Catedral em notícias 8° edição

Click here to load reader

  • date post

    22-Jul-2016
  • Category

    Documents

  • view

    217
  • download

    3

Embed Size (px)

description

 

Transcript of Catedral em notícias 8° edição

  • Catedral em Notcias

    Semana Santa

  • Palavra do Proco Semana Santa

    Se Deus ama o mundo, ento ama cada um de ns. A prova desse amor est na cruz. Jesus no a recusou por fidelidade ao Pai e por amor humanidade. Da vem a sal-vao ao acreditar no crucificado e aderir a Ele, pois na cruz, o Cristo abraa toda humanidade e assim no exclui ningum.

    A experincia da Quaresma, em sintonia com a Campa-nha da Fraternidade, faz memria da caminhada dos quarenta anos do povo de Deus no deserto. A deportao e o novo xodo aps o cativeiro da Babilnia (Is 43, 16-21; 2 Cr 36, 14-23).

    A vivncia da Semana Santa um processo de cura e reconciliao interior que nos faz pensar que preciso fazer a nossa parte como cristo e no somente esperar de Deus as boas atitudes e graas. importante que vivamos o processo de converso, maturidade crist e caridade mtua.

    Conseguiremos uma experincia satisfatria ao inten-sificar o nosso olhar para Jesus Levantado na cruz. Isso significa crer nele;o que no apenas um gesto de ade-so intelectual, entretanto um compromisso de mudana e acolher a mensagem de amor dirigida a toda comunidade.

    Gastar a vida por amor a maneira mais nobre de valo-riz-la e fazer dela o grande dom para Deus e para os irmos.

    Por Almir Silva (Coordenador da Catequese da Catedral)

    Graa e Paz, para voc e sua Famlia!

    Bendito seja Deus por mais um cami-nho quaresmal percorrido. De fato foi um tempo de muita meditao, de uma orao pessoal mais profunda, de uma busca por uma vida mais santa, tudo isso nas pega-das do Mestre Jesus de Nazar, doador de vida atravs de uma entrega total de si mesmo pela salvao do mundo.

    E o pice desta entrega pode e deve ser contemplado pelo fiel discpulo mis-sionrio de Jesus Cristo, especialmente na Semana Santa. Aprender com Jesus que no h amor maior do que d a vida pelos seus amigos e que o servir o que identi-fica o cristo. No Lava-Ps Jesus nos ensi-nou que o sentido da vida crist colocar--se a servio. Na entrega da Cruz ele nos ensina que de fato o cmulo do amor o sacrifico. Que o sinnimo de amar per-doar. E valer sempre a pena morrer por aquilo que se acredita.

    O ponto alto da Semana Santa a vi-glia pascal. a vitria da Vida sobre a Morte. A vitria de Cristo sela a nossa vi-tria tambm. A Cruz outrora smbolo de condenao, transforma-se em smbolo de redeno. Jesus vive e reina para sempre. Peamos hoje e sempre a graa para que O Espirito do Ressuscitado venha agir continuamente em nossas aes.

    Por fim, quero desejar a voc meu irmo e irm da nossa querida Catedral, uma feliz Pascoa, e que Deus continue abenoando sempre voc, revigorando a sua f dia aps dia.

    Fraternalmente,

    Pe. Charles Cunha da SilvaProco da Catedral de Nossa Senhora da Conceio.

    Foto: Pascom/2015

  • Catedral de Manaus realiza Via Sacra 2015

    A devoo da Via Sacra consiste na orao mental e contemplativa de acompanhar Jesus Cristo em seus sofrimentos conhecidos como a paixo de Nosso Se-nhor, a partir do Tribunal de Pilatos at o Monte Cal-vrio. Esta maneira de meditar teve origem no tempo das Cruzadas (sculo X). Os fiis que peregrinavam na Terra Santa e visitavam os lugares sagrados da Paixo de Jesus, continuaram recordando os passos da Via Do-lorosa de Jerusalm. O nmero de 14 estaes fixou-se no sculo XVI.

    No Brasil a Igreja nos convida a meditarmos os passos de Jesus rumo a cruz unindo as dores e mazelas do tempo pre-sente s de Cristo. Em particular neste ano a Conferncia Nacional dos Bispos do Brasil CNBB nos direciona a uma viso dos sofrimentos na socie-dade atual, a partir da Campanha da Fraternidade 2015 que tem como tema: Fraternidade: Igreja e Socieda-de, e lema Eu vim para servir. Impelindo-nos a um servio digno e humanitrio a uma sociedade que infe-lizmente tem padecido com uma poltica desordenada,

    gerando misria, impunidade e a desvalorizao do ser humano.

    Em Manaus a Via Sacra reuniu mais de 20 mil pessoas durante a procisso que aconteceu na manh de sexta--feira 03 de abril, segundo estimativas da Polcia Militar.

    Os fiis saram da Igreja Matriz, no Centro da cidade com cnticos, oraes, splicas e a participao de um grupo de jovens do Santurio de Nossa Senhora de F-tima que encenavam as estaes da via dolorosa, todo povo reunido pde assim comtemplar os mistrios da Paixo de Jesus Cristo. A procisso encerrou no Santu-rio de Nossa Senhora de Ftima, no bairro Praa 14, na Zona Sul da cidade. Por Davison Santos

    EscrutniosA Catedral de Nossa Senhora da Imaculada Conceio,

    realizou nos 4 domingos da Quaresma os Escrutnios (palavra que significa ouvir), uma espiritualidade neocatecumenal, referente s prticas da catequese para os adultos.

    Escrutnios, na Igreja primitiva, eram as etapas do catecumenato (catequese) que os catecmenos (catequizandos) faziam em preparao para o batismo.

    Hoje, os escrutnios tambm fazem parte de uma espiritualidade neocatecumenal (novo catecumenato), que prepara os cristos para a renovao das promessas batismais. Essa preparao feita atravs de catequeses que visam conscientizar os cristos sobre a importncia de viverem batismo. Os eleitos da nossa Parquia so: Ana Hiram Ferreira, Gnesis Crisstomo, Jefferson Lima, Jorge Giro e Wanessa Barros. A solenidade do Batismo aconteceu na Viglia Pascal. Os Catecmenos receberam os Sacramentos pela imposio do Arcebispo de Manaus, Dom Srgio Castriani, dia 4 de abril. Por Josy Souza

    Catedral de Manaus realiza Via Sacra 2015

  • Irmandade 125 anos

    A CF 2015 nos trouxe uma abordagem a respeito do papel da Igreja perante a socie-dade. Pensando nos desafios que encaramos e vamos enca-rar, percebe-se que a preocupa-o dos organizadores da Cam-panha mostrar que preciso

    aplicar as aes que so pregadas por meio da evangelizao nas celebraes e eventos pastorais na rotina dos cristos.

    O lema Eu vim para servir (cf. Mc 10, 45) insere os cristos como seres que necessitam ser ativos numa socie-dade que passa por rpidos avanos tecnolgicos e sociais. A Campanha nos instiga e desafia a buscar uma postura de doao ao prximo. A questo tomar o Cristianismo e sua mensagem de amor como algo possvel de ser vivenciado.

    Alguns podem argumentar que os tempos so ou-tros e que no h mais espao para a Palavra de Deus numa sociedade cercada de diversidade e competio en-tre seus membros, porm a mensagem de entrega e amor do Cristo Ressuscitado atravessa qualquer avano social e mostra que ser bom e prestativo no algo ultrapassa-do, mas uma ao do verdadeiro esprito do Cristianismo.

    Por Bruno Bandeira

    A Campanha da Fraternidade e seus desafios no nosso cotidiano

    No domingo (22/2), a Irmanda-de do Santssimo Sacramento cele-brou 125 de atividades na Catedral. A Celebrao, presidida pelo Arcebispo Dom Srgio Castriani, contou com os membros da Irmandade e do padre Paulo Pinto, que faz parte da entidade.

    Na ocasio, alguns ir-mos foram homenageados pe-los servios prestados. O mem-

    bro da Irmandade, Walter Fernandes, ressaltou a alegria de comemorar o aniversrio do grupo e destacou o trabalho de dedicao que se faz tradicional na Catedral de Manaus.

    muita alegria para os membros da Irmanda-de, pois so 125 anos. O trabalho duro, mas d cer-to por conta da unidade que sustenta os membros e a ins-tituio. Estamos em processo contnuo de renovao.

    A Irmandade do Santssimo, orientada pelo pro-co da Matriz, auxilia nos servios da Igreja, nas procis-ses, solenidades e na adorao ao Santssimo Sacra-mento da Eucaristia que ocorre toda quinta-feira s 18h.

    Os irmos renem-se no primeiro domingo de cada ms.

    Cidad amazonense, me de trs filhos e av de cinco netos, serva de Cristo e devota de Nossa Senhora da Conceio. Esta Sidneia Lira, que trabalhou efetivamente na catedral poca do padre Souza, na coordenao da pastoral do Dzimo.

    Hoje, ainda como dizimista, afirma quo gratificante servir casa de Deus: tudo aquilo que a gente faz para casa do Pai tem que ser feito de corao, com amor e carinho.

    Sidneia reitera tambm que o dzimo algo que voc doa, mas o que se tem de volta bem maior. Muitos testemunhos de vida ouvi de dizimistas que alcanaram graas em suas vidas, inclusive eu; pessoas que faziam sacrifcios, mas que vinham faz-lo como forma de agradecimento a Deus.

    O Dzimo no se paga, se oferece!

    Por Fernanda Barros

    DIZIMISTA DO MSCELEBRAES

    Sidneia Lima Lira

    Por Bruno Bandeira

    Proco: Pe. Charles Cunha Coordenao: Ivanildo Barros Edio: Ana Carolina Campos Reviso: Bruno Bandeira e Snia Bezerra Arte da Capa: Macildo Ferreira

    Matria e Fotografia: Fernanda Barros, Josy Souza, Davison Santos, Leonice Ramos; Rosana Martins, Sheysiane Oliveira, Arnol-do Santos; Colaborador: Almir Silva

    Expediente 8. Edio

    Encontre-nos em: Endereo: Praa Osvaldo Cruz, s/n, Centro Tel: (92) 3234-7827 - Manaus - Amazonas Site: www.catedralnsconceicao.org Facebook: www.fb.com/catedraldemanaus