Formações discursivas na aviação Sávio.pdf · PDF file...

Click here to load reader

  • date post

    15-May-2020
  • Category

    Documents

  • view

    3
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Formações discursivas na aviação Sávio.pdf · PDF file...

  • UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

    CENTRO DE ESTUDOS GERAIS

    PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS

    Sávio Valviesse da Motta

    Formações discursivas na aviação

    Do embate entre a máquina e o homem-executor, ao debate de normas do

    homem-trabalhador

    Niterói

    2012

  • 2

    Sávio Valviesse da Motta

    Formações discursivas na aviação Do embate entre a máquina e o homem-executor, ao debate de normas do homem-

    trabalhador.

    Tese de Doutorado submetida ao Programa

    de Pós-Graduação em Letras da

    Universidade Federal Fluminense como

    requisito para a obtenção do Grau de

    Doutor em Letras. Área de Concentração:

    Linguística; subárea: Estudos Linguísticos.

    Orientadora: Professora Doutora Del Carmen Daher

    Coorientadora: Professora Doutora Maristela Botelho França

    Niterói

    2012

  • 3

    Formações discursivas na aviação Do embate entre a máquina e o homem-executor, ao debate de normas do homem-

    trabalhador.

    Sávio Valviesse da Motta

    Orientadora: Professora Doutora Del Carmen Daher

    Coorientadora: Professora Doutora Maristela Botelho França

    Tese de Doutorado submetida ao Programa de Pós-Graduação em Letras da

    Universidade Federal Fluminense como requisito para a obtenção do Grau de Doutor

    em Letras. Área de Concentração: Linguística; subárea: Estudos Linguísticos.

    Banca Examinadora:

    _____________________________________________________________________

    Professora Doutora Maria Cecília Pérez de Souza e Silva – PUC-SP

    _____________________________________________________________________

    Professor Doutor Décio Rocha - UERJ

    _____________________________________________________________________

    Professor Doutor Wladimir Ferreira de Souza - SOBEU

    _____________________________________________________________________

    Professor Doutor João Batista Rezende - UFF

    _____________________________________________________________________

    Professora Doutora Maristela Botelho França - UNIRIO

    Suplentes

    _____________________________________________________________________

    Professora Doutora Vera Lúcia de Albuquerque Sant’Anna - UERJ

    _____________________________________________________________________

    Professora Doutora Luciana Maria Almeida de Freitas - UFF

    Niterói, 26 de novembro de 2012

  • 4

    Resumo

    As atividades humanas desenvolvidas no setor aéreo participam da composição de um

    complexo sistema estabelecido por tarefas fundamentalmente marcadas por normas e

    prescrições. Identificados à máquina, os trabalhadores devem seguir rotinas

    algoritmizadas. O ambiente de trabalho onde tais atividades ocorrem atingiu tal grau de

    automatização e de confiabilidade que é corrente o pensamento de que a ação humana

    na aviação, ou o erro inevitável que dela decorre, seja o principal fator contribuinte para

    os acidentes ou incidentes aéreos. Neste sentido, o homem, ou o componente humano,

    vem sendo apontado desde a década de 1970 como o principal fator de risco. Neste

    estudo, apresentaremos um vasto movimento de racionalização que organiza o trabalho

    do aeronauta através de procedimentos de padronização e de controle da tarefa e da

    função, incluindo nesse processo a própria linguagem. Nossa pesquisa está sustentada

    pelas hipóteses de que os processos que envolvem o trabalho humano são concebidos

    sem a participação dos trabalhadores e que doutrinas tecnicistas e disciplinares

    obliteram a consideração de um intenso debate de normas efetivado por eles. Tomamos

    por objeto de investigação os discursos sobre o trabalho do aeronauta, ou mais, as

    formações discursivas que determinam os processos que envolvem esse trabalho. Tais

    formações discursivas enunciadas no setor aéreo foram reunidas à luz da metodologia

    arqueológica desenvolvida por Michel Foucault (1969). Acreditamos que a análise do

    trabalho humano na aviação seria fortemente beneficiada pela consideração dos saberes

    dos trabalhadores que protagonizam as atividades e que a efetividade dos procedimentos

    técnicos que regem as operações aéreas esteja associada ao processo de renormatização

    das prescrições (SCHWARTZ, 1997). O principal fator de risco desse sistema não

    deveria ser atribuído ao homem, mas às concepções sobre o homem que hoje vigoram

    nesse campo e, sobretudo, às consequências decorrentes dessas concepções que

    obscurecem o entendimento das atividades reais desenvolvidas por homens e mulheres

    em contextos singulares.

    Palavras-chave: Formações discursivas, debate de normas e segurança de voo.

  • 5

    Abstract

    Human activities performed in the air industry are part of the make up of a complex

    system established by duties fundamentally marked by norms and prescriptions.

    Identified to machines, workers must follow algorithmic routines. The work

    environment where such activities take place has reached such a degree of automization

    and reliability that it is prevalent to think that human action in aviation, or the inevitable

    error that results from it, is the principal contributing factor for aviation incidents or

    accidents. In this sense, humans, i.e. the human element, have been cited since the

    1970s as the main risk factor. In this study, we will show a vast rationalization

    movement that organizes the duty of the aviation worker through standardization

    procedures, as well as task and function control procedures, including language itself in

    this process. Our research is supported by the hypothesis that the processes that include

    human work are conceived without the participation of the workers and that technicist

    and disciplinary doctrines obliterate the consideration of an intense debate of norms

    realized by such workers. We have taken up as the object of our investigation the

    discourses about the job of the aviation worker, further yet, the discourse formation that

    determine the processes involved in such job. The discourse formations enunciated in

    the air industry were gathered in the light of the archaeological methodology developed

    by Michel Foucault (1969). We believe that the analysis of the human work in aviation

    would benefit strongly from the knowledge of aviation workers that head activities and

    that the effectiveness of technical procedures that rule air operations is associated with

    the process of restandardization of prescriptions (SCHWARTZ, 1997). The main risk

    factor in this system should not be attributed to humans, but to the conceptions about

    humans that currently prevail in this field and, above all, to the consequences from such

    conceptions, which obscures the understanding of real activities performed by men and

    women in singular contexts.

    Keywords: Practices of discourse, debate of norms, and flight safety.

  • 6

    Para Clauze (in memoriam)

    Pelos tempos em que nos encorajava a pensar... 1

    1 O professor Clauze Ronald de Abreu partiu no dia 3 de maio de 2004. Estudioso incansável deixou

    marcas indeléveis no pensamento de várias gerações de psicólogos, filósofos e pesquisadores das

    ciências humanas da UFF e UFRJ.

  • 7

    Agradecimentos

    É com muita alegria que agradeço ao Milton Athayde pelo fraterno acolhimento em seu

    grupo de pesquisa no Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social da UERJ.

    Dotado de um espírito refinado e sensível, com rara simplicidade e bagagem intelectual

    incomensurável, escutou atentamente grande parte do que agora está escrito,

    incentivando a transformação da dispersão do meu “patrimônio” em material digno de

    leitura. Incentivou-me a não desistir, oportunizou meu encontro com Del Carmen e

    viabilizou a Banca que qualificou os primeiros textos que resultaram neste trabalho.

    À querida Del Carmen Daher, que aceitou o desafio de assumir a minha orientação sem

    o tempo necessário para a sua maturação. Nunca vi no magistério professora tão

    dedicada! Siempre lista, lia e corrigia com atenção todos os detalhes dos manuscritos

    inacabados, vários, que foram produzidos, sobretudo, ao longo deste último ano.

    Exigente e rigorosa deu ritmo e consistência para a produção textual. Dócil e amiga

    possibilitou a coorientação da Maristela França, disponibilizando todos os recursos que

    estavam ao seu alcance para a conclusão deste projeto.

    Gostaria de agradecer imensamente à linguista e analista do trabalho Maristela Botelho

    França, por aceitar coorientar este trabalho, correlacionando minha questão de pesquisa

    com as demanda oriundas de minha atuação na aviação. Graças a sua escuta (clínica)

    pude elaborar e ressignificar muitas questões vivenciadas em situações reais de minha

    vida profissional,