500 questões pedagógicos

Click here to load reader

  • date post

    14-Aug-2015
  • Category

    Education

  • view

    102
  • download

    2

Embed Size (px)

Transcript of 500 questões pedagógicos

  1. 1. www.odiferencialconcursos.com.br 1 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012
  2. 2. www.odiferencialconcursos.com.br 2 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 SUMRIO Apresentao..........................................................3 Questes..................................................................4 Respostas............................................................182 Bibliografia...........................................................356 Quem fiel nas coisas pequenas tambm ser nas grandes; e quem desonesto nas coisas pequenas tambm ser nas grandes. (Lucas 16,10) E, se no forem honestos com o que dos outros, quem lhes dar o que de vocs? (Lucas 16,12). Regras para uso desta apostila proibida a distribuio de arquivos protegidos por direitos autorais. Portanto, proibida a distribuio desta apostila por qualquer meio. Ela serve apenas para uso pessoal. Denuncie: [email protected]
  3. 3. www.odiferencialconcursos.com.br 3 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 APRESENTAO O mundo dos concursos pblicos tem ganhado uma importncia cada vez maior a cada ano que passa. surpreendente o nmero de pessoas que concorrem todos os anos s oportunidades de emprego estvel, boas condies de trabalho e salrios. O estudo por meio de resoluo de questes extremamente importante para o entendimento e a fixao da matria. Por vezes, a leitura de um livro, apostilas, textos, a princpio parecem fceis, porm, ao se deparar com o caso concreto, surgem as complicaes. Nada melhor do que resolver questes, principalmente quando estas possuem comentrios objetivos e de fcil compreenso, retirados de livros de renomados autores. A apostila de 500 Questes Comentadas de Conhecimentos Pedaggicos mais um instrumento colocado disposio do professor para auxili-lo no alcance de seu objetivo, ou seja, aprovao num concurso pblico. Nunca demais frisar que a prtica de exerccios que fixa o conhecimento e prepara o candidato para reconhecer as armadilhas preparadas pelas bancas organizadoras dos certames, pois muitas vezes conhecer determinado assunto no suficiente para assimilar a forma como este conhecimento cobrado nas provas. A quantidade de questes aliada qualidade, rapidez no envio e ao compromisso de conduzir o candidato ao sucesso representam todo nosso diferencial. Wilma G. Freitas
  4. 4. www.odiferencialconcursos.com.br 4 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 QUESTES 1. Considerando as reflexes de Tardif e Lessard a respeito dos fins do trabalho docente, analise as seguintes afirmativas e assinale com V as verdadeiras e com F as falsas. ( ) A educao configura-se como uma prtica profissional cujas situaes de trabalho se caracterizam pela instabilidade, mobilidade e indeterminao: os objetivos no so inerentes situao, mas derivam em boa parte das intervenes e interpretaes dos atores. ( ) Os objetivos escolares, que impactam o trabalho docente, so imprecisos, no-operatrios e definem uma tarefa complexa, coletiva que envolve diferentes agentes sociais e temporal, cujos efeitos so incertos e ambguos. ( ) Os objetivos gerais e os resultados do trabalho docente trazem a marca das exigncias sociais, culturais e ideolgicas, em torno das quais, num determinado perodo, se estabelece um consenso claramente definido. ( ) os programas escolares so instrumentos cognitivos teis, que permitem aos professores organizarem sua ao em funo de objetivos, expectativas, sequncias, etc, unificando sua ao coletiva e orientando-a para os contedos e objetivos comuns. Assinale a alternativa que apresenta a sequncia de letras CORRETA. a) (V) (V) (F) (V) b) (V) (F) (V) (V) c) (F) (F) (V) (F) d) (F) (V) (F) (F) 2. Analise as seguintes afirmativas concernentes ao planejamento e organizao do ensino. I. O planejamento do ensino centrado em aulas expositivas potencializa a criao de estratgias que favorecem a interao
  5. 5. www.odiferencialconcursos.com.br 5 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 dos alunos com os objetos do conhecimento (os tpicos do currculo). II. Para exercer seu papel de mediador entre o livro didtico e os alunos, o professor deve realizar uma avaliao crtica do livro e definir o ritmo e as maneiras de seu uso segundo os conhecimentos prvios de seus alunos e suas possibilidades cognitivas. III. Um planejamento pedaggico cuidadoso deve comear pela clarificao dos objetivos educacionais passando pela seleo das ideias importantes do contedo e das habilidades a serem desenvolvidas. A partir dessa anlise, pode-se concluir que esto CORRETAS a) Apenas as afirmativas I e II. b) Apenas as afirmativas I e III. c) Apenas as afirmativas II e III. d) Todas as afirmativas. 3. Na perspectiva da Pedagogia da Autonomia (Paulo Freire), ensinar exige dos educadores alguns saberes fundamentais, dentre os quais NO se inclui: a) Exerccio de curiosidade. b) Intransigncia intelectual. c) Liberdade e autoridade. d) Rigorosidade cientfica. 4. Assinale a alternativa que, de acordo com Edgar Morin (Os sete saberes necessrios educao do futuro), apresenta corretamente um aspecto constitutivo da educao comprometida com a tica do gnero humano. a) A tica do gnero humano tem como uma de suas dimenses fundamentais a relao entre indivduo singular e espcie humana efetivada por meio da comunidade de destino planetrio. b) A tica deve ser ensinada por meio de lies de moral, com base na conscincia de que o ser humano , ao mesmo tempo, indivduo, parte da sociedade e da espcie humana.
  6. 6. www.odiferencialconcursos.com.br 6 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 c) Configuram-se como finalidades tico-polticas do novo milnio: conceber a humanidade como uma comunidade planetria e evitar qualquer controle mtuo entre a sociedade e os indivduos. d) O desenvolvimento humano compreende a conquista das autonomias individuais e das participaes comunitrias, com predominncia das primeiras, que fortalecem as liberdades democrticas. 5. Ao ser aprovada para lecionar em uma nova escola, para crianas da Educao Infantil na faixa etria de quatro anos, a Prof Ana foi orientada a estruturar seu trabalho a partir do desenvolvimento de projetos. Realizou estudos sobre pedagogia de projetos e participou de um curso de formao profissional sobre o tema. Sentindo-se em condies de desenvolver projetos, escolheu o tema Borboletas e realizou um trabalho que, em sntese, envolveu as seguintes atividades: Visita ao borboletrio da cidade e conversa sobre a vida das borboletas com o profissional responsvel; Proposta de realizao de uma investigao sobre a vida das borboletas, aps perceber que as crianas tinham compreenses diferentes sobre o nascimento das borboletas e o que elas comiam; Levantamento de dados sobre a vida das borboletas em revistas, na internet, em enciclopdias, em livros, nas msicas; Entrevista com um lepidopterlogo (especialista em borboletas); Leitura do livro Romeu e Julieta, de Ruth Rocha, que conta a histria de duas borboletinhas, e do poema As borboletas, de Vincius de Moraes; Registros das descobertas por meio de desenhos, pinturas, mosaicos, reescrita do livro Romeu e Julieta, modelagem com argila, confeco de mbiles de borboletas, confeco de um mural com recortes, desenhos e pinturas das crianas; O encerramento do projeto consistiu numa palestra das crianas para as demais turmas da educao infantil sobre o tema estudado.
  7. 7. www.odiferencialconcursos.com.br 7 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 Considerando o trabalho realizado pela professora, pode-se afirmar que o projeto de trabalho foi desenvolvido na perspectiva proposta por Fernando Hernndez? a) Sim, a abordagem pedaggica escolhida pela professora investigao do meio compreende os projetos de trabalho. b) No, porque o tema do projeto no partiu de um interesse espontneo das crianas; foi sugerido pela professora. c) Sim, a professora levou em conta os conhecimentos prvios dos alunos e props um processo de investigao para uma construo coletiva dos novos conhecimentos. d) No, uma vez que os contedos especficos para essa faixa etria no foram inteiramente contemplados ao longo do desenvolvimento do projeto. 6. A avaliao que se coloca a servio da aprendizagem deve, tambm, ter como objetivo a compreenso da realidade escolar, visando ao aprimoramento das aes educativas. Uma avaliao nesse enfoque apresenta as seguintes caractersticas, EXCETO a) Constata a situao de aprendizagem do educando para subsidiar a atribuio de notas ou conceitos e a definio da progresso/no- progresso e certificao do aluno. b) contnua, configurando-se como uma prtica dinmica de investigao, de anlise das observaes realizadas ao longo do processo ensino-aprendizagem. c) Incide sobre a atuao dos professores e outros profissionais da escola, sobre os contedos, processos de ensino, recursos fsicos e materiais disponveis. d) Possibilita ao aluno o desenvolvimento de sua capacidade de autocrtica mediante exerccios de autoavaliao de sua participao no processo ensino-aprendizagem. 7. Para que uma avaliao no seja autoritria e conservadora, ela dever se apresentar como: a) Diagnstica. b) Dever ser instrumento dialtico do avano. c) Dever ser instrumento de indicao de novos rumos. d) Todas as alternativas esto corretas.
  8. 8. www.odiferencialconcursos.com.br 8 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 8. consequncia do fracasso escolar: a) O aumento de suicdios nas camadas mais baixas da populao. b) O aprimoramento do ensino para aqueles que conseguiram manter-se no processo de ensino aprendizagem. c) A formao de indivduos sem auto estima e sem capacidade de anlise crtica. d) A seleo natural dos mais capazes para a aprendizagem. 9. A teoria que coloca o centro da produo intelectual no prprio sujeito, afirmando que o conhecimento ou pr-formado nele ou fruto primordialmente do seu pensamento, : a) Transformismo b) Inatismo c) Positivismo d) Empirismo 10.Na concepo de Emlia Ferreiro e Ana Teberosky, quando se fala em hiptese pr-silbica no estamos nos referindo a: a) Concepo construda pela criana para tentar superar a escrita silbica. b) Concepo infantil construda para compreender a representao realizada pela escrita. c) Conceito construdo pelas crianas para estabelecer a forma de relao entre a escrita e a expresso do som da linguagem falada. d) Critrio construdo pela criana para julgar a escrita legvel. 11.Quanto s propostas pedaggicas das escolas diante da nova organizao do ensino fundamental, a nica, entre as enumeradas a seguir, que no pode ser considerada benfica : a) Torn-la mais ldica. b) Romper a articulao com o trabalho realizado na educao infantil.
  9. 9. www.odiferencialconcursos.com.br 9 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 c) No reservar apenas o primeiro ano para a alfabetizao. d) Readequar espaos e mobilirio para o pblico que ingressa na escola. e) Propor ciclos ou outra forma de organizao do tempo escolar. 12.O sistema educacional brasileiro ainda no se modificou o suficiente para atender s especificidades e necessidades educativas dos alunos com deficincias graves. Em virtude disso, o Referencial Curricular Nacional (1998) e as Estratgias e Orientaes para a educao de crianas com NEE recomendam o trabalho conjunto, a parceria e apoio dos servios especializados para avaliao, atendimento s necessidades especificas e orientao para adaptaes e complementaes curriculares, visando ao acesso desses alunos: a) Ao currculo desenvolvido na escola comum. b) Ao currculo desenvolvido na escola especial. c) sociedade letrada. d) Aos esportes. e) A integrao curricular entre atendimento especial e escola especial. 13.Nas prticas pedaggicas sustentadas pelos atuais parmetros curriculares, a produo de instrumentos de avaliao tem levado em considerao vrias dimenses ou eixo de conhecimento. Diante do exposto, relacione as colunas a seguir: 1. Conceituais. 2. Procedimentais. 3. Atitudinais. ( ) Comportamentos que expressam apreciaes e incorporao de valores, normas, hbitos ou atitudes relacionadas organizao do trabalho escolar e socializao. ( ) Comportamentos que expressam as interaes com professores, com os pares e com grupos em geral. ( ) Desempenhos que indicam um nvel de saber fazer, ou seja, a apropriao de instrumentos ou equipamentos relacionados aquisio da escrita e da leitura. ( ) Capacidades para operar com smbolos, imagens, ideias ou representaes, em funo das reas de conhecimento na proposta curricular.
  10. 10. www.odiferencialconcursos.com.br 10 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 A sequncia est correta em: a) 1, 2, 3, 1. b) 3, 3, 2, 1. c) 2, 1, 2, 3. d) 3, 2, 1, 2. e) 2, 3, 2, 1. 14.Alvarez Leite (1996, 32-33), ao falar do desenvolvimento dos projetos de trabalho em sala de aula, destaca trs momentos deste processo (problematizao, desenvolvimento e sntese), ressaltando entretanto, que esses momentos no podem ser pensados como etapas estanques e lineares. Eles fazem parte de um processo que ganha vida na experincia de alunos e professores. Relacione adequadamente as fases dos projetos de trabalho: 1. Problematizao. 2. Desenvolvimento. 3. Sntese. ( ) estratgias para atingir objetivos (pesquisas, entrevistas, debates). ( ) Pesquisas bibliogrficas, pesquisas de campo. ( ) Novas aprendizagens ao longo do processo (conceitos, valores, procedimentos, construdos). ( ) Informaes adquiridas, questes esclarecedoras, novos problemas a serem resolvidos. ( ) Detonador, conhecimentos prvios, expectativas, objetivos do grupo. A sequncia est correta em: a) 1, 2, 3, 1, 2. b) 2, 2, 1, 1, 3. c) 2, 3, 3, 1, 2. d) 2, 2, 3, 3, 1. e) 1, 3, 2, 1, 3. 15.Tendo como base a perspectiva da construo do conhecimento, marque a alternativa INCORRETA: a) A construo do conhecimento na escola crtica aponta para a necessidade de um processo contnuo de interao pedaggica
  11. 11. www.odiferencialconcursos.com.br 11 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 (metodologias de ensino, relao professor-aluno e avaliao) como um dos fatores responsveis pelo sucesso do aluno na escola. b) A questo da relao pedaggica entre o professor que ensina e o aluno que aprende reala a necessidade de se (re)significar a unidade entre aprendizagem e ensino. c) Para se garantir um ensino e uma aprendizagem de qualidade, a complexidade da atividade docente exige que o professor tenha bem claro como o aluno aprende e o que ele aprende (aprendizagens significativas). d) O professor tem que ter competncia saber e saber fazer que propicie uma interveno pedaggica eficaz no processo de ensino, para o aluno realizar aprendizagens significativas, de modo que ele aprenda a aprender. e) A aprendizagem, na perspectiva da construo do conhecimento, pressupe apenas como produto final, no levando em considerao sua dimenso como processo. 16.Uma escola democrtica aquela que, sobretudo, estimula e cria espaos para a participao efetiva e qualificada dos atores nela presentes, dando-lhes voz e voto na definio de seus rumos. Muitos autores discutem os princpios norteadores do projeto poltico-pedaggico como um instrumento de festo, cuja funo profcua explicitar a intencionalidade da escola como instituio educativa. Assinale o princpio que mostra divergncia para a ideia de que tais princpios devam alicerar a democracia e a cidadania: a) Relao escola-comunidade. b) Gesto democrtica e qualidade de ensino. c) Construo individualizada da autonomia e da organizao escolar. d) Democratizao do acesso e da permanncia do aluno na escola. e) Valorizao dos profissionais da educao. 17.Estudos sobre incluso escolar no Brasil tm constatado, entre outras concluses, que a) a insero dos portadores de deficincia em classes comuns deve visar apenas socializao e ao desenvolvimento afetivo desses alunos. b) os dados censitrios oficiais do Ministrio da Educao, se bem utilizados, so, atualmente, bastante confiveis para o embasamento de polticas de incluso.
  12. 12. www.odiferencialconcursos.com.br 12 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 c) o fracasso pode afetar mais intensamente os portadores de deficincias, menos por suas dificuldades do que pelas limitaes do sistema educacional. d) o sucesso da incluso deve ser avaliado por critrios que desprezem o desempenho escolar dos alunos includos. e) a insero de jovens e adultos portadores de necessidades especiais nas classes de Educao de Jovens e Adultos a medida pedaggica mais eficaz para a incluso dessa populao. 18.Em relao s tendncias educacionais na sala de aula e suas vises sobre a origem do conhecimento, estudos interacionistas tm demonstrado que a) na pedagogia tradicional, o fundamento epistemolgico a crena na ideia de que todo conhecimento deve ser construdo pelo conhecedor. b) em uma pedagogia relacional, o professor, alm de ensinar, passa a aprender, e o aluno, alm de aprender, passa a ensinar. c) na pedagogia no-diretiva, o fundamento epistemolgico o empirismo, que afirma que o aluno j traz um saber e o professor deve interferir o mnimo possvel no processo. d) o professor construtivista sabe, e planeja a sua aula em funo disso, que alguns alunos no so sempre capazes de aprender. e) na ao docente, imbuda de uma epistemologia apriorista, o professor jamais renuncia interveno no processo de aprendizagem do aluno. 19.Consoante a proposta de uma escola com gesto participativa, organizada com base em um projeto poltico-pedaggico voltado para o desenvolvimento humano pleno, correto, no enfoque socio crtico, defender que a) avaliar diferente de medir o desempenho dos alunos em testes padronizados, elaborados sob uma concepo objetivista. b) a gesto participativa representada por um organograma que expe em detalhes a hierarquia entre as funes. c) a incluso social dos educandos depende menos da chamada qualidade social da educao do que da seriao dos tempos e contedos do ensino. d) o projeto poltico-pedaggico, ou projeto pedaggico-curricular, deve ser formulado por meio do trabalho cooperativo entre a direo e a coordenao escolar.
  13. 13. www.odiferencialconcursos.com.br 13 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 e) a educao escolar autnoma em relao sociedade, sendo instrumento de superao da marginalidade social. 20.Conforme Paulo Freire a prtica formadora de natureza eminentemente tica e nesse sentido o educador precisa intervir para aperfeio-la. Ao afirmar que o destino no um dado mas algo que pode ser feito e de cuja responsabilidade no se pode eximir, considera que preciso: a) Assumir as responsabilidades sociais, insistir tanto na problematizao do futuro como acreditar no determinismo. b) Assumir as responsabilidades sociais, insistir tanto na problematizao do futuro como recusar a sua inexorabilidade. c) Assegurar a educao popular, mas considerar os determinantes polticos e o determinismo. d) Garantir os saberes necessrios prtica educativa, mas ter clareza da fora do determinismo. e) Assegurar as experincias sociais dos estudantes e a formao para operar as transformaes necessrias na sociedade, sem esquecer os determinismos que nos move. 21.A prtica educativa progressista requer o respeito aos saberes do educando, sobretudo os das classes populares, mas tambm discutir com eles a razo de ser de alguns desses saberes em relao com o ensino dos contedos. Nessa perspectiva, necessrio: a) Respeitar a promoo da ingenuidade que se faz automaticamente, a fim de assegurar a manuteno dos valores sociais que prevalecem na sociedade brasileira. b) Criar condies para que o educando estabelea relaes com o que ocorre em sua comunidade e na sociedade brasileira, assegurando a manuteno dos privilgios daqueles que coordenam as decises. c) A repetio e a memorizao dos fatos que ocorrem na sociedade brasileira, encarando os fatos de forma determinista. d) Garantir o senso comum dos estudantes como ponto de partida e chegada das aprendizagens, o que favorece a permanncia do educando nos programas. e) O respeito ao senso comum no processo de sua necessria superao quanto o respeito e o estmulo capacidade criadora do educando.
  14. 14. www.odiferencialconcursos.com.br 14 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 22.H uma diferena entre autoridade e autoritarismo docente. Ao tomar decises, orientar atividades, estabelecer tarefas, cobrar a produo individual e coletiva do grupo, o educador est: a) Exercendo a autoridade, cumprindo o seu dever. b) Exercendo suas funes com autoritarismo. c) Assumindo uma postura bancria. d) Exercendo a funo policiadora. e) Utilizando as duas posies: como autoridade e com autoritarismo. 23.Conforme Paulo Freire o/a educador/a progressista deve estar atento/a difcil passagem ou caminhada da heteronomia para a autonomia, atento/a responsabilidade de sua presena que deve servir para testemunhar o direito de comparar, de escolher, de romper, de decidir e estimular a assuno deste direito por parte dos educandos. Assim sendo deve estar atento/a a que o seu trabalho possa: a) Estimular a ruptura necessria com algo defeituosamente assentado e espera de superao. b) Impor mudanas mesmo que o educando no sinta que deve mudar. c) Significar um estmulo ao processo de ensino e de aprendizagem. d) Assegurar a manuteno da ordem vigente. e) Garantir a neutralidade dos contedos transmitidos. 24.O relacionamento entre escola e comunidade deve ter como um dos objetivos: a) O apoio as manifestaes artstico-culturais exclusivamente. b) A criao de ambientes culturais nos equipamentos comunitrios que contribuam para a aprendizagem e formao para o trabalho. c) A formao dos alunos para o mercado de trabalho. d) A criao de ambientes culturais diversificados que contribuam para o conhecimento e para a aprendizagem do convvio social. e) A insero de todos os adolescentes no mercado de trabalho por meio de parcerias que garantam a empregabilidade dos mesmos.
  15. 15. www.odiferencialconcursos.com.br 15 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 25.As metodologias e recursos de ensino devem ser utilizados como meios para favorecer a produo e a utilizao das diferentes linguagens, das expresses e dos conhecimentos histricos, sociais, cientficos e tecnolgicos, tendo em vista contribuir para: a) A manuteno da sociedade vigente e das relaes sociais hierarquizadas. b) A construo da autonomia intelectual e moral do aluno, do poder de argumentao e do aprender permanente. c) Aes compensatrias que favorecem a construo de uma cidadania mitigada. d) Assegurar medidas de conteno social, materializadas por meio de aes compensatrias. e) Que as aes assistencialistas ocorram no processo educativo. 26.Na tendncia scio-histrico e crtica a Didtica deve contribuir na formao do educador, com o seu comprometimento afetivo- ideolgico, com a constante reflexo sobre a sua prtica de forma que: a) Desenvolva as competncias para operacionalizar as tcnicas de ensino, como fins. b) Ele possa dedicar-se to somente ao ensino de mecanismos pelos quais possa desenvolver o ensino-aprendizagem. c) Encontre os meios para atingir os fins. d) Sua prtica educativa seja desenvolvida para o educador. e) Seja garantida a transmisso de uma carga de contedos moralizantes. 27.Segundo Vasconcelos, o Projeto Politico-Pedaggico instrumento terico-metodolgico que visa ajudar a enfrentar os desafios do cotidiano da escola, s que de forma refletida, consciente, sistematizada, orgnica e, o que essencial, participativa. uma metodologia de trabalho que possibilita ressignificar a ao de todos os agentes da instituio (1995). A anlise dessa afirmativa permite dizer que o Projeto Politico- Pedaggico da escola expressa uma a) cultura poltica de participao e debate que j se constitui tradio nas escolas brasileiras. b) garantia da qualidade do ensino. c) normatizao do trabalho de todos os atores escolares.
  16. 16. www.odiferencialconcursos.com.br 16 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 d) ao articulada de todos os envolvidos com a realidade da escola. e) orientao segura para todas as aes do diretor, professores e supervisores. 28.Nas ltimas dcadas vem crescendo um movimento entre os estudiosos da formao do professor. Esse movimento defende a concepo do professor pesquisador ou reflexivo, como aquele que: I. se prope a solucionar os problemas da realidade escolar mediante a aplicao de um conhecimento terico e tcnico, previamente disponvel, que procede da pesquisa cientifica. II. mobiliza saberes tericos e prticos para investigar sua prpria atividade e, a partir dela, construir novos saberes num processo contnuo. III. em sala de aula, se revela pesquisador da sua prpria prtica, propondo-se a registr-la e discuti-la com seus colegas, num sentido de superao e tomada de decises. CORRETO o que se prope em: a) I, II e III. b) II e III, apenas. c) III, apenas. d) II, apenas. e) I e III, apenas. 29.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. Cabe ao supervisor educacional supervisionar e orientar o trabalho de todos os funcionrios da unidade de ensino onde atua. ( ) VERDADEIRA. ( ) FALSA. 30.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa.
  17. 17. www.odiferencialconcursos.com.br 17 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 funo do Supervisor Escolar coordenar a orientao vocacional do educando, incorporando-a ao processo educativo global. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 31.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. Cabe ao supervisor escolar exercer, de forma indelegvel, a funo de liderana, cuidando da definio de mtodos, tcnicas e contedos de ensino e do controle de horrios. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 32.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. O supervisor escolar responsvel pelo treinamento de professores, que deve voltar-se ao desenvolvimento de atitudes favorveis e ao contnuo aperfeioamento do processo de ensino-aprendizagem. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 33.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. A prtica da gesto democrtica, a existncia de conselhos escolares e a participao da comunidade escolar na gesto da escola pblica constituem uma forma de participao democrtica radical. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 34.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa.
  18. 18. www.odiferencialconcursos.com.br 18 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 Na participao comunitria, os rgos representativos da sociedade civil se integram aos rgos deliberativos do Estado, caracterizando uma forma institucionalizada de participao. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 35.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. A respeito das diferentes formas de participao da comunidade escolar na gesto da educao, a opinio dos pais sobre calendrio escolar mediante consulta da escola considerada pseudoparticipao. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 36.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. Inexiste definio clara do que seja a gesto democrtica do ensino pblico, uma vez que cabe a cada sistema de ensino definir a forma de implement-la. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 37.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. A participao comunitria na gesto da escola tem valor educativo, visto que propicia a formao de sujeitos aptos a assenhorarem-se do prprio destino. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 38.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa.
  19. 19. www.odiferencialconcursos.com.br 19 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 Considera-se a LDB absolutamente original no que se refere s disposies sobre a participao da comunidade escolar e local em conselhos escolares ou equivalentes, visto que tais disposies introduziram o conceito de gesto democrtica na educao pblica. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 39.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. So caractersticas da gesto participativa: o compartilhamento de autoridade, a delegao de poder e a maior eficincia no controle de recursos financeiros. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 40.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. Considerando a gesto e a organizao do trabalho pedaggico, a soluo de problemas, conforme a abordagem participativa de gesto, inclui a definio do problema e dos objetivos, a solicitao de dados e opinies aos participantes, o esclarecimento de situaes confusas e a sntese s discusses. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 41.Assinale a alternativa falsa, de acordo com Paulo Freire, em Pedagogia da autonomia: a) No podemos nos assumir como sujeitos da procura, da deciso, da ruptura, da opo, como sujeitos histricos, transformadores, a no ser assumindo-nos como sujeitos ticos. b) O sujeito tico no est permanentemente exposto transgresso da tica, que uma possibilidade, mas no uma virtude. c) A tica universal do ser humano a tica enquanto marca da natureza humana, enquanto algo absolutamente indispensvel convivncia humana.
  20. 20. www.odiferencialconcursos.com.br 20 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 d) Mais do que um ser do mundo, o ser humano tornou-se uma presena no mundo, com o mundo e com os outros, presena que, reconhecendo a outra presena como um no-eu, se reconhece como si prpria. 42.Segundo Morin, assinale a alternativa correta. I. A educao para a compreenso est ausente no ensino. II. Em uma possvel reforma de ensino deve ser considerada a adoo de um paradigma cognitivo, no qual a ordem e a desordem sejam vistas e tratadas nos seus campos especficos. III. O sculo XX nos legou, entre outras coisas a racionalizao que s conhece o clculo e ignora o indivduo, seu corpo, seus sentimentos, sua alma. IV. S o pensamento pode organizar o conhecimento, para conhecer preciso pensar. a) Apenas I e II esto corretas. b) Apenas III e IV esto corretas. c) Apenas I, II e III esto corretas. d) I, II, III e IV esto corretas. 43.Para Perrenoud, no correto afirmar: a) Aprender no primeiramente memorizar, estocar informaes, mas reestruturar seu sistema de compreenso do mundo. b) A didtica das disciplinas se interessa cada vez mais pelos erros e tenta compreend-los, antes de combate-los. c) O Professor deve interessar-se pelos erros, aceitando-os como etapas estimveis do esforo, de compreender, esforar-se, no corrigi-los proporcionando ao aprendiz, porm, os meios para tomar conscincia deles, identificar sua origem e transp-los. d) O erro no deve ser considerado uma ferramenta para ensinar. 44.Para Vygotsky, no processo da constituio humana, as funes psicolgicas superiores so de origem:
  21. 21. www.odiferencialconcursos.com.br 21 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 a) Sociocultural. b) Biolgica. c) Comportamental. d) Transcendental. e) Existencial. 45.A formao inicial deve preparar o futuro docente para uma profisso que: a) No exige tanta qualificao ao longo da vida profissional. b) Exige que se continue a estudar durante toda a vida profissional. c) Exige somente o ensino de tcnicas pedaggicas. d) Exige apenas o ensino de metodologias ativas. e) Exige exclusivamente o ensino de como agir coletivamente na escola. 46.As habilidades de relacionamento interpessoal e social so aprendidas e desenvolvidas na sala de aula: a) No viver junto. b) Somente pela gerncia feita pelo professor. c) Somente pela aplicao de tcnicas pedaggicas. d) Somente pela boa vontade dos alunos. e) Pela imposio de direitos e deveres. 47.Sobre as situaes de aprendizagem, analise as afirmativas seguintes e marque a alternativa CORRETA: a) Consistem em atividades ldicas criadas pelos alunos. b) Consistem em atividades planejadas pelo professor, sem um objetivo especfico. c) Consistem em atividades dirigidas pelo professor, tendo em vista somente os alunos com dificuldades. d) Consistem em atividades planejadas, propostas e dirigidas pelo professor para a aprendizagem dos alunos. e) Consistem em atividades no programadas pelo professor, que acontecem ocasionalmente em sala de aula.
  22. 22. www.odiferencialconcursos.com.br 22 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 48.Considerando a Educao Bancria preconizada por Paulo Freire, marque a alternativa CORRETA: a) A educao bancria tem por finalidade problematizar a realidade social. b) A educao bancria tem por finalidade promover a transformao social. c) A educao bancria tem por finalidade promover o dilogo entre os sbios e os que nada sabem. d) A educao bancria tem por finalidade conscientizar os alunos de uma condio de oprimido. e) A educao bancria tem por finalidade manter a diviso entre os que sabem e os que no sabem, entre oprimidos e opressores. 49.A Pedagogia Progressista manifestou-se em trs tendncias, so elas: a) A humanista, a moderna e a tradicional. b) A libertadora, a libertria e a crtico-social dos contedos. c) A liberal, a liberal renovada e a liberal avanada. d) A do conflito, a mediadora e a do consenso. e) A reprodutivista, a revolucionria e a mudancista. 50.O trabalho pedaggico resulta: a) Da relao entre os professores. b) Exclusivamente do planejamento feito ao incio de cada ano letivo. c) Da interao do professor com seus alunos, em sala de aula convencional e outros espaos. d) Exclusivamente da interao do professor com a gesto da escola, por meio do planejamento e das reunies pedaggicas. e) Exclusivamente da interao do professor com o seu contedo programtico e possibilidades metodolgicas para desenvolv-lo. 51.A didtica, como rea de estudo da Pedagogia, tem como objeto nuclear: a) O como ensinar, prtica isenta de valores e projetos poltico-sociais. b) Ensinar como ensinar, numa perspectiva meramente tcnica.
  23. 23. www.odiferencialconcursos.com.br 23 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 c) Ensinar por meio de regras a como dar aula. d) O ensino em situao, compreendido como uma prtica educativa intencional, estruturada e dirigida a outros. e) O ensino em situao, compreendido como uma prtica educativa sem objetivos, dirigida a outros. 52.So caractersticas do trabalho desenvolvido pela Pedagogia de Projetos: a) Ocasionalidade, exaustividade e complexidade. b) Simbolizao, responsabilidade e complexidade. c) Responsabilidade, formalidade e burocracia. d) Exaustividade, anlise terica, complexidade e resoluo de problemas. 53.Sobre a pedagogia de Paulo Freire, grande educador e pensador da educao brasileira, incorreto afirmar: a) A educao bancria e conservadora deve ser substituda por uma educao problematizadora; b) O mais importante para o oprimido a tomada de poder da classe opressora para se libertar da explorao poltica e econmica, passando de explorado a explorador; c) Os temas geradores na alfabetizao devem partir de problemas reais e concretos dos alunos; d) A pedagogia do oprimido tem por base o dilogo e a conscientizao de classe; e) Na pedagogia da autonomia, tica, bom senso e alegria so saberes necessrios prtica educativa. 54.De acordo com a teoria piagetiana, assinale a alternativa correta: a) O desenvolvimento humano envolve um processo de assimilao e acomodao; b) O desenvolvimento humano est dividido em dois estgios: sensrio- motor e operatrio-formal; c) uma teoria comportamentalista; d) uma teoria de desenvolvimento da sexualidade do ser humano; e) O estgio operatrio-formal marcado pelo aparecimento da linguagem.
  24. 24. www.odiferencialconcursos.com.br 24 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 55.A respeito dos estudos de Vygotsky, incorreto afirmar que: a) As formas superiores de comportamento consciente do homem originam-se de sua vida em sociedade, nas relaes sociais que mantm com outros seres humanos; b) A zona de desenvolvimento proximal caracterizada como a distncia entre o nvel de desenvolvimento real, que se costuma determinar por meio da ao autnoma e o nvel de desenvolvimento potencial, determinado pela ao colaborativa; c) O homem se constitui como ser humano, principalmente pelas suas caractersticas elementares (naturais ou biolgicas) que herda de seus antepassados, e no nas relaes que estabelece com a histria social dos homens; d) A relao entre o homem e a natureza, entre o homem e o outro, sempre mediada por produtos culturais humanos como os instrumentos e os signos, que conferem atividade humana seu carter produtivo; e) O sistema de signos mais importante para o homem a linguagem, que possibilita a comunicao social, o estabelecimento de significados compartilhados por determinado grupo cultural. 56.No processo de democratizao da escola pblica, Jos Carlos Libneo d destaque ao trabalho docente. Considerando essa afirmao, a alternativa que constitui atitude adequada do Orientador Educacional : a) Envolver a equipe da escola em uma proposta de ensino e valorizao do conhecimento que amplie a viso de mundo do aluno. b) Sugerir o nivelamento dos contedos pelo mnimo necessrio, para evitar a reteno. c) Propor enturmao, separando os alunos mais bem sucedidos dos mais fracos. d) Propor a otimizao das salas de aula da escola para aumentar o nmero de matrculas na escola. e) Propor premiao para os alunos mais bem sucedidos de cada bimestre. 57.Segundo Cipriano Luckesi, a primeira corrente de pensamento e prtica pedaggica que se filiou educao liberal constituiu a
  25. 25. www.odiferencialconcursos.com.br 25 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 pedagogia tradicional. Mais tarde, por razes de recomposio da hegemonia da burguesia, ocorreu o surgimento da pedagogia renovada, mais conhecida como escola nova, o que no significou a substituio de uma pela outra, pois ambas conviveram e convivem na prtica escolar. Considerando as tendncias pedaggicas, a alternativa que melhor caracteriza a educao renovada : a) Destaca a importncia da relao professor-aluno, de cada um se colocar no lugar do outro na construo do processo de tonar-se pessoa. b) Os contedos, os procedimentos didticos, a relao professor-aluno no tem nenhuma relao com o cotidiano do aluno. c) No utiliza livros didticos, manuais e mdulos no processo ensino- aprendizagem. d) D nfase exposio verbal do contedo, com a ideia de que a capacidade de assimilao da criana idntica do adulto. e) Destaca a ideia de trazer a vida, a realidade para dentro da escola, para os contedos trabalhados em sala de aula. 58.A alternativa que apresenta o procedimento adequado de avaliao como meio para o educador melhorar o aprendizado dos alunos : a) Realizar provas-surpresa, de modo a surpreender os alunos que no estudam. b) Valorizar as provas como o mais importante ou nico instrumento de avaliao. c) Propor aos alunos a realizao da autoavaliao, de modo a envolv- los em seu prprio processo de aprendizagem. d) Avaliar todos os alunos da mesma forma, estabelecendo um nico padro. e) Valorizar os diferentes instrumentos de avaliao como forma de decidir quais alunos sero aprovados ou no. 59.Grinspun afirma que a presena da Orientao Educacional na escola uma necessidade e que se devem considerar o contexto e os objetivos sociais e polticos da escola, como tambm, primordialmente, a OE deve: a) Estar inserida no Projeto Poltico-Pedaggico da escola. b) Promover espaos de reflexo sobre a relao professor/aluno.
  26. 26. www.odiferencialconcursos.com.br 26 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 c) Apoiar os professores na soluo dos problemas de indisciplina dos alunos. d) Considerar as necessidades dos alunos no planejamento educacional. e) Considerar as necessidades de ensino dos professores. 60.Para Grinspun, a escola uma organizao complexa, com caractersticas prprias, que possui uma atividade especfica, revestida de diferentes dimenses, que esto inter-relacionadas. Considerando essas diferentes dimenses, a Orientao Educacional, na sua atuao, encontra como principal base e ponto de partida a dimenso: a) poltica b) social c) psicolgica d) filosfica e) pedaggica 61.Luckesi relaciona o processo de avaliao da aprendizagem com a questo da democratizao da educao. Segundo o autor, trs aspectos so fundamentais na construo da democratizao da educao: a) Contextualizao, organizao e qualidade. b) Planejamento, igualdade, organizao. c) Igualdade, qualidade, institucionalizao. d) Autonomia, metodologia, acesso. e) Acesso, permanncia, qualidade. 62.A lgica e a prtica da excluso esto de tal forma presentes na instituio escolar que se impe que o Projeto Poltico-Pedaggico seja construdo de forma a assegurar aos sujeitos da escola o direito s expresses tico-estticas de suas singularidades, superando estigmas e esteretipos, que so resultado de elaborao: a) No contexto escolar b) Histrica e social c) Psicolgica e social
  27. 27. www.odiferencialconcursos.com.br 27 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 d) Histrica e econmica e) Nas relaes familiares 63.Objetivando o sucesso do aluno na aprendizagem, quando o professor for ensinar um novo conceito deve ter por preocupao: a) O plano curricular b) A metodologia a ser empregada c) O contexto familiar do aluno d) O conhecimento prvio do aluno e) O nvel de acolhimento da escola 64.Em muitas escolas, o Projeto Poltico-Pedaggico elaborado e guardado para ser apresentado inspeo escolar ou a alguma visita. Assim, raramente lembrado no cotidiano das prticas escolares. Quando se busca um Projeto Poltico-Pedaggico comprometido com uma proposta de educao de qualidade e democrtica deve-se ter em mente que esse projeto se caracteriza em sua essncia como: a) Ao intencional, com compromisso de todos os agentes envolvidos com a escola. b) Planejamento anual, com objetivos e estratgias definidos pelos professores e equipe tcnica. c) Atividades transversais, com temas geradores escolhidos a cada semestre. d) Momento de definio metodolgica e instrumental. e) Momento de definio dos contedos que atendam diversidade local. 65.Em uma escola que se prope, por meio de seu PPP, a desenvolver uma postura inclusiva, seus professores orientam suas prticas no sentido de: a) Separar os alunos que tm necessidades dos demais. b) Ensinar a todos os alunos da mesma forma e com os mesmos recursos. c) Estabelecer propostas de trabalhos diversificadas, considerando as necessidades de cada aluno. d) Realizar a avaliao sob um mesmo parmetro.
  28. 28. www.odiferencialconcursos.com.br 28 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 e) Ter conscincia das impossibilidades dos alunos com necessidades educacionais especiais. 66.A distncia entre o nvel de desenvolvimento real e o nvel de desenvolvimento potencial, conceitualmente denomina-se: a) Aprendizagem significativa. b) Zona de desenvolvimento proximal. c) Zona de desenvolvimento real. d) Assimilao. e) Acomodao. 67.A contribuio ao processo educacional voltada para valorizao da criana e respeito sua liberdade, iniciativa e interesses, bem como o que importa a atividade que vale por si mesma e no pelos resultados e prticas sociais que produz, notria no seguinte enfoque da teoria e mtodos do pensador: a) Decroly. b) Dewey. c) Montessori. d) Skinner. 68.Leia com ateno o fragmento abaixo: As qualidades e virtudes so construdas por ns no esforo que nos impomos para diminuir a distncia entre o que dizemos e fazemos, escreveu Paulo Freire. Acerca dos fundamentos e concepes de educao, em especial aos de Paulo Freire, so consideraes corretas, EXCETO: a) A perspectiva de mundo de Paulo Freire implica a concepo do ser humano como histrico e inacabado e consequentemente sempre pronto a aprender. No caso particular dos professores, isso se reflete na necessidade de formao mais livre e autnoma. b) Era uma preocupao de Paulo Freire em preservar o respeito dignidade do educando com relao ironia, discriminao, inibio por parte da arrogncia docente (muitas vezes notadas).
  29. 29. www.odiferencialconcursos.com.br 29 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 c) Paulo Freire (1.921 1.997) foi o mais clebre educador brasileiro, com atuao e reconhecimento internacionais. Conhecido principalmente pelo mtodo de alfabetizao de adultos que leva seu nome, ele desenvolveu um pensamento pedaggico assumidamente poltico. d) Um conceito a que Paulo Freire deu a mxima importncia, e que nem sempre abordado pelos tericos, o de coerncia. Para ele, no possvel adotar diretrizes pedaggicas de modo consequente sem que elas orientem a prtica, at em seus aspectos mais corriqueiros. 69.A gesto democrtica um princpio constitucional da educao brasileira. Para alm da definio legal dessa concepo de gesto, a democracia se constitui em base da educao. Com relao a isso, identifique as razes a seguir como verdadeiras (V) ou falsas (F): ( ) ... porque a base da democracia est no dilogo e na alteridade, e esses elementos so determinantes para a formao do cidado. ( ) ... porque a nossa sociedade, no estado moderno de direito, est solidificada no direito do povo de escolher seus representantes e, assim, dominar a democracia fundamental para o convvio nessa sociedade. ( ) ... porque a escola um espao de comunicao e interao no qual os conflitos sociais se refletem, de modo que a democracia pode contribuir para lidarmos melhor com esses conflitos. ( ) ... porque a democracia potencializa maior desempenho educacional, uma vez que o aumento do espao para participao garante aumento da presso por melhores resultados estudantis. Assinale a alternativa que apresenta a sequncia correta, de cima para baixo. a) V F V F. b) F V F V. c) V F V V. d) F V V F. e) V V F V. 70.Jean Piaget o pai da Teoria Cognitiva, que tem grande relevncia nos estudos da psicologia da educao. Assinale a alternativa que corresponde ao pensamento de Jean Piaget.
  30. 30. www.odiferencialconcursos.com.br 30 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 a) As fases do desenvolvimento humano no podem ser definidas na anterioridade da anlise de qualquer indivduo, pois tal processo individual e fortemente determinado pelas condies de vida de cada um. b) As condies sociais e de vida tm um impacto importante na formao humana, mas no tm fora para alterar o plano biofisiolgico traado pelas condies genticas de cada indivduo, que determinam o quo complexo ser o seu desenvolvimento. c) A tarefa da escola considerar o desenvolvimento natural dos alunos, partindo dos esquemas biolgicos da criana e deixando que o meio social oferea as condies para a descoberta e construo do conhecimento. d) A educao um processo social que interage sobre uma base biolgica (em cada indivduo), com o intuito de retirar o indivduo de sua autoinculpvel menoridade, com vistas a sua emancipao. e) A construo do conhecimento decorre de um movimento fsico e mental do indivduo sobre o objeto, o que significa que no h, para a teoria piagetiana, inteligncia inata, nem, por outro lado, um meio que sozinho determine a inteligncia do sujeito. 71.Lev S. Vygotsky foi um importante pensador, tendo sido um dos primeiros a desenvolver a noo de que o desenvolvimento intelectual das crianas ocorre em funo das interaes sociais e condies de vida. A respeito da obra e pensamento desse autor, assinale a alternativa correta. a) O socioconstrutivismo (ou sociointeracionismo) a corrente pedaggica que se originou do pensamento de Vygotsky e aponta para a idia de que as crianas so influenciadas pelas interaes com o mundo, especialmente com a natureza, sendo por isso considerada uma teoria de base ecolgica. b) O acesso cultura (e consequentemente formao) somente ocorre por meio de processos de mediao, que so constitudos por sistemas simblicos construdos nas relaes sociais entre o indivduo e o(s) grupo(s) em que est inserido. c) A base biolgica, mesmo pouco importante, o pano de fundo sobre o qual as interaes sociais ocorrem, de modo que o desenvolvimento intelectual do sujeito depende de condies biolgicas adequadas. d) A mediao uma categoria determinante no pensamento de Vygotsky, pois enfatiza que o conhecimento deriva da ao do sujeito sobre a realidade. Como resultado, sempre que o sujeito age, ele interage com as relaes sociais e com o outro.
  31. 31. www.odiferencialconcursos.com.br 31 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 e) Segundo o pensamento de Vygotsky, a aprendizagem das idias e conceitos do mundo real equivale forma escolar, de maneira que a escola demonstra adequadamente as desigualdades sociais e econmicas postas na sociedade. 72.Henri Wallon foi um importante psiclogo que teve, e ainda tem, muita influncia na pedagogia contempornea. Assinale a alternativa que NO corresponde ao pensamento desse autor sobre a aprendizagem e o desenvolvimento humano. a) O fator orgnico a base sobre a qual o desenvolvimento do pensamento opera, porm as influncias do meio so decisivas para a conformao do homem desenvolvido. b) As potencialidades psicolgicas dependem das condies sociais, logo o desenvolvimento biolgico do sistema nervoso no basta para o desenvolvimento da cognio. c) Para Wallon, pode haver, ao longo da formao humana, momentos de regresso, isto , o sujeito pode retornar a desenvolver atividades de estgios anteriores de desenvolvimento. d) Os comportamentos humanos so derivados de processos de mesclagem, nos quais vrios comportamentos so condicionados e posteriormente extintos. e) Para a teoria walloniana, os comportamentos humanos no processo de aprendizagem integram (e integram-se) outros comportamentos, de maneira que as diferentes fases no desenvolvimento humano tm interfaces com fases anteriores. 73.A educao como proposta de reflexo e anlise filosfica. Os objetivos educacionais definidos a partir das necessidades concretas do contexto histrico. O professor educador que facilita e conduz o processo de ensino-aprendizagem. Os estudantes so seres concretos, objetos que determinam e so determinados pelo contexto social-poltico, econmico, com vista a intervir na realidade. De acordo com essa descrio, a tendncia pedaggica da educao : a) Progressista. b) Histrico-crtica. c) Tecnicista. d) Tradicional. e) Renovada.
  32. 32. www.odiferencialconcursos.com.br 32 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 74.O estudo da psicologia, baseado na viso histrica e social dos processos de desenvolvimento infantil, apresentado por Vygotsky, aponta que o brincar uma atividade humana criadora, na qual imaginao, fantasia e realidade interagem na produo de novas possibilidades de interpretao, de expresso e de ao das crianas assim como de novas formas de construir relaes sociais com outros sujeitos, crianas e adultos. (BORBA, ngela M. Orientaes para incluso da criana de 6 anos.SEE.2007) Para melhor compreender o que diz Vygotsky no texto acima, pode- se dizer que: a) A brincadeira um espao privilegiado de interao e confronto de diferentes crianas com diferentes pontos de vista. b) A brincadeira uma situao organizada, na qual a criana tem que tomar decises pertinentes a diversas situaes que surgem nos contextos criados. c) A brincadeira permite que a criana reproduza os valores que vivencia diariamente, ajudando-a a socializar-se. d) A brincadeira oportuniza que a criana, de modo ativo, reinterprete o mundo, produzindo novos saberes e prticas. 75.As ideias de Vygotsky fundamentam uma concepo sobre a prtica pedaggica e sobre a atuao do docente. Identifique a veracidade na exposio de suas postulaes: I. O desenvolvimento psicolgico das crianas deve ser olhado de maneira prospectiva. II. O grupo social tem uma atuao significativa na mediao entre a cultura e o indivduo. III. As funes psicolgicas se originam nas relaes do indivduo com o contexto cultural e social. IV. Os processos de desenvolvimento despertam os processos de aprendizagem. Marque a opo que rene as afirmativas VERDADEIRAS:
  33. 33. www.odiferencialconcursos.com.br 33 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 a) Apenas as afirmativas II e III. b) Apenas as afirmativas I, III e IV. c) Apenas as afirmativas II, III e IV. d) Apenas as afirmativas I, II e III. 76.A aprendizagem de um novo contedo produto de uma atividade mental construtivista realizada pelo aluno, na qual ele constri e incorpora sua estrutura mental os significados e representaes relativos a esse novo contedo. A atividade mental construtiva no pode ser realizada no vcuo, deve-se partir de concepes e representaes decorrentes de experincias anteriores. Que nome se d a este elemento fundamental do estado inicial do processo de aprendizagem do aluno? a) Conhecimento psquico. b) Conhecimento pueril. c) Pseudo-conhecimento. d) Conhecimento prvio. 77.Sobre o projeto poltico pedaggico, analise as assertivas e, em seguida, assinale a alternativa que aponta as corretas. I. Ao construirmos os projetos de nossas escolas, planejamos o que temos inteno de fazer, de realizar, buscando o possvel. II. Todo projeto supe rupturas com o presente e promessas para o futuro. III. O projeto busca um rumo, uma direo, um compromisso definido coletivamente. IV. Todo projeto pedaggico um projeto poltico no sentido de compromisso com a formao do cidado para um tipo de sociedade. a) I, II, III e IV. b) Apenas II, III e IV. c) Apenas II e IV. d) Apenas I, II e III. e) Apenas III e IV.
  34. 34. www.odiferencialconcursos.com.br 34 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 78.Sobre educar e ser educador, analise as assertivas e, em seguida, assinale a alternativa que aponta as corretas. I. O educador especialista em conhecimento, em aprendizagem. Como especialista, espera-se que ao longo dos anos aprenda a ser um profissional equilibrado, experiente, evoludo; que construa sua identidade pacientemente, integrando o intelectual, o emocional, o tico, o pedaggico. II. O educador pode ser testemunha viva da aprendizagem contnua. Testemunho impresso nos seus gestos e personalidade de que evolui, aprende, se humaniza, se torna uma pessoa mais aberta, acolhedora, compreensiva. III. Educar tem muito de rotina, de repetio, de decepo. IV. Uma das questes que determina o sucesso profissional maior ou menor do educador a capacidade de relacionar-se, de comunicar-se, de motivar o aluno de forma constante e competente. V. O bom educador um otimista, um ser ingnuo, pois acredita que a educao pode melhorar. a) Apenas I, III e V. b) Apenas I, II, IV e V. c) Apenas I, II, III e IV. d) I, II, III, IV e V. e) Apenas II e IV. 79.Sobre as correntes e tendncias da educao brasileira NO podemos afirmar que a) Na abordagem humanista a escola deve reconhecer a prioridade psicolgica da inteligncia sobre a aprendizagem. b) A abordagem tradicional e comportamentalista tem como foco o objeto de conhecimento. c) Na abordagem comportamentalista o educador que seleciona, organiza e aplica um conjunto de meios que garantam a eficincia e a eficcia do ensino. d) Na abordagem humanista, os objetivos educacionais obedecem ao desenvolvimento psicolgico do aluno.
  35. 35. www.odiferencialconcursos.com.br 35 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 e) A abordagem cognitivista baseia-se no ensaio e no erro, na pesquisa, na investigao, na soluo de problemas, facilitando o aprender a pensar. 80.Sobre o planejamento escolar, NO podemos afirmar que a) processo de busca de equilbrio entre meios e fins, entre recursos e objetivos, visando ao melhor funcionamento de empresas, instituies, setores de trabalho, organizaes grupais e outras atividades humanas. b) As ideias que envolvem o planejamento so amplamente discutidas nos dias atuais, assim a compreenso de conceitos e o uso adequado dos mesmos no so complicadores para o exerccio da prtica de planejar. c) sempre processo de reflexo, de tomada de deciso sobre a ao; processo de previso de necessidades e racionalizao de emprego de meios (materiais) e recursos (humanos) disponveis, visando concretizao de objetivos, em prazos determinados e etapas definidas, a partir dos resultados das avaliaes. d) Processo contnuo que se preocupa com o para onde ir e quais as maneiras adequadas para chegar l, tendo em vista a situao presente e possibilidades futuras, para que o desenvolvimento da educao atenda tanto as necessidades da sociedade, quanto as do indivduo. e) Faz parte da histria do ser humano, pois o desejo de transformar sonhos em realidade objetiva uma preocupao marcante de toda pessoa. 81.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. Acerca da organizao do trabalho pedaggico, a opo por um modelo de gesto participativa tem por objetivos a melhoria da qualidade pedaggica do processo educacional, a busca de maior sentido de realidade e atualidade para o currculo escolar e o aumento do profissionalismo dos professores. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA.
  36. 36. www.odiferencialconcursos.com.br 36 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 82.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. So funes da avaliao de ensino o diagnstico, o controle e a classificao. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 83.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. A elaborao do planejamento de ensino deve iniciar-se pela seleo e organizao de contedos. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 84.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. Ao elaborar seu planejamento de ensino, o professor deve estar atento definio dos contedos a serem ministrados, que devem ser estabelecidos de acordo com os objetivos propostos. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 85.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. A avaliao, cujos resultados fornecem ao professor dados sobre o progresso dos alunos e sobre as dificuldades a serem superadas, essencial ao avano do processo educativo, podendo ser denominada, em razo de tal funo, feedback. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 86.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa.
  37. 37. www.odiferencialconcursos.com.br 37 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 A pesquisa participante caracteriza-se pela ausncia de neutralidade do pesquisador, por constituir-se em uma lgica no acabada de construo do conhecimento, e tambm pode ser uma prtica pedaggica de aprendizagem e uma teoria esclarecedora da realidade. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 87.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. De acordo com a concepo da pesquisa do tipo participante, deve-se abordar a escola apenas quanto a seus componentes internos. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 88.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. A pesquisa participante inscreve-se em um movimento de questionamento da realidade social latino-americana que surgiu na dcada de 60 do sculo passado como questionamento do predomnio do positivismo nas prticas das cincias sociais. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 89.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. De acordo com certa concepo de pesquisa participante, a verdade construda com base em dados empricos observados pelo pesquisador, que deve formular previamente hipteses a respeito do comportamento dos diferentes atores sociais envolvidos no processo a ser investigado. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA.
  38. 38. www.odiferencialconcursos.com.br 38 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 90.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. A pesquisa participante tem dupla funo: a de possibilitar aos sujeitos conhecer a apreender as relaes existentes em seu contexto e a de transformar esse contexto e as relaes sociais mais amplas em que o sujeito est inserido. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 91.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. O pesquisador, ao realizar pesquisa participante, deve evitar a intermediao de categorias analticas na apreenso do objeto ou fenmeno investigado. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 92.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. Relacionar o cotidiano escolar rico em histria totalidade do processo histrico social condio indispensvel ao bom desenvolvimento de uma pesquisa participante. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 93.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. Define-se educao como a transmisso integrada da cultura em todos os seus aspectos, mediante a utilizao de mtodo pedaggico que decorrer das condies culturais e materiais de determinada sociedade. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA.
  39. 39. www.odiferencialconcursos.com.br 39 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 94.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. De acordo com a abordagem individualista da educao, formulada com base no respeito liberdade e aos direitos do indivduo, a educao deve consistir na busca do desenvolvimento do homem, mediante a adoo de metodologias que o auxiliem a se realizar e que promovam o questionamento da essncia da ordem social vigente. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 95.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. No mbito escolar, o termo planejamento empregado estritamente em referncia a aes administrativas, no abrangendo as pedaggicas, como a elaborao do currculo. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 96.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. A realizao de um trabalho sistematizado com base em uma viso estratgica e objetiva da realidade prpria de planejamentos elaborados por meio da metodologia de projetos. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 97.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. O processo de planejamento compreende trs dimenses: tcnica, conceitual e poltica. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA.
  40. 40. www.odiferencialconcursos.com.br 40 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 98.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. O projeto poltico-pedaggico, por se tratar de documento no qual se apresenta a organizao da escola, no influencia o trabalho pedaggico em sala de aula nem a relao professor-aluno. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 99.Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. Currculos elaborados com base no princpio de que a funo da educao a formao do homem devem contemplar a aprendizagem de contedos importantes para assegurar a insero do educando no mercado de trabalho. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 100. Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. De acordo com a concepo construtivista, o aluno assume o papel de protagonista do processo de aprendizagem. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA. 101. Compreender o tempo escolar em uma perspectiva transformadora significa, EXCETO: a) Adaptar o tempo escolar aos contextos e experincias dos alunos. b) Valorizar a diversidade cultural como aspecto positivo e leva-la em conta, de modo a calcar o ensino dentro dessa realidade. c) Procurar ministrar o contedo de modo que, no final do ano, todas as unidades tenham sido abarcadas. d) Contemplar momentos de dilogo com a diversidade cultural dos alunos, como elemento transformador do cotidiano escolar.
  41. 41. www.odiferencialconcursos.com.br 41 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 e) Reconhecer que h mltiplas infncias, cujos tempos e memrias atuam de forma significativa no tempo escolar e no tempo de aprendizagem. 102. Devemos inferir que a educao de qualidade aquela mediante a qual a escola promove, para todos, o domnio dos conhecimentos e o desenvolvimento de capacidades cognitivas e afetivas indispensveis ao atendimento de necessidades individuais e sociais dos alunos. (Libneo, 2005, pg. 117). Considerando que a funo social da escola favorecer acesso ao conhecimento de forma profcua assinale a alternativa que melhor se relaciona ao pensamento de Libneo: a) A escola pblica brasileira, mediante a forma como organiza seu trabalho pedaggico e estabelece seus regulamentos, ritmos e rituais, ainda no capaz de produzir o sucesso escolar e de alcanar os fins educacionais assegurados constitucionalmente. b) a condio de classe social dos alunos que determina sua entrada ou no no sistema de ensino, bem como sua permanncia por um tempo determinado. c) So os alunos das camadas menos favorecidas economicamente da populao brasileira que engrossam as estatsticas da repetncia, da evaso e do abandono escolar, constituindo-se numa faceta do fracasso escolar. d) A anlise da funo social da escola est intrinsicamente relacionada com o conceito de fracasso escolar diretamente relacionado com o conceito de avaliao, pois a forma como esta tem sido concebida e praticada tem contribudo para sedimentar tal fracasso. e) A escola uma instituio social com o objetivo explcito: o desenvolvimento das potencialidades, fsicas, cognitivas e afetivas dos alunos, por meio da aprendizagem dos contedos (conhecimentos, habilidades, procedimentos, atitudes e valores), desenvolvendo nos alunos a capacidade de se tornarem cidados participativos na sociedade em que vivem. 103. A avaliao qualitativa mediadora exige vrios tipos de registros como o acompanhamento individual dos alunos, onde o professor anota e assim acompanha a vida escolar do aluno. Em uma avaliao de qualidade tem-se: I. Coerncia; II. Necessidade;
  42. 42. www.odiferencialconcursos.com.br 42 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 III. Preciso; IV. Riqueza de informao; V. Compreenso. Assinale a nica alternativa incorreta sobre a avaliao qualitativa. a) I. b) II. c) III. d) IV. e) V. 104. Em muitos estudos sobre a aprendizagem das crianas, h lateralidade, como trabalhar o lado direito e esquerdo. Contudo a lateralidade vai alm e se transforma num processo de profundo trabalho com: a) As emoes dos alunos; b) A linguagem dos alunos; c) O sistema nervoso dos alunos; d) O equilbrio dos alunos; e) As disfunes dos alunos. 105. Sobre a escola e a comunidade incorreto afirmar que: a) A escola parece ser um espao segregado da comunidade. b) A aparncia fsica da escola parece ser algo descomunal diante das casas prximas com muros altos e muitas vezes at com arames farpados. c) A escola muitas vezes parece no estar a servio da comunidade que a cerca. d) O professor em seu horrio de trabalho sempre transforma-se em agente de poder externo, onde transmite aos alunos a sua superioridade tirada dos livros. e) O diretor muitas vezes exerce o papel de dono da escola e no de um mediador da comunidade para a escola. 106. Assinale a alternativa incorreta, quanto a Lev Semenovitch Vygotsky.
  43. 43. www.odiferencialconcursos.com.br 43 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 a) Lev Semenovitch Vygotsky Pensador importante em sua rea, foi pioneiro na noo de que o desenvolvimento intelectual das crianas ocorre em funo das interaes sociais e condies de vida. b) Para Vygotsky, os signos, a linguagem simblica desenvolvida pela espcie humana, no tm um papel similar ao dos instrumentos: tanto os instrumentos de trabalho quanto os signos so construes da mente humana, que estabelecem uma relao de mediao entre o homem e a realidade. c) Por esta similaridade, Vygotsky denominava os signos de instrumentos simblicos, com especial ateno linguagem, que para ele configurava-se um sistema simblico fundamental em todos os grupos humanos e elaborado no curso da evoluo da espcie e histria social. d) A linguagem uma espcie de cabo de vassoura muito especial, capaz de transformar decisivamente os rumos de nossa atividade. Quando aprendemos a linguagem especfica do nosso meio sociocultural, transformamos radicalmente os rumos de nosso prprio desenvolvimento. e) Assim, podemos ver como a viso de Vygotsky d importncia dimenso social, interpessoal, na construo do sujeito psicolgico. 107. Os processos de avaliao do ensino e da aprendizagem tem exigido dos educadores amplas discusses sobre a estratgia mais adequada, os objetivos da avaliao e os critrios que devem ser adotados, para que os profissionais da educao conheam realmente o estgio cognitivo, afetivo e psicomotor em que se encontram os seus alunos. Nesse contexto, as escolas convivem com diferentes formas de avaliao, cada uma enfatizando determinados aspectos do processo educacional, em consonncia com a prpria concepo de educao que norteia as prticas pedaggicas institucionais. Se considerarmos que a avaliao uma apreciao qualitativa sobre dados relevantes do processo de ensino e aprendizagem, que auxilia o professor a tomar decises sobre o seu trabalho, podemos classificar a avaliao da seguinte forma: a) Avaliao Diagnstica, Avaliao Formativa e Avaliao Somativa. b) Avaliao Qualitativa, Avaliao Quantitativa e Avaliao Somativa. c) Avaliao Cognitiva, Avaliao Afetiva e Avaliao Psicomotora. d) Avaliao Formal, Avaliao No-formal e Avaliao Informal.
  44. 44. www.odiferencialconcursos.com.br 44 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 108. O processo educacional pode ser desenvolvido de vrias formas: alm da escola, outras instituies e situaes podem promover aes de cunho educacional/pedaggico, influenciando fortemente o comportamento e a formao cultural das pessoas. CORRETO, portanto, afirmarmos que existem modalidades de educao, as quais so classificadas como: a) Educao infantil, ensino fundamental e ensino mdio. b) Educao formal, no-formal e informal. c) Educao confessional, pblica e privada. d) Educao escolar e extra-escolar. 109. Para Libneo, existe uma relao direta entre as vrias concepes de gesto escolar e as diferentes vises dos educadores sobre as finalidades da educao, no que se refere formao dos alunos e ao atendimento sociedade. A concepo de organizao e gesto escolar que defende a forma coletiva de tomada de deciso, dando nfase tanto s aes pedaggicas quanto s relaes intra e extraescolar, a: a) Tecnocrtica burocratizante. b) Demaggica liberal. c) Democrtico-participativa. d) Liberal reformista. 110. De acordo com as novas competncias para ensinar propostas por Perrenoud, correto afirmar: I. Na prtica, certas atividades, so inspiradas pela tradio, pela imitao e pelos recursos de ensino. II. As atividades e situaes propostas so constantemente limitadas por tempo, espao, contrato didtico, imaginao e competncias do professor. III. Escolher e modular as atividades de aprendizagem no so to importantes quanto o estabelecimento de vnculo entre professor e aluno. Sobre as afirmaes: a) Apenas I e II esto corretas.
  45. 45. www.odiferencialconcursos.com.br 45 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 b) Todas esto corretas. c) Apenas II e III esto corretas. d) Apenas II est correta. 111. Para gerir a progresso das aprendizagens, o que o autor Phillippe Perrenoud prope para os professores diante da aprendizagem dos alunos? a) Balanos peridicos; b) Educao severa; c) Leitura oral diria; d) Interpretaes de textos contnuos. 112. Para o autor Edgar Morin existem alguns obstculos exteriores compreenso intelectual. So eles, respectivamente: a) O rudo (mal-entendido ou no entendido) e a polissemia; b) O rudo, a polissemia, a ignorncia dos ritos e costumes, incompreenso de valores; c) A ignorncia dos ritos e costumes, incompreenso de valores; d) A polissemia, a ignorncia dos ritos e costumes, incompreenso de valores. 113. Segundo Zabalza, o currculo aparece como o itinerrio formativo de uma etapa escolar na qual caminham juntos os objetivos da educao. No que se refere s competncias lgico- formais, a criana deve envolver-se em: I. Saber vincular sua produo visual com as operaes de classificar, dividir, sequenciar e captar as correlaes existentes entre significante e significado; II. Produzir intuies espaciais mltiplas, reconhecendo o campo das categorias topolgicas como direita-esquerda, acima-abaixo; III. Diante de objetos naturais ou artificiais realizar intuies lgicas como classificao, subdiviso e sequenciao. So corretas as afirmaes:
  46. 46. www.odiferencialconcursos.com.br 46 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 a) Todas. b) Apenas I e II. c) Apenas II e III. d) Apenas I e III. 114. O autor Zabalza, traz em seu livro a definio da palavra espao fazendo referncia deste com o espao escolar. Para o autor a palavra espao est relacionada: I. Extenso definida, meio sem limites que contm todas as extenses finitas; II. O espao como algo fsico, ligado aos objetos que so os elementos que ocupam o espao; III. Para as crianas pequenas o espao o espao equipado com mveis, objetos, cores e etc. So corretas as afirmaes: a) Apenas I e II. b) Apenas I e III. c) Apenas II. d) Apenas II e III. 115. (Zabalza) o ambiente escolar contempla quatro dimenses, so elas: dimenso temporal, dimenso funcional, dimenso fsica, dimenso relacional. Entretanto, a dimenso temporal e a dimenso relacional se referem respectivamente: a) organizao do tempo e s diferentes relaes estabelecidas na sala de aula; b) forma de utilizao dos espaos e s diferentes relaes estabelecidas na sala de aula; c) Ao aspecto material do ambiente e organizao do tempo; d) s diferentes relaes estabelecidas na sala de aula e ao aspecto material do ambiente. 116. A educao escolar deve constituir-se em uma ajuda intencional, sistemtica, planejada e continuada. Assim, na relao
  47. 47. www.odiferencialconcursos.com.br 47 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 professor-aluno, segundo Piaget na aprendizagem do aluno ser significativa quando esse for um sujeito: a) Ativo; b) Intrapsquico; c) Passivo; d) Inativo; e) Semiativo. 117. Vygotsky conceituou o desenvolvimento intelectual de cada pessoa em dois nveis onde a construo do conhecimento se dar coletivamente, portanto, sem ignorar a ao intrapsquica do sujeito. Identifique a alternativa CORRETA sobre esses dois nveis: a) Um natural e um sobrenatural; b) Um poltico e um social; c) Um individual e um coletivo; d) Um real e um potencial; e) Um social e um coletivo. 118. So considerados elementos essenciais no trabalho dos contedos escolares com os alunos, tendo a funo de mediar s relaes didticas que ocorrem na sala de aula: a) Sistema de Avaliao; b) Recursos Didticos; c) Processo Ensino-Aprendizagem; d) Aulas de Campo; e) Aulas Tericas e Prticas. 119. A avaliao a prtica escolar que mais significa uma ao provocativa do professor, desafiando o aluno a refletir sobre as situaes vividas, a formular e reformular hipteses, encaminhando-se a um saber enriquecido. Considerando a Avaliao como parte integrante do processo de ensino aprendizagem e de sua perspectiva progressista. Identifique a alternativa CORRETA: a) A dimenso quantitativa deve ser considerada para buscar a essncia e a totalidade do processo educativo;
  48. 48. www.odiferencialconcursos.com.br 48 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 b) A classificao uma estratgia bsica da avaliao; c) A ascenso do aluno o foco da avaliao; d) A dimenso qualitativa deve ser considerada para buscar a essncia e a totalidade do processo educativo; e) A ascenso do aluno uma estratgia bsica da avaliao. 120. Representa a sntese mais elaborada da Pedagogia do sculo XX, por constituir-se em uma aproximao integral de um movimento histrico e cultural de maiores dimenses: a Escola Nova ou Ativa. Referimos especificamente a corrente pedaggica: a) Libertria; b) Construtivista; c) Tecnicista; d) Tradicional; e) Conservadora. 121. Por trs do trabalho de cada professor, em qualquer sala de aula do mundo, esto sculos de reflexes sobre o ofcio de educar. Surgem assim, teorias e tendncias novas da educao. Ele considerado o principal pensador da Tendncia Pedaggica Progressista Libertadora. Referimos especificamente a: a) Paulo Freire; b) Edgar Morin; c) Demerval Saviani; d) Gonzles Arroyo; e) Emlia Ferreiro. 122. Tendncia Pedaggica que considera a relao professor versus aluno de forma horizontal onde o educador e educando se posicionam como sujeito do auto conhecimento, num processo no autoritrio e no diretivo: a) Libertria; b) Libertadora; c) Crtico Social dos Contedos; d) Renovada Progressista; e) Tradicional.
  49. 49. www.odiferencialconcursos.com.br 49 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 123. Tendncia Pedaggica que comeou nos anos 80 no Brasil e se mantm at os dias atuais, caracterizada pelo contedo como um elemento de reflexo social e apresenta como principais tericos Demerval, Libnio e Snyders: a) Libertria; b) Libertadora; c) Crtico Social dos Contedos; d) Renovada Progressista; e) Tradicional. 124. Sobre a gesto participativa, assinale a incorreta: a) Tem seus princpios na democracia e autonomia. b) Cultiva a equidade e prevalece a justia. c) Requer a participao da sociedade na formulao e avaliao poltica escolar. d) Cabe s ao professor encaminhar propostas para o grupo escolar. 125. A avaliao sob a concepo de aluno ativo e participativo na construo do seu prprio conhecimento: a) O professor no considera a avaliao como orientadora e cooperativa. b) Prioriza o resultado do processo. c) Considera que o processo de ensino-aprendizagem se efetiva de forma indireta e automtica. d) Concebe a educao como experincia, o erro a ser o ponto de partida para o recomeo para novas decises. 126. Sobre a avaliao classificatria, assinale a alternativa incorreta: a) Seleciona e expe uma ciso entre ensino e aprendizagem. b) Caracteriza-se por sua objetividade, isolado em contedos pontuais e fragmentados. c) Permite uma viso ampliada das relaes.
  50. 50. www.odiferencialconcursos.com.br 50 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 d) Verifica e mede o conhecimento transmitido encadeado e linear. 127. Segundo a teoria do conhecimento de Piaget, conhecer significa: a) Inserir o objeto em um sistema de relaes, partindo de uma ao executada sobre esse objeto. b) Somente organizar, estruturar e explicar a partir do experimentado. c) Ao de uma pessoa sobre o meio em que vive sem a estruturao do vivido. d) Vivenciar a ao do objeto do conhecimento, estruturando mentalmente. 128. Para Piaget qual o primeiro ato de assimilao do ser humano? a) Ato de chorar. b) Ato de soluar. c) Ato de tomar banho. d) Ato de falar. 129. O sujeito epistmico de Piaget : a) um indivduo ideal e nico. b) Reflexo do conhecimento cientfico. c) As crianas de periferia. d) Os bebs prematuros. 130. Segundo a hiptese Piagetiana, classifique as afirmaes em V (verdadeiro) e F (falso) e aponte a alternativa correta: I. A criana age no mundo e ocorre a construo interna das estruturas mentais. II. A atividade motora responsvel somente pela ao exgena. III. O meio est presente no orgnico.
  51. 51. www.odiferencialconcursos.com.br 51 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 a) V, V, F. b) V, V, V. c) F, V, V. d) V, F, V. 131. Sobre a avaliao, analise as assertivas e, em seguida, assinale a alternativa que aponta as corretas. I. A avaliao uma das atividades do processo pedaggico necessariamente inserida no projeto pedaggico da escola, no podendo, portanto, ser considerada isoladamente. II. Deve ocorrer em consonncia com os princpios de aprendizagem adotados e com a funo que a educao escolar tenha na sociedade. III. uma atividade que envolve legitimidade tcnica mas no necessariamente legitimidade poltica na sua realizao. IV. A avaliao, como parte de uma ao coletiva de formao dos estudantes, ocorre, portanto, em vrias esferas e com vrios objetivos. V. Avaliar o sinnimo de medida, de atribuio de um valor em forma de nota ou conceito. a) Apenas I, II e V. b) I, II, III, IV e V. c) Apenas II e IV. d) Apenas I, II e IV. e) Apenas I, II, IV e V. 132. Sobre a viso construtiva do erro, analise as assertivas e, em seguida, assinale a alternativa que aponta as corretas. I. Est embasada na teoria de Piaget, ou teoria da equilibrao majorante, pressupe dois aspectos centrais: o estrutural e o processual. II. tarefa docente a de discernir entre os erros construtivos isto , aqueles que evidenciam progressos na atividade mental e
  52. 52. www.odiferencialconcursos.com.br 52 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 aqueles que no o so isto , aqueles que no sinalizam avanos na forma da criana pensar. III. Aponta que o sistema cognitivo composto por um conjunto de estruturas, as quais so formadas por conjuntos de esquemas que, na interao sujeito-objeto, propiciam diferentes tipos de contedos ou aes. IV. A construo do conhecimento implica momentos de equilbrio, ou seja, de estabilidade provisria no funcionamento intelectual e momentos de desequilbrio, no qual os esquemas disponveis ao sujeito no so suficientes para assimilar os objetos. V. A riqueza dos conflitos ou seja, dos desequilbrios reside em provocar a busca de um novo estado de equilbrio, nem sempre superior ou melhor do que o precedente. a) Apenas I e V. b) Apenas I, IV e V. c) Apenas III, IV e V. d) Apenas I, II, III e IV. e) Apenas I, III, IV e V. 133. Sobre a Didtica e Democratizao do Ensino, NO podemos afirmar que a) A participao ativa na vida social o objetivo da escola pblica e o ensino colocado como aes indispensveis para ocorrer instruo. b) A escola pblica deve assegurar a transmisso e assimilao dos conhecimentos e habilidades. c) O primeiro compromisso da atividade profissional de ser professor (o trabalho docente) certamente de preparar os alunos para se tornarem cidados ativos e participantes na famlia, no trabalho e na vida cultural e poltica. d) As prticas educativas que verdadeiramente podem determinar as aes da escola e seu comprometimento social com a transformao social. e) O magistrio no um ato poltico porque se realiza no contexto das relaes sociais delimitadas no mbito restrito da sala de aula e da escola.
  53. 53. www.odiferencialconcursos.com.br 53 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 134. Sobre a alfabetizao, NO podemos afirmar que a) um fato contestvel, que s a partir da descoberta do princpio alfabtico e das convenes ortogrficas, que formamos um leitor e escritor autnomo. b) Ler e escrever so atividades comunicativas e que devem, portanto, ocorrer atravs de textos reais. c) importante as experincias com a leitura de histrias para crianas de pr-escola para o posterior sucesso escolar das crianas com a leitura e a escrita. d) Se considerarmos que o desenvolvimento da conscincia fonolgica um facilitador da evoluo psicogentica e da aprendizagem da leitura e da escrita devemos transformar este tipo de reflexo num alvo pedaggico durante o processo de alfabetizao. e) A proposta construtivista defende uma alfabetizao contextualizada e significativa atravs da transposio didtica das prticas sociais da leitura e da escrita para a sala de aula. 135. Um momento marcante na histria da Educao Brasileira, que ainda hoje repercute e influencia as prticas educacionais, foi o surgimento da Pedagogia Libertadora, que teve em Paulo Freire um de seus expoentes. Os elementos contextuais que deram suporte ideolgico a esta Pedagogia foram o(s): a) Materialismo dialtico, as ligas de latifundirios e as teorias empiristas. b) Movimentos de cultura popular, a filosofia platnica e as teorias inatistas. c) Nacionalismo-desenvolvimentista, o pensamento social da esquerda catlica e o escolanovismo. d) Movimento de defesa dos valores da ptria, os iderios sociais- democratas e o tecnicismo. 136. Muitas vezes a escola se torna indiferente diante do fracasso dos alunos e das desigualdades sociais. Vrias iniciativas visam a reverter esta situao, dentre as quais est a pedagogia de domnio, apregoada por P. Perrenoud (2001), que prope: a) Flexibilizar os currculos, permitir que cada aluno progrida de acordo com seu ritmo e promover avaliao formativa. b) Homogeneizar os currculos, criar agrupamentos de alunos por idade e realizar avalies sistemticas.
  54. 54. www.odiferencialconcursos.com.br 54 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 c) Enfatizar questes tnicas nos currculos, formar turmas por interesse em determinadas reas do conhecimento e desenvolver avaliao somativa. d) Acabar com o currculo, permitir que os alunos se organizem em turmas da forma como desejarem e abandonar os processos formais de avaliao. 137. Vygotsky definiu assim a Zona de Desenvolvimento Proximal: a distncia entre o nvel de desenvolvimento real, que se costuma determinar atravs da soluo independente de problemas, e o nvel de desenvolvimento potencial, determinado atravs da soluo de problemas sob a orientao de um adulto ou em colaborao com companheiros mais capazes. Tal conceito implica que: a) A formao para o desenvolvimento dos processos que resultam na formao de conceitos deve iniciar-se na infncia, pois neste perodo que se desenvolvem as funes intelectuais bsicas, independentemente da experincia. b) O trabalho escolar com a Zona de Desenvolvimento Proximal tem relao direta com o entendimento do carter pessoal do desenvolvimento humano e das situaes de ensino escolar. c) O aluno capaz de fazer muito com o auxlio de uma outra pessoa (professores, colegas) do que faria sozinho, mas o aprendizado mais eficaz e duradouro aquele fruto do esforo individual do aluno. d) A relao entre o indivduo e o contexto de independncia, antagnica, ou seja, a apropriao de significados depende do nvel de desenvolvimento de cada indivduo. 138. A avaliao um processo contnuo que visa interpretar os conhecimentos, habilidades e atitudes do aluno, a fim de que haja condies de decidir sobre alternativas do trabalho do professor e da escola como um todo. A avaliao se desenvolve nos diferentes momentos do processo ensino-aprendizagem, tendo objetivos distintos. Sobre as funes da avaliao Luckesi afirma que: a) Individualizar o ensino uma funo diagnstica e replanejar os contedos contempla a avaliao somativa. b) Propor atividades com vista a superar deficincias uma funo normativa e localizar deficincias facilita a avaliao formativa. c) Informar sobre o rendimento uma funo formativa e classificar nveis de aproveitamento indica uma avaliao diagnstica.
  55. 55. www.odiferencialconcursos.com.br 55 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 d) Constatar particularidades uma funo diagnstica e selecionar os resultados propicia uma avaliao formativa. 139. A escola uma instituio social que representa o contexto que a rodeia e, nessa condio, vivencia e reflete o conjunto de fatores histrico-sociais e culturais. Ao desenvolver sua funo educativa, a escola a) Tem por funo social proporcionar aos seus alunos o acesso ao conhecimento cientfico produzido e acumulado pelos intelectuais, tendo como funo social desenvolver, exclusivamente, a formao de cidados capazes de subverter o sistema vigente. b) um lugar privilegiado onde gestores, professores, alunos e pais tm oportunidade de ensinar, aprender e socializar a diversidade de saberes, respeitando as individualidades e propiciando o acesso ao conhecimento cientfico, construdo socialmente de forma tica e democrtica. c) Passa a desenvolver uma educao de qualidade, considerando, de maneira exclusiva, os conhecimentos cotidianos dos alunos. S assim, os conhecimentos sistematizados podero fluir com naturalidade. d) um espao de contradio e tem como funo primordial possibilitar o desenvolvimento do ser humano que s ocorre em interao com a natureza. e) De qualidade respeita os sujeitos sociais, valoriza e desenvolve todo e qualquer comportamento humano e forma de convivncia sociocultural. 140. A escola democrtica oferece aos alunos as bases socioculturais que lhes permitem identificar e se posicionarem frente s transformaes do mundo e se incorporarem na vida produtiva e sociopoltica, de modo que I. Todos os professores tenham o domnio de todas as reas de ensino. II. Esteja voltada para a construo de uma cidadania plena e consciente. III. Respeite a diversidade pessoal, social e cultural. IV. Enaltea os alunos mais participativos e talentosos.
  56. 56. www.odiferencialconcursos.com.br 56 O que voc quiser da vida, a vida lhe dar, se voc fizer a sua parte. Ano 2012 V. Favorea a construo da identidade e da autonomia do aluno. Esto CORRETOS: a) II, III e IV, apenas. b) IV e V, apenas. c) II, III e V apenas. d) II e III, apenas. e) I, II, III, IV e V. 141. O Projeto Poltico-Pedaggico caracteriza-se como um instrumento que evidencia compromisso com a formao do cidado. Ao realizar a construo coletiva do projeto poltico- pedaggico, a escola est a) Executando aes tcnicas e pedaggicas impostas pela legislao educacional e pelo Ministrio da Educao. b) Organizando projetos que atendam especificamente s demandas individuais no espao educacional bem como s especificidades da sociedade global. c) Vivenciando a capacidade de definir sua identidade no sentido democrtico, coletivo e participativo nas tomadas de decises. d) Expondo a instituio escolar perant