Expressionismo 9ºD

of 12 /12
Trabalho realizado por: Márcio nº16; Mickael nº18; Nelson nº19. O grito - 1893 - Edvard Munch Ansiedade, Munch

Embed Size (px)

description

Movimento artítico manifestado ao longo da 1ªmetade do século XX

Transcript of Expressionismo 9ºD

Page 1: Expressionismo 9ºD

Trabalho realizado por:Márcio nº16; Mickael nº18; Nelson nº19.

O grito - 1893 - Edvard Munch Ansiedade, Munch

Page 2: Expressionismo 9ºD

O Expressionismo designa um movimento cultural que se manifestou nos mais diversos campos artísticos como as artes visuais, o teatro, a literatura e o cinema. Nas artes plásticas (pintura, escultura, fotografia) e na arquitectura, esta tendência, de dimensão internacional desenvolveu-se a partir dos finais do século XIX, tendo conhecido uma importante expansão na Alemanha, no contexto de angústia e de agitação social que antecedeu a Primeira Guerra Mundial.

O grito - 1893 - Edvard Munch

Page 3: Expressionismo 9ºD

• As primeiras manifestações que se podem considerarprecursoras do movimento expressionista datam de meados de

1880. Entre estas contam-se as obras do pintor holandês Vincent Van Gogh, marcante pelo uso intenso dos valores cromáticos e texturais. Os pintores Edvard Munch, e

James Ensor representaram outro momento de afirmação dos fundamentos da estética expressionista, como temas dramáticos e obsessivos e pela violência das formas e da cor.

"Composition VIII" Kandinsky 1923

Page 4: Expressionismo 9ºD

• Caracteriza-se pela procura de formas artísticas que exprimissem mais livre e subjectivamente os sentimentos do artista em relação à realidade. Os quadros tornaram-se o retrato intenso de emoções, transmitidas através de cores violentas, vibrantes, resplandecentes e de pinceladas vincadas e as esculturas apresentavam formas agressivas, modelações vincadas e texturas rudes.

• O expressionismo costuma ser entendido como a deformação da realidade para expressar mais subjectivamente a natureza e o ser humano, dando primazia à expressão dos sentimentos mais do que à descrição objectiva da realidade.

Tirol (1914), de Franz Marc

Page 5: Expressionismo 9ºD

• A arquitectura expressionista desenvolveu-se nomeadamente na Alemanha, Países Baixos, Áustria, Checoslováquia e Dinamarca. Caracterizou-se pelo uso de novos materiais, suscitado ocasionalmente pela ampliação de possibilidades oferecida pela fabricação massiva de materiais de construção como o tijolo, o aço ou o vidro.

Pavilhão de Cristal para a Exposição de Colónia de 1914, de Bruno Taut

Page 6: Expressionismo 9ºD

• A escultura expressionista não teve um selo estilístico comum, sendo o produto individual de vários artistas que reflectiram, na sua obra, quer a temática quer a distorção formal próprias do expressionismo. Destacam-se especialmente três nomes:

Madre com gémeos (1927), de Käthe Kollwitz

Page 7: Expressionismo 9ºD

• As suas obras têm certo ar caricaturesco, trabalhando muito o volume, a profundeza e a articulação do movimento. Não imitava a realidade, mas criava uma realidade nova, misturando as linhas quebradas e os ângulos. Trabalhou preferencialmente com a madeira e o gesso, que ocasionalmente passava posteriormente ao bronze.

O espírito guerreiro (1928), de Ernst Barlach

Page 8: Expressionismo 9ºD

• As suas obras tem um marcado carácter classicista, deformado e estilizado, e com uma forte carga introspectiva e emocional. Durante a sua formação em Düsseldorf evoluiu dum naturalismo de corte sentimental, passando por um dramatismo barroco.

Kleine Sinnende, 1911, de Wilhelm Lehmbruck

Page 9: Expressionismo 9ºD

• Os elementos mais característicos das obras de arte expressionistas são a cor, o dinamismo e o sentimento. O fundamental para os pintores do princípio do século não era reflectir o mundo de maneira realista e fiel mas, sobretudo, expressar o seu mundo interior. O primeiro objectivo dos expressionistas era transmitir as suas emoções e sentimentos mais profundos.

Caliban, personagem de "A Tempestade" de Shakespeare (1914), de Franz Marc

Page 10: Expressionismo 9ºD

Hipnotizador (1912), de Bohumil Kubišta

Page 11: Expressionismo 9ºD

Cedro solitário (1907), de Tivadar Kosztka Csontváry

Page 12: Expressionismo 9ºD