Câmeras: Princípios Básicos

download

of 16

Embed Size (px)

description

Apostila

transcript

  • 1. Cmera um dispositivo dotado de mecanismos capaz de capturar imagens em tempo real. Diferentemente da cmera fotogrfica, a cmera de vdeo capaz de registrar movimentos, trazendo assim uma maior dinmica ao resultado final da produo.

2. Cmera Corpo e Objetiva (Lente) 3. Cmera No princpio, as cmeras possuam trs ou quatro lentes fixas que o operador trocava conforme a necessidade. 4. Cmera Objetivas (LENTES) As objetivas, e no lentes como impropriamente se chamam, (convm referir que uma objetiva composta por vrios conjuntos de lentes) podem, nas cmaras mais aperfeioadas, ser removveis ou intermutveis. Para obviar esta situao os fabricantes criaram uma objetiva com a distncia focal varivel, azoom , que , simultaneamente, uma "grande angular", uma "objetiva normal" e uma "teleobjetiva". 5. Cmera Objetivas (LENTES) Hoje em dia a maioria das camcorders possuem lentes do tipo zoom. Ao contrrio das lentes fixas, que so desenhadas para operar em apenas uma distncia focal, na lente zoom a distncia focal pode variar continuamente, desde a perspectiva da grande angular at a da teleobjetiva. Para isto, a lente zoom possui numerosas lentes de cristal polidas e calibradas com preciso. 6. Cmera Objetivas (LENTES) Os vrios grupos de lentes devem se mover com preciso - e geralmente em velocidades diferentes - medida que a zoom acionada . A figura, direita, mostra esses elementos. 7. Cmera LENTES 8. Cmera Objetivas (LENTES)

  • Variar a distncia focal de uma lente zoom alm de afetar o tamanho da imagem na cmera (no target da cmera - o CCD), afeta tambm trs outros elementos:
  • a distncia aparente entre os objetos
  • o tamanho relativo dos objetos em diferentes distncias
  • a percepo da velocidade do movimento dos objetos, que se aproximam ou se afastam da cmera.

9. Cmera DIAFRAGMA na lente que est o diafragma ou ris (devido seu funcionamento ser semelhante ao do nosso olho) que automaticamente regula a abertura da passagem de luz. 10. Cmera CCD O corao de uma cmera de vdeo o seu dispositivo de formao de imagem. As primeiras cmeras de TV utilizavam tubos. As primeiras cmeras coloridas possuam 4 tubos (vermelho, azul, verde e luminncia). E isto explica porque pesavam mais de 200 quilos e tinham de ser transportadas por caminhes! 11. Cmera CCD Hoje a maioria das cmeras utiliza CCDs (um chip de computador chamado Charged-Coupled Device ou Dispositivo de Carga Acoplado). Os tamanhos mais comuns de CCD so 1/3" , 1/2" e 2/3" ( a rea no centro do CCD) 12. Cmera CCD A luz que entra na lente vai direto para o dispositivo de imagem - CCD ou redirecionada por um prisma para dois ou 3 CCDs. Quanto mais pixels ( pontos sensveis luz) existirem na rea do target (onde formada a imagem), maior ser a resoluo ou claridade dos CCDs. Os tamanhos mais comuns de CCD so 1/3 de polegada, 1/2 polegada e 2/3 de polegada. 13. Cmera Color bars conjunto de barras coloridas utilizadas como referncia no ajuste de equipamentos de vdeo. Existem modelos diferentes para cada tipo de sinal de vdeo. Permite efetuar ajustes nos controles de cor e outros de monitores, cmeras, etc... Algumas cmeras podem gerar opcionalmente este sinal (ou parte dele, sem as camadas inferiores), assim como dispositivos eletrnicos em ilhas de edio. 14. Cmera Color Bars 15. Cmera White Balance A cmera de vdeo, ao contrrio ser humano, no capaz de efetuar compensaes e correes nos desvios da temperatura de cor com que os objetos so iluminados. Para se corrigir esta distoro, uma das possibilidades o uso de filtros coloridos sobre a objetiva da cmera (CC - color correction filters). Assim, um filtro azulado corrigir excessos de tons avermelhados por exemplo. Existem dezenas de graduaes de intensidade de filtros para corrigir cada tonalidade de cor; para determinao mais precisa do melhor filtro a ser aplicado sobre a objetiva, utiliza-se um medidor de temperatura de cor. 16. Cmera White Balance