valorizar a diversidade sociocultural e a convivncia solidria em uma sociedade democrtica.

    C) Criar espaos de aprendizagem coletiva, incentivando a prtica de encontros para estudar e trocar experincias e trabalho coletivo nas escolas.

    D) Identificar as ideias nucleares presentes nos Referenciais Curriculares e fazer as adaptaes locais necessrias atendendo as demandas identificadas no mbito do estado/municpio ou da prpria escola.

  • 26

    Questo 40 Leia o texto abaixo sobre a estratgia de trabalho chamada de projeto.

    O projeto favorece a articulao entre os diferentes contedos da rea de Cincias Naturais e desses com os de outras reas do conhecimento na soluo de um dado problema. Os PCN (1997, vol. 4) propem que essa estratgia seja planejada segundo uma sequncia de etapas para conduzir ao produto desejado.

    Analise as seguintes afirmativas concernentes sequncia de etapas do trabalho por projetos e assinale a alternativa INCORRETA.

    A) A definio do tema precisa ser especfica ou circunscrita a determinados fenmenos. B) A escolha do problema deve suscitar a dvida, estimular a soluo e criar a

    necessidade de ir busca de informaes.

    C) Os objetivos do projeto devem ser vistos pelos alunos como norteadores da investigao.

    D) A avaliao deve possibilitar a apreciao das aprendizagens de contedos realizadas.

  • 27

    FOLHA DE RESPOSTAS (RASCUNHO)

    AO TRANSFERIR ESSAS MARCAES PARA A FOLHA DE RESPOSTAS, OBSERVE AS INSTRUES ESPECFICAS DADAS NA CAPA DA PROVA.

    USE CANETA ESFEROGRFICA AZUL OU PRETA.

  • 28

    ATE

    N

    O:

    AGUA

    RD

    E AU

    TOR

    IZA

    O

    PAR

    A VI

    RAR

    O

    CA

    DER

    NO

    D

    E PR

    OVA

    .