61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02

download

of 53

  • date post

    02-Dec-2014
  • Category

    Engineering
  • view

    161
  • download

    1

Embed Size (px)

description

Controle almoxarifado, estoque e controle geral

transcript

  • 1. Administrao de Estoques e Almoxarifado O Impacto das Polticas e Tcnicas de Gesto na Eficincia da Operao e no 3 Servio aos Clientes
  • 2. 4 Logstica: uma rea de conhecimento em alta A logstica, enquanto campo de conhecimento uma rea nova. Desta forma no se encontra algum com 20 anos de experincia em logstica como um todo... A demanda por bons profissionais maior que a oferta Paulo Sarti, diretor de Operaes e Marketing da Penske Logistics Mais do que nunca, o custo da logstica pode fazer a diferena entre uma empresa que ganha mais ou menos dinheiro Luiz Wever, scio-diretor da Ray & Berndtson (Fonte: Revista Tecnologstica Fev/2007)
  • 3. 5 Importncia Estratgica da Logstica Quatro objetivos bsicos para uma empresa competitiva: 1. Prover o melhor servio ao cliente. 2. Prover os mais baixos custos de produo 3. Prover o menor investimento em estoques 4. Prover os menores custos de distribuio Tony Arnould (1998) A Logstica est presente direta ou indiretamente em todos estes objetivos
  • 4. 6 Custos Logsticos No Brasil os custos logsticos representam aproximadamente 20% do PNB. Cerca de USD 105 bilhes por ano (dados de 2001) Na indstria os custos logsticos podem variar entre 10% a 32% do faturamento bruto Armazenagem e Manuteno de Estoques representam 36% dos custos logsticos no Brasil Composio do Custo Logstico no Brasil 4% 5% 31% 60% Administrao Armazenagem Estoque Transporte Fonte: Panorama CEL/COPEAD Custos Logsticos no Brasil, 2006
  • 5. Distribuio 7 Proposta da Logstica Integrada Almoxarifado PCP Quebrar os Muros de Separao. Logstica Integrar as atividades em um nico processo. Fsica Compras Melhorar o fluxo de informaes que fundamental no processo logstico. O nvel de servio ao cliente e os custos globais dependem da integrao das funes compras, planejamento, estoques, armazenagem, transportes e processamento de pedidos.
  • 6. 8 Desdobramento da Cadeia Utilizando o Conceito de Logstica Integrada Identificao da Demanda Planejamento das Necessidades Seleo e Qualificao de Fornecedores Compras Transportes Recebimento e Armazenagem Movimentao Interna Armazenagem de Produto Acabado Distribuio Fsica
  • 7. 9 Fundamentos da Administrao de Estoques A Importncia dos Estoques Porque so necessrios os Estoques? Objetivos da Administrao de Estoques Custos Envolvidos na Administrao de Estoques
  • 8. 10 A Importncia dos Estoques Todo erro gerencial acaba gerando estoque (Michael C.Bergerac Pres. Executivo da Revlon, Inc.) Dilema da Administrao de Estoques: Devemos sempre ter o produto de que voc necessita, mas nunca podemos ser pegos com algum estoque. (Ballou, 1993) A importncia dos estoques deriva do fato de eles serem necessrios para assegurar a disponibilidade de mercadorias, mas ao mesmo tempo representam 20% a 60% dos ativos totais de uma organizao.
  • 9. 11 Finalidades dos estoques Melhoram nvel de servio Incentivam economias na produo Promovem economia de transportes Proteo contra alteraes nos preos. Proteo contra oscilaes na demanda Proteo com relao a atrasos de entrega. Proteo contra contingncias: quebras de mquinas, inundaes, incndios, greves, etc. Problemas gerados pelos estoques Consomem capital Encobrem ineficincias gerais do sistema Constituem um potencial de perdas por avarias e obsolescncia. Necessitam de recursos Mo de Obra Equipamentos para movimentao e armazenagem Espao Gerenciamento
  • 10. 12 Objetivos da Administrao de Estoques Contribuir para a maximizao dos lucros mediante: Excelncia no atendimento aos clientes. Operao da fbrica a baixo custo. Investimento mnimo em estoques. A Administrao de Estoques consiste em estabelecer um conjunto de regras de modo a permitir: Conhecer os itens de estoque de maior importncia Definir as formas pelas quais os itens devem ser controlados Saber quando pedir Saber quanto pedir (Fonte: Tony Arnould, 1999)
  • 11. 13 Indicadores de desempenho na administrao de estoques e almoxarifado No possvel melhorar aquilo que no medimos (Joseph M. Juran) Um dos oito princpios do Sistema de Gesto da Qualidade o da Melhoria Contnua. Os objetivos definem para onde queremos ir. Os indicadores apontam onde estamos Motivam aes para a melhoria contnua
  • 12. Alguns indicadores de desempenho relacionados com a gesto de estoques e almoxarifado 14 Nvel de servio do almoxarifado Avalia a capacidade do almoxarifado em atender as requisies de materiais nos prazos acordados Nmero de itens atendidos Nvel de Servio Nmero de itens requisitad os Meta sugestiva: de 95% a 98% Dock to stock time 100 Tempo decorrido entre o descarregamento da mercadoria at seu efetivo armazenamento Stock outs Valor de vendas perdidas por falta de estoque de mercadorias Pode ser expresso em moeda corrente ou em % em relao ao faturamento total
  • 13. 15 Acurcia de inventrio Mede a preciso entre saldos fsicos e contbeis Nmero de itens corretos Acurcia Nmero de itens inventariados Meta sugestiva: de 95% a 99% Taxa de ocupao volumtrica 100 Mede a relao entre o volume efetivamente ocupado e a disponibilidade cbica do armazm Avalia a eficincia do lay-out e do sistema de armazenagem 100 Volume til de armazenage m (m ) Volume total do armazm Tx 3 ocupao
  • 14. 16 Custos de movimentao e armazenagem Avalia o custo total do warehouse em relao ao faturamento Custo do warehouse no perodo Custo Armaz Giro de estoques Mede o ndice de renovao do estoque Relaciona o volume mdio de estoque em um perodo com o consumo de material no mesmo perodo Normalmente expresso em giros anuais 100 Faturament o no perodo Consumo mensal 12 Estoque mdio mensal # de giros anuais
  • 15. 17 Algumas Definies Estoque de Segurana: quantidade a ser mantida em estoque em funo das incertezas quanto previso de demanda ou quanto aos prazos de entrega. Estoque Mdio: a mdia entre o estoque final e o estoque inicial em um determinado perodo (Em=Ei + Ef)/2. Para lote constante de entrega o tamanho do lote dividido por 2 (Em=L/2) Tempo de Atendimento do Pedido (Lead-time): o tempo total decorrido entre a colocao do pedido no fornecedor at o recebimento da mercadoria na fbrica. No caso de um item produzido internamente o tempo entre a colocao da ordem de produo e a entrada do item no estoque. Ponto de Pedido: a quantidade em estoque na qual um novo pedido deve ser colocado. determinado em funo do tempo de atendimento do pedido. Ponto de Pedido = Consumo Mdio * Tempo de Atendimento do Pedido
  • 16. 18 Observaes Prticas Quanto maior o nvel de incertezas em relao demanda ou aos prazos de entrega, maior dever ser o estoque de segurana. Quanto maior o tempo de atendimento do pedido maior dever ser o ponto de pedido. Quanto maior a freqncia de entregas menor ser o tamanho do lote e o estoque mdio, porm maior ser o custo de colocao de pedidos. Em caso de aumento de demanda, se mantivermos a mesma freqncia de entregas estaremos provocando um aumento do estoque mdio.
  • 17. 19 Custos Envolvidos na Gesto de Estoques Custo do item: Preo pago acrescido de todos os custos para colocar o item na fbrica (transporte, alfndegas, seguro, armazenagem intermediria, etc.) Custos de estocagem: constitui a soma dos custos de capital, armazenagem e movimentao (espao fsico, equipamentos, mo-de-obra, despesas, etc.) e custos de risco (obsolescncia, avarias, furtos, deteriorao)