1º Simulado - 2º Dia

Click here to load reader

  • date post

    03-Aug-2015
  • Category

    Documents

  • view

    1.701
  • download

    16

Embed Size (px)

description

PROVA DE REDAÇÃO E DE LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIASPROVA DE MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIASEste CADERNO contem 90 QUESTÕES numeradasde 91 a 180, dispostas da seguinte maneira:a. as questões de número 91 a 135 são relativas àárea de Linguagens, Códigos e suas tecnologias;b. as questões de número 136 a 180 são relativas àárea de Matemática e suas Tecnologias.

Transcript of 1º Simulado - 2º Dia

  • PROVA DE REDAO E DE LINGUAGENS, CDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS

    PROVA DE MATEMTICA E SUAS TECNOLOGIAS

    LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUES SEGUINTES

    2 DIA

    16/06/12

    CADERNO

    AMARELO

    01 - Este CADERNO contem 90 QUESTES numeradas

    de 91 a 180, dispostas da seguinte maneira:

    a. as questes de nmero 91 a 135 so relativas

    rea de Linguagens, Cdigos e suas tecnologias;

    b. as questes de nmero 136 a 180 so relativas

    rea de Matemtica e suas Tecnologias.

    02 - Confira se o seu CADERNO contm a quantidade de

    questes e se essas questes esto na ordem

    mencionada na instruo anterior. Caso o caderno

    esteja incompleto, tenha qualquer defeito ou

    apresente divergncia, comunique ao professor da sala

    para que ele tome as providncias cabveis.

    03 - Escreva e assine seu nome nos espaos prprios do

    CARTO-RESPOSTA com caneta esferogrfica de tinta

    preta.

    04 - No dobre, no amasse nem rasure o CARTO-

    RESPOSTA, pois ele no poder ser substitudo.

    05 - Para cada uma das questes objetivas, so

    apresentadas 5 opes identificadas com as letras A, B,

    C, D e E . Apenas uma responde corretamente

    questo.

    06 - No CARTO-RESPOSTA, preencha todo o espao

    compreendido no crculo correspondente opo

    escolhida para a resposta. A marcao em mais de uma

    opo anula a questo, mesmo que uma das respostas

    esteja correta.

    07 - O tempo disponvel para estas provas de cinco

    horas e trinta minutos.

    08 - Reserve os 30 minutos finais para marcar seu

    CARTO-RESPOSTA. Os rascunhos e as marcaes

    assinaladas no CADERNO DE QUESTES no sero

    considerados na avaliao.

    09 - Somente sero corrigidas as redaes transcritas na

    FOLHA DE REDAO.

    10 - Quando terminar as provas, entregue o CARTO-

    RESPOSTA/FOLHA DE REDAO ao professor de

    sala.

    11 - Voc poder deixar o local de prova somente aps

    decorridas duas horas do incio da aplicao .

    12 - Voc ser excludo do exame no caso de:

    a. agir com incorreo ou descortesia para com

    qualquer participante ou pessoa envolvida no

    processo de aplicao das provas;

    b. perturbar, de qualquer modo, a ordem no local de

    aplicao das provas, incorrendo em

    comportamento indevido durante a realizao do

    exame;

    c. se comunicar, durante as provas, com outro

    participante verbalmente, por escrito ou por

    qualquer outra forma;

    d. utilizar qualquer tipo de equipamento eletrnico e

    de comunicao durante a realizao do exame;

    e. utilizar ou tentar utilizar meio fraudulento, em

    benefcio prprio ou de terceiros, em qualquer

    etapa do exame;

    f. utilizar livros, notas ou impressos durante a

    realizao do exame;

    g. se ausentar da sala de provas levando consigo o

    CADERNO DE QUESTES/CARTO-

    RESPOSTA

    .QUESTES/CARTRESPOSTARESPOSTA antes

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina1

    LINGUAGENS, CDIGOS E SUAS

    TECNOLOGIAS

    QUESTES DE 91 A 135

    QUESTES DE 91 A 100 PORTUGUS

    Leia o texto abaixo.

    Combate dengue Elimine a gua parada. Recolha, proteja e tampe as latas, garrafas e pneus. Tampe a caixa dgua. Troque a gua por areia nos vasos de plantas e

    lave bem os pratos dos xaxins.

    QUESTO 91.

    Ministrio da Sade

    Todo e qualquer discurso possui uma implcita

    inteno que se realiza na forma como a

    comunicao se realiza. Com base nisso,

    identifique a funo da linguagem do texto a cima.

    (A) emotiva.

    (B) ftica.

    (C) referencial.

    (D) apelativa.

    (E) metalingustica.

    QUESTO 92.

    Observe os quadrinhos abaixo e responda

    questo.

    Assinale a alternativa em que se faz um

    comentrio INACEITVEL aos quadrinhos de

    Ziraldo.

    (A) O menino tinha ideia clara acerca da

    finalidade apelativa do seu texto.

    (B) Os termos do cartaz reproduzem a sintaxe

    tpica desse gnero de texto.

    (C) O menino demonstra inabilidade para ajustar-

    se s exigncias de textos publicitrios.

    (D) As incorrees gramaticais do segundo quadro

    vo da ortografia sintaxe.

    (E) Os erros do cartaz constituram uma

    estratgia para atrair possveis consumidores.

    QUESTO 93.

    Nas Garras do Cime Atire a primeira pedra quem nunca se sentiu

    enciumado, ainda que tenha mantido o fato em segredo (1). Sutil ou avassalador, esse um dos sentimentos mais contundentes do ser humano. Talvez por isso seja fonte de inspirao para escritores e compositores. O cime est no centro do inferno emocional de Bentinho, personagem esculpido por Machado de Assis no romance Dom Casmurro que passa os dias dominado por incertezas e fantasias sobre a possvel traio da idolatrada Capitu(2). Em Otelo, de William Shakespeare, ele o monstro de olhos

    verdes que leva ao assassinato de Desdmona. Na msica, tambm no faltam exemplos. O cime foi cantado por Orlando Silva, Roberto Carlos e Caetano Veloso, entre tantos outros, lembra Luiz Tatit, compositor e professor da Universidade de So Paulo (USP). E, claro, no h novela que no leve um toque dessa pimenta nas relaes.

    Na vida real, o cime um dos temas que aparecem com frequncia nas conversas com amigos, nas sesses de terapia. compreensvel. Afinal, no di a dia, difcil ignor-lo. natural sentir cime. como sentir dor ou fome, diz o

    especialista Ailton Amlio da Silva, da USP. Tambm verdade que, no Carnaval, o monstro ataca com volpia. Em s conscincia, nessa poca de barriguinhas lindas mostra, quem deixaria o parceiro passar o feriado sozinho? No entanto, para desespero dos mais preocupados, alm do Carnaval e das situaes comuns que podem ser estopins de uma crise, como uma simples ida a um restaurante, surgem outras capazes de despertar

    Tenho uma ideia genial pra

    propaganda do nosso negcio!

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina2

    o monstro. As imensas possibilidades de contato com outras pessoas abertas pelas relaes virtuais esto entre elas. No exagero dizer que as novas ferramentas de comunicao da internet esto para o cime (3) como a gasolina est para apagar incndio (4). O Orkut, por exemplo, uma janela para o mundo que permite fazer contatos ou reencontrar antigos amores. Mas, para quem tem tendncia ao cime, mais uma trincheira de briga. Em geral, por causa de recados deixados nas pginas de visita. O correio eletrnico outro cenrio que atrai desconfiados decididos a escara funchar as mensagens eletrnicas atrs de pistas de traio.

    O sentimento tambm se infiltra nas baladas. Por trs do clima aparentemente descomprometido das festas, esto jovens que muitas vezes no se do o direito de admitir o desconforto quando o parceiro acha nova companhia (5). O que a moada tenta fazer administrar a situao. Na verdade, na gerao adepta do ficar (trocar carcias sem compromisso), o cime perdeu espao. O ficar

    transformou a relao com o cime, que se mantm mais escondido, avalia o psiclogo Ailton.

    (ISTO . Nas garras do cime. 09.02.2005.)

    As oraes destacadas no texto so subordinadas.

    Qual das opes corresponde classificao

    CORRETA.

    (A) 1.adverbial consecutiva, 2. Substantiva

    objetiva direta, 3. Adjetiva restritiva,

    4.adverbial comparativa, 5. Adverbial

    condicional.

    (B) 1. substantiva objetiva direta, 2. Adjetiva

    explicativa, 3. Adverbial concessiva, 4.

    Adverbial conformativa, 5. Adverbial

    temporal.

    (C) 1. Adverbial concessiva, 2. Adjetiva restritiva,

    3. Substantiva objetiva direta, 4. Adverbial

    conformativa, 5. Adverbial temporal.

    (D) 1. Adverbial causal, 2. Objetiva indireta, 3.

    Adverbial comparativa, 4. Substantiva

    completiva nominal, 5. Adverbial final.

    (E) 1. Adverbial concessiva, 2. Adjetiva

    explicativa, 3. Substantiva objetiva direta,

    4.adverbial comparativa, 5. Adverbial

    temporal.

    Leia os textos 1 e 2 para responder s

    questes de 94 a 97.

    TEXTO 1 - O livro como fresta

    certo que um livro

    quando se desgua

    a tinta negra de suas pginas alm de suas quatro margens

    um rio que escorre letras

    metforas que rompem diques

    pelo postigo de quem escreve

    tudo olhos, sis, lentes na viglia, nas insnias:

    o universo s escncaras

    alm, nos telescpios tudo o que a vista desalcana

    os minimundos vazios diante de uma veneziana

    entreaberta PEREIRA, Lus Araujo. Minigrafias. Goinia:

    Cnone, 2009. p. 19.

    TEXTO 2 Livros de biblioteca instalada em favela inspiram msicas.

    Anderson Aparecido Bandeira da Silva, 16, ficou conhecido no Jardim Panorama, favela da zona oeste de So Paulo bem ao lado do shopping Cidade Jardim, por seus raps, que tratavam, quase sempre, da violncia. A fonte de inspirao do garoto apelidado MC Guri, no entanto, mudou completamente h cerca de um ano, quando ele passou a frequentar a biblioteca comunitria da regio onde mora. A partir da leitura de um livro cujo tema central a lembrana ironia: ele no se lembra do nome do livro , fez uma msica para trs pessoas queridas que perdeu. Em casa, MC Guri no tem nenhum livro de leitura, s os que usa para a escola. Mas sua presena na

    biblioteca comunitria assdua. Tudo para manter fresco o novo repertrio que apresenta em shows feitos em comunidade pobres da regio.

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina3

    Os versos de MC Guri, que est no 9 ano do ensino fundamental, passaram de E olha o Pan a

    de novo / botando a chapa quente para A favela no a mesma / se liga no meu papo / porque se foram embora / Paulinho, Kevin e Renato estes ltimos versos so da primeira msica sob a influncia dos livros, em homenagem a trs vizinhos que morreram, um deles por culpa da dengue. Os quadrinhos foram a porta de entrada de MC Guri para a literatura. Depois, vieram os livros de aventura. Hoje, ele l at poesias. Alm da mudana de tom das letras, houve ainda uma mudana no ritmo. MC Guri trocou a batida do rap pela do funk, para combinar mais com a sua nova fase.

    REWALD, Fabiana. Livros de biblioteca instalada em favela inspiram msicas. Folha de S. Paulo, S. Paulo, 13 set. 2010. p. C5. Cotidiano.

    QUESTO 94.

    Os Textos 1 e 2 aproximam-se quanto temtica

    abordada. A esse respeito, ambos evidenciam que

    a leitura :

    (A) uma habilidade que exige formao tcnica

    apurada, adquirida nos estabelecimentos

    escolares.

    (B) um processo de transformao pessoal, que

    demanda acesso ao conhecimento e s

    sensaes.

    (C) um recurso para se conseguir ascenso na

    pirmide social.

    (D) uma atividade de decodificao de elementos

    lingusticos que representam a realidade.

    (E) uma prtica caracterstica das elites

    intelectuais, estabelecedoras de padres de

    comportamento.

    QUESTO 95.

    No Texto 1, os versos um rio que escorre

    letras / metforas que rompem diques

    remetem s consequncias da leitura de um livro.

    Qual fato da vida de MC Guri (Texto 2) associa-

    se a esses versos?

    (A) Criao de seu novo repertrio musical.

    (B) Frequncia assdua biblioteca.

    (C) Autoria de raps com temas sobre a violncia.

    (D) Consulta aos livros escolares.

    (E) Sada do Jardim Panorama.

    QUESTO 96.

    Analise sintaticamente a expresso destacada no

    fragmento, logo aps classifique-a marcando a

    sentena CORRETA.

    Livros de biblioteca instalada em favela inspiram

    msicas Anderson Aparecido Bandeira da Silva,

    16, ficou conhecida no Jardim Panorama, favela

    da zona oeste de So Paulo bem ao lado do

    shopping Cidade Jardim, por seus raps, que

    tratavam, quase sempre, da violncia.

    (A) Adjunto adverbial de lugar

    (B) Objeto direto

    (C) Aposto resumitivo

    (D) Aposto enumerativo

    (E) Aposto especificador

    QUESTO 97.

    O complemento nominal est evidente em:

    (A) A fonte de inspirao do garoto apelidado MC

    Guri,

    (B) Em homenagem a trs vizinhos que morreram,

    (C) Depois, vieram os livros de aventura.

    (D) Tudo para manter fresco o novo repertrio

    que apresenta em shows

    (E) Por seus raps, que tratavam, quase sempre, da

    violncia.

    QUESTO 98.

    Leia a piada e marque a alternativa.

    Emprstimo entre amigos O sujeito chega para o amigo e dispara: - Joo, me empresta mil reais? - No posso, s tenho setecentos.

    No tem problema, voc fica me devendo.

    I. A forma verbal dispara permite ao leitor

    subtender que o interlocutor vai anunciar

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina4

    algo que no pode ser agradvel aos ouvidos

    do amigo.

    II. O verbo dispara foi usado, nesse contexto,

    como verbo de elocuo para evidenciar a

    noo de que l vai bomba.

    III. A expresso Joo foi usada para

    enfatizar a quem o interlocutor dirige sua

    fala, marcada pela funo do vocativo.

    IV. O uso do oblquo em me empresta funciona

    como objeto direto, tendo em vista a

    predicao do verbo.

    Analise as proposies e marque a alternativa que

    apresenta, apenas, a(s ) CORRETA(S).

    (A) II e III.

    (B) I e III.

    (C) I, II e III.

    (D) II, III e IV.

    (E) III e IV.

    QUESTO 99.

    Leia o fragmento do texto.

    I. A populao estava to acostumada a viver

    naquelas condies

    II. que o alvio s foi sentido plenamente quando

    as placas, painis e outdoors foram

    definitivamente removidos.

    III. Se essa reduo se confirmar, dentro de

    mais alguns meses ser inevitvel,

    IV. tambm, a queda dos prmios de seguro

    tanto de veculos como de seguro de vida.

    Os trechos destacados (I, II, III e IV)

    expressam, respectivamente, circunstncias de:

    (A) lugar; restrio; condio; adio.

    (B) meio; causa; meio; acrscimo.

    (C) lugar; consequncia; meio; concluso.

    (D) modo; consequncia; causa; concluso.

    (E) modo; consequncia; condio; acrscimo.

    QUESTO 100.

    Assinale o item em que NO h correspondncia

    de sentido com a seguinte frase: QUEM VIVE

    SABE, MESMO SEM SABER QUE SABE.

    (A) Quem vive sabe, embora no saiba que sabe.

    (B) Quem vive sabe, entretanto sabe que no

    sabe.

    (C) Quem vive sabe, se bem que no sabe que

    sabe.

    (D) Quem vive sabe, conquanto no saiba que sabe.

    (E) Ainda que no saiba que sabe, quem vive sabe.

    QUESTES DE 101 A 110 - LITERATURA:

    Considere as seguintes afirmaes sobre o

    Barroco brasileiro:

    I. A arte barroca caracteriza-se por

    apresentar dualidades, conflitos, paradoxos

    e contrastes, que convivem tensamente na

    unidade da obra.

    II. O conceptismo e o cultismo, expresses da

    poesia barroca, apresentam um imaginrio

    buclico, sempre povoado de pastoras e

    ninfas.

    III. A oposio entre Reforma e Contrarreforma

    expressa, no plano religioso, os mesmos

    dilemas de que o Barroco se ocupa.

    QUESTO 101.

    Quais esto CORRETAS?

    (A) Apenas I.

    (B) Apenas II.

    (C) Apenas III.

    (D) Apenas l e III.

    (E) I, II e III.

    QUESTO 102.

    I. "Porque no merecia o que lograva,

    Deixei, como ignorante, o bem que tinha,

    Vim sem considerar aonde vinha,

    Deixei sem atender o que deixava."

    II. "Se a flauta mal cadente

    Entoa agora o verso harmonioso,

    Sabei, me comunica este saudoso

    Influxo a dor veemente;

    No o gnio suave,

    Que ouviste j no acento agudo e grave."

    III. "Da delirante embriaguez de bardo

    Sonhos em que afoguei o ardor da vida,

    Ardente orvalho de febris pranteios,

    Que lucro alma descrida?"

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina5

    Cada estrofe, a seu modo, trabalha o tema de um

    bem, de um amor almejado e passado ou perdido.

    Avaliando atentamente os recursos poticos

    utilizados em cada uma delas podemos dizer que

    os movimentos literrios a que pertencem I, II e

    III so respectivamente:

    (A) barroco - arcadismo - romantismo.

    (B) barroco - romantismo - parnasianismo.

    (C) romantismo - parnasianismo - simbolismo.

    (D) romantismo - simbolismo - modernismo.

    (E) parnasianismo - simbolismo - modernismo.

    QUESTO 103.

    POEMA 1 - AS POMBAS Vai-se a primeira pomba despertada ... Vai-se outra mais... mais outra ... enfim dezenas De pombas vo-se dos pombais, apenas Raia sangunea e fresca a madrugada. E tarde, quando a rgida nortada Sopra, aos pombais de novo elas, serenas Ruflando as asas, sacudindo as penas Voltam em bando e em revoada. Tambm, dos coraes onde abotoam Os sonhos, um por um, cleres voam, Como voam as pombas dos pombais, No azul da adolescncia as asas soltam Fogem, Mas aos pombais as pombas voltam E eles aos coraes no voltam mais ... POEMA 2 - CRCERE DAS ALMAS Oh! Toda alma num crcere anda presa Soluando nas trevas, entre as grades Do calabouo olhando imensidades, Mares, estrelas, tardes, natureza. Tudo se veste de uma igual grandeza Quando a alma entre grilhes as liberdades Sonha e sonhando, as imortalidades Rasga no etreo Espao da Pureza. almas presas, mudas e fechadas Nas prises colossais e abandonadas, Da Dor no calabouo atroz, funreo!

    Nesses silncios solitrios, graves, Que chaveiro do Cu possui as chaves Para abrir-vos as portas do Mistrio?!

    Assinale a alternativa que rene informaes

    CORRETAS a respeito dos dois poemas acima.

    (A) Os dois sonetos so representantes do

    Simbolismo: sugerem muito mais do que

    definem, garantindo uma atmosfera de

    incerteza prpria do perodo de fim de sculo

    (XIX/XX).

    (B) O primeiro soneto representante da

    esttica parnasiana, ainda que marcado por um

    certo transcendentalismo, enquanto o segundo

    texto potico caracteristicamente

    simbolista pela impreciso angustiada com que

    o tema tratado.

    (C) As pombas caracterizam-se como poema

    barroco pela presena de antteses, enquanto

    Crcere das almas tipicamente romntico

    pela subjetividade da realidade retratada.

    (D) Ambos os textos poticos so exemplares do

    Parnasianismo: apresentam a preocupao

    rgida com a forma, da serem sonetos, e uma

    viso objetiva mesmo diante de temas mais

    filosficos.

    (E) A principal diferena entre os dois sonetos

    reside em que o primeiro apela para a

    incerteza da vida atitude tipicamente

    simbolista; ao passo que o segundo, adotando

    uma posio muito mais objetiva, caracteriza-

    se como Parnasiano.

    QUESTO 104.

    Sobre a prosa romntica brasileira, coloque V

    (verdadeiro) ou F (falso) nas sentenas abaixo.

    ( ) A moreninha, Lucola e Senhora so as obras

    urbanas mais importantes de Jos de

    Alencar.

    ( ) Procurando forjar a nacionalidade brasileira,

    Alencar transformou o indgena em heri

    correspondente ao guerreiro medieval

    europeu.

    ( ) Memrias de um sargento de milcias

    considerado um romance ultrarromntico

    pelo carter elevado e exemplar de seu

    protagonista.

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina6

    A sequncia correta :

    (A) V V F.

    (B) F F V.

    (C) V F V.

    (D) F V F.

    (E) F V V.

    QUESTO 105.

    (...) Nada de postio, meloso, artificial, arrevesado, precioso: queremos escrever com sangue que humanidade; com eletricidade que movimento, expresso dinmica do sculo; violncia que energia bandeirante. Assim nascer uma arte genuinamente brasileira, filha do cu e da terra, do homem e do mistrio (...). Por que no atualizarmos nossa arte, cantando essas Iladas Brasileiras? Paremos diante da tragdia hodierna, a cidade tentacular radica seus gnglios numa rea territorial que abriga 600 mil almas. H na angstia e na glria de sua luta odisseias mais formidveis que as contou o aedo cego (...) Tudo isso e o automvel, os fios eltricos, as usinas, os aeroplanos, a arte tudo isso forma os nossos elementos da esttica moderna, fragmentos de pedra em que construiremos, dia a dia, a Babel do nosso Sonho, no nosso desespero de exilados de um cu que fulge l em cima, para o qual galgamos na nsia devoradora de tocar com as mos as estrelas.

    (Palestra de Menotti de Picchia no segundo dia da Semana de Arte Moderna, em So Paulo (1922). Apud

    SEVCENKO, Nicolau. Orfeu esttico na metrpole: So Paulo, sociedade e cultura nos frementes anos 20. So

    Paulo: Companhia das Letras, 1992. p. 269-270.) Menotti del Picchia, na Semana de Arte Moderna, condensa em seu

    discurso os anseios dos modernistas brasileiros.

    Assinale a alternativa CORRETA.

    (A) Os modernistas, por levarem s ltimas

    consequncias a liberdade formal na escrita

    literria, desprezaram em suas obras o

    contedo.

    (B) A cidade, com sua complexa rede de

    elementos modernos, como a eletricidade, os

    aeroplanos, os automveis, para os

    modernistas uma metfora sem referncia

    social.

    (C) A crtica s correntes culturais europeias e

    aos modelos estticos importados acontece

    em nome de uma arte nacional, da valorizao

    dos elementos da brasilidade.

    (D) Escrever com sangue significa reproduzir os

    padres estticos herdados dos ancestrais

    europeus para glorificar na arte nacional os

    elementos da esttica moderna.

    (E) O discurso decompe a cidade, exaltando a

    civilidade urbana em detrimento da natureza,

    como nica linguagem inteligvel para a arte

    moderna.

    QUESTO 106.

    Poema tirado de uma notcia de jornal Joo Gostoso era carregador de feira-livre e morava no morro da Babilnia num barraco sem nmero Uma noite ele chegou no bar Vinte de Novembro Bebeu Cantou Danou Depois se atirou na Lagoa Rodrigo de Freitas e morreu afogado.

    BANDEIRA, Manuel. "Libertinagem". Estrela da vida inteira. Rio de Janeiro: Jos Olympio, 1966.

    Do ponto de vista das vanguardas europeias, o

    Poema tirado de uma Notcia de Jornal pode

    ser classificado como:

    (A) surrealista; os versos do poeta se

    reencontram com algumas propostas do

    Romantismo, especialmente a valorizao do

    mistrio.

    (B) expressionista; alm da representao dos

    horrores da guerra, o poeta registra a

    expresso do mundo.

    (C) cubista; o poeta expressa a poesia sob uma

    nova dimenso, procurando fazer desenhos

    com as palavras.

    (D) futurista; o poeta quer cantar o amor ao

    perigo, destruir a sintaxe, dispondo os

    substantivos ao acaso, como nascem.

    (E) dadasta; o poeta faz um reaproveitamento de

    uma notcia j existente.

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina7

    QUESTO 107.

    Um dia, os imigrantes aglomerados na amurada da proa chegavam fedentina quente de um porto, num silncio de mato e de febre amarela. Santos. - aqui! Buenos Aires aqui! - Tinham trocado o rtulo das bagagens, desciam em fila. Faziam suas necessidades nos trens dos animais onde iam. Jogavam-nos num pavilho comum em So Paulo. - Buenos Aires aqui! - Amontoados com trouxas, sanfonas e bas, num carro de bois, que pretos guiavam atravs do mato por estradas esburacadas, chegavam uma tarde nas senzalas donde acabava de sair o brao escravo. Formavam militarmente nas madrugadas do terreiro homens e mulheres, ante feitores de espingarda ao ombro.

    Oswald de Andrade. "Marco Zero II - Cho". Rio de Janeiro: Globo, 1991.

    Levando-se em considerao o texto de Oswald

    de Andrade e a pintura de Antonio Rocco

    reproduzida acima, relativos imigrao europeia

    para o Brasil, CORRETO afirmar que:

    (A) a viso da imigrao presente na pintura

    trgica e, no texto, otimista.

    (B) a pintura confirma a viso do texto quanto

    imigrao de argentinos para o Brasil.

    (C) os dois autores retratam dificuldades dos

    imigrantes na chegada ao Brasil.

    (D) Antonio Rocco retrata de forma otimista a

    imigrao, destacando o pioneirismo do

    imigrante.

    (E) Oswald de Andrade mostra que a condio de

    vida do imigrante era melhor que a dos ex-

    escravos.

    QUESTO 108.

    Quando a Indesejada das gentes chegar (No sei se dura ou se carovel)

    Talvez eu tenha medo. Talvez eu sorria, ou diga:

    - Al, Iniludvel! O meu dia foi bom, pode a noite descer

    (a noite com seus sortilgios). Encontrar lavrado o campo, a casa limpa

    A mesa posta. Com cada coisa em seu lugar!

    (Manuel Bandeira. "Consoada")

    Eu deixo a vida como deixa o tdio Do deserto, o poente caminheiro

    - Como as horas de um longo pesadelo Que se desfaz ao dobre de um sineiro;

    ............................................................................ S levo uma saudade - dessas sombras

    Que eu sentia velar em noites minhas De ti, minha me! pobre coitada

    Que por minha tristeza te definhas! (lvares de Azevedo. "Lembrana de Morrer")

    Os dois poetas, um romntico, outro modernista,

    abordando o tema da morte, apresentam um nico

    ponto comum nos poemas que :

    (A) a autopiedade que se revela na inadaptao

    existncia.

    (B) a suavizao da ideia da morte pelo uso de

    expresses eufmicas.

    (C) a viso negativa da vida, caracterizada nos

    versos como um longo pesadelo.

    (D) o tdio de viver, presente nos dois poemas,

    com o tom de angstia e desespero.

    (E) a conscincia da precariedade da vida

    expressa na no aceitao da morte.

    QUESTO 109.

    MOS DADAS

    Carlos Drummond de Andrade No serei o poeta de um mundo caduco. Tambm no cantarei o mundo futuro. Estou preso vida e olho meus companheiros. Esto taciturnos mas nutrem grandes esperanas. Entre eles, considero a enorme realidade.

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina8

    O presente to grande, no nos afastemos. No nos afastemos muito, vamos de mos dadas. No serei o cantor de uma mulher, de uma histria, no direi os suspiros ao anoitecer, a paisagem vista da janela, no distribuirei entorpecentes ou cartas de suicida, no fugirei para as ilhas nem serei raptado por serafins. O tempo a minha matria, o tempo presente, os homens presentes, a vida presente.

    O texto "Mos dadas" reflete um trao

    constante na obra de Drummond, que pode ser

    caracterizado por:

    (A) apresentar como tema uma poesia intimista,

    voltada para o amor fsico.

    (B) uma linguagem por intermdio da qual

    representa constantemente a sensualidade

    feminina.

    (C) uma viso do mundo na qual no h espao para

    iluses.

    (D) uma tentativa de representar o mundo sem

    criticar a realidade.

    (E) uma viso onrica do seu mundo e do seu

    tempo.

    QUESTO 110.

    RETRATO Eu no tinha este rosto de hoje, assim calmo, assim triste, assim magro nem estes olhos to vazios, nem o lbio amargo. Eu no tinha estas mos sem fora, to paradas e frias e mortas; eu no tinha este corao que nem se mostra. Eu no dei por esta mudana, to simples, to certa, to fcil: Em que espelho ficou perdida a minha face?

    (MEIRELES, Ceclia. Obra potica. Rio de Janeiro, Jos Aguilar, p. 84 )

    O sujeito potico, diante da constatao da

    transitoriedade das coisas, mostra-se:

    (A) indiferente;

    (B) impotente;

    (C) inconsequente;

    (D) irreverente;

    (E) imprudente.

    QUESTES DE 111 A 120 ARTES

    QUESTO 111.

    Movimento surgido em 1916, em Zurique, que

    promoveu um certo terrorismo cultural,

    contrariava os valores vigentes at ento, era

    considerado o mundo ilgico.

    Qual o movimento citado no trecho acima?

    (A) Surrealismo

    (B) Dadasmo

    (C) Cubismo

    (D) Expressionismo

    (E) Futurismo

    QUESTO 112.

    De acordo com as caractersticas dos textos

    dadastas, aponte a alternativa que possui

    somente caractersticas do Dadasmo.

    (A) Versos livres, gosto pelo branco e amor a

    ptria.

    (B) Versos livres, idealizao a mulher e amor a

    ptria.

    (C) Versos livres, palavras soltas, resultavam na

    sensibilidade do autor.

    (D) Gosto pelo noturno e amor ptria.

    (E) Versos livres e religiosos.

    QUESTO 113.

    Das dez estrofes que estruturam a cano, esto

    aqui apresentadas apenas as trs primeiras, mas

    j se pode extrair uma srie de ideias e

    circunstncias que orbitam a linguagem.

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina9

    Referente primeira estrofe marque a que

    melhor simboliza.

    1 - s um senhor to bonito

    Quanto a cara do meu filho

    Tempo tempo tempo tempo

    Vou te fazer um pedido

    Tempo tempo tempo tempo...

    2 - Compositor de destinos

    Tambor de todos os ritmos

    Tempo tempo tempo tempo

    Entro num acordo contigo

    Tempo tempo tempo tempo...

    3 -Por seres to inventivo

    E pareceres contnuo

    Tempo tempo tempo tempo

    s um dos deuses mais lindos

    Tempo tempo tempo tempo...

    (A) Iguala o tempo cara do seu filho;

    (B) Confere ao tempo a criao e a cadncia da

    vida;

    (C) Percebe-se uma clara relao de causa e

    efeito;

    (D) Fala que o tempo no nada como a cara do

    seu filho;

    (E) Expressa um sentimento de solido em relao

    ao tempo.

    QUESTO 114.

    O artista no tem mais razo de se sentir

    limitado por uma forma, por uma matria, por uma dimenso ou por um lugar. A noo de obra pode ser substituda por uma coisa cuja nica utilidade significar.

    (Gregoire Muller, 1969).

    A citao acima est relacionada as

    caractersticas de qual movimento da arte

    contempornea?

    (A) Arte impressionista

    (B) Arte gtica

    (C) Arte renascentista

    (D) Arte barroca

    (E) Arte moderna

    QUESTO 115.

    Observe abaixo a obra de Anita Malfatti.

    Anita Malfatti considerada uma grande artista

    do modernismo. A partir do sculo XX ela traz

    uma obra que torna-se estranha trazendo uma

    grande crtica. Considerando a citao, marque a

    opo que corresponde ao nome da obra acima:

    (A) O abraporu.

    (B) O homem amarelo

    (C) Girassois

    (D) O homem auto-retrato

    (E) O homem

    QUESTO 116.

    Entre as caractersticas citadas, qual delas

    melhor corresponde ao estilo futurista?

    (A) Culto da mquina e da velocidade;

    (B) Culto arte interior do ser;

    (C) Culto da decomposio da imagem em

    diferentes planos;

    (D) Culto ao terrorismo cultural;

    (E) Culto ao ser e no a mquina.

    QUESTO 117.

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina1

    0

    Criana geopolticas assistindo ao nascimento do novo homem.

    Na obra apresentada acima podemos perceber um

    movimento marcante nas artes visuais:

    (A) Expressionista. Em Ludwing;

    (B) Realista. Em Frida Kahlo;

    (C) Surrealista. Em Salvador Dali;

    (D) Cubista. Em Anita Malfatti;

    (E) Dadaista. Em Marcel Ducamp.

    QUESTO 118.

    A pintura de Edward Munch, O grito, tem uma

    tendncia ligada ao convvio do pintor com seus

    conflitos, os quais esto ligados a uma corrente

    estilstica forte, onde abre leque para uma nova

    tendncia. Que tendncia essa?

    (A) Expressionista, na busca do trazer para o

    mundo externo o que se passa no interior do

    artista;

    (B) Impressionista, na busca do sentimento

    interior;

    (C) Dadaista, na busca do sentimento anrquico;

    (D) Realismo, na busca do real e naturalista;

    (E) Expressionista, na busca de trazer para o

    mundo interior o que se passa no exterior do

    artista.

    QUESTO 119.

    Dentre os acontecimentos que marcaram o inicio

    do Sculo XX no Brasil, dois se destacaram.

    Quais?

    (A) O inicio da produo industrial e a vinda de

    grande nmero de imigrantes de diversos

    pases;

    (B) O inicio de uma arte revolucionria e

    glamorosa;

    (C) O inicio de um convvio futurista e

    revolucionrio;

    (D) O inicio de uma busca para respostas

    incertas;

    (E) O inicio de uma estrutura voltada para o

    tradicional.

    QUESTO 120.

    O estilo de Toulose - Lautrec, em que se

    destacam os traos rpidos e vigorosos, revelou-

    se perfeito para desenvolver um tipo de arte que

    voc, certamente, conhece bem. Que arte essa?

    (A) A arte de vender uma ideia, o dos cartazes e

    psteres;

    (B) A arte de comprar uma ideia, copiar as obras

    j existentes;

    (C) A arte de trocar ideias, compartilhar o velho e

    o novo nas obras;

    (D) A arte de superar ideias, inovar as obras;

    (E) A arte de plagiar, imitar as obras j

    existentes.

    QUESTES DE 121 a 125 INGLS

    Read the text below and answer the questions

    related to it.

    Things I did Last year. My names Paolo Costa. Last year, I visited my

    mother and studied French. I didnt have many

    problems and I made a lot of friends. I went to the USA and learned English a lot, too. I saw different places and had time to take pictures. I didnt drink beer, I drank only soda. I ate barbecue and slept late on weekends. I started a business and worked a lot. My business helped me learn and understand things. I didnt want to live in the USA because I love Brazil. My life changed and I had many things to do every day. I also finished what I started in 2011: an English course. I didnt lose anything, I only won. This was

    the best year of my life. Everything went fine.

    QUESTO 121.

    Identifique a opo CORRETA.

    According to the text, check the correct

    sentence using T (true) or F (false).

    (A) Paolo had a lot of problems. ( )

    (B) Paolo didn't make many friends. ( )

    (C) Paolo didnt work a lot last year. ( )

    (D) Last year wasnt the best year of

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina1

    1

    Paolo's life. ( )

    (E) Last year Paolo didnt have many

    problems.

    ( )

    QUESTO 122.

    Check the correct sentence according to

    indefinite pronouns and the text:

    (A) Paolo had any problems last year.

    (B) Paolo had some problems last year.

    (C) Did Paolo have some problems last year?

    (D) Paolo didnt have no problems last year.

    (E) Paolo didnt have any problems last year

    QUESTO 123.

    Check the correct question tag, to complete

    the sentence:

    You didnt lose anything, .?

    (A) dont you?

    (B) did you?

    (C) didnt you?

    (D) doesnt you?

    (E) Arent you

    For questions 124 and 125 check the correct

    verb form:

    QUESTO 124.

    The Simple Past for of learn and drink,

    are:

    (A) learned and drinked.

    (B) learnead and drank.

    (C) learned and drank.

    (D) learnt and drinked.

    (E) leraned and drunk

    QUESTO 125.

    The Simple Past form for eat and go, are:

    (A) eated and goes

    (B) ate and went

    (C) ate and gone

    (D) ate and go

    (E) eaten and went

    QUESTES DE 126 A 130 ESPANHOL

    Lee el texto a seguir:

    CERVANTES VIRTUAL Largamente esperada por lectores de todo el mundo llega a Internet la primera biblioteca virtual de la lengua espaola que albergar los tesoros literarios de ambos lados del Atlntico. De la mano de la Biblioteca Virtual Miguel de Cervantes en www.cervantesvirtual.com, desde hoy se podr acceder a ms de 20.000 textos ntegros de obras de autores clsicos espaoles y latinoamericanos desde sus orgenes hasta el siglo XIX. Y gratis. Se encontrarn desde obras de los Cronistas de Indias hasta el movimiento modernista, as como textos cientficos, tanto de autores de renombre como de otros menos conocidos o difundidos e incluso annimos. Todos los grandes tienen cabida dentro de esta pgina en la Red, del espaol Quevedo a la mexicana Sor Juana Ins de la Cruz. Esta iniciativa que pone al alcance del mundo entero las obras de cerca de 400 autores en espaol, naci hace un ao escaso de la mano de la Universidad de Alicante y tiene como objetivo llegar a 30.000 obras en los prximos cuatro aos. De acuerdo con la legislacin vigente sobre derechos de autor, slo han podido incluirse los escritores que publicaron y murieron hasta el siglo XIX, por ahora.

    Leia o texto para responder s questes

    126,127 e 129.

    QUESTO 126.

    PUC-RS La expresin que puede remplazar a

    albergar es:

    (A) considerar.

    (B) permitir.

    (C) estimular.

    (D) incluir.

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina1

    2

    (E) destinar.

    QUESTO 127.

    PUC-RS La alternativa que presenta una idea no

    expresada en el texto es:

    (A) Aumentar el acervo de obras literarias de la

    Biblioteca Virtual en un futuro prximo.

    (B) Hasta el momento se han incluido autores

    muertos hasta el siglo XIX.

    (C) Resulta escaso el acervo de la Universidad de

    Alicante.

    (D) Ser factible consultar escritores de la

    Pennsula Ibrica.

    (E) La Biblioteca Cervantes ser una ms de las

    bibliotecas virtuales.

    QUESTO 128.

    PUC-RS Un sinnimo del trmino slo es:

    (A) inclusive.

    (B) todava.

    (C) nicamente.

    (D) casi.

    (E) an.

    QUESTO 129.

    PUC-RS Basndose en las informaciones acerca

    de la Biblioteca Virtual Miguel de Cervantes, es

    INCORRECTO afirmar que:

    (A) grandes obras podrn ser consultadas.

    (B) esta idea surgi hace apenas un ao.

    (C) ser posible acceder a autores annimos.

    (D) cuenta con ms de 350 obras.

    (E) las leyes vigentes limitan el nmero de

    publicaciones.

    QUESTO 130.

    PUC-RS La expresin cerca puede ser remplazada por:

    (A) aproximadamente.

    (B) alrededor.

    (C) prximo.

    (D) casi.

    (E) apenas.

    QUESTES DE 131 A 135 EDUCAO

    FSICA

    Leia o texto abaixo, para responder s

    questes 131 e 132.

    DIETAS O Brasil nunca foi to gordo. Os brasileiros com massa corprea superior considerada normal j somam 43 milhes o equivalente a 43% da populao adulta, quase trs vezes mais do que o contingente de meados da dcada de 90. Por consequncia, a quantidade de homens e mulheres em dieta para emagrecer tambm enorme: um quarto deles e metade delas esto em luta contra a balana. um pblico propenso a acreditar em regimes que se vendem como capazes de operar metamorfoses na silhueta do dia para a noite, sem prejudicar a sade...

    veja.abril.com.br/idade/exclusivo/qualidade vida/index.html - 36k

    QUESTO 131.

    Em momentos em que o senso comum evidente

    nas decises sobre nossa sade indique a

    alternativa CORRETA.

    (A) Os alimentos prticos consumidos, sendo

    substitudos por refeies, entre uma

    populao cada vez mais preocupada com a

    competitividade e o tempo, facilita uma

    melhora no bem estar dessa populao.

    (B) Dietas milagrosas realmente so de

    fundamental importncia, j que a nutrio

    pode ser prescrita por qualquer profissional.

    (C) Ser magro em uma sociedade cada vez mais

    a busca de um corpo perfeito, o que mostra

    claramente que uma pessoa magra, mais

    saudvel que uma pessoa classificada como

    gorda.

    (D) Comer de tudo, sabendo que suas calorias

    ingeridas diariamente devem ser utilizadas

    com exerccios fsicos e atividade fsica, e se

    possvel, com um acompanhamento

    profissional.

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina1

    3

    (E) O alto nvel de atividade fsica fator

    decisivo no desenvolvimento de doenas

    degenerativas, sustenta-se a hiptese da

    necessidade de se promoverem mudanas no

    seu estilo de vida, levando-o a incorporar a

    prtica de atividades fsicas ao seu cotidiano.

    QUESTO 132.

    Aps a leitura do texto, marque a alternativa

    CORRETA.

    (A) Os alimentos no esto ligados diretamente

    com a qualidade de vida, mas s uma boa

    alimentao no suficiente. Tambm

    necessrio, um bom convvio com as pessoas, uma

    boa educao, um bom emprego e como voc se

    sente no ambiente em que est vivendo.

    (B) Os alimentos esto ligados diretamente com a

    qualidade de vida, mas s uma boa alimentao no

    suficiente. Tambm necessrio, um bom

    convvio com as pessoas, uma boa educao, um

    bom emprego e como voc se sente no ambiente

    em que est vivendo.

    (C) Os alimentos esto ligados diretamente com a

    qualidade de vida, mas s uma boa alimentao no

    suficiente. Tambm necessrio, um bom

    convvio com as pessoas, um consumo excessivo de

    lcool dirio, uma boa educao, um bom emprego,

    e como voc se sente no ambiente em que est

    vivendo.

    (D) Os alimentos esto ligados diretamente a um

    padro de vida, mas s uma boa alimentao no

    suficiente. Tambm necessrio, um bom convvio

    com as pessoas, uma boa educao, um bom

    emprego, e como voc se sente no ambiente em

    que est vivendo.

    (E) Os alimentos esto ligados diretamente a um

    padro de vida, mas s uma boa alimentao no

    suficiente. A aquisio de bens material tambm

    ajuda para melhora da qualidade de vida.

    Leia o texto abaixo, para responder s

    questes de 133 a 135.

    GRANDES EVENTOS ESPORTIVOS

    Nessa dcada o Brasil receber a Copa do Mundo

    de Futebol, com jogos realizados por toda sua

    extenso territorial, e a Olimpada, com sede no

    Rio de Janeiro. Esses so os dois maiores eventos

    esportivos do mundo, que atraem olhares

    constantes e crticos a sociedade que os recebem.

    Portanto, o Brasil est em foco no mundo. O nosso

    pas ter a responsabilidade de receber turistas e

    atletas do mundo inteiro com simpatia, segurana

    e organizao. Simpatia no falta ao brasileiro,

    mas a segurana e organizao? Ser que uma

    questo apenas de reestruturao fsica ou

    tambm social? Temos condies para

    corresponder expectativa mundial? http://www.efdeportes.com/

    QUESTO 133.

    Diante da importncia dos grandes eventos

    mundiais marque a alternativa CORRETA.

    (A) Os grandes eventos esportivos no tem uma

    influncia direta na economia de um pas.

    Olimpadas e Copa do Mundo tem s como

    objetivo o lazer para um povo to sofrido

    como o brasileiro.

    (B) O turismo, as obras realizadas, os

    investimentos em qualificao pessoal, a

    segurana, a importncia dos dolos,( atletas),

    junto com o marketing mundial do pas, faz

    com que uma grande parte da populao aprove

    a realizao de grandes eventos esportivos.

    (C) A segurana para esses grandes eventos de

    responsabilidade do pas que sedia o evento,

    no sendo necessrio, um esforo grandioso

    das autoridades locais para garantir esse

    direito a populao

    (D) No importante eventos dessa magnitude em

    um pais que j tem o melhor futebol e voleibol

    do mundo, j que essas modalidades a cada ano

    aumenta seu nvel.

    (E) Os grandes eventos esportivos s podem ser

    realizados em pases com uma vasta rea

    geogrfica, devido a grande quantidade de

    modalidades existentes no esporte e o grande

    fluxo de turistas, que se apresentam para

    prestigiar o evento.

    QUESTO 134.

    Leia o texto Grandes Eventos Esportivos e

    marque a alternativa CORRETA.

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina1

    4

    (A) Os dolos do esporte, em pocas de

    Olimpadas, no revelam um interesse que

    motivam a prtica de modalidades esportivas

    para crianas e adolescentes.

    (B) Entre os participantes (atletas) em

    Olimpadas, todos tem um bom salrio para

    suprir as viagens, o custeio de despesas alm

    de permitir o sustento de sua famlia, sem

    precisar trabalhar em outra rea.

    (C) Todos os atletas nacionais tem uma tima

    condio de treinamento cedido pelas

    confederaes esportivas, por isso, sempre

    temos timos resultados em olimpadas e copa

    do mundo.

    (D) Muitas modalidades esportivas nacionais tem

    um apoio direto dos governos para o xito de

    resultados nacionais e internacionais em

    eventos. Em contra partida, a falta de apoio

    para modalidades amadoras faz com que,

    atletas utilize os prprios recursos para uma

    mnima condio de treinamento.

    (E) Todas as modalidades esportivas praticadas

    no Brasil so patrocinadas por empresas

    privadas, por isso as confederaes no do

    apoio.

    QUESTO 135.

    Na sequencia da leitura, marque a alternativa

    CORRETA.

    (A) O futsal um esporte olmpico, praticado em

    todo o Mundo. disputado com os ps em

    campos de futebol.

    (B) O futsal no um esporte olmpico, praticado

    em todo o Mundo. disputado com os ps em

    campos de futebol.

    (C) O futsal no um esporte olmpico praticado

    em vrios pases. disputado com os ps em

    quadras e ginsios esportivos.

    (D) O futsal um esporte olmpico praticado em

    todos os pases.

    (F) O futsal um esporte olmpico praticado em

    vrios pases. disputado com os ps em

    quadras e ginsios esportivos.

    MATEMTICA E SUAS

    TECNOLOGIAS

    QUESTES DE 136 A 180

    QUESTO 136.

    Uma folha de papel retangular, de 10 cm de

    largura por 24 cm de comprimento, foi dobrada de

    forma a obter uma folha dupla, de 10 cm de

    largura por 12 de comprimento. Em seguida, a

    folha dobrada foi cortada ao meio, paralelamente

    dobra, obtendo-se assim trs pedaos

    retangulares. A rea do maior desses pedaos, em

    centmetros quadrados, :

    (A) 30

    (B) 60

    (C) 120

    (D) 180

    (E) 240

    QUESTO 137.

    (Enem-MEC) O tangram um jogo oriental antigo,

    uma espcie de quebra-cabea, constitudo de

    sete peas: 5 tringulos retngulos e issceles, 1

    paralelogramo e 1 quadrado. Essas peas so

    obtidas recortando-se um quadrado de acordo

    com o esquema da figura 1. Utilizando-se todas as

    sete peas, possvel representar uma grande

    diversidade de formas, como as exemplificadas

    nas figuras 2 e 3.

    Se o lado do hexgono mostrado na figura 2

    mede 2 cm, ento a rea da figura 3, que

    representa uma casinha, igual a:

    (A) 4 cm

    (B) 8 cm

    (C) 12 cm

    (D) 14 cm

    (E) 16 cm

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina1

    5

    QUESTO 138.

    Num terreno retangular, medindo 80 m x 50 m,

    deseja-se construir um galpo retangular, de

    forma que cada um de seus lados seja paralelo a

    dois lados do terreno, como ilustrado na figura

    abaixo. Se a rea do galpo deve ser 1.000 m2, de

    quantos metros deve ser o recuo r?

    (A) 12

    (B) 13

    (C) 14

    (D) 15

    (E) 16

    QUESTO 139.

    Uma folha de papel retangular foi dobrada

    conforme a figura. Assinale a alternativa que

    representa corretamente o valor de x.

    (A) 15

    (B) 20

    (C) 30

    (D) 40

    (E) 45

    QUESTO 140.

    Um municpio de 1.930 km2 possui uma plantao

    de caf e uma plantao de cana-de-acar, como

    ilustrado na figura abaixo. Conforme estatuto do

    prprio municpio, a rea ocupada pelas plantaes

    no pode ultrapassar 1/5 da rea total. De acordo

    com as informaes dadas e o desenho abaixo,

    analise as afirmaes abaixo e marque a nica

    alternativa correta.

    (A) O estatuto do muncipio no esta sendo

    respeitado pois a rea das plantaes igual a

    706,5 km, o que supera a rea que deveria

    ser utilizada.

    (B) O estatuto do muncipio no esta sendo

    respeitado pois a rea das plantaes igual a

    353,25 km, o que supera a rea que deveria

    ser utilizada.

    (C) O estatuto do muncipio esta sendo respeitado

    pois a rea das plantaes igual a 706,5

    km, o que est dentro do limite da rea que

    deveria ser utilizada.

    (D) O estatuto do muncipio esta sendo respeitado

    pois a rea das plantaes igual a 353,25

    km, o que est dentro do limite da rea que

    deveria ser utilizada.

    (E) A rea das plantaes equivale ao dobro da

    rea permitida.

    QUESTO 141.

    Em um estdio olmpico, ilustrado abaixo, existem

    um campo de futebol e uma pista de corrida, com

    bordas cujos trechos curvos so

    semicircunferncias centradas nos pontos mdios

    dos lados menores do campo. As medidas do

    campo so 100 e 60 metros, e a largura da pista

    de 10 m. Usando a aproximao 3,14, calcule a

    rea da pista, em metros quadrados.

    (A) 3198 m

    (B) 4198 m

    (C) 5198 m

    (D) 6198 m

    (E) 7198 m

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina1

    6

    QUESTO 142.

    No prottipo antigo de uma bicicleta, conforme

    figura abaixo, a roda maior tem 55 cm de raio e a

    roda menor tem 35 cm de raio.

    O nmero mnimo de voltas completas da roda

    maior para que a roda gire um nmero inteiro de

    vezes :

    (A) 5 voltas

    (B) 7 voltas

    (C) 9 voltas

    (D) 11 voltas

    (E) 13 voltas

    QUESTO 143.

    Um comcio poltico lotou uma praa semicircular

    de 130 m de raio. Admitindo-se uma ocupao

    mdia de 4 pessoas por m2, qual a melhor

    estimativa do nmero de pessoas presentes?

    (A) Dez mil

    (B) Cem mil

    (C) Meio milho

    (D) Um milho

    (E) Muito mais que um milho

    QUESTO 144.

    O grfico a seguir mostra a atividade de caf, em

    milhes de toneladas, em certo municpio do

    estado do Paran.

    De acordo com o grfico, CORRETO afirmar

    que, em 1998, a produo de caf nesse municpio

    foi, em milhes de toneladas:

    (A) 9,5

    (B) 9

    (C) 10,5

    (D) 11

    (E) 12,5

    QUESTO 145.

    No jogo de bocha, disputado num terreno plano, o

    objetivo conseguir lanar uma bola de raio 8 o

    mais prximo possvel de uma bola menor, de raio

    4. Num lanamento, um jogador conseguiu fazer

    com que as duas ficassem encostadas, conforme

    ilustra a figura abaixo. A distncia entre os

    pontos A e B, em que as bolas tocam o cho, :

    (A) 8

    (B) (C) (D) (E)

    QUESTO 146.

    Em uma regio plana, margem direita de uma ro-

    dovia retilnea, moram duas famlias. A casa de

    uma dessas famlias, representada, na figura

    abaixo, pelo ponto. A, localiza-se na altura do km

    20 da rodovia e distncia de 400 metros dessa

    rodovia. A casa da outra famlia, representada, na

    figura abaixo, pelo ponto B, localiza-se na altura

    do km 21 da rodovia e distncia de 300 metros

    dessa rodovia. Para irem escola, as crianas das

    duas famlias utilizam diariamente um nibus que

    passa pela rodovia e s faz uma parada entre os

    km 20 e 21. Sendo assim, as famlias decidiram

    construir um ponto de nibus, representado, na

    figura abaixo, pelo ponto P, entre os km 20 e 21

    da rodovia, de modo que as crianas possam

    caminhar exatamente a mesma distncia, em linha

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina1

    7

    reta, para irem de suas casas at o ponto de

    nibus. Considere d a distncia, em metros, do km

    20 ao local onde o ponto de nibus dever ser

    construdo e calcule (1/15)d.

    (A) 30 m

    (B) 31 m

    (C) 32 m

    (D) 33 m

    (E) 34 m

    QUESTO 147.

    Com uma trena e um esquadro em mos, uma pes-

    soa, em A, pode determinar a distncia em que se

    encontra da base de uma rvore do outro lado do

    rio. Para tanto, fixa e estica um barbante de 39

    m, de A at um ponto C qualquer, de modo que a

    linha visada AP seja perpendicular linha AC,

    onde marca um ponto B a 3 m de C. Em seguida, a

    partir de C, ela caminha perpendicularmente

    linha AC, afastando-se do rio e, quando v B

    alinhado com a rvore, marca o ponto D. Constata,

    ento, que a linha CD tem 4 m. Assim, distncia

    d indicada na figura, em metros, igual a:

    (A) 24,25

    (B) 27,00

    (C) 29,25

    (D) 48,00

    (E) 52,75

    QUESTO 148.

    Na figura abaixo, os trs crculos tm o mesmo

    raio r, as retas so paralelas, os crculos so

    tangentes entre si e cada um deles tangente a

    uma das duas retas.

    Dentre as alternativas abaixo, a melhor

    aproximao para a distncia entre as retas :

    (A) 3r

    (B) 3,25r

    (C) 3,5r

    (D) 3,75r

    (E) 4r

    QUESTO 149

    O grfico a seguir representa, em bilhes de

    dlares, a queda das reservas internacionais de

    um determinado pas no perodo de julho de 2000

    a abril de 2002.

    Admita que, nos dois intervalos do perodo

    considerado, a queda de reservas tenha sido

    linear.

    Determine o total de reservas desse pas, em

    bilhes de dlares, em maio de 2001.

    (A) 20,2

    (B) 21,2

    (C) 22,2

    (D) 23,2

    (E) 24,2

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina1

    8

    QUESTO 150.

    Para determinar o comprimento de uma lagoa,

    utilizou-se o esquema indicado pela figura abaixo,

    onde os segmentos AB e CD so paralelos.

    Sabendo-se que AB = 36 m, BP = 5 m e DP = 40 m,

    o comprimento CD da lagoa, em metros, :

    (A) 248

    (B) 368

    (C) 288

    (D) 208

    (E) 188

    QUESTO 151.

    Aps um tremor de terra, dois muros paralelos

    em uma rua de uma cidade ficaram ligeiramente

    abalados. Os moradores se reuniram e decidiram

    escorar os muros utilizando duas barras

    metlicas, como mostra a figura abaixo. Sabendo-

    se que os muros tm altura de 9 m e 3 m,

    respectivamente, a que altura do nvel do cho as

    duas barras se interceptam?

    Despreze a espessura das barras.

    (A) 1,50 m

    (B) 1,75 m

    (C) 2,00 m

    (D) 2,25 m

    (E) 2,050 m

    QUESTO 152.

    Um feixe de quatro paralelas determina sobre

    uma transversal trs segmentos que medem 5 cm,

    6 cm e 9 cm, respectivamente. Determine o

    comprimento do maior segmento que esse mesmo

    feixe determina sobre uma outra transversal,

    sabendo que o segmento compreendido entre a

    primeira e a quarta paralela mede 60 cm.

    (A) 25 cm

    (B) 26 cm

    (C) 27 cm

    (D) 28 cm

    (E) 29 cm

    QUESTO 153.

    Na ilustrao abaixo, temos a pata de um gato

    apoiada em um suporte de madeira e sustentada

    por uma haste de ferro. Os ossos 1 e 2 formam

    um ngulo de 110 e os ossos 2 e 3, um outro

    ngulo de 70. Se com o osso 3 a haste de ferro

    forma 60, e com o suporte, 80, o osso 1 forma

    com o suporte:

    (A) 50

    (B) 60

    (C) 70

    (D) 80

    (E) 45

    QUESTO 154.

    (ENEM/2009) A figura a seguir mostra as

    medidas reais de uma aeronave que ser fabricada

    para utilizao por companhias de transporte

    areo. Um engenheiro precisa fazer o desenho

    desse avio em escala de 1: 150.

    1

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina1

    9

    OBS: Dimenses da figura: 36 m x 28,5 m.

    Para o engenheiro fazer esse desenho em uma

    folha de papel, deixando uma margem de 1 cm em

    relao s bordas da folha, quais as dimenses

    mnimas, em centmetros, que essa folha dever

    ter?

    (A) 2,9 cm x 3,4 cm

    (B) 3,9 cm x 4,4 cm

    (C) 20 cm x 25 cm

    (D) 21 cm x 26 cm

    (E) 192 cm x 242 cm

    QUESTO 155.

    (ENEM/2009) A vazo do rio Tiet, em So Paulo,

    constitui preocupao constante nos perodos

    chuvosos. Em alguns trechos, so construdas

    canaletas para controlar o fluxo de gua. Uma

    dessas canaletas, cujo corte vertical determina a

    forma de um trapzio issceles, tem as medidas

    especificadas na figura I. Neste caso, a vazo da

    gua de 1.050 m3/s. O clculo da vazo, Q em

    m3/s, envolve o produto da rea A do setor

    transversal (por onde passa a gua), em m2, pela

    velocidade da gua no local, v, em m/s, ou seja, Q

    = Av.

    Planeja-se uma reforma na canaleta, com as

    dimenses especificadas na figura II, para evitar

    a ocorrncia de enchentes.

    Na suposio de que a velocidade da gua no se

    alterar, qual a vazo esperada para depois da

    reforma na canaleta?

    (A) 90 m3/s

    (B) 750 m3/s

    (C) 1050 m3/s

    (D) 1512 m3/s

    (E) 2009 m3/s

    QUESTO 156.

    Observe a imagem abaixo para responder a

    questo 156.

    Uma indstria de embalagens produz caixas de

    papelo (sem abas) em forma de paraleleppedo

    reto-retngulo de dimenses 20 cm, 10 cm e 15

    cm. Calcule quantos metros quadrados de papelo

    so necessrios para fazer a planificao de uma

    dessas caixas.

    (A) 0,11

    (B) 0,12

    (C) 0,13

    (D) 0,14

    (E) 0,15

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina2

    0

    QUESTO 157.

    Uma barra de prata fundida na forma de um

    prisma reto de altura 32 cm e base trapezoidal. A

    altura do trapzio mede 5 cm e as bases medem

    7,5 cm e 10 cm. Se a prata pesa 10,5 g/cm,

    quanto deve pesar a barra?

    (A) 10.700 g

    (B) 11.700 g

    (C) 12.700 g

    (D) 13.700 g

    (E) 14.700 g

    QUESTO 158.

    Nas figuras a seguir, um mesmo paraleleppedo

    retngulo, contendo certo volume de gua em seu

    interior, apresentado em duas posies, em cada

    uma das quais aparece apoiado sobre faces

    distintas.

    Sabendo que as medidas das arestas AB, AE e EH,

    nessa ordem, constituem uma progresso

    aritmtica de razo 4, ento, considerando as

    dimenses do paraleleppedo dadas em

    centmetros, quantos litros de gua h no interior

    do paraleleppedo?

    (A) 1,92

    (B) 1,28

    (C) 0,192

    (D) 0,128

    (E) 0,0192

    QUESTO 159

    Um reservatrio para armazenar soja tem a

    forma de um paraleleppedo reto-retngulo de

    altura 35 m e base quadrada com 60 m de

    permetro. Depois de parte da colheita de soja

    ser armazenada, o reservatrio ficou com 60% de

    sua capacidade ocupada. Quantos metros cbicos

    do reservatrio ainda restam para que ele fique

    com a capacidade total ocupada?

    (A) 3150 m

    (B) 3300 m

    (C) 3450 m

    (D) 3600 m

    (E) 3750 m

    QUESTO 160.

    Um arquiteto fez um projeto para construir

    colunas de concreto que vo sustentar um viaduto.

    Clculos mostram que 10 colunas com a forma de

    um prisma triangular regular de aresta de 1 metro

    por 10 metros de altura so suficientes para

    sustentar o viaduto.

    Se 1 metro cbico de concreto custa R$ 200,00,

    qual ser o custo total das colunas?

    (A) R$ 1.000,00

    (B) Aproximadamente R$ 4.320,00

    (C) R$ 5.000,00

    (D) Aproximadamente R$ 8.650,00

    (E) Aproximadamente R$ 17.300,00

    QUESTO 161.

    Pretende-se fabricar uma caixa com faces

    retangulares e ngulos retos, aberta em cima, com

    um volume de 10 m3 (conforme figura). O

    comprimento de um dos lados da base deve ser o

    dobro do comprimento do outro lado. O material

    para construir a base custa R$ 10,00 por metro

    quadrado, ao passo que o material para construir

    as laterais custa R$ 6,00 por metro quadrado.

    Encontre o custo de construo da caixa em

    funo de p.

    (A) C = 20p2 + 180

    (B) C = 20p2 + 180/p

    (C) C = 2p2 + 180

    (D) C = 2p2 + 180/p

    (E) C = p2 + 180/p

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina2

    1

    QUESTO 162.

    Uma cunha utilizada para prender uma porta tem

    o formato de um prisma conforme mostra a

    figura. Calcule o volume de madeira necessrio

    para fazer essa cunha.

    (A) 25 cm

    (B) 30 cm

    (C) 35 cm

    (D) 40 cm

    (E) 45 cm

    QUESTO 163

    Para fazer uma caixa, foi utilizado um quadrado

    de papelo de espessura desprezvel e 8 dm de

    lado, do qual foram recortados e retirados seis

    quadrados menores de lado x.

    Observe a ilustrao a seguir.

    Em seguida, o papelo foi dobrado nas linhas

    pontilhadas, assumindo a forma de um

    paraleleppedo retngulo, de altura x, como

    mostram os esquemas.

    Quando x = 2 dm, o volume da caixa igual a 8

    dm.

    Determine outro valor de x para que a caixa tenha

    volume igual a 8 dm.

    (A) x -

    (B) x

    (C) x -

    (D) x

    (E) x -

    Para as questes 164 e 165 utilize as

    informaes a seguir:

    Considere o seguinte desenho referente s

    dimenses de uma piscina pblica:

    QUESTO 164.

    Decidiu-se construir uma canaleta para desviar

    gua de um reservatrio e assim encher a piscina.

    Se a vazo da gua nessa canaleta igual a 2

    metros cbicos por minuto, quanto tempo levar

    at que a piscina fique cheia?

    (A) 7 h e 50 min

    (B) 7 h e 30 min

    (C) 6 h e 50 min

    (D) 6 h e 30 min

    (E) 6 h

    QUESTO 165.

    A piscina ser revestida internamente (tanto as

    laterais como o fundo) com um produto que custa

    R$ 18,00 por metro quadrado. Qual o valor total

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina2

    2

    que ser gasto para revestir a piscina com esse

    produto?

    (A) R$ 8.560,00

    (B) R$ 9.758,00

    (C) R$ 10.657,00

    (D) R$ 11.340,00

    (E) R$ 12.750,00

    QUESTO 166.

    (FUVEST-SP) Na figura abaixo, ABC um

    tringulo issceles e retngulo em A, e PQRS um

    quadrado de lado

    .

    A

    B C

    RS

    P Q Portanto, a medida do lado AB :

    (A) 1

    (B) 2

    (C) 3

    (D) 4

    (E) 5

    QUESTO 167.

    nibus da linha 572 passam pelo Largo do

    Machado de 7 em 7 minutos. Se um nibus passou

    s 15h 42min, quem chegar ao Largo do Machado

    s 18h 3min esperar quantos minutos pelo

    prximo nibus?

    (A) 1

    (B) 2

    (C) 4

    (D) 5

    (E) 6

    QUESTO 168.

    Um certo planeta possui dois satlites naturais:

    Lua A e Lua B; o planeta gira em torno do sol e os

    satlites em torno do planeta, de forma que os

    alinhamentos:

    Sol - planeta - Lua A ocorre a cada 18

    anos e

    Sol - planeta - Lua B ocorre a cada 48

    anos.

    Se hoje ocorrer o alinhamento Sol - planeta - Lua

    A - Lua B, ento o fenmeno se repetir daqui :

    (A) 48 anos

    (B) 66 anos

    (C) 96 anos

    (D) 144 anos

    (E) 860 anos

    QUESTO 169.

    A mdia aritmtica de 11 nmeros 45. Se o

    nmero 8 for retirado do conjunto, a mdia

    aritmtica dos nmeros restantes ser:

    (A) 48,7

    (B) 48

    (C) 47,5

    (D) 42

    (E) 41,5

    QUESTO 170.

    Numa urna escura, existem 7 meias pretas e 9

    meias azuis, o nmero mnimo de retiradas ao

    acaso (sem reposio) para que se tenha,

    certamente, um par da mesma cor :

    (A) 2

    (B) 3

    (C) 8

    (D) 9

    (E) 10

    QUESTO 171.

    Paulo emprestou R$ 5.000,00 a um amigo, a uma

    taxa de juros simples de 3% ao ms. Considere x o nmero de meses do emprstimo e M(x) o

    montante a ser devolvido para Paulo no final de

    meses.

    Nessas condies, a representao grfica

    CORRETA para M(x) :

    (A)

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina2

    3

    (B)

    (C)

    (D)

    (E)

    QUESTO 172.

    Desde 2005, o Banco Central no fabrica mais a

    nota de R$ 1,00 e, desde ento, s produz

    dinheiro nesse valor em moedas. Apesar de ser

    mais caro produzir uma moeda, a durabilidade do

    metal 30 vezes maior que a do papel. Fabricar

    uma moeda de R$ 1,00 custa R$ 0,26, enquanto

    uma nota custa R$ 0,17, entretanto, a cdula dura

    de oito a onze meses. Disponvel em: http://noticias.r7.com. Acesso em: 26 abr.

    2010.

    Com R$ 1 000,00 destinados a fabricar moedas, o

    Banco Central conseguiria fabricar,

    aproximadamente, quantas cdulas a mais?

    (A) 1667

    (B) 2036

    (C) 3846

    (D) 4300

    (E) 5882

    QUESTO 173.

    Os calendrios usados pelos diferentes povos da

    Terra so muito variados. O calendrio islmico,

    por exemplo, lunar, e nele cada ms tem

    sincronia com a fase da lua. O calendrio maia

    segue o ciclo de Vnus, com cerca de 584 dias, e

    cada 5 ciclos de Vnus corresponde a 8 anos de

    365 dias da Terra.

    Quantos ciclos teria, em Vnus, um perodo

    terrestre de 48 anos?

    (A) 30 ciclos

    (B) 40 ciclos

    (C) 73 ciclos

    (D) 240 ciclos

    (E) 384 ciclos

    QUESTO 174.

    O hbito de comer um prato de folhas todo dia

    faz proezas para o corpo. Uma das formas de

    variar o sabor das saladas experimentar

    diferentes molhos. Um molho de iogurte com

    mostarda contm 2 colheres de sopa de iogurte

    desnatado, 1 colher de sopa de mostarda, 4

    colheres de sopa de gua, 2 colheres de sopa de

    azeite. DESGUALDO. P. Os Segredos da Supersalada. Revista

    Sade. Jan. 2010.

    Considerando que uma colher de sopa equivale a

    aproximadamente 15 mL, qual o nmero mximo

    de doses desse molho que se faz utilizando 1,5 L

    de azeite e mantendo a proporcionalidade das

    quantidades dos demais ingredientes?

    (A) 5

    (B) 20

    (C) 50

    (D) 200

    (E) 500

    QUESTO 175.

    No dia 12 de janeiro de 2010, o governo da

    Venezuela adotou um plano de racionamento de

    energia que previa cortes no fornecimento em

    todo o pas. O ministro da energia afirmou que

    uma das formas mais eficazes de se economizar

    energia nos domiclios seria o uso de lmpadas que

    consomem 20% menos da energia consumida por

    lmpadas normais. Disponvel em: http://www.bbc.co.uk. Acesso em: 23 abr.

    2010 (adaptado).

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina2

    4

    Em uma residncia, o consumo mensal de energia

    proveniente do uso de lmpadas comuns de 63

    kWh. Se todas as lmpadas dessa residncia

    forem trocadas pelas lmpadas econmicas, esse

    consumo passar a ser de, aproximadamente;

    (A) 9 kWh

    (B) 11 kWh

    (C) 22 kWh

    (D) 35 kWh

    (E) 50 kWh

    QUESTO 176.

    As Olimpadas de 2016 sero realizadas na

    cidade do Rio de Janeiro. Uma das modalidades

    que trazem esperanas de medalhas para o Brasil

    a natao. Alis, a piscina olmpica merece uma

    ateno especial devido as suas dimenses.

    Piscinas olmpicas tm 50 metros de comprimento

    por 25 metros de largura. Se a piscina olmpica

    fosse representada em uma escala de 1: 100, ela

    ficaria com as medidas de:

    (A) 0,5 centmetro de comprimento e 0,25

    centmetro de largura.

    (B) 5 centmetros de comprimento e 2,5

    centmetros de largura.

    (C) 50 centmetros de comprimento e 25

    centmetros de largura.

    (D) 500 centmetros de comprimento e 250

    centmetros de largura.

    (E) 200 centmetros de comprimento e 400

    centmetros de largura.

    QUESTO 177.

    Os estilos musicais preferidos pelos jovens

    brasileiros so o samba, o rock e a MPB. O quadro a seguir registra o resultado de uma pesquisa

    relativa preferncia musical de um grupo de

    1000 alunos de uma escola. Alguns alunos

    disseram no ter preferncia por nenhum desses

    trs estilos.

    Se for selecionado ao acaso um estudante no

    grupo pesquisado, qual a probabilidade de ele

    preferir somente MPB?

    (A) 2%

    (B) 5%

    (C) 6%

    (D) 11%

    (E) 20%

    QUESTO 178.

    O Pantanal um dos mais valiosos patrimnios

    naturais do Brasil. a maior rea mida

    continental do planeta com aproximadamente

    210 mil km2, sendo 140 mil km2 em territrio

    brasileiro, cobrindo parte dos estados de Mato

    Grosso e Mato Grosso do Sul. As chuvas fortes

    so comuns nessa regio. O equilbrio desse

    ecossistema depende, basicamente, do fluxo de

    entrada e sada de enchentes. As cheias chegam a

    cobris 2/3 da rea pantaneira. Disponvel em: http://www.wwf.org.br. Acesso em: 23 abr.

    2010 (adaptado).

    Durante o perodo chuvoso, a rea alagada pelas

    enchentes pode chegar a um valor aproximado de:

    (A) 91,3 mil km

    (B) 93,3 mil km

    (C) 140 mil km

    (D) 152,1 mil km

    (E) 233,3 mil km

    QUESTO 179.

    Um dos estdios mais bonitos da Copa do Mundo

    na frica do Sul o GREEN POINT, situado na Cidade do Cabo, com capacidade para 68 000

    pessoas. CENTAURO. Ano 2, edio 8, mar./abr, 2010.

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO - CSJ 2 dia (16/06/1012) Caderno AMARELO

    Pg

    ina2

    5

    Em certa partida, o estdio estava com 95% de

    sua capacidade, sendo que 487 pessoas no

    pagaram o ingresso que custava 150 dlares cada.

    A expresso que representa o valor arrecadado

    nesse jogo, em dlares, :

    (A) 0,95 68000 150 487

    (B) 0,95 (68000 - 487) 150

    (C) (0,95 68000 - 487) 150

    (D) 95 (68000 - 487) 150

    (E) (95 68000 - 487) 150

    QUESTO 180.

    Segundo a SABESP, para se produzir mil

    quilogramas de papel necessria utilizao de

    380 000 litros de gua. Sendo assim, para se

    produzir um quilograma de papel so utilizados x

    metros cbicos de gua. O valor de x :

    (A) 3 800.

    (B) 380.

    (C) 3,8.

    (D) 0,38.

    (E) 0,038.

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO CSJ 2 DIA (16/06/2012) CADERNO AMARELO -

    CC OO LL GG II OO DD EE SS OO JJ OO SS

    Nome: n____

    Professora: Cleide - Srie: 3 - Turma: - Data: 16 / 06/ 2012

    Formar leitores compromisso da famlia e da

    escola, tambm deve fazer parte dos interesses

    de toda a comunidade, pois uma sociedade no

    letrada, ou mesmo formada por leitores

    funcionais, est fadada condio de misria e

    indignidade. Nunca a questo de formao de

    leitores foi to destacada como nos dias atuais,

    at porque se entende que o desenvolvimento de

    uma nao depende do nvel de letramento dos

    seus habitantes. No existe pas livre e

    desenvolvido sem investimentos na educao e

    na leitura.

    Cavalcanti, 2002

    TEMA: Uma sociedade no letrada est fadada condio de misria e indignidade.

    Ao desenvolver o tema, procure utilizar os conhecimentos e as reflexes ao longo de sua formao. Selecione, organize e relacione argumentos (dados, fatos, opinies) para fundamentar seu ponto de vista. Apresente tambm sugestes. LEMBRE-SE DE QUE:

    O rascunho da redao deve ser feito no espao apropriado.

    O texto definitivo deve ser escrito tinta, na folha prpria e dever ter, no mnimo 25 (vinte e cinco) e, no mximo 30 (trinta) linhas.

    A situao de produo do seu texto requer o uso da modalidade escrita culta da lngua portuguesa.

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO CSJ 2 DIA (16/06/2012) CADERNO AMARELO -

    Transcreva o seu Rascunho para a Folha de Redao

    01

    02

    03

    04

    05

    06

    07

    08

    09

    10

    11

    12

    13

    14

    15

    16

    17

    18

    19

    20

    21

    22

    23

    24

    25

    26

    27

    28

    29

    30

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO CSJ 2 DIA (16/06/2012) CADERNO AMARELO -

    01

    02

    03

    04

    05

    06

    07

    08

    09

    10

    11

    12

    13

    14

    15

    16

    17

    18

    19

    20

    21

    22

    23

    24

    25

    26

    27

    28

    29

    30

    Aluno (a) N

  • ENSINO MDIO/ I SIMULADO CSJ 2 DIA (16/06/2012) CADERNO AMARELO -