TR/BMD: Rommel A. Barros Unip – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

of 23 /23
TR/BMD: Rommel A. Barros Unip – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

Embed Size (px)

description

TR/BMD: Rommel A. Barros Unip – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT. Disciplina: Radiologia Industrial. Objetivos Conteúdo programático Bibliografia Trabalhos Seminários Artigos Provas. OBJETIVOS - PowerPoint PPT Presentation

Transcript of TR/BMD: Rommel A. Barros Unip – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

Page 1: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

TR/BMD: Rommel A. BarrosUnip – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica5º P/NOT

Page 2: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

ObjetivosConteúdo

programáticoBibliografia TrabalhosSeminários ArtigosProvas

Disciplina: Radiologia Industrial

Page 3: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

OBJETIVOSCapacitar os alunos a identificar os principais procedimentos operacionais aplicados na radiologia industrial, sua finalidade, uso e limitações. Desenvolver a capacidade de identificar os ensaios não destrutivos. Conhecer os princípios de controle de qualidade da especialidade. Dotar os alunos de conhecimentos específicos sobre os critérios de aceitação nas unidades de radiodiagnóstico industrial e os acessórios e equipamentos associados

EMENTA A disciplina propõe a compreensão dos mecanismos físicos e de cuidados necessários nos principais procedimentos industriais que utilizam as radiações ionizantes em ensaios não destrutivos

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO – Carga horária 60 horas

Ensaios não destrutivosCapacitação profissionalEquipamentos de radiologia industrialFilmesTécnicas e interpretaçãoCritérios de aceitação

Page 4: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

Metodologia de avaliação:

Trabalhos:Manuscristos – mínimo 10 páginas

Seminários:Apresentação oral: ½ notaAvaliação individual oral: ½ nota

Artigos:Resolução de exercícios – 30 questões

Provas:Discursivas

Page 5: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

Introdução: o que é Radiologia Industrial?

5

A Radiologia industrial é um método que inspeciona e detecta defeitos nos diversos segmentos.

Identificar os principais procedimentos operacionais aplicados na radiologia industrial e sua finalidade

As técnicas nucleares corresponde ≈ 40% de todas as licenças emitidas pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) para instalações radioativas no país

Especialização em Radiologia Industrial – Capacitação Técnica. No Brasil existem hoje cerca de 140 instalações de radiografia industrial. A certificação na área teve início em 1987. Até a última certificação, ocorrida em 2005, foram qualificados 1.444 profissionais. Deste total, 714 encontram-se em atividade, sendo 421 RIA e 293 Operadores de Radiografia.

Page 6: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

Esterilizarão de instrumentos médicos

Sanitização de esgotos Arqueologia, paleontologia e

conservação de obras de arte Recursos hídricos Produção de energia elétrica Indústria Portos, aeroportos e fronteiras Aplicações agronômicas Conservação de alimentos

6

SETORES DE ATUAÇÃO

Page 7: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

Radiologia industrial:

Introdução aos Ensaios Não DestrutivosPrincípios e Fundamentos Equipamentos e fontes de radiaçãoEquipamentos de Raios-X

INTRODUÇÃO:

Page 8: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

Ensaios Não Destrutivos:

8

Como garantir que os materiais, componentes e processos utilizados tenham a qualidade requerida ? Como garantir a isenção de defeitos que possam comprometer o desempenho ? Como melhorar novos métodos e processos e testar novos materiais ?

Ensaios não destrutivos

Os Ensaios Não Destrutivos (END) são técnicas utilizadas na inspeção de materiais e equipamentos sem danificá-los, sendo executados nas etapas de fabricação, construção, montagem e manutenção.Os ensaios não destrutivos constituem uma das FERRAMENTAS INDISPENSÁVEIS para o controle da qualidade dos produtos produzidos pela indústria moderna.

Page 9: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

Exemplos: ensaios não destrutivos:

9

Radiografia Ultra-som

Usados principalmente nas indústrias de petróleo e petroquímica, nuclear, alimentícia, farmacêutica, geração de energia para inspeção principalmente de soldas e fundidos, e ainda na indústria bélica para inspeção de explosivos, armamento e mísseis, a radiografia e o ultra-som desempenham papel importante na comprovação da qualidade da peça ou componente em conformidade com os requisitos das normas , especificações e códigos de fabricação. Usados também na qualificação de soldadores e operadores de soldagem, a radiografia e ultra-som proporcionam registros importantes para a documentação da qualidadeOutros ensaios não destrutivos : Partículas Magnéticas , Termografia , Emissão acústica , Correntes Parasitas , Líquido Penetrante

ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS NBR ISO-9001, ATSM E ABENDE

Page 10: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

ABNT NBR ISO 9001 Ensaios não destrutivos (END)

10

A ABNT NBR ISO 9001 é a versão brasileira da norma internacional ISO 9001 que estabelece requisitos para o Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) de uma organização, não significando, necessariamente, conformidade de produto às suas respectivas especificações. O objetivo da ABNT NBR ISO 9001 é lhe PROVER CONFIANÇA DE QUE O SEU FORNECEDOR PODERÁ FORNECER, de forma consistente e repetitiva, bens e serviços de acordo com o que você especificou.

Este procedimento estabelece os mínimos requisitos para a qualificação e certificação do pessoal envolvido na aplicação de ensaios não destrutivos (NDT) , inspeção não destrutiva (NDI) ou avaliação não destrutiva (NDE) .Para efeito desta norma , NDT , NDE e NDI serão referidos como END . Estes requisitos incluem o treinamento , a experiência e os exames.

Page 11: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

ABENDE

11

CREDENCIAMENTO E ACREDITAÇÃO

Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos e Inspeção : uma entidade técnico-científica, sem fins lucrativos, de direito privado, São Paulo, fundada em Março de 1979 difundir as técnicas de END e Inspeção.

Site: http://www.abende.org.br

Reconhecida pelo Ministério da Ciência e Tecnologia – MCT como Entidade Tecnológica Setorial – ETS para a gestão tecnológica na área de END.

Credenciada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT como Organismo de Normalização Setorial – ONS-58 para a elaboração de normas de END.

Acreditada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial - INMETRO do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, como Organismo de Certificação de Pessoal – OPC-002, conforme a Norma ISO 17024, para a qualificação e certificação de pessoal em END, baseada nos critérios da Norma ISO 9712.

Reconhecida pela European Federation for NDT - EFNDT, através do Mutual Recognition Agreement - MRA, mediante o qual os profissionais certificados no Brasil tem a sua qualificação reconhecida em países da Europa, signatários deste instrumento.

Qualificada como Organização da Sociedade Civil e Interesse Público (OSCIP), pelo Ministério da Justiça.

Faz parte do Comitê Internacional de END - ICNDT e do Comitê Panamericano de END - PAN NDT.

Page 12: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

SNQC/ABENDE:

12

Certificação pelo SNQC/END :A qualificação pelo Sistema Nacional de Qualificação e Certificação de Pessoal em Ensaios Não Destrutivos - SNQC/END exige que o profissional atenda a alguns requisitos, como: Escolaridade, Treinamento, Experiência, Profissional e Aptidão Física

O Sistema Nacional de Qualificação e Certificação de Pessoal em Ensaios Não Destrutivos (SNQC/END) foi totalmente desenvolvido pela Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos (ABENDE), com a efetiva participação e colaboração da comunidade nacional envolvida em Ensaios Não Destrutivos (END), representada pelos diferentes setores da indústria nacional, com as áreas petróleo, petroquímica, nacional, aeroespacial, automobilística, siderúrgica, nuclear, eletromecânica, entre outras.É um sistema, regido por Manual da Qualidade, desenvolvido pela ABENDE, com a finalidade de qualificar e certificar pessoal em END, conforme requisitos da norma internacional ISO 9712.NA 001 - estabelece a sistemática adotada para a qualificação e certificação de pessoal empregado na execução, registro e avaliação de ensaios não destrutivos

Page 13: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

Exemplo: técnicas em que você pode se qualificar:

Fonte: http://www.abende.org.br

13

Page 14: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

14

Fonte: http://www.abende.org.br

REQUISITOS MÍNIMOS DE EXPERIÊNCIA

Page 15: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

Unip Radiologia Industrial 15

Fonte: http://www.abende.org.br

Page 16: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

Unip Radiologia Industrial 16

Fonte: http://www.abende.org.br

Page 17: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

Unip Radiologia Industrial 17

Fonte: http://www.abende.org.br

Page 18: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

ASTM END

18

Para a execução dos Ensaios não Destrutivos, além dos Manuais do Fabricante, devem ser adotadas as Normas Técnicas que estabelecem os requisitos a serem seguidos.As Normas atualmente adotadas pelo setor industrial, são as Normas ASTM.

A ASTM foi fundada em 1898 nos Estados Unidos, como American Society for Testing and Materials, por um grupo de cientistas e engenheiros, liderados por Charles Benjamin Dudley, para analisar as frequentes quebras dos trilhos de trem. Como resultado, o grupo desenvolveu uma norma para o aço utilizado nas ferrovias.

Atualmente, a ASTM mantém milhares de equipes técnicas e mais de 12 mil normas, sendo que o livro anual de normas ASTM contém 77 volumes.A ASTM produz normas para diversas áreas da indústria, sendo muito usadas na padronização de materiais, como ligas de aço, alumínio, polímeros e combustíveis

Page 19: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

Fonte: ASNT - the American Society for Nondestructive Testing

Page 20: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

Cursos para qualificação - OTRs

Na busca por excelência na educação sobre Ensaios Não Destrutivos e Radioproteção Industrial, centros de capacitação profissional, de vários estados do País, se tornam Organismo de Treinamento Reconhecido (OTR), ou seja, instituições reconhecidas por um sistema da ABENDE,  autorizadas a ministrar cursos em nome da associação. Com isso, o OTR pode realizar aulas de END (Níveis 1, 2 e Radioproteção Industrial), de acordo com os critérios estabelecidos pela associação e baseados em modelos internacionais.

Page 21: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

VANTAGENS EM FAZER UM TREINAMENTO NOS OTRs

Ao fazer o curso em um dos OTRs, o profissional contará com a

qualidade dos cursos ministrados por especialistas na técnica e com os mais modernos recursos didáticos e equipamentos. Os OTRs oferecem assim a segurança e confiança para que o profissional faça sua

Preparação de forma adequada exames de qualificação e certificação. O profissional que realiza um treinamento nos OTRs ao final do curso

com a aplicação de exames teóricos para qualificação e certificação pelo SNQC/END e descontos especiais nos eventos da ABENDE.

Page 22: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

VANTAGENS DE SER UM OTR ABENDE:Fazer parte de uma marca conhecida nacionalmente através do selo ABENDE, com mais de 25 anos de experiência no mercado:• Inscrição gratuita nos eventos realizados pela ABENDE • Participação com stand nos eventos e feiras realizados pela ABENDE • Divulgação na revista da ABENDE • Indicação para clientes que contam com a associação • Divulgação nos informativos, site, folders e no Guia de END • Supervisão Nível 3 – através de um programa de acompanhamento de atividades, por um nível 3 fornecido pela ABENDE.• Aplicação de exames teóricos de qualificação ao final dos cursos* • Material didático exclusivo • Bolsas de estudos em cursos Níveis 3 para instrutores dos OTRs • Aperfeiçamento dos instrutores dos OTRs (Workshops e cursos realizados pela Associação)APOIO LOGÍSTICO AOS OTRs:•Definição do local de abertura do OTR •Apoio com informações no desenvolvimento estrutural e técnico (PR - 061) •Preferência para abertura de novos treinamentos na área de atuação •Reuniões anuais ou quando necessárias

Page 23: TR/BMD:  Rommel  A. Barros Unip  – Curso Sup. Tec. Radiologia Médica 5º P/NOT

Estagio Técnico para o Setor de Cursos ABENDE :

Com o objetivo de apoiar a formação de mão-de-obra especializada em nosso país, a ABENDE, disponibiliza a oportunidade de uma vaga de estágio para estudantes da capital dos cursos de mecânica, metalurgia e soldagem que desejam ingressar na área de END. O estágio é desenvolvido em nossa sede, em São Paulo.

A duração do estágio é de 01 anoFornecemos a participação do estagiário nos seguintes cursos Nível

2: Líquido Penetrante, Partículas Magnéticas, Ultra-Som e Ensaios Radiográficos.

01 Salário Mínimo + vale transporte + seguro de vida + refeições

Os interessados em participar deste processo deverão encaminhar o currículo, através do e-mail: [email protected] A/C: Juliana Agostinho, Coordenadora de Cursos. Os Curriculuns serão recebidos somente nos meses de Janeiro e Fevereiro