GESTÃO ESTRAT NEG_matPPT 2012_1

Click here to load reader

  • date post

    18-Jul-2015
  • Category

    Documents

  • view

    309
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of GESTÃO ESTRAT NEG_matPPT 2012_1

GESTO ESTRATGICA DE NEGCIOS(GADM1018)ATENO Este conjunto de slides tem como objetivo facilitrar o acompanhamento das aulas. NO UMA APOSTILA e consequentemente, NO SUBSTITUI a bibliografia bsica da disciplina.

2012.1

Prof. Paulo Wilton Camara, M.Sc.1

PAULO WILTON CAMARA(CURRCULO RESUMIDO)

. Administrador, Perito Judicial (CONPEJ Administrao (Empresas e Negcios / Trabalhista), Analista de Inteligncia Competitiva (ABRAIC), Consultor e Instrutor do SEBRAE/RJ. . Scio-administrador da PW/TARGET Assessoria e Servios Ltda, fundada em jun/1998 (servios em administrao e marketing e atividades subaquticas). . Formao profissional parcialmente desenvolvida durante 27 anos, nas reas de Gesto, Planejamento, Marketing, Operaes, Vendas, Logstica e Promoes & Propaganda, em empresas como BCN, Coca Cola, IBM, PepsiCo e Philip Morris. . Doutorando em Cincia Poltica (Transferncia de tecnologia e Polticas pblicas), IUPERJ. . Mestre em Gesto e Estratgia em Negcios, UFRJ. . Especialista em Marketing, ESPM. . Professor universitrio, desde 1987. . CONTATO ( vontade, em qualquer dia/horrio) 21 9973-8534 / 3335-0725; [email protected] / [email protected] Acesso pgina virtual: http://webmail.profunisuam.com.br/profs/paulocamara

2

PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA

EMENTA Gesto estratgica. Diagnstico ambiental e organizacional. Planejamento estratgico. Formulao da estratgia. Implantao da estratgia. Avaliao e controle. Prtica de gesto estratgica (plano de negcio).

CONTEDO PROGRAMTICO1.

Plano de negcio

2.3. 4. 5.

Gesto estratgicaPlanejamento estratgico Estratgia

Balanced Scorecard (BSC)

3

CONSTRUO DO CONTEDODiretrizes curriculares do MEC / diretriz institucional / orientaesdo colegiado do curso e CRA

DIMENSES

1CONCEITUAL

2PROCEDIMENTAL

3ATITUDINAL

Saber

Saber fazer

Ser

Conhecimento

Metodologia

Prtica / Atitude

DESENVOLVIMENTO DA DISCIPLINA4

PLANO DE AULAS

. Vide sistema, ambiente aluno.IMPORTNCIA DA DISCIPLINA . No curso . Na formao profissional METODOLOGIA

. Aulas expositivas, exerccios de fixao, casos para estudo e trabalhos (individuais / emgrupos), com slides de acompanhamento das aulas e materiais de apoio disponibilizados em aula e on-line, apresentao de filmes e/ou palestras. . O modelo de conduo da disciplina tem como foco a instrumentalizao, ou seja, o

estreitamento da relao teoria X prtica.

5

CRITRIO DE AVALIAO . Provas individuais, com base no contedo apresentado at as datas das mesmas. . Nota de A2 ser composta pela construo e apresentao do PN (em grupos) com valor 3,0 e prova escrita com valor 7,0.

MONTEM J, HOJE!!!(apenas sugesto)CALENDRIO DE AVALIAES

TURMA

A1

A2

A3

801M BS802N BS 802N CG 801N JP

16 ABR17 ABR 19 ABR 20 ABR

11 JUN12 JUN 14 JUN 15 JUN

25 JUN26 JUN 28 JUN 29 JUN6

REFERNCIAS PARA ESTUDOACOMPANHAMENTO / DIRECIONAMENTO / ORIENTAO / APOIO . CAMARA, PW. Gesto estratgica de negcios. Conj. de slides. Rio Janeiro: Unisuam, 2012. . ROSA, Cludio Afrnio. Como elaborar um plano de negcio. Braslia: Sebrae, 2007. Adaptado por Paulo Wilton Camara como Manual para a construo do plano de negcio em 2011, revisado 2012. BIBLIOGRAFIA BSICA . OLIVEIRA, Djalma de P.R. Planejamento estratgico: conceitos, metodologia, prticas. 28 ed. Rio de Janeiro: Atlas, 2010. . PENG, Mike. Estratgia global. So Paulo: Thomson Learning, 2008. . PORTER, Michael. Estratgia competitiva: tcnicas para anlise de indstrias e da concorrncia. Rio de Janeiro: Campus, 1986. COMPLEMENTAR . GHEMAWAT, Pankay; COLLINS, David; PISANO, Gary. A estratgia e o cenrio dos negcios. Porto Alegre: Bookman, 2000. . GHOSHAL, Sumantra; TANURE, Betania .Estratgia e gesto empresarial: construindo empresas brasileiras de sucesso. Estudo de casos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004. . JLIO, Carlos Alberto. A arte da estratgia. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005. . MINTZBERG, Henry. Safri de estratgias. Porto Alegre: Bookman, 2000. . PORTER, Michael. Vantagem competitiva: criando e sustentando um desempenho superior. Rio de Janeiro: Campus, 1989.

. ZACCARELLI, Srgio. Estratgia e sucesso nas empresas. So Paulo: Saraiva, 2004.7

ALGUMAS OUTRAS (para quem quiser ). CERTO, Samuel C./PETER, J. Paul. Administrao estratgica. So Paulo: Makron Books, 1993. . DAY, G.S. Estratgia voltada para o mercado. So Paulo: Record, 1990. . DOLABELA, Fernando. O segredo de Lusa. So Paulo: Cultura Editores, 1999. . GRACIOSO, Francisco. Planejamento orientado para o mercado. So Paulo: Atlas, 1990. . HAMEL, Gary e PRARALAD, C.K. Competindo pelo futuro: estratgias Inovadoras para obter o controle do seu setor e criar os mercados do amanh. Rio de Janeiro: Campus, 1995. . HAX, Arnoldo y MAJLUF, Nicols. Estrategias para el liderazgo competitivo. Barcelona: Ediciones Granica, 1997. . KAPLAN, Robert S., NORTON, David P. Mapas estratgicos balanced scorecard: convertendo ativos intangveis em resultados tangveis. Traduo Afonso Celso Cunha da Serra. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004

. KELLER, Kevin L. e MACHADO, Marcos. Traduo: Arlete S. Marques. Gesto estratgica de marcas. So Paulo: Pearson P. Hall, 2006.. MATOS, Francisco G. Estratgia de empresa. So Paulo: Makron Books, 1993. . MONTGOMERY, Cinthia A. e PORTER, Michael E. Estratgia: a busca da vantagem competitiva. Rio de Janeiro: Campus, 1998.

8

. NIVEN, Paul R. Balanced scorecard passo-a-passo: elevando o desempenho e mantendo resultados. Traduo Nilza Freire. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2005. . PINA, Vitor Manuel de Castro. Inteligncia estratgica nos negcios. So Paulo: Atlas, 1994. . PORTER, Michael. Estratgia competitiva: tcnicas para anlise de indstrias e da concorrncia. Rio de Janeiro: Campus, 1986. . PORTER, Michael. Vantagem competitiva: criando e sustentando um desempenho superior. Rio de Janeiro: Campus, 1989. . PORTER, Michael. Competio = on competition: estratgias competitivas essenciais; traduo de Afonso Celso C. Serra. Rio de Janeiro: Campus, 1999. . RASMUSSEN, U.W. Manual da metodologia do planejamento estratgico. So Paulo: Aduaneiras,

1990.. ROBERT, Michel. Estratgia: como empresas vencedoras dominam a concorrncia / Michel Robert; traduo June Camargo. S. Paulo: Negcio Editora, 1998. . TAVARES, Mauro Calixta. Gesto estratgica. So Paulo: Atlas, 2000. . VALERIANO, Dalton L. Gerenciamento estratgico e administrao de projetos. So Paulo: Makron Books, 2001.9

REGRAS DO JOGO & SUGESTES. . . . . Disponibilidade do professor Estudo da disciplina Leituras relacionadas / materiais de apoio (textos) Desenvolvimento das aulas (slides) disponibilizao Quanto s aulas - discusses - faltas . Exerccios (em sala ou como atividade extra-classe) . Trabalhos em grupos (6 alunos) PN, casos de estudo etc . Quanto s avaliaes - dias da avaliao e correo/entrega de notas/provas A1: aula + prova - tempo de prova (A1/A2/A3): 2 horas - horrios de incio (A2/A3): manh 09h00min; noite 19h00min - critrio de correo - revises (pelo professor e solicitaes formais) - provas com questes desenvolvidas a lpis10

DESENVOLVIMENTO DO NEGCIOObjetivo (o que se quer) Estratgia (como fazer) Operao (fazer)

GESTO ESTRATGICA

Piada.doc Desmistificando a gesto....pdf11

ANTES DE MAIS NADA, VAMOS ENTENDER AS DIFERENAS

. Mentalidade imediatista

. Mentalidade operacional. Mentalidade estratgica

12

1. PLANO DE NEGCIOBibliografia especfica sugerida DOLABELA, Fernando. O Segredo de Lusa. So Paulo: Cultura Editores, 1999.

OBJETIVO DO TPICO Construo completa de um Plano de Negcio, com base no modelo Manual para a construo do plano de negcio (reviso e adaptao de Paulo Wilton Camara, 2011, do original Como elaborar um plano de negcio, Sebrae/NA, 2007) arquivo PDF disponibilizado). MANUAL PARA A CONSTRUO DO PLANO DE NEGCIO.pdf

ATENO: no estamos propondo a simples montagem de uma empresa;

o objetivo desta construo a concluso sobre a viabilidadede um negcio .13

MONTAGEM E FUNCIONAMENTO DOS GRUPOS DE TRABALHO . Cada grupo dever ser formado por 6 (seis) alunos - mximo - que sero distribudos (e avaliados) de acordo com as responsabilidades abaixo. - Ger. Geral - Ger. Mercado (mktg / vendas) - Ger. Administrativo

- Ger. Financeiro- Ger. Produo - Ger. Logstica

Sugesto: estabeleam imediatamente os contedos das responsabilidades de cada rea, para que no apaream problemas futuros.14

NEGCIOS A SEREM TRABALHADOS PELOS GRUPOS Os negcios devero (indstria/comrcio/servios) ser escolhidos dentre as reas abaixo (no poder haver duplicidade entre os PNs) as opes sero respeitadas pela ordem de escolha/informao.1. Turismo 2. Reciclagem 3. Transporte rodovirio 8. Alimentos 9. Bebidas 10. Energia

4. Transporte martimo5. Ensino de ps-graduao 6. Sade

11. E-commerce12. TI 13. Recursos humanos

7. Fitness

14. Educao infantil

. Para a construo do PN, os grupos devem levar em considerao o conceito de INOVAO (no confundir com inveno) a ser aplicado ao negcio.

. As necessrias pesquisas sobre os mercados, fazem parte do trabalho.15

OBSERVAES. Sugesto: o trabalho deve ser iniciado imediatamente.. Dever ser apresentado TOTALMENTE PRONTO, por ocasio da A2 (valor = 3,0). . Em eventuais grupos com nmero inferior a 6, as funes sero acumuladas, sem reduo das reas de responsabilidade acima. . Os PNs sero apresentados, ou no, exclusivamente em razo de disponibilidade de tempo (alguns tpicos sero apresentados em aula, como exerccio). . O manual possui uma explicao detalhada do PN, servindo tambm como rascunho. . A mecnica de desenvolvimento do PN ser orientada em aula, nas oficinas. . A construo do PN ser feita como atividade extra-classe e tambm em aula.ATENO O capital prprio a ser utilizado